Jump to content

TekClub

Membros
  • Content Count

    1,921
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by TekClub

  1. TekClub

    11

    Canal 11 transmite qualificação para a Taça das Nações Africanas Os jogos das selecções de Angola, Cabo Verde e Moçambique, a contar para a fase de qualificação da Taça das Nações Africanas 2021, vão ser transmitidos pelo Canal 11. A selecção de Cabo Verde, treinada pelo português Rui Águas, é a primeira a entrar em campo e irá defrontar os Camarões, cujo seleccionador é outro português, António Conceição. O jogo realiza-se quarta-feira em Yaoundé, capital camaronesa, e é referente ao Grupo F. Gabão-Angola é o jogo seguinte a ser transmitido no domingo no Canal 11. A selecção angolana desloca-se a Libreville para disputar o segundo encontro relativo ao Grupo D. O jogo entre Cabo Verde e Moçambique fecha o primeiro ciclo de embates da fase de apuramento da CAN. O desafio realiza-se segunda-feira na Cidade da Praia e será mais um duelo entre treinadores portugueses, uma vez que o seleccionador dos Mambas é Luís Gonçalves, que sucedeu a Abel Xavier. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/canal-11-transmite-qualificacao-taca-das-nacoes-africanas/
  2. Comentadores 2.0: Inovação e bidireccionalidade na comunicação desportiva O fenómeno do desporto – e do futebol, em particular – cresce hoje de forma ilimitada e de mãos dadas com a tecnologia que o ajuda a impulsionar. Os clubes e as marcas percebem-no e os fãs anseiam por poder aproveitar tudo aquilo que a tecnologia lhes proporciona, em vários dispositivos, on demand e de forma interactiva. Querem, no fundo, também eles fazer parte do fenómeno e crescer com ele. Não é de estranhar, por isso, que os players das transmissões desportivas estejam hoje (muito) mais à frente no entretenimento inovador nos media – sabem, melhor do que qualquer outro, aproveitar e trabalhar em cima das oportunidades que a tecnologia lhes dá. O desporto sempre foi pródigo a marcar tendências disruptivas. O Campeonato do Mundo da FIFA de 1970 foi o primeiro a ter transmissão a cores. 40 anos depois, em 2010, a Sky Sports lançou o primeiro canal 3D do Reino Unido. Em Portugal, a Samsung e a Meo transmitiram o primeiro jogo do Campeonato do Mundo de Futebol 2014 em 4k e, um ano depois, a Samsung e a NOS inovaram na transmissão de uma partida de futebol ao proporcionarem aos adeptos uma experiência imersiva 360º através de uns óculos de realidade virtual. O que se seguirá? Nesta era digital em que hoje nos movemos, os fãs não procuram mais uma comunicação unidireccional de quem comenta os jogos ou analisa as partidas. Isso é coisa do passado. O desporto é, em primeiro lugar, um fenómeno social e entendê-lo como tal é essencial para a necessária humanização na forma como este é apresentado aos telespectadores. E inovação é também isso – falar a linguagem dos fãs, perceber as suas expectativas, desafiá-los, interagir com eles. É por isso que a transformação digital e o uso de ferramentas digitais são hoje fundamentais para, jornada após jornada, criar com os fãs uma ligação emocional e transportá-los verdadeiramente para o centro da acção, dando lhes voz e fazendo-os sentir parte dos jogos e da equipa. Os Comentadores 2.0, como gosto de os designar, fazem parte de uma nova geração de profissionais que estão a mudar globalmente a forma de apresentar e fazer chegar o desporto em todos os ecrãs – mais próximo das pessoas, mais real e interactivo, mais apelativo e divertido, mais humano. Sem alimentar ou incentivar polémicas. Apenas a pureza e beleza do desporto. Só o comentário e o ambiente que verdadeiramente interessa. As redes sociais ajudaram a moldar esta tendência durante os directos, democratizando o acesso ao desporto e dando protagonismo a quem, até então, apenas se sentava no sofá a assistir a uma partida de futebol. Imagine-se a força que pode ter uma hashtag associada a uma partida. O carácter mais reconhecido das tendências digitais é hoje o elo de ligação responsável que solidifica a bidireccionalidade relacional desportiva. Acredito que o caminho para a revolução nas transmissões desportivas não poderá nunca deixar de lado o factor humano construído na relação comentadores/ telespectadores e o que os rodeia neste ambiente tecnológico actual. Oferecer experiências únicas, aprimoradas por conteúdos personalizados e por comentadores que abrem novos caminhos à interacção com os fãs não deve ser, por isso, apenas uma decisão de charme. Deve um imperativo estratégico. Artigo de opinião de Nuno Miranda, director de marketing e comunicação da Eleven Sports Portugal Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/comentadores-2-0-inovacao-bidireccionalidade-na-comunicacao-desportiva/
  3. Já está disponível a nova aplicação da RTP Play A plataforma digital portuguesa de conteúdos de rádio e televisão é de acesso gratuito e está agora disponível em vários dispositivos: telemóvel, televisão e tablet. Fonte:https://www.msn.com/pt-pt/noticias/ciencia-e-tecnologia/já-está-disponível-a-nova-aplicação-da-rtp-play/vi-BBWAT3N?ocid=ARWLCHR
  4. Novidades Netflix - Novembro 2019 Séries THE CROWN (temporada 3) - 17 de Novembro ATYPICAL (temporada 3) - 1 de Novembro THE END OF THE F***ING WORLD (temporada 2) - 5 de Novembro AMERICAN SON - 1 de Novembro NÓS SOMOS A ONDA - 1 de Novembro NARCOWORLD: DOPE STORIES - 22 de Novembro QUEER EYE: WE'RE IN JAPAN! - 1 de Novembro FINAL SPACE (temporada 2) - 24 de Novembro A TEORIA DO BIG BANG - 1 de Novembro COMO DEFENDER UM ASSASSINO - 24 de Novembro Filmes O IRLANDÊS - 27 de Novembro THE KINGN - 1 de Novembro KLAUSA - 15 de Novembro SPY KIDS - O FILME- 1 de Novembro SPY KIDS 2 - A ILHA DOS SONHOS PERDIDOS - 1 de Novembro SPY KIDS 3-D - GAME OVER - 1 de Novembro VITÓRIA E ABDUL - 30 de Novembro O GRANDE GATSBY - 1 de Novembro MAD MAX - AS MOTAS DA MORTE - 15 de Novembro BLADE RUNNER - VERSÃO FINAL - 1 de Novembro Documentários MARADONA IN MEXICO - 13 de Novembro BIKRAM: YOGI, GURU, PREDATOR - 20 de Novembro BROKEN - 27 de Novembro Para os Mais Pequenos OS SUPER MONSTRINHOS SALVAM O NATAL - 26 de Novembro SHE-RA E AS PRINCESAS DO PODER (temporada 4) - 5 de Novembro Fonte:https://pt.ign.com/netflix/81519/news/novidades-netflix-novembro-2019
  5. Deviam era apostar em Janeiro num reality novo e depois em Setembro vinham com o BB...
  6. Foram hoje adicionados os canais que faltavam da Eleven Sports a App NOS TV...
  7. TekClub

    Rádio

    Mexidas na direcção da TSF antecipam reestruturação da Global Media Arsénio Reis, que passou a director da TSF em 2016 após ter integrado sucessivas estruturas de direcção da estação ao longo dos últimos 12 anos, deixou o cargo para assumir novas funções na Global Media. “No contexto da reestruturação do Global Media Group e das estratégias em curso para as suas várias marcas, Arsénio Reis foi convidado a aceitar um novo desafio, estratégico, ligado à internacionalização do grupo e a uma nova visão de futuro”, justifica a administração em comunicado, onde deixa o agradecimento pelo “profissionalismo, o empenho e a lealdade de Arsénio Reis ao longo de todos estes anos na TSF, depositando nele a maior confiança na projecção de novos desafios”. A direcção da estação será agora assumida interinamente por Pedro Pinheiro, até aqui director-adjunto na estrutura liderada por Arsénio Reis, apoiado pelos restantes membros da actual equipa directiva, Ricardo Alexandre e Anselmo Crespo, que se mantêm em funções. Até ao momento ainda não foi anunciado oficialmente o sucessor de Arsénio Reis mas ao que tudo indica a escolha dos accionistas recairá sobre o nome de Rosália Amorim, actualmente directora do Dinheiro Vivo, título ao qual poderá manter-se ligada. A mudança enquadra-se no processo de reestruturação do grupo, que deverá ser conhecido no início da segunda quinzena deste mês. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/mexidas-direccao-tsf-antecipam-reestruturacao-da-global-media/
  8. TekClub

    CM TV

    Cofina regista lucros de 4,3 milhões de euros Os lucros do grupo Cofina Media aproximaram-se dos 4,3 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, valor que representa um crescimento na ordem dos 15,3% quando comparado com o resultado líquido consolidado registado no período homólogo em 2018. No entanto, o crescimento reportado pelo grupo dono do Correio da Manhã é apurado comparando os lucros agora obtidos com o resultado líquido ajustado para os 3,7 milhões de euros no período de Janeiro a Setembro de 2018 após excluído o resultado das operações descontinuadas, na ordem dos 626 mil euros, que “resulta da re-expressão dos valores de 2018 para reflectir a alienação, ocorrida no final de 2018, da operação que o grupo Cofina detinha no Brasil, através da subsidiária AdCommedia e da associada Destak Brasil”. De acordo com o relatório enviado pelo grupo à CMVM esta quinta-feira, caso fosse contabilizado o resultado líquido reportado nos primeiros nove meses de 2018 sem a dedução dos resultados atríbuíveis às unidades descontinuadas, ligeiramente acima dos 4,3 milhões de euros, a evolução seria negativa, traduzindo um recuo de 1,4% nos lucros. A contribuir para o crescimento dos lucros esteve sobretudo o corte do lado dos custos operacionais do grupo, que passaram de aproximadamente 56 milhões de euros entre Janeiro e Setembro de 2018 para os 53,3 milhões de euros no período homólogo deste ano, um redução de 4,7%. Uma poupança na ordem dos 2,7 milhões de euros que ajuda a explicar a evolução positiva num período em que o grupo dono do Correio da Manhã e da CMTV regista quebras em todas as linhas de receita, apresentando receitas operacionais de 65,1 milhões de euros quando falta apurar apenas o último trimestre do ano, um valor que se situa 2,2% abaixo dos 66,5 milhões de euros encaixados em 2018 pela mesma altura. Este recuo nas receitas operacionais é explicado por quebras de 2,6% (de 32,9 milhões de euros para 32 milhões) nas receitas de circulação e de 0,5% (de 19,8 milhões de euros para 19,7 milhões) ao nível das receitas publicitárias, às quais acresce ainda uma diminuição de 3,7% nas receitas de produtos de marketing alternativo e outros, dos 13,8 milhões de euros para os 13,3 milhões. Com os custos operacionais em sentido descendente a contribuírem para equilibrar a balança, a Cofina foi capaz de melhorar a sua performance financeira apesar da evolução negativa das receitas, registando um subida de 11% no EBITDA consolidado no período de Janeiro a Setembro de 2019, fixado nos 11,7 milhões de euros. Resultado que compara com o valor próximo dos 10,6 milhões de euros reportados no exercício do período homólogo em 2018. Concluídos os primeiros nove meses de 2019, a dívida nominal líquida da Cofina situa-se nos 49,3 milhões de euros, valor que representa um aumento de 7,1 milhões de euros face à dívida de 42,2 milhões de euros que o grupo registava no final do primeiro semestre e uma subida na ordem dos 9,6 milhões de euros se comparado com o endividamento de 39,7 milhões de euros reportado no encerramento do exercício de 2018. O crescimento da dívida, justifica o grupo no relatório endereçado à CMVM, “está relacionado com o caucionamento de um montante de 10 milhões de euros no contexto do contrato de compra e venda celebrado em 20 de Setembro de 2019 com a Promotora de Informaciones, S.A. para a aquisição de 100% do capital social e direitos de voto da Vertix, SGPS, S.A. (e indirectamente de 94,69% do capital social e direitos de voto do grupo Média Capital, SGPS, S.A.)”. A Cofina, recorde-se, aguarda agora apenas a decisão da Autoridade da Concorrência sobre o processo de aquisição da Media Capital, numa altura em que a ERC já fez saber que não se opõe ao negócio. A expectativa do grupo liderado por Paulo Fernandes é que a compra da dona da TVI possa estar concluída até ao final do primeiro trimestre do próximo ano. O negócio está avaliado em 181 milhões de euros. No entanto, a operação valoriza o grupo Media Capital em 255 milhões, uma vez que os novos donos irão assumir a dívida. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/cofina-regista-lucros-43-milhoes-euros/
  9. TekClub

    Nowo

    Nowo/Oni vai buscar CEO da R Galicia para iniciar “nova etapa” em Portugal Arturo Dopico, profissional que ocupou o cargo de CEO da operadora espanhola R Galicia nos últimos 18 anos, assume a liderança da Nowo/Oni. Miguel Venâncio, até aqui CEO da Nowo, assume a presidência do Conselho de Administração. As alterações na estrutura da operadora de telecomunicações enquadram-se numa estratégia para dar início a uma “nova etapa” da empresa em Portugal, tendo como objectivo “criar uma operadora convergente com presença em todo o terrítório português e com os clientes mais satisfeitos”. A par da nomeação de Arturo Dopico, a operadora de telecomunicações participada da GAEA Inversion e gerida pela Inveready, e o grupo MásMóvil, anunciam também a integração na equipa de gestão de mais dois profissionais vindos da R Galicia. Pablo Iglesias será o novo chief financial officer, enquanto Paco Rodeiro assume funções como director de planeamento estratégico, controlo e desenvolvimento de negócio da Nowo/Oni. Miguel Venâncio, até aqui CEO, passa a presidente do Conselho de Administração do grupo, “mantendo algumas funções executivas, para além da representação institucional e de determinados acordos estratégicos”. Além destas alterações, Carlos Conti, sócio geral da GAEA-Inveready, é nomeado membro do Conselho de Administração, numa altura em que o accionista do grupo MásMóvil “assume também um compromisso de investimento em Portugal”. “Estamos muito satisfeitos por participar num projecto desafiante para nos tornarmos uma das referências em telecomunicações em Portugal. Nesta nova etapa, gostaríamos de aumentar as possibilidades de escolha dos clientes na maior parte do país a partir de um projecto profundamente enraizado em Portugal e que agora receberá um impulso muito forte para crescer e procurar a excelência no serviço ao cliente”, afirma Arturo Dopico, agora CEO da Nowo/Oni. Nas palavras de Miguel Venâncio, “este reforço de equipa garante uma integração e optimização bem-sucedidas das operações para responder às exigências do mercado e dos nossos clientes”. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/nowooni-vai-buscar-ceo-da-r-galicia-iniciar-nova-etapa-portugal/
  10. TekClub

    11

    Sim conseguiram chegar a acordo.
  11. TekClub

    11

    Na Nos esta igual...
  12. TekClub

    Notícias TVI

    Tribunal da Relação mantém condenação da TVI em processo que a opõe à Sport TV A Sport TV apresentou, em 2014, queixa contra a RTP, SIC e TVI por “violação de direitos exclusivos”. O Tribunal da Relação de Lisboa manteve a condenação da TVI num processo que a opõe à Sport TV por uso indevido de imagens de jogos de futebol, segundo um acórdão a que a agência Lusa teve acesso. Este processo, que passou inicialmente pelo Tribunal da Concorrência e Supervisão e pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) remonta a 2013, quando o canal exibiu imagens do jogo Vitória de Setúbal/Futebol Clube do Porto e da partida Futebol Clube do Porto/Paços de Ferreira que a Sport TV considerou estarem a infringir a lei da televisão. A TVI, que foi condenada pelas duas entidades, acabou por recorrer para o Tribunal da Relação de Lisboa, mas os juízes não lhe deram razão. O acórdão, com data de 05 de novembro, realça que “a arguida [TVI] conhecendo as suas obrigações enquanto operador de televisão titular do serviço de programas televisivos” da TVI 24 e “aquando da edição, emissão e exibição de excertos com direitos exclusivos da Sport TV Portugal, S.A., não agiu com o cuidado de que era capaz, evitando que, nos vários segmentos noticiosos, fossem exibidos os excertos com direitos exclusivos por mais de 90 segundos, que fosse sobreposto o logótipo do serviço de programas ao logótipo do detentor exclusivo dos direitos e que fossem difundidos extratos informativos após as trinta e seis horas da cessação dos eventos”. A TVI recorreu da decisão de, “em cúmulo, pela prática das contraordenações descritas” ter sido condenada a uma coima única de 18 mil euros, segundo se lê no mesmo acórdão, do qual foi relator o juiz Rui Teixeira. “Acordam os juízes que compõem a Secção da Propriedade Intelectual e da Concorrência, Regulação e Supervisão do Tribunal da Relação de Lisboa em julgar não provido o recurso apresentado e, em consequência, manter a decisão recorrida nos seus precisos termos”, lê-se no acórdão. Numa deliberação de janeiro deste ano, a ERC decidiu condenar a TVI neste caso, tendo por base argumentos semelhantes aos do acórdão agora conhecido. A Sport TV apresentou, em 2014, queixa contra a RTP, SIC e TVI por “violação de direitos exclusivos”, com enfoque no seu uso em programas que não são de informação, de acordo com uma notícia do Correio da Manhã de maio de 2014. O uso e a duração das imagens usadas estariam a infringir a lei da televisão, defendia a Sport TV. Num outro processo semelhante, contra a Bola TV o Tribunal de Propriedade Intelectual não deu razão à Sport TV, que interpôs um recurso em 2016, segundo uma notícia de junho de 2016 do Jornal de Negócios. Fonte:https://desporto.sapo.pt/futebol/artigos/tribunal-da-relacao-mantem-condenacao-da-tvi-em-processo-que-a-opoe-a-sport-tv
  13. TekClub

    11

    100 dias de Canal 11 O Canal 11 assinala hoje, sexta-feira, 100 dias de emissão. Durante estes primeiros três meses, enumera o 11, o canal liderado por Nuno Santos transmitiu 176 jogos das competições da Federação Portuguesa de Futebol. Além de jogos das selecções, foram transmitidos encontros de 12 competições nacionais, o canal esteve presente em 76 estádios diferentes e já apareceram no ecrã as cores de 93 clubes. Das 22 associações distritais e regionais, prossegue, 18 já tiveram transmissões na sua área geográfica. A Liga Revelação e Campeonato de Portugal, provas que começaram em Agosto, são as competições com maior número de jogos transmitidos no Canal 11. Do Campeonato de Portugal, prossegue, as quatro séries da competição registam praticamente o mesmo número de jogos transmitidos, sendo que 60 por cento das equipas já apareceram no canal da federação. Em terceiro lugar surge a Liga Placard, depois o Campeonato de futebol de sub-19, a Liga BPI e o Campeonato Nacional de futsal feminino, sendo que quase 50 por cento dos jogos transmitidos das competições nacionais foram de equipas dos escalões mais jovens. Ao fim de 100 dias, a Federação Portuguesa de Futebol diz que o Canal 11 “tem cumprido o objectivo a que se propôs: promover e divulgar o futebol português”. “Sem surpresa, as transmissões em directo dos jogos têm sido os momentos de maior audiência”, constacta. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/100-dias-canal-11/
  14. TekClub

    BTV

    Encarnados lançam Benfica Play em Dezembro Domingos Soares de Oliveira, administrador da SAD do Benfica, anunciou esta quarta-feira na Web Summit que o clube vai lançar em Dezembro “uma espécie de Netflix” com conteúdos relacionados com o clube. “Estamos a lançar novas áreas em termos de falar com os adeptos. Uma delas, que pretendemos lançar em Dezembro, é o Benfica Play, uma espécie de Netflix só com conteúdos do Benfica. Material que estará apenas disponível para eles. Podem ser conteúdos da gestão da equipa, do balneário, da sessão de treino. Queremos que seja conteúdo suficientemente interessante para justificar que as pessoas paguem por isso”, descreveu Soares de Oliveira. O Benfica Play será independente da BTV. O Estádio da Luz acolheu também um jantar SportsTrade, no âmbito da Web Summit (na foto). Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/encarnados-lancam-benfica-play-dezembro/
  15. Mais 10 anos de parceria Altice Portugal e Altice Arena A Altice Portugal e a Altice Arena assinaram a renovação da sua parceria por mais 10 anos, passando a sala de espectáculos a ter cobertura 5G a partir desta segunda-feira, dia em que arranca a Web Summit. A Altice Portugal vai garantir a cobertura total 5G da Altice Arena que se torna na primeira arena em Portugal e uma das primeiras na Europa com esta tecnologia. A empresa de telecomunicações instalou de antenas e equipamentos de rede avançados 5G da Huawei. Para marcar simbolicamente o arranque do 5G no Altice Arena, foi realizada uma videochamada em 5G entre o terraço de Picoas e o pavilhão do Parque das Nações. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/10-anos-parceria-altice-portugal-altice-arena/
  16. Audiências TV: Quem subiu e quem desceu em Outubro A análise de audiências de TV da agência de meios Initiative, que integra o grupo IPG Mediabrands, revela que em Outubro, os canais FTA apresentaram novidades com regressos e estreias de novos programas. Avaliando a performance dos canais, a SIC liderou com um share de 22.5%, aumentando assim em 0.8 pontos percentuais face a Setembro. A RTP1, reverteu a quebra do mês anterior e aumentou em mais 1.2 pontos percentuais o seu share, registando 14.6%. A transmissão dos jogos da selecção nacional a contar para a qualificação do Euro 2020 alavancaram as audiências da estação de televisão pública. No sentido inverso, a TVI verificou uma ligeira quebra de audiências. A estação de Queluz caiu 0.1 pontos percentuais face a Setembro, registando um share total de 15.6%. Já o conjunto dos canais Pay TV revelou uma quebra de 2.2 pontos percentuais face a setembro, concluindo o mês com 43.5% de share. Analisando a média de todas as emissões de cada programa, RTP1, TVI e SIC contam com um programa no top 3 dos mais vistos do mês. A estação de televisão pública transmitiu os dois jogos de apuramento da selecção nacional para o Euro 2020 e a média desses programas manteve 2.3 milhões de portugueses agarrados ao ecrã. Os jogos a contar para a Liga dos Campeões foram o segundo programa mais visto do mês, com uma audiência média de dois milhões de telespectadores e um share de 43.9%. A completar o top 3 dos mais vistos do mês esteve Terra Brava, a nova telenovela da SIC. No conjunto das suas emissões, o programa contou com uma audiência média de 1.4 milhões de telespectadores e um share de 33.8%. No seu dia de estreia, assistiram, em média, à telenovela 1.5 milhões de portugueses a que correspondeu um share de 34%. Nesse dia, a SIC liderou com 26.1% de share, sendo este o quarto dia do ano com melhor audiência para a estação de Paço de Arcos. Para além de Terra Brava, a SIC fez regressar o programa Casados à Primeira Vista II. Estreado no dia 13 de Outubro, foi o programa mais visto do dia com uma audiência média de 1.3 milhões de telespectadores e um share de 28.8% (+4.2 p.p. vs. estreia da primeira temporada em Outubro de 2018). O canal estreou ainda no dia 26 de Outubro A Árvore dos Desejos. Apresentado por João Manzarra, foi também o programa mais visto no seu dia de estreia, mantendo, em média, 1.1 milhões de telespectadores fiéis ao novo programa de sábado à noite. Nesse mesmo dia, a TVI estreou no mesmo período horário Mental Samurai. Pedro Teixeira é o rosto do programa, que foi visto em média por 917 mil telespectadores. Já a RTP1 fez regressar The Voice Portugal com Catarina Furtado e Vasco Palmeirim como apresentadores. O programa foi acompanhado, em média, por 874 mil portugueses. Entre os canais Pay TV, CMTV liderou com 5% de share de audiência, seguindo-se Globo (3.1%), Hollywood (2.3%) e SIC Notícias (2.2%). Menção ainda para o Canal 11. O novo canal de desporto tem vindo a aumentar as suas audiências desde a sua primeira emissão, tendo terminado Outubro com um share de 1%, +0.2 p.p. face a Setembro (15.º canal Pay TV mais visto do mês). A transmissão dos jogos do Flamengo, equipa treinada por Jorge Jesus, tem contribuído para o sucesso deste canal. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/audiencias-tv-subiu-desceu-outubro/
  17. TekClub

    NOS

    Web Summit 2019 terá 5G disponibilizado pela NOS O evento tecnológico Web Summit decorrerá entre os dias 4 e 7 de novembro. Um ponto sempre importante, tendo em conta as necessidades de milhares de visitantes, é a disponibilidade da rede móvel. Nesse sentido, as operadoras reforçaram a zona da FIL em Lisboa. A NOS cobre este evento com 5G. A NOS está nesta área a reforçar a infraestrutura com 5G assim como a melhorar a rede já existente. 5G da NOS aumenta rede móvel e dados no Web Summit O reforço da rede da NOS na FIL, Pavilhão Atlântico e áreas circundantes é permanente. Nesse sentido, este investimento não se esgota com o final do maior evento tecnológico realizado em Portugal. Conforme os números de ano passado, visitaram o evento cerca de 70 mil visitantes de 159 países. Assim, o incremento da capacidade permite aumentar as velocidades de acessos aos dados dos milhares de visitantes. Serão beneficiados com estas medidas os dois espaços de espetáculos, congressos e exposições. Reforço em 8 vezes mais que o normal O reforço da capacidade de rede foi de aproximadamente oito vezes face ao anteriormente existente. Desta forma, o operador coloca uma infraestrutura que permite dispensar soluções de reforço temporárias como as utilizadas anteriormente aquando de eventos como o Web Summit. Após a cobertura integral da cidade de Matosinhos com a quinta geração de comunicações móveis, a NOS disponibiliza também 5G em todo o espaço em que se realiza esta edição da Web Summit. A FIL – Feira Internacional de Lisboa e o Pavilhão Atlântico, assim como áreas adjacentes, estão cobertas por uma rede 5G integralmente operacional para pilotos, com espectro na banda dos 3,5GHz solicitada à ANACOM para efeitos de testes. FIL e Pavilhão Atlântico totalmente cobertos com 5G O edifício da FIL – Feira Internacional de Lisboa tem uma área coberta de cerca de 43.000 m2 e está implantado numa superfície total de 100.000m2, sendo constituído por quatro naves de dimensões semelhantes (10.368m2). Para além dos pavilhões, o recinto compreende ainda um Centro de Reuniões, um pavilhão multiusos com cerca de 1200 m2 e diversas áreas comerciais. Com uma capacidade de 20.000 espetadores, o Pavilhão Atlântico é o maior pavilhão de espetáculos de Portugal. Segundo a NOS, o acesso à rede móvel na FIL e no Pavilhão Atlântico vai assim permitir aos milhões de visitantes anuais daqueles espaços e áreas envolventes, usufruir em pleno do melhor serviço de rede móvel e dados em Portugal. Fonte:https://pplware.sapo.pt/informacao/web-summit-2019-tera-5g-disponibilizado-pela-nos/
  18. Se não tens Vodafone e porque essa zona a Nos e por HFC e não por fibra, quanto a qualidade de imagem e box vai dos gostos de cada um vais ter pessoas que preferem a Meo e outros a Nos, quanto a net e normal dar essas velocidades por wireless tens que te ligar a frequência 5Ghz e o equipamento que tens suportar isso...
  19. Portugal: Chegou o Apple TV+ e custa 4,99 euros por mês O serviço de streaming de filmes e séries Apple TV+ estreou hoje. Este novo serviço Apple TV+ junta grandes nomes de Hollywood para criar uma sólida alternativa à Netflix que atualmente domina este mercado. Em Portugal o Apple TV+ custa 4,99 euros por mês. Conheçam quais os filmes e séries atualmente disponíveis. O tão aguardado serviço de streaming da gigante de Cupertino chegou! Chama-se Apple TV+ e custa 4,99 euros por mês. O utilizador pode experimentar o serviço gratuitamente durante 7 dias. Histórias originais da Apple TV+. Milhares de filmes para comprar ou alugar. Conteúdos personalizados e selecionados por especialistas. Tudo na nova app Apple TV e em todos os ecrãs. Compre, alugue e veja… sem sair da app. Se tiver um iPhone, iPad, Mac ou Apple TV, a app Apple TV já vem incluída. De referir ainda que se tiver comprado um dispositivo da Apple após o dia 10 de setembro, tem direito a um ano de acesso gratuito. Quais as séries e filmes disponíveis? A oferta não é muita, mas é interessante. Os conteúdos são normalmente em 4k e Dolby Atmos. The Morning Show See For All Mankind Dickinson The Elephant Queen Helpsters Snoopy in Space Ghostwriter Oprah’s Book Club Equipamentos compatíveis com o Apple TV+ iPhone ou iPod touch com iOS 12.3 ou posterior; iPad com tvOS 12.3 ou posterior; Apple TV 4K ou Apple TV HD com tvOS 12.3 ou posterior; Apple TV (3ª geração) com a atualização de software mais recente; Smart TV compatíveis: Samsung: FHD/HD séries 4 e 5 2018 QLED série 4K Q6, Q7, Q8 e Q9 2018/2019 QLED Séries 8K e Q9 2019 série The Frame 2018/2019 série The Serif 2019 série UHD 6, 7e 8 2018/2019 Macs com macOS Catalina; Smart TVs com AirPlay 2 Fonte:https://pplware.sapo.pt/apple/chegou-a-apple-tv/
  20. Em termos de qualidade de imagem e a Nos que ganha, a Meo ainda comprime muito por causa do ADSL...
  21. O HBO MAX vai chegar à Europa, acredito que o nosso pais como já tem o go também venha a ter o max... "Predicted 90 million customers in the U.S., Latin America and Europe, including 50 million domestic subscribers, by 2025." Fonte:https://whatsondisneyplus.com/new-hbo-max-details-announced/
  22. TekClub

    Notícias TVI

    TVI e Sérgio Figueiredo acusados pelo Ministério Público de ofensa à reputação económica O Ministério Público responsabiliza a TVI pela perda de 984 milhões de euros e por ter precipitado o encerramento do Banif. Em causa está a notícia emitida pela estação de Queluz no passado dia 13 de Dezembro de 2015, onde avançava que estaria iminente o encerramento do banco, o que acabaria por resultar em perdas na ordem dos 984 milhões de euros em depósitos no espaço de uma semana. De acordo com o despacho de acusação do Ministério Público, divulgado pelo Correio da Manhã, tanto o canal como o director de informação, Sérgio Figueiredo, são acusados do crime de ofensa à reputação económica por se considerar que a notícia, por ter provocado uma corrida ao levantamento dos depósitos, terá contribuído para precipitar o encerramento do Banif. No caso de Sérgio Figueiredo, a acusação estende-se ainda a desobediência qualificada por o director de informação da estação de Queluz se ter recusado a divulgar o nome do jornalista responsável pela notícia. “Na sequência da notícia, a situação de liquidez do Banif degradou-se pela diminuição dos depósitos dos clientes, que caíram 984 milhões”, refere o despacho de acusação do MP agora divulgado, onde se acrescenta que a divulgação da notícia de que o Governo ia avançar com a resolução do banco foi prejudicial por ter sido feita “sem assegurar ao Banif a possibilidade de se pronunciar em momento prévio” e sem se “asseverar, com segurança, da fiabilidade das informações que possuía”, o que “era o seu dever”. O mesmo despacho declara ainda que Sérgio Figueiredo “não se opôs a que notícia falsa fosse difundida”, apesar de estar ciente de que “sendo verdadeiro ou falso, tal conteúdo era prejudicial e ofensivo da credibilidade, consideração e prestígio, confiança e reputação” do Banif. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/10/tvi-sergio-figueiredo-acusados-pelo-ministerio-publico-ofensa-reputacao-economica/
  23. TekClub

    11

    20 anos de patrocínio da Galp à selecção no Canal 11 11 + Energia com a Galp é uma iniciativa do Canal 11 e da Galp que passa pela produção de conteúdos e rubricas que serão emitidos pela estação. O projecto, que arranca esta quinta-feira nas várias plataformas do 11, assinala as duas décadas de patrocínio da marca à selecção nacional. “Vamos celebrar e recordar o apoio à nossa selecção recuperando campanhas icónicas da marca, os protagonistas, as camisolas, os fãs e as músicas que marcam a história deste apoio a uma nação valente e imortal”, refere o canal, que assegura a produção do projecto. Entre as campanhas estão a Menos Ais, protagonizada por Luís Figo e com música dos Da Weasel, a das vuvuzelas ou a mais recente Leva Portugal a Peito, a propósito do Mundial 2018. Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/10/20-anos-patrocinio-da-galp-seleccao-no-canal-11/
  24. TekClub

    NOS

    Veja o NOS Play na App NOS TV A App NOS Play e a App NOS TV agora são um só! Com mais funcionalidades e maior presença em dispositivos, pode assistir agora aos conteúdos do NOS Play em qualquer lugar através da App NOS TV. Neste tópico explicamos tudo o que precisa de saber sobre esta atualização. Agora pode: Aceder ao catálogo NOS Play diretamente na App NOS TV Navegar mais facilmente, para encontrar os seus conteúdos preferidos Fazer os seus downloads assim como aceder às áreas NOS Play de forma rápida, através de um menu de atalhos dedicado aos mesmos Ver uma maior variedade de filmes ou séries relacionadas com aquilo que procura, pertencentes ao NOS Play Para os amantes do NOS PLAY: Agora, pode ver os melhores conteúdos enquanto navega nas suas redes sociais, através da funcionalidade PICTURE –IN– PICTURE. Fazer streaming das suas séries ou filmes preferidos para ver em maior dimensão, através do Chromecast ou AirPlay . Vai querer perder o melhor dos dois mundos das apps? FAQs Quais são as vantagens de ter a APP NOS Play integrada na App NOS TV? Passa a ter disponível a funcionalidade Picture in Picture bem como a possibilidade de ver o NOS Play numa TV sem box através do Airplay e Chromecast. Além disso, irá usufruir de todas as novas funcionalidades da App NOS TV. Com esta integração o serviço NOS Play vai perder algum conteúdo? Não, apenas se trata de uma integração completa da App NOS Play na App NOS TV. Se ainda não tem a app NOS TV instale aqui ou veja em nostv.pt. Fonte:https://forum.nos.pt/novidades-16/veja-o-nos-play-na-app-nos-tv-13953
  25. Sim são US$ 14,99 mensais...
×
×
  • Create New...