Jump to content

O Futuro da Televisão


TheSecret

Recommended Posts

  • Replies 340
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Forbidden

Sinceramente, a tv esta cada vez pior. E sempre a mesma coisa, nao ha programas diferentes! E so novelas, talk shows, talent shows, etc, não me admiro que que cada vez menos pessoas vejam as generalistas. Não há mais nada que possam fazer para além disto? Ha imensos reality shows que podiam fazer que ainda nao fizeram... e mesmo dentro da ficção esta na altura de fazer coisas diferentes, e sempre a mesma coisa (triângulos amorosos, vinganças, crimes...). Podiam fazer series ou novelas sobre os d

Ruben

Eventualmente não tenho grandes dúvidas que irão existir leis anti-monopolistas exatamente para evitar aquilo que está a acontecer com a Disney, Warner e outros. Basta olhar para redes sociais e para os processos que o Facebook tem andado a levar continuamente nos EUA, na UE, na Austrália e não só, e que muitos deles tencionam mesmo separar o Instagram e o WhatsApp do Facebook. O mundo dos streaming, tal como o mundo das redes sociais, ainda só está no seu início, está agora a explodir e ainda n

Mundo

É sim uma questão de fidelização, João. Repara que nunca mencionei questões de qualidade, uma vez que as séries cada vez se tornam mais próximas da qualidade cinematográfica. É impossível negar. Mas é um facto que o formato "novela" é muito mais vantajoso para um canal (principalmente na realidade portuguesa) e facilita a visualização em tempo real, pelo seu número de episódios. Numa série é fácil pores-te "em dia" na internet  e veres episódios atrasados, numa novela nem tanto. Aliás, se r

Uma vitória à moda da TVI é 10% de diferença sim. 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_biggrin.png">

Mas eu só exijo 5% neste momento, ou seja, SIC 20% e TVI 25%. Ainda há dois meses a TVI esteve bem perto disso.

Link to comment
Share on other sites

A 10 da RTP1 já está, da SIC basta ela não ter a novela de HN tão forte e fazer o mesmo que Poderosas em share, e a TVI melhorar um pouco em day time, (tarde principalmente) e o late night.

Nem há uns anos a TVI estava perto de ter uma distância dessas da SIC, achas que isso era suficiente nos tempos de hoje? O daytime e o late night estão e irão estar cada vez mais perdidos para o Cabo. E o HN segue a mesma tendência. Mesmo com um alto flop na SIC, a novela da TVI não chegava aos 19 e por vezes 20 de rating como há uns anos. MS, DD, até mesmo Gabriela, tiveram o caminho praticamente desimpedido em várias alturas e não chegavam aos 19 e 20 de rating. Portanto não, não é assim tão possível, nem mesmo num cenário ideal.

Uma vitória à moda da TVI é 10% de diferença sim. 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_biggrin.png">

Mas eu só exijo 5% neste momento, ou seja, SIC 20% e TVI 25%. Ainda há dois meses a TVI esteve bem perto disso.

Será cada vez mais raro um canal generalista atingir 25% num dia normal. Aliás, daqui a uns anos é bastante provável (para não dizer certo) que esse número aceitável passe de 25 para 20.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Durante anos houve uma clara tendência para as generalistas perderem publico para o Cabo, mas ultimamente isso já não se tem verificado tanto. Basta ver que as médias anuais da SIC e TVI nos últimos anos têm sido praticamente iguais, mais décima, menos décima. E a RTP até tem subido depois do trágico ano de 2013. Eu explico este fenómeno com o facto de que antigamente pouca gente tinha Cabo, e ao longo dos anos cada vez mais pessoas foram aderindo, e por isso as audiências foram aumentando. Hoje em dia já praticamente toda a gente tem Cabo, e quem ainda não tem (normalmente os idosos) também não tem grande interesse em ter. Por isso considero que o Cabo atingui um patamar quase máximo, que já não tem muito por onde crescer. Quem não tem Cabo, continuará sem ter, quem Cabo  e vê os canais do Cabo, continuará a ver, quem tem Cabo e vê maioritariamente as generalistas, também continuará a ver porque não encontrou no Cabo uma alternativo que agradasse. Por isso, mesmo que exista um crescimento do Cabo, nunca será muito significativo, será sempre de poucas décimas, pelo menos nos próximos 5/6 anos.

Por isso eu acho que é possivel as generalistas recuperam algum publico ao Cabo, basta apostar em qualidade. Por exemplo, há uns meses na 1ª faixa do HN, a TVI andava nos 25% share e a SIC nos 32%. Agora a TVI anda dos 30/31% e a SIC também nos 30/31%. Ou seja, a TVI foi buscar publico ao Cabo, já que a SIC não foi muito afetada. Outra caso, Jardins Proibidos andava nos 26% share e Império nos 23%. Agora Jardins Proibidos anda nos 31/32% e a Poderosas nos 22%. Também neste horário a TVI foi buscar publico ao Cabo porque a SIC pouco foi afetada. Como se pode ver, com qualidade e promoção, é possivel o publico regressar. O problema é que hoje em dia, oa canais generalistas quase só apostam no horário nobre. Durante o day-time basicamente são só repetições e programas sem interesse (o Você na TV é talvez a única excepção e por isso é o único talk-show que está sempre acima dos 20% e muitas vezes acima dos 30% share). E com repetições e talk-shows de desgraças torna-se difícil roubar publico ao Cabo. Se os canais generalistas apostassem a sério no day-time, podiam perfeitamente subir as audiências. O problema é que as generalistas não estão para ai viradas, talvez por falta de dinheiro, ou até por acomodação. Para a SIC ter a novela mais vista deixa o canal todo feliz, mesmo que o resto da grelha flope. A TVI está cada vez mais igual, estourou o orçamento todo em AUM e agora anda com o day-time cheio de repetições. Mas eles devem andar felizes da vida, AUM tem sido a novela mais vista e não importa que as tardes andem pelos 14% share. Por isso eu considero se as generalistas mudaram um pouco a politica, apostaram mais nas tardes e no late-night é possivel roubar publico ao Cabo, tal como foi possivel roubar no horário nobre.

Mas apesar de tudo, acho bem possível a TVI conseguir 25% diários a partir de Setembro. A Única Mulher tem de continuar onde está, Santa Barbara tem de ir para o 2º horário, onde tem o caminho livre para ser um sucesso. O Você na TV vai voltar ao normal e o próprio A Tarde é Sua também vai subir. Depois é preciso reforçar outros horários, escolher uma novela forte para substituir Feitiço de Amor. Tentar reforçar o final da tarde e o late-night.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Durante anos houve uma clara tendência para as generalistas perderem publico para o Cabo, mas ultimamente isso já não se tem verificado tanto. Basta ver que as médias anuais da SIC e TVI nos últimos anos têm sido praticamente iguais, mais décima, menos décima. E a RTP até tem subido depois do trágico ano de 2013. Eu explico este fenómeno com o facto de que antigamente pouca gente tinha Cabo, e ao longo dos anos cada vez mais pessoas foram aderindo, e por isso as audiências foram aumentando. Hoje em dia já praticamente toda a gente tem Cabo, e quem ainda não tem (normalmente os idosos) também não tem grande interesse em ter. Por isso considero que o Cabo atingui um patamar quase máximo, que já não tem muito por onde crescer. Quem não tem Cabo, continuará sem ter, quem Cabo  e vê os canais do Cabo, continuará a ver, quem tem Cabo e vê maioritariamente as generalistas, também continuará a ver porque não encontrou no Cabo uma alternativo que agradasse. Por isso, mesmo que exista um crescimento do Cabo, nunca será muito significativo, será sempre de poucas décimas, pelo menos nos próximos 5/6 anos.

Por isso eu acho que é possivel as generalistas recuperam algum publico ao Cabo, basta apostar em qualidade. Por exemplo, há uns meses na 1ª faixa do HN, a TVI andava nos 25% share e a SIC nos 32%. Agora a TVI anda dos 30/31% e a SIC também nos 30/31%. Ou seja, a TVI foi buscar publico ao Cabo, já que a SIC não foi muito afetada. Outra caso, Jardins Proibidos andava nos 26% share e Império nos 23%. Agora Jardins Proibidos anda nos 31/32% e a Poderosas nos 22%. Também neste horário a TVI foi buscar publico ao Cabo porque a SIC pouco foi afetada. Como se pode ver, com qualidade e promoção, é possivel o publico regressar. O problema é que hoje em dia, oa canais generalistas quase só apostam no horário nobre. Durante o day-time basicamente são só repetições e programas sem interesse (o Você na TV é talvez a única excepção e por isso é o único talk-show que está sempre acima dos 20% e muitas vezes acima dos 30% share). E com repetições e talk-shows de desgraças torna-se difícil roubar publico ao Cabo. Se os canais generalistas apostassem a sério no day-time, podiam perfeitamente subir as audiências. O problema é que as generalistas não estão para ai viradas, talvez por falta de dinheiro, ou até por acomodação. Para a SIC ter a novela mais vista deixa o canal todo feliz, mesmo que o resto da grelha flope. A TVI está cada vez mais igual, estourou o orçamento todo em AUM e agora anda com o day-time cheio de repetições. Mas eles devem andar felizes da vida, AUM tem sido a novela mais vista e não importa que as tardes andem pelos 14% share. Por isso eu considero se as generalistas mudaram um pouco a politica, apostaram mais nas tardes e no late-night é possivel roubar publico ao Cabo, tal como foi possivel roubar no horário nobre.

Mas apesar de tudo, acho bem possível a TVI conseguir 25% diários a partir de Setembro. A Única Mulher tem de continuar onde está, Santa Barbara tem de ir para o 2º horário, onde tem o caminho livre para ser um sucesso. O Você na TV vai voltar ao normal e o próprio A Tarde é Sua também vai subir. Depois é preciso reforçar outros horários, escolher uma novela forte para substituir Feitiço de Amor. Tentar reforçar o final da tarde e o late-night.

Mas se reparares bem, isso não é um fator que impede os programas Cabo de continuarem a crescer e as generalistas continuarem a descer. No HN, há já muita gente que se "desconectou" de ver até as novelas e passaram para as séries. Depois do Cabo ter tomado de rompante o fosso que são as tardes mais que aborrecidas das generalistas, a diferença daqui a uns anos entre o valor do Cabo em HN e o valor das generalistas vai descer, até porque ninguém vive para sempre e as generalistas estão cada vez mais focados num tipo de público, o idoso. Claro que esse crescimento do Cabo que falo no HN não acontecerá tão rápido como aconteceu com as tardes, mas é o suficiente para fazer alguns estragos.

Uma das razões para isso é que as generalistas ainda não perceberam que histórias das novelas, mesmo que acrescentem uma paisagem bonita aqui, um núcleo irónico acolá, continua sempre a mesma coisa: o amor impossível, a vingança de X, o vilão que quer matar todos, a rapariga que afinal tem namorado etc etc... Claro que a diferença também passa pela maneira como essa história é contada, mas até mesmo isso vai mudar, porque a grande distinção entre uma série e uma novela é que de uma série para a outra, como por exemplo Game of Thrones e Homeland, há diferenças notáveis. A história de uma não tem nada a ver com a outra. E qual é a diferença entre MS e AUM? A Alexandra Lencastre que diz tiradas irónicas e a personagem principal da novela da SIC, que nem sei quem é, não? Se antes qualquer novela da TVI era sucesso, por muito copypaste que fosse da anterior, hoje começam a ligar ao modo como essa novela é contada... Amanhã vão ligar ao modo como a história é, e nisso, todas as novelas têm exatamente a mesma premissa se formos a ver bem.

Eu acho que no Inverno a TVI vai continuar nos 23, a tender para os 24... Não podemos vir logo com "tem caminho livre para ser um sucesso" porque há cerca de um ano também diziam que JP tinha tudo para ser um sucesso no 1º horário, só porque a SIC ficou fragilizada com SDI, e bastou vir MS para a novela do então Arouca entrar em queda livre. AUM também não se pode arrastar por muito tempo e vir com novas pseudo-temporadas e frases clichés como "Agora tudo vai mudar" porque isso pode resultar no Verão, mas no Inverno, com novas novelas ao lado, pode ser perigoso. E mesmo nos restantes horários, a culpa também é da SIC porque, na tarde, podia muito bem arrasar com novelas antigas como O Rei do Gado, etc, e mesmo ao final de tarde, 3º horário nem sempre aposta nas novelas certas. E no 2º horário tem a tal 2ª linha de ficção nacional que devia diferenciar-se ao máximo da 1ª linha. Se aprenderem com a Globo, procurarem coisas diferentes e insistirem em algo que seja minimamente diferente aos olhos de quem vê novelas e ao mesmo tempo apelativo (que foi o que fizeram com JP), a 2ª linha pode ser um sucesso. Portanto, não podemos só focar nas apostas de um canal, porque nos últimos tempos, nada é apelidado de "sucesso garantido".

É sempre possível Rúben, basta ver os resultados de alguns Domingos (onde a TVI não tem VnTv e tem uma desgraça de manhã), o que salva a SIC é a novela da noite, e isso muito por culpa da TVI, de lhe abrir o caminho com um reality show.

Quando se tem uma tarde inteira a fazer 10 de share e depois durante a noite são tiros e tiros no pé consecutivos com coisas mais que batidas (vá lá agora lembraram-se de vir com o PP), é normal que a SIC flope por completo aos Domingos. Quanto ao resto, é como disse em cima, não podes pensar só nas apostas de um canal. Não é assim tão difícil para a SIC recuperar alguns horários, o problema é que aquilo que apostam raramente é o ideal.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Situação hipotética: aquisição da SIC pela TVI ou possível corte de licença.

Tu és o NEQ? 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/default_blink.png"> É que se bem me lembro ele também sugeria essa hipótese.

Link to comment
Share on other sites

Eu não sou o NEQ.

Aliás, no futuro podem acontecer coisas muito estranhas e até notícias de sites satíricos podem vir a tornar realidade.

Isso seria de rir. As duas estações seguem linhas totalmente diferentes, seria difícil haver uma adaptação amena por parte dos profissionais de ambas as estações. É altamente improvável, para não dizer impossível.

Link to comment
Share on other sites

Isso seria de rir. As duas estações seguem linhas totalmente diferentes, seria difícil haver uma adaptação amena por parte dos profissionais de ambas as estações. É altamente improvável, para não dizer impossível.

Isto vem de um site satírico, ou seja, foi escrito com liberdades criativas. Qualquer dia poderá haver um programa do inÉPCIA num canal qualquer.

Link to comment
Share on other sites

As pessoas deixarem de ligar...

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_mosking.gif"> Estiveste bem.

Isso é óbvio. Colocando a questão noutros termos: o que acham que é preciso para as pessoas deixarem de ligar para ver se esta praga sai da televisão, nem que mais não seja aos domingos?

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Isso é óbvio. Colocando a questão noutros termos: o que acham que é preciso para as pessoas deixarem de ligar para ver se esta praga sai da televisão, nem que mais não seja aos domingos?

Parece cruel, mas como diz o Moce dum Cabreste, só quando esta geração de velhos começar a morrer...

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_mosking.gif"> Estiveste bem.

Isso é óbvio. Colocando a questão noutros termos: o que acham que é preciso para as pessoas deixarem de ligar para ver se esta praga sai da televisão, nem que mais não seja aos domingos?

Parece que já estão a ligar menos:

http://economico.sapo.pt/noticias/sic-e-tvi-com-rombo-de-14-milhoes-por-quebra-nas-chamadas-para-concursos_224605.html

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Eu a achar que as pessoas finalmente estavam a começar a criar juízo para esta praga acabar e a notícia diz "As chamadas para os programas de televisão entraram em decréscimo acentuado desde que os operadores decidiram barrar o acesso àquela numeração a partir dos telemóveis."

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Para mim, a RTP aboliria as televendas e os 760 por serem actividades de canais privados, alheios ao Estado.

Para isso seria preciso um aumento brutal da taxa de audiovisual, porque o dinheiro tem de vir de algum lado. E já se sabe muito bem que as pessoas no geral não gostam da CAV, quanto mais a existência de aumentos na mesma.

Fiquem Bem.

Link to comment
Share on other sites

Eu quero acabar com os programas de informação a competirem entre si. Para mim seria:

Jornal da Tarde: 12:00
Primeiro Jornal: 12:30
Jornal da Uma: 13:00
(aqui com 30 minutos de duração/boletim)

Telejornal: 19:00
Jornal da Noite: 19:15
"Informação 4" (ou outro nome qualquer): 19:30 (hora nos anos 90)
(aqui com 45 minutos de duração/boletim)

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...