Jump to content

Bloody

Membros
  • Content Count

    11,836
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Bloody last won the day on March 6 2017

Bloody had the most liked content!

Community Reputation

22,838 Mais [email protected] que a Lulu Cambalhota

About Bloody

  • Rank
    Percebo algo de VOSDAL
  • Birthday 02/23/1996

Informações de Perfil

  • Género
    Homem

Recent Profile Visitors

37,329 profile views

Mood: Playlist

  • Kito & Empress Of
  • Streaming Kito & Empress Of
  1. Bloody

    pause

    Eu a rezar para que o Versus XI que vou confirmar não seja o novo Flopa com as Estrelas.
  2. Bloody

    pause

    Bem, eu achei esta final um bocado desproporcionada. 27 contra 18 pontos... Esperava algo mais competitivo. Deitei-me para uma das músicas. Das poucas que levou 10 meus.
  3. Bloody

    Sexualidade

    Portugal não é bem uma m*. Sim, há homofobia e homens no armário, mas pelo menos aqui seres homossexual já não é um crime - e até podes casar com um homem e adotar um filho. Há países em que seres homossexual pode-te levar a uma pena de morte. Claro que nós comparamos o nosso país inicialmente com aqueles que estão melhores, mas também devemos ver o espectro todo, e acho que Portugal até está bem posicionado no mesmo. Isto em termos políticos, mas mesmo em termos sociais há países piores que Portugal. Vais para a Rússia, por exemplo, e saíres do armário é como se estivesses a condenar-te à morte pelo pensamento extremista deles - mesmo que lá seja tecnicamente legal ser-se homossexual -, pensamento que cá não é tão forte.
  4. E já amei o beijo lésbico vingativo. Harry estúpido, mas é tão fofinho.
  5. Bloody

    club

    @CRF ainda não entendi a quem estás a fazer stream.
  6. Comecei a ver isto porque não tenho mais nada para ver... E logo entendi no primeiro episódio que não vou aprender nada.
  7. Bloody

    Sexualidade

    Percebo a tua opinião, e obviamente que a aceito. E, infelizmente, o que dizes é verdade: no nosso país, o homem homossexual está logo vinculado à figura de, por exemplo, o José Castelo Branco - isto porque foi uma personagem que surgiu numa altura em que a homossexualidade começou a ter mais repercussão na televisão e na sociedade portuguesa. O que me deixa triste e enervado, porque pelo menos quando digo que sou homossexual, as pessoas mandam logo um "ah, mas não pareces nada!". Sei que não é com intenções homofóbicas, mas eu acabo por levar isso como uma homofobia leve. Afinal para ser-se homossexual, tenho que seguir o que as pessoas no geral têm generalizado? As pessoas não entendem que eu posso não gostar de ser o que a comunidade LGBT mostra nas paradas e festas? Sei que é com boas intenções que a comunidade assim o faz, mas não consigo compactuar-me com a ideia que a sociedade pensa que todos os homossexuais são assim... Eu sou apenas um gaymer de 1,64 metros, e veste-se de preto e azul escuro. Por favor me aceitem.
  8. Bloody

    club

    POIS SE ISTO NÃO É CÓPIA DESCARADA, ENTÃO EU NÃO SEI O QUE É @Ruben Fonseca ELIMINADO POR PLÁGIO Eu apanhei-te no jogo, Tony Carreira.
  9. Bloody

    club

    Acertei na música do Lauv. Sensato @Ruben Fonseca, já estava para ladeirar. Não acertei na música dos Lastlings, mas também gosto desta. @Gabriel
  10. O filme da "Eurovisão". Em aspas, porque embora tenha Eurovisão no nome, não acho que tenha sido exatamente sobre Eurovisão. Sendo honesto e resumido: é uma comédia barata. Piadas sexuais (que também as há na Eurovisão) sem nexo, plots secundários duvidosos (os elfos, mas que raio?) e tentativas de fazer rir uma pessoa que não passam de um bom momento cringe. Isto sem a parte Eurovisiva, que até me pareceu bem realizada. Houve uns erros no que toca às regras e formato do concurso (votos na semifinal? Oi?), no o filme é "baseado" na Eurovisão, pelo que terem mudado algumas coisas não é razão para ser o fim do mundo (e as mudanças até foram interessantes). As músicas e perfomances foram um ponto positivo (e até bem positivo), "Double Trouble" e "Husavik" até poderiam dar-se muito bem na Eurovisão real. No entanto esta parte não sustenta o que disse inicialmente, e passei o filme todo um bocado aborrecido e sem achar piada ao mesmo. Nem a Rachel McAdams ajudou. 5,5/10, nota positiva no final pelas músicas. Bem, pelo menos aquele armazém de Tel Aviv foi reciclado para isto. Nada mau.
  11. "HOJE no DIY by Nonô Poeiras: Aprenda a fazer o naperonzinho em forma de rosa para a sua cristaleira".
  12. A ideia é boa, não digo que não. Mas numa época em que isso já é explorado à exaustão por Youtubers e IGtv's, com um poder de partilha dos conteúdos muito mais forte que a TVI, eu acho que seria para flopar.
  13. Era para ter marcado o @AGUI e esqueci-me. Não eras tu o apoiante da Roots? Está neste Second Chance.
  14. Eu acho que o diário do BB seria perfeito para a Leonor. Já o fez no SS e deu-se bem. Acho aquela Mafalda tão falta de sal... É o que dá ser mais influencer que propriamente apresentadora. A Leonor também poderia funcionar com um pequeno programa de DIY ou semelhante. Já o faz com o blog dela, portanto seria uma escolha de alguém que já sabe o que é a área que estaria a falar... No entanto esses programas normalmente é para o flop.
  15. Bloody

    club

    @Ruben Fonseca é para banir.
×
×
  • Create New...