Jump to content

A Última Oportunidade (em Janeiro)


Rodolfo
 Share

Recommended Posts

Rodolfo, estive a ler os dois últimos episódios e este último já foi muito melhor! Parabéns! ;)

 

Gostei da forma como abordaste a homossexualidade em criança, e aguardo com ânsia o novo episódio. 

Edited by Hugo3
  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Obrigado aos dois, fico contente por estarem a gostar ;) certamente ficarão agarrados à história com o que vem aí.

Rod, se calhar estou a ser parva e a fazer uma pergunta parva, mas tenho uma dúvida... As crianças já em idades muito novas, neste caso com 7 anos, começam já a ter noção deste tipo de sentimentos (homossexualidade)?

Edited by Saozinha
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Tive fora uns dias e só hoje é que li os dois ultimos capitulos!

Tou a gostar muito de ler e também muito curiosa para saber o que ai vem!

Parabéns pela forma como abordas a história de uma maneira tão delicada!

Muito obrigado Lua, espero que continues desse lado e gostes da história, esta semana promete ser bem agitada e de grandes mudanças ;)

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Obrigados pelos elogios de todos, a sério, é mesmo importante para mim. É a minha 1º história *.*

 

Espero não vos desiludir!

 

NOVIDADE : Hoje vão conhecer Rodrigo (a personagem principal) a nível visual 

 

Como é que ele será ? alto, magro, baixo, gordo, moreno, loiro ...  :rolleyes:

Cá para mim é loiro :cool:

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

A ÚLTIMA OPORTUNIDADE

[4º episódio]

 

 

Álvaro decidiu novamente conversar com Carolina sobre as suspeitas de uma estranha relação entre Rodrigo e João mas rapidamente Carolina, para desviar o assunto, disse que tudo não passava de uma impressão sua. Entretanto Rodrigo e João continuavam a brincar no jardim.

 

- Sabes, vou ter mesmo muitas saudades tuas – disse Rodrigo.

- Eu sei amigo, eu também não vou conseguir estar muito tempo longe de vocês e de Viana. Pode ser que aos fins de semana o meu pai venha comigo cá.

- É, pode ser que sim – disse Rodrigo desanimado.

 

Rodrigo estava muito triste por perder o seu melhor amigo, pois ele sabia que a relação de ambos era muito especial. Ambos acabaram por se despedir um do outro.

 

- Bem, chegou a hora, tenho de ir, o meu pai vem-me buscar. Quero que fiques com o meu boneco e os meus carros para te lembrares de mim quando brincares.

- Nós ainda vamos brincar muitas vezes juntos – disse Rodrigo com as lágrimas nos olhos.

Rodrigo disse adeus a João sem saber quando o ia voltar a ver na vida e logo depois correu para o seu quarto onde se refugiou durante algumas horas.

 

Entretanto os pais de Rodrigo chamam-no para jantar mas este não quer sair do quarto.

 

- Ele esteve a tarde toda lá fechado. Estou preocupada com o nosso filho.

- Não estejas, aquilo passa-lhe. Perdeu o melhor amigo, é natural. Ele com o tempo vai-se habituar à ideia e fazer novos amigos, tem aí tantos na rua que brincam sozinhos.

- Eu acho que o João era mais do que um simples amigo para ele.

 

Enquanto Carolina proferia estas palavras mostrava-se pensativa.

 

- O que queres dizer com isso novamente ?

- Álvaro, eu acho que o nosso filho sente algo mais pelo João, não sei, existe ali algo mais. A forma como eles se olham, se tocam …

- PARA Carolina! Estás a falar do nosso filho, é uma criança de 7 anos, estás a insinuar que ele gosta de rapazes ? Por favor isso é um absurdo! Eles são apenas bons amigos, não cries confusões nessa cabeça. Com esta idade é normal estas demonstrações de afeto, acontece com todas as crianças. Isso é falta de ocupação sabias ?

 

Álvaro saiu da cozinha aborrecido com o que Carolina disse. Esta não conseguiu dizer uma palavra, deixando apenas cair as lágrimas pelo seu rosto devido ao momento tenso entre os dois.

 

Rodrigo permaneceu uns dias fechado no quarto triste por causa do seu amigo João. As saudades já apertavam muito e Rodrigo pouco desabafava com os pais. Estes sempre acreditaram que seria uma fase.

 

10 anos depois …

 

213dw9.jpg

 

 

Rodrigo está no 12º ano e frequenta um dos melhores colégios da cidade. As suas notas são boas e uma das suas maiores ambições é seguir pintura, a sua grande paixão juntamente com a dança. Rodrigo tornou-se num jovem apaixonado pelas artes. Nos tempos livres tocava piano e tinha aulas de dança. Apesar de talentoso, Rodrigo sempre foi um rapaz tímido e reservado, apenas confiava na sua melhor amiga, a Mariana.

 

- Amanhã temos exame. Não me apetece nada ficar a tarde toda em casa a estudar – disse Mariana.

- Eu cá vou dançar e depois acabar o meu quadro para a aula de pintura.

- Vê lá Rodrigo, não te descuides dos estudos – alertou Mariana.

- Não te preocupes! Se quiseres até passo por tua casa logo e estudamos juntos, que me dizes ?

- Ótima ideia! Vá, até logo então.

 

Rodrigo foi então para aquilo que mais o fazia feliz, a dança. Assim que terminou a aula dirigiu-se a casa da melhor amiga para estudar, tal como o combinado. Ambos ficaram a estudar até tarde e Rodrigo acabou por ficar a jantar em casa de Mariana.

 

- Bem, não posso chegar tarde a casa senão os meus pais matam-me – disse Rodrigo.

- Não te preocupes, eu levo-te meu querido – disse a mãe de Mariana.

 

No dia seguinte …

 

Rodrigo e Mariana encontram-se à porta do colégio prontos para mais um dia de aulas e para o importante exame, mas quando ia a entrar Rodrigo é abordado por outros rapazes do colégio – olha ele, o bailarino do colégio, a pena que voa – troçava o grupo de rapazes enquanto Rodrigo passava.

Imediatamente Mariana interviu e defendeu o melhor amigo.

 

- Vocês são mesmo parvos, não tem mais nada para fazer ? Arranjem uma vida seus anormais.

- Deixa Mariana, vamos embora, não lhes dês importância – disse Rodrigo.

- Olha vê se ouves o conselho aí da princezinha.

Neste momento Rodrigo exalta-se e bate no membro do grupo que o provocou e envolvem-se em pancadaria à porta do colégio. Mariana tenta separá-los e nesse mesmo momento chegam os seguranças da escola e levam os dois rapazes à direção.

 

Questionado pela diretora, Rodrigo defende-se e diz que tem sido alvo de discriminação por parte daquele grupo de colegas e que hoje foi a gota de água. Apesar de não concordar com o que Rodrigo fez, a diretora mostra total apoio para qualquer tipo de comentário que possa haver novamente nas instalações do colégio, e promete punir os seus colegas que tem agido de forma errada.

 

 

PRÓXIMO EPISÓDIO : QUARTA

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...