Jump to content

Grey's Anatomy [ABC]


Myke
 Share

Recommended Posts

Conteúdo Oculto

A Addison saiu para ter a sua própria série (Private Practice), que acabou em 2013 infelizmente, sempre foi a minha personagem favorita. Fiquei com imensa pena da Izzie ter saido, ainda esta semana a Shonda Rhimes disse que a Izzie não ia voltar, apesar de já contar com isso fiquei triste. O Alex, já o odiei, já o amei, já voltei a odiá-lo e agora estou a gostar muito dele.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Conteúdo Oculto

Eu sei, mas acho que isso dos spinoffs acabam sempre por prejudicar a serie principal, acho que era mais interessante a Addison ter ficado em Grey's...

O Alex, enfim, nao gosto nada dele, ainda que tenha os seus momentos bons... ele e a Cristina sao os dois bullys e nao tenho paciência para quando os tentam fazer de vitimas.

A Meredith é o coração da série e gosto muito dela, acho-a uma personagem muito interessante e complexa. Uma das minhas cenas favoritas dela foi esta:

https://www.youtube.com/watch?v=rhNQNb0inCc

Aliás, este episódio foi dos mais emocionantes na série (ainda que haja vários), ainda para mais por eu ser tao contra a pena de morte.

 

Edited by Forbidden
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
  • 2 weeks later...

Novo trailer confirma: "Anatomia de Grey" mudou

Novo trailer de "Anatomia de Grey" confirma: com a saída de Patrick Dempsey, que vestiu a pele de Shepherd, já nada é o que era

A 12º temporada de Anatomia de Grey estreia-se nos Estados Unidos no próximo dia 24. E, de acordo com o trailer entretanto divulgado, a história de Shonde Rhimes mudou por completo com a saída, no final da época anterior, de Sepherd (interpretado por Patrick Dempsey) do hospital Seattle Grace.

Para fazer frente a esta ausência, a autor introduziu na trama um novo médico residente. Aliás, os primeiros episódios deverão girar precisamente em torno da personagem de Martin Henderson e de como a sua personagem é recebida naquele hospital.

"É tudo bastante diferente. Cada vez que perdemos alguém importante dá-se uma grande mudança na história. MasAnatomia de Grey é uma série que já tem tantos anos que todas as mudanças são bem-vindas", disse Ellen Pompeo, uma das protagonistas.

Também Rhimes já tinha levantado o véu quanto ao futuro. "Tanto a Meredith como a família inteira de Anatomia de Greyestão prestes a entrar em território não explorado [com a saída de McDreamy], agora que ela se prepara para iniciar um novo capítulo da sua vida. As possibilidades para o que poderá surgir são infinitas. E, como diria a Ellis Grey: o carrossel nunca para", explicou a autora.

 
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

6x12

E pronto, mais uma grande personagem da série se vai embora, a Izzie! Ela sempre foi das minhas favoritas... ainda assim, fico contente que não a tenham morto como fizeram com o George!

Foi bom rever a Addison, ela não devia ter saido da série tão cedo...

O Mark é mesmo hipocrita, a ficar todo chateado com a Lexie por ter dormido com o Alex, quando ele fez o mesmo com a Addison :|

Link to comment
Share on other sites

A Addison saiu mas foi para personagem principal do spin off, "Private Practice", que para mim ainda é melhor que Grey's.

Eu sei, um dia destes sou capaz de começar a ver essa pois gosto muito da Addison. Infelizmente ja tenho imensas series pra ver, e não dá pra ver tudo...

 

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...
  • 4 months later...
  • 3 months later...

Season 10  Um ano e tal depois de ter voltado a ver isto, lá consegui chegar ao episódio que tanto queria ver. :haha: Não foi bem o que eu estava à espera, mas foi bastante emocionante. Já vi alguns episódios da 11ª temporada e estou a gostar, mas isto não é a mesma coisa sem a Cristina, que era das minhas personagens favoritas. Sente-se bastante a falta dela. :( O final da personagem foi bastante inteligente e foi algo que eu gostei imenso de ver, porque tinha tudo a ver com a Yang. O sonho dela era ser extraordinária, e ela nunca o poderia ser se continuasse no Grey Sloan Memorial Hospital. Fiquei bastante feliz como a Shonda encerrou a história dela (ainda por cima com a participação do Burke!), deixando de lado as mortes que costumam utilizar para se livrarem das personagens (Mark e Lexie ainda dói :yes: ). Anyway, adorei. Foi uma sensação de nostalgia enorme, ver como eles eram ao início na primeira temporada e ver (pela primeira vez!) um dos "iniciantes" da série a seguir o seu caminho e a alcançar algo que sempre sonhou. Preferia que ela tivesse continuado na série, obviamente, mas o final foi tão bom que eu fiquei feliz. :P 
Já em relação à temporada em si, foi das que menos gostei. A nona temporada é, muito provavelmente, a minha favorita. Estava tudo diferente, desde o cargo das personagens no Hospital, às relações que havia entre eles (para melhor). Já nesta temporada não se sentiu isso. Foi um bocado "mais do mesmo" e para piorar, destruíram as relações que eu mais gostava (lá para o meio da temporada...). Cristina e Meredith zangadas até à Winter Finale, Callie e Arizona separadas, tal como a Bailey e o Ben. Foi uma temporada que foi melhorando com os episódios, mas muitos deles não tinham grande interesse e acabaram por ser secantes, algo que eu nunca, em dez temporadas, tinha sentido. De 0 a 10, esta temporada não foi mais que um 7, apesar dos excelentes episódios no final do ano. 

Espero que a 11ª temporada seja tão boa como foi a 9ª temporada, apesar de ser praticamente impossível, a meu ver. Também não estou preparado para perder o [Derek]. :no: Está longe de ser a minha personagem favorita (honestamente até é dos que eu gosto menos), mas faz parte da essência de Grey's. Está presente desde o primeiro episódio e imaginar a série sem ele, depois de também termos perdido a Cristina, é impensável. Por um lado tenho imensa curiosidade em ver como está a Meredith na 12ª temporada (que foi das melhores, segundo a crítica), mas por outro sei que já nada será a mesma coisa. Either way, Grey's Anatomy continua a ser a minha série favorita. Não existe nada como isto e cada vez tenho mais certezas disso. :yes::D 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 1 hora, Miguel S. disse:

Season 10  Um ano e tal depois de ter voltado a ver isto, lá consegui chegar ao episódio que tanto queria ver. :haha: Não foi bem o que eu estava à espera, mas foi bastante emocionante. Já vi alguns episódios da 11ª temporada e estou a gostar, mas isto não é a mesma coisa sem a Cristina, que era das minhas personagens favoritas. Sente-se bastante a falta dela. :( O final da personagem foi bastante inteligente e foi algo que eu gostei imenso de ver, porque tinha tudo a ver com a Yang. O sonho dela era ser extraordinária, e ela nunca o poderia ser se continuasse no Grey Sloan Memorial Hospital. Fiquei bastante feliz como a Shonda encerrou a história dela (ainda por cima com a participação do Burke!), deixando de lado as mortes que costumam utilizar para se livrarem das personagens (Mark e Lexie ainda dói :yes: ). Anyway, adorei. Foi uma sensação de nostalgia enorme, ver como eles eram ao início na primeira temporada e ver (pela primeira vez!) um dos "iniciantes" da série a seguir o seu caminho e a alcançar algo que sempre sonhou. Preferia que ela tivesse continuado na série, obviamente, mas o final foi tão bom que eu fiquei feliz. :P 
Já em relação à temporada em si, foi das que menos gostei. A nona temporada é, muito provavelmente, a minha favorita. Estava tudo diferente, desde o cargo das personagens no Hospital, às relações que havia entre eles (para melhor). Já nesta temporada não se sentiu isso. Foi um bocado "mais do mesmo" e para piorar, destruíram as relações que eu mais gostava (lá para o meio da temporada...). Cristina e Meredith zangadas até à Winter Finale, Callie e Arizona separadas, tal como a Bailey e o Ben. Foi uma temporada que foi melhorando com os episódios, mas muitos deles não tinham grande interesse e acabaram por ser secantes, algo que eu nunca, em dez temporadas, tinha sentido. De 0 a 10, esta temporada não foi mais que um 7, apesar dos excelentes episódios no final do ano. 

Espero que a 11ª temporada seja tão boa como foi a 9ª temporada, apesar de ser praticamente impossível, a meu ver. Também não estou preparado para perder o [Derek]. :no: Está longe de ser a minha personagem favorita (honestamente até é dos que eu gosto menos), mas faz parte da essência de Grey's. Está presente desde o primeiro episódio e imaginar a série sem ele, depois de também termos perdido a Cristina, é impensável. Por um lado tenho imensa curiosidade em ver como está a Meredith na 12ª temporada (que foi das melhores, segundo a crítica), mas por outro sei que já nada será a mesma coisa. Either way, Grey's Anatomy continua a ser a minha série favorita. Não existe nada como isto e cada vez tenho mais certezas disso. :yes::D 

Eu vi até ao inicio da sétima temporada, ainda assim foi das séries em que vi mais eps (foi esta e Vampire Diaries). A série é muito boa mas chega a um ponto em que cansa, porque acaba por ser sempre a mesma coisa (mas isto acontece-me com todas as séries). E depois de saber o que a Shonda fez com uma certa personagem nem tenho grande vontade de continuar a ver.

Eu sei que os fãs da série adoram a Cristina, mas ela nunca foi das minhas favoritas bem pelo contrário (no inicio detestava-a, depois com o tempo fui-me habituando a ela). Ela é fria, rude, hipocrita, trata mal os internos, tem a mania que é superior, etc. Claro que gostava imenso da amizade dela com a Meredith, mas ela como pessoa deixa muito a desejar mesmo, e tenho pena que as personagens não lhe fizessem mais frente porque ela merecia ouvir umas verdades...

De qualquer forma, um dia destes pode ser que acabe de ver a sétima temporada.

Link to comment
Share on other sites

há 48 minutos, Forbidden disse:

Eu vi até ao inicio da sétima temporada, ainda assim foi das séries em que vi mais eps (foi esta e Vampire Diaries). A série é muito boa mas chega a um ponto em que cansa, porque acaba por ser sempre a mesma coisa (mas isto acontece-me com todas as séries). E depois de saber o que a Shonda fez com uma certa personagem nem tenho grande vontade de continuar a ver.

Eu sei que os fãs da série adoram a Cristina, mas ela nunca foi das minhas favoritas bem pelo contrário (no inicio detestava-a, depois com o tempo fui-me habituando a ela). Ela é fria, rude, hipocrita, trata mal os internos, tem a mania que é superior, etc. Claro que gostava imenso da amizade dela com a Meredith, mas ela como pessoa deixa muito a desejar mesmo, e tenho pena que as personagens não lhe fizessem mais frente porque ela merecia ouvir umas verdades...

De qualquer forma, um dia destes pode ser que acabe de ver a sétima temporada.

Espero não te ter spoilado com nada, então. :mosking: É normal que canse ver muitos episódios de seguida da série, afinal de temporada para temporada não existem grandes evoluções, e é sempre à volta dos casos médicos, mas eu gosto bastante de os ver, mesmo assim. Raramente me cansam. 
Em relação à Cristina, acho que o facto de ela ser rude e assim foi o que me fez gostar tanto dela. E nunca a vi como alguém que tinha a mania de superioridade, porque ela sempre foi, realmente, superior. Era a melhor dos internos, a melhor dos residentes e orientados; tanto que depois "ganhou" o Harper Avery quando ainda nem era uma atendente. Era melhor médica que os outros (até que a Meredith, na minha opinião) e por isso sempre achei bem ela saber que "era melhor que os outros". De qualquer forma também não olho para ela como a minha favorita, até porque não consigo escolher uma personagem para dizer que é A Favorita. Adoro a Meredith, adoro o Alex (acho que é a personagem com que mais me identifico), adoro a Bailey e adoro a Callie (e cheira-me que a Amelia vai ser das minhas favoritas também!). Penso que a Cristina faz falta porque acaba com as relações que eu mais gostava na série, que era Meredith x Cristina e Cristina x Owen. É por isso que a 11ª temporada está tão diferente, na minha opinião. :P 

E tens que acabar a sétima temporada! A oitava e a nona foram brutais, principalmente a nona. :wub: Teve imensas reviravoltas e plots interessantes (os mais interessantes para mim, até agora). 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 6 minutos, Miguel S. disse:

Espero não te ter spoilado com nada, então. :mosking: É normal que canse ver muitos episódios de seguida da série, afinal de temporada para temporada não existem grandes evoluções, e é sempre à volta dos casos médicos, mas eu gosto bastante de os ver, mesmo assim. Raramente me cansam. 
Em relação à Cristina, acho que o facto de ela ser rude e assim foi o que me fez gostar tanto dela. E nunca a vi como alguém que tinha a mania de superioridade, porque ela sempre foi, realmente, superior. Era a melhor dos internos, a melhor dos residentes e orientados; tanto que depois "ganhou" o Harper Avery quando ainda nem era uma atendente. Era melhor médica que os outros (até que a Meredith, na minha opinião) e por isso sempre achei bem ela saber que "era melhor que os outros". De qualquer forma também não olho para ela como a minha favorita, até porque não consigo escolher uma personagem para dizer que é A Favorita. Adoro a Meredith, adoro o Alex (acho que é a personagem com que mais me identifico), adoro a Bailey e adoro a Callie (e cheira-me que a Amelia vai ser das minhas favoritas também!). Penso que a Cristina faz falta porque acaba com as relações que eu mais gostava na série, que era Meredith x Cristina e Cristina x Owen. É por isso que a 11ª temporada está tão diferente, na minha opinião. :P 

E tens que acabar a sétima temporada! A oitava e a nona foram brutais, principalmente a nona. :wub: Teve imensas reviravoltas e plots interessantes (os mais interessantes para mim, até agora). 

Não me spoilaste propriamente porque eu já sei quem morre nas próximas temporadas. As minhas personagens favoritas são/eram a Meredith, Derek, George, Izzy e Addison. As que mais me irritaram sempre foram o Alex e a Cristina, e odeio a 100% o Alex (se te identificas com ele é melhor eu fugir de ti :haha:). Estou a brincar como é óbvio, mas odeio-o mesmo, ele é do pior... esse sim devia ter morrido.

A Cristina é super hipócrita. Por exemplo na 4ª temporada ela não mexeu uma palha pros internos (quando era a obrigação dela ensina-los) mas depois passava a vida a queixar-se que a Erica não lhe ensinava nada (e por falar nela, eu adorei a Erica, foi a unica que fazia frente a Cristina), eu fiquei tipo "filha acorda, ela só te está a fazer o mesmo que tu fazes aos internos, e ao menos não te chama por números como tu fazes a eles". Ela pode ser muito boa no que faz, e é, mas como pessoa deixa muito a desejar mesmo, ela é praticamente uma bully na forma como trata os internos, nem se digna a chamar-lhes pelos nomes, sinceramente irrita-me como ninguém lhe chapa na cara as verdades :S

 

Link to comment
Share on other sites

há 7 minutos, Forbidden disse:

Não me spoilaste propriamente porque eu já sei quem morre nas próximas temporadas. As minhas personagens favoritas são/eram a Meredith, Derek, George, Izzy e Addison. As que mais me irritaram sempre foram o Alex e a Cristina, e odeio a 100% o Alex (se te identificas com ele é melhor eu fugir de ti :haha:). Estou a brincar como é óbvio, mas odeio-o mesmo, ele é do pior... esse sim devia ter morrido.

A Cristina é super hipócrita. Por exemplo na 4ª temporada ela não mexeu uma palha pros internos (quando era a obrigação dela ensina-los) mas depois passava a vida a queixar-se que a Erica não lhe ensinava nada (e por falar nela, eu adorei a Erica, foi a unica que fazia frente a Cristina), eu fiquei tipo "filha acorda, ela só te está a fazer o mesmo que tu fazes aos internos, e ao menos não te chama por números como tu fazes a eles". Ela pode ser muito boa no que faz, e é, mas como pessoa deixa muito a desejar mesmo, ela é praticamente uma bully na forma como trata os internos, nem se digna a chamar-lhes pelos nomes, sinceramente irrita-me como ninguém lhe chapa na cara as verdades :S

George. :bad: Sempre odiei o George, era a personagem que mais me irritava. :haha: Já a Izzie e a Addison também eram das minhas favoritas, nem consigo escolher qual das duas gosto mais. Adorava o facto da Izzie ser apaixonada por tudo e todos, e pelas coisas que fazia. Era tão diferente dos outros internos que na altura era a minha favorita, mas depois do cancro ela tornou-se tão irritante que deixei de gostar dela (apesar disso ser culpa da Shonda por se querer livrar da atriz). E eu gosto do Alex porque não é fácil entendê-lo. Ele é um bocado bruto e insensível, mas depois - quando percebemos a história dele - a nossa perspetiva muda. É a personagem que tem o percurso mais interessante, para mim, mas mesmo assim teve algumas fases que não gostei muito. No entanto (e mais uma razão para acabares a sétima temporada!) ele tem estado incrível desde a 9ª (e na 10ª esteve brutal, foi o meu favorito). 

Já a Cristina, sim, tens razão. Ela não era propriamente a melhor pessoa naquele Hospital, mas ninguém é... O Derek é egoísta. A Izzie era irresponsável, o Alex é bruto e explode demasiado depressa... E a Meredith é demasiado fria. Claro que a Cristina devia ensinar os alunos e está errado o que ela fez, mas ela muda imenso até sair da série. Na décima/nona temporada ela está realmente empenhada em ensinar e é engraçado de se ver, mas acho que isto tem a ver com o crescimento das personagens. Eles já não são os mesmos que entraram no Seattle Grace, são pessoas completamente diferentes e muito mais crescidas. E, se acabares a série, vais perceber isso com a Meredith e os filhos, a Cristina e os desafios que ela enfrenta, e o Alex & Arizona na pediatria. Acho que é por isto que gosto tanto de Grey's. Dá para vê-los crescer. :mosking: 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 7 minutos, Miguel S. disse:

George. :bad: Sempre odiei o George, era a personagem que mais me irritava. :haha: Já a Izzie e a Addison também eram das minhas favoritas, nem consigo escolher qual das duas gosto mais. Adorava o facto da Izzie ser apaixonada por tudo e todos, e pelas coisas que fazia. Era tão diferente dos outros internos que na altura era a minha favorita, mas depois do cancro ela tornou-se tão irritante que deixei de gostar dela (apesar disso ser culpa da Shonda por se querer livrar da atriz). E eu gosto do Alex porque não é fácil entendê-lo. Ele é um bocado bruto e insensível, mas depois - quando percebemos a história dele - a nossa perspetiva muda. É a personagem que tem o percurso mais interessante, para mim, mas mesmo assim teve algumas fases que não gostei muito. No entanto (e mais uma razão para acabares a sétima temporada!) ele tem estado incrível desde a 9ª (e na 10ª esteve brutal, foi o meu favorito). 

Já a Cristina, sim, tens razão. Ela não era propriamente a melhor pessoa naquele Hospital, mas ninguém é... O Derek é egoísta. A Izzie era irresponsável, o Alex é bruto e explode demasiado depressa... E a Meredith é demasiado fria. Claro que a Cristina devia ensinar os alunos e está errado o que ela fez, mas ela muda imenso até sair da série. Na décima/nona temporada ela está realmente empenhada em ensinar e é engraçado de se ver, mas acho que isto tem a ver com o crescimento das personagens. Eles já não são os mesmos que entraram no Seattle Grace, são pessoas completamente diferentes e muito mais crescidas. E, se acabares a série, vais perceber isso com a Meredith e os filhos, a Cristina e os desafios que ela enfrenta, e o Alex & Arizona na pediatria. Acho que é por isto que gosto tanto de Grey's. Dá para vê-los crescer. :mosking: 

Eu gostava muito do George e da sua maneira de ser, mas deram-lhe um rumo esquisito e um pouco sem nexo...

A Izzy eu adorei até ao fim, ao menos não acabou com o idiota do Alex, ainda bem!

Achas a Meredith fria?! Curioso que eu acho exatamente o oposto, ela é das que tem mais compaixão na série, ainda me lembro da história do serial killer (das minhas favoritas), e até por ele ela conseguiu ter pena e chorou após a morte dele. Ela sente muito as coisas, e eu identifico-me com isso. Já a Cristina é mais fria que um iceberg, ela só gosta mesmo da Meredith (e é a relação bonita delas que a acaba por redimir)... e eu vi um video no youtube dela a dar nomes dos anões aos internos (acho que na temporada 9) portanto não vejo como possa ter mudado, continua cabrita :dontknow:

Edited by Forbidden
Link to comment
Share on other sites

há 58 minutos, Forbidden disse:

Eu gostava muito do George e da sua maneira de ser, mas deram-lhe um rumo esquisito e um pouco sem nexo...

A Izzy eu adorei até ao fim, ao menos não acabou com o idiota do Alex, ainda bem!

Achas a Meredith fria?! Curioso que eu acho exatamente o oposto, ela é das que tem mais compaixão na série, ainda me lembro da história do serial killer (das minhas favoritas), e até por ele ela conseguiu ter pena e chorou após a morte dele. Ela sente muito as coisas, e eu identifico-me com isso. Já a Cristina é mais fria que um iceberg, ela só gosta mesmo da Meredith (e é a relação bonita delas que a acaba por redimir)... e eu vi um video no youtube dela a dar nomes dos anões aos internos (acho que na temporada 9) portanto não vejo como possa ter mudado, continua cabrita :dontknow:

Eu por acaso gostei do rumo que deram ao George e gostei dos desfecho inicial que era enviá-lo para o Exército, se me lembro bem... Esse episódio (season finale da quinta temporada) foi dos meus favoritos e teve uma das frases mais marcantes da série, na minha opinião: "We spend our whole lives worrying about the future, planning for the future, trying to predict the future, as if figuring it out will cushion the blow. But the future is always changing. The future is the home of our deepest fears and wildest hopes. But one thing is certain when it finally reveals itself. The future is never the way we imagined it." Btw, adoro estas narrações que a série tem no início e no fim dos episódios. :mosking: 

E eu adorava que a Izzie tivesse acabado com o Alex. Eram o meu OTP. :haha: 

E eu acho a Meredith bastante fria, sim... É verdade que ela se emociona com alguns casos (também é normal), mas no geral, ela nunca tem reação a nada. Quando a mãe dela morreu, não chorou (é certo que não tinham a melhor relação, mas mesmo assim...) e quando o Derek morre, pelo que vi, também não teve uma reação decente. E é fria com os internos e com as pessoas que conhece (exemplo: Maggie na 11ª temporada). Ela sente as coisas, no entanto não as demonstra e acaba por passar uma imagem de "má" que não gosto muito nela. No entanto também é das personagens com que mais me identifico, afinal de contas é a protagonista. 
E sim, isso dos anões aconteceu, mas já não é bem a mesma coisa... Eles no início da nona temporada andam todos a "disputar" qual deles é o pior para os internos, tal como a Bailey tinha sido para eles. 

Edited by Miguel S.
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

há 21 minutos, Miguel S. disse:

Eu por acaso gostei do rumo que deram ao George e gostei dos desfecho inicial que era enviá-lo para o Exército, se me lembro bem... Esse episódio (season finale da quinta temporada) foi dos meus favoritos e teve uma das frases mais marcantes da série, na minha opinião: "We spend our whole lives worrying about the future, planning for the future, trying to predict the future, as if figuring it out will cushion the blow. But the future is always changing. The future is the home of our deepest fears and wildest hopes. But one thing is certain when it finally reveals itself. The future is never the way we imagined it." Btw, adoro estas narrações que a série tem no início e no fim dos episódios. :mosking: 

E eu adorava que a Izzie tivesse acabado com o Alex. Eram o meu OTP. :haha: 

E eu acho a Meredith bastante fria, sim... É verdade que ela se emociona com alguns casos (também é normal), mas no geral, ela nunca tem reação a nada. Quando a mãe dela morreu, não chorou (é certo que não tinham a melhor relação, mas mesmo assim...) e quando o Derek morre, pelo que vi, também não teve uma reação decente. E é fria com os internos e com as pessoas que conhece (exemplo: Maggie na 11ª temporada). Ela sente as coisas, no entanto não as demonstra e acaba por passar uma imagem de "má" que não gosto muito nela. No entanto também é das personagens com que mais me identifico, afinal de contas é a protagonista. 

Também adoro a narração da série, tem sempre frases muito boas :)

Eu já não me lembro de como ela reagiu a morte da mae, mas ela também nunca gostou dela (aliás, ela praticamente nem foi mãe dela, estava sempre ausente e era muito fria), mas no geral ela importa-se com os seus amigos e com as pessoas no geral, e não trata mal as pessoas como a Cristina por exemplo que maltrata os seus internos e nem se digna a chama-los pelos nomes (eu acho isso tão reles e baixo). A Meredith só costumava ser fria pra mãe e pro pai, e esses mereciam isso porque nunca foram realmente pais dela, nunca estiveram lá quando ela precisou deles.

Claro que a Meredith não é perfeita e tem os seus defeitos como todos nós, mas eu sempre gostei dela, desde o inicio, ela tem bom coração, assim como a Izzy, Geoge, Derek, Addison, etc. E acho que vou gostar da April, mas ainda não a desenvolveram muito até onde vi.

Edited by Forbidden
Link to comment
Share on other sites

há 2 horas, Forbidden disse:

Também adoro a narração da série, tem sempre frases muito boas :)

Eu já não me lembro de como ela reagiu a morte da mae, mas ela também nunca gostou dela (aliás, ela praticamente nem foi mãe dela, estava sempre ausente e era muito fria), mas no geral ela importa-se com os seus amigos e com as pessoas no geral, e não trata mal as pessoas como a Cristina por exemplo que maltrata os seus internos e nem se digna a chama-los pelos nomes (eu acho isso tão reles e baixo). A Meredith só costumava ser fria pra mãe e pro pai, e esses mereciam isso porque nunca foram realmente pais dela, nunca estiveram lá quando ela precisou deles.

Claro que a Meredith não é perfeita e tem os seus defeitos como todos nós, mas eu sempre gostei dela, desde o inicio, ela tem bom coração, assim como a Izzy, Geoge, Derek, Addison, etc. E acho que vou gostar da April, mas ainda não a desenvolveram muito até onde vi.

A Meredith trata mal os internos, sim... Antes nem por isso, mas depois da morte da Lexie ela mudou completamente e tornou-se pior que a Yang no que toca a ser simpática com os internos. Eles começaram a chamar-lhe Medusa. :haha: Portanto ela já não é bem a mesma coisa que era ao início, porque a Meredith das primeiras temporadas era "feliz" e tinha uma energia que a atual Meredith já não tem. E esta mudança fez com que eu já não gostasse tanto dela. Tornou-se fria. 

A April! Adoro-a. :yes: Também é das minhas favoritas, mas irrita-me às vezes um pouco... Quem eu não gosto mesmo é o Jackson. :dry: 

Link to comment
Share on other sites

há 24 minutos, Miguel S. disse:

A Meredith trata mal os internos, sim... Antes nem por isso, mas depois da morte da Lexie ela mudou completamente e tornou-se pior que a Yang no que toca a ser simpática com os internos. Eles começaram a chamar-lhe Medusa. :haha: Portanto ela já não é bem a mesma coisa que era ao início, porque a Meredith das primeiras temporadas era "feliz" e tinha uma energia que a atual Meredith já não tem. E esta mudança fez com que eu já não gostasse tanto dela. Tornou-se fria. 

A April! Adoro-a. :yes: Também é das minhas favoritas, mas irrita-me às vezes um pouco... Quem eu não gosto mesmo é o Jackson. :dry: 

Credo, então nem sei se quero continuar a ver, se for pra estragar a imagem que tenho da Meredith não vale a pena, a minha Meredith não é assim :dontknow:

Eu falo do que vi, até á sétima temporada, depois se ela mudou ou não... a Shonda fez o mesmo com a Olivia Pope, ela mudou totalmente na 5ª temporada, já não é a mesma pessoa, virou psicopata.

O Jackson não tenho bem opinião ainda, mas parece ser um Alex 2.

Edited by Forbidden
Link to comment
Share on other sites

há 6 minutos, Forbidden disse:

Credo, então nem sei se quero continuar a ver, se for pra estragar a imagem que tenho da Meredith não vale a pena, a minha Meredith não é assim :dontknow:

Eu falo do que vi, até á sétima temporada, depois se ela mudou ou não... a Shonda fez o mesmo com a Olivia Pope, ela mudou totalmente na 5ª temporada, já não é a mesma pessoa, virou psicopata.

O Jackson não tenho bem opinião ainda, mas parece ser um Alex 2.

A Meredith está bastante diferente, mas está mais complexa e acho que vais gostar disso. :P Tens que acabar! :shout: 

E sim, a Shonda gosta de mudar as personagens, mas no caso da Olivia não fez sentido nenhum... Grey's começou e a personagem da Meredith tinha cerca de 25 anos, agora já tem 40. É normal que tenha mudado. Já Scandal tem 5 anos e não é plausível terem mudado tanto a personagem da Kerry, mas pronto. Acho que isso não apaga o facto da Olivia Pope ser das melhores personagens da televisão. :mosking: 

E o Jackson é o oposto do Alex... O Jackson é um menino mimado e rico, que quer "fugir" da família a qualquer custo. O Alex não tem muito dinheiro e o que tem trabalhou por isso, e não se dá com a família porque se sente agarrado ao passado quando os vê. Um passado em que teve de cuidar dos irmãos porque o pai tinha fugido e a mãe não ajudava. Eles são muito diferentes. O Jackson é uma seca. O Alex é awesome. :yes: 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 6 minutos, Miguel S. disse:

A Meredith está bastante diferente, mas está mais complexa e acho que vais gostar disso. :P Tens que acabar! :shout: 

E sim, a Shonda gosta de mudar as personagens, mas no caso da Olivia não fez sentido nenhum... Grey's começou e a personagem da Meredith tinha cerca de 25 anos, agora já tem 40. É normal que tenha mudado. Já Scandal tem 5 anos e não é plausível terem mudado tanto a personagem da Kerry, mas pronto. Acho que isso não apaga o facto da Olivia Pope ser das melhores personagens da televisão. :mosking: 

E o Jackson é o oposto do Alex... O Jackson é um menino mimado e rico, que quer "fugir" da família a qualquer custo. O Alex não tem muito dinheiro e o que tem trabalhou por isso, e não se dá com a família porque se sente agarrado ao passado quando os vê. Um passado em que teve de cuidar dos irmãos porque o pai tinha fugido e a mãe não ajudava. Eles são muito diferentes. O Jackson é uma seca. O Alex é awesome. :yes: 

Pronto, vou ser se acabo de ver a sétima temporada pelo menos :haha:

Já se passaram 15 anos em Grey's? Pensava que tinha passado menos tempo... penso que só as primeiras 3 temporadas corresponderam a 1 ano, e nunca houve saltos temporais grandes.

Scandal foi uma desilusão... a Olivia Pope era uma grande personagem por conseguir fazer tudo com o poder da palavra, sem precisar de violencia. Ela era a Luz no meio da Escuridão, e agora está igual ao pai... tipo, não percebo mesmo que raio de sentido tem isto, é essa trajetória da personagem? Virar psicopata como o pai? Já pra nem falar do que ela fez com Olitz, a gozar mesmo com os fãs... a sério, ela tem uma obsessão qualquer com o Jake (que já devia ter morrido há séculos) e o Papa Pope.

Edited by Forbidden
Link to comment
Share on other sites

há 1 minutp, Forbidden disse:

Pronto, vou ser se acabo de ver a sétima temporada pelo menos :haha:

Já se passaram 15 anos em Grey's? Pensava que tinha passado menos tempo... penso que só as primeiras 3 temporadas corresponderam a 1 ano, e nunca houve saltos temporais grandes.

Scandal foi uma desilusão... a Olivia Pope era uma grande personagem por conseguir fazer tudo com o poder da palavra, sem precisar de violencia. Ela era a Luz no meio da Escuridão, e agora está igual ao pai... tipo, não percebo mesmo que raio de sentido tem isto, é essa trajetória da personagem? Virar psicopata como o pai? Já pra nem falar do que ela fez com Olitz, a gozar mesmo com os fãs... a sério, ela tem uma obsessão qualquer com o Jake (que já devia ter morrido há séculos) e o Papa Pope.

Eu não tenho a certeza de quanto tempo se passou em Grey's, mas acho que é algo à volta de 15 anos. A Meredith tem 38 anos, se não contarmos com os saltos temporais, e como já houve alguns (e um grande, depois da morte do Derek) ela já deve ter 40. E, a Zola, a filha da Meredith tem 7 anos (penso eu) e nasceu na sétima temporada, portanto, pelas minhas contas, já se passaram cerca de quinze anos em Grey's. :mosking: 

E eu também estou desiludido com a temporada de Scandal. Foi a que menos gostei e as minhas expectativas são inexistentes para a próxima temporada. O lado bom é que só regressará em 2017, o que significa que terão mais do que tempo para pensar em maneiras de corrigir os erros que fizeram (que na minha opinião foram demasiados, mas enfim...). 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Season 12  E pronto, acabei. Quase dois anos depois de ter recomeçado a ver a série. No entanto, valeu a pena ter visto todos os 268 episódios de Grey's Anatomy, porque é sem dúvida a minha série favorita. Adoro a forma como podemos ver as personagens crescerem ao longo das temporadas, como pessoas cujas vidas só sofrem reviravoltas e mais reviravoltas (e muito drama!). Espero que a 13ª temporada seja tão boa como foi a 12ª, porque foi sem dúvida das minhas favoritas de toda a série. E é incrível como uma série que já conta com mais de dez temporadas consegue, apesar do arrasto, continuar a ser tão incrivelmente boa. E acho que é a única série que eu quero que continue por muitos mais anos, porque a história é completamente ilimitada, e estas entradas e saídas do elenco só ajudam a demonstrar isso. :P Sinto muita falta da Cristina, mas esta season 12 serviu para mostrar que a série consegue sobreviver sem ela, assim como consegue sobreviver sem o Derek e o principal romance da história (que ainda bem que desapareceu, porque deu origem a uma das fases mais interessantes que a série já passou, na minha opinião). 
Anyway, em relação à morte do Derek... O episódio em si foi das coisas mais absurdas que eu já vi. Foi provavelmente o pior episódio da série e se era suposto ser emocionante, não foi. Foi enervante e revoltante. É um episódio que eu não pretendo assistir novamente, ao contrário de praticamente todos de Grey's Anatomy. Os episódios seguintes, no entanto, foram bem interessantes. "She's Leaving Home" foi um episódio ótimo e muito mais repleto de emoções do que o "How to Save a Life" (uma música que tem tudo a ver com a série a dar o título ao episódio mais estúpido de todos, enfim :no: ). Não fui grande fã da 11ª temporada, principalmente de início, porque a inexistência da Cristina foi um grande impacto e deixou a série muito mais pesada do que aquilo a que eu estava habituado; só comecei a entrar mais na história após a Winter Finale (e mesmo assim foi complicado, porque deram muito destaque ao cancro da Nicole ao qual eu não achei piada nenhuma), mas os últimos episódios acabaram por compensar bastante. Contudo, os meus episódios favoritos desta temporada foram o 11x05 (um episódio totalmente centrado na relação da Callie e da Arizona), o episódio do nascimento do filho da April e do Jackson (para mim a história mais triste que já vi na série) e a Season Finale, porque marcou o começo de uma nova era em Grey's. Já o 12º ano, pessoalmente, e ao contrário da temporada anterior, foi dos meus favoritos. Foi um back to the basics, completamente. :D Adorei o facto da Meredith ter voltado a viver na sua casa das primeiras temporadas, juntamente com a Maggie e a Amelia (que foram as melhores coisas desta temporada, a irmandade delas fez-me praticamente esquecer a falta que a Cristina fazia). Foram o ponto mais alto, para mim. Já sobre os episódios, foram muitos os que eu adorei este ano, mas penso que o 12x05 foi dos momentos mais fortes de toda a série, cheio de tensão. Esta cena arrepiou-me: 

A Ellen merece um Emmy só por esta cena. :yes: Acho bastante injusto ela nunca ter ganho nada importante pelo papel de Meredith. É certo que o elenco está cheio de talento (Sandra Oh, Sara Ramirez, Sara Drew, entre outros) mas, para o papel que a Ellen tem, ela já merecia ter um Golden Globe ou um Emmy, tal como o que a Sandra Oh recebeu em 2006 pela Cristina Yang. É simplesmente ridículo uma atriz como a Lady Gaga ter um Golden Globe e a Ellen ter uma carreira cheia de nomeações apenas, mas enfim. :rolleyes: 
Voltando aos episódios: o 12x09, The Sound of Silence, foi outro episódio que me marcou bastante. Gostava que a história se tivesse prolongado mais do que por um episódio, mas ainda assim, foi um episódio excelente, assim como o seguinte. O episódio centrado na April e no Jackson também foi bastante bom, um dos meus favoritos. Foi engraçado terem mostrado como eles se conheceram, inclusive, visto que ambos começaram a fazer parte do elenco na temporada 6, com a fusão do Mercy West. Por último, o 12x22, o episódio sobre o julgamento da guarda da Sofia também foi dos meus favoritos da temporada, e um dos meus favoritos de toda a série. A Callie sempre foi das minhas personagens preferidas, desde os primeiros momentos dela na segunda temporada, mas consegui odiá-la com todas as minhas forças neste último ano da personagem. Teve uma despedida injusta, visto que fez parte da série durante 10 anos, mas o seu último "Thank You" pode ter diversos significados. Acho que fará falta por ser das personagens mais animadas, mas por outro, não me fará grande diferença. A história dela terminou da maneira que devia e estou feliz por isso. E quero ver muito mais da Arizona na próxima temporada! :D Nunca fui grande fã dela, mas foi uma das grandes surpresas da 12ª temporada. Adorei-a. 
E por fim: Riggs. :cool: Gostei da personagem desde o primeiro episódio e vê-lo aos beijos com [a Meredith] no final foi dos pontos altos da temporada. Não estava nada à espera. :haha: E é engraçado porque a relação que está a "nascer" não tem nada a ver com [Meredith e Derek] e isso é ótimo, porque era exatamente o que eu queria ver. Tenho pena que só tenha acontecido nos últimos episódios, mas acho que faz sentido visto que na série [o Derek só morreu há dois anos]. Tenho as expectativas altas para os dois na season 13! 

PS: Estou chocado com a revelação da Jo. :| Não bastava [ser casada, como mentiu sobre o verdadeiro nome]. Pobre Alex. :yes: 
PS2: Não gostei do que fizeram com o romance da Edwards. Fizeram-no com a Izzie e o Denny, com a Teddy e o marido, e agora com a Stephanie. Foi o ponto fraco da temporada, não gostei nada. 

Concluído, acho que a série ainda tem muito para dar, e a prova disso foi esta temporada fantástica. Temos uma Grey's baseada nas primeiras temporadas, mas completamente diferente e mais adulta. Penso que esta temporada só não supera a 9ª porque já não tem a Cristina nem o Derek, que apesar da falta pouco se ter feito sentir, serão sempre uma peça importante do puzzle que se perdeu. Para mim: 9 > 12 > 2 > 1 > 5 > 3 > 8 > 10 > 4 > 7 > 6 > 11. (Estou surpreendido por ainda me lembrar de tudo. :mosking: ) A minha cena favorita da série, no entanto, será sempre a despedida da Cristina e da Meredith. Foi das cenas que mais me tocou e onde não foi preciso morrer alguém. :haha: Que venha a 13ª temporada - para a qual já estou a contar os dias! - e que seja tão boa como a 12ª, porque assim vale a pena continuar a ver. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...