Jump to content

José Fragoso


RIKIPOWER
 Share

Recommended Posts

há 3 horas, Televisão 10 disse:

Até agora, acho que o José Fragoso tem uma visão mais indicada para o cargo do que tinha o Daniel Deusdado, que estava parado no século passado.

Essa frase com alguns elementos em ordem inversa até faz sentido. :p

Acho que o Fragoso tem um mindset pouco adequado para a renovação de públicos que a RTP precisa. O problema do Deusdado era essencialmente não saber programar (o que é importante) e ser um bocado testa-de-ferro da visão do Nuno Artur Silva.

Já o Fragoso, se os resultados a curto prazo são bons, é o que interessa. Se daqui a 5 ou 10 anos a situação piora, vai-se para os jornais dizer que a TV é toda uma mesmice, quando não contribuiu para uma verdadeira mudança (e se a havia altura em que a RTP podia ter sido uma força mais disruptora no mercado, foi na altura em que ele estava ao leme da RTP1).

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

há 1 hora, JDaman disse:

Essa frase com alguns elementos em ordem inversa até faz sentido. :p

Acho que o Fragoso tem um mindset pouco adequado para a renovação de públicos que a RTP precisa. O problema do Deusdado era essencialmente não saber programar (o que é importante) e ser um bocado testa-de-ferro da visão do Nuno Artur Silva.

Já o Fragoso, se os resultados a curto prazo são bons, é o que interessa. Se daqui a 5 ou 10 anos a situação piora, vai-se para os jornais dizer que a TV é toda uma mesmice, quando não contribuiu para uma verdadeira mudança (e se a havia altura em que a RTP podia ter sido uma força mais disruptora no mercado, foi na altura em que ele estava ao leme da RTP1).

Eu disse aquela frase pela aposta que o Daniel Deusdado fez alguns programas como o Agora Escolha, o Praias Olímpicas e o Treze, que mais pareciam programas com ideias vindas de outro século. Além disso, o Deusdado era péssimo a programar. A não ser a aposta em séries, muitas delas pouco marcantes e com fraca qualidade, a passagem do Daniel Deusdado na RTP 1 não foi assim tão positiva. Teve a sorte de ter herdado da direção anterior programas como o Got Talent e o The Voice.

Com o José Fragoso, a RTP 1 volta a ganhar competividade sem perder qualidade. A prova disso é que os últimos meses do ano de 2018, com o Fragoso, tiveram médias superiores aos outros, com o Deusdado. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 19 horas, Televisão 10 disse:

Eu disse aquela frase pela aposta que o Daniel Deusdado fez alguns programas como o Agora Escolha, o Praias Olímpicas e o Treze, que mais pareciam programas com ideias vindas de outro século. Além disso, o Deusdado era péssimo a programar. A não ser a aposta em séries, muitas delas pouco marcantes e com fraca qualidade, a passagem do Daniel Deusdado na RTP 1 não foi assim tão positiva. Teve a sorte de ter herdado da direção anterior programas como o Got Talent e o The Voice.

Com o José Fragoso, a RTP 1 volta a ganhar competividade sem perder qualidade. A prova disso é que os últimos meses do ano de 2018, com o Fragoso, tiveram médias superiores aos outros, com o Deusdado. 

Nunca disse que o Deusdado é bom. Mas o Fragoso também não é a melhor escolha a meu ver para aquilo que são as intenções da empresa a longo prazo. É preciso ter em conta que a bandeira da RTP, por muito multiplataforma que a empresa seja, ainda vai sendo a RTP1. Se a RTP1 passar uma imagem de "ser só para velhotes", pouco ou nada conseguirão renovar a nível de público. E renovação do público já é um problema que a RTP tem há vários anos. Diria que desde o advento dos canais nacionais na TV paga (especialmente com os primeiros investimentos da SIC) que isso se acentuou.

A RTP tem um grande problema (maior que o das audiências a curto prazo) e o Fragoso simplesmente não é a resposta para esse problema (tal como Deusdado não o era, porque em parte ou não programava as coisas de forma lógica ou fazia alterações em cima do joelho, algo pelo qual o Fragoso ficou conhecido na primeira era dele na RTP1).

Edited by JDaman
  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

há 2 horas, Rafael A. disse:

O Fragoso programa a la privada. Essa é a diferença. 

O Fragoso é mais agressivo comercialmente, mas longe de programar completamente ao estilo de uma privada quando está na RTP. Se queres ver RTP1 a ser programada como uma privada vê a era de insanidade do Emídio Rangel. Aquilo teve programas que nunca na vida teriam espaço na RTP.

Edited by JDaman
Link to comment
Share on other sites

  • 1 year later...
On 1/13/2019 at 11:02 PM, Televisão 10 said:

Eu disse aquela frase pela aposta que o Daniel Deusdado fez alguns programas como o Agora Escolha, o Praias Olímpicas e o Treze, que mais pareciam programas com ideias vindas de outro século. Além disso, o Deusdado era péssimo a programar. A não ser a aposta em séries, muitas delas pouco marcantes e com fraca qualidade, a passagem do Daniel Deusdado na RTP 1 não foi assim tão positiva. Teve a sorte de ter herdado da direção anterior programas como o Got Talent e o The Voice.

Com o José Fragoso, a RTP 1 volta a ganhar competividade sem perder qualidade. A prova disso é que os últimos meses do ano de 2018, com o Fragoso, tiveram médias superiores aos outros, com o Deusdado. 

A insistência do Deusdado em gastar dinheiro em novelas nunca ninguém percebeu... até podem ter tido alguns resultados mas investir no daytime e depois enche-me o horário nobre de programas com mofo, repeats e séries meio duvidosas...

O Fragoso tem melhor gosto a escolher programas e séries, mas que me desculpem é tão mau a programar como o Deusdado. Além disso corremos o risco de ver a rtp a produzir muita coisa e metade ficar na gaveta... com a desculpa da grelha rebentar o orçamento. 

Fiquei de pé atrás com o regresso dele... mas veremos como ele programas estás novas apostas.

Link to comment
Share on other sites

há 8 minutos, MiguelB disse:

A insistência do Deusdado em gastar dinheiro em novelas nunca ninguém percebeu... até podem ter tido alguns resultados mas investir no daytime e depois enche-me o horário nobre de programas com mofo, repeats e séries meio duvidosas...

O Fragoso tem melhor gosto a escolher programas e séries, mas que me desculpem é tão mau a programar como o Deusdado. Além disso corremos o risco de ver a rtp a produzir muita coisa e metade ficar na gaveta... com a desculpa da grelha rebentar o orçamento. 

Fiquei de pé atrás com o regresso dele... mas veremos como ele programas estás novas apostas.

O Fragoso é péssimo a programar, péssimo mesmo.

A grelha da RTP1 precisa de mudar completamente, porque o canal tem audiências péssimas 

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, D91 said:

O Fragoso é péssimo a programar, péssimo mesmo.

A grelha da RTP1 precisa de mudar completamente, porque o canal tem audiências péssimas 

Até percebo que a rtp1 não tenha de se preocupar demasiado com audiências mas quando uma grelha não tem coerência, nem um alinhamento que alguém se lembre do que vai dar, não serve de nada. A rtp tem mais audiência no daytime que no prime time...

Por exemplo criaram uma linha de talk shows... um começa as 22h30... outro as 23h30... outro depois da meia noite... porquê? porque a grelha está cheia de repeats e programas que não têm uma duração concreta. Isto fideliza alguém?

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

 Share

×
×
  • Create New...