Jump to content

PierreDumont

Membros
  • Content Count

    237
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

152 Repórter de vacas bravas na CMTV

About PierreDumont

  • Rank
    Caí na teia das Poderosas

Recent Profile Visitors

775 profile views
  1. Estou construindo minha árvore genealógica com a ajuda do sítio Family Search, mantido pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja Mórmon. Cheguei aos meus bisavós com os dados que tinha, graças à indexação automática do sítio. O próximo passo é chegar aos meus trisavós e devo fazê-lo com os dados do cemitério central da minha cidade. Após isto, deve ficar um pouco difícil, já que os meus antepassados moravam no interior da Paraíba. Para tal, devo ir à um Centro de História da Família. Aos que vivem em Portugal, não há mistério: existem dados confiáveis
  2. PierreDumont

    Sexualidade

    Não há nenhum problema em não ter iniciado sua vida sexual. Tu estás apenas a se preservar de dores e constrangimentos. Veja, eu comecei relativamente tarde: por volta dos 21 anos e eu não estava totalmente amadurecido emocionalmente no que tange a este aspecto.
  3. PierreDumont

    Sexualidade

    Eu juro que eu não sabia dessa opção. A única alternativa que eu conhecia era o Tinder, que eu uso quando estou no cio (kkkkk). No Brasil é aquela loucura: cheio de gente egocêntrica. Um dia destes vazou uma pasta de nudes de quase todos os usuários da cidade de Teresina, no estado do Piauí. Mais de 200 nudes vazadas.
  4. PierreDumont

    Sexualidade

    Vou passar a dica para todos que tiverem curiosidade de saber como funciona o Grindr em outros países: É necessário ativar o modo desenvolvedor e depois instalar o GPS Fake:
  5. Não sei se é viável um tópico sobre o assunto, mas eu estou a fazer a minha árvore genealógica e pretendo fazer o DNA para rastrear as minhas origens. Para quem é português da gema, talvez não haja tanta graça neste tipo de projeto, mas para um brasileiro sim. Na minha região (João Pessoa), é mais comum existir: ibéricos (português e, em alguns casos, espanhol), ameríndios, judeus sefarditas, negros da Nigéria ou Angola e, em casos esparsos, descendentes do antigo exército holandês (formado por alemães, holandeses, flamengos e até britânicos). Dos ascendentes portugueses, as regiões de maio
  6. PierreDumont

    Sexualidade

    Baixei o aplicativo "Grindr" no meu telemóvel e usei o "GPS Fake" em vários lugares do globo terrestre. Então, coloquei em lugares aleatórios de Portugal, a saber: Funchal, Faro, Portimão, Sines, Costa da Caparica e Figueira da Foz. Então, eu percebi que: os gays portugueses são mais peludos, mais introvertidos, mais diretos, tendem a ser mais magros do que musculosos. Acreditem, eu vi mais fotos de tugas de sunga na praia do que na região onde moro. Em compensação, não vi fotos de tugas no ginásio, algo comum no Brasil. Ainda passei por Espanha (Santa Cruz de Tenerife, Pontevedra, Sitges),
  7. Você não sabe o quanto lamentei não ter tido uma parabólica com os cortes violentos e demais interferências das estações regionais na programação da rede nacional.
  8. Deixe-me explicar algo que vocês portugueses não estão acostumados: à exceção de São Paulo e Rio, a qualidade de imagem dos intervalos comerciais das estações regionais brasileiras deixava à desejar. Quando entrava o bloco regional de publicidade existia uma espécie de "quebra" na imagem e no som. As estações não eram tão bem equipadas e a qualidade caía neste momento. Não raramente, as estações regionais "invadiam" a programação nacional e já pegavam o programa em andamento. Veja essa "quebra" da qualidade no bloco publicitário da TV Manchete de Fortaleza em 1984: Cor
  9. Gravações caseiras com excelente qualidade de imagem, algo meio difícil na realidade brasileira... O bloco comercial é da TV Globo do Rio e não da TV Gazeta de Vitória. Sei disto pela menção ao Supermercado Disco, que inexistia no estado do Espírito Santo. o "OK Benfica" também existe no Rio: https://www.solutudo.com.br/empresas/rj/rio-janeiro/autopecas/ok-benfica-cia-nacional-de-pneus-12249792
  10. Finalmente descobri o que era régie: é o que no Brasil chamamos de controle mestre ou switcher master.
  11. O meu gosto é bastante exótico:
  12. O televisor Philips "Trendset", lançado em 1988, foi o único modelo disponível no mercado brasileiro a ter uma porta SCART. E eu lamento muito que este tipo de conexão não tenha tido êxito por aqui, só teríamos a ganhar não só pela qualidade de imagem e som como pela praticidade. Era chato fazer a conexão do DVD com o televisor usando cabos RCA, você nunca sabia onde estava a colocar o cabo. Outras conexões como "S-Vídeo" e "Vídeo Componente" também não obtiveram êxito. Essa última não é nada prática, já que tu fazias a conexão com o equipamento através de cinco cabos: três para RGB, um pa
  13. @JDamancá no Brasil, como no restante do continente americano, as conexões mais comuns eram a "RF" e a "RCA" (também conhecida como conexão A/V). No caso dos videocassetes e videojogos que conectavam-se ao televisor por RF (entrada da antena) tinham como saída os canais 3 ou 4 do televisor. Quando a conexão era feita por cabos A/V, existia uma posição "A/V". E em Portugal? qual era o canal de saída para a conexão SCART?
  14. Não fiz uma afirmação, fiz uma pergunta. Deixe-me explicar como funcionava o sistema colombiano, atípico no continente americano: O governo colombiano era dono das três únicas redes do país: as comerciais "Canal Uno" e "Canal A", além da cultural "Señal Colómbia", todas compondo o sistema "Inravisión". A cada cinco anos, o governo da Colômbia abria concorrência pública para preencher a programação dos canais em faixas horárias pré-determinadas (a faixa infantil vespertina ficava entre 16 e 19 horas). As empresas que participavam do certame eram chamadas de "programadoras", que deveriam comp
  15. Essa, o @ATVTQsVvai achar estranha: "As cores das origens trocadas": estamos carecas de saber que o Brasil foi colônia portuguesa e a Argentina foi dos espanhóis. Porém, com a chegada da Televisão em cores, inverteu-se a ordem das coisas. Como assim? eu explico... 1) Brasil e Espanha deram início à Televisão em cores em 1972 (os brasileiros em março, os espanhóis em setembro). Ambos países introduziram a novidade paulatinamente na programação em uma transição que durou até 1977. 2) Argentina e Portugal deram início à Televisão em cores em 1980 (os portugueses em março, os argentinos e
×
×
  • Create New...