Jump to content

Privatização da RTP


Fadokimi
 Share

Recommended Posts

há 2 horas, mavb98 disse:

Não concordo com uma privatização da RTP.

A RTP tem de ser pública, isenta, independente, que dê voz a todos. Seja uma alternativa aos outros canais e que faça o equilíbrio entre eles.  São os valores fundamentais para qualquer serviço público de rádio e televisão. Se bem que às vezes peca um pouco em certos momentos, mas isso também é culpa do regulador (ERC) que devia de estar mais atento, quer à RTP, quer aos outros.

Sempre que há um governo mais à direita, vem sempre à discussão a privatização de um canal (RTP1 ou RTP2) ou a privatização da empresa no seu total, ou em parte. Isto só faria sentido se a RTP não cumprisse as regras de serviço público e/ou estivesse numa situação económica extremamente prejudicial para o Estado.

No final do século passado e no início deste século, a RTP só acumulava prejuízos e em 2002 o governo da altura propôs privatizar a empresa, mas tempo depois decidiu proceder à reestruturação da empresa, processo que começou em 2003, e foi finalizado em 2007, já com outro governo. Resumidamente este processo passou pela fusão de duas empresas públicas, a RTP (televisão) e a RDP (rádio) que passaram a ocupar a mesma sede e a partilharem os meios técnicos e humanos, o investimento em meios tecnológicos, com a construção de estúdios de informação (2003 e 2004) e de entretenimento (2007) e a abertura do espaço do 2º canal à sociedade civil. Este processo permitiu a RTP reduzir a sua dívida, consolidar as suas contas e deixar de estar dependente de terceiros (principalmente a nível de produção de programas e estúdios).

Em suma, a privatização da RTP só deve de acontecer numa altura em que seja extremamente necessária e que não haja nenhuma solução alternativa. Mas é preciso não esquecer que há muita coisa na RTP que precisa de ser melhorada, mas isso já é outro assunto.

A questão da privatização da RTP é meramente ideológica.

Link to comment
Share on other sites

On 10/8/2019 at 5:07 PM, RPSG said:

Privatizar uma empresa que deu lucro após organizar um Eurovision Song Contest? Que dá a voz a todos os portugueses e que só custa 2,85€ por mês?? Já muito faz a RTP com o tão pouco que recebe!

Exato, basta comparar com o valor mensal da BBC que é de 14,32 euros (GBP 12.87). Mesmo ajustando o valor ao poder de compra a diferença é enorme, é cerca de 4 a 5 vezes mais. Isso é essencialmente o valor de toda a indústria televisiva portuguesa, só através de uma taxa.

É verdade que BBC produz muita coisa e de qualidade, mas também fatura em conjunto com o valor da taxa uma quantia imensa em vendas internacionais dos seus conteúdos e dos seus canais.

Edited by zent
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

06:00 - jornal da manhã
10:00 - programa da manhã
13:00 - jornal da tarde
14:30 - novela importada?
16:00 - programa da tarde
18:00 - novela (ou continuação do programa da tarde)
19:00 - concurso ou formato de entretenimento
20:00 - jornal da noite
21:00 - prime time (se preferirem, novelas)
00:00 - algo de jeito?

Link to comment
Share on other sites

Uma RTP "bem privatizada" teria sempre algum tipo de caderno de encargos. Duvido que toda a programação que fosse não-comercial desaparecesse, mas seria puxada para faixas onde ninguém iria literalmente ver aquilo (como acontece na SIC e na TVI com o cartazes de artes e o programas das minorias étnicas). Para além da programação, é preciso saber ao certo o número minímo de canais que estariam assentes num caderno de encargos para a concessão. 1? 2? 6? 7? Há espaço para um canal para os PALOP? Não se trata apenas de programação, como se saber ao certo qual seria a missão da empresa enquanto algo privado. Teria toda a liberdade para prosseguir uma programação como a TVI, SIC ou CMTV? E como ficariam as rádios? Poriam a Antena 3 a competir com uma Comercial ou RFM? São tudo questões relevantes e que ultrapassam o "que programação teria a RTP se fosse privatizada".

Edited by JDaman
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Adoro (sqn) que o grupo Cofina seja sempre o primeiro a atirar pedras sobre o que se gasta ou se deixa gastar na RTP e a cantar a missa do "dinheiros dos contribuintes". 
O Nuno Markl contou uma vez que durante a apresentação do "Animais e Companhia", um jornalista do CM só lhe fez perguntas sobre o quanto esse programa iria gastar ao erário público (quando na verdade o programa tinha sido completamente custeado pela produtora). 

Edited by FraisesSucrées
  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

  • 9 months later...

Numa possibilidade remota da rtp ser privatizada... temo que o canal iria mudar muito.

Não acredito que quem o comprasse tentasse seguir o mesmo modelo da sic e da tvi com novelas... teria de ter uma abordagem mais diferenciadora...

Agora que modelo?

O modelo misto ou seja apesar de privatizada a rtp teria de garantir parte das obrigações de serviço publico (nem que seja pelo nome e legado que carrega) e essa parte seria financiada pelo ministério da cultura... no que respeita a programa de indole cultural e informativa. Depois teria de conjugar isto com a luta por audiências e aí teria de haver um investimento mais forte sobretudo em produção nacional virado para séries e entertenimento.

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 years later...
há 3 minutos, Maria Patiño disse:

É a machadada final para a privatização da RTP. ;) Não falta muito, basta a direita voltar ao poder, ou seja daqui a três anos... 

Não confundir direita com Relvices...

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

há 2 minutos, canal5 disse:

Não confundir direita com Relvices...

Isso era porque o Relvas estava na altura, mas uma grande parte considerável do PSD defende a privatização da RTP e o encerramento da emissão da RTP2. Em relação à Iniciativa Liberal, está mesmo nos seus programas eleitorais, e o Chega, certamente deverá defender o mesmo. Só os partidos de esquerda e o PS é que defendem o serviço público de televisão. 

 

Edited by Maria Patiño
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 3 minutos, Maria Patiño disse:

Isso era porque o Relvas estava na altura, mas uma grande parte considerável do PSD defende a privatização da RTP e o encerramento da emissão da RTP2. Em relação à Iniciativa Liberal, está mesmo nos seus programas eleitorais, e o Chega, certamente deverá defender o mesmo. Só os partidos de esquerda e o PS é que defendem o serviço público de televisão. 

Defendem é como quem diz, ainda há pouco tempo PCP e BE recusaram o aumento da CAV e não deram alternativas...

Edited by canal5
Link to comment
Share on other sites

há 13 minutos, Maria Patiño disse:

Isso era porque o Relvas estava na altura, mas uma grande parte considerável do PSD defende a privatização da RTP e o encerramento da emissão da RTP2. Em relação à Iniciativa Liberal, está mesmo nos seus programas eleitorais, e o Chega, certamente deverá defender o mesmo. Só os partidos de esquerda e o PS é que defendem o serviço público de televisão. 

 

Eu concordo com o serviço público de televisão, mas os salários dos gestores aos apresentadores devia ser muito menor.

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

há 1 hora, Maria Patiño disse:

É a machadada final para a privatização da RTP. /cdn-cgi/mirage/9b408d6bf4c91c23a5677b10f3233e4d4169bdb423487d989d788981f394e1d5/1280/https://forum.atelevisao.com/uploads/emoticons/ATV_wink.png Não falta muito, basta a direita voltar ao poder, ou seja daqui a três anos... 

a rtp 1 a muito tempo que devia ser privatizada a rtp2 também criar empregos não falta é gente para essa área 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 3 horas, cristovaoga disse:


 

 


:confusa_cristina:
:olhos:

Valores milagrosos do JD8, o que aconteceu de especial ontem? A Moura Guedes regressou e ninguém me avisou?

Enviado do meu VOG-TL00 através do Tapatalk
 

 

Não, entrevista ao Luis Montenegro do PSD na SIC, coisa que muitos não quiseram ver, ganhou a TVI com isso.

há 2 horas, canal5 disse:

Defendem é como quem diz, ainda há pouco tempo PCP e BE recusaram o aumento da CAV e não deram alternativas...

Por isso que Fragoso diz que o Orçamento que possui não chega e que tem de repetir muitos dos programas. Mas atenção ainda que façam isso o PCP  e o Bloco não querem a privatização da RTP.  

O que dói é os canais estarem contentes com este tipo de programação que apresentam todos os dias da semana, particularmente o privado, mas nenhum quer tentar algo diferente nos dias de semana, especialmente no horário nobre, porque têm medo de se tramar.

Edited by tuscano
Link to comment
Share on other sites

há 57 minutos, Afonso2014 disse:

a rtp 1 a muito tempo que devia ser privatizada a rtp2 também criar empregos não falta é gente para essa área 

Privatizas e adeus a documentários, a cinema, a séries, a bons concertos de músicos portugueses, etc pela noite . Nunca terias tido o muito bom programa de Fados Na Casa da Amália, a excelente entrevista da Fatima Campos Ferreira aos aos arquitetos Sisa Vieira e Eduardo Souto Moura, um documentário sobre Gago Coutinho e Sacadura Cabral, outro muito bom sobre a Lã, só para falar de alguns recentes, não haveria provavelmente a série Documental Planeta A, o concerto do Miguel Araújo e outros passariam provavelmente de tarde etc etc. Conclusão para mim não seria bom.

Edited by tuscano
Link to comment
Share on other sites

há 3 horas, Maria Patiño disse:

Isso era porque o Relvas estava na altura, mas uma grande parte considerável do PSD defende a privatização da RTP e o encerramento da emissão da RTP2. Em relação à Iniciativa Liberal, está mesmo nos seus programas eleitorais, e o Chega, certamente deverá defender o mesmo. Só os partidos de esquerda e o PS é que defendem o serviço público de televisão. 

 

Toda a direita (excepto talvez o CDS) é a favor da privatização, apenas quando está em período de campanha eleitoral. Quando sentam o rabo na cadeira e tentam fazer alguma coisa, apercebem-se que há certos factores externos que não o permitem. Até no Reino Unidos os Tories decidiram recuar na privatização do Channel 4.

há 1 hora, Afonso2014 disse:

a rtp 1 a muito tempo que devia ser privatizada a rtp2 também criar empregos não falta é gente para essa área 

Nada do que disseste fez sentido. lol Aliás, se não fosse a RTP, muito do sector independente de produção televisiva já tinha ido à falência por falta de oportunidades de trabalho.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

 Share

×
×
  • Create New...