Jump to content

Prós e Contras


Forbidden

Recommended Posts

Estou muito admirado de nao haver topico sobre este programa... adoro ver de vez em quando, e ontem vi o programa mesmo todo. É um otimo programa, e que marca pela diferença

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wink.png">

 

O site oficial é este, e podem ver os programas:

 

http://www.rtp.pt/icmblogs/rtp/pros-contras/

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
  • 4 weeks later...

foi revoltante sim, mas devido a falta de imparcialidade da moderadora; devido aos anti praxe apenas se manifestarem com bases num documentário feito por alguém que é contra; e a cereja no topo do bolo: Fernanda Câncio. Aquele debate foi feito para tentar denegrir a imagem dos pró praxe, mas não conseguiram. "há quanto tempo é anti-praxe? Um semana"
Quanto ao código de praxe que foram lidas algumas passagens, como se disse no debate, não é para ser seguido a letra, e não está escrito em diário da república.
ATENÇÃO: eu concordo que ha ja controlo nas ditas "praxes" que tanto se fala no documentário, mas o que ainda não perceberam é que aquilo não é a praxe que tanto falamos. 

Quanto ao resultados audiométricos de ontem 15,1% de share, bateu todos os recordes! 

Link to comment
Share on other sites

Ainda nao consegui ver a segunda parte do debate, nao está a funcionar no site nao sei porque, mas partilho da tua opiniao. Também fui praxada, diverti-me e foi tudo numa boa, escolhi as praxes que queria ir e nao fui a umas quantas por escolha própria. Nunca me senti obrigada ou forcada a fazer nada, nao fui excluida por nao ir a certas praxes, fiquei bastante amiga de pessoal que me praxou e tudo. O que mais me irrita nesta situacao toda, também em grande parte por alguns comentários que vejo no facebook, é pessoal anti-praxe que nunca sequer experimentou, achar-se superior, mais inteligente até, a quem se submete ás praxes. Quer dizer, nao se juntam ás praxes porque nao gostam da maneira superior com que os doutores tratam os caloiros, mas acham-se na superioridade moral de julgar quem se diverte nelas? Pela boca morre o peixe. 

Situacoes de abuso há em todo o lado onde existem hierarquias (e até onde nao as há!), epa somos humanos e infelizmente está no nosso ADN, por isso também concordo contigo quando dizes que certas situacoes devem ser denunciadas, mas acabar com as praxes acho extremo. 

 

 

Eu nunca critiquei quem se diverte nelas, o meu problema nao e esse. Simplesmente nao consigo acreditar que a adesao a praxe seja totalmente livre, e o que sou contra e pessoas que nao querem ir, sejam pressionadas a faze-lo (de varias formas), e que depois saem magoadas com isso, ate traumatizadas. So isso. Agora, quem quiser ir tem esse direito, e obvio, nem nunca disse o contrario.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Eu nunca critiquei quem se diverte nelas, o meu problema nao e esse. Simplesmente nao consigo acreditar que a adesao a praxe seja totalmente livre, e o que sou contra e pessoas que nao querem ir, sejam pressionadas a faze-lo (de varias formas), e que depois saem magoadas com isso, ate traumatizadas. So isso. Agora, quem quiser ir tem esse direito, e obvio, nem nunca disse o contrario.

Disse no meu comentário que o que me irrita mais sao certos comentários que via no facebook, nunca disse que eras tu. 

Em relacao ás pressoes, respondi-te no topico escola no meu primeiro comentário.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Eu vi o debate todo e notou-se perfeitamente que a Fátima Campos Ferreira não tinha mão no público e foi completamente parcial a meu ver, acaba por ser um debate pouco esclarecedor, a Fernanda Câncio estava a irritar-me solenemente  mas o facto de estarem permanentemente a vaiá-la só porque tinha uma opinião diferente também me pareceu injusto, concordo me certa medida com o que foi dito aquilo que foi mostrado é tudo menos praxe, são uns indivíduos que tentam humilhar outros e que encapotam essas atitudes e dizem ser praxe.

 

Eu fui praxada na faculdade (numa privada) e não tenho nada a apontar ao que me foi feito, tudo com respeito, numa onda de brincadeira, acho que não se pode generalizar e assumir que é tudo a mesma coisa quando não o é e concordo que quando algo está mal essas situações tem de ser denunciadas a alguém que tenha algum peso hierárquico e que possa fazer algo para que a situação como foi a do Meco nunca mais aconteça!

Sem dúvida! 

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
  • 2 weeks later...
  • 4 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...