Jump to content
João

TDT - Televisão Digital Terrestre

Recommended Posts

Posted (edited)
há 2 minutos, JDaman disse:

Sugestão já mais que dada. Infelizmente, apesar de ser uma boa ideia, não me parece que SIC e TVI queiram isso, devido ao possível acréscimo de custos que tal traria.

Eu sei que esse Sugestão já foi mais que dada , porque e mesmo a Melhor.

Liberalizar o mercado Televisivo .

Edited by Dafiel

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aliás, até defendo que se devia alargar a definição do sinal aberto para meios como o satélite, devido à possibilidade de cobertura total de território que estes permitem.

Mas para isso, é preciso alterar substancialmente a nossa Lei da TV e adaptá-la a novas realidades.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
agora mesmo, JDaman disse:

Aliás, até defendo que se devia alargar a definição do sinal aberto para meios como o satélite, devido à possibilidade de cobertura total de território que estes permitem.

Mas para isso, é preciso alterar substancialmente a nossa Lei da TV e adaptá-la a novas realidades.

Um terceiro canal generalista sem ser a CM TV? TDT complementar por satélite?

Nós já devíamos ter concretizado isto há bastante tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
há 15 minutos, JDaman disse:

Sugestão já mais que dada. Infelizmente, apesar de ser uma boa ideia, não me parece que SIC e TVI queiram isso, devido ao possível acréscimo de custos que tal traria.

E se tivesses estado atento às aulas de História (para teres Direito no Secundário, assumo que estiveste em Línguas e Humanidades, como eu) saberias que a separação de poderes já vem muito antes do pós-Segunda Guerra Mundial. Onde é que andaste enfiado nas aulas onde se deu Iluminismo e as correntes liberais anti-absolutistas? É o estudasses...

Reprovei com distinção a ciencias, apesar de ser fanático por biologia e geologia e depois mudei-me para as Económicas onde finalmente fiz o secundário.

Edit:

A CRP é uma constituição da fámilia de constituições da República de Weimar, essa constituição alemã e de 1918, ou seja depois da primeira guerra mundial, e sim, mesmo o próprio Hitler teve que ir ao parlamento e exigir uma votação de poderes extra... Depois disso arrebentou com tudo.

Edited by Tuor

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Tuor disse:

Lol, veja só o chico esperto, na realidade votei no MPT, foi um voto de protesto, mas votei em consciência, há muitos como eu que nem sequer votam.

Pessoas idosas tão-se pouco lixando para políticos, a minha mãe por exemplo só vê a RTP Memória.

A ARTV está dependente da legislação em vigor, embora seja pertença da AR.

E vice-versa, se tivesse estudado direito como eu estudei no secundário saberia perfeita o que é o princípio de separação de poderes. E este princípio foi desenhado com um único objectivo, evitar que o que aconteceu na Alemanha em 1933 volte a acontecer (a concessão de poderes extra por parte do parlamento ao governo Nazi liderado por Hitler). Em resumo, o sistema está desenhado para que nenhum dos 4 poderes constitucionais obtenha o poder absoluto. Estão todos dependentes uns dos outros.

Isso é aquele partido que queria que os deputados sentassem no lugar que quisessem, independentemente da ideologia política, ou seja, no lugar em que lhes convinha. Uma confusão que seria.

Conheço gente que já tem muita idade e que se interessa por política.

Não é preciso ter Direito no Ensino Secundário para perceber o que é a Constituição e as leis. É preciso ter iniciativa e curiosidade para saber.

E o é que o nazismo tem a ver com esta conversa? Já parece o André Ventura no dia em que houve o debate sobre a morte medicamente assistida no Parlamento.

Se não gosta da ARTV, não a veja.

  • Like 3
  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 21 minutos, mavb98 disse:

Isso é aquele partido que queria que os deputados sentassem no lugar que quisessem, independentemente da ideologia política, ou seja, no lugar em que lhes convinha. Uma confusão que seria.

Conheço gente que já tem muita idade e que se interessa por política.

Não é preciso ter Direito no Ensino Secundário para perceber o que é a Constituição e as leis. É preciso ter iniciativa e curiosidade para saber.

E o é que o nazismo tem a ver com esta conversa? Já parece o André Ventura no dia em que houve o debate sobre a morte medicamente assistida no Parlamento.

Se não gosta da ARTV, não a veja.

Não faço a mínima ideia, só votei no MPT para me assegurar que o meu voto não elegia nenhum deputado. Infelizmente em Portugal só existem dois tipos de políticos, os nabos ou os corruptos... A questão da TDT é na realidade uma excelente prova disso, como não voto em nabos nem em corruptos votei num partido que sabia que não ia eleger nenhum deputado, como já disse, foi um voto de protesto.

Talvez... Os idosos que conheço, nenhum, em absoluto.

Bem dito.

O Nazismo foi apenas um exemplo que dei sobre a importância do equilíbrio de poderes, previsto na constituição.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Telecinco era suposto ter vindo com a TDT, de lá nada saiu.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Processo de migração da rede TDT suspenso devido aos constrangimentos associados ao COVID-19
O processo de migração da rede de TDT está suspenso devido aos constrangimentos associados ao COVID-19. A suspensão do processo decorre da prévia articulação entre a ANACOM e a MEO, operador da rede de TDT, e mereceu a necessária concordância do Governo. 

Na sequência desta decisão, os emissores que iriam ser alterados a partir da próxima segunda-feira, já não mudam de frequência. O processo será retomado assim que as condições associadas à pandemia o permitam. 

No entanto, como hoje se procedeu à mudança de frequências dos emissores do Couço (Alto Alentejo), da Trindade e da Estrela (Lisboa), e para assegurar que ninguém fica sem ver televisão, a ANACOM continuará nos próximos dias a auxiliar as populações através da linha de atendimento gratuita 800 102 002 e das equipas no terreno, caso precisem de ajuda para fazer a ressintonia dos seus equipamentos recetores. 

  • Sad 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Como deveria ser a TDT .
Deve ser atribuído as estações nacionais RTP,SIC,TVI um MUX " canal radio elétrico " a cada uma , como também criar MUXs regionais e locais canais  regionais e locais e serviços  por assinatura desvinculado dos operadores de telecomunicações com serviços de tv por subscrição .

Com a implementação a  da norma   DVB-T2  isto seria possível , ou uma rede 5G exclusiva para a televisão e radio . 

On 3/15/2020 at 12:09 AM, JDaman said:

Um processo de mudança para DVB-T2 já devia estar em cima da mesa. O COM7 em Londres tem cerca de 30Mbps ocupados praticamente só com canais de TV em HD em H264. A eficiência que não se antigiria se usássemos DVB-T2+H.265. Dava para encafuar bem todos os canais da TDT atual em 1080i com uma qualidade decente de imagem (isto tendo em conta que RTP3 e ARTV são canais são imagens sem grande movimento, pelo qual poderiam ser mais comprimidos). Não sobraria grande espaço para 4K, contudo, mas já seria grande avanço.

Há frequências radio elétricas para mais MUXs por isso existe espaço ,mas os amigalhaços da Altices e a fins não gostam que se fala muito .

Edited by toni

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
10 hours ago, toni said:

Como deveria ser a TDT .
Deve ser atribuído as estações nacionais RTP,SIC,TVI um MUX " canal radio elétrico " a cada uma , como também criar MUXs regionais e locais canais  regionais e locais e serviços  por assinatura desvinculado dos operadores de telecomunicações com serviços de tv por subscrição .

Com a implementação a  da norma   DVB-T2  isto seria possível , ou uma rede 5G exclusiva para a televisão e radio . 

Há frequências radio elétricas para mais MUXs por isso existe espaço ,mas os amigalhaços da Altices e a fins não gostam que se fala muito .

Que existem mais frequências isso é mais que público, uma vez a Altice, na altura PT, ganhou o concurso dos muxs de TV Paga e depois mais tarde veio pedir a sua revogação.

A questão de um mux por cada uma das empresas com um canal generalista é muito mais difícil pelo simples facto de não existir grande vontade por parte dos canais para pagar por isso. Durante este processo todo sempre se queixaram do preço que estavam a pagar por um único canal, imagino o que seria se tivessem que pagar por um mux inteiro...

Aliás, os próprios canais eram os principais interessados neste processo, nomeadamente em manter a sua posição privilegiada, e num mexeram uma palha basicamente. Do ponto vista estratégico a vida deles era mais fácil competir numa TDT forte mesmo que tivesse mais canais (uns 10, 20 ou 30) do que no cabo com um número quase ilimitado de canais e que pelo o facto de não estarem registados em Portugal não têm que cumprir as mesmas regras, algo que não aconteceria na TDT. Mas o cheque dos operadores no curto prazo foi mais importante do que o médio/longo prazo e agora têm que lidar com shares cada vez mais pequenos, com o público a fugir para os canais pagos e com isso têm receitas de publicidade muito menores...

Edited by zent
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quantos anos acham que vai demorar o TDT ter HD?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Just now, dav01 said:

Quantos anos acham que vai demorar o TDT ter HD?

Bem em teoria a TDT teve HD desde o seu início até à entrada da AR TV. O canal em alta definição que era para ser partilhado entre os 3 canais nunca chegou a emitir conteúdo mas esteve lá...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

@zent Devemos lembrar que na era analogica as próprias estações RTP,SIC,TVI tinha as suas próprias redes de transmissão  é por isso se designam  como estações de televisão e não canais televisivos .
Se a SIC e TVI não estão interessadas a investir na TDT como estações de televisão e querem ser simples canais do cabo pois o sejam, não deve faltar interesse para surgimento  de novos de canais generalistas .
Alguém já imaginou ter que pagar a um operador de telecomunicações para ouvir radio , assim na mesma analogia a rádios tem o seus próprios emissores , porque na televisão  tem que ser diferente ?
Não faz sentido a forma da transmissão da televisão por único canal radio elétrico ou seja como conhecemos a actual TDT   .

Edited by toni

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

 HbbTV ?
Algo que a nossas estações de televisão "RTP,SIC,TVI" deveriam pensar numa  joint venture , mas  SIC e TVI o único insteresse é criar o programa mais azeiteiro possível .

 

 

 

 

Edited by toni

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, toni said:

@zent Devemos lembrar que na era analogica as próprias estações RTP,SIC,TVI tinha as suas próprias redes de transmissão  é por isso se designam  como estações de televisão e não canais televisivos .
Se a SIC e TVI não estão interessadas a investir na TDT como estações de televisão e querem ser simples canais do cabo pois o sejam, não deve faltar interesse para surgimento  de novos de canais generalistas .
Alguém já imaginou ter que pagar a um operador de telecomunicações para ouvir radio , assim na mesma analogia a rádios tem o seus próprios emissores , porque na televisão  tem que ser diferente ?
Não faz sentido a forma da transmissão da televisão por único canal radio elétrico ou seja como conhecemos a actual TDT   .

A distribuição/emissão do sinal da RTP e da SIC estava a cargo da PT (A formação da Portugal Telecom consistiu na aglomeração de várias empresas uma delas a responsável pela emissão de TV que fazia parte da RTP). Só a TVI tinha a sua rede de distribuição e emissão  a RETI, que vendeu à PT na altura do concurso da TDT, e segundo relatos da época só avançou para a rede própria porque a PT pedia uma um preço muito mais alto para a difusão do seu sinal face ao que cobrava à RTP e SIC.

A analogia rádio/TV não é muito válida pelo simples facto de a organização ser bastante diferente. A generalidade da rádio em Portugal é um conjunto de estações/emissores locais, se não estou em erro só há três rádios nacionais, o resto é uma colagem de rádios locais/regionais feita pelos grandes grupos para ter uma emissão na maioria do país. Além disso nada impede que pagues a um operador para ouvir rádio, por acaso não existe nenhuma rádio feita em exclusivo para isso mas nada o impede e várias rádios já são distribuídas também nesses serviços.

Do ponto de vista estratégico faz sentido ter uma única empresa a gerir a emissão dos vários canais, que é aliás a opção seguida por muitos países, porque torna muito mais fácil administrar muitos canais de empresas diferentes na mesma plataforma, ainda mais no mesmo mux. Além disso não acrescenta grande coisa ter várias redes de distribuição e emissão para a mesma coisa, se fosse uma por mux em Portugal seriam 6 redes diferentes (Mux A a F), a não ser um acréscimo enorme dos custos para todos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

@zent A gestão das redes terrestres para televisão e radio  por uma empresa telecomunicações  num só canal radio elétrico , põem em causa valores da imparcialidade das estações de televisão e independência das mesmas , como também o sinal de esse único canal radio elétrico não garante que se tenha sempre  acesso aos canais nacionais,  se cada estação nacional tiver o seu próprio Mux garante que os cidadãos tenha acesso a informação temos como exemplo os incêndios que houve em Portugal onde certas regiões ficaram  sem acesso a televisão devido os emissores terem sido afetados pelos fogos, com MUXs atribuídos as estações de televisão nacionais  reduz a hipótese  se tal acontecer , como também maior flexibilidade técnica por parte das estações de televisão como a não necessidade de autorização parlamentar de criação de novos canais televisivos  .
A TDT não deve ser uma copia  da oferta de canais das redes privadas  dos operadores de comunicações onde abunda canais de origem anglo-saxónica, as redes terrestre devem ter uma cariz nacional livre de interesses mercantis  dos operadores de telecomunicações ,  uma TDT nas mãos das estações nacionais salvaguarda o interesse nacional .

Atual rede TDT esta estagnada , um MUX , uma  empresa, mais barato para  estações nacionais privadas  , mais caro para os  cidadãos que tem aderir aos serviços de tv dos operadores de telecomunicações .

 

Edited by toni

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
1 hour ago, toni said:

@zent A gestão das redes terrestres para televisão e radio  por uma empresa telecomunicações  num só canal radio elétrico , põem em causa valores da imparcialidade das estações de televisão e independência das mesmas , como também o sinal de esse único canal radio elétrico não garante que se tenha sempre  acesso aos canais nacionais,  se cada estação nacional tiver o seu próprio Mux garante que os cidadãos tenha acesso a informação temos como exemplo os incêndios que houve em Portugal onde certas regiões ficaram  sem acesso a televisão devido os emissores terem sido afetados pelos fogos, com MUXs atribuídos as estações de televisão nacionais  reduz a hipótese  se tal acontecer , como também maior flexibilidade técnica por parte das estações de televisão como a não necessidade de autorização para parlamentar de criação de novos canais televisivos  .
A TDT não deve ser uma copia  da oferta de canais das redes privadas  dos operadores de comunicações onde abunda canais de origem anglo-saxónica, as redes terrestre devem ter uma cariz nacional livre de interesses mercantis  dos operadores de telecomunicações ,  uma TDT nas mãos das estações nacionais salvaguarda o interesse nacional .

Atual rede TDT esta estagnada , um MUX , uma  empresa, mais barato para  estações nacionais privadas  , mais caro para os  cidadãos que tem aderir aos serviços de tv dos operadores de telecomunicações .

 

Não concordo necessariamente com a questão da imparcialidade, uma vez que a questão só se punha se a empresa de gestão de rede pudesse decidir livremente que canal emitia ou não, coisa que atualmente não acontece, duvido que fosse acontecer, e de facto era uma opção perigosa em que uma empresa podia impedir arbitrariamente determinados canais de serem emitidos no país através de um meio universal como a TV terrestre.

A distribuição e emissão pode estar atribuída a uma empresa, nomeadamente através de uma concessão, e a gestão dos canais em cada mux pode ser feito por outra entidade, seja ela estatal, como a ERC ou Anacom, ou privada como cada um grupos de media, são coisas distintas. Já a questão de resiliência de rede não depende da existência de múltiplas redes, podem existir emissores de recurso em locais diferentes (para existir diversidade no espaço) que só são usados caso os principais se desliguem. Basta ver que na questão dos incêndios, todas as redes de telemóvel foram afetadas, a existência de múltiplas redes não resolve a questão, ainda para mais quando a área do problema é bastante grande.

Quanto ao facto de a TDT estar estagnada, está desde a nascença essencialmente... e as culpas são generalizadas. O público em geral nunca se interessou muito, as empresas afetadas tiveram uma participação quase inexistente e poder político tomou decisões desastrosas.

Edited by zent

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se a RTP tivesse neste momento um Mux  próprio poderia ter criado um canal exclusivo para a tele-escola  ou poderia realizar testes de emissões especiais em HD ou em 4K ou ate alugar espaço a outros canais que se encontra no cabo ,  teria em termos técnicos mais flexibilidade na qualidade do áudio dos seus canais , assim como esta  restrita ao preço por MB logo a qualidade de imagem e audio fica aquém , com a mudança para DVB-T2 + H.265  codec é uma oportunidade para isto acontecer .

Mas uma rede 5G exclusiva para transmissão televisão e radio seria o ideal,  desde que a rede fosse gerida por uma empresa exclusiva  não ligada aos operadores de telecomunicações  numa  joit venture  entre a RTP,SIC,TVI nas construção de tal rede.
 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Num país  80 % vê televisão em sinal aberto e quem vivem condomínios não prescinde de tal direito , a  mudança de frequências por causa do 5G  não é só uma só simples sintonia .

 

 

Edited by toni

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 6 horas, toni disse:

 HbbTV ?
Algo que a nossas estações de televisão "RTP,SIC,TVI" deveriam pensar numa  joint venture , mas  SIC e TVI o único insteresse é criar o programa mais azeiteiro possível .

 

 

 

 

Isto existe mesmo, ito é muito fixe?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...