Jump to content

Dobragens na TV/Cinema


Ambrósio

Recommended Posts

  • Replies 1.3k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

1 hora atrás, ManuelM disse:

"Jorge Paupério arrisca dizer que o decréscima de público nos cinemas, salvo fenómenos como as 50 Sombras de Grey ou o Pátio das Cantigas, além dos preços elevados nas bilheteiras, advém do facto do cinema estar legendado."

Ou se calhar, porque é possível fazer download gratuito dos filmes na Internet... Digo eu...

Se fosse tudo dobrado, provavelmente ainda diminuia mais...

Essa parte é só uma desculpa para poder ter mais trabalho, digo eu. Aliás no artigo se reparares tem lá um link para uma versão dobrada que fizeram do Amigos Improváveis e soa muito estranha... A nossa língua é muito diferente do francês, do espanhol (postei aqui aquela série que só foi mesmo dobrada porque a foi a TVI transmiti-la em HN) e do próprio inglês americano na forma de falar, acabam sempre por escapar algumas coisas.
Acho que o problema é mais o afastamento das crianças e jovens principalmente das dobragens de filmes de animação (cada vez mais gente prefere ver em V.O...) e aí já se pode falar numa questão cultural... eu cá vou contra isso, não vejo em que casos a nossa língua pode estragar um filme de animação, só mesmo se a dobragem for mal feita ou irritante (e cada vez estou mais farto de ouvir "americano" em todo o lado, não queria começar a ter que o aturar também nos filmes de animação...). Por acaso vi o Inside Out em inglês porque vi erros de tradução na V.P, mas foi uma excepção.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

32 minutos atrás, canal5 disse:

Essa parte é só uma desculpa para poder ter mais trabalho, digo eu. Aliás no artigo se reparares tem lá um link para uma versão dobrada que fizeram do Amigos Improváveis e soa muito estranha... A nossa língua é muito diferente do francês, do espanhol (postei aqui aquela série que só foi mesmo dobrada porque a foi a TVI transmiti-la em HN) e do próprio inglês americano na forma de falar, acabam sempre por escapar algumas coisas.
Acho que o problema é mais o afastamento das crianças e jovens principalmente das dobragens de filmes de animação (cada vez mais gente prefere ver em V.O...) e aí já se pode falar numa questão cultural... eu cá vou contra isso, não vejo em que casos a nossa língua pode estragar um filme de animação, só mesmo se a dobragem for mal feita ou irritante (e cada vez estou mais farto de ouvir "americano" em todo o lado, não queria começar a ter que o aturar também nos filmes de animação...). Por acaso vi o Inside Out em inglês porque vi erros de tradução na V.P, mas foi uma excepção.

Eu acho que os filmes de animação e as séries infantis deviam ser dobrados, mas agora filmes e séries para adolescentes/adultos não...

EDIT: Tive a ver agora o trailer dobrado do filme e não acho piada nenhuma... :| As partes que tem piada no filme original (já vi o filme em Frances) não tem na V.P.

Edited by ManuelM
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Está a dar na SIC o filme Corcunda de Notre Dame, a versão portuguesa foi considerada a melhor a nível mundial! Recebe uma mensão honrosa pela melhor interpretação do tema "Longe do Mundo" cantado maravilhosamente pela Sara Tavares.

Quasimodo - Rómulo Fragoso (o atual Artémis em Sailor Moon Crystal)/ Tó Cruz nas canções.

Esmeralda - Isabel Ribas (a Pata Margarida da Disney ou a Ashley A de Recreio)

Juiz Frollo - Mário Pereira

Capitão Phoebus - Paulo B. (Yosemite Sam dos Looney Tunes)

Chopin - André Maia

Gárgulas:

Victor - Paulo Oom

Hugo - José Raposo

Laverne - Maria José (mãe da atriz Rita Ribeiro)

 

 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Versão Portuguesa de Bela Adormecida

Princesa Aurora - Carla García (Candace do Phineas e Ferb ou Sailor Venus em Sailor Moon Crystal)

Príncipe Filipe - Marco Medeiros (o actor da Floribella)

Fada Madrinha Flora (Vermelha) - Cucha Carvalheiro

Fada Madrinha Fauna (Verde) - Isabel Ribas

Fada Madrinha Primavera (Azul) - Leonor Alcácer (a professora Batanete)

Maléfica - Rita Alagão (Mãe do Isaac Alfaiate nos MCA4)

Rei Estevão - Joel Constantino

Rei Humberto - Paulo Oom

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

O que eu sei é que, ainda há bocado a passar pela SIC, estava o Corcunda a cantar e assustei-me :| Credo, que falta de gosto.

É impossível eu gostar destes filmes, pronto :haha: Não há nada a fazer

Edited by Magazine
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Manú Silva disse:

Versão Portuguesa de Bela Adormecida

Maléfica - Rita Alagão (Mãe do Isaac Alfaiate nos MCA4)

 

Horrivel.

Prefiro mil vezes a dobragem brasileira do filme, também cresci com ela. E assemelha-se bem mais à versão original.

Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Manú Silva disse:

So salientar que versão portuguesa da bela adormecida foi feita em 2008 para DVD. Realmente é um bocado frouxa, ficou aquém de outro filmes. Só  gostei das vozes das fadas madrinhas, do rei Humberto e da Auroura. 

A dobragem não é de 1995? Diz na wiki!

Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Manú Silva disse:

So salientar que versão portuguesa da bela adormecida foi feita em 2008 para DVD. Realmente é um bocado frouxa, ficou aquém de outro filmes. Só  gostei das vozes das fadas madrinhas, do rei Humberto e da Auroura. 

Hoje as dobragens parecem ter baixado em qualidade. Começamos como amadores, depois houve um pico, depois baixamos.

Link to comment
Share on other sites

Existe um blog sobre desenhos animados que tem informações sobre tudo e mais alguma coisa, derivadas dos anos anos 60 a fins de 90. Está lá essa informação. Esse blogger é de confiança porque ele fala com os actores e todos os profissionais do meio. Portanto ele sabe do que fala. Além disso, a actriz Carla Garcia só começou a fazer dobragens a partir de 2000, portanto não pode ser de 1995.

É normal preferirem a versão brasileira porque já acompanham há mais tempo e já estão habituados.

Desculpa @ATVTQSV, mas não concordo de todo contigo. A maior parte dos filmes Disney e Dreamworks, a versão portuguesa é considerada das melhores a nível mundial. As séries podem estar mais industrializadas mas não perderam o rigor. Tecnicamente estamos muito melhor, já não existem tanto a trocas de vozes constantes que costumavam haver.

 

 

Link to comment
Share on other sites

4 horas atrás, Manú Silva disse:

Desculpa @ATVTQSV, mas não concordo de todo contigo. A maior parte dos filmes Disney e Dreamworks, a versão portuguesa é considerada das melhores a nível mundial. As séries podem estar mais industrializadas mas não perderam o rigor. Tecnicamente estamos muito melhor, já não existem tanto a trocas de vozes constantes que costumavam haver.

Bem, pelo que disseram a dobragem do Rei Leão era a segunda melhor dobragem a nível mundial, ou seja, começamos bem, depois baixou, depois houve um "segundo pico".

Link to comment
Share on other sites

6 horas atrás, Manú Silva disse:

Desculpa @ATVTQSV, mas não concordo de todo contigo. A maior parte dos filmes Disney e Dreamworks, a versão portuguesa é considerada das melhores a nível mundial. As séries podem estar mais industrializadas mas não perderam o rigor. Tecnicamente estamos muito melhor, já não existem tanto a trocas de vozes constantes que costumavam haver.

E aqui desculpa @Manú Silva mas o tempo em que as versões portugueses eram consideradas as melhores a nível mundial já pode ter passado, agora nota-se que apesar de não serem más têm piorado e já não se ouve muito essa ideia.
Mesmo assim acho que não foram as dobragens que pioraram muito, foram sim as traduções! Parece que hoje toda a gente faz apenas uma tradução literal do inglês e não há espaço para o improviso como antes, assim algumas expressões e ideias da V.O são mal transmitidas na V.P... e vê-se que há uma linguagem cada vez mais formal, o que não gosto nada...

Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, canal5 disse:

E aqui desculpa @Manú Silva mas o tempo em que as versões portugueses eram consideradas as melhores a nível mundial já pode ter passado, agora nota-se que apesar de não serem más têm piorado e já não se ouve muito essa ideia.
Mesmo assim acho que não foram as dobragens que pioraram muito, foram sim as traduções! Parece que hoje toda a gente faz apenas uma tradução literal do inglês e não há espaço para o improviso como antes, assim algumas expressões e ideias da V.O são mal transmitidas na V.P... e vê-se que há uma linguagem cada vez mais formal, o que não gosto nada...

Aí sim já concordo!

Edited by Manú Silva
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, canal5 said:

E aqui desculpa @Manú Silva mas o tempo em que as versões portugueses eram consideradas as melhores a nível mundial já pode ter passado, agora nota-se que apesar de não serem más têm piorado e já não se ouve muito essa ideia.
Mesmo assim acho que não foram as dobragens que pioraram muito, foram sim as traduções! Parece que hoje toda a gente faz apenas uma tradução literal do inglês e não há espaço para o improviso como antes, assim algumas expressões e ideias da V.O são mal transmitidas na V.P... e vê-se que há uma linguagem cada vez mais formal, o que não gosto nada...

Dado que alguns improvisos se revelaram uma autêntica idiotice, a pressão que houve para as dobragens serem o mais parecido com o original nem é um ponto negativo. Embora, como em tudo, também haja os casos que terem fugido da versão original tenha sido bom. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, canal5 disse:

E aqui desculpa @Manú Silva mas o tempo em que as versões portugueses eram consideradas as melhores a nível mundial já pode ter passado, agora nota-se que apesar de não serem más têm piorado e já não se ouve muito essa ideia.
Mesmo assim acho que não foram as dobragens que pioraram muito, foram sim as traduções! Parece que hoje toda a gente faz apenas uma tradução literal do inglês e não há espaço para o improviso como antes, assim algumas expressões e ideias da V.O são mal transmitidas na V.P... e vê-se que há uma linguagem cada vez mais formal, o que não gosto nada...

O que é que isso significa? 

Link to comment
Share on other sites

16 minutos atrás, Anastacia disse:

O que é que isso significa? 

Versão Original

Versão Portuguesa

Hoje em dinão suporto dobragens, tenho de ver tudo original, mesmo os filmes animados que via em puto. xD

Daí raramente ver os filmes que passam na SIC...

E depois temos abortos como a dobragem do Chapeleiro Louco no filme do Tim burton de 2010, aquilo deu-me voltas ao estômago, quase precisei de ajuda psiquiátrica depois de ser submetido ao visionamento do filme na versão dobrada.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

12 horas atrás, João F. disse:

Versão Original

Versão Portuguesa

Hoje em dinão suporto dobragens, tenho de ver tudo original, mesmo os filmes animados que via em puto. xD

Daí raramente ver os filmes que passam na SIC...

E depois temos abortos como a dobragem do Chapeleiro Louco no filme do Tim burton de 2010, aquilo deu-me voltas ao estômago, quase precisei de ajuda psiquiátrica depois de ser submetido ao visionamento do filme na versão dobrada.

Exagero não!? É preciso tanto drama? Se gostas de ver a Versão Original é contigo, agora lá porque estás habituado a isso, não quer dizer que tudo o que vejas em português seja uma bodega!

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Manú Silva disse:

Exagero não!? É preciso tanto drama? Se gostas de ver a Versão Original é contigo, agora lá porque estás habituado a isso, não quer dizer que tudo o que vejas em português seja uma bodega!

Já viste a versão portuguesa, por acaso? A voz do Chapeleiro tem alguma coisa a ver com a voz do Johnny Depp? Ele parece que tem um atraso mental na versão portuguesa.

Link to comment
Share on other sites

Eu acho que se deve continuar a apostar nas dobragens que é uma arte como tantas outras! é preciso valorizar o trabalho de todos esses profissionais, portugal tem excelentes empresas de dobragens e temos algumas das melhores do mundo, tenho andado a ver filmes de animação pelo Natal e realmente não nos podemos queixar! Eu gosto de ver a VP dos filmes, nesse exemplo do Chapeleiro de Alice in Wonderland do Tim Burton só vi a VO e não VP mas a intenção também não é que o dobrador seja igual ao ator que deu vida originalmente à personagem, não precisa de copiar em tudo e de se assemelhar ao máximo também pode e deve criar o seu espaço! 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...