Jump to content

TekClub

Membros
  • Content Count

    2,223
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

3,453 Artista do Somos Portugal

4 Followers

About TekClub

  • Rank
    Comento crimes na CMTV
  • Birthday April 5

Informações de Perfil

  • Género
    Homem

Recent Profile Visitors

3,255 profile views
  1. Apple TV passa a estar disponível enquanto box da NOS A NOS anunciou que passará a permitir que os seus clientes integrem nos pacotes de televisão a Apple TV 4K. Desta forma, os clientes da operadora poderão, tal como já acontecia no caso do Meo, passar a utilizar a Apple TV como box principal para aceder aos serviços de televisão, podendo usar esta box aceder quer para aceder aos conteúdos e funcionalidades da televisão da NOS quer para comprar ou alugar filmes, música ou outras apps, com um custo de 4,99 por mês. Através da Apple TV, além dos conteúdos de televisão da operadora, é possível também aceder aos catálogos do Videoclube NOS e do serviço NOS Play. “À melhor experiência de televisão junta-se a marca de referência em inovação e usabilidade. A Apple TV permite aos nossos clientes o acesso a um mundo de diversão, a todas as grandes funcionalidades a que a NOS já habituou o mercado português, como as gravações dos últimos sete dias ou o videoclube, e ainda permite aceder às melhores apps de filmes, música ou jogos”, destaca Luís Nascimento, administrador da operadora de telecomunicações, sublinhando que “esta parceria é mais uma prova do espírito de inovação da NOS, mas, principalmente, é algo que vem reforçar ainda mais o leque de opções de entretenimento dos nossos clientes”. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/07/apple-tv-passa-estar-disponivel-box-da-nos/ O Canal NOS Sports já não vai ver a luz do dia: «a situação excecional provocada pela pandemia de Covid19 alterou o contexto e as expectativas existentes há escassos meses. A pandemia levou a uma forte contração da atividade económica, cultural e desportiva, e criou forte incerteza sobre a evolução futura, em geral, e no que respeita aos eventos desportivos, em particular. Perante este contexto de incerteza, a NOS Lusomundo TV, SA, considera que o momento não é oportuno para o lançamento de um serviço de programas de desporto. Por isso, a NOS Lusomundo TV, SA, não irá solicitar a prorrogação do prazo para início das emissões do NOS Sports». Fonte:https://www.erc.pt/download/YToyOnt...OTEtYXV0LXR2Ijt9/deliberacao-erc202091-aut-tv
  2. TekClub

    Eurosport

    Eurosport assegura transmissão da Volta a França em formato virtual O Tour de France Virtual, competição que resulta de uma parceria entre o Zwift e a ASO, entidade organizadora da grande volta francesa, vai contar com transmissão em directo no Eurosport. “A pandemia de covid-19 trocou as voltas ao mundo afectando também os calendários desportivos. A Volta a França, a prova rainha do ciclismo mundial, realiza-se habitualmente no mês de Junho, mas este ano o pelotão trocou as estradas reais pelas virtuais”, refere o canal, que, antes de cada emissão, recordará algumas das etapas mais marcantes das últimas edições do Tour. A prova, que arranca esta fim-de-semana e terá lugar ao longo dos três primeiros fins-de-semana de Julho, “prevê a construção de novos mundos no simulador que recriam regiões de França e a cidade de Paris”, resultando num cenário virtual que inclui passagem por locais icónicos da prova francesa como o Mont Ventoux ou a Avenida dos Campos Elísios, em Paris. Confirmada está já a participação de 23 equipas masculinas e 17 femininas, numa competição virtual que juntará nomes do ciclismo como Christopher Froome, Egan Bernal, Geraint Thomas, Marianne Vos, Nairo Quintana ou Greg Van Avermaet. Os comentários ficam, tal como acontece no verdadeiro Tour de France, a cargo de Gonçalo Moreira, Paulo Martins e Olivier Bonamici. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/07/eurosport-assegura-transmissao-da-volta-franca-formato-virtual/
  3. Informamos que o canal France 4 deixa de estar disponível na oferta MEO no dia 15-07-2020. Fonte:https://www.meo.pt/tv/novidades-canais/lista-canais/fibra
  4. Audiências TV: Consumo cresceu 22% no primeiro semestre mas já recuou 8% em Junho A análise de audiências de televisão da agência de meios Initiative, que integra o grupo IPG Mediabrands, revela que o consumo televisivo em Portugal aumentou 22% no primeiro semestre do ano em comparação com o período homólogo. A chegada da covid-19 a Portugal teve um grande impacto na evolução do consumo de televisão neste período, reflectindo-se num aumento substancial nas audiências de canais. Em destaque, esteve a SIC, que liderou o ranking de canais e registou um share de 20.3%, tendo aumentado em +31% a sua audiência média face a Janeiro-Junho de 2019. Logo depois, a TVI com um share de 14%, embora tenha sido o único canal generalista a sofrer uma ligeira perda de audiências face ao período homólogo (-1%). Já a RTP1 terminou o semestre com 12% de share e conquistou ainda um aumento de 19% da sua audiência média. Destaque também para os canais de informação, que foram os principais aliados dos portugueses neste período marcado pela pandemia. Esta tipologia de canais foi das que mais telespectadores conquistou, como se comprova pelo aumento de 63% na audiência média da SIC Notícias, de 38% na CMTV, de 25% na TVI24 e de 19% na RTP3 (TDT). Menção também para a performance de Outros (visionamento residual de canais não auditados, consumo diferido de dias anteriores e outras utilizações do televisor como streaming e consolas), que, neste semestre e alavancada pela pandemia, se posicionou à frente da RTP1 tanto em audiência média (+27 mil telespectadores do que a estação de televisão pública) como em share (+1.2 p.p.). Analisando a média de todas as inserções de cada programa para o primeiro semestre de 2020, destaque para Isto É Gozar Com Quem Trabalha, da SIC, que foi o programa mais visto neste período. Ricardo Araújo Pereira e companhia conseguiram juntar, em média, perto de 1.6 milhões de telespectadores à televisão, tendo correspondido um share de 28.8%. Seguiu-se o reality show Quem Quer Namorar com o Agricultor? – A Decisão, com uma audiência média de 1.5 milhões de telespectadores e um share de 32.7% e, a completar o top 3 dos mais vistos, surge o jogo da final da Taça da Liga, transmitido pela RTP1, que colocou frente-a-frente o SC Braga e o FC Porto (audiência média de 1.5 milhões de telespectadores 33% de share). Da TVI, destaque para Pesadelo na Cozinha (audiência média de 1.3 milhões e 26.2% de share) e para Big Brother, agora apresentado por Cláudio Ramos. No top 20 de programas a SIC conta com 15, a TVI com três e a RTP1 com dois (ambos jogos de futebol). Consumo televisivo cai 8% com o início do Verão e levantamento de medidas de confinamento Com a entrada do Verão e com o avançar das medidas de desconfinamento, o consumo televisivo em Portugal aproxima-se gradualmente dos valores registados antes da chegada da pandemia. Ainda assim, o consumo televisivo em Junho regista uma performance superior em +11% face a Fevereiro. Em Junho, a SIC manteve a liderança de canais, embora tenha registado uma quebra de -9% na sua audiência média face a Maio. A estação de Paço de Arcos terminou o mês com um share de 20.5%. Já a TVI registou um share de 14.6, mais 2.4 p.p. do que a RTP1, que registou um share de 11.2%. Destaque para a TVI Reality, que, com as transmissões de Big Brother, foi o terceiro canal Pay TV mais visto em Junho. Neste mês, destaque também para algumas mudanças nas grelhas de canais. Na RTP1, mencionar a estreia de Quem Quer Ser Milionário – Alta Pressão. Filomena Cautela, ex-apresentadora do 5 para a Meia Noite, é a nova cara do programa que foi para o ar no dia 20 de Junho, tendo sido o sexto programa mais visto. Nesse dia, registou uma audiência média de 829 mil telespectadores e um share de 17.1%, mais 5.9 p.p. do que a média do canal em Junho. A SIC também estreou um novo programa para preencher as tardes de domingo. Domingão: Especial Verão estreou a 21 de Junho e manteve, em média, 671 mil portugueses agarrados ao ecrã, tendo correspondido um share de 20.1% Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/07/audiencias-tv-consumo-cresceu-22-no-primeiro-semestre-ja-recuou-8-junho/
  5. Audiências da semana Na última semana completa de Junho, o consumo televisivo foi de 5h43m, o que representa uma subida no tempo médio de visionamento por indivíduo, de quase 4 minutos face à semana anterior. No share assistiu-se a uma descida da quota do Cabo para os 37,4%; comportamento seguido pela SIC, que passou para um share de 20,4%. Sentido inverso para a TVI, que registou um dos máximos do ano, com a subida para os 15,3% de share. A RTP 1 caiu para os 11%, apresentando mais uma vez, uma quota abaixo do “Outros”, que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos, e que esta semana reuniu 13% do share. Quanto aos canais Pagos mais vistos, a semana foi marcada por alterações de relevo; destaque para a subida ao 2º lugar da TVI Reality, afastando a Globo para o 3º lugar. Na frente continua imbatível a CMTV, tendo esta semana captado 87,9 mil telespectadores diários. A Fox, agora na 4ª posição, ultrapassou o Hollywood, assumindo a liderança dos canais de filmes/séries. TVI 24 ascende ao 7º lugar, trocando de posição com o Disney Channel. Segue-se o Cartoon Network, que sobe um lugar, registando um máximo de audiência: 28,1 mil telespectadores. A finalizar encontra-se o Fox Movies que regressa ao top dos mais vistos. Big Brother – A Expulsão na 4ª posição, com 13,9% de audiência, quebrou o domínio total da SIC na programação ao longo das últimas semanas. Este que foi o segundo dos três blocos do BB do serão de domingo, é até à data o melhor resultado da edição de 2020 do Big Brother. Com 16,5%, o líder da semana é Nazaré; segue-se Isto é Gozar com Quem Trabalha – A Entrevista (com António Costa) e Terra Brava. A edição de quinta-feira do Jornal da Noite encerra a tabela da semana de 22 a 26 de Junho. Relativamente à programação dos Pay TV, também a hegemonia da CMTV é rompida, agora pelas novelas da Globo: Bom Sucesso na 3ª posição, e Porto dos Milagres na 5ª posição. Golos/Benfica x Santa Clara com 265,6 mil telespectadores foi, por sua vez, o mais visto da semana. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/audiencias-da-semana-6/
  6. TekClub

    Rádio

    Mega Hits estreia nova identidade sonora e visual Uma nova identidade sonora criada pela produtora britânica Wise Buddah, a par de uma renovação da imagem visual no site, app e redes sociais assinalam a estreia da temporada de verão da Mega Hits. Na calha estão também novos conteúdos digitais, a estrear nas próximas semanas pela estação do grupo Renascença Multimédia, para colmatar o vazio deixado pela ausência da temporada de festivais. Entre os novos conteúdos está o regresso de formatos como Cala-te Boca, Confessions e Primeira Vez. “Este será um verão diferente para todos e também para a Mega, mas estamos convictos de que os nossos talentos e as novidades super hot que estamos a preparar, irão reforçar o posicionamento da Mega Hits no portfólio de rádios do grupo Renascença Multimédia”, salienta Nelson Cunha, director de programação da estação. A nova sonoridade desenvolvida pela produtora britânica inclui um pack de jingles para a nova temporada, sendo descrita pela estação como “uma estética sonora fresca que respira o ADN da marca: dinâmica, irreverente, powerful, inovadora e contemporânea”. Já a renovação da imagem visual visa manter a “proximidade, relevância e notoriedade da marca junto dos consumidores” numa altura em que se pretende reforçar o posicionamento da Mega Hits como a estação que “descobre mais música nova e toca sempre mais de 45 minutos de música sem parar todos os dias a todas as horas”. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/mega-hits-estreia-nova-identidade-sonora-visual/
  7. Serviço de streaming da CBS News passa a estar disponível em Portugal O mercado português está entre os 89 mercados abrangidos pela expansão da distribuição internacional do serviço de streaming da CBS News. A aplicação do canal de informação norte-americano passa a estar disponível em Portugal, permitindo o acesso a todos os conteúdos em directo de forma gratuita. O serviço de streaming de notícias emite 24 horas por dia, estando disponível através das plataformas Amazon Fire TV, Android TV, apps Android, Chromecast e nas Smart TV LG. “As nossas pesquisas e dados revelam que existe, efectivamente, uma procura global pela cobertura da CBS News sobre questões e acontecimentos que nos afectam a todos”, justifica Christy Tanner, executive vice president e general manager da CBS News Digital, defendendo que, “com a expansão da disponibilidade da CBSN em mais app stores internacionais, podemos agora oferecer uma cobertura vital e aprofundada sobre eventos cruciais e urgentes a mais espectadores em todo o mundo”. A par da cobertura informativa de actualidade, onde nos próximos meses o destaque irá para as primárias presidenciais democratas, as próximas convenções republicanas e democratas e as eleições presidenciais de Novembro, o serviço de streaming da CBS News inclui ainda na sua programação conteúdos como a série de documentários CBSN Originals, o programa diário de política Red & Blue ou o especial Climate Watch. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/servico-streaming-da-cbs-news-passa-estar-disponivel-portugal/
  8. TekClub

    Notícias SIC

    Francisco e Pedro Balsemão abdicam do bónus anual devido à covid-19 Francisco Pinto Balsemão e Francisco Pedro Balsemão, presidente do conselho de administração e administrador-delegado da Impresa, renunciaram ao bónus anual que lhes seria atribuído pelo cumprimento dos objectivos referentes ao exercício do último ano. No comunicado enviado à CMVM, após a assembleia-geral de hoje, é dito que ambos prescindem da sua remuneração variável, devido à situação actual do país, provocada pelo covid-19. No caso de Francisco Pedro Balsemão, que tem uma remuneração fixa anual de 280 mil euros, o bónus seria de 60 mil euros , três vezes o valor do seu salário mensal bruto. No caso do fundador do grupo, Francisco Pinto Balsemão, o bónus seria de 11,400 euros, uma vez e meia o valor do seu ordenado bruto mensal. Na assembleia-geral de hoje foi também aprovada a proposta de aplicação de resultados, a qual propôs a transferência do resultado líquido positivo apurado no exercício para a conta de resultados transitados, bem como “a proposta de aquisição pela Sociedade, ou por quaisquer Sociedades dependentes, actuais ou futuras, de acções próprias, até ao limite correspondente a 5% do capital social da Sociedade, incluindo direitos à sua aquisição ou atribuição sujeita a decisão do Conselho de Administração da Sociedade”. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/francisco-pedro-balsemao-abdicam-do-bonus-anual-devido-covid-19/ Novela Nazaré comprada para o Médio Oriente A novela da SIC Nazaré, produzida pela SP Televisão, foi comprada pelo MBC Group, o maior operador do Médio Oriente, presente em países como a Arábia Saudita ou Egipto. Dobrada em arábico, a história irá estrear no canal MBC+ Drama, a 10 de Agosto. “Esta é mais uma venda relevante na estratégia de internacionalização da SIC”, diz a estação, recordando que este ano vendeu a sua série Golpe de Sorte a um canal russo, o Fenix TV. Paixão foi vendida para a Geórgia, o 24.º país a exibir a novela. Ainda neste semestre, Rainha das Flores estreou no México e Laços de Sangue na Indonésia. 80, é o número de países para onde já foram vendidos conteúdos da SIC. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/novela-nazare-comprada-medio-oriente/
  9. Audiências TV: Quais foram os canais e programas mais vistos da última semana O consumo televisivo na semana 25 foi de 5h39m, valor cada vez mais próximo do período pré-covid. Na repartição da audiência por canal, o share do Cabo foi de 37,7%; segue-se com 21% a SIC. Mais distante encontra-se a TVI com uma quota de 14,3%. A RTP1, com um share de 11,3%, continua a registar um valor inferior ao Outros, que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos, e que esta semana obteve 13,2% do total da audiência gerada. Na tabela dos canais pagos mais vistos, CMTV ocupa confortavelmente a liderança; seguindo-se a Globo. Na terceira posição e com uma audiência média de 47,5 mil telespectadores/diários encontra-se o TVI Reality; quanto ao lugar seguinte pertence ao Hollywood. SIC Notícias ocupa a posição do meio do top, à frente da Fox. Disney Channel, o canal infantil mais visto esta semana, ocupa o sétimo lugar; segue-se a TVI 24; e depois os canais Nickelodeon e Cartoon Network, tendo este último registado o melhor resultado do ano: 27,5 mil telespectadores/dia. Domínio total para a SIC no que respeita aos programas mais vistos. Nazaré mantém a posição de líder, com 16,5% de audiência média. Isto é Gozar com Quem Trabalha, o mais visto de domingo, ocupa o segundo lugar na média semanal. Segue-se Terra Brava, e na quarta posição encontra-se a edição do Jornal da Noite de terça-feira. Quem Quer Namorar com o Agricultor? III, o primeiro dos seis blocos distintos do reality show deste domingo, fecha o top, com 13,1% de audiência. Também na programação dos Pay TV verifica-se um domínio absoluto de conteúdos de um só canal, desta vez a CMTV. A edição de sábado de CM Jornal 13H com 282,2 mil telespectadores revelou-se o programa mais visto no período de 15 a 21 de Junho. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/audiencias-tv-quais-os-canais-programas-vistos-da-ultima-semana-5/
  10. Disney+ chega ao mercado português a 15 de Setembro Após ter sido apontado o mês para a chegada do serviço de streaming da Disney ao mercado português, sabe-se agora que o Disney+ ficará disponível no próximo dia 15 de Setembro. A plataforma será lançada, anuncia a The Walt Disney Company em comunicado emitido esta terça-feira, em oito mercados da Europa Ocidental em simultâneo, com Portugal a receber o serviço de streaming no mesmo dia em que ficará igualmente disponível na Noruega, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Islândia, Bélgica e Luxemburgo. A Holanda, recorde-se, foi o primeiro mercado europeu a ter acesso ao Disney+, ainda no final de 2019, tendo a expansão na Europa seguido para Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Áustria e Suíça, onde a plataforma se encontra disponível desde o passado mês de Março. O mesmo comunicado confirma também o custo da subscrição do serviço no mercado nacional, que se fixará nos 6,99 euros mensais ou 69,99 euros no caso da subscrição anual, valores que colocam o Disney+ a meio da tabela de preços dos players concorrentes disponíveis actualmente no mercado português já que as subscrições da HBO e Apple TV têm um custo de 4,99 euro e o Amazon Prime de 5,99 euros (após um período de seis meses por 2,99 euros mensais), enquanto o Netflix disponibiliza vários pacotes de subscrição a começar nos 7,99 euros. No caso do Disney+, a subscrição permitirá o acesso ao serviço até quatro ecrãs em simultâneo, além de possibilitar a realização de downloads ilimitados em até 10 dispositivos e a criação de sete perfis de utilizador diferentes. O serviço promete estar disponível, desde o dia do lançamento, “na maioria dos dispositivos móveis e Smart TV, computadores, consolas de jogos e dispositivos de streaming”. Sobre a presença do serviço na oferta de operadores de telecomunicações, como acontece actualmente com o Netflix, HBO ou Amazon Prime, não é ainda conhecida a intenção da Disney no médio prazo, sendo certo apenas que “no lançamento não estará disponível através de uma operadora de cabo”, refere ao M&P fonte oficial da empresa. O Disney+, recorde-se, foi lançado no passado mês de Novembro nos Estados Unidos, tendo chegado também à Austrália, Nova Zelândia, Canadá e Holanda antes da anunciada expansão à Europa, onde prevê chegar a todos os principais mercados no espaço de dois anos, tendo como objectivo alcançar entre 60 e 90 milhões de assinantes até 2024. O serviço junta filmes e produções clássicas aos catálogos da Pixar, Marvel ou Star Wars, portfólio que foi alargado novamente com a aquisição da 21st Century Fox, passando a Disney a deter também os direitos de outros produtos audiovisuais populares, como X-Men ou The Simpsons. Com os direitos sobre um catálogo vasto, a plataforma de streaming própria da Walt Disney Company prometia apontar de imediato aos fãs das sagas mais icónicas das suas propriedades intelectuais, tendo o arranque contado desde logo com uma série original integrada no universo Star Wars, The Mandalorian, que a Disney confirma agora também que marcará presença no catálogo do serviço em Portugal desde o dia de lançamento. Na calha estão ainda séries originais sob a chancela da Marvel, como Loki, protagonizada por Tom Hiddleston, o mesmo actor que dá vida ao vilão no cinema em todos os filmes da saga Vingadores, tal como The Falcon and The Winter Soldier, com Sebastian Stan e Anthony Mackie, ou WandaVision, com Elizabeth Olsen e Paul Bettany. O catálogo será reforçado ao nível do cinema com “blockbusters de 2019 em diante” e com a promessa de lançamento de mais de 25 séries originais e 10 filmes, documentários e especiais produzidos em exclusivo para a plataforma durante o primeiro ano. É o caso de um documentário sobre a produção de Frozen 2, um dos blockbusters que chegou aos cinemas em 2019, bem como novas séries da Pixar, caso de uma produzida com base no universo de Toy Story. Da saga Star Wars está também prevista uma série sobre Cassian Andor, baseada na era de Rogue One e protagonizada por Diego Luna, actor que integrou o elenco de Star Wars: Rogue One nas salas de cinema vestindo a pele do mesmo personagem, além de uma nova temporada exclusiva da série de animação Star Wars: The Clone Wars (actualmente exibida pelo Disney Channel). Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/disney-chega-ao-mercado-portugues-15-setembro/
  11. TekClub

    Rádio

    Renascença reforça manhãs com nova rubrica de Daniel Leitão Daniel Leitão assume a partir desta semana uma nova rubrica na Renascença, no ar às terças e quintas nas manhãs da estação. O humorista e guionista junta-se assim a Ana Galvão, Carla Rocha e Joana Marques, com quem é casado e ao lado de quem apresentou o projecto Altos e Baixos no Canal Q, com a rubrica Perguntei ao Vento a integrar o formato As Três da Manhã. Daniel Leitão, descreve a estação do grupo Renascença Multimédia, “vai incorporar o melhor comentador que há em si e vai responder a todas as questões dos ouvintes, mesmo que não perceba muito do assunto”. “Ganhei uma viagem às Maldivas num passatempo, mas é só para uma pessoa. Como digo à minha mulher?” ou “Parti uma jarra na casa da minha sogra. Devo culpar o meu filho de 4 anos?” são o tipo de questões que “não vão deixar nenhum ouvinte sem resposta, nos sábios comentários de Daniel Leitão, entendido em assuntos variados”, prossegue a estação em nota de imprensa. A rubrica, no ar a partir das 9h às terças e quintas-feiras, estará igualmente disponível no site da Renascença em formato videocast e podcast, bem como nas redes sociais da estação (Facebook e YouTube). Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/renascenca-reforca-manhas-nova-rubrica-daniel-leitao/ M80 cria roteiro digital para fazer férias em Portugal Transformar as experiências dos animadores da estação em sugestões de férias é a proposta do Roteiro de Férias 2020, a nova rubrica digital da M80. A iniciativa arrancou no site da estação do grupo Media Capital Rádios com sugestões para Viana do Castelo e São Miguel, nos Açores, com os roteiros criados, respectivamente, pelos animadores Ana Moreira e Gonçalo Câmara. Segue-se agora Miguel Simões, com um roteiro sobre a Serra da Gardunha, estando prevista a inclusão de mais destinos. “Num ano em que as férias devem ser feitas em Portugal, e porque as melhores coisas acontecem nas férias, os locutores da M80 têm as melhores sugestões para descansar, festejar, comer ou até nada fazer”, descreve a estação em nota de imprensa. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/m80-cria-roteiro-digital-ferias-portugal/
  12. Novos valores de box’s adicionais na NOS A partir de hoje e para novas adesões, as box’s adicionais na NOS passam a ter os seguintes preços: Box HD: €3/mês BOX 4K: €5/mês Os anteriores valores eram de €5,50 para a box HD e €7,50 para a box 4K. É uma redução de €2,50 em cada uma das versões, o que fará com que os potenciais clientes da NOS fiquem satisfeitos caso queiram aderir a um serviço com mais do que 1 BOX. O valor do DTA mantém-se nos €0,99 Fonte:https://www.novidadestelecomunicacoes.pt/novos-valores-de-boxs-adicionais-na-nos/
  13. Rock in Rio Lisboa foi adiado mas vai ter direito a formato televisivo O Rock in Rio Lisboa só regressa à Bela Vista em 2021 mas, numa altura em que a edição deste ano estaria prestes a subir a palco caso não tivesse sido adiada pela pandemia, chega uma espécie de festival em formato televisivo. Se a Vida Começasse Agora, um especial de três horas que recordará concertos emblemáticos das edições anteriores do festival juntamente com concertos em estúdio por parte de bancas portuguesas, será emitido em directo na SIC Radical no próximo dia 27 de Junho, com emissão em streaming através do site oficial do Rock in Rio e nas redes sociais (Facebook, Instagram e YouTube) quer do festival quer da SIC. O streaming online arranca às 17h, com a emissão televisiva no ar a partir das 18h30 no canal temático da estação de Paço de Arcos. A iniciativa assinala assim a edição adiada, que teria início este sábado, dia 20 de Junho, com a organização a prometer, em comunicado enviado à imprensa, um programa que irá revisitar “16 anos de história, episódios peculiares, cenas de bastidores, havendo também espaço para olhar para o futuro – sobretudo para 2021 — numa emissão conduzida por João Paulo Sousa, Rita Camarneiro e Ana Ventura, aos quais se juntarão convidados especiais que, ao longo dos anos, deixaram o seu cunho na história do Rock in Rio”. O formato, que conta com o apoio da Vodafone e 7UP, marcas que patrocinam o festival desde a primeira edição em Lisboa, incluirá ainda intervenções da RFM, Rádio Renascença e MegaHits ao longo das três horas. Por conhecer ficam as bandas nacionais que irão participar em estúdio, cujos nomes serão anunciados em breve. A organização antecipa apenas que serão “actuações ao vivo de artistas portugueses que já passaram pela Cidade do Rock”. O alinhamento do programa reservará também “espaço para aquecer os ânimos para 2021 com conteúdos especiais dedicados à edição do próximo ano, assim como quizzes e jogos nos quais os espectadores vão poder participar em directo, com atribuição de vários prémios ao longo do programa”. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2020/06/rock-in-rio-adiado-vai-ter-direito-formato-televisivo/
  14. ve se ainda os tens em testes nas posições 908 e 909...
  15. Novos canais em HD adicionados: TVE HD posição 234, TVE24 HD posição 235, Meo Videoclube HD posição 69 e Meo Destaques HD posição 89.
×
×
  • Create New...