Jump to content

Ficção Nacional

Membros
  • Content Count

    423
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

502 Repórter de vacas bravas na CMTV

About Ficção Nacional

  • Rank
    A fazer o meu caminho

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. São opiniões. Certamente concordarás que a novela é mais complexa do que Ninguém como Tu e Tempo de Viver e está mais para Olhos nos Olhos do que para estas duas.
  2. Na Corda Bamba tem uma história e estrutura complexas. Não é uma novela de massas, não tem uma linguagem fácil e afasta o tradicional público de primeira linha do horário. O problema é que para a novela ser de segundo horário e ter sucesso tinha de ter algo no primeiro que puxasse por ela ou que pelo menos tivesse os resultados que Valor da Vida tinha. Tal não acontece. A novela estava fadada ao fracasso no primeiro ou no segundo horário. E a prova disto é que comparativamente a Amar Depois de Amar a novela desceu ainda mais os resultados. Portanto o problema também é da novela em si e não apenas do canal. Não é a novela que a TVI deveria ter nesta conjuntura naquele horário. Não devia de ter na grelha pura e simplesmente. Não nesta fase negra que atravessa. E olha que eu adoro aquela novela. Mas voltando a Terra Brava, a cada nova promo fico mais apaixonado por isto. Tem uma vibe tão grande de Roseira Brava...
  3. De que interessa apenas ter novelões se ninguém os vê? No entanto, concordo contigo. Essas 4 são grandes produções. Mas não chega ter boas produções, pois a TVI neste momento não poderia ter em grelha um produto como Na Corda Bamba, que não é de massas. Primeiro tem de fazer algo que seja mais facilmente assimilável pelo público e depois sim arriscar em coisas mais ousadas como essa. Mas quando eu digo desaprender significa que não são coerentes no que fazem, no que apresentam e pior no que planeiam. Porque ter esses produtos, mas ter em grelha novelas como Prisioneira, só transparece ideia total de desnorte e de falta de coerência face ao que se produz.
  4. Isto vai bombar. Ai vai vai.. A TVI desaprendeu a fazer ficção nacional, mas alguem re-aprendeu.
  5. Estas promos estão perfeitas.
  6. Então o João Catarré deve ser o tal Rodrigo que desapareceu na infância de que se falava na promo da Mariana Monteiro..
  7. Ou seja só têm orçamento para fazer uma novela e série e mais uma novela longa por ano. Bom 280 capítulos... Mar Salgado teve bem mais e eu gostei da novela toda... Amor Maior foi meeeeh... Ainda assim acho que a Inês Gomes tem estrutura e competência para aguentar o barco por esses capítulos todos. Mas se tem esta duração toda então isto vai mesmo para o 2º horário.
  8. Isto não é uma bola de neve. É uma bola de merda que não pára de crescer. Jura meu bem? Não quis ir no Inferno? Então agora abraça o capeta. Estas duas para mim são as melhores da semana 1.
  9. Cada vez mais entusiasmado com isto. Vá lá, que estreie de uma vez. Adoro novelas rurais.
  10. O logo continua péssimo. façam algo do género de Roseira Brava e/ou Filhos do Vento e/ou Belmonte.
  11. Adoro a novela e sou o seu fã nº 1. Mas, convenhamos, a TVI não devia ter este produto no 1º horário. Isto está mais para o género de A Teia e como tal funcionava otimamente nesse horário. Deviam era ter acabado Prisioneira e lançar esta mais tarde, tendo vindo com outra novela antes. A fase da TVI é negra, mas não sendo esta uma novela de massas só está a ter o efeito de enterrar ainda mais o canal. Mas para mim tou-me a cagar: dê 0 de rating, continuarei a ver do início ao fim.
  12. Até pode dar 0 de rating que vou continuar a seguir se me agradar.
  13. E as chamadas disto? Não começam à séria?
  14. Era totalmente previsível ser uma série para os meses de Verão. A tendência será sempre essa a partir de agora. Série no Verão e novela de 160 a 190 capítulos para o Inverno. Resta saber se o mesmo acontece com a sucessora de 'Terra Brava'. Talvez a autora da série até seja a mesma de GdS. E também se a Coral a vai produzir.
  15. Joel é óbvio que isso eu e todos já entenderam. Eu refiro-me é à psicopatia dela em roubar filhos de gente sem condições para os ter, sem seguir os trâmites normais e morosos da burocracia portuguesa. É psicopatia pura e dura. E depois a relação de animosidade e de atrito com a mãe, que a acusa de destruir a relação com o marido, traz água no bico... É uma personagem com uma génese bem complicada, que percebo que deverá ser explicado mais à frente pelo autor. Mas, ainda assim, sem ter motivos para torcer por ela fica dificil engoli-la. Sim, concordo. Mas para mim, apesar do bom desenvolvimento disto, não tenho vontade de torcer por ninguém. Vejamos: - A Lúcia é psicopata e descompensada, vive uma vida de farsa e parece louca varrida. Já deu provas que mata, ameaça e mente sem problemas nenhuns; - A Fernanda, mãe dela, é uma psicóloga que não olha a meios para guerrear com a filha, nem para a destruir pois acusa-a de ter destruído a sua relação amorosa no passado; - A Sara, a protagonista mais água com açúcar, começa a novela a ser A outra, sabe disso e não se importa.; - A personagem da Maria João Bastos só parece ter olhos para o dinheiro da irmã e não se importa de ajudar a sobrinha a afundar-se no mundo das drogas, nem faz nada quando vê o sobrinho a ser roubado após o nascimento; - A Paula Neves é a típica mulher traída, rancorosa e amargurada, que não dá vontade de torcer a favor porque entra em cena na novela de forma bastante agressiva contra a Sara. Enfim, não consigo torcer por ninguém. Isto parece um autêntico ninho de cobras, em que cada uma é pior do que a outra. E por isso estou a gostar, mas acho que o público em geral gostaria de ter aqui um contraponto.
×
×
  • Create New...