Jump to content

A Serra


Pedro M.

Recommended Posts

há 2 horas, Duarte disse:

Mas old que terra brava também não é uma boa novela. 

Tinha um texto melhor. Dentro do género entretia melhor. E depois teve o facto de ser o tipo de novela certa para o mercado naquele momento, que vinha de novelas mais pesadas. 

Agora esta é mesmo uma trama descartável que está ali só no óbvio. Ainda por cima é a novela mais curta da autora. 240 pode parecer um número grande, mas todas as outras dela ultrapassaram os 300. 

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

há 12 horas, Leandro S. disse:

Mudava sim. A Bruna Quintas estava escalada para fazer a Marta, não a Guida. 

Não era essa a ideia que tinha, mas menos mal

há 11 horas, Pedro M. disse:

Tinha um texto melhor. Dentro do género entretia melhor. E depois teve o facto de ser o tipo de novela certa para o mercado naquele momento, que vinha de novelas mais pesadas. 

Agora esta é mesmo uma trama descartável que está ali só no óbvio. Ainda por cima é a novela mais curta da autora. 240 pode parecer um número grande, mas todas as outras dela ultrapassaram os 300. 

O problema é que esta novela tinha tanto potencial, mas tanto. E no fim é sustentada por duas personagens e completamente arrastada no núcleo principal.

Já para não falar do texto básico e de alunos da primária que dá dó. 

  • Like 1
  • LOL 1
Link to comment
Share on other sites

há 4 horas, VascoSantos disse:

O João Reis entra na história daqui a 2 semanas.

Vão se passar 2 meses. 

Ele é casado com um homem.

O final desta fase vai concidir com 

  Ocultar conteúdo

a morte do Vasco.

Ele morre na cirurgia.

 

Então a personagem da MJA só deve sair lá para novembro... Bem, que margem de gravações enorme!!

Link to comment
Share on other sites

On 24/10/2021 at 21:28, D91 disse:

Todas as vilãs principais das novelas da Inês Gomes enlouquecem no final. A Patrícia de Mar Salgado tentou matar a Carlota e o Pedro. A Francisca de Amor Maior tentou matar a Clara. E a Eduarda de Terra Brava raptou os netos 

Vamos esperar para ver o que a Carlota irá fazer.:cryhappy:

Deve tentar matar a fátima ou rapta-la

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 1 hora, CarlosTeixeira disse:

Quer dizer então que a cena da João com a Marta Ferreira foi a última da personagem? ?

Não. Simplesmente começaram a mostrar também a personagem da Noémia para a sua entrada na novela não ser tão forçada.

Edited by afonso a.
  • Like 2
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Esta é claramente a pior novela da Inês Gomes, que precisa urgentemente de férias e de fazer algo mais curto. Até amor maior, que todos criticam ferozmente por aqui, é melhor do que isto. O enredo não convence, o casting, para mim, não é grandes coisas, ver a Sofia Alves depois de anos ausente neste papel e de lamentar e, depois, saber que a serra realmente não é muito aproveitada para locacoes a fim de baratear a produção não ajuda muito. 

Enfim, quando acabar certamente daqui a um tempo ninguém se lembrará que isto passou ou esteve no ar. 

  • LOL 1
Link to comment
Share on other sites

há 39 minutos, Ficção Nacional disse:

Esta é claramente a pior novela da Inês Gomes, que precisa urgentemente de férias e de fazer algo mais curto. Até amor maior, que todos criticam ferozmente por aqui, é melhor do que isto. O enredo não convence, o casting, para mim, não é grandes coisas, ver a Sofia Alves depois de anos ausente neste papel e de lamentar e, depois, saber que a serra realmente não é muito aproveitada para locacoes a fim de baratear a produção não ajuda muito. 

Enfim, quando acabar certamente daqui a um tempo ninguém se lembrará que isto passou ou esteve no ar. 

Mas esta já é mais curta que as anteriores que ela escreveu :cryhappy:

O problema é que ela não teve muito descanso entre Terra Brava e esta.

Edited by Francisco D.
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 7 horas, Televisão 10 disse:

Parecendo que não, ainda houve algum tempo de pausa entre a escrita de Terra Brava e de A Serra.

Se não me engano, a única diferença na equipa de argumentistas é mesmo a Ana Casaca, que não está nesta novela. Pode ter feito a diferença.

Acho que não é a ausência da Ana Casaca que justifica o facto de a novela ser fraca. A novela é fraca porque é enredo é fraco, a história principal é insonsa e, pior, a vilã não diz a que veio.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Spoiler


Final de ‘’A Serra’’: saiba como vai terminar a novela da SIC

As gravações de “A Serra” já terminaram e a SIC já prepara a sua sucessora protagonizada por Filipa Areosa e Lourenço Ortigão, cujo o nome é “Como Um Rio”.

A TV Guia teve acesso a todo o desfecho de “A Serra” que termina com Fátima e Tomás juntos e felizes.

Fátima (Júlia Palha) vive atormentada por uma fotos que apareceram suas, completamente nua, num site pornográfico.

Vários homens tentam assediá-la. Tomás (José Mata) salva-a, numa das vezes em que é quase violada. De resto, a proximidade do montanhista e da queijeira deixa Mariana (Carolina Carvalho) cada vez mais volátil.

Carlota (Sofia Alves) é indiciada pela morte de Artur (Ângelo Rodrigues). A vilã  pede a Sebastião (Virgílio Castelo) para destruir as provas, mas este diz que nada pode fazer. Pior, Vitória (Isabela Valadeiro) e Gustavo (João Jesus) aceitaram depor contra ela.

Cinco meses depois, a vilã é levada a tribunal. O primeiro a depor é Gustavo. Contudo, antes de falar, recebe um papel ameaçador, que o deixa inseguro.

Só a força de Fátima o leva a dizer a verdade.

– Não matei o Artur, ele morreu envenenado, mas a verdade é que estive com ele na noite em que morreu, naquele miradouro. E, após ele morrer, telefonei à Carlota, para me ajudar. Ela foi ter comigo e a ideia de pôr o Artur na carrinha e simular um suicídio foi sua! Assustado e baralhado como estava, obedeci. E ela fez um vídeo com o qual me chantageou.

O depoimento de Gustavo é desacreditado pelos advogados de Carlota, que tudo não passa de vingança, até porque o vídeo de que ele fala desapareceu.

O julgamento parece estar em águas de bacalhau, mesmo depois de Vitória avançar contra a vilã sobre as ameaças que esta fez a Artur. Quando parece que a vilã se vai safar… Tozé (António Camelier) decidir falar.

– Vi-a mexer na garrafa do Artur, no dia em que ele morreu! Foi a Carlota quem matou o Artur! Já tinha fechado o restaurante e estava a fazer limpezas. Vi a minha patroa a mexer na garrafa que pertencia ao Artur. Achei estranho, até porque a dona Carlota estava com uma atitude de quem não queria ser vista. Por isso, escondi-me. Mas percebi que ela tinha metido qualquer coisa na bebida.

Inicialmente, gera-se uma confusão no tribunal, pois ninguém esperava que este falasse. Carlota garante que é tudo mentira, uma vez que ele é acusado de ter morto o sogro, Augusto (José Martins).

– E, como sabe que o ia denunciar à Polícia, quer vingar-se. Este homem é um mentiroso e um assassino!

O juiz tem dificuldade em manter a ordem na sala. Por um lado, fica-se a saber que Carlota envenenou Artur; e, por outro, que Tozé matou Augusto, por este ter violado Jacinta (Ana Marta Ferreira).

Apesar de agora Tozé também correr o risco de ser preso, o tribunal decreta que a vilã é a assassina de Artur, e que escondeu o crime, ameaçando todos à sua volta.

Carlota é presa e levada para a cadeia. Faz-se esquisita e acaba por ter várias altercações com as restantes reclusas. Humilhada e louca, decide matar-se, bebendo lixívia. Pensa que vai morrer, mas acaba na ala hospitalar. É graças a isso que consegue escapar-se, ao imobilizar uma auxiliar de enfermagem e fazendo passar-se por ela. Com isso, desaparece da cadeia.

Entretanto, contacta Mariana. Pede-lhe dinheiro. Esta, inicialmente, recusa, mas depois cede. Afinal, está furiosa. Tomás pediu o divórcio, ao saber que foi ela a culpada por quase ter morto Fátima e de ter colocado fotos pornográficas na Internet.

– Passaste todos os limites do que é razoável. Sei que não estive bem contigo, mas pedi desculpa e tentei levar este casamento para a frente. Tu fingiste que aceitaste e foste trás da tua vingança. Tudo por ciúmes. És louca, acusa.

No dia do casamento de Guida (Laura Dutra), Fátima acha Mariana muito nervosa e segue-a. Acaba por vê-la a arranjar dinheiro para dar à mãe. Ela nega, mas a queijeira tem a certeza e diz a Vitória que a vai continuar a seguir. Esta, temendo o pior, conta a Tomás, que segue as duas para a serra. Liga-lhe, mas Fátima diz que se vai proteger.

– Se vir a Carlota, chamo a Polícia, não faço mais nada. Prometo.

Está um frio horrível e neva. Mariana encontra a mãe e dá-lhe o dinheiro quando aparece Fátima.

– Nem pense que a deixo fugir! Vai pagar na prisão pela morte do Artur.

A vilã começa a fugir, desesperada, com a queijeira a ameaçar que a encontra.

– A Serra é a minha casa e vou encontrá-la sempre!

Carlota acaba por cair na lagoa gelada, que se quebra. Fátima tenta salvá-la, mas também ela cai à agua. É graças à intervenção de Tomás que ambas são salvas, com a vilã em lágrimas, pois vai novamente parar à cadeia.

Horas depois, a morrerem de frio, voltam à caverna que os acolheu na primeira tempestade.

– É o sítio onde, até hoje, fui mais feliz. Onde começou o amor da minha vida… declara-se ele.

Fátima pergunta-lhe o que estão ali a fazer e ele responde.

– A recomeçar uma história de amor, que espero que não acabe nunca. Amo-te! Ficas comigo?, pergunta.

Fátima tem a resposta:

– Para sempre!

O casal beija-se com a paixão da primeira vez.

Divorciada de Tomás, Mariana sente-se livre e a querer recomeçar de novo. No dia do casamento de Guida, puxa Gustavo (João Jesus) à parte, que lhe diz que vai sair da aldeia para o Nepal.

Fonte : Zapping

Edited by Francisco D.
  • Love 2
Link to comment
Share on other sites

há 5 horas, Francisco D. disse:
  Ocultar conteúdo


Final de ‘’A Serra’’: saiba como vai terminar a novela da SIC

As gravações de “A Serra” já terminaram e a SIC já prepara a sua sucessora protagonizada por Filipa Areosa e Lourenço Ortigão, cujo o nome é “Como Um Rio”.

A TV Guia teve acesso a todo o desfecho de “A Serra” que termina com Fátima e Tomás juntos e felizes.

Fátima (Júlia Palha) vive atormentada por uma fotos que apareceram suas, completamente nua, num site pornográfico.

Vários homens tentam assediá-la. Tomás (José Mata) salva-a, numa das vezes em que é quase violada. De resto, a proximidade do montanhista e da queijeira deixa Mariana (Carolina Carvalho) cada vez mais volátil.

Carlota (Sofia Alves) é indiciada pela morte de Artur (Ângelo Rodrigues). A vilã  pede a Sebastião (Virgílio Castelo) para destruir as provas, mas este diz que nada pode fazer. Pior, Vitória (Isabela Valadeiro) e Gustavo (João Jesus) aceitaram depor contra ela.

Cinco meses depois, a vilã é levada a tribunal. O primeiro a depor é Gustavo. Contudo, antes de falar, recebe um papel ameaçador, que o deixa inseguro.

Só a força de Fátima o leva a dizer a verdade.

– Não matei o Artur, ele morreu envenenado, mas a verdade é que estive com ele na noite em que morreu, naquele miradouro. E, após ele morrer, telefonei à Carlota, para me ajudar. Ela foi ter comigo e a ideia de pôr o Artur na carrinha e simular um suicídio foi sua! Assustado e baralhado como estava, obedeci. E ela fez um vídeo com o qual me chantageou.

O depoimento de Gustavo é desacreditado pelos advogados de Carlota, que tudo não passa de vingança, até porque o vídeo de que ele fala desapareceu.

O julgamento parece estar em águas de bacalhau, mesmo depois de Vitória avançar contra a vilã sobre as ameaças que esta fez a Artur. Quando parece que a vilã se vai safar… Tozé (António Camelier) decidir falar.

– Vi-a mexer na garrafa do Artur, no dia em que ele morreu! Foi a Carlota quem matou o Artur! Já tinha fechado o restaurante e estava a fazer limpezas. Vi a minha patroa a mexer na garrafa que pertencia ao Artur. Achei estranho, até porque a dona Carlota estava com uma atitude de quem não queria ser vista. Por isso, escondi-me. Mas percebi que ela tinha metido qualquer coisa na bebida.

Inicialmente, gera-se uma confusão no tribunal, pois ninguém esperava que este falasse. Carlota garante que é tudo mentira, uma vez que ele é acusado de ter morto o sogro, Augusto (José Martins).

– E, como sabe que o ia denunciar à Polícia, quer vingar-se. Este homem é um mentiroso e um assassino!

O juiz tem dificuldade em manter a ordem na sala. Por um lado, fica-se a saber que Carlota envenenou Artur; e, por outro, que Tozé matou Augusto, por este ter violado Jacinta (Ana Marta Ferreira).

Apesar de agora Tozé também correr o risco de ser preso, o tribunal decreta que a vilã é a assassina de Artur, e que escondeu o crime, ameaçando todos à sua volta.

Carlota é presa e levada para a cadeia. Faz-se esquisita e acaba por ter várias altercações com as restantes reclusas. Humilhada e louca, decide matar-se, bebendo lixívia. Pensa que vai morrer, mas acaba na ala hospitalar. É graças a isso que consegue escapar-se, ao imobilizar uma auxiliar de enfermagem e fazendo passar-se por ela. Com isso, desaparece da cadeia.

Entretanto, contacta Mariana. Pede-lhe dinheiro. Esta, inicialmente, recusa, mas depois cede. Afinal, está furiosa. Tomás pediu o divórcio, ao saber que foi ela a culpada por quase ter morto Fátima e de ter colocado fotos pornográficas na Internet.

– Passaste todos os limites do que é razoável. Sei que não estive bem contigo, mas pedi desculpa e tentei levar este casamento para a frente. Tu fingiste que aceitaste e foste trás da tua vingança. Tudo por ciúmes. És louca, acusa.

No dia do casamento de Guida (Laura Dutra), Fátima acha Mariana muito nervosa e segue-a. Acaba por vê-la a arranjar dinheiro para dar à mãe. Ela nega, mas a queijeira tem a certeza e diz a Vitória que a vai continuar a seguir. Esta, temendo o pior, conta a Tomás, que segue as duas para a serra. Liga-lhe, mas Fátima diz que se vai proteger.

– Se vir a Carlota, chamo a Polícia, não faço mais nada. Prometo.

Está um frio horrível e neva. Mariana encontra a mãe e dá-lhe o dinheiro quando aparece Fátima.

– Nem pense que a deixo fugir! Vai pagar na prisão pela morte do Artur.

A vilã começa a fugir, desesperada, com a queijeira a ameaçar que a encontra.

– A Serra é a minha casa e vou encontrá-la sempre!

Carlota acaba por cair na lagoa gelada, que se quebra. Fátima tenta salvá-la, mas também ela cai à agua. É graças à intervenção de Tomás que ambas são salvas, com a vilã em lágrimas, pois vai novamente parar à cadeia.

Horas depois, a morrerem de frio, voltam à caverna que os acolheu na primeira tempestade.

– É o sítio onde, até hoje, fui mais feliz. Onde começou o amor da minha vida… declara-se ele.

Fátima pergunta-lhe o que estão ali a fazer e ele responde.

– A recomeçar uma história de amor, que espero que não acabe nunca. Amo-te! Ficas comigo?, pergunta.

Fátima tem a resposta:

– Para sempre!

O casal beija-se com a paixão da primeira vez.

Divorciada de Tomás, Mariana sente-se livre e a querer recomeçar de novo. No dia do casamento de Guida, puxa Gustavo (João Jesus) à parte, que lhe diz que vai sair da aldeia para o Nepal.

Fonte : Zapping

Deve substituir amor amor e não a serra

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...