Jump to content

A Casa das Sete Mulheres


Recommended Posts

há 1 minuto, Maya disse:

Gostei deles no primeiro episódio, no qual acabaram por ser o principal destaque. Depois acabei por achar a história um bocadinho "surrealista", mas depois do que aconteceu naquela última cena do quinto episódio voltei a ficar expectante com o que poderá vir à acontecer a partir de agora.

São os meus dois casais de eleição Duarte! :wub: No caso da Caetana e do Bento chega a ser comovente ver tanto amor e cumplicidade entre eles, sobretudo dada a época e o contexto social em que a acção da série decorre.

Eu disse isso?! Se cheguei a proferir tamanha barbaridade então retiro tudo o que disse. Ela está extraordinária nesta série e também esteve muito bem no 'O Clone', embora longe de ser um dos destaques principais nesta última.

Estevão & Rosário melhor casal ever :giveheart:

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Sim a cumplicidade de Bento e Caetana é incrível, gosto muito deles.

Ou que ela não te dizia muito, foi algures durante a Dona do Pedaço. Mas pronto, já não me recordo bem, e não importa.
Ela aqui tem uam personagem mesmo má, a pior mãe da ficção brasileira, nem a da Vida da Gente consegue ser tão fria e cruel como esta Maria.

E já agora que achas da Dª Consuelo? Eu gostei de ver a Rosi Campos neste registo mais dubio, e afastada da comedia onde sempre é vista.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • Replies 117
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Terminei hoje a série. Que últimos episódios de tirar o fôlego! Desde o parto da Anita feito pela Manuela, que rendeu uma das sequências mais emocionantes da série, ao sofrimento da Mariana nas mãos daquele monstro sem alma que se auto intitula de mãe dela (nem as outras duas sofreram aquilo que a Mariana penou nas mãos da Maria), passando também pelo final emocionante da Rosário, que infelizmente (ou não) não podia ter terminado de outra forma. Eu destaco a última cena da Manuela como

Amei toda aquela sequência do ataque dos soldados imperiais à estância. Foi tão bom ver todas as mulheres da casa a defenderem o seu "território" com unhas e dentes! A parte em que a Teresa salva a Perpétua de ser molestada por aquele "caramuru" nojento e asqueroso foi a minha preferida! Foi tão bonito vê-las mais tarde a fazerem as pazes! A Caetana também esteve soberba em todos os momentos! Aliás foi dela que partiu a iniciativa de não ceder à "chantagem" dos imperiais quando começou a dispa

O final da Manuela é horrível, que tristeza. Pior de tudo é que esta mulher existiu mesmo, e esperou pelo Garibaldi até ao fim dos seus dias, ficando para a história como a "eterna noiva de Garibaldi". E é ainda mais triste, pois na serie eles ainda se encontram, mas na vida real nunca mais se viram desde que o Garibaldi saiu da estância da Tia Antónia.  Acho que romantizaram o Garibaldi muito nesta serie, na vida real ele não deve te sido muito correto com as mulheres, chegando mesmo a s

@Duarte com D Gostei muito deles no primeiro episódio. Depois disso só numa ou outra cena na estância é que me agradaram.

Se disse não me lembro. Devo ter sido "obliviada" por um feiticeiro qualquer na última que fui há Diagon Alley fazer umas comprinhas :rofl:

Ainda não vi muito da Consuelo, mas gosto da Rosi Campos. Muito em breve vamos poder matar saudades da sua eterna Eponina. <3

Edited by Maya
Link to post
Share on other sites

Os autores estão a fazer-me sofrer e bem com o casal "Manugaldi". Agora não se podem casar porque o pai dela, antes de morrer, disse a não sei quem que fazia questão que a filha se casasse com o primo. Isto não se faz malta! :crying:A Manuela é uma personagem tão incrível! Tão doce, mas ao mesmo tempo tão inteligente e determinada. <3

O casal Perpétua e Inácio conseguiu conquistar-me logo na primeira cena em que ambos se conheceram naquele riacho, linda por sinal. :giveheart: Foi tão bonita aquela conversa que ela teve depois com a Manuela! Coitada da Perpétua, já estava super convencida de que a Manuela se tinha enganado na "profecia" que fez quando lhe disse que ela se ia apaixonar por um homem casado, para no fim descobrir que ele é, indeed, casado. Que balde de água fria para aquela pobre coitada! :crying:Confesso que por escassos momentos fiquei com uma raiva exacerbada aquele homem, mas depois percebi que ele só continua casado com a esposa por pena, ou compaixão derivado o estado de saúde bastante crítico em que ela se encontra.

@Free Live A Daniela Escobar e o Marcelo Novaes fizeram par romântico aqui. :haha: Pouco depois de terem sido "sogra" e "genro", respectivamente, no 'O Clone'. Curioso não achas?!

A Rosário tem me dado imensa pena, coitadinha! Este romance entre ela e o capitão Estevão estava condenado à nascença, derivado a todo este contexto  de "guerra civil" em que ambos os personagens se viram inseridos.

A Mariana também é tão querida! Está tão focada em encontrar "o homem perfeito", mas até agora não tem tido sorte nenhuma nesta sua busca incessante. Quando deixar de procurar por ele, pode ser que ele apareça. <3

E que homemzinho mais sinistro aquele Bento Manuel! O Bento Gonçalves e a Caetana são tão queridos! Tomara que ele não os consiga chatear muito.

Destaco as cenas, em que os homens se despedem das mulheres das suas respectivas famílias antes de partirem em batalha, como as mais impactantes da série. Eles partem, literalmente, rumo ao desconhecido! E elas coitadas ficam em casa, naquela aflição e expectativa tortuosas de não saberem se os seus pais, filhos, maridos, irmãos ou primos vão voltar da guerra sãos e salvos.

Edited by Maya
  • Love 2
Link to post
Share on other sites
há 41 minutos, Maya disse:

Os autores estão a fazer-me sofrer e bem com o casal "Manugaldi". Agora não se podem casar porque o pai dela, antes de morrer, disse a não sei quem que fazia questão que a filha se casasse com o primo. Isto não se faz malta! :crying:A Manuela é uma personagem tão incrível! Tão doce, mas ao mesmo tempo tão inteligente e determinada. <3

@Free Live A Daniela Escobar e o Marcelo Novaes fizeram par romântico aqui. :haha: Pouco depois de terem sido "sogra" e "genro", respectivamente, no 'O Clone'. Curioso não achas?!

A Rosário tem me dado imensa pena, coitadinha! Este romance entre ela e o capitão Estevão estava condenado à nascença, derivado a todo este contexto  de "guerra civil" em que ambos os personagens se viram inseridos.

 

Em que episódios vais @Maya?

Esta serie é tão, tão emocionante. :crying:

Eu sofri muito com a história destas, mulheres, de todas elas.

A Rosário & Estevão foi um sufoco até ao fim, que tristeza. :crying:

Mas se já achas isto emocionante no inicio, nem sabes o que te espera.

  • Like 1
  • Love 1
Link to post
Share on other sites

@Maya sim, fazia-me imensa confusão ver a Maysa e o Xande como casal, ainda por cima tinham química. Mas o mais estranho era que eu via O Clone e Avenida Brasil ao mesmo tempo em 2012, então ver o Murilo Benício e a Debora Falabella como casal era o mais chocante. :mosking:

Concordo que ainda tens muito para sofrer, talvez não tanto como n'O Clone mas olha que não fica muito longe...

  • Love 1
Link to post
Share on other sites
há 39 minutos, Free Live disse:

Concordo que ainda tens muito para sofrer, talvez não tanto como n'O Clone mas olha que não fica muito longe...

Vai sofrer mais,não quero spoilar, nem levantar qualquer ponta do véu, mas aqui dá para sofrer mais que em qualquer novela ou serie brasileira já feita.

Link to post
Share on other sites

@Free Live e @Duarte com D Eu estou tão encantada com os casais desta série! Manuela e Garibaldi, Caetana e Bento Gonçalves, e agora Perpétua e Inácio... todos maravilhosos! Cada um deles único à sua maneira e feitio. :giveheart:

Os diálogos também são muito bons. Podem não ter muita daquela poesia intrínseca nas entrelinhas que 'O Clone' (por exemplo) tinha, mas acabam por contribuir significativamente para o enriquecer do produto final.

Eu gosto muito da Rosário querido Duarte, mas não estou nada satisfeita com o rumo que ela está a tomar. Não estou nada satisfeita com o destino que os autores decidiram reservar-lhe a ela e ao Estevão. Acho um bocadinho incongruente, para dizer o mínimo.

Edited by Maya
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 15 minutos, Maya disse:

Eu gosto muito da Rosário querido Duarte, mas não estou nada satisfeita com o rumo que ela está a tomar. Não estou nada satisfeita com o destino que os autores decidiram reservar-lhe a ela e ao Estevão. Acho um bocadinho incongruente, para dizer o mínimo.

Não foram os autores @Maya, a Rosário existiu na vida real.

Ela, a Manuela, o Garibaldi, a Caetana, o Bento Gonçalves e o Bento Manuel, foram pessoas que existiram na realidade, e portanto a serie espelha a vida deles, claro com uma ou outro detalhe adicionado, mas na essencia estas pessoas existiram, por isso também acho a história tão triste, pois não é apenas uma história fictícia, mas sim algo que aconteceu de verdade. :crying:

Por isso te disse para não veres nada da revolução farroupilha, pois ias ser spoilada à seria em relação ao rumo de alguns personagens.

Link to post
Share on other sites

@Duarte com D faltou a Anita também, que é das que tem mais destaque.

 

SPOILER

(não abras Maya)

Spoiler

Eu não morri de amores pela história da Rosário, achei o plot do fantasma chatinho e ela no convento também me aborrecia. Para mim a história mais triste da série é mesmo a da Manuela, essa sim é de partir o coração. O final é tristíssimo, primeiro eles perdem a guerra depois a Manuela envelhece sozinha, um autêntico murro no estômago.

Não me recordo se a Perpétua termina com o Inácio, mas penso que não? Acho que a única com um final feliz é a Mariana, não é?

 

Link to post
Share on other sites
9 minutes ago, Duarte com D said:

Não foram os autores @Maya, a Rosário existiu na vida real.

Ela, a Manuela, o Garibaldi, a Caetana, o Bento Gonçalves e o Bento Manuel, foram pessoas que existiram na realidade, e portanto a serie espelha a vida deles, claro com uma ou outro detalhe adicionado, mas na essencia estas pessoas existiram, por isso também acho a história tão triste, pois não é apenas uma história fictícia, mas sim algo que aconteceu de verdade. :crying:

Por isso te disse para não veres nada da revolução farroupilha, pois ias ser spoilada à seria em relação ao rumo de alguns personagens.

Eu sabia que as histórias do Bento Gonçalves, Garibaldi e Manuela eram verídicas, embora um pouco romanceadas mas isso é normal em produções como esta.

Da Rosário não sabia, por acaso. Pensei que ela fosse uma personagem fictícia da obra da Letícia Werchowski (acho que é assim que se escreve). Sabes que a série 'A Casa das Sete Mulheres' é a adaptação de uma obra dessa mesma autora, certo?

Link to post
Share on other sites
há 5 minutos, Free Live disse:

@Duarte com D

 

SPOILER

(não abras Maya)

  Spoiler - mostrar conteúdo oculto

Eu não morri de amores pela história da Rosário, achei o plot do fantasma chatinho e ela no convento também me aborrecia. Para mim a história mais triste da série é mesmo a da Manuela, essa sim é de partir o coração. O final é tristíssimo, primeiro eles perdem a guerra depois a Manuela envelhece sozinha, um autêntico murro no estômago.

Não me recordo se a Perpétua termina com o Inácio, mas penso que não? Acho que a única com um final feliz é a Mariana, não é?

 

A Maya ainda não conhece esse personagem por isso não fiz referência.

Não abras Maya

Spoiler

Nem me digas nada, e pensar que foi uma história real, e que essa mulher existiu mesmo...

E por isso digo que é mais triste que o Clone, essa teve um final feliz e é uma história fictícia, já casa das sete mulheres...

E o publico brasileiro queria muito, muito que o final fosse diferente, e que a Manuela acabasse com o Garibaldi.

 

há 3 minutos, Maya disse:

Eu sabia que as histórias do Bento Gonçalves, Garibaldi e Manuela eram verídicas, embora um pouco romanceadas mas isso é normal em produções como esta.

Da Rosário não sabia, por acaso. Pensei que ela fosse uma personagem fictícia da obra da Letícia Werchowski (acho que é assim que se escreve). Sabes que a série 'A Casa das Sete Mulheres' é a adaptação de uma obra dessa mesma autora, certo?

Sim, sei, embora com algumas diferenças. Tu conheces a história desses personagens?

Edited by Duarte com D
Link to post
Share on other sites

@Duarte com D

Não abras, Maya
 

Spoiler

 

A questão é que ela dificilmente seria feliz com o Garibaldi. Eles eram muito diferentes e ele era um homem de guerra. Faz muito mais sentido que se tenha encantado pela Anita. Eu gostava de o ver com a Manuela, mas também gostei de o ver com a Anita porque adoro a Giovanna. Enfim, no fundo o Garibaldi devia era ter ficado comigo:mosking:

Infelizmente a Anita morreu muito jovem (lembro-me de uma cena dela a dizer que sempre achou que ia morrer nova), por isso ele mal viveu uma história com ela e ele também nunca voltou para o Brasil para reencontrar a Manuela. A realidade ainda é mais triste porque ela nunca saiu de casa e não teve coragem de ir com ele ao contrário da série em que ela até conhece a Anita, ou seja, viveu eternamente amargurada por causa da sua falta de coragem.

 

 

 

Link to post
Share on other sites
há 13 minutos, Free Live disse:

@Duarte com D

Não abras, Maya
 

  Spoiler - mostrar conteúdo oculto

 

A questão é que ela dificilmente seria feliz com o Garibaldi. Eles eram muito diferentes e ele era um homem de guerra. Faz muito mais sentido que se tenha encantado pela Anita. Eu gostava de o ver com a Manuela, mas também gostei de o ver com a Anita porque adoro a Giovanna. Enfim, no fundo o Garibaldi devia era ter ficado comigo:mosking:

Infelizmente a Anita morreu muito jovem (lembro-me de uma cena dela a dizer que sempre achou que ia morrer nova), por isso ele mal viveu uma história com ela e ele também nunca voltou para o Brasil para reencontrar a Manuela. A realidade ainda é mais triste porque ela nunca saiu de casa e não teve coragem de ir com ele ao contrário da série em que ela até conhece a Anita, ou seja, viveu eternamente amargurada por causa da sua falta de coragem.

 

 

 

Sim, sim eu conheço a história real, e sinceramente preferia que tivesse sido assim na serie.

Spoileres da serie:

Spoiler

Que nunca tivesse saído de casa, que estivesse sempre à espera do seu amor, e que não tivesse havido o enredo novelesco Manuela vs Anita.


Uma das minhas cenas favoritas é justamente uma que a Manuela está no Barracão da Tia Antonia, relembrando os momentos em que Garibaldi lá estava.
E outra é o Garibaldi a relembrar os momentos com ela, e a história da atração pela água. :crying:

 

Spoiler

Odeio a Anitta, não gostei nada, nada do casal na serie.
Team Manuela.

 

Edited by Duarte com D
Link to post
Share on other sites
14 minutes ago, Duarte com D said:

A Maya ainda não conhece esse personagem por isso não fiz referência.

Não abras Maya

  Reveal hidden contents

Nem me digas nada, e pensar que foi uma história real, e que essa mulher existiu mesmo...

E por isso digo que é mais triste que o Clone, essa teve um final feliz e é uma história fictícia, já casa das sete mulheres...

E o publico brasileiro queria muito, muito que o final fosse diferente, e que a Manuela acabasse com o Garibaldi.

 

Sim, sei, embora com algumas diferenças. Tu conheces a história desses personagens?

As histórias em si não, mas já tinha pesquisado um pouco sobre a série aqui há tempos, foi ai que fiquei a conhecer a obra da referida autora e os nomes das respectivas personalidades históricas.

 

Link to post
Share on other sites
há 3 minutos, Maya disse:

As histórias em si não, mas já tinha pesquisado um pouco sobre a série aqui há tempos, foi ai que fiquei a conhecer a obra da referida autora e os nomes das respectivas personalidades históricas.

 

Não pesquises mais nada, se não és spolada, em que episódio vais? @Maya

Edited by Duarte com D
Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Maya disse:

14. A Anita já apareceu inclusive.

E não me comentaste aqule dialogo do:

Manuela:  Então porque estás chorando?
Giussepi: Porque me vou embora, amore.
Manuela:  Mas tu voltas para casar comigo, não voltas?

Não me comentas isto? :crying: Nem ela a relembrar-se dele no barracão?

Link to post
Share on other sites
7 minutes ago, Duarte com D said:

E não me comentaste aqule dialogo do:

Manuela:  Então porque estás chorando?
Giussepi: Porque me vou embora, amore.
Manuela:  Mas tu voltas para casar comigo, não voltas?

Não me comentas isto? :crying: Nem ela a relembrar-se dele no barracão?

Calma Duarte! Deixa-me acabar o 15º que eu já venho comentar tudo de uma vez! :haha:

Link to post
Share on other sites

A despedida da Manuela e do Garibaldi foi mesmo muito emocionante. A entrega da Camila Morgado e do Thiago Lacerda naquele momento foi uma coisa linda de se ver!

@Duarte com D  ainda acrescentaria ao teu post:

Manuela: "Eu não compreendo... é o fim?!"

Garibaldi: "Não, não é o fim... pode ser o começo, para você e para mim, entende amore mio?!"

Manuela: "Mas tu voltas para casar comigo... foi isso que combinastes com o meu tio não foi?!"

Garibaldi: "Vou sentir tanto a tua falta... Adio jóia mia" :crying:

Também me emocionei muito com a carta que o Garibaldi escreveu à sua amada. E o desespero dela quando desabafava com as outras mulheres? A Camila Morgado esteve tão maravilhosa nesta série!

A Teresa, mulher do Inácio, gosta mais da Perpétua que de todas as outras mulheres daquela casa. :haha: Que agonizante esta situação em que a Perpétua se encontra!

Já venho aqui comentar a respeito dos acontecimentos que se sucederam entre os episódios 13 e 16. Deixem-me só terminar este último.

 

Link to post
Share on other sites

Eu estou a gostar da Anita. Ela não deixa que nenhum homem pise em cima dela! Tão corajosa, destemida, e com aquele pêlo na venta que tanto aprecio em personagens femininas. Adorei aquela entrada em cena triunfal dela a defender os escravos, o que significa que ela pertence aos bons, neste caso é team Bento Gonçalves. <3

 

Link to post
Share on other sites

@Free Live Os visuais não são propriamente iguais. O cabelo da Jade era mais ondulado. Já o da Anita é completamente liso, esvoaçante.

Gosto da Anita, mas detesto vê-la com o Garibaldi. Quero os meus "Manugaldi" juntos e depressa!

As cenas das tropas do Garibaldi em alto mar foram tão bem feitas! E a Manuela coitadinha?! Tão longe do amado e ao mesmo tempo a pressentir o perigo que ele estava a correr! :crying: Ela está a sofrer muito malta! Não há um único episódio em que não hajam momentos dela a desatar num pranto por causa daquele homem.

A Maria é tão desprezível! Já não lhe chegava ser um verdadeiro carrasco na vida das filhas, agora anda a atormentar a pobre da Caetana, ao tentar levá-la a crer que o Bento Gonçalves só se casou com ela por interesse. Elas, mais tarde, tiveram um confronto maravilhoso, em que a Caetana chegou muito bem para aquela víbora e lhe disse na cara tudo o que ela não queria ouvir! A Eliane Giardini e a Nivea Maria brilharam tanto naquela sequência! <3 Incrível como naquela casa já ninguém suporta a Maria, também não é para menos. Que mulherzinha mais amargurada  e mal amada!

Tenho tanta pena da mulher do Inácio! A Perpétua agora passa a vida a penitenciar-se a si própria! Ela sente-se tão culpada por ter-se apaixonado pelo marido daquela pobre coitada! Ela está numa situação muito mais delicada que à das restantes mulheres nas suas respectivas tramas. As conversas que ela tem tido com a Manuela são as minhas favoritas. Adoro-as ás duas! :giveheart:

O Bento Manuel é um homem deveras sinistro! A cigana Consuelo lá me conseguiu tranquilizar um bocadinho quando lhe disse na cara que "a batalha pelo coração da Caetana era a única que ele nunca iria conseguir ganhar". Que assim seja! <3

Não gostei nada daquela sequência da explosão da taberna, provocada pelos "caramurus". Serviu para que o Garibaldi e a Anita ficassem mais próximos, o que para mim é um péssimo sinal! :|

Edited by Maya
  • Love 1
Link to post
Share on other sites

E que achaste daquela cena da Maria junto da campa do marido com a Mariana a ouvir?

E da Manuela no barracão, a recordar os tempos em que o Garibaldi lá estava, ela o presente e vai correr até ao portão, mas era o netinho?

@Maya

Edited by Duarte com D
Link to post
Share on other sites
58 minutes ago, Duarte com D said:

E que achaste daquela cena da Maria junto da campa do marido com a Mariana a ouvir?

E da Manuela no barracão, a recordar os tempos em que o Garibaldi lá estava, ela o presente e vai correr até ao portão, mas era o netinho?

@Maya

A Maria nunca conseguiu sequer gostar do marido com quem foi casada durante anos a fio Duarte, "let alone" amá-lo.

A Mariana, ao fim ao cabo, acaba por ser um reflexo daquilo que a Maria supostamente terá sido num passado muito longínquo, quando tinha a idade da filha. Ao contrário da Maria, as outras seis mulheres são todas muito doces, mas a Mariana consegue ser a mais efusiva e descontraída de todas. Ela é a única dentro daquela casa com uma capacidade incrível de se distanciar daquele drama terrível que assolava o Brasil naquela época, e de certa forma acho que é por causa disso que a Maria tem uma certa dificuldade em estabelecer qualquer tipo de ligação mais afetiva com esta última, embora a relação dela com as outras duas filhas também esteja muito longe de ser um "mar de rosas".

A cena do barracão foi mesmo muito bonita! Nem sabes o que tenho sofrido com a Manuela! :crying:Ela chora rios de lágrimas sempre que pensa no Garibaldi... mas ele está a ficar cada vez mais próximo da Anita... :crying:

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...