Jump to content

JDaman

Membros
  • Content Count

    4,164
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

5,820 Mera paisagem da Guia Turística

About JDaman

  • Rank
    Equivalente à senhora cá de casa
  • Birthday 06/05/1994

Informações de Perfil

  • Género
    Homem
  • Interesses
    Media, videojogos, desporto...

Recent Profile Visitors

10,739 profile views
  1. Seria giro saber depois quantas foram as buys disto.
  2. Apesar da TVI ter tido um formato culinária a anteceder o Pesadelo, foi bastante mais inteligente a gerir temática do que a SIC foi ao longo do último ano com os seus 1001 dating shows. A menor relevância do Casados nesta segunda temporada é obra do primeiro tiro no pé da SIC de Daniel Oliveira. Ideias novas precisam para forçar o público a ter interesse numa temporada de um programa de sucesso e não o mesmo formato ad eternum.
  3. Sou contra a presença dos serviços internacionais da RTP na TDT nacional pelo simples motivo de que não servem o público nacional. A RTP Internacional não é feita para quem vive em Portugal, mas sim para a diáspora portuguesa ou falantes de português lá fora. Faz zero sentido estar na TDT e ainda por cima com os custos que isso acarreta. O BE devia parar um bocadinho para pensar antes de enviar este tipo de propostas à pressa.
  4. Tirando, sei lá, o facto de terem um espaço dedicado a algumas franquias populares de anime no ar duas vezes ao dia... Aliás, até acho que este canal tem Morangos a mais. É um completo exagero. E mesmo a forma como exibem algumas animações é um atropelo gigantesco.
  5. A SportTV deve é andar com saudades dos tempos em vendia meia dúzia de jogos de um Mundial aos canais em sinal aberto por valores absurdos. "SIC ganha direitos do Mundial de 2006" in DN
  6. A UEFA criou uma ronda de negociações com vista a vender direitos para premium e direitos para sinal aberto. Que raio de direito teve a SportTV em comprar os direitos para sinal aberto quando tecnicamente não tem condições para tal? Aqui, desculpa que te diga, a culpa é da UEFA e da agência que vende os direitos, que fizeram vista grossa e despacharam logo o problema para ficarem de mãos limpas. Além disso, nada te garante que mesmo num regime de joint-venture entre RTP, SIC e TVI estas garantissem os direitos. Como disseste, ganhou quem fez a melhor proposta e ninguém garante que financeiramente uma proposta da generalistas da FTA fosse melhor que a da SportTV. E falas em subscrever um mês de SportTV como se fosse a coisa mais simples do mundo. 30 mocas só para um mês de bola. É simples, rápido e barato (sqn). Além do facto de que estamos a assistir a uma pressão pública por parte da SportTV para que a RTP ceda os direitos do Mundial em troca dos direitos do Euro. Basta ver as palavras do CEO da SportTV e ver como ele vinca forte e feio o "temos um operador de serviço público".
  7. Supostamente essa proposta foi rejeitada em Setembro. Que lindo serviço da UEFA ao permitir uma vergonha destas.
  8. JDaman

    Desporto TVI

    Para te dar um exemplo, nas seguintes provas costuma ser assim: Champions (TVI): Santander e Playstation; Liga Europa (SIC): aqui parece haver mais liberdade. A SIC costuma vender o espaço a um serviço de apostas (Placard) que não é patrocinador da prova. Muito provavelmente isto é sujeito a autorização da UEFA; Taça de Portugal (RTP): Placard, Allianz, EuroBic, Sagres e PortugalStore/Loja FPF (tudo patrocinadores da prova) Jogos da Selecção Portuguesa de Futebol (RTP): BPI, MEO e PortugalStore/Loja FPF (deve haver mais alguns, mas agora não me estou a recordar e estes são todos patrocinadores da selecção nacional, não tendo qualquer relação com a UEFA ou o seu modelo de patrocínio EUROTOP) Liga de Futsal (RTP): SportZone, MEO e PortugalStore/FPF (tudo patrocinadores da prova) Volta em Portugal em Bicicleta (RTP): Liberty Seguros (e mais alguns patrocinadores da prova) No que toca a outros desportos, depende. Vejo que és fã de F1, mas por aqui, do que me lembro, a F1 não costuma ter patrocinadores nos canais onde passa. A RTP quando tinha os direitos focava os intervalos para anúncios (comerciais) em marcas de carros e acessórios para carros e coisas geralmente direccionadas para o público masculino (podes ver no vídeo em baixo um exemplo disso). A SportTV estupidamente fazia intervalos em algumas corridas (apesar de ser um canal pago) e tinha anúncios à BP, ao ACP (uma associação portuguesa de direitos dos automobilistas), marcas de carros, entre outros. Eurosport costumava ter um ou outro anúncio a revistas sobre automóveis no pré e pós-corrida. A Eleven Sports não tem nem patrocinadores nem pausas para intervalos do que sei.
  9. JDaman

    NOS

    E agora a NOS fazer uma queixa por causa da "Fibra Ultra HD" é que teria piada...
  10. JDaman

    Desporto TVI

    Os espaços são vendidos aos patrocinadores da Liga dos Campeões que desejarem comprar espaço de patrocínio. Nos restantes casos, depende de prova para prova, mas continua tudo muito à base dos patrocinadores de cada prova.
  11. Melhor Programa de Entretenimento: I Love Portugal (RTP1) Pior Programa de Entretenimento: O Chef é Você (TVI) Melhor Programa de Comédia: Gente Que Não Sabe Estar (TVI) Melhor Talk-Show: 5 Para a Meia Noite (RTP1) Melhor Apresentadora: Filomena Cautela (5 Para a Meia Noite/Jogos de Todos os Jogos) (RTP1) Melhor Apresentador: Vasco Palmeirim (Joker/I Love Portugal) (RTP1) Pior Talk-Show: Você na TV (TVI) Melhor Informativo: Linha da Frente (RTP) Pior Informativo: Jornal das 8 (TVI) Melhor Pivot Feminino: Estela Machado (RTP) Melhor Pivot Masculino: João Adelino Faria (RTP) Pior Pivot Feminino: Conceição Queiroz (TVI)/Carla de Sousa Coelho (SportTV) Melhor Pivot Masculino: José Alberto Carvalho (TVI) Melhor Narrador Desportivo: Manuel Fernandes Silva (RTP) Pior Narrador Desportivo: Gonçalo Ventura (RTP)/Nuno Dias (TVI) Melhor Programa Desportivo: Futebol a Sério (Canal 11) Pior Programa Desportivo: Prolongamento (TVI) Menções Honrosas: Melhorias do RTP Play, Continuada aposta da RTP no formato série, Passagem dos canais TVI e da RTP2 para HD 1080i Coisas que Cheiram Mal: Compra da Media Capital pela Cofina, RTP3 ainda em SD, Jornais em prime-time a serem cada vez menos noticiários, horário nobre das privadas em FTA cada vez menos nobre
  12. Com o Fragoso, quase sempre foi. Mesmo a Praça de 2008 era um poço mais popularucho. Nada de mal com isso, até porque há popularucho bom e mau e a Praça consegue inserir-se bem na primeira. Nota também para o facto de que nas eras Fragoso os concursos dentro da Praça parecerem funcionar bem com o público. Quem não se lembra do concurso de dança que até teve direito a final em horário nobre (isto numa altura em que a RTP andava já com outros concursos de dança em grelha ou prontos a ir para a grelha)? Quanto à Cristina, pode ter passado aquele boom inicial do ano. Isso não significa que não vá continuar a liderar confortavelmente. Apenas e só que aquele interesse bombástico dissipou-se, mas nada em comparação com outras tentativas caras da SIC em tentar agarrar o daytime.
  13. Esperava mais da RTP1, mas verdade seja dita, o JESC não é nenhum portento de audiências (pergunto-me se a miudagem viu aquilo sequer) e o jogo FC Porto vs Vitória FC já estava mais que decidido a certa altura com o Vitória a jogar com 10 e a levar forte e feio no pêlo. Restou ao The Voice tentar segurar o dia.
  14. Os talk-shows a nível de conteúdos são quase a mesma coisa há anos. Historinhas de interesse humano, o 760, entrevistas a celebridades e a concorrentes de reality/talent-shows e crónica criminal. Nesse aspecto a Praça até é diferente porque costuma ter concursos de forma constante (por muito popularucho que possa ser). Chama 2002 a isso, mas hey, está a funcionar. É lidar. Já as novelas, ou SIC e TVI metem-se a pau ou dentro de 5 a 10 anos ninguém está para ver aquilo. A novela como formato de ficção para horário nobre está a morrer e os resultados estão cada vez mais à vista. Não acordem para a vida, não.
  15. Yap, e são as 1001 novelas da SIC e a TVI que a estão a trazer para a modernidade...
×
×
  • Create New...