Jump to content

Recommended Posts

Já sugeri aqui no fórum um "remake" da série ANHQV devido ao falecimento de alguns actores mas gostava de sugerir aqui neste tópico uma hipotética sequela da série (um pouco diferente da sugestão do Manú Silva). Então cá vai :)

 

 

 

Spoiler

 

Passaram-se 10 anos e houve algumas mudanças no prédio de Campo de Ourique. Vejamos o que aconteceu, em cada apartamento:

 

R/C (Portaria): Emílio continua a ser o porteiro do prédio e continua solteiro. O seu pai Alberto foi viver para o estrangeiro com a sua nova mulher.

 

LOJA: Depois de Pedro ter dito (no último episódio da versão portuguesa) que se ia embora do clube de vídeo, este voltou uns tempos depois e passados 10 anos, dedica-se não ao aluguer, mas à venda de filmes. Contudo, enfrenta alguma crise devido à pirataria, o que faz com que a venda de filmes caia. Pedro arranjou finalmente uma namorada, Catarina e estão a pensar em casar.

 

1ºE: Fernando regressou e voltou a namorar com Gustavo. Os dois vivem juntos neste apartamento tal como no início. Ezequiel, o filho de Gustavo e de Bia, tem agora 10 anos de idade e passa uma semana com Gustavo e outra com Bia.

 

1ºD: Conceição finalmente arranjou um homem e fugiu com ele para Paris, onde ficou a viver. Já Palmira, que teve de deixar de fumar e de beber por problemas de saúde, decidiu ir para a sua terra-natal e ficou a tomar conta de uma tia sua que adoeceu. O andar agora pertence a Celeste que vive aqui com a sua irmã Glória. Glória, tal como Celeste, é coscuvilheira e tem muito mau feitio, possíveis factores para ter permanecido solteira. As duas irmãs vão encarregar-se de saber o que se passa neste prédio.

 

2ºD: João Costa e Isabel casaram e foram morar para uma vivenda com os filhos. Para este andar veio viver José, primo de João, juntamente com os seus filhos. Dulce acordou do coma e depois de se divorciar de João, reencontrou o amor ao lado de José, que era viúvo. José tornou-se o administrador do condomínio e tal como fazia a João, Dulce manipula o novo marido sobretudo nas reuniões de condóminos que continuam a ser o ponto forte da série.

 

2ºE: Aqui vivem André e Lurdes, numa primeira fase. Depois numa segunda fase da série, estes iriam mudar-se e dar lugar a novos inquilinos neste apartamento.

 

3ºD: Cristina reconciliou-se com Rui e finalmente após várias tentativas, casa com ele e estão à espera de um bebé. Rui tornou-se um pouco mais maduro e agora trabalha numa empresa de design gráfico. Carlos depois de anos a tentar voltar para Cristina, namora com Alda, ex-mulher de Diogo (irmão de Cristina) e foi viver para outro lado.

 

3ºE: Aqui agora vive Bia, que comprou o apartamento a Celeste, com a sua namorada e o seu filho Ezequiel. Luísa decidiu não se casar e vive também aqui, mas com mais alguma sorte no que toca aos homens. Pouco tempo depois do final da série, Sofia arranjou um namorado e foi viver para os EUA com ele. Passados estes anos, Sofia regressa ao prédio, depois de ter sido traída pelo namorado. Vai agora procurar abrigo nesta casa.

 

ELENCO:

 

CARLA SALGUEIRO – CRISTINA ALVARÃES

 

LUÍS GASPAR – GUSTAVO MARIA FIDALGO

 

DIOGO MORGADO – FERNANDO NAVARRO

 

MANUEL SÁ PESSOA - PEDRO

 

MARTA FERNANDES – LUÍSA LOPES VASQUES

 

MARTINHO SILVA - RUI

 

NATALINA JOSÉ – CELESTE

 

MÁRCIA BREIA - GLÓRIA

 

PEDRO DIOGO – EMÍLIO DOMINGOS LARANJEIRA

 

SORAIA CHAVES – SOFIA REIS

 

MARIA JOÃO ABREU – DULCE COSTA

 

RITA RIBEIRO – LURDES COSTA

 

JOAQUIM NICOLAU – ANDRÉ GUERRA

 

SOFIA APARÍCIO – BEATRIZ (BIA) VILAR

 

MIGUEL GUILHERME – JOSÉ COSTA

 

DUARTE FERREIRA – ANTÓNIO EZEQUIEL VILAR FIDALGO

 

 

 

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

 

HELENA ISABEL – Isabel

 

JOÃO BAPTISTA – Alexandre (Alex) Guerra

 

HÉLDER AGAPITO – Paulo Guerra

 

MARTA ANDRINO – Paula Costa

 

RÚBEN LEONARDO – Nuno Miguel Costa

 

LÚCIA MONIZ – Rute

 

PAULA LOBO ANTUNES – Alda

 

MARCO COSTA – Carlos Primo

 

AMÍLCAR AZENHA – Diogo Alvarães

 

CARLOS AREIA – Alberto Laranjeira

 

 

 

Edited by Ambrósio
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • Replies 251
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

TRILOGIA NAANDAH (PARTE 1) | A EXORCISTA Esta é a primeira de 3 partes da nova trilogia criada por @D007 e @SIM. Ao longo das próximas 3 sextas-feira (a contar já com esta) será lançada uma nova

Estou mesmo a ver que a exorcista Naandah vai ser raptada pelo PAN.  Com um saco feito só de materiais recicláveis, o partido Pessoas Animais e Natureza era capaz de a raptar para parar com a sua ving

@ZDK, @DOCA, @Rafael A., @Fabien Silvano, @AGUI, @D007, @SIM, @HugoMiguel, @Black & White, @アンドレ e restantes amigos, deem-me os parabéns! Acabei de concluir o 90.º episódio da minha novela 

há 10 horas, Ambrósio disse:

Já sugeri aqui no fórum um "remake" da série ANHQV devido ao falecimento de alguns actores mas gostava de sugerir aqui neste tópico uma hipotética sequela da série (um pouco diferente da sugestão do Manú Silva). Então cá vai :)

  Mostrar conteúdo escondido

 

Passaram-se 10 anos e houve algumas mudanças no prédio de Campo de Ourique. Vejamos o que aconteceu, em cada apartamento:

 

R/C (Portaria): Emílio continua a ser o porteiro do prédio e continua solteiro. O seu pai Alberto foi viver para o estrangeiro com a sua nova mulher.

 

LOJA: Depois de Pedro ter dito (no último episódio da versão portuguesa) que se ia embora do clube de vídeo, este voltou uns tempos depois e passados 10 anos, dedica-se não ao aluguer, mas à venda de filmes. Contudo, enfrenta alguma crise devido à pirataria, o que faz com que a venda de filmes caia. Pedro arranjou finalmente uma namorada, Catarina e estão a pensar em casar.

 

1ºE: Fernando regressou e voltou a namorar com Gustavo. Os dois vivem juntos neste apartamento tal como no início. Ezequiel, o filho de Gustavo e de Bia, tem agora 10 anos de idade e passa uma semana com Gustavo e outra com Bia.

 

1ºD: Conceição finalmente arranjou um homem e fugiu com ele para Paris, onde ficou a viver. Já Palmira, que teve de deixar de fumar e de beber por problemas de saúde, decidiu ir para a sua terra-natal e ficou a tomar conta de uma tia sua que adoeceu. O andar agora pertence a Celeste que vive aqui com a sua irmã Glória. Glória, tal como Celeste, é coscuvilheira e tem muito mau feitio, possíveis factores para ter permanecido solteira. As duas irmãs vão encarregar-se de saber o que se passa neste prédio.

 

2ºD: João Costa e Isabel casaram e foram morar para uma vivenda com os filhos. Para este andar veio viver José, primo de João, juntamente com os seus filhos. Dulce acordou do coma e depois de se divorciar de João, reencontrou o amor ao lado de José, que era viúvo. José tornou-se o administrador do condomínio e tal como fazia a João, Dulce manipula o novo marido sobretudo nas reuniões de condóminos que continuam a ser o ponto forte da série.

 

2ºE: Aqui vivem André e Lurdes, numa primeira fase. Depois numa segunda fase da série, estes iriam mudar-se e dar lugar a novos inquilinos neste apartamento.

 

3ºD: Cristina reconciliou-se com Rui e finalmente após várias tentativas, casa com ele e estão à espera de um bebé. Rui tornou-se um pouco mais maduro e agora trabalha numa empresa de design gráfico. Carlos depois de anos a tentar voltar para Cristina, namora com Alda, ex-mulher de Diogo (irmão de Cristina) e foi viver para outro lado.

 

3ºE: Aqui agora vive Bia, que comprou o apartamento a Celeste, com a sua namorada e o seu filho Ezequiel. Luísa decidiu não se casar e vive também aqui, mas com mais alguma sorte no que toca aos homens. Pouco tempo depois do final da série, Sofia arranjou um namorado e foi viver para os EUA com ele. Passados estes anos, Sofia regressa ao prédio, depois de ter sido traída pelo namorado. Vai agora procurar abrigo nesta casa.

 

ELENCO:

 

CARLA SALGUEIRO – CRISTINA ALVARÃES

 

LUÍS GASPAR – GUSTAVO MARIA FIDALGO

 

DIOGO MORGADO – FERNANDO NAVARRO

 

MANUEL SÁ PESSOA - PEDRO

 

MARTA FERNANDES – LUÍSA LOPES VASQUES

 

MARTINHO SILVA - RUI

 

NATALINA JOSÉ – CELESTE

 

MÁRCIA BREIA - GLÓRIA

 

PEDRO DIOGO – EMÍLIO DOMINGOS LARANJEIRA

 

SORAIA CHAVES – SOFIA REIS

 

MARIA JOÃO ABREU – DULCE COSTA

 

RITA RIBEIRO – LURDES COSTA

 

JOAQUIM NICOLAU – ANDRÉ GUERRA

 

SOFIA APARÍCIO – BEATRIZ (BIA) VILAR

 

MIGUEL GUILHERME – JOSÉ COSTA

 

DUARTE FERREIRA – ANTÓNIO EZEQUIEL VILAR FIDALGO

 

 

 

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

 

HELENA ISABEL – Isabel

 

JOÃO BAPTISTA – Alexandre (Alex) Guerra

 

HÉLDER AGAPITO – Paulo Guerra

 

MARTA ANDRINO – Paula Costa

 

RÚBEN LEONARDO – Nuno Miguel Costa

 

LÚCIA MONIZ – Rute

 

PAULA LOBO ANTUNES – Alda

 

MARCO COSTA – Carlos Primo

 

AMÍLCAR AZENHA – Diogo Alvarães

 

CARLOS AREIA – Alberto Laranjeira

 

 

Seria fantástico. A sugestão do Miguel Guilherme pegou:giveheart:

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

"LUGAR ENCANTADO"

Spoiler

 

Vila Nova de Arco-Íris. Uma cidade localizada no cabo mais fundo do Algarve. Uma cidade de encantos paradisíacos, destinada a receber turistas de todas as raças e feitios. A cara chapada de Portugal para expedições de publicidade exterior, há quem a considere a capital portuguesa. Casinos, hotéis, carros luxuosos, praias, parques, tudo que se procure há lá. Mas talvez não seja muito referido nos noticiários a faceta mais negra da cidade - é também muito amigável para aqueles que querem seguir uma vida de crime profissional. E na boca do lobo estão prestes a entrar duas caras que poderão, ou não, desvendar os dentes afiados deste lobo mau perante todo um país ingénuo. Carla Salgado (Daniela Ruah), rapariga calma mas pouco dada à subtileza quando se lhe fazem críticas, e o filho dela, Eduardo (Francisco Gomes), emigraram do Canadá para a cidade. Carla é arcoirisiana de sangue, já que os pais, Lucas (Ruy de Carvalho) e Teresa (Ana Zanatti), sempre foram de lá. E precisamente há 20 anos atrás, ela partiu com quem achava que era o homem da vida dela, um professor de primária chamado Alexandre Nogueira (Joaquim Horta), à procura de uma vida mais próspera no estrangeiro. Porém, 3 anos após a emigração, e o nascimento de Eduardo (que é filho dos dois), Alexandre vai preso. Carla culpa-o de violência doméstica sob efeito de álcool, e obriga o marido a cumprir uma pena prisional de 15 anos. Alexandre eternamente afirmou inocência, e acusou Carla de o difamar publicamente para ficar com o seu dinheiro e com a guarda exclusiva do filho. Ninguém sabe ao certo a verdadeira versão. O que sim se sabe é que Carla deixou tanto às suas mãos como às do destino a educação de Eduardo, que, durante os restantes anos da sua vida (tem ele agora 17), foi bastante influenciado pelos seus amigos e compadres da escola e da rua, recebendo até treinos de luta e rebeldia com eles. Mais importante para ele é a sua namorada que tanto adora, Bailey (Bruna Quintas), filha adotiva de Soraya (Regiane Alves) e do seu tio Ricardo (Ivo Canelas), que também tinha emigrado para o Canadá uns anos mais cedo do que a irmã. Condena ele tudo e todos quando se apercebe que vai ter de a deixar para trás quando Carla lhe conta exatamente o que se vai seguir - eles vão regressar a Portugal, pois aquando do imprisionamento de Alexandre, Carla juraria a si própria que ele nunca mais lhes punha a vista em cima, portanto tentou aproveitar a vida no Canadá o máximo que pudesse, e quando se fizesse a hora dele sair da prisão, ela e Eduardo metiam os pés em Arco-Íris.

E assim o foi. Chegaram à metrópole lusitana e abrigaram-se logo na casa de Lucas, que, por razões que se recusava a descrever, estava separado de Teresa. Dela, só conseguia referir que já não vivia com ele e que estava com outro homem, o diretor do hospital de Arco-Íris, ele com o nome de Júlio Macieira (Alexandre de Sousa). No entretanto, uma série de eventos ocorre: Alexandre sai da prisão após ter cumprido a pena e imediatamente põe-se à procura do paradeiro da família; um sunset anual de angariamento de fundos em Arco-Íris começa a sua organização; e Bailey é dada como morta no Canadá. A notícia bate Eduardo fundo, e começam as suas paranóias violentas. Carla também inicia uma busca de emprego para recomeçar a sua vida, iniciando no hospital, onde procurará seguir o cargo que desempenhava, esse sendo o de psicóloga. Pouco depois, Lucas aconselha Carla e Eduardo a marcarem presença no sunset, que era um evento que atraía não só jovens, mas pessoas de todas as idades. Isto para socializarem e ficarem a conhecer melhor o pessoal. É aqui onde se mostram em público pela 1ª vez, conhecendo e reencontrando várias facetas que os marcariam fortemente. Entre elas, estão Marta Íris (Margarida Marinho), a presidente da Câmara Municipal da cidade e uma mulher de festa e arromba; o marido dela, Xavier (João Reis), o vice-presidente e um homem também de festim e bailarico, mas igualmente um homem de segredo e mistério; Francisca (Rita Salema), a irmã de Teresa e a tia antipática, discretamente racista e homofóbica de Carla, assim como a sua filha Marina (Victória Guerra), que secretamente tinha um caso com a filha mais velha de Marta e Xavier, a advogada Vanessa Íris (Vera Kolodzig); o casal Tiago (Pedro Laginha) e Daniela Macieira (Maria João Bastos), ele sendo um engenheiro de robótica bastante tímido e acanhado, e ela uma doméstica viciada em cocaína que, desconhecidamente dos outros, o agredia fisica e psicologicamente, tal como à filha deles, a "histérica" Érica (Catarina Rebelo), e o cão deles, o violento pastor alemão Salvador; Júlio e Teresa, casal feliz, e muitos dos filhos de Júlio e da sua viúva (dos quais Tiago faz parte); e, mais relevantemente, a filha do meio de Marta e Xavier, Raquel (Bruna Quintas). Eduardo acredita ver uma ilusão quando se depara com Raquel, pois ela era igualzinha a Bailey em termos físicos. Mas como? Bailey tinha morrido! No fim, não teve coragem para lhe afrontar, e acredita que está a alucinar. Ou que era apenas uma sósia e nada mais. Não há de tardar até que ele começa a perceber que não está.

Durante o sunset, um insólito apanha todos de surpresa. De repente, surge Ricardo, regressado há meros minutos do Canadá, sem Soraya ao seu pé. Que, instantaneamente, aborda Xavier sobre um tema que só eles saberiam, ainda que Xavier aparentava desconhecer Ricardo. Momentos depois, Xavier põe-se em fuga, e Ricardo persegue-o. Caos começa a desenrolar. Brigas por um lado, polícia no outro, ouvem-se alguns tiros de assaltantes ou membros de gangs que se tinham infiltrado na festa... Xavier é resgatado um dia depois no seu carro, ele estacionado longe da cidade. Ricardo desaparece. Após algum tempo, Carla e Eduardo tinham entrado na boa graça da família Íris (excepto Xavier), e Carla consegue arranjar um lugar como psicóloga no hospital! Eduardo também tinha começado as aulas em novo território, onde acaba com simpatizar com novas pessoas, entre as quais Bruno Loureiro (Diogo Carmona), namorado de Érica e o residente show-off popular. Pouco ia com a cara dele, mas era um sacrifício necessário. O seu objetivo era confrontar Raquel, mas não sabia como ou em que circunstâncias. Aliás, nem sabia ele se o devia fazer, ou se ela era sequer real. Mas prometia-se a si mesmo que a iria confrontar. No meio disto tudo, Alexandre reaparece em Arco-Íris, após ter finalmente concluído que a família tinha voltado às origens. Vai para casa da mãe, Manuela (Ana Nave), e é ajudado financeiramente pelo irmão Hugo (César Mourão), que trabalhava no hospital, e que procurava ele alguma ajuda num caso - um filho de 2 anos desaparecido há alguns meses. Já que a mulher Catarina (Leonor Seixas), também filha de Júlio Macieira, recusava-se a tocar muito nesse assunto. Irmãos prometem entreajudar-se. Já em local de trabalho, Carla recebe o seu 1º cliente... Tiago. E daí, quando Tiago começa, relutantemente, a desbocar tudo o que sabe sobre o seu casamento, inicia-se uma amizade entre dois indivíduos confusos com as suas vidas que acabaria em esperanças românticas... isto é, até Daniela se aperceber que o "escravo" dela estava a começar a olhar para novos caminhos...

 

Pus esta sinopse em spoiler por ser grande. É supostamente novela. Digam-me o que acham :D

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
  • 5 weeks later...

"SANGUE REAL"

Spoiler

O que é passível de ser herdado? O dinheiro, o poder… A cor dos olhos, do cabelo… Tudo isso nos parece óbvio. Mas e a maldade? Será possível herdar a maldade?

 

Constança Ribeiro de Castro Velez (Sofia Sá da Bandeira) é uma mulher extremamente determinada e retorcida, que considera válidos quaisquer que sejam os meios que use para atingir os seus objetivos. Nascida em berço de ouro, foi deserdada e expulsa de casa depois de ter tentado matar os pais. Vendo-se na pobreza, passou a prostituir-se sob o agenciamento de Raquel (Lídia Franco), uma antiga empregada da sua família. Enriqueceu depois de seduzir e casar com Eduardo Velez (Alexandre de Sousa), um empresário conceituado e herdeiro da Celvel, um verdadeiro império na indústria da celulose, de quem acabou por engravidar. Como não queria ficar presa a um casamento com um homem que desprezava, engendrou com Raquel o sequestro da sua própria filha recém-nascida, Melissa, de modo a ficar com o dinheiro e desaparecer no mapa. Mas tal empreitada correu-lhe mal, porque ela ignorou que a sua comparsa queria ser mãe e era estéril. Quando se apercebeu que fora traída, e de forma a conseguir manter a vida luxuosa que levava, prosseguiu com o seu casamento, acabando por engravidar de novo. Quando o seu filho, Damião (Diogo Morgado), nasceu, Constança afeiçoou-se à criança, e desistiu dos esquemas para se separar de Eduardo, decidida a manter aquela vida de fachada para o resto da sua vida.

 

                Hoje em dia, Constança é uma socialite conhecida pelas festas solidariedade e eventos luxuosos que organiza, estampando frequentemente as capas das revistas mais populares do país. Mas debaixo do seu manto de benevolência e bondade, esconde-se uma mulher ambiciosa, maquiavélica e sem qualquer tipo de remorso ou escrúpulo. Trai o marido com os vários amantes que coleciona e vai maquinando a sua morte de modo a obter total poder sobre a sua fortuna. Para ela, poder e dinheiro nunca são demais e está disposta a tudo para não perder aquilo que conquistou até hoje. A única pessoa que verdadeiramente ama é Damião, sob o qual tem um enorme poder mas por quem daria até a vida, se necessário.

 

Mas Eduardo ainda espera um dia encontrar Melissa viva. E Melissa, ou melhor, Débora da Silva (Maria João Pinho) acabou por ser criada por Raquel, que lhe deu uma nova identidade e uma nova vida. É, hoje em dia, uma mulher que tem tanto de bonita e atraente como de sádica e doentia. Ambiciosa, faz qualquer coisa por um bom dinheiro. Desconhecendo a sua verdadeira origem, Débora cresceu num meio rural ao lado da mulher a quem chama de mãe. Porém, nunca gostou de ser pobre, e sempre desprezou Raquel. Fugiu então de casa aos 17 anos para trabalhar num bordel, onde começou a ganhar o gosto ao dinheiro fácil. A partir daí foi perdendo gradualmente os escrúpulos e juntando uma pequena fortuna através da prostituição, de roubos e de pequenos golpes, aproveitando a sua beleza para seduzir mulheres e homens ricos e solitários. Sarcástica e levemente psicótica, é uma mulher prática e muito inteligente, mas não é de grandes planos. Dedica-se e delicia-se improvisando a melhor maneira de atingir o que almeja.

 

Com a chegada da 3ª idade e depois de descobrir uma doença cardíaca rara, Eduardo decide intensificar a busca pela filha que lhe foi sequestrada acreditando, como sempre, que ela ainda está viva. Constança teme que com isso o seu passado venha à tona e procura por Raquel. Acontece que por esses dias Débora está em casa da “mãe” por causa de um golpe que correu mal. A presença de Constança chama-lhe a atenção pelo facto de ser uma mulher riquíssima a procurar pela sua mãe que não tem onde cair morta. Depois de pesquisar pelo nome da mulher, Débora descobre Damião, cuja mulher sofre de um tumor cerebral em fase terminal e vê aqui a oportunidade perfeita para o golpe da sua vida, começando a aproximar-se dele e da sua família, desconhecendo que ele é seu irmão e que aquela é também a sua família.

 

Mas Débora não conta com uma peça muito importante nos seus planos: Constança, que vê a filha (que sempre desprezou) aproximar-se do filho, pondo em causa todos os seus segredos, e trazendo até a possibilidade de incesto. Mas Constança também não conhece o verdadeiro caráter e temperamento de Débora, que tal como ela, só vê dinheiro à frente. Ambiciosas e determinadas, as duas vão envolver-se num duelo de titãs, numa guerra muito perigosa para ambas, cujo fim aparenta ser apenas um: a tragédia.

 

Aquilo que Sangue Real nos mostra é a imagem daquilo que corre nas veias destas duas mulheres: a maldade no seu estado mais puro. Mas poderá o sangue ser justificação para a maldade? Será o sangue o único fim possível para esta guerra? Ou será o sangue comum às duas uma boa justificação para dar fim ao confronto sem que haja baixas de nenhum lado?

 

 

 

É suposto ser uma novela, e o elenco proposto é mais SIC do que TVI. Que acham?

Edited by Filipe Luís
Link to post
Share on other sites
há 18 horas, Filipe Luís disse:

"SANGUE REAL"

  Hide contents

O que é passível de ser herdado? O dinheiro, o poder… A cor dos olhos, do cabelo… Tudo isso nos parece óbvio. Mas e a maldade? Será possível herdar a maldade?

 

Constança Ribeiro de Castro Velez (Sofia Sá da Bandeira) é uma mulher extremamente determinada e retorcida, que considera válidos quaisquer que sejam os meios que use para atingir os seus objetivos. Nascida em berço de ouro, foi deserdada e expulsa de casa depois de ter tentado matar os pais. Vendo-se na pobreza, passou a prostituir-se sob o agenciamento de Raquel (Lídia Franco), uma antiga empregada da sua família. Enriqueceu depois de seduzir e casar com Guilherme Velez (Alexandre de Sousa), um empresário conceituado e herdeiro da Celvel, um verdadeiro império na indústria da celulose, de quem acabou por engravidar. Como não queria ficar presa a um casamento com um homem que desprezava, engendrou com Raquel o sequestro da sua própria filha recém-nascida, Melissa, de modo a ficar com o dinheiro e desaparecer no mapa. Mas tal empreitada correu-lhe mal, porque ela ignorou que a sua comparsa queria ser mãe e era estéril. Quando se apercebeu que fora traída, e de forma a conseguir manter a vida luxuosa que levava, prosseguiu com o seu casamento, acabando por engravidar de novo. Quando o seu filho, Damião (Diogo Morgado), nasceu, Constança afeiçoou-se à criança, e desistiu dos esquemas para se separar de Eduardo, decidida a manter aquela vida de fachada para o resto da sua vida.

 

                Hoje em dia, Constança é uma socialite conhecida pelas festas solidariedade e eventos luxuosos que organiza, estampando frequentemente as capas das revistas mais populares do país. Mas debaixo do seu manto de benevolência e bondade, esconde-se uma mulher ambiciosa, maquiavélica e sem qualquer tipo de remorso ou escrúpulo. Trai o marido com os vários amantes que coleciona e vai maquinando a sua morte de modo a obter total poder sobre a sua fortuna. Para ela, poder e dinheiro nunca são demais e está disposta a tudo para não perder aquilo que conquistou até hoje. A única pessoa que verdadeiramente ama é Damião, sob o qual tem um enorme poder mas por quem daria até a vida, se necessário.

 

Mas Eduardo ainda espera um dia encontrar Melissa viva. E Melissa, ou melhor, Débora da Silva (Maria João Pinho) acabou por ser criada por Raquel, que lhe deu uma nova identidade e uma nova vida. É, hoje em dia, uma mulher que tem tanto de bonita e atraente como de sádica e doentia. Ambiciosa, faz qualquer coisa por um bom dinheiro. Desconhecendo a sua verdadeira origem, Débora cresceu num meio rural ao lado da mulher a quem chama de mãe. Porém, nunca gostou de ser pobre, e sempre desprezou Raquel. Fugiu então de casa aos 17 anos para trabalhar num bordel, onde começou a ganhar o gosto ao dinheiro fácil. A partir daí foi perdendo gradualmente os escrúpulos e juntando uma pequena fortuna através da prostituição, de roubos e de pequenos golpes, aproveitando a sua beleza para seduzir mulheres e homens ricos e solitários. Sarcástica e levemente psicótica, é uma mulher prática e muito inteligente, mas não é de grandes planos. Dedica-se e delicia-se improvisando a melhor maneira de atingir o que almeja.

 

Com a chegada da 3ª idade e depois de descobrir uma doença cardíaca rara, Eduardo decide intensificar a busca pela filha que lhe foi sequestrada acreditando, como sempre, que ela ainda está viva. Constança teme que com isso o seu passado venha à tona e procura por Raquel. Acontece que por esses dias Débora está em casa da “mãe” por causa de um golpe que correu mal. A presença de Constança chama-lhe a atenção pelo facto de ser uma mulher riquíssima a procurar pela sua mãe que não tem onde cair morta. Depois de pesquisar pelo nome da mulher, Débora descobre Damião, cuja mulher sofre de um tumor cerebral em fase terminal e vê aqui a oportunidade perfeita para o golpe da sua vida, começando a aproximar-se dele e da sua família, desconhecendo que ele é seu irmão e que aquela é também a sua família.

 

Mas Débora não conta com uma peça muito importante nos seus planos: Constança, que vê a filha (que sempre desprezou) aproximar-se do filho, pondo em causa todos os seus segredos, e trazendo até a possibilidade de incesto. Mas Constança também não conhece o verdadeiro caráter e temperamento de Débora, que tal como ela, só vê dinheiro à frente. Ambiciosas e determinadas, as duas vão envolver-se num duelo de titãs, numa guerra muito perigosa para ambas, cujo fim aparenta ser apenas um: a tragédia.

 

Aquilo que Sangue Real nos mostra é a imagem daquilo que corre nas veias destas duas mulheres: a maldade no seu estado mais puro. Mas poderá o sangue ser justificação para a maldade? Será o sangue o único fim possível para esta guerra? Ou será o sangue comum às duas uma boa justificação para dar fim ao confronto sem que haja baixas de nenhum lado?

 

 

 

É suposto ser uma novela, e o elenco proposto é mais SIC do que TVI. Que acham?

Afinal o marido chama-se Eduardo ou Guilherme?
Gostei da história, embora seja um pouco mais do mesmo. 

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Sinopse de novela, um história diferente do habitual, com homens como protagonistas. Inspirada nas histórias do Tio Patinhas

PREÇO DA FELICIDADE

Spoiler

1955, Ilha do Corvo, Açores – Jeremias é um rapaz de 14 anos que vive com os pais norte-americanos que vivem nos Açores desde crianças, August e Hortence e as duas irmãs, a estudiosa e calma Matilde (10 anos) e a já reguila e rabugenta Helena (2 anos). É uma família muito pobre. Jeremias decide abandonar os Açores e partir para o continente em busca de trabalho prometendo aos seus parentes que um dia voltaria com muito dinheiro para lhe dar a vida que merecem.

1972 – Jeremias (35 anos) consegue cumprir a promessa e volta a casa da família depois de ter feito fortuna na exploração de minérios e na industria dos caminhos de ferro e locomotivas. Nos 21 anos que passaram, a mãe Hortence ficou muito doente e acabou por falecer sem poder voltar a ver o filho. Quando Jeremias volta à sua terra com o seu fiel assistente João Baptista (22 anos) o pai também não resiste muito mais tempo e acaba por morrer do coração. Matilde (31 anos) e Helena (24 anos) ainda solteiras abandonam os Açores e partem com o reencontrado irmão Jeremias para Lisboa onde este monta a sede dos seus negócios. Pouco tempo depois, o recém milionário deixa as irmãs à frente da sede com o auxilio de Baptista. Toma essa decisão porque percebe que ao longo dos anos habituou-se a estar sozinho e não consegue suportar de não poder voltar a ver os seus pais, no entanto não se permite a si mesmo viver essa dor.

1988 – Passam 12 anos. Jeremias volta a Portugal depois de conquistar novos negócios pelo mundo e administrar os que já tinha. Deparou-se com todo o tipo de coisas más, como a inveja, a depravação e a ganância. Fez um inimigo de morte que lhe tentou roubar tudo e fazê-lo passar por imposto, mas conseguiu metê-lo na cadeia. O angolano Elias Severo. Tornou-se um homem amargurado, desconfiado, ganancioso e ainda mais solitário. Matilde e Helena são nesta altura mulheres influentes em Lisboa. Matilde (43 anos) nunca casou e é dedicada a organizar os negócios do irmão e trata dos recursos humanos. Helena (36 anos) casou com um dos três filhos de um casal de agricultores, donos de várias terras no Ribatejo, e teve 2 filhos, Daniel (1 ano) e Rita (6 anos).

Jeremias destrata as irmãs e o país que homanageia, acabam por ter uma discussão épica e Matilde regressa para a ilha do Corvo enquanto Helena e o marido Pascoal vão para o Ribatejo para quinta dos pais deste. Jeremias é neste momento um dos 5 homens mais ricos do mundo.

2000 – Jeremias declara falência. Vende as suas empresas ficando só com a sua enorme propriedade onde enuncia que viverá sozinho esperando pela sua morte.

2016 –Daniel (27 anos) vive em Lisboa com o sobrinho Hugo (10 anos) que a irmã deixou e fugiu sem deixar rasto. A mãe Helena, disse que ficava com o neto visto que Daniel é um inútil que nem dele sabe cuidar, mas Daniel, orgulhoso, quis provar que é responsável e lutou pela guarda do menino. Daniel anda sempre a saltar de emprego em emprego sempre devido a “incompatibilidades com o patrão”. Não é muito dado à boa educação. É apaixonado por Margarida, jornalista de uma revista cor-de-rosa.

Depois de 16 anos em silêncio, Jeremias (75 anos) convida Daniel e Hugo para um jantar na sua mansão na qual lhes mostra os milhões de euro que ainda guarda em dinheiro, dizendo que a história da falência era fingimento e que se prepara para voltar ao ativo. As suas pretensões são corrigir os erros do passado, fazer jus às suas glórias, reconquistar a confiança e o amor das irmãs, reencontrar o amor da sua vida, Dora, e ainda fazer de Daniel e Hugo seus legítimos herdeiros. Mas primeiro vão ter de passar por várias provas e a relação entre eles não vai ser fácil. Vão ter ainda de lutar contra Elias Severo que esperou todos estes anos para se vingar de Jeremias. Não vão ser tempos fáceis, mas Jeremias, Daniel e Hugo estão dispostos a pagar o Preço da Felicidade.

 

Eu sei que é extensa mas se me puderem dar algum feedback agradecia-vos.

 

Edited by sergio.duarte
  • Like 3
Link to post
Share on other sites
há 2 horas, sergio.duarte disse:

Sinopse de novela, um história diferente do habitual, com homens como protagonistas. Inspirada nas histórias do Tio Patinhas

PREÇO DA FELICIDADE

  Hide contents

1941, Ilha do Corvo, Açores – Jeremias é um rapaz de 14 anos que vive com os pais norte-americanos que vivem nos Açores desde crianças, August e Hortence e as duas irmãs, a estudiosa e calma Matilde (10 anos) e a já reguila e rabugenta Helena (2 anos). É uma família muito pobre. Jeremias decide abandonar os Açores e partir para o continente em busca de trabalho prometendo aos seus parentes que um dia voltaria com muito dinheiro para lhe dar a vida que merecem.

 

1962 – Jeremias (35 anos) consegue cumprir a promessa e volta a casa da família depois de ter feito fortuna na exploração de minérios e na industria dos caminhos de ferro e locomotivas. Nos 21 anos que passaram, a mãe Hortence ficou muito doente e acabou por falecer sem poder voltar a ver o filho. Quando Jeremias volta à sua terra com o seu fiel assistente João Baptista (22 anos) o pai também não resiste muito mais tempo e acaba por morrer do coração. Matilde (31 anos) e Helena (24 anos) ainda solteiras abandonam os Açores e partem com o reencontrado irmão Jeremias para Lisboa onde este monta a sede dos seus negócios. Pouco tempo depois, o recém milionário deixa as irmãs à frente da sede com o auxilio de Baptista. Toma essa decisão porque percebe que ao longo dos anos habituou-se a estar sozinho e não consegue suportar de não poder voltar a ver os seus pais, no entanto não se permite a si mesmo viver essa dor.

 

1974 – Passam 12 anos. Jeremias volta a Portugal depois de conquistar novos negócios pelo mundo e administrar os que já tinha. Deparou-se com todo o tipo de coisas más, como a inveja, a depravação e a ganância. Fez um inimigo de morte que lhe tentou roubar tudo e fazê-lo passar por imposto, mas conseguiu metê-lo na cadeia. O angolano Elias Severo. Tornou-se um homem amargurado, desconfiado, ganancioso e ainda mais solitário. Matilde e Helena são nesta altura mulheres influentes em Lisboa. Matilde (43 anos) nunca casou e é dedicada a organizar os negócios do irmão e trata dos recursos humanos. Helena (36 anos) casou com um dos três filhos de um casal de agricultores, donos de várias terras no Ribatejo, e teve 2 filhos, Daniel (1 ano) e Rita (6 anos).

 

Jeremias despreza as irmãs e o país que o homenageia, acabam por ter uma discussão épica e Matilde regressa para a ilha do Corvo enquanto Helena e o marido Afonso vão para o Ribatejo para quinta dos pais deste. Jeremias é neste momento um dos 5 homens mais ricos do mundo.

 

1990 – Jeremias declara falência. Vende as suas empresas ficando só com a sua enorme propriedade onde enuncia que viverá sozinho esperando pela sua morte.

 

2016 –Daniel (27 anos) vive em Lisboa com o sobrinho Hugo (10 anos) que a irmã deixou e fugiu sem deixar rasto. A mãe Helena, disse que ficava com o neto visto que Daniel é um inútil que nem dele sabe cuidar, mas Daniel, orgulhoso, quis provar que é responsável e lutou pela guarda do menino. Daniel anda sempre a saltar de emprego em emprego sempre devido a “incompatibilidades com o patrão”. Não é muito dado à boa educação. É apaixonado por Margarida, jornalista de uma revista cor-de-rosa. Luta por ela com o primo Gonçalo, um agente publicitário bem sucedido.

 

Depois de 26 anos em silêncio, Jeremias (75 anos) convida Daniel e Hugo para um jantar na sua mansão na qual lhes mostra os milhões de euro que ainda guarda em dinheiro, dizendo que a história da falência era fingimento e que se prepara para voltar ao ativo. As suas pretensões são corrigir os erros do passado, fazer jus às suas glórias, reconquistar a confiança e o amor das irmãs, reencontrar o amor da sua vida, Dora, e ainda fazer de Daniel e Hugo seus legítimos herdeiros. Mas primeiro vão ter de passar por várias provas e a relação entre eles não vai ser fácil. Vão ter ainda de lutar contra Elias Severo que esperou todos estes anos para se vingar de Jeremias. Não vão ser tempos fáceis, mas Jeremias, Daniel e Hugo estão dispostos a pagar o Preço da Felicidade.

 

Eu sei que é extensa mas se me puderem dar algum feedback agradecia-vos.

 

Eu  gostei. Acho que tem imenso potencial. Dispenso o outro ser Angola e acho que não devias ter a história tão partida em vários anos, mesmo que sejam poucas as cenas. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Bem, é a minha primeira sinopse de sempre, por isso deem um desconto e também não tá assim muito grande... Mas espero que gostem xD Supostamente seria uma sinopse de novela para tv, mas tem um pouco ar de série :rolleyes:

 

Meu Deserto

A série conta a história de duas raparigas (casa dos 20 anos), Luna (Mafalda Pinto) e Mara (Joana Metrass). Elas vivem em África, num país lusófono, numa zona desértica. Ambas vivem numa cabana com o namorado de Luna, Júlio, invejado por Mara. Eles são atacados por outro povo e veem-se obrigados a fugir para outro local. Luna é atacada por um leão e perde um braço. O local onde chegaram estava a evacuar a sua população devido ás condições mortíferas que se faziam sentir na região. Os três são levados para Portugal. 

[todos eles nunca tinham vivido numa sociedade desenvolvida e adaptam-se da melhor forma que sabem, as suas personalidades eram duvidosas e diferentes por conta de serem órfãos e nunca terem recebido os supostos "valores", mas todos são muito inteligentes, por conta das experiências de vida que viveram]

Chegam a Portugal. Luna vê-se ignorada por Júlio que a traía com Mara, mas continuava a aproveitar-se de Luna na cama. Luna apanha Mara e Júlio em flagrante e arquiteta um plano para magoar Júlio num barracão abandonado próximo. Mara segue Júlio e as duas acabam a brigar. Luna revela que ainda mantinha, também, uma relação com Júlio. Este foge para casa, e estas perseguem-no. No entanto, no momento em que entram em casa apercebem-se que está a acontecer um assalto. Acidental ou não uma delas provoca a morte de Júlio e cria-se o mistério de quem o matou, sendo que ambas se acusam mutuamente. Elas separam-se e fogem. 

[Dias depois]

Luna aterra em casa de Igor, um professor de judo e manipulador informático nas horas vagas, já Mara passa a viver na mesma localidade (sem saber), na casa do que vem a ser o seu próximo amor, Hugo. Hugo é filho de um empresário bilionário dono da VECO, que é uma empresa vendedora de produtos electrónicos de lazer e gere ainda a entrada de filmes estrangeiros em Portugal.  

 

Continua... :P

Uma novela que pretenderá retratar os limites do ódio e as grandes revelações que se podem mostrar com o mesmo. Uma dupla de antagonistas uma da outra, que vai gerar desde início a dúvida de quem provocou a morte de Júlio, uma loira com trajes simplórios (Mara) que tenta desmoronar a inimiga, ou uma ruiva maneta que faz de tudo para viver melhor. Muitas revelações virão a surgir em torno da VECO e de Hugo e Igor.

 

Que acharam? Está alguma coisa de jeito?

Edited by Tiago João
Link to post
Share on other sites
On 29/06/2016 at 19:15, sergio.duarte disse:

Sinopse de novela, um história diferente do habitual, com homens como protagonistas. Inspirada nas histórias do Tio Patinhas

PREÇO DA FELICIDADE

  Hide contents

1955, Ilha do Corvo, Açores – Jeremias é um rapaz de 14 anos que vive com os pais norte-americanos que vivem nos Açores desde crianças, August e Hortence e as duas irmãs, a estudiosa e calma Matilde (10 anos) e a já reguila e rabugenta Helena (2 anos). É uma família muito pobre. Jeremias decide abandonar os Açores e partir para o continente em busca de trabalho prometendo aos seus parentes que um dia voltaria com muito dinheiro para lhe dar a vida que merecem.

 

1972 – Jeremias (35 anos) consegue cumprir a promessa e volta a casa da família depois de ter feito fortuna na exploração de minérios e na industria dos caminhos de ferro e locomotivas. Nos 21 anos que passaram, a mãe Hortence ficou muito doente e acabou por falecer sem poder voltar a ver o filho. Quando Jeremias volta à sua terra com o seu fiel assistente João Baptista (22 anos) o pai também não resiste muito mais tempo e acaba por morrer do coração. Matilde (31 anos) e Helena (24 anos) ainda solteiras abandonam os Açores e partem com o reencontrado irmão Jeremias para Lisboa onde este monta a sede dos seus negócios. Pouco tempo depois, o recém milionário deixa as irmãs à frente da sede com o auxilio de Baptista. Toma essa decisão porque percebe que ao longo dos anos habituou-se a estar sozinho e não consegue suportar de não poder voltar a ver os seus pais, no entanto não se permite a si mesmo viver essa dor.

 

1988 – Passam 12 anos. Jeremias volta a Portugal depois de conquistar novos negócios pelo mundo e administrar os que já tinha. Deparou-se com todo o tipo de coisas más, como a inveja, a depravação e a ganância. Fez um inimigo de morte que lhe tentou roubar tudo e fazê-lo passar por imposto, mas conseguiu metê-lo na cadeia. O angolano Elias Severo. Tornou-se um homem amargurado, desconfiado, ganancioso e ainda mais solitário. Matilde e Helena são nesta altura mulheres influentes em Lisboa. Matilde (43 anos) nunca casou e é dedicada a organizar os negócios do irmão e trata dos recursos humanos. Helena (36 anos) casou com um dos três filhos de um casal de agricultores, donos de várias terras no Ribatejo, e teve 2 filhos, Daniel (1 ano) e Rita (6 anos).

 

Jeremias destrata as irmãs e o país que homanageia, acabam por ter uma discussão épica e Matilde regressa para a ilha do Corvo enquanto Helena e o marido Pascoal vão para o Ribatejo para quinta dos pais deste. Jeremias é neste momento um dos 5 homens mais ricos do mundo.

 

2000 – Jeremias declara falência. Vende as suas empresas ficando só com a sua enorme propriedade onde enuncia que viverá sozinho esperando pela sua morte.

 

2016 –Daniel (27 anos) vive em Lisboa com o sobrinho Hugo (10 anos) que a irmã deixou e fugiu sem deixar rasto. A mãe Helena, disse que ficava com o neto visto que Daniel é um inútil que nem dele sabe cuidar, mas Daniel, orgulhoso, quis provar que é responsável e lutou pela guarda do menino. Daniel anda sempre a saltar de emprego em emprego sempre devido a “incompatibilidades com o patrão”. Não é muito dado à boa educação. É apaixonado por Margarida, jornalista de uma revista cor-de-rosa.

 

Depois de 16 anos em silêncio, Jeremias (75 anos) convida Daniel e Hugo para um jantar na sua mansão na qual lhes mostra os milhões de euro que ainda guarda em dinheiro, dizendo que a história da falência era fingimento e que se prepara para voltar ao ativo. As suas pretensões são corrigir os erros do passado, fazer jus às suas glórias, reconquistar a confiança e o amor das irmãs, reencontrar o amor da sua vida, Dora, e ainda fazer de Daniel e Hugo seus legítimos herdeiros. Mas primeiro vão ter de passar por várias provas e a relação entre eles não vai ser fácil. Vão ter ainda de lutar contra Elias Severo que esperou todos estes anos para se vingar de Jeremias. Não vão ser tempos fáceis, mas Jeremias, Daniel e Hugo estão dispostos a pagar o Preço da Felicidade.

 

 

Eu sei que é extensa mas se me puderem dar algum feedback agradecia-vos.

 

Gostei imenso mas acho que podia ser uma série e não uma novela. Iam avançando os anos ao longo dos episódios :)

Link to post
Share on other sites
há 4 horas, Ambrósio disse:

Gostei imenso mas acho que podia ser uma série e não uma novela. Iam avançando os anos ao longo dos episódios :)

Obrigado! Eu pensei mesmo desenvolver toda a história em formato novela. Tudo o que acontece no passado é mais um suporte biográfico para a ação que vai acontecer e não deve ocupar mais do que 1 ou 2 episódios. A novela é acima de tudo uma história sobre três homens de gerações diferentes a batalhar pelos seus sonhos. Jeremias deseja a redenção e dar um sentido à sua longa jornada, deixando descendentes capazes de honrar a sua passagem. Daniel quer vir a ser levado a sério pela sua família e amigos e encontrar um rumo na vida sendo um motivo de orgulho para os amores da sua vida, o sobrinho, a Margarida e a avó Dalila. E Hugo é um pequeno sonhador, cheio de vontade de viver e fazer deste mundo um lugar melhor.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 23 minutos, sergio.duarte disse:

Obrigado! Eu pensei mesmo desenvolver toda a história em formato novela. Tudo o que acontece no passado é mais um suporte biográfico para a ação que vai acontecer e não deve ocupar mais do que 1 ou 2 episódios. A novela é acima de tudo uma história sobre três homens de gerações diferentes a batalhar pelos seus sonhos. Jeremias deseja a redenção e dar um sentido à sua longa jornada, deixando descendentes capazes de honrar a sua passagem. Daniel quer vir a ser levado a sério pela sua família e amigos e encontrar um rumo na vida sendo um motivo de orgulho para os amores da sua vida, o sobrinho, a Margarida e a avó Dalila. E Hugo é um pequeno sonhador, cheio de vontade de viver e fazer deste mundo um lugar melhor.

Sim a sinopse está muito boa, eu é que já ando farto de novelas porque acabam todas por ter 300 e tal episódios e assim era muito melhor :)

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...
On 30/06/2016 at 16:09, Tiago João disse:

Bem, é a minha primeira sinopse de sempre, por isso deem um desconto e também não tá assim muito grande... Mas espero que gostem xD Supostamente seria uma sinopse de novela para tv, mas tem um pouco ar de série :rolleyes:

 

Meu Deserto

A série conta a história de duas raparigas (casa dos 20 anos), Luna (Mafalda Pinto) e Mara (Joana Metrass). Elas vivem em África, num país lusófono, numa zona desértica. Ambas vivem numa cabana com o namorado de Luna, Júlio, invejado por Mara. Eles são atacados por outro povo e veem-se obrigados a fugir para outro local. Luna é atacada por um leão e perde um braço. O local onde chegaram estava a evacuar a sua população devido ás condições mortíferas que se faziam sentir na região. Os três são levados para Portugal. 

[todos eles nunca tinham vivido numa sociedade desenvolvida e adaptam-se da melhor forma que sabem, as suas personalidades eram duvidosas e diferentes por conta de serem órfãos e nunca terem recebido os supostos "valores", mas todos são muito inteligentes, por conta das experiências de vida que viveram]

Chegam a Portugal. Luna vê-se ignorada por Júlio que a traía com Mara, mas continuava a aproveitar-se de Luna na cama. Luna apanha Mara e Júlio em flagrante e arquiteta um plano para magoar Júlio num barracão abandonado próximo. Mara segue Júlio e as duas acabam a brigar. Luna revela que ainda mantinha, também, uma relação com Júlio. Este foge para casa, e estas perseguem-no. No entanto, no momento em que entram em casa apercebem-se que está a acontecer um assalto. Acidental ou não uma delas provoca a morte de Júlio e cria-se o mistério de quem o matou, sendo que ambas se acusam mutuamente. Elas separam-se e fogem. 

[Dias depois]

Luna aterra em casa de Igor, um professor de judo e manipulador informático nas horas vagas, já Mara passa a viver na mesma localidade (sem saber), na casa do que vem a ser o seu próximo amor, Hugo. Hugo é filho de um empresário bilionário dono da VECO, que é uma empresa vendedora de produtos electrónicos de lazer e gere ainda a entrada de filmes estrangeiros em Portugal.  

 

Continua... :P

Uma novela que pretenderá retratar os limites do ódio e as grandes revelações que se podem mostrar com o mesmo. Uma dupla de antagonistas uma da outra, que vai gerar desde início a dúvida de quem provocou a morte de Júlio, uma loira com trajes simplórios (Mara) que tenta desmoronar a inimiga, ou uma ruiva maneta que faz de tudo para viver melhor. Muitas revelações virão a surgir em torno da VECO e de Hugo e Igor.

 

Que acharam? Está alguma coisa de jeito?

Está boa (alguns clichés mas nada de especial), e ainda bem que é série, pois parece que tem bem mais pano suficiente para isso do que para novela :P

 

 

Por falar nisso, importavas-te de me dizer o que achaste na minha sinopse enormíssima? :P

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 4 horas, Johnman disse:

Está boa (alguns clichés mas nada de especial), e ainda bem que é série, pois parece que tem bem mais pano suficiente para isso do que para novela :P

 

 

Por falar nisso, importavas-te de me dizer o que achaste na minha sinopse enormíssima? :P

A tua sinopese enormíssima está BRUTAL!!! Adorei toda a complexidade presente nela. Adorei a realidade que criaste. Adorei a Carla! Remeteu-me para a Narcisa de Rainha das Flores (mas muito mais completa). Confesso que quando li o nome pensei numa coisa do género OUAT :rolleyes: Vila Nova do Arco-Íris :lol: Acho que tinha tudo para ser um sucesso, e tem pano para mangas para uma novela, apenas acho que podiam haver umas coisitas que podias "aliviar", digamos assim, acho que devias cortar uma ou duas personagens porque quando cheguei ao fim, se calhar por estar a ler, fiquei com um princíipio de nó no cérebro :P Mas está muito mais elaborada que a minha.

Em relação à minha, embora tenha ar de série (o núcleo cómico seria feito através do carisma dos protagonistas), e tenha poucas personagens (embora entrassem mais da VECO, e da família de Hugo, isto iria ter muitos clichês e eu pensei a história para mais de 200 episódios :rolleyes: Tipo, é suposto ser uma novela mais séria com clichês familiares tratados a sangue frio. As protagonistas são vilãs (uma delas seria daquelas mesmo má, a outra, que não fosse a assassina, embora seja vilã iria ser mais "humana), e mais alguns personagens (basicamente, os mais importantes são vilões, seria quase um choque de vilões). Já para não falar que iria ter a primeira vilã protagonista maneta :haha:

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 10 horas, Tiago João disse:

A tua sinopese enormíssima está BRUTAL!!! Adorei toda a complexidade presente nela. Adorei a realidade que criaste. Adorei a Carla! Remeteu-me para a Narcisa de Rainha das Flores (mas muito mais completa). Confesso que quando li o nome pensei numa coisa do género OUAT :rolleyes: Vila Nova do Arco-Íris :lol: Acho que tinha tudo para ser um sucesso, e tem pano para mangas para uma novela, apenas acho que podiam haver umas coisitas que podias "aliviar", digamos assim, acho que devias cortar uma ou duas personagens porque quando cheguei ao fim, se calhar por estar a ler, fiquei com um princíipio de nó no cérebro :P Mas está muito mais elaborada que a minha.

Em relação à minha, embora tenha ar de série (o núcleo cómico seria feito através do carisma dos protagonistas), e tenha poucas personagens (embora entrassem mais da VECO, e da família de Hugo, isto iria ter muitos clichês e eu pensei a história para mais de 200 episódios :rolleyes: Tipo, é suposto ser uma novela mais séria com clichês familiares tratados a sangue frio. As protagonistas são vilãs (uma delas seria daquelas mesmo má, a outra, que não fosse a assassina, embora seja vilã iria ser mais "humana), e mais alguns personagens (basicamente, os mais importantes são vilões, seria quase um choque de vilões). Já para não falar que iria ter a primeira vilã protagonista maneta :haha:

Ah, ok, vejo que os clichês são propositados, então. A vilã maneta era um arraso :haha:  Acredito que tu talvez apostasses mais na execução do que na própria sinopse, e se alguns autores provam, fazes bem se tiveres ação suficiente (se bem que 200 episódios em estilo novela parece um bocado complicado) :)

No que toca à minha, muito obrigado :) Eu abusei um bocadinho nas personagens só mesmo porque acho que era necessário mencioná-las rapidamente para dar ao pessoal um bocadinho mais da complexidade da sinopse, assim como continuar o worldbuilding subtilmente. É uma sinopse que eu já tinha começado a pensar há ANOS, com tantas ideias e personagens que me passam pela cabeça :P Quanto ao título, epá, eu sou um tipo que adora ironia, e acho que esse título reflete de forma perfeitamente irónica o "paraíso" que a cidade seria :lol:

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Johnman disse:

Ah, ok, vejo que os clichês são propositados, então. A vilã maneta era um arraso :haha:  Acredito que tu talvez apostasses mais na execução do que na própria sinopse, e se alguns autores provam, fazes bem se tiveres ação suficiente (se bem que 200 episódios em estilo novela parece um bocado complicado) :)

No que toca à minha, muito obrigado :) Eu abusei um bocadinho nas personagens só mesmo porque acho que era necessário mencioná-las rapidamente para dar ao pessoal um bocadinho mais da complexidade da sinopse, assim como continuar o worldbuilding subtilmente. É uma sinopse que eu já tinha começado a pensar há ANOS, com tantas ideias e personagens que me passam pela cabeça :P Quanto ao título, epá, eu sou um tipo que adora ironia, e acho que esse título reflete de forma perfeitamente irónica o "paraíso" que a cidade seria :lol:

Ok, o título tem a sua graça :D E sim, isto na tv percebia-se tudo, foi mesmo a questão de teres de compactar aqui tudo xD

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Ainda não sei como vai ser a sinopse, mas sei que vou abordar:

  • Ataques terroristas, ainda não decidi se um real, ou se um inventado por mim
  • Anorexia masculina/Manorexia ou Vigorexia, ainda não decidi
  • Violência doméstica contra homens @Forbidden, gostas?
  • Violação de um homem
  • Gravidez na adolescência planeada por ambos e sem interesses, tipo prender o namorado, etc.
  • Mudança de género
Edited by BBFF
  • Like 3
Link to post
Share on other sites
há 3 minutos, André Sousa disse:

Gostei imenso das temáticas que vão ser abordadas!
E história principal há?

Ainda não. Só decidi começar a escrever hoje! Só sei que se vai chamar Perspetivas e que vai ter este logótipo: (achas bom?)

PERSPETIVAS.jpg

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, BBFF disse:

Ainda não sei como vai ser a sinopse, mas sei que vou abordar:

  • Ataques terroristas, ainda não decidi se um real, ou se um inventado por mim
  • Anorexia masculina/Manorexia ou Vigorexia, ainda não decidi
  • Violência doméstica contra homens @Forbidden, gostas?
  • Violação de um homem
  • Gravidez na adolescência planeada por ambos e sem interesses, tipo prender o namorado, etc.
  • Mudança de género

Sim, é um tema que precisa mesmo de ser abordado...

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
On ‎24‎/‎07‎/‎2016 at 18:18, Forbidden disse:

Sim, é um tema que precisa mesmo de ser abordado...

Eu concordo contigo a 100%.

Edited by BBFF
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...