Jump to content

Vanda [OPTO SIC]


Recommended Posts

  • Replies 216
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

essas sugestões seriam muito giras só se Alexandre Lencastre não fosse a própria Viúva Negra Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content. Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content. Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content.&#1

E também já saiu o genérico:  

Soraia Chaves nisto... que bomba. Esqueçam, mas é... Está decidido. Já fez testes de imagem e tudo.  Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content.

On 13/08/2021 at 13:31, Robalinho disse:

Ele é referido no titulo como se tivesse contratado em exclusivo a actriz... é porque a info veio dele mesmo que n haja nenhum contrato ele alimenta estas infos dubias.

O teu comentário e pensamento não tem qualquer sentido. Desculpa mas é absurdo. 

  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Mas esta série já vai na terceira protagonista? Parece-me um papel muito sério e a Gabriela Barros está muito associada a comédia ultimamente acho que não tem perfil...

Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, Manu Tenry said:

Acho muito bem, a Gabriela é uma excelente e versátil atriz e já mostrou isso várias vezes! Já era altura de ser aposta como deve de ser!!

Ela era excelente em Chicago. :adoro:

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 4 weeks later...

Não sei bem se é tudo credível, mas um site internacional reitera Gabriela Barros como Vanda e aponta dois nomes internacionais para o elenco: Raúl Prieto e Pedro Casablanc.

São oito episódios e os direitos de venda internacionais pertencem à Legendary Pictures.

  • Like 1
  • Shock 3
Link to post
Share on other sites

A história da cabeleireira que assaltou 12 bancos com uma pistola de plástico vai ser uma série

"Vanda" inspira-se na incrível carreira criminal de Dulce Caroço, uma cabeleireira que assaltou 12 bancos com uma pistola de plástico e conseguiu iludir a polícia durante um ano e meio. A assaltante colaborou na série

Chamavam-lhe a "Viúva Negra". Porque atuava sempre sozinha. Porque se vestia de negro. Porque usava óculos escuros e u lenço preto ou uma peruca também preta sobre os cabelos loiros.

Mas talvez a alcunha fosse outra se as vítimas e polícia tivessem percebido que a temível assaltante usava, na verdade, uma inofensiva pistola de plástico.

Durante um ano e meio, entre entre abril de 2011 e outubro de 2012, foi assim que Dulce Caroço assaltou 12 bancos na área da grande de Lisboa.

Só levava o dinheiro da caixa e juntou cerca de 16 mil euros ao longo da carreira. Foi apanhada no assalto ao Banif da Avenida da República, em Lisboa, depois de os funcionários do banco se terem apercebido de que a arma que usava era falsa.

"A caixa do banco sentiu-se mal, ela hesitou em continuar o assalto e foi assim que a apanharam", conta José Amaral, diretor geral da SPI, a produtora da série "Vanda" que se inspira na história da "Viúva Negra" e é apresentada hoje na Costa de Caparica, onde Dulce tinha um salão de cabeleireiro e estética.

"O que nos chamou a atenção na história e em particular à argumentista Patrícia Mueller foi a singularidade de tudo isto: uma mulher assaltante, o facto de atuar sozinha e de só levar dinheiro para se sustentar", explica o produtor.

Na realidade, como contou durante o julgamento, foram as dívidas ao fisco e à segurança social que levaram ao fecho do cabeleireiro mais o fim do relacionamento com o companheiro e a dificuldade em sustentar o filho que levaram Dulce - que não tinha qualquer cadastro criminal e já tinha 44 anos na altura dos assaltos - ao caminho do crime.

As testemunhas contaram em tribunal que Dulce escolhia sempre as funcionárias do sexo feminino como alvo e não hesitava em ameaçá-las de morte. "Disse que acabava com a minha vida num minuto se eu não entregasse o dinheiro", contou uma bancária.

Fonte: Expresso

Edited by PT 04
  • Like 3
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Depois de “Pôr do Sol”, Gabriela Barros e João Baptista gravam nova série juntos

Depois de integrarem o elenco da série “Pôr do Sol”, da RTP1, Gabriela Barros e João Baptista voltam a gravar uma nova série. Desta vez, trata-se de “Vanda”, que vai ser exibida pela OPTO, a plataforma de “streaming” da SIC.

A atriz, de 33 anos, despiu o papel de gémeas de “Pôr do Sol” para dar vida à protagonista “Dulce”, dona de um cabeleiro na Costa de Caparica que assaltou 12 bancos sozinha, com uma arma de plástico.

“É a história de uma mulher muito normal e comum. Cidadã do mundo em que as coisas lhe começam a correr muito mal e a vida começa a ir por outros caminhos e ela tem de se desenvencilhar da melhor forma e tentar sobreviver para manter a família de pé”, contou à N-TV.

“Isto não é uma questão de ser vilã. Acho que é uma história de humanidade extrema e sobrevivência. Até ao máximo e testar os nossos limites enquanto seres humanos é disto que trata a Vanda. Até onde é que tu vais dependendo a situação em que és colocada”, prosseguiu.

Já João Baptista disse adeus a “Nando” para integrar este novo projeto como “Mário”, que não é “bom marido”, porque “bate na mulher que faz tudo em casa e é uma excelente mãe”.

“O Mário acaba por ser uma personagem algo ingrata no sentido em que não é boa pessoa. O que está escrito no papel é que não é de facto boa pessoa. Não gosta de trabalhar, trata mal a mulher que faz tudo em casa e é uma excelente mãe e ele acaba por destabilizar a família”, afirmou o ator, de 36 anos, ao nosso site.

“No entanto, estou a querer dar um lado humano ao Mário, nomeadamente, sendo bom pai, porque é bom marido ele não é. Quero dar este lado humano se não corro o riso de as pessoas verem e não se identificarem”, rematou.

As gravações da série “Vanda” decorreram numa das praias da Trafaria e a presidente da câmara de Almada, Inês de Medeiros, salientou a importância deste tipo de iniciativa no país.

“Acho que é muito importante para dinamizar a economia nacional e a local. O cinema e o audiovisual são motores fundamentais. Fala-se muito das indústrias criativas e esta é uma delas. Fico contente que aos poucos as pessoas tenham noção da importância desta atividade económica que dá imensos empregos, cria imensas dinâmicas e têm um impacto fortíssimo no pais. No caso da câmara de Almada, para nós é uma alegria ter este meio também e mostrar de forma diferente o nosso território”, reforçou.

“Vanda” é uma uma co-produção entre a SPi, a La Panda e a Legendary Pictures e conta com o apoio da Câmara Municipal de Almada, do PIC Portugal, do ICA e do Turismo de Portugal. Vai ser transmitida pelo OPTO, a plataforma de “streaming” da SIC.

https://www.n-tv.pt/acontece/gabriela-barros-joao-baptista-gravam-nova-serie/773119/

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
×
×
  • Create New...