Jump to content

JDaman

Membros
  • Content Count

    4,371
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

6,363 Mera paisagem da Guia Turística

About JDaman

  • Rank
    Equivalente à senhora cá de casa
  • Birthday 06/05/1994

Informações de Perfil

  • Género
    Homem
  • Interesses
    Media, videojogos, desporto...

Recent Profile Visitors

11,057 profile views
  1. JDaman

    Sport TV

    Acho que é recente. Só se já tinham alguns jogos de lado para dar em antevisão ao Euro 2020.
  2. JDaman

    Sport TV

    Para quem estiver interessado, a SportTV 1 anda desde ontem a transmitir todos os clássicos antigos que transmitiu desde a sua fundação (1998). O primeiro foi o FC Porto vs SL Benfica da época 1998/1999. Correcção: afinal não são só apenas os clássicos que passaram na SportTV. Também estão a passar clássicos que deram na RTP de versões que eles têm em arquivo próprio.
  3. JDaman

    RTP Memória

    Acho que nesse aspecto com a questão do Estado de Emergência, talvez desse para acelerar o processo. Resta é saber se a RTP tem a capacidade de produzir três ou quatro canais com conteúdos educativos ao mesmo tempo. Para mim o maior desafio reside aí.
  4. O verdadeiro meme eurovisivo português.
  5. JDaman

    Eleven Sports

    Estão a passar uma versão HD desse Barça vs Real de 03/04. Está é com comentários em inglês.
  6. JDaman

    Eleven Sports

    Grande escolhas para ir preenchendo a grelha.
  7. A não ser que haja algo contratualmente que os impeça, é a opção mais sensata neste momento.
  8. Os exclusivos já foram boa forma de diferenciar as operadoras entre si e um bom ganha-pão para os canais, mas numa altura em que o consumo está a mudar, pouco ou nada se justifica pagar canais exclusivos a peso de ouro. Já o TVI Ficção e o TVI Reality (antes +TVI) terem vindo à baila foi só mesmo para inflacionar um bocado a carteira da TVI com canais que praticamente não serviam para nada.
  9. Acho que nesse ano a Suécia passou à final devido a escolha do júri, por isso, nem ficaria chocado se isso acontecesse. Ficou em 12º na semi-final, atrás do techno azeiteiro da Bulgária. Lembro-me de há uns anos ter apanhado um clip daqueles programas de antevisão que fazem na SVT e uma das "comentadoras" gozou forte e feio com a "Senhora do Mar" e disse que música não tinha hipótese de passar à final. A ironia do destino...
  10. Compreendo o teu ponto de vista, mas infelizmente o que vejo das selecções do ESC é: "Fizemos algo que funciona, então bota repetir isso de novo." Basta a ver a panca da Finlândia durante dois anos com rock e metal no pós-Lordi. Agora, haveria a probabilidade de termos à mesma "Senhora do Mar" no ano a seguir, até porque a música destacava-se muito bem do resto do FdC desse ano, o que também aconteceria se de repente fosse tudo Emanuel-lookalike. E continua a ser das maiores injustiças no ESC a meu ver. Ainda ontem revi a performance dela na final e aquilo é simplesmente arrepiante. Como é que aquilo ficou em 13º vai ser para sempre uma das grandes questões da humanidade. Um pouco como acho exagerado termos tido entradas pós-Homens da Luta que ficaram fora da final em anos onde muitas vezes o vencedor estava mais definido ou um número de entradas nem era nada aí por além.
  11. A das Nonstop de 2006 é um completo desastre. Aquele arranjo até incrivelmente mau que até parece mentira chamar pop àquilo, tendo em conta o que se vinha fazendo em música pop na altura. A música parecia saída de um FdC com cheiro a mofo do início dos 2000. Mal por mal, o júri devia ter escolhido a "Sei quem sou", que ficou empatada com essa coisa das Nonstop. Essa dos 2B de 2005 estava uns bons pontos acima do que veio no a seguir e adequava-se melhor à época. Já 2007, lol Emanuel. Ainda bem que não passámos à final, se não era provável que no ano seguir as pessoas se borrifassem de alto para algo como a "Senhora do Mar".
  12. Comecei a fazer isto um bocado por acidente. Ia-lhe mostrar a vergonha que foi a entrada do Reino Unido em 2003 e descambou em "Olha, está aqui um rip da emissão da BBC deste concurso. Bora ver?". Acabámos a ver 2003, 2005 e 2006 completos (apenas finais). Tentámos ver a final de 2004, mas desistimos a meio. Até eu que não me importo de um balada aqui e acolá achei aquilo um bom remédio para as insónias. Vale pela a segunda parte, mas o esforço é demasiado para se suportar uma primeira parte tão meh, onde o que mais se destaca é a actuação de entrada da Sertab Erener. 2003 foi o primeiro ESC que vi em directo. Ver aquilo de novo foi alto exercício de nostalgia. Houve uma carrada de músicas que me vieram logo à cabeça e que não ouvia desde que o concurso foi realizado (a da Alemanha e a da Ucrânia, por exemplo). Até aprendi que o autor da Senhora do Mar foi o autor da entrada da Croácia desse ano, músicas que são estupidamente diferentes entre si. 2005 está marrado de erros de produção. Aquilo é completamente amador. Desde esquecerem-se de colocar os nomes dos autores da música, até mesmo a esquecerem-se de colocar o nome das próprias músicas até segmentos acerca da meia-final onde cortaram parte da imagem à chapada para 4:3 e se nota planos cortados, até a planos que são complemente descontextualizados durante as actuações, com cortes à bruta. Ainda bem que em 2017 melhoraram isso. 2006 é para mim o melhor ESC da década de 2000. Tem praticamente de tudo um pouco. Há espaço para o clichés das trocas de vestido, espaço para staging mais modernos com bailarinos e adereços, actuações completamente excêntricas que representam muito daquilo que é o próprio ESC, até a duas actuações que são o autêntico pegar em tudo o que é sacrossanto no ESC, esfregá-lo num rabo sujo e atirá-lo aos fãs do concurso (Lituânia e Islândia). Muito difícil haver outro ESC que bata este em variedade, ridículo (no bom sentido), actuações merecedoras da vitória e tipos carecas dançantes. Já em relação a 2009, acho que começou aí algum exagero. Tivemos aí o começo do excêntrico só para se ser excêntrico. A Alemanha e a Ucrânia são bons exemplos desse ano em coisas levadas ao extremo. 2001 só me lembro de ter visto a actuação dos MTM em directo. Saltei esse ESC quase todo em puto. Vou (re)ver para apanhar um dos últimos ESC mistos entre actuações modernas e o tipo de actuação do ESC mais clássica. Mas já vi o setting em estádio e felizmente foi algo que foi melhorado em 2010 e 2011 quando voltaram a fazer ESC em estádios. O que fizeram a nível de ambiente foi só péssimo. Primeira vez que ouvi falar dos Antique até nem foi acerca do ESC (cof cof sugestões esquisitas do YouTube a mostrarem-me um outro single deles e memes do Europa Universalis cof cof). Um registo bastante diferente da Helena Paparizou em relação ao que apresentou em 2005. A história da banda também é interessante, visto que um dos motivos pelos quais eram um duo mulher-homem era por causa de um single que lançaram de uma cover de uma música tradicional grega. O de 2003 foi muito bom a nível de produção. E aquele grafismo com os stop motions estava excelente para a época. Bem melhor que o 3D mal amanhado dos corações do ano a seguir. Em miúdo fiquei aziado com a vitória da Turquia, mas ao rever esse ESC acabo por achar que foi inteiramente merecida.
  13. Bem, esta semana estive a rever alguns festivais antigos com a minha namorada, já com a expectativa disto acontecer. Bem, que diferença de produção numa só década. O primeiro que começámos a ver foi o de 2003 e parámos no de 2006 e com apenas três anos já se nota uma diferença substancial no tipo de músicas a concurso e na própria produção televisiva. A entrada dos países de Leste acabou por subir muito a parada a nível de apresentação visual do espectáculo.
  14. JDaman

    11

    Agora é que podiam dar o resto do Euro 2004 em HD.
×
×
  • Create New...