Jump to content

Sexualidade


Recommended Posts

há 14 horas, Duarte disse:

Amo um tópico onde antes falavam em comer primos com conversas cultas e eruditas sobre sexualidade ao longo da história. 

Quero dar o meu melhor nos próximos posts para continuar a merecer os vossos elogios.

Como já todos perceberam, a homossexualidade é para mim algo de  transcendente.

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • Replies 11.8k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Não dá para meter um gif no título do tópico?

Mão direita.

Bem, eu nunca pensei vir aqui fazer o meu coming out. Na verdade nem sei bem o que escrever. Aliás, eu sempre pensei que era uma fase, que estava confuso, que ia passar e que se encontrasse uma rapari

há 1 hora, Alien disse:

Quero dar o meu melhor nos próximos posts para continuar a merecer os vossos elogios.

Como já todos perceberam, a homossexualidade é para mim algo de  transcendente.

Muito obrigado :giveheart: Mas temos de ver que as conversas sobre comer primos também são importantes, educativas e nos dão preparação para o futuro :read:

  • Love 1
  • LOL 2
Link to post
Share on other sites
há 21 horas, Duarte disse:

Amo um tópico onde antes falavam em comer primos com conversas cultas e eruditas sobre sexualidade ao longo da história. 

Acho que comer primos deve ser mais interessante :lol:

  • LOL 3
Link to post
Share on other sites

Eu amo quando as coisas são assim, ambos querem e encaram isso sem neuras, fofoquinhas e estranhamento depois. Não precisa ficar grudado pra dar na cara se isso for causar um risco à convivência com os outros, mas também não precisa desprezar e destratar reproduzindo ignorância e preconceito.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, joaop disse:

Nos últimos dias, li quase as últimas 200 páginas. Muito assunto discutido. Fico feliz por ter lido histórias de alguns de vocês que receavam a reação dos vossos pais ao facto de serem homossexuais e de terem ficado surpreendidos com reações bastante positivas. O que significa que as pessoas estão a mudar a sua mentalidade e sobretudo a evoluir! Também li histórias bem tristes, a todos esses desejo muita força e que nunca se esqueçam que o importante é ser feliz!

Eu ainda sou jovem, já tive paixões por algumas raparigas. Nunca tive nada com ninguém. No entanto, sofro muito com um preconceito irrisório. As pessoas dizem que tenho alguns tiques, eu confesso que é verdade. Houve um altura em que fazia de tudo para esconder, agora só penso que sou como sou. Se gostam, gostam, se não gostam, também não me importo. Muitos dos meus colegas de escola gostam de gozar comigo e dizer que sou gay. Fico irritado, porque para além de não ser, mesmo que fosse esse não é um motivo para gozar com ninguém. Não sou gay, nunca me apaixonei por nenhum rapaz. Se algum dia isso acontecer, aconteceu. Sinceramente, estou muito farto de ouvir tantos disparates de jovens que deviam ter uma mentalidade aberta e sem preconceitos. No entanto, isso não acontece. É só barbaridades atrás de barbaridades. Quanto os meus familiares, dizem que não são homofóbicos, mas depois têm pensamentos que não vale a pena. Já tentei discutir saudavelmente tudo isto com muitos deles, mas acaba por não dar em nada e eu só fico mais desiludido por pensamentos tão retrógrados.

Enfim, queria só fazer uma reflexão depois de ter lido tanta coisas nestes últimos dias.

 

Li com muito interesse o teu emocionado testemunho e quero felicitar-te pela coragem e resiliência que revelas. Deves continuar a ser igual a ti próprio, fiel aos valores em que acreditas e de consciência tranquila.

Quanto ao que alguns dizem sobre a a homossexualidade,  aconselho-te a não dares qualquer importância. Era só o que faltava que condicionasses a tua vida por causa de preconceitos retrógrados e obscurantistas...

Edited by Alien
Link to post
Share on other sites

MAS COMO É QUE 2000 ANOS DEPOIS AINDA HÁ TANTA HOMOFOBIA?

Pode parecer muito ingénuo eu perguntar isto e provavelmente até é mas o Júlio César não era própriamente um Zé-ninguém (já para não falar dos outros). Ele tinha uma influência massiva nas pessoas (e não só como é óbvio). 

spacer.png

Esse era o Nero???:O

56 minutes ago, Alien said:

o Imperador  enviou agentes em busca de homens com pénis grandes para satisfazer as suas paixões. (...) O tamanho do órgão de um homem determinava o cargo que ele ocupava na administração."

spacer.png

  • Like 2
  • LOL 2
Link to post
Share on other sites
há 16 minutos, Diogo Marreiros disse:

MAS COMO É QUE 2000 ANOS DEPOIS AINDA HÁ TANTA HOMOFOBIA?

Pode parecer muito ingénuo eu perguntar isto e provavelmente até é mas o Júlio César não era própriamente um Zé-ninguém (já para não falar dos outros). Ele tinha uma influência massiva nas pessoas (e não só como é óbvio). 

spacer.png

Esse era o Nero???:O

spacer.png

Essa imagem não é de Nero, como é óbvio. ;) Trata-se de uma mera ilustração da atmosfera gay que existia nas altas cúpulas do Estado Romano.

Sobre a tua pergunta de haver ainda tanta homofobia, apesar de grandes figuras da História serem gays, tenho a minha opinião. 

Considero que, a sociedade em geral, ainda sofre de grande ignorância histórica, desconhecendo as inclinações homossexuais de personalidades tão valorosas como Alexandre Magno, Júlio César, Leonardo da Vinci ou Garcia Lorca.

Por outro lado, as principais religiões - destacando-se o Cristianismo e o Islamismo -  ainda continuam a moldar a mentalidade de muita gente, prolongando o preconceito contra quem ama fora das regras de uma moral puritana e repressiva.

Edited by Alien
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
7 minutes ago, Alien said:

Essa imagem não é de Nero, como é óbvio. ;) Trata-se de uma mera ilustração da atmosfera gay que existia nas altas cúpulas do Estado Romano.

Sobre a tua pergunta de haver ainda tanta homofobia, apesar de grandes figuras da História serem gays, tenho a minha opinião. 

Considero que, a sociedade em geral, ainda sofre de grande ignorância histórica, desconhecendo as inclinações homossexuais de personalidades tão valorosas como Alexandre Magno, Júlio César, Leonardo da Vinci ou Garcia Lorca.

Por outro lado, as principais religiões - destacando-se o Cristianismo e o Islamismo -  ainda continuam a moldar a mentalidade de muita gente, prolongando o preconceito contra quem ama fora das regras de uma moral puritana e repressiva.

Sim, eu sei que o Nero não era exatamente como esse homem:mosking:  mas é suposto as ilustrações serem fiéis certo?

Claro que essa ignorância existe mas o meu espanto não é esse. O que me faz mais confusão é que com figuras tão "importantes" e fortes esses pensamentos se tenham espalhado tão intensivamente. É que como eu disse Júlio César não era um homem qualquer.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 3 horas, Alien disse:

@Faded@guilhermefmcar@PierreDumont @Diogo Marreiros@pedrovinsky @joanna @VINTAGE @Pedro Ponte @tjspy

 

Na grandiosa Civilização Romana a homossexualidade era aceite e difundida, embora não tenha tido a expressão cultural nem o refinamento outrora vistos na Antiga Grécia. Em Roma era apenas mais uma variante sexual.

villa-adriana-quiiky-untold-history-tour.jpg

Vários imperadores eram conhecidos pelo seu comportamento homossexual, como por exemplo, Júlio César que era chamado ”marido de todas as mulheres e a esposa de todos os homens” bem como Augusto, Tibério, Calígula, Adriano, Domiciano. Trajano, Cómodo e Heliogábalo.

A bissexualidade entre os romanos era bastante comum. Porém, fazer sexo com adolescentes livres, com ou sem consentimento, era passível de punição. Nas classes mais altas, os homens tinham inúmeros escravos para servir à mesa e para satisfazer os seus apetites sexuais e dos convidados nos banquetes. As esposas tinham ciúmes dos rapazes considerados favoritos. Quando nascia no rosto dos meninos o primeiro bigode, perdia os privilégios e era substituído. Eram conhecidos como delicati pueri ou delicium, normalmente originários das províncias do Império Romano, como o Egipto e a Síria.

800px-Warren_Cup_BM_GR_1999.4-26.1_n2.jpg

Os romanos condenavam a relação sexual entre membros da aristocracia e homens de classes sociais mais baixas, especialmente com escravos, de maneira passiva. Também era condenável deixar-se dominar por avassaladoras paixões. Era um passo para a “escravidão dos sentidos”.

 

SODOMITE IMPERATORIBVS

JÚLIO CÉSAR (100-44 a.C.)

O mais famoso dos governantes de Roma alimentou uma estreita relação amorosa  com Nicomedes IV (110-74 a.C.), rei da Bitínia. Comenta-se que o imperador teve a sua reputação beliscada por conta disso, e que teria aproveitado o romance para obter vantagens políticas. As suas práticas homossexuais seriam de natureza eminentemente oportunista, procurando conquistar a lealdade e o apoio necessários para a sua carreira política.

 

Bay Area Reporter :: 'Young Caesar' finally gets its due

Júlio César e Nicomedes

 

TIBÉRIO (14-37 d.C.)

O imperador Tibério  foi o sucessor de Otávio Augusto. Já na velhice, resolveu afastar-se do governo e  usufruir das delícias da ilha de Capri, mas antes criou um cargo novo, a Administração dos Prazeres, confiado a um cavaleiro romano de nome Tiro Cesónio Prisco.

Citamos aqui apenas um excerto da vida do imperador naquele refúgio paradisíaco, segundo a narrativa de Suetónio: “No seu retiro da Capri mandou preparar, até, um teatro para seus desbragamentos secretos. Ali reuniu, trazidos de toda parte, raparigas, favoritos e inventores de complexos monstruosos a que ele chamava spinthrias, para que, enlaçados numa tríplice cadeia, se prostituíssem mutuamente diante dele, e, deste modo, com esses espetáculos,  os seus apetites adormecidos, pudessem reanimar-se".

Caligula' Blu-ray Review | Nerdly

Tibério

CALÍGULA (37-41 d.C.)

Um dos mais infames imperadores romanos era também um assumido bissexual e adepto do incesto.  Teve relações íntimas com as suas três irmãs Drusila, Livila e Agripina , e assediava mulheres de senadores. Por vezes,  aparecia em banquetes fantasiado de deusa Vénus.

Teve ainda muitos amantes masculinos, como Lépido e  Mnester,  e costumava violar prisioneiros de guerra, escolhendo os mais viris e musculosos. Não fazia questão de esconder carícias e beijos aos homens que mais desejava.

 

Caligula comes “Out in the Tropics” – Knight Foundation

Calígula

 

NERO (54-68 d.C,)

Além de três esposas, o imperador Nero teve igualmente dois maridos. O jovem  Esporo foi castrado e vestido de noiva no dia do casamento com o imperador e era  tratado na categoria de  imperatriz. O segundo marido chamava-se Pitágoras, um antigo escravo liberto, a quem Nero se submetia como se fosse a sua  mulher. Nos encontros amorosos entre os dois, Nero gritava como uma donzela.

 

Homosexuality in the Ancient Rome - Gay Italy History Tours ...

HELIOGÁBALO (218-222 d.C)

O imperador Heliogábalo promoveu o culto ao deus Príapo, pelo qual o pénis é adorado e divinizado. Ficou conhecido pela sua preferência por homens robustos e viris. Os soldados da sua guarda pessoal  (Guarda Pretoriana) eram conhecidos como os rabos de burro por serem recrutados os mais dotados.

Teve dois maridos: o condutor de quadrigas e antigo escravo Hierócles e o atleta Zoticus, famoso pela sua grande beleza.  A "História Augusta" diz que Heliogábalo pintava os olhos, depilava o corpo  e usava perucas antes de se prostituir em tabernas e bordéis, e até no palácio imperial.

Ainda de acordo com a "História Augusta":  "Com cada orifício de seu corpo tomado de luxúria, o Imperador  enviou agentes em busca de homens com pénis grandes para satisfazer as suas paixões. (...) O tamanho do órgão de um homem determinava o cargo que ele ocupava na administração."

O historiador Herodiano comentou que Heliogábalo mimava a sua beleza natural ao usar muita maquilhagem. Foi descrito como "ficando encantado ao ser chamado a amante, a esposa, a rainha de Hiérocles" e diz-se que ofereceu grandes somas de dinheiro ao médico que lhe pudesse dar uma vagina. Por esse motivo, Heliogábalo tem sido frequentemente caracterizado por historiadores modernos como um transexual.

 ANTINOUS THE GAY GOD: THE ASSASSINATION OF ELAGABALUS ROME'S ...

Heliogábalo

Infelizmente, com a expansão do Cristianismo no Império Romano e a sua proclamação como única religião oficial, em 380 d.C., qualquer expressão de amor homossexual tornou-se um tabu e  foi proibida a sua prática.

Em 390, o imperador  Teodósio I promulgou uma lei  que interditava permanentemente todas as relações homossexuais,  sujeitas a pena de morte. Era o início de um longo período de intolerância e de fanatismo, conhecido como "Idade das Trevas"...

Vocês viram o filme "Calígula"? foi um dos mais loucos que eu vi em minha vida. Assim que completei 18 anos, aluguei o DVD do filme e era muito forte as cenas. Muitas vezes usava o FF para entender todas as nuances das cenas de tão rápido que era.

Em junho de 1992, uma estação brasileira quis dar esse filme às 23hs sem cortes. Emitiram apenas a primeira parte para algumas partes do país. A segunda foi proibida pela Justiça. As promoções do filme estão no YouTube, mas não poderei dar aqui por motivos de força maior. Sim, em teledifusão aberta davam cenas eróticas nas promos. Mas se quiserem saber da repercussão do caso procurem: "Calígula Rede OM". Lembrem-se: a censura brasileira caiu em outubro de 1988, com a nova Constituição e tudo passou a ser quase totalmente livre.

Reportagem sobre a proibição judicial da emissão do filme "Calígula" na programação da Rede OM de Televisão (hoje CNT).
 

 

Edited by PierreDumont
  • Love 1
Link to post
Share on other sites
On ‎7‎/‎28‎/‎2020 at 4:17 PM, PierreDumont said:

Como sou brasileiro, posso explicar-te certas coisas com convicção: o Brasil é um eterno paradoxo e não poderia ser diferente com a população LGBTQ. Mesmo no período militar (1964-1985), haviam certas manifestações artísticas LGBTQ públicas que atingiam o mainstream. Ney Matogrosso apareceu com um visual andrógino no começo dos anos 70 e obteve grande popularidade. Os shows de drags eram tão famosos que atraíam personalidades conhecidas aos bares LGBTQ, um deles era o apresentador Sílvio Santos, que deu um generoso espaço para essas apresentações em seu programa nos anos 1980. Mas, o surgimento da SIDA acabou por estigmatizar ainda mais esse público ao mesmo tempo que evidenciava a existência deles. Houve uma luta intensa pelo tratamento para VIH/SIDA, tornando o Brasil como referência mundial, apesar de todos os defeitos e problemas da saúde pública brasileira. Se tiveres interesse, posso mandar-tlhe várias reportagens e entrevistas desse período.

Foi uma trajetória longa até o reconhecimento de direitos legais (casamento, adoção), a saúde pública brasileira tem espaços para transsexuais e hoje existem vários sítios "gay-friendly" como a Rua Farme de Amoedo, próxima à praia de Ipanema. A aceitação depende da região e da classe social que vivas: é mais fácil ser homossexual sendo de classe média e morador de uma cidade grande do que sendo pobre de uma cidade do interior do Nordeste. 

Ai amado, me abraça que não aguento mais certas porradas que levo na vida...

Quantas vezes você consegue achar a Gretchen no meio da natureza?

A minha primeira vez foi terrível. Foi em um setor vazio da universidade aonde estudava. Eu tenho vergonha de admitir isso: de não ter uma vida sexual digna. Os gays no Brasil olham muito para aparência. Você tem que ser alto, cabelo liso, malhado, rabo grande, malaquias enorme, ser bem vestido, morar bem. 

Ya eu sei disso. A comparação com Portugal acaba por ser desproporcional, dado o tamanho do Brasil.

Apesar de tudo acho que os brasileiros hoje em dia estão muito mais educados e têm uma perceção muito mais ampla do que significa ser membro da comunidade LGBTQIA+. A maior parte dos portugueses nem devem saber o que quer dizer a sigla "LGBT", quanto menos "LGBTQIA+" :rofl: :p 

  • Like 1
  • Love 1
Link to post
Share on other sites
Ya eu sei disso. A comparação com Portugal acaba por ser desproporcional, dado o tamanho do Brasil.

Apesar de tudo acho que os brasileiros hoje em dia estão muito mais educados e têm uma perceção muito mais ampla do que significa ser membro da comunidade LGBTQIA+. A maior parte dos portugueses nem devem saber o que quer dizer a sigla "LGBT", quanto menos "LGBTQIA+" ATV_rofl.gif ATV_blum.gif 

Eu tenho muitas dúvidas, tendo em conta a sua dimensão (população superior a 200 milhões) em número absoluto será certamente. Agora em percentagem da população...

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 47 minutos, Moonstruck disse:

Ya eu sei disso. A comparação com Portugal acaba por ser desproporcional, dado o tamanho do Brasil.

Apesar de tudo acho que os brasileiros hoje em dia estão muito mais educados e têm uma perceção muito mais ampla do que significa ser membro da comunidade LGBTQIA+. A maior parte dos portugueses nem devem saber o que quer dizer a sigla "LGBT", quanto menos "LGBTQIA+" :rofl: :p 

Entendo perfeitamente o teu posicionamento. Apenas gosto de deixar as coisas claras e nítidas, pois sou didático por natureza. Bolsonaro foi eleito muito mais por causa da violência urbana e da crise econômica do que pelo crescimento das minorias (embora isso tenha um pouco a ver). Mas, de todos os modos, ainda existe o Parlamento e o Judiciário limitando seus ímpetos extremistas.

Essa sigla deixa-me louco, ela muda o tempo todo...:sarcastic:

No mais, garanto-lhe que todos os serviços públicos voltados ao público LGBTQ foram preservados até o presente momento no Brasil. O tratamento público para VIH/SIDA, disforia de gênero e a distribuição gratuita de PreP continuam normalmente apesar do imbecil que está em Brasília.

Aliás, a minha cidade tem ambulatório público exclusivo para travestis e transsexuais:

Pará Diversidade » Arquivo » João Pessoa contará com cirurgia de ...

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
14 minutes ago, zent said:


Eu tenho as muitas dúvidas, tendo em conta a sua dimensão (população superior a 200 milhões) em número absoluto será certamente. Agora em percentagem da população...

Segundo um estudo feito pelo Datafolha, a percentagem de brasileiros que em 2017 acreditava que "a homossexualidade devia ser bem aceite na sociedade brasileira" cresceu para 74%: http://media.folha.uol.com.br/datafolha/2017/07/03/d2a8a70683c9fa81dcaebffab0375823df9674ca.pdf

Em Portugal é que não faço a menor ideia em que barco é que as coisas estão.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Segundo um estudo feito pelo Datafolha, a percentagem de brasileiros que em 2017 acreditava que "a homossexualidade devia ser bem aceite na sociedade brasileira" cresceu para 74%: http://media.folha.uol.com.br/datafolha/2017/07/03/d2a8a70683c9fa81dcaebffab0375823df9674ca.pdf
Em Portugal é que não faço a menor ideia em que barco é que as coisas estão.

No relatório mais recente do Eurostat, não há uma pergunta igual mas há duas com um intuito semelhante. “As pessoas LGBTI devem ter os mesmo direitos” e “Não há nada de errado numa relação sexual entre pessoas do mesmo sexo”, na primeira 78% concordam e 69% concordam com a segunda.

https://ec.europa.eu/info/sites/info/files/ebs_493_data_fact_lgbti_eu_en-1.pdf
  • Like 2
Link to post
Share on other sites
há 13 horas, Diogo Marreiros disse:

Sim, eu sei que o Nero não era exatamente como esse homem:mosking:  mas é suposto as ilustrações serem fiéis certo?

Não é suposto as ilustrações serem todas fiéis.

Nos meus posts  tenho colocado ilustrações de duas categorias:

1- Obras de arte e outro tipo  de imagens contemporâneas da época analisada; 

2 - Fotos de figurantes e actores que recriam acontecimentos e personalidades históricas...

  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
há 7 horas, Alien disse:

2 - Fotos de figurantes e actores que recriam acontecimentos e personalidades históricas...

Eu vi um perfil no Instagram que moderniza as fotos de personalidades antigas a partir de esculturas e quadros:

Júlio César seria assim:

Veja como personalidades históricas pareceriam atualmente - Mega ...

Calígula assim:

Face de Calígula

 

E a melhor parte deixei pro final...

O artista gráfico que faz projeto modernizou o rosto de Nefertiti, que ficou a cara da Christiane Torloni :sarcastic:

Designer recria figuras históricas com toque contemporâneo

  • Like 1
  • Love 2
Link to post
Share on other sites
On 03/08/2020 at 00:03, Moonstruck disse:

Ya eu sei disso. A comparação com Portugal acaba por ser desproporcional, dado o tamanho do Brasil.

Apesar de tudo acho que os brasileiros hoje em dia estão muito mais educados e têm uma perceção muito mais ampla do que significa ser membro da comunidade LGBTQIA+. A maior parte dos portugueses nem devem saber o que quer dizer a sigla "LGBT", quanto menos "LGBTQIA+" :rofl: :p 

Mais que não seja por causa do pajubá, que até já apareceu no ENEM! :p 

  • LOL 2
Link to post
Share on other sites
há 45 minutos, Faded disse:

Mais que não seja por causa do pajubá, que até já apareceu no ENEM! :p 

Aquendar a neca? :sarcastic:

Os portugueses tem algum tipo de linguajar "exclusivo" para populações LGBTQIA?

Por falar em sexualidade, estou ficando louco ou João Catarré correu pelado em Morangos com Açucar? eu fiquei louco por aquele macho, como dizemos aqui no Brasil: "gostoso".

Fui pesquisar aqui e correu mesmo... tem um bate-papo com ele no UOL, no tempo que esse sítio trazia celebridades para serem entrevistadas (há alguns anos, o bate-papo UOL virou uma espécie de local para marcação de encontros sexuais).

http://tc.batepapo.uol.com.br/convidados/arquivo/televisao/joao-catarre-ator.jhtm

  • Like 1
  • Love 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...