Jump to content

Segundo Sol


Recommended Posts

João Emanuel Carneiro prepara nova novela das nove

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Longe da televisão desde A Regra do Jogo, João Emanuel Carneiro já trabalha na sinopse de sua nova novela para as 21H. O tema central é segredo absoluto por enquanto. Como a história de Thelma Guedes e Duca Rachid foi cancelada, a fila do horário andará mais depressa.

Edited by Pedro M.
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • Replies 771
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Os brasileiros têm o país na merda, mas preocupam-se sempre mais com o que se passa nas novelas do que com a vida real. Ironia da vida...

Versátil e multifacetada: personagens distintos evidenciam talento de Letícia Colin Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content. Na TV desde os 12 anos, pode-se dizer que Letícia Colin cresceu diante das câmeras, passando por produções como "Sandy e Júnior" (2000/2001) e "Malhação" (2002) na infância, nesta última tendo destaque como Kailani. Apresentou a extinta "TV Globinho" (2003), fez

Chamada    

  • 3 months later...
Citação

Que férias, que nada. João Emanuel Carneiro está fechado em casa, escrevendo. Ele trabalha em regime de dedicação integral na sinopse de sua próxima novela, para as 21h, que estreia na Globo em outubro de 2018. Com isso, um projeto de minissérie que teria foi descartado.

 

Edited by Pedro M.
Link to post
Share on other sites
On 04/10/2016 at 21:20, Hashtag disse:

Oh não :( Não gosto nada das histórias dele.

Ele é o autor do grande fenómeno "Avenida Brasil", que pessoalmente pouco vi, mas fez muito sucesso. Também escreveu Da Cor do Pecado, que foi um sucesso e pessoalmente amei a novela. A Favorita também foi uma boa novela e diferente. Também gostei de Desejos de Mulher, mas penso que essa não fez muito sucesso. Cobras e Lagartos pouco me cativou e A Regra do Jogo do que vi foi uma porcaria. Considero-o um bom autor.

Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Ivo disse:

Ele é o autor do grande fenómeno "Avenida Brasil", que pessoalmente pouco vi, mas fez muito sucesso. Também escreveu Da Cor do Pecado, que foi um sucesso e pessoalmente amei a novela. A Favorita também foi uma boa novela e diferente. Também gostei de Desejos de Mulher, mas penso que essa não fez muito sucesso. Cobras e Lagartos pouco me cativou e A Regra do Jogo do que vi foi uma porcaria. Considero-o um bom autor.

Grande sucesso para o público em geral. Conheço muita gente que via e até familiares meus que adoravam aquilo. Eu simplesmente detestava, não achei interesse nenhum à novela, sempre me intrigava o facto de, apesar de a achar tão confusa nos núcleos e uma grande rebaldaria, toda a gente gostava daquilo. Não me interessou minimamente, apesar de ter tido algumas cenas brutais, como o "enterro" da Rita, mas no geral, pessoalmente, A Favorita foi muito mais interessante. De resto, pouco ou nada gostei dele. Só Da Cor do Pecado e mesmo assim só do meio para o fim, se bem me lembro.

Olha, Desejos de Mulher já é mais antiga mas lembro-me que vi, apesar de não me lembrar de nada da história, e até gostava na altura. Mas é normal, há pessoas que gostam do estilo dele e outras que não. Eu prefiro as do Aguinaldo (tirando as duas últimas, embora Fina Estampa seja bem mais interessante que Império, a meu ver), do Walcyr ou do Benedito Ruy Barbosa.

Link to post
Share on other sites
há 14 minutos, Hashtag disse:

Grande sucesso para o público em geral. Conheço muita gente que via e até familiares meus que adoravam aquilo. Eu simplesmente detestava, não achei interesse nenhum à novela, sempre me intrigava o facto de, apesar de a achar tão confusa nos núcleos e uma grande rebaldaria, toda a gente gostava daquilo. Não me interessou minimamente, apesar de ter tido algumas cenas brutais, como o "enterro" da Rita, mas no geral, pessoalmente, A Favorita foi muito mais interessante. De resto, pouco ou nada gostei dele. Só Da Cor do Pecado e mesmo assim só do meio para o fim, se bem me lembro.

Olha, Desejos de Mulher já é mais antiga mas lembro-me que vi, apesar de não me lembrar de nada da história, e até gostava na altura. Mas é normal, há pessoas que gostam do estilo dele e outras que não. Eu prefiro as do Aguinaldo (tirando as duas últimas, embora Fina Estampa seja bem mais interessante que Império, a meu ver), do Walcyr ou do Benedito Ruy Barbosa.

Eu via a novela às vezes, a minha mãe seguia e eu às vezes estava com ela e via. Mas também não a achava nada de mais, confusa, uma rebaldaria, como dizes. Mas eu amei completamente Da Cor do Pecado do inicio ao fim e gostei de outras, por isso para mim é um bom autor. Mas é verdade que as últimas novelas dele não me chamaram nada à atenção (Cobras e Lagartos, A Regra do Jogo e como já disse Avenida Brasil não achei nada de mais, muito sobrevalorizada).

Edited by Ivo
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Já eu não gostei da Cor do Pecado, pelo menos do pouco que ia vendo na Globo PT... aquilo tinha nucleos mesmo estapafurdios, nada a ver. Só se safava pelos dois vilões loiros, de resto era uma novela super fraca.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Forbidden disse:

Já eu não gostei da Cor do Pecado, pelo menos do pouco que ia vendo na Globo PT... aquilo tinha nucleos mesmo estapafurdios, nada a ver. Só se safava pelos dois vilões loiros, de resto era uma novela super fraca.

Talvez não tenhas gostado da parte cómica. Mas eu viciei na novela do inicio ao fim, tinha ótimas personagens.

Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Ivo disse:

Talvez não tenhas gostado da parte cómica. Mas eu viciei na novela do inicio ao fim, tinha ótimas personagens.

Sim, mas aquilo era mais de metade cómico... todo o nucleo da "mamusca" ou lá como se escreve era do mais estupido que já vi em novelas.

Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, Forbidden disse:

Sim, mas aquilo era mais de metade cómico... todo o nucleo da "mamusca" ou lá como se escreve era do mais estupido que já vi em novelas.

Opiniões. Eu gostei dos núcleos cómicos. A Taís Araújo, Reynaldo Gianecchini, Giovanna Antonelli, Lima Duarte, Guilherme Webber (Tony) e outros, tiveram ótimas personagens e ótimas prestações. É das minhas novelas favoritas.

Edited by Ivo
Link to post
Share on other sites

Exacto, são opiniões! Ele é um excelente autor, sem dúvida, mas as novelas dele não fazem de todo o meu género, e Avenida Brasil então foi um suplício, todo o hype à volta daquilo e para mim não mesmo, mas reconheço que seja uma novela ótima, só que a mim não me alicia de todo.

Link to post
Share on other sites

Eu adorei a Favorita, é uma das minhas novelas favoritas de sempre da Globo e também gostei muito de Avenida Brasil! Cobras e Lagartos lembro-me vagamente, a Regra do Jogo foi um flop de todo o tamanho! Detestei completamente!!

O João Emanuel e o Walcyr são os meus autores favoritos!

Link to post
Share on other sites
há 10 minutos, Hashtag disse:

Exacto, são opiniões! Ele é um excelente autor, sem dúvida, mas as novelas dele não fazem de todo o meu género, e Avenida Brasil então foi um suplício, todo o hype à volta daquilo e para mim não mesmo, mas reconheço que seja uma novela ótima, só que a mim não me alicia de todo.

É mesmo uma questão de gostos :P Mas o Walcyr é o meu favorito, Alma Gémea é a minha novela favorita de sempre e gostei de outras do autor.

Link to post
Share on other sites

Eu amei A Regra do Jogo e apeguei-me a essa novela como há muito não acontecia. Da Cor do Pecado só me lembro da Bárbara, uma vilã extraordinária e talvez até demasiado má para uma novela das sete. Cobras e Lagartos também não tem como esquecer a Leona e a Ellen. Avenida Brasil foi um novelão e A Favorita é a minha novela favorita, quer brasuca, quer internacional. O forte do JEC são os vilões, sabe escreve-los como ninguém. Mas, como qualquer outro ator, tem o seu problema: os núcleos secundários, que nunca são nada de jeito e ficam desconexados da trama principal. Desde DCDP até ARDJ que isso sempre aconteceu.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

O JEC tem uns diálogos péssimos e faz uns núcleos ridículos. DCDP tinha uns núcleos tão ridículos... Na verdade eu até gostava desses núcleos (menos da Moa e do Sal e do núcleo dos mortos, que se vi uma cena ou duas já foi muito), mas tinha umas cenas ridículas. E a Bárbara era uma ótima personagem, nisso tenho que concordar (que saudades da Mamuska!). Nem sei como com tanta cena ridícula eu consigo gostar dos personagens quase todos :rolleyes: Cobras & Lagartos vi pouco mas gostei do que vi. A Regra do Jogo tinha a Atena que no início era muito engraçada, depois não vi mais. 

há 7 horas, Ivo disse:

Ele é o autor do grande fenómeno "Avenida Brasil", que pessoalmente pouco vi, mas fez muito sucesso. Também escreveu Da Cor do Pecado, que foi um sucesso e pessoalmente amei a novela. A Favorita também foi uma boa novela e diferente. Também gostei de Desejos de Mulher, mas penso que essa não fez muito sucesso. Cobras e Lagartos pouco me cativou e A Regra do Jogo do que vi foi uma porcaria. Considero-o um bom autor.

Desejos de Mulher do pouco que vi achei as atuações fracas e os diálogos mal escritos. O Euclydes Marinho é um autor que adoro, mas ele como já disse fez imensas alterações na sinopse de Desejos de Mulher porque a Regina Duarte lhe perguntou se havia uma papel para ela, então ele fez quase uma sinopse nova para ela ser a protagonista, o que resultou talvez na pior personagem da carreira da Regina. Mas eu adoro-o porque ele escreveu Andando nas Nuvens, que acho muito melhor que Da Cor do Pecado que foi um fenómeno. 

Acho que o JEC arranja umas personagens ridículas e depois elas desaparecem, arranja soluções estapafúrdias para problemas,... Aqui o texto que escrevi sobre DCDP:

Spoiler

Hoje foi o final de Da Cor do Pecado. Um sucesso que achei bem mediano. Uma trama promissora que acabou por ter imensos erros. A novela passava de momentos dramáticos para cenas ridículas. Primeiro o Paco e a Preta eram um bom casal (a Preta e o Paco a meio da novela ficaram chatos demais, mas depois passou). Chegaram a haver momentos que tudo estava tão chato que só a Bárbara se salvava (quando se salvava). Tudo poderia ser desenvolvido melhor mas deixaram todas as revelações para o final e o último episódio foram revelações atrás de revelações. Depois havia umas incoerências... O Paco e o Ulisses viveram 8 anos juntos (até vou ignorar o facto de só 8 anos depois de se conhecerem e começarem a viver juntos o Ulisses saber do verdadeiro nome e da história do Paco :rolleyes:) mas a certa altura, quando deixam de viver juntos eles praticamente deixam de se falar e de perguntarem e estarem um com o outro, como se não se conhecessem (o Ulisses a meio também quase não aparecia). Os diálogos a maior parte eram forçados e havia imensas cenas de me dar vergonha! A relação do Afonso e do Raí foi bem construída e a mudança do Otávio também e sei que a Bárbara gostava do Otávio de verdade, mas desprezava-o e nem falou dele no final, foi uma pena. Depois os personagens eram autênticos génios, descobriam os mistérios em poucos minutos (descobriram numa cena coisas que em 8 anos não descobriram), a polícia não descobria mas eles descobriam tudo, se fossem detetives estariam ricos :rolleyes: O autor também resolucionava as coisas com soluções estapafúrdias e fáceis demais! O núcleo do Pai Helinho devo ter visto 5 vezes, aqueles mortos faziam-me ir fazer outras coisas! O resto também teve cenas ridículas, mas no fundo até gostava deles. O Tony eu odiava mas percebi que era essencial, a Bárbara era uma péssima vilã (no sentido que não conseguia fazer quase nada sozinha). Moa e o Sal já nem me lembrava deles, nem é preciso dizer porquê, pois não? :rolleyes: E havia uns erros de continuidade e de coerência... A novela só me empolgou há umas semanas atrás, antes quase nunca. O final foi bom, tirando aquela narração do Raí :rolleyes: Uma novela razoável, mas acho que parte dela ainda vai deixar saudades! 

  Hide contents

Provavelmente elogiei muita coisa que não gosto e esqueci-me de muita coisa má. Afinal ainda estou com as "emoções do último episódio". 

 

Link to post
Share on other sites
há 11 horas, AGUI lovers disse:

O JEC tem uns diálogos péssimos e faz uns núcleos ridículos. DCDP tinha uns núcleos tão ridículos... Na verdade eu até gostava desses núcleos (menos da Moa e do Sal e do núcleo dos mortos, que se vi uma cena ou duas já foi muito), mas tinha umas cenas ridículas. E a Bárbara era uma ótima personagem, nisso tenho que concordar (que saudades da Mamuska!). Nem sei como com tanta cena ridícula eu consigo gostar dos personagens quase todos :rolleyes: Cobras & Lagartos vi pouco mas gostei do que vi. A Regra do Jogo tinha a Atena que no início era muito engraçada, depois não vi mais. 

Desejos de Mulher do pouco que vi achei as atuações fracas e os diálogos mal escritos. O Euclydes Marinho é um autor que adoro, mas ele como já disse fez imensas alterações na sinopse de Desejos de Mulher porque a Regina Duarte lhe perguntou se havia uma papel para ela, então ele fez quase uma sinopse nova para ela ser a protagonista, o que resultou talvez na pior personagem da carreira da Regina. Mas eu adoro-o porque ele escreveu Andando nas Nuvens, que acho muito melhor que Da Cor do Pecado que foi um fenómeno. 

Acho que o JEC arranja umas personagens ridículas e depois elas desaparecem, arranja soluções estapafúrdias para problemas,... Aqui o texto que escrevi sobre DCDP:

  Mostrar conteúdo escondido

Hoje foi o final de Da Cor do Pecado. Um sucesso que achei bem mediano. Uma trama promissora que acabou por ter imensos erros. A novela passava de momentos dramáticos para cenas ridículas. Primeiro o Paco e a Preta eram um bom casal (a Preta e o Paco a meio da novela ficaram chatos demais, mas depois passou). Chegaram a haver momentos que tudo estava tão chato que só a Bárbara se salvava (quando se salvava). Tudo poderia ser desenvolvido melhor mas deixaram todas as revelações para o final e o último episódio foram revelações atrás de revelações. Depois havia umas incoerências... O Paco e o Ulisses viveram 8 anos juntos (até vou ignorar o facto de só 8 anos depois de se conhecerem e começarem a viver juntos o Ulisses saber do verdadeiro nome e da história do Paco :rolleyes:) mas a certa altura, quando deixam de viver juntos eles praticamente deixam de se falar e de perguntarem e estarem um com o outro, como se não se conhecessem (o Ulisses a meio também quase não aparecia). Os diálogos a maior parte eram forçados e havia imensas cenas de me dar vergonha! A relação do Afonso e do Raí foi bem construída e a mudança do Otávio também e sei que a Bárbara gostava do Otávio de verdade, mas desprezava-o e nem falou dele no final, foi uma pena. Depois os personagens eram autênticos génios, descobriam os mistérios em poucos minutos (descobriram numa cena coisas que em 8 anos não descobriram), a polícia não descobria mas eles descobriam tudo, se fossem detetives estariam ricos :rolleyes: O autor também resolucionava as coisas com soluções estapafúrdias e fáceis demais! O núcleo do Pai Helinho devo ter visto 5 vezes, aqueles mortos faziam-me ir fazer outras coisas! O resto também teve cenas ridículas, mas no fundo até gostava deles. O Tony eu odiava mas percebi que era essencial, a Bárbara era uma péssima vilã (no sentido que não conseguia fazer quase nada sozinha). Moa e o Sal já nem me lembrava deles, nem é preciso dizer porquê, pois não? :rolleyes: E havia uns erros de continuidade e de coerência... A novela só me empolgou há umas semanas atrás, antes quase nunca. O final foi bom, tirando aquela narração do Raí :rolleyes: Uma novela razoável, mas acho que parte dela ainda vai deixar saudades! 

  Mostrar conteúdo escondido

Provavelmente elogiei muita coisa que não gosto e esqueci-me de muita coisa má. Afinal ainda estou com as "emoções do último episódio". 

 

Desejos de Mulher já deu há tanto tempo que não me lembro de praticamente nada, mas lembro-me que gostava bastante. Só me lembro da Alessandra Negrini, José de Abreu, Regina Duarte e Herson Capri, os principais, que tiveram ótimas personagens e prestações. Por isso não concordo nada que tenha havido atuações fracas. Quanto a Da Cor do Pecado, as personagens cómicas eram diferentes do habitual, mas tinham muita piada, pelo menos para mim, adorava aquilo. E os vilões eram deliciosos, a personagem do Lima Duarte, os protagonistas, principalmente o Gianechinni com o seu Apolo e Paco. Amava também o genérico, a banda sonora!! É das minhas novelas favoritas :wub: até me custa a ler as críticas :P Ah e eu adorava o Pai Helinho :P eu vi a novela quando deu originalmente (em 2004) :P

Porquê é que não gostavas da Moa e do Sal? Já não me lembro como eram essas personagens (já vi a novela há mais de 10 anos, não me lembro de tudo :P) mas a Alinne Moraes é uma excelente atriz.

Edited by Ivo
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Ivo disse:

Desejos de Mulher já deu há tanto tempo que não me lembro de praticamente nada, mas lembro-me que gostava bastante. Só me lembro da Alessandra Negrini, José de Abreu, Regina Duarte e Herson Capri, os principais, que tiveram ótimas personagens e prestações. Por isso não concordo nada que tenha havido atuações fracas. Quanto a Da Cor do Pecado, as personagens cómicas eram diferentes do habitual, mas tinham muita piada, pelo menos para mim, adorava aquilo. E os vilões eram deliciosos, a personagem do Lima Duarte, os protagonistas, principalmente o Gianechinni com o seu Apolo e Paco. Amava também o genérico, a banda sonora!! É das minhas novelas favoritas :wub: até me custa a ler as críticas :P Ah e eu adorava o Pai Helinho :P eu vi a novela quando deu originalmente (em 2004) :P

Porquê é que não gostavas da Moa e do Sal? Já não me lembro como eram essas personagens (já vi a novela há mais de 10 anos, não me lembro de tudo :P) mas a Alinne Moraes é uma excelente atriz.

Achava a Moa e o Sal chatos demais, mas eu adoro a Alinne Moraes. É normal não te lembrares bem mas a novela teve uma parte em que ficou muito chata. Eu também gosto muito do Pai Helinho, mas é com a Preta e não naquele núcleo de mortos. 

Tens aqui o 1º episódio de Desejos de Mulher e tem algumas atuações más, diálogos fracos (tanto que a novela foi muito criticada):

Spoiler

 

Logo aos 28 minutos a cena teve uns diálogos fracos e atuação fraca da mãe das duas.

Link to post
Share on other sites

Da Cor do Pecado a seguir a chocolate com pimenta é talvez a minha novela preferida <3

Dele também adorei Cobras & Lagartos e A Favorita. Avenida Brasil fui vendo, era boa, mas meu ver inferior a A Favorita.

A Regra do Jogo não vi nada.

Link to post
Share on other sites
há 1 hora, AGUI lovers disse:

Achava a Moa e o Sal chatos demais, mas eu adoro a Alinne Moraes. É normal não te lembrares bem mas a novela teve uma parte em que ficou muito chata. Eu também gosto muito do Pai Helinho, mas é com a Preta e não naquele núcleo de mortos. 

Tens aqui o 1º episódio de Desejos de Mulher e tem algumas atuações más, diálogos fracos (tanto que a novela foi muito criticada):

  Hide contents

 

Logo aos 28 minutos a cena teve uns diálogos fracos e atuação fraca da mãe das duas.

É capaz de ter havido alguma interpretação fraca, mas do que me lembro gostei da novela, talvez tenha sido o enredo que me cativou, não sei, lembro-me que pelo menos das personagens principais gostei bastante, os secundários já não me recordo, posso ter gostado mais ou menos. Mas a novela não é das minhas favoritas. Da Cor do Pecado já deu há muito tempo, mas lembro-me que amava a novela, pode ter havido alguma falha, mas gostava da maioria das personagens, essa sim é das minhas preferidas :P Essas novelas já deram há tanto tempo, nessa altura (2002/2004) nem sequer tinha internet, por isso não sabia se havia críticas às novelas ou não :P

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 8 minutos, Ivo disse:

É capaz de ter havido alguma interpretação fraca, mas do que me lembro gostei da novela, talvez tenha sido o enredo que me cativou, não sei, lembro-me que pelo menos das personagens principais gostei bastante, os secundários já não me recordo, posso ter gostado mais ou menos. Mas a novela não é das minhas favoritas. Da Cor do Pecado já deu há muito tempo, mas lembro-me que amava a novela, pode ter havido alguma falha, mas gostava da maioria das personagens, essa sim é das minhas preferidas :P Essas novelas já deram há tanto tempo, nessa altura (2002/2004) nem sequer tinha internet, por isso não sabia se havia críticas às novelas ou não :P

Nunca tiveste vontade de ver de novo? Aconselho-te é a ver Andando nas Nuvens na internet. 

Quanto a esta novela espero que ele deixe de fazer aqueles núcleos secundários!

Link to post
Share on other sites
há 2 horas, AGUI lovers disse:

Nunca tiveste vontade de ver de novo? Aconselho-te é a ver Andando nas Nuvens na internet. 

Quanto a esta novela espero que ele deixe de fazer aqueles núcleos secundários!

Há uns anos vi uns vídeos no youtube, para relembrar algumas cenas e tal, a morte do Afonso (que foi muito emotiva) e outras, só isso. Quanto a Andando nas Nuvens, em 1999 tinha 6 anos :P não seguia a novela, mas o genérico é-me familiar não sei porquê, talvez visse raramente ou assim, não faço ideia do que trata a novela. Depois talvez veja uns vídeos no youtube :P

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...