Jump to content
DanielLuis

Festival Eurovisão da Canção 2018

Recommended Posts

Opinião das músicas (escrevi em inglês no Twitter e traduzi com o Google Tradutor, não me julguem):

Alvoroço é um tipo de música de Sérgio Godinho ... Muitas palavras e a voz são quase as mesmas ...
Com Gosto Amigo é uma típica canção portuguesa com a guitarra portuguesa e ex-referências FdC nas letras ... Isso é bom?
Eu Te Amo outra balada com um pouco mais de ritmo do que as outras ...
Zero a Zero é diferente e um pouco mais otimista. Antes que o coro seja meio brasileiro ... :)
A Austrália é um grande MEH para mim ... Referências Camões e é uma música dos anos 80 ...
(Sem título) é um tipo de música Salvadoresque ... A voz é quase a mesma que a de Salvador ...
Anda a Estragar-me os Planos outra balada meh... PRÓXIMO!
Para Te Dar Abrigo se encaixa muito bem na voz de Anabela! Canção portuguesa muito típica! Um pouco como ele! : p
Para Sorrir Não Preciso de Nada tem outra voz que eu gosto (Catarina Miranda). Mas é outra balada com um piano e uma boa onda ...
Sem Medo é uma música de Jorge Palma ... Você reconheceria isso em todos os lugares ...
O Som da Guitarra é a Alma de um Povo é uma música do Cid com alguns instrumentos portugueses ... Um pouco mais divertido do que o resto ...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gostei da música da Rita Dias, é bastante parecida com o Hino da RTP Memória que ela cantou. Não é extraordinária, nem acho que se deve destacar de estiver na Eurovisão. Gostei do Alvoroço e Eu Te Amo, mas são músicas que não se destacam. Se Portugal se quisesse destacar, tinha que trazer algo completamente diferente do que a canção vencedora.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Meu TOP7 da Semifinal 1 do Festival da Canção (12 FEV):
Legenda: mantem no TOP anterior | sai do TOP anterior | +# sobe | -# baixa | Voz | Musica | Letra

01 V++ | M++ | L+ (5) "A Mesma Canção" - Maria Amaral (Música: Paulo Praça / Letra: Nuno Miguel Guedes)
02 V++ | M++ | L+/- (4,5) "Zero a Zero" - Joana Espadinha (Música e Letra: Luís Nunes (Benjamin))
03 V++ | M+ | L+ (4) "Com Gosto Amigo" - Rita Dias (Música: Rita Dias e Filipe Almeida / Letra: Rita Dias)
04  V++ | M+/- | L+ (3,5) "(sem título)" - Janeiro (Música e Letra: Janeiro)
05 V+ | M++ | L+/- (3,5) "Eu Te Amo" - Beatriz Pessoa (Música e Letra: Mallu Magalhães)
06 V++ | M+/- | L+ (3,5) "Para Te Dar Abrigo" - Anabela (Música: Fernando Tordo / Letra: Tiago Torres da Silva)  
07 V++ | M- | L+/- (3,5) "Só Por Ela" - Peu Madureira (Música e Letra: Diogo Clemente

08 V+ | M+/- | L+/- (2) "Para sorrir eu não preciso de nada" - Catarina Miranda (Música: Júlio Resende / Letra: Camila Ferraro)
09 V- | M++ | L- (2) "O som da guitarra é a alma de um povo" - José Cid e Gonçalo Tavares (Música e Letra: José Cid)
10 V+/- | M+ | L- (1,5) "Sem Medo" - Rui David (Música e Letra: Jorge Palma)
11 V+/- | M+/- | L- (1) "Austrália" - Bruno Vasconcelos (Música: Nuno Rafael / Letra: Samuel Úria)
12 V- | M+ | L- (1) "Alvoroço" - JP Simões (Música e Letra: JP Simões)
13 V- | M+/- | L- (0,5) "Anda Estragar-me os Planos" - Joana Barra Vaz (Música e Letra: Francisca Cortesão e Afonso Cabral)
Edited by Vítor Jardim
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Passadas 2 horas, o TOP7 de visualizações no Youtube:

01 339 "Zero a Zero" - Joana Espadinha (Música e Letra: Luís Nunes (Benjamin))
02 322 "(sem título)" - Janeiro (Música e Letra: Janeiro)
03 281 "Para sorrir eu não preciso de nada" - Catarina Miranda (Música: Júlio Resende / Letra: Camila Ferraro)
04 248 "A Mesma Canção" - Maria Amaral (Música: Paulo Praça / Letra: Nuno Miguel Guedes)
05 231 "Com Gosto Amigo" - Rita Dias (Música: Rita Dias e Filipe Almeida / Letra: Rita Dias)
06 227 "Só Por Ela" - Peu Madureira (Música e Letra: Diogo Clemente)
07 220 "Para Te Dar Abrigo" - Anabela (Música: Fernando Tordo / Letra: Tiago Torres da Silva)  




 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Após ouvir os excerptos, aqui estão as que mais me interessaram:

Janeiro, Joana Espadinha, Beatriz Pessoa, Catarina Miranda, Peu Madureira, Bruno Vasconcelos e Rita Dias

Ainda não sei qual é a fascinação pela canção da Maria Amaral... - talvez acabe por gostar da canção na sua versão completa, mas ainda não me deu aquela luzinha que normalmente gosto numa balada

Esperava um poquinho mais do combo Anabela + Tordo. Vamos lá ver como soará na sua versão completa este Domingo...

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 08/02/2018 at 21:52, Vítor Jardim disse:

Alguem pagou o Seguro contra todos os riscos?:boxing: ... Se a RTP está a arriscar é porque vamos ser Bicampeões Eurovisivos! :6::bounce::dance: #ESCPortugal2019

Depois de ver esta 1ª Semifinal... Retiro o que disse! xD

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Mesma Canção é a única coisa que se salva desse CD do Salvador :suicide: 

Também não desgosto da "Zero a Zero". Que a SF2 seja melhor :S 

  • Like 1
  • LOL 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 10 minutos, Tiago João disse:

A Mesma Canção é a única coisa que se salva desse CD do Salvador :suicide: 

Também não desgosto da "Zero a Zero". Que a SF2 seja melhor :S 

Agora ouve tudo outra vez, dorme um pouco e acorda. Espero que acordares adquira um pouco de bom gosto :suicide:

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 10 minutos, AGUI disse:

Agora ouve tudo outra vez, dorme um pouco e acorda. Espero que acordares adquira um pouco de bom gosto :suicide:

Espero que quando acordar também consiga perceber o que quiseste dizer :suicide: 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu até gostei da "Para te Dar Abrigo" da Anabela, mas achei muito idêntica ao Salvador. 
 

A minha favorita acho que é a do José Cid... gostei muito| 

Share this post


Link to post
Share on other sites

tanta balada (ou similar), pede-se um bocadinho mais de variedade na 2ª semifinal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alvoroço: meh
Com Gosto Amigo: meh
Eu te Amo: é bonitinha
Zero a Zero: meh
Austrália: bah
(sem título): gosto, mas é Salvador style
Só por Ela: bah
Para te Dar Abrigo: not bad
A Mesma Canção: ouve-se
Para Sorrir eu Não Preciso de Nada: meh
Sem Medo: bah
O Som da Guitarra é a Alma do Povo: Ew
Anda Estragar-me os Planos: meh

Fiquei desiludido com as músicas, nem me vou dar ao trabalho de análises pormenorizadas. (sem título) parece-me ser a melhorzinha e mesmo assim não é nada de especial...

Preocupam-se tanto com a letra e em utilizar palavras caras que rimem e esquecem-se do ritmo.

 

  • LOL 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um bocadinho? Pede-se Pop, Rock, Opera, Hevy Metal, na 2ª Semifinal! Se queremos vencer temos de animar mais a malta com músicas mais fortes! xD Oh meu Deus, já estou a ver as audiencias de FdÇ2018 a ficarem-se por mínimos históricos... :'(  ahhaha

Share this post


Link to post
Share on other sites

Última Hora: Reações dos fans às músicas da Semifinal 1 do Festival da Canção 2018! x'DDD
 

(Quem conseguir ouvir mais de 3 minutos ganha o prémio do dia: 2500€ em vales da ÉGIRO + a gravata do Júlio Isídro da novela Fdç - Temporada 53) xD

Eu não posso mais com dores de tanto rir... :lol:

Edited by Vítor Jardim
  • LOL 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 20 minutos, Vítor Jardim disse:

Um bocadinho? Pede-se Pop, Rock, Opera, Hevy Metal, na 2ª Semifinal! Se queremos vencer temos de animar mais a malta com músicas mais fortes! xD Oh meu Deus, já estou a ver as audiencias de FdÇ2018 a ficarem-se por mínimos históricos... :'(  ahhaha

O objetivo não é vencer, não quero que a RTP vá à falência. Acho que devíamos trazer, nesta edição no nosso país, algo que nos representasse e mostrasse a nossa essência, mas que se destacasse. Não quero que aconteça o mesmo que aconteceu à Ucrânia.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não acho as músicas assim tão más. Estão melhores do que as do ano passado. As que me pareceram melhores foram, sem ordem, Eu Te Amo, Para Te Dar Abrigo, (Sem Título) e Zero a Zero. 

Noto, no entanto, muita monotomia. Eu, que até sou a favor de sorteios, julgo que a RTP deveria escolher as canções que atuam em cada semifinal para haver mais diversidade. Prevejo que aconteça o mesmo que no ano passado: uma primeira semifinal muito calma e uma segunda muito alegre... Seria melhor ter um pouco de cada em cada semifinal.

Edited by Televisão 10
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ouvi os excertos das músicas e só comprovou aquilo que já sabia: a RTP continua a não fazer a mínima ideia do que é seleccionar canções que tenham o mínimo de hipóteses de ganhar, ou ficar bem posicionadas, na competição que é a Eurovisão.

Estas canções nem sequer seriam êxitos em Portugal, quanto mais na Europa!

Só prova que, de facto, a música do Salvador Sobral foi um acaso.

Porque é que a RTP não convida artistas e compositores mais modernos, deste género:

(Ela é portuguesa e a equipa de produtores são canadianos)

Entre muitos outros exemplos. A cena musical portuguesa está a ficar cada vez mais interessante, mas a RTP continua a convidar produtores e compositores que fazem músicas com cheiro a mofo e que nunca serão êxitos de rádio em 99,9% dos casos. Deviam-se preocupar em convidar produtores e compositores com provas dadas nos tops musicais, não apenas os amiguinhos do costume que não conseguem meter uma música no Top 50, sequer... porque será?...

  • Like 2
  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 43 minutos, Cable Guy disse:

Ouvi os excertos das músicas e só comprovou aquilo que já sabia: a RTP continua a não fazer a mínima ideia do que é seleccionar canções que tenham o mínimo de hipóteses de ganhar, ou ficar bem posicionadas, na competição que é a Eurovisão.

Estas canções nem sequer seriam êxitos em Portugal, quanto mais na Europa!

Só prova que, de facto, a música do Salvador Sobral foi um acaso.

Porque é que a RTP não convida artistas e compositores mais modernos, deste género:

(Ela é portuguesa e a equipa de produtores são canadianos)

Entre muitos outros exemplos. A cena musical portuguesa está a ficar cada vez mais interessante, mas a RTP continua a convidar produtores e compositores que fazem músicas com cheiro a mofo e que nunca serão êxitos de rádio em 99,9% dos casos. Deviam-se preocupar em convidar produtores e compositores com provas dadas nos tops musicais, não apenas os amiguinhos do costume que não conseguem meter uma música no Top 50, sequer... porque será?...

Ainda convidaram o Diogo Piçarra, que até pensou em não aceitar. Tal como devem ter convidado muitos outros que não têm interesse ou não se querem ver associados à Eurovisão. Também já convidou, por exemplo, os Amor Electro. De certeza que não convida só "os amiguinhos do costume" (e se não tivesse convidado esses "amiguinhos", nunca teríamos ganhado). E acho que a RTP deve convidar compositores de todos os géneros musicais, não apenas alguns. Se os músicos aceitam ou não, é outra história.

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutes ago, AGUI said:

Ainda convidaram o Diogo Piçarra, que até pensou em não aceitar. Tal como devem ter convidado muitos outros que não têm interesse ou não se querem ver associados à Eurovisão. Também já convidou, por exemplo, os Amor Electro. De certeza que não convida só "os amiguinhos do costume" (e se não tivesse convidado esses "amiguinhos", nunca teríamos ganhado). E acho que a RTP deve convidar compositores de todos os géneros musicais, não apenas alguns. Se os músicos aceitam ou não, é outra história.

Um dos maiores DJs portugueses, Mastik Soul, ofereceu-se à RTP para fazer uma música para a Eurovisão, e eles recusaram. Portanto isso para mim é um chorrilho de tretas.

Na maioria das finais nacionais europeias, vemos produtores convidados que também são DJ. Porque é que nunca se vê isso em Portugal? Simples: porque a RTP não os convida ou não está interessada. Há centenas de profissionais que poderiam convidar. Mas não estão interessados. Estão sempre interessados, sim, em convidar compositores de  'música ligeira', com o pianinho e a guitarra e a letra em português, em 95% dos casos.

E, sim, ganhámos com o Salvador Sobral e a composição da Luísa Sobral, mas isso foi simplesmente uma vez num milhão. Calhou a Luísa Sobral ser uma compositora genial e o Salvador Sobral ter uma voz e uma performance únicas. De resto, na final nacional do ano passado só se aproveitavam 2 músicas na minha opinião ("Amar Pelos Dois" e "Nova Glória", curiosamente as mais votadas pelo público). O resto eram músicas que nunca iriam ser sucesso de rádio em Portugal (e não o foram!), quanto mais sucessos na Eurovisão. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Convidem quem convidarem, a verdade é que chegam-se ao festival e "acobardolam-se" para envergonhar o País. Ainda hoje houve um rapaz estrangeiro que já analisou as música e diz que esperava algo mais: "é tudo tão igual, muito tradicional, mas nada impactante. Preciso de algo muito mais poderoso na segunda Semifinal."

Será que a Eurovisão ainda é Tabu para a maioria dos artistas portugueses? Ainda hoje vi uma entrevista de retrospetiva às Doce e elas disseram que no seu tempo o Festival da Canção era uma rampa de lançamento das carreiras de qualquer artista e que cada um dava o melhor de si tanto para Portugal como para a Europa pela Eurovisão.

Hoje em dia não parece se ver isso. O Festival da Canção está a ser um bloqueio preconceituoso entre estes artistas e o panorama europeu.  Os artistas acham que o cariz do nosso festival é classico dos anos 60, 70, 80 e acabam por entregar musicas mais calmas, mais simples que deixa a desejar do melhor que já nos provaram em canções anteriormente postadas.

Vi o Festival de Sanremo e o nosso festival parece querer manter nesse registo. Porque? Não estamos a divulgar música portuguesa pura e dura, apenas trabalho letrista com melodia "intemporal" a acompanhar... Menos mal que as músicas não acabam por falar da mesma temática. Falta polir todas estas músicas para que o cunho do interprete enalteça a canção em vez de ser encobrido pela melodia conservativa.

Sabem porque ganhamos com o Salvador? Para além de outros aspetos, a música da Luísa ia simplesmente pura em tons brasileiros acusticos e decidiram arriscar antes do FdC2017 com um revamp do arranjo do Luís Figueiredo no qual mandaram a melhor versão possível da canção. 

Este Festival tem de quebrar com a tradição duma vez por todas! Mais não digo!

Edited by Vítor Jardim
  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Podem dizer o que quiserem, o facto é que este ano o ESC é em Lisboa. Não achei as músicas más. 

  • Like 3
  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...