Jump to content
Tiago Madeira

História

Recommended Posts

A cena está muito bem reconstruída! E que houve muito azar naquele dia, houve...

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para mim a melhor matéria de história, é a cultura do século XX

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por acaso este tópico estava mesmo em falta. :mosking: Boa ideia. :P

 

Em termos de história, adoro a época Monárquica Portuguesa, Descobrimentos e tal, agora depois a história "mais moderna" já não gosto nada... :|

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Adoro historia, principalmente desde o seculo XVIII ate meio do seculo XX. A 2ª guerra e interessante, mas e um tema que ja nao me diz muito, esta mais que batido...

 

Gosava que fizessem filmes sobre a Revoluçao Francesa e a Revoluçao Americana, sao temas interessantes. E adorava um sobre o exterminio dos Cataros...

Share this post


Link to post
Share on other sites

HISTÓRIA. <3 Uma das minhas paixões desde sempre. Das disciplinas mais interessantes, mais variada, que ensina a valorizar o nosso passado e que não repitamos erros.

A minha parte favorita é o século XVIII e XIX. O liberalismo, o romantismo, toda aquela época foi decisiva para usufruirmos do que temos hoje. Também aprecio o século XX (realço aqui a Guerra Fria - uma matéria deveras interessante) e a Idade Média. Relativamente à dicotomia Portugal vs. História Internacional, tenho preferência no primeiro em certas partes, como a guerra civil; no segundo aprecio mais a Idade Contemporânea. 

 

Em jeito de curiosidade refiro, e uma vez que este evento comemora 40 anos, o processo revolucionário em curso pós 25 de Abril; quando o general Spinola tentou fazer um golpe de estado, que quase levou Portugal a implantar o socialismo comunismo. Foi uma fase que durou até o dia 25 de Novembro de 1975, com Ramalho Eanes a tomar as rédeas do país.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

História, que saudades. :blush::wub: A época que mais gosto de História é o Séc. XIX e XX no contexto europeu (o que até faz sentido, uma vez que sou um grande apaixonado por guerras). Formação do Império Alemão, Reino de Itália, depois a WW1 e WW2, é mesmo como o Joel diz, quase como um filme de ação :D Guerra Fria também é interessante, principalmente estudar a Guerra da Coreia e Vietname. A história de Portugal, embora reconheça o seu enorme valor, não me diz muito (as matérias que mais me interessavam eram provavelmente a queda da Monarquia, ascenção do Estado Novo e aquele período pós-25 de Abril, o "Verão Quente"), prefiro a da Alemanha (esta principalmente) ou a da Inglaterra. :laugh:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Adoro a abordagem que fazem da história, neste programa :P Este então, a parte "telenovela" :rofl:

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu adoro tudo o que seja História por isso :3

 

Sem dúvidas, as reconstruções do terramoto estão fantásticas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sinceramente até gostei de História e foi sempre das disciplinas que tirava melhores notas. Gostei mais de Geografia.

A Segunda Guerra Mundial foi terrível, ceifou a vida a muita gente, mas foi marcante (negativamente, claro).

 

Houve parte da História que gostei: o Mundo Helénico e a civilização grega, expansão das religiões, transição da Idade Média para o Renascimento, Revolução Industrial, os loucos anos 20...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apesar de ter tirado o curso superior de História, não gosto da história política e económica, prefiro a parte da cultura, urbanismo, movimentos sociais.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A mim o que mais me interessa em história é a monarquia. Acho que sei tudo sobre isso, desde as tradições às histórias da família real portuguesa. Também me interesso sobre as outras monarquias. O que eu acho que sempre foi mal contado na escola foi o Regicídio de 1908.

Edited by LFTV
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/05/russia-exibe-forca-militar-em-desfiles-que-festejam-vitoria-na-2-guerra.html

 

Ai, hipocrisia russa, sempre dos meus pratos favoritos. <3 A Ucrânia manda beijos, Rússia. :yes:

 

E triste ver o dinheiro a ser gasto em exercito e armas, mas infelizmente a Russia nao e a unica, e so EUA e outros paises fazem igual. Sera que nao percebem que fazer guerra e igual a um homicidio em massa?!

 

Quanto a Crimeia, nao percebo porque fazem tanto drama quando houve um referendo e os habitantos escolheram democraticamente juntarem-se a Russia. Nao percebo como a Europa, que é um continente democrático, não aceita um referendo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

E triste ver o dinheiro a ser gasto em exercito e armas, mas infelizmente a Russia nao e a unica, e so EUA e outros paises fazem igual. Sera que nao percebem que fazer guerra e igual a um homicidio em massa?!

 

Quanto a Crimeia, nao percebo porque fazem tanto drama quando houve um referendo e os habitantos escolheram democraticamente juntarem-se a Russia. Nao percebo como a Europa, que é um continente democrático, não aceita um referendo.

Sem dúvida, que é. Dinheiro deitado ao lixo, basicamente. Os EUA estão a também a ser hipócritas, de facto, se bem que não estão a fazer a celebração dos russos. Além disso, a situação deles é, a meu ver, menos flagrante que a russa pois, apesar dos ataques no Médio Oriente e de tudo o resto, não tem em vista o expansionismo desenfreado. Eu até entendo a Crimeia - o povo de lá podia querer integrar-se na Rússia e pronto, já estava; no entanto, eles não se limitaram àquela área, foram além disso. Saliento também o referendo que foi assinado em 1994 e que proibia expressamente a Rússia de conquistar qualquer território pertencente à Ucrânia, o que como é óbvio não foi cumprido, indo também contra o referendo da Crimeia, originando a reação europeia.

Efetivamente, o que considero pior é que não se limitaram a conquistar aquela zona; eles entraram pelo Leste da Ucrânia e destruíram vidas, monumentos, fizeram a mesma coisa que o Hitler fez quando invadiu a Áustria ou a Checoslováquia, por exemplo, daí a hipocrisia. A Ucrânia, que só quer a paz e restabelecer o seu território, não o pode fazer, graças à ambição territorial russa. A miséria em que está a cair Kiev é deveras preocupante... :S

Edited by Ana Maria Peres

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sem dúvida, que é. Dinheiro deitado ao lixo, basicamente. Os EUA estão a também a ser hipócritas, de facto, se bem que não estão a fazer a celebração dos russos. Além disso, a situação deles é, a meu ver, menos flagrante que a russa pois, apesar dos ataques no Médio Oriente e de tudo o resto, não tem em vista o expansionismo desenfreado. Eu até entendo a Crimeia - o povo de lá podia querer integrar-se na Rússia e pronto, já estava; no entanto, eles não se limitaram àquela área, foram além disso. Saliento também o referendo que foi assinado em 1994 e que proibia expressamente a Rússia de conquistar qualquer território pertencente à Ucrânia, o que como é óbvio não foi cumprido, indo também contra o referendo da Crimeia, originando a reação europeia.

Efetivamente, o que considero pior é que não se limitaram a conquistar aquela zona; eles entraram pelo Leste da Ucrânia e destruíram vidas, monumentos, fizeram a mesma coisa que o Hitler fez quando invadiu a Áustria ou a Checoslováquia, por exemplo, daí a hipocrisia. A Ucrânia, que só quer a paz e restabelecer o seu território, não o pode fazer, graças à ambição territorial russa. A miséria em que está a cair Kiev é deveras preocupante... :S

 

Mas eles nao conquistaram nada, o povo da zona e que decidiu juntar-se a Russia... uma conquista envolve força militar e opressao, o que nao penso ter sido o caso, isto em relaçao a Crimeia. Esse tratado de 1994 nao pode sobrepor-se a vontade dos habitantes, se nao estamos numa ditadura e nao numa democracia. Os tratados mudam consoante a vontade dos habitantes, e como disse, a Russia nao conquistou nada, os habitantes e que decidiram juntar-se a ela.

Edited by Forbidden

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas a Crimeia não é habitada na sua maioria por imigrantes russos? Desse modo faz sentido, mas não sei até que ponto os imigrantes devem ter maior poder de decisão. Imaginem que um dia o Algarve seria habitado por ingleses na sua maioria, e esses queriam que a região pertencesse ao Reino Unido, o que deveria Portugal fazer? Eu acho que não íamos deixar sinceramente

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas a Crimeia não é habitada na sua maioria por imigrantes russos? Desse modo faz sentido, mas não sei até que ponto os imigrantes devem ter maior poder de decisão. Imaginem que um dia o Algarve seria habitado por ingleses na sua maioria, e esses queriam que a região pertencesse ao Reino Unido, o que deveria Portugal fazer? Eu acho que não íamos deixar sinceramente

 

Depende do que consideras imigrantes, a Crimeia/Ucrânia fez parte da URSS durante décadas, portanto acaba por ser o mesmo povo, eles tem uma relação muito próxima.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mesmo povo não é senão ainda hoje seriam o mesmo país. Eu continuo a achar que não é uma decisão fácil. E depois é uma zona geograficamente estratégica para o país (Ucrânia), em que situação ficariam estes se perdessem o território? Eu acho que quem não se identifica com o país onde está, tem bom remédio. Podem sempre regressar à Rússia. Mas isto não é apenas um luta de identidade, vai muito mais além. A Rússia só está interessada porque é uma zona apetecível, apenas isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mesmo povo não é senão ainda hoje seriam o mesmo país. Eu continuo a achar que não é uma decisão fácil. E depois é uma zona geograficamente estratégica para o país (Ucrânia), em que situação ficariam estes se perdessem o território? Eu acho que quem não se identifica com o país onde está, tem bom remédio. Podem sempre regressar à Rússia. Mas isto não é apenas um luta de identidade, vai muito mais além. A Rússia só está interessada porque é uma zona apetecível, apenas isso.

 

Os países são criações artificiais, e podem ser reajustados consoante a vontade dos seus habitantes. Não e "quem nao esta bem que se mude". Não, a maioria dos habitantes de uma determinada zona tem direito a independência ou a anexar-se a outro pais, se quiserem. Para mim e claro como agua. Claro que nao convem a Ucrania, mas e entao? Estamos numa democracia ou nao?

Edited by Forbidden

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claro. E se mandarem mais russos para a ucrânia até podem anexar o país todo. Certamente não serão os ucranianos que querem ser anexados.

Edited by skizzo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quanto a Crimeia, nao percebo porque fazem tanto drama quando houve um referendo e os habitantos escolheram democraticamente juntarem-se a Russia. Nao percebo como a Europa, que é um continente democrático, não aceita um referendo.

 

Curioso é que os habitantes da Crimeia só se manifestaram quando a Rússia colocou lá "soldados fantasmas", que basicamente "obrigaram" os soldados ucranianos a retirarem-se da região. O contexto do referendo da Crimeia não é legítimo, pois aconteceu após a invasão russa no local. É o equivalente ao Anschluss em 1938. Teria legitimidade para a Europa se acontecesse da mesma forma que, por exemplo, aconteceu na Escócia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas a Crimeia não é habitada na sua maioria por imigrantes russos? Desse modo faz sentido, mas não sei até que ponto os imigrantes devem ter maior poder de decisão. Imaginem que um dia o Algarve seria habitado por ingleses na sua maioria, e esses queriam que a região pertencesse ao Reino Unido, o que deveria Portugal fazer? Eu acho que não íamos deixar sinceramente

Sim, mas o Algarve nunca foi do Reino Unido e a Ucrânia quase sempre foi da Rússia..

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muita gente não deve conhecer este evento bem negro da Historia, por isso decidi partilhar este link:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Massacre_de_Nanquim

O Massacre de Nanquim ocorreu antes do inicio da 2ª Guerra, e consistiu no assassinio e violação de centenas de milhares de civis chineses por parte do exercito japonês. E algo que me arrepia totalmente so de ler as descrições do que aconteceu... Infelizmente o governo japones ainda hoje em dia tenta negar este enomre crime contra a humanidade, porque não lhes convem falar disto a sua população.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...