Jump to content

Recommended Posts

Disney+, o rival da Netflix aposta no streaming a 4K e preços competitivos!

O serviço de streaming de filmes e séries da gigante do entretenimento, o Disney+ (Plus) começará a operar a 12 de novembro. Entretanto, já sabemos o preço mensal do mesmo, bem como alguns dos primeiros títulos. Já como seria de esperar, a nova rival da Netflix aposta em grande nas produções de grande renome.

Do universo Star Wars aos clássicos da Disney (alguns reinventados) tudo em 4K (Ultra-HD) e já este ano!

Disney Disney+ streaming filmes séries Netflix

A partir do dia 12 de novembro o serviço de streaming de filmes e séries começará a operar. O seu preço? Uns modestos 6,99 dólares por mês nos Estados Unidos da América, país onde se estreará. As informações foram hoje avançadas pela gigante do entretenimento durante o certame D23 a decorrer na Califórnia.

O serviço de streaming de filmes e séries da Disney

A Disney foi bem clara nas suas intenções, pretendendo competir com a atual líder de mercado. Nesse sentido, teremos várias regalias como, por exemplo, toda uma temporada a ser disponibilizada de uma só vez. Aqui para conteúdos como filmes e séries originais produzidas própria e a chegarem semanalmente ao serviço.

Além disso, o Disney+ permitirá o streaming simultâneo em vários dispositivos. Neste ponto, de acordo com a própria, o utilizador poderá usufruir do conteúdo em quantos equipamentos bem entender ao mesmo tempo. Ao mesmo tempo, poderá ainda usufruir desses conteúdos em resolução 4K (Ultra-HD), sem custo adicional.

De igual modo, a nova rival do Netflix afirmou que os subscritores poderão criar até 7 perfis de utilizadores distintos. Ora, torna-se óbvia a intenção de guerrear com a atual líder, bem como cativar algum do seu público com estas condições. Em boa verdade, estas são deveras atraentes, sobretudo por 6,99 dólares por mês.

O Disney+ fará concorrência direta à Netflix

Torna-se, portanto, necessário fazer uma sucinta comparação com o serviço da Netflix. Empresa que também é conhecida por disponibilizar, de uma só vez, temporadas inteiras dos seus originais. Além disso, permite a criação de até 5 perfis de utilizador, face aos 7 que estarão disponíveis para cada conta do Disney+.

Já, por outro lado, se um utilizador da Netflix quiser usufruir do streaming a 4K (até 4 ecrãs em simultâneo), terá que desembolsar 13,99 euros por mês. Assim terá acesso aos filmes e séries na mais alta qualidade disponível, tanto ao nível do vídeo, bem como o áudio.

A empresa norte-americana está convencida do sucesso do seu serviço. Ainda assim, está ciente que existe muita competição além da Netflix. Nesse sentido, o grande foco será a produção de conteúdo original, agora que os planos de preços e os incentivos à adesão já estão definidos.

Do universo Star Wars teremos o “The Mandalorian

Será uma série live-action que acompanhará as aventuras de um poderoso guerreiro. Teremos viagens pelos confins da galáxia, além do desafiar constante da sorte e muita ação pelo meio. Tudo isto com caras bem conhecidas, bem como a qualidade de produção a que a Disney já nos habituou.

 

A dama e o vagabundo, os “novos” clássicos Disney

No extremo oposto temos um clássico adaptado. Algo que encontra paralelo no esmagador sucesso do “novo” Rei Leão, partindo da mesma premissa. São personagens e histórias  que conhecemos e amamos, agora adaptadas num novo formato.

 

High School Musical

Outra das sagas cinematográficas de sucesso da Disney passa agora a adotar o formato de série. O High School Musical focar-se-á no quotidiano (musical) dos adolescentes, com bastante drama pelo meio. Aliás, este é um dos géneros em que a Netflix se especializou, as comédias e dramas em que os adolescentes são o foco.

 

Noelle

A aposta nos filmes temáticos será também um grande ponto de destaque no serviço Disney+. Neste caso concreto, temos o papel principal entregue a Anna Kendrick que promete animar este musical/ comédia natalícia. O trailer apresentado em seguida ilustra na perfeição esta nova aposta.

 

Temos ainda várias outras produções, repartindo-se entre filmes e séries. Desde o regresso de Lizzie MacGuire com Hillary Duff, ate ao Encore e ao The World According to Jeff Goldblum. Estes são apenas algumas das apostas a estrear já no dia 12 de novembro no Disney+.

Agora, resta-nos aguardar pela revelação da sua disponibilidade na Europa. Note-se ainda que atualmente temos uma página disponível em português, onde já nos podemos inscrever (email) para poder acompanhar as novidades. Ora, algo que nos sugere um eventual lançamento também no nosso continente.

Fonte:https://pplware.sapo.pt/multimedia-2/disney-netflix-streaming-filmes-series/

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, o Disney Plus vai ter TODO O LINEUP DA DISNEY AFTERNOON:

 

  • Like 2
  • Love 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marvel's Disney+ Show Budgets Could Be As High As $150 Million

"According to Variety, budgets for the Marvel programs on Disney+ are expected to be similar to a Marvel film production. This means the shows can have budgets as high as $150 million, and typically not lower than $100 9million. To compare, the production budget for Thor: Ragnarok was $180 million. So, the thought that Marvel programs could reach $150 million is staggering. Many television shows do not have that kind of budget."

fonte: https://variety.com/2019/tv/news/marvel-studios-tv-1203349869/

Edited by Faded
  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há inclusive um vídeo de três horas com todo o catálogo, no YouTube. 
Catálogo maravilhoso, btw.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 hora, tv123 disse:

Há inclusive um vídeo de três horas com todo o catálogo, no YouTube. 
Catálogo maravilhoso, btw.

Maravilhoso mesmo. 

Fica aqui o vídeo para quem tiver curiosidade. 

 

  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 8 horas, PedroTexas disse:

Maravilhoso mesmo. 

Fica aqui o vídeo para quem tiver curiosidade. 

 

Sou o único que está a pensar ver esse video todo? :blush:

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 16 minutos, Cláudio. disse:

Sou o único que está a pensar ver esse video todo? :blush:

Não. Mesmo com uma tese para escrever, estou com imensa vontade de procrastinar por 3 horas. RIP

Edited by Faded
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 horas, Cláudio. disse:

Sou o único que está a pensar ver esse video todo? :blush:

há 3 horas, Faded disse:

Não. Mesmo com uma tese para escrever, estou com imensa vontade de procrastinar por 3 horas. RIP

Façam como eu fiz, velocidade 2x e ir saltando 10 segundos de cada vez, mesmo assim ainda demora um bocado mas vale a pena :cryhappy:

  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Disney plus vai chegar à Europa a 31 de março de 2020.

No anúncio Portugal ficou esquecido no churrasco.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
O Disney plus vai chegar à Europa a 31 de março de 2020.
No anúncio Portugal ficou esquecido no churrasco.
 
Exato. Portugal como sempre esquecido.

Enviado do meu ANE-LX1 através do Tapatalk

O Disney plus vai chegar à Europa a 31 de março de 2020.
No anúncio Portugal ficou esquecido no churrasco.
 
Essa print mostra o rumor de que Portugal também estará incluído na data de 31 de março 2020.Screenshot_20191107_223558.jpg

Enviado do meu ANE-LX1 através do Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segundo sei, a Disney Plus chega a Portugal na próxima Primavera. Por isso deve estar incluído nessa "launch date".

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 31 minutos, Faded disse:

O Disney plus vai chegar à Europa a 31 de março de 2020.

No anúncio Portugal ficou esquecido no churrasco.

 

O anúncio só cita as superpotências (to name a few), insólito é na França o serviço estar disponível como opção na operadora Canal da Canal+, e não separadamente como nos outros países. Aliás, eles querem é ter o exclusivo dos canais Disney em França.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 07/11/2019 at 22:34, Faded disse:

O Disney plus vai chegar à Europa a 31 de março de 2020.

No anúncio Portugal ficou esquecido no churrasco.

 

Portugal quase de certeza que sai no mesmo dia. Até porque a Disney Portugal e a Disney Espanha pertencem à mesma empresa.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O servidor crashou porque os acessos excederam aquilo que eles esperavam. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 horas, Faded disse:

O servidor crashou porque os acessos excederam aquilo que eles esperavam. 

E só ainda estão nos EUA, Canadá e Holanda... :ph34r: Provavelmente o que aconteceu é que gente de todo o mundo tentou lá entrar e crasharam aquilo. 

O que me leva a outro aspecto: porque raio a plataforma só vai estrear a 31 de março de 2020 nos grandes países europeus? É que nem Portugal está nessa lista, ainda. :| 

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
E só ainda estão nos EUA, Canadá e Holanda...  Provavelmente o que aconteceu é que gente de todo o mundo tentou lá entrar e crasharam aquilo. 
O que me leva a outro aspecto: porque raio a plataforma só vai estrear a 31 de março de 2020 nos grandes países europeus? É que nem Portugal está nessa lista, ainda.  
Ao menos a Disney de Portugal respondeu no Facebook a uma fã sobre o assunto... Screenshot_20191112_225402.jpg

Enviado do meu ANE-LX1 através do Tapatalk

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Disney+ apresenta problemas técnicos no dia do lançamento
[IMG]

A nova plataforma de streaming da Disney, lançada esta terça-feira (12), não conseguiu uma estreia sem percalços. O elevado número de tentativas de acesso ao serviço Disney+ levou à queda do sistema durante a madrugada do seu lançamento, num cenário bastante agridoce para a companhia.

O enorme sucesso do serviço pregou uma rasteira à empresa, que não previa que estas falhas fossem acontecer. Segundo as reclamações dos utilizadores, são várias as mensagens de erro a surgir perante a tentativa de explorar a novidade que promete rivalizar com a Netflix, a atual líder do mercado. Desta forma, muitos dos clientes ainda não tiveram o prazer de navegar pela oferta disponível.

A forte adesão por parte do grande público deve-se à extensa biblioteca com que o serviço conta, apresentando um catálogo com cerca de 500 filmes e mais de 7,5 mil episódios de séries televisivas. Entre o conteúdo disponível nesta fase inicial do projeto, pode-se destacar The Mandalorian, a série exclusiva de Star Wars, diversos filmes do universo Marvel e uma vasta coleção de clássicos da Disney.

[IMG]

Estes problemas técnicos foram imediatamente reconhecidos pela Disney+ através de um tweet onde são justificadas as falhas. “A procura pela Disney+ excedeu as nossas altas expetativas. Estamos muito satisfeitos que estejam entusiasmados para assistir a todos os vossos favoritos e estamos a trabalhar rapidamente para resolver os problemas atuais. Nós apreciamos a vossa paciência.”

Por enquanto, o lançamento é limitado à América do Norte e aos Países Baixos. A novidade chegará a alguns outros países da Europa em março, mas a lista ainda não inclui Portugal.

Fonte:https://espalhafactos.com/2019/11/12/disney-apresenta-problemas-tecnicos-no-dia-do-lancamento/

 

Alguns conteúdos do Disney+ já contem legendas em PT-PT um exemplo disso e o The Mandalorian:

Sem-T-tulo.png

Outras series que tambem contem legendas em PT-PT são: The World According to Jeff Goldblum, High School Musical: The Musical: The Series e Encore...

Edited by TekClub
  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Disney+ chega aos 10 milhões de subscritores em dia de estreia

disney-plus-1166760.jpeg

Apesar dos problemas de acesso a envolver a estreia do Disney+, que arrancou esta quarta-feira nos EUA, o serviço de streaming da Disney terá atingido a fasquia dos 10 milhões de subscritores no dia de estreia. Os dados foram avançados pela própria empresa, que não esclarece se estão em causa assinaturas pagas mensal ou anualmente, gratuitas ou com desconto para subscrição prolongada, sendo que em todas as subscrições há um período experimental gratuito de sete dias. Ainda assim, os números superaram as expectativas dos analistas, que apontavam um prazo de um ano como necessário para que o novo player do mercado OTT alcançasse a fasquia dos 10 milhões de subscritores. O objectivo está traçado: alcançar entre 60 e 90 milhões de assinantes até 2024.

Para atingir essa meta, o catálogo da Disney será um dos principais trunfos da plataforma, em rota directa de concorrência com outros serviços OTT também já disponíveis no mercado português como o Netflix, Amazon Prime Video, HBO ou Apple TV+. O Disney+ aponta de imediato aos fãs das sagas mais icónicas das suas propriedades intelectuais, sendo The Mandalorian, integrada no universo Star Wars, a primeira série original e exclusiva da plataforma de streaming própria da Walt Disney Company, que apostará igualmente na produção de séries originais sob a chancela da Marvel.

A plataforma disponibiliza também desde o primeiro momento todas as 30 temporadas de Os Simpsons, além de mais de meio milhar de filmes de animação do portfólio Disney e Pixar, a par de todos os filmes produzidos até agora sob a chancela da Marvel e a saga completa de Star Wars. Um catálogo que será reforçado ao nível do cinema com “blockbusters de 2019 em diante” e com a promessa de lançamento de mais de 25 séries originais e 10 filmes, documentários e especiais produzidos em exclusivo para a plataforma durante o primeiro ano.

Após a estreia no mercado norte-americano, a par de Canadá e Holanda, a plataforma chega no próximo dia 19 à Austrália e Nova Zelândia, seguindo com a expansão para outros países europeus no próximo dia 31 de Março de 2020, data em que passará a estar disponível no Reino Unido, em Espanha, França, Itália e Alemanha. Em Portugal, apesar de já ter sido colocado no ar um site de apresentação do Disney+, ainda não é conhecida a data de lançamento da plataforma. No entanto, é esperado que, após o dia 31 de Março, a expansão para os restantes mercados europeus seja rápida.

Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/disney-chega-aos-10-milhoes-subscritores-dia-estreia/

Nickelodeon e Netflix unem esforços para combater Disney+

Com mais um rival a surgir no horizonte a parceria com a Netflix, e o investimento subjacente poderão servir como impulsionador e ajudar ambas as companhias a manterem-se competitivas num mercado em expansão.

netflix-2705725_960_720-1.jpg?w=730&h=45

A Nickelodeon e a Netflix anunciaram uma parceria para produzirem conteúdos renovados que possam rivalizar com a nova plataforma da Disney.

Os detalhes sobre esta parceria ainda não totalmente conhecidos, mas a cooperação entre as duas companhias não é nova, havendo por isso motivos para antecipar grandes produções de desenhos animados. O Disney+ já contabiliza mais de 10 milhões de inscritos e parece estar no ‘pole position’ dos serviços de subscrição, segundo Engadget.

A companhia proprietária do Nickelodeon, a Viacom, tem um serviço de subscrição próprio, mas o sucesso do mesmo parece estar estagnado. Com mais um rival a surgir no horizonte a parceria com a Netflix, e o investimento subjacente poderão servir como impulsionador e ajudar ambas as companhias a manterem-se competitivas num mercado em expansão.

Segundo o que apurou o Engadget, o Nickelodeon está a preparar uma nova produção da série mundialmente conhecida ‘Tartarugas-Ninja”. Até lá já anunciaram o remake da série ‘Blue Clues’, que estará disponível na plataforma da Viacom no início do próximo ano.

Fonte:https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/nickelodeon-e-netflix-unem-esforcos-para-combater-o-disney-513350

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já alguém reparou que a Netflix Pt já retirou quase todos produtos Disney do seu catálogo? Os filmes de animação já andaram todos e já só tem um ou dois filmes Marvel. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 10 horas, Cláudio. disse:

Já alguém reparou que a Netflix Pt já retirou quase todos produtos Disney do seu catálogo? Os filmes de animação já andaram todos e já só tem um ou dois filmes Marvel. 

É por causa do Disney+.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...