Jump to content

Religião


Ana Maria Peres

Recommended Posts

há 3 horas, srcbica disse:

Eu não posso falar sobre todas as religiões, mas a sensação que dá é que esse contrassenso só existe nas religiões abraâmicas. Só que, como essas 3 religiões são as que têm mais adeptos no mundo, dá a sensação de que o discurso é o mesmo em todas elas. Epá, pelo menos não se ouve falar de budistas, confucionistas, hinduístas... a tentarem converter os outros. Só que, lá está, nas religiões abraâmicas tens aquela cena de que quem não acreditar nessa fé está condenado. Na Torah/Antigo Testamento, os gentios pedirão ajuda aos judeus, porque Deus estará com eles nos tempos do fim; no Novo Testamento, quem crê em Cristo terá vida e vida em abundância e para os islâmicos o Corão é o texto sagrado correto, novamente revelado ao Maomé, porque a Torah já tinha sido demasiado alterada com o passar dos tempos.

Há inveja e inveja. Tu tens muita gente que olha para alguém rico e a inveja faz com que a pessoa tenha raiva de alguém que subiu na vida. Olha para essa pessoa e deseja a queda dela. Mas depois há quem tenha outra inveja. Quem olhe para um rico e pense que um dia há de conseguir vir a ter uma vida melhor. E tens o primeiro tipo de invejosos a agourar a subida do segundo tipo e a desejar mesmo que não haja mais gente a subir na vida e a ficar feliz pela desgraça dos outros, basicamente. No que toca a ser-se feio e ter inveja dos bonitos, eu particularmente acho mais difícil mudar-se de bonito para feio. A menos que a pessoa tenha um glow up do caraças, ainda há quem se torne mais interessante com outras roupas, outro penteado, outro cuidado de pele, academia... mas há gente mesmo que só na base da plástica e para isso é preciso ser-se rico também. Por isso mesmo é mais difícil um feio olhar para um bonito e ambicionar ficar bonito também.

Agora, eu costumo falar a muita gente, que me aparece na consulta deprimida ou em burn out por causas laborais, por terem colegas fdp, que parece haver pessoas que vêm à Terra só para impedir outras de alcançarem o Reino dos Céus, porque, a sério, há gente que tira a paciência a um Cristo!

No que toca à pessoa já nascer condenada, tenho a opinar o seguinte: sendo Deus omnisciente e omnipresente, todos nós já temos de facto o julgamento feito, pois Deus sabe, então, tudo sobre tudo e todos, incluindo os atos futuros de cada um. Deste modo, pode dizer-se que realmente já nascemos condenados, porque Deus sabe como será a vida de cada um. Mas sendo Deus omnipotente, Ele também pode escolher não querer saber, até mudar de ideias. Já houve algum clérigo a apresentar este raciocínio, mas não me lembro quem foi.

Finalmente, respondendo à pergunta. É assim, eu sou cristão e não dá para crer na palavra de Cristo sem crer na existência de demónios, pois ele falou "Ide dizer àquela raposa: "Expulsarei demónios e curarei enfermos hoje e amanhã e, ao terceiro dia, terminarei o meu trabalho"", sendo raposa uma menção a Herodes Antipas (na Bíblia, feras são usadas como símbolos para governos e governantes). Mesmo considerando que a fé judaica possa ter sido influenciada pelo zoroastrismo, quando Cristo fala na existência de Lúcifer e que Satanás é o pai da mentira, fazendo uma alusão à serpente que mentiu para Eva, ele confirma que nem toda a criação existente no plano espiritual é boa. Seja crença, crendice ou mitologia, é muito complicado crer em Cristo e não crer ao mesmo tempo no que ele falou.

O exorcismo é que já pode ser outro assunto e motivo de crença ou não. Uma coisa é acreditar na palavra de Cristo e crer então que o primeiro demónio a ser expulso por ele foi em Cafarnaum. O "hoje" mencionado em Lucas 13 deverá então ter começado nesse dia. A quanto tempo corresponde o "hoje" e o "amanhã"? Segundo uma das cartas de Pedro, "Um dia para Deus são como 1000 anos para nós e 1000 anos para nós são como 1 dia para Deus", portanto o "hoje" e o "amanhã" correspondem a 2000 anos. Ao terceiro dia, Cristo termina o seu trabalho. Eu já estou a enveredar por outro assunto, que é o dos cálculos proféticos, que têm o objetivo de desvendar quando começam (ou teriam já começado?) os eventos de Apocalipse e começa o Reino de Cristo na Terra. Mas mantendo na questão do exorcismo, eu quero escrever que os clérigos que são convidados a fazer parte dessa espécie de exército que a Igreja Católica possui, que são os exorcistas, têm formação para saber diferenciar o que é um suposto ato de possessão de um ato derivado de uma patologia mental. O que eles aprendem eu não sei. Supostamente, só eles mesmo sabem. Isto, no entanto, não iliba os exorcistas de cometerem erros. Eu mesmo tive conhecimento de uma garota que andava no exorcista, quando fiz consulta de saúde infantil a um rapaz que andava na mesma escola que ela. E eu obviamente resolvi telefonar para o Centro de Saúde de que essa garota fazia parte e pedi para que alguém, fosse quem fosse (ela não tinha médico de família), convocasse a garota a uma consulta de rotina para averiguar a situação e ver se não seria melhor enviá-la para a pediatria. Mas se vocês forem ver a série "The Story of God" do Morgan Freeman, há lá um episódio sobre seres demoníacos e exorcismo e a certa altura mostram a história de um homem de que andou em psiquiatras e psicólogos porque não se sentia normal para depois mostrar que teve de ser um exorcista a "curá-lo".

Só respondes se quiseres, como é óbvio, mas fiquei curioso. Tu trabalhas em que área? 😋

Link to comment
Share on other sites

há 13 horas, SecretNavy disse:

Só respondes se quiseres, como é óbvio, mas fiquei curioso. Tu trabalhas em que área? 😋

Não é segredo nenhum, que há outros foristas que o sabem. :P Eu estou no último ano da especialidade de medicina familiar e estou também a estudar para me tornar personal trainer.

  • Like 1
  • Love 3
Link to comment
Share on other sites

Posted (edited)
há 11 horas, srcbica disse:

Não é segredo nenhum, que há outros foristas que o sabem. :P Eu estou no último ano da especialidade de medicina familiar e estou também a estudar para me tornar personal trainer.

Onde é que aprendeste isso, é que sabes imenso sobre religião, pareces um génio. (n contém ofensa  xD)
Mas tenho um apontamento a dar, na minha percepção e do que aprendi o Diabo é uma invenção das religiões dualistas e dos Zoroastras, Lucifer não é o diabo e sim uma divindade como as outras, também conhecido por Vénus, e Satan ou Satanás significa o adversário, o acusador o que contrapõe para mostrar o caminho correto de alguém, é uma parte de de “Deus”.

Edited by Dinis F.
Link to comment
Share on other sites

On 13/05/2024 at 22:32, Dinis F. disse:

Onde é que aprendeste isso, é que sabes imenso sobre religião, pareces um génio. (n contém ofensa  xD)
Mas tenho um apontamento a dar, na minha percepção e do que aprendi o Diabo é uma invenção das religiões dualistas e dos Zoroastras, Lucifer não é o diabo e sim uma divindade como as outras, também conhecido por Vénus, e Satan ou Satanás significa o adversário, o acusador o que contrapõe para mostrar o caminho correto de alguém, é uma parte de de “Deus”.

Nem há motivo para tal. Isto não é o twitter. xD

Eu sempre tive curiosidade sobre vários temas. Quando era adolescente, adorava ver os documentários da RTP2 (hoje em dia é mais complicado ver televisão no geral para mim) e em 2021 descobri o quora, que é uma rede social de cultura geral, basicamente. Dentro da cultura geral, eu tenho um fascínio particular sobre futurologia. Fascina-me a ideia de que houve gente que teve visões sobre o futuro, porque não é uma coisa normal. Pelo contrário, já é paranormal. Ora, o algoritmo do quora, no meio de perguntas de saúde (lembro-me bem do quão fascinante era a vida do Pietro Bekker, pseudónimo que um rapaz usou para contar as suas histórias como prostituto inicialmente e depois começou a responder a perguntas incidindo sobre a saúde sexual até ingressar na faculdade de medicina), história (gosto particularmente do Gregório Faria) e política (há demasiadas perguntas que visam o ataque entre portugueses e brasileiros justamente para serem mais comentadas e o quora destacar o perfil de quem as faz), também me apareceram perguntas sobre religião.

Dentro do tópico sobre religião, apareceram respostas de um cara, de nome Ricardo Almeida, que era ateu, mas a certa altura da sua vida ele teve um pensamento que o assoberbou e ele colocou esse pensamento na primeira resposta em que fez no quora português (ele começou cerca de 2 anos antes a responder perguntas no quora inglês). Ele pensou que um universo criado por uma entidade divina em nada se diferenciaria de um universo criador de si mesmo. Este pensamento foi mindblowing para ele porque, apesar de ter sido criado cristão, ele sempre pensou que não havia qualquer necessidade das pessoas acreditarem num ser todo poderoso criador dos Céus e da Terra para justificar a criação dos Céus e da Terra (pensamento mais que natural de qualquer ateu). Mas a certa altura da sua vida ele começou a fazer várias questões para consigo mesmo. Um universo criador de si mesmo em nada tem de ser diferente de um universo criado por alguém, pensava ele. Que garantia havia, continuava ele a pensar, que as estrelas tinham realmente bilhões de anos, quando Deus as poderia ter feito com a luz exata de forma a parecer terem essa idade toda? Mas sobretudo porque um Deus todo poderoso demoraria 6 dias para criar os Céus e a Terra? Se Deus é omnipotente, qualquer tempo superior a um instante colocaria um limite ao seu poder! Se Deus é omnisciente, qualquer imperfeição do ato da criação colocaria limite à sua sabedoria! Então, ele voltou a pegar numa Bíblia e começou a ler e em Génesis 1 leu "Façamos o ser humano à nossa imagem e semelhança". "Façamos" ao invés de "Farei" ou "Irei fazer". Deus não estava sozinho no ato da criação. Foi aí que as coisas começaram a ser postas em causa para ele.

Não sei como é a crença judaica no que toca ao ato da criação. Quem aqui andou na catequese cresceu realmente com a ideia de que Deus foi quem fez o mundo em 6 dias. As coisas vão sendo descritas na base de "Deus disse (...) e ao final do dia Deus viu que era bom" e isto aparentemente chega para muita gente, mas quando uma pessoa começa a pensar, começa a ver aparentes incongruências. Se Deus é omnisciente e omnipotente, as coisas feitas ao final do dia não deviam ser apenas boas, mas ótimas, fantásticas e acima de tudo perfeitas e não deveriam demorar "tanto" tempo. Quando se chega à parte da criação do ser humano e vê-se um "façamos", aí já dá para pensar que o que Deus disse eram ordens. E como só Deus é omnisciente e omnipotente, os anjos responsáveis pela criação são obviamente seres com os seus limites e demoraram o seu tempo a criar as coisas. Ora, esta ideia "por acaso" é muito compatível com o que está no Novo Testamento, com o prólogo do Evangelho de S. João, em que está escrito "No princípio existia o Verbo; o Verbo estava com Deus. No princípio Ele estava em Deus. Por Ele é que tudo começou a existir; e sem Ele nada veio à existência". E acho que há outra passagem que refere que Cristo foi mestre de obras da Criação.

Então, o Ricardo teve outro pensamento muito bom, possivelmente relacionado com o facto de ser engenheiro eletrónico. Se nós vivemos num universo criado por seres divinos, seríamos como personagens de um "The Sims" com consciência de nós mesmos e a única hipótese para saber se nós realmente vivemos numa simulação, numa matrix, é se recebermos uma mensagem que venha de fora da matrix. Então, ele começou a estudar se a Bíblia é essa mensagem.

Até o momento, ele descobriu duas formas de descobrir se a Bíblia é uma mensagem que veio de fora do nosso universo:

1 - Os patriarcas bíblicos, de Adão até Noé, viveram centenas de anos. Deduzindo que todos os humanos dessa época, entre 4000 e 6000 a.C, tenham vivido centenas de anos e não só os descendentes diretos de Adão, podemos pegar no homem de Otzi, uma pessoa que morreu congelada nos Alpes datada dessa época, e comparar o carbono 14 do DNA de um tecido periférico com o carbono 14 do DNA do tecido encefálico, porque as células cerebrais não dividem, então se o homem tiver falecido com centenas de anos, encontraremos essa diferença.

2 - Através dos cálculos de datas de acontecimentos passados, mas sobretudo futuros. Passados, porque imensa gente não leva em conta certos pormenores que mudam as datas em que se pensa que certos acontecimentos aconteceram, porque "Deus muda tempos e épocas" e foram criados luminares "para marcar os tempos e épocas". Por exemplo, o cálculo clássico para determinar quando aconteceu o êxodo leva ao reinado de Ramsés, mas se tivermos em conta que os luminares mudaram de lugar no reinado de... Ezequiel (acho que foi Ezequiel que ficou doente e pediu um sinal para ter a certeza que ainda ia viver mais alguns anos), o êxodo vai coincidir com o real êxodo de um povo de origem do médio oriente que se tinha assentado no Egipto, os hicsos! Eu achei aquilo de uma tremenda coincidência! E de coincidências mais incríveis achei os cálculos que ele começou a fazer que supostamente mostram que os selos de Apocalipse começaram a ser abertos. O primeiro em 2020 e o segundo em 2022. Problema nestes cálculos: o terceiro selo, que pressupõe uma subida no preço do pão e da cevada, deveria ter sido aberto ali no último trimestre de 2023, máximo janeiro deste ano, e o único país que teve falta de pão foi Israel. Epá, eu confesso que quando a guerra em Israel rebentou, fiquei muito "Fds! Isto não devia acontecer agora!", mas depois noticiaram a falta de pão em Israel e fiquei um bocado "Será?". Continuo muito reticente. E a coisa devia diminuir quando as oliveiras ficassem em flor, porque o terceiro cavaleiro do Apocalipse tem ordens para não fazer dano ao azeite e ao vinho... Enfim, muitas dúvidas em volta deste terceiro selo. Parece ser de propósito, porque o senhor estava já para lançar um livro se a data do terceiro selo se confirmasse e isto alterou os seus planos. É que não podemos fiar-nos também no quarto cavaleiro, porque ele tem apenas autorização para causar dano a 1/4 da Terra e não uma ordem, mesmo. Ou seja, tanto pode não acontecer nada como pode acontecer fome, peste e guerra orquestradas através das feras da Terra e se não acontecer nada, ficamos na mesma. Teríamos de esperar bem mais para confirmar que os cálculos estavam bem feitos.

Isto tudo para explicar como comecei a saber mais sobre as religiões do mundo. Eu sempre gostei do tema, sempre gostei especialmente das profecias que cada uma delas tem, mas desde que comecei a ler os cálculos desse Ricardo, a certa altura resolvi, quando tenho uma noite livre, antes de dormir, ler a Bíblia (estou a terminar Êxodo agora) e vi também já alguns documentários também à volta disto na Netflix, GloboPlay e Disney Plus.

  • Like 1
  • Love 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Posted (edited)
há 35 minutos, srcbica disse:

Nem há motivo para tal. Isto não é o twitter. xD

Eu sempre tive curiosidade sobre vários temas. Quando era adolescente, adorava ver os documentários da RTP2 (hoje em dia é mais complicado ver televisão no geral para mim) e em 2021 descobri o quora, que é uma rede social de cultura geral, basicamente. Dentro da cultura geral, eu tenho um fascínio particular sobre futurologia. Fascina-me a ideia de que houve gente que teve visões sobre o futuro, porque não é uma coisa normal. Pelo contrário, já é paranormal. Ora, o algoritmo do quora, no meio de perguntas de saúde (lembro-me bem do quão fascinante era a vida do Pietro Bekker, pseudónimo que um rapaz usou para contar as suas histórias como prostituto inicialmente e depois começou a responder a perguntas incidindo sobre a saúde sexual até ingressar na faculdade de medicina), história (gosto particularmente do Gregório Faria) e política (há demasiadas perguntas que visam o ataque entre portugueses e brasileiros justamente para serem mais comentadas e o quora destacar o perfil de quem as faz), também me apareceram perguntas sobre religião.

Dentro do tópico sobre religião, apareceram respostas de um cara, de nome Ricardo Almeida, que era ateu, mas a certa altura da sua vida ele teve um pensamento que o assoberbou e ele colocou esse pensamento na primeira resposta em que fez no quora português (ele começou cerca de 2 anos antes a responder perguntas no quora inglês). Ele pensou que um universo criado por uma entidade divina em nada se diferenciaria de um universo criador de si mesmo. Este pensamento foi mindblowing para ele porque, apesar de ter sido criado cristão, ele sempre pensou que não havia qualquer necessidade das pessoas acreditarem num ser todo poderoso criador dos Céus e da Terra para justificar a criação dos Céus e da Terra (pensamento mais que natural de qualquer ateu). Mas a certa altura da sua vida ele começou a fazer várias questões para consigo mesmo. Um universo criador de si mesmo em nada tem de ser diferente de um universo criado por alguém, pensava ele. Que garantia havia, continuava ele a pensar, que as estrelas tinham realmente bilhões de anos, quando Deus as poderia ter feito com a luz exata de forma a parecer terem essa idade toda? Mas sobretudo porque um Deus todo poderoso demoraria 6 dias para criar os Céus e a Terra? Se Deus é omnipotente, qualquer tempo superior a um instante colocaria um limite ao seu poder! Se Deus é omnisciente, qualquer imperfeição do ato da criação colocaria limite à sua sabedoria! Então, ele voltou a pegar numa Bíblia e começou a ler e em Génesis 1 leu "Façamos o ser humano à nossa imagem e semelhança". "Façamos" ao invés de "Farei" ou "Irei fazer". Deus não estava sozinho no ato da criação. Foi aí que as coisas começaram a ser postas em causa para ele.

Não sei como é a crença judaica no que toca ao ato da criação. Quem aqui andou na catequese cresceu realmente com a ideia de que Deus foi quem fez o mundo em 6 dias. As coisas vão sendo descritas na base de "Deus disse (...) e ao final do dia Deus viu que era bom" e isto aparentemente chega para muita gente, mas quando uma pessoa começa a pensar, começa a ver aparentes incongruências. Se Deus é omnisciente e omnipotente, as coisas feitas ao final do dia não deviam ser apenas boas, mas ótimas, fantásticas e acima de tudo perfeitas e não deveriam demorar "tanto" tempo. Quando se chega à parte da criação do ser humano e vê-se um "façamos", aí já dá para pensar que o que Deus disse eram ordens. E como só Deus é omnisciente e omnipotente, os anjos responsáveis pela criação são obviamente seres com os seus limites e demoraram o seu tempo a criar as coisas. Ora, esta ideia "por acaso" é muito compatível com o que está no Novo Testamento, com o prólogo do Evangelho de S. João, em que está escrito "No princípio existia o Verbo; o Verbo estava com Deus. No princípio Ele estava em Deus. Por Ele é que tudo começou a existir; e sem Ele nada veio à existência". E acho que há outra passagem que refere que Cristo foi mestre de obras da Criação.

Então, o Ricardo teve outro pensamento muito bom, possivelmente relacionado com o facto de ser engenheiro eletrónico. Se nós vivemos num universo criado por seres divinos, seríamos como personagens de um "The Sims" com consciência de nós mesmos e a única hipótese para saber se nós realmente vivemos numa simulação, numa matrix, é se recebermos uma mensagem que venha de fora da matrix. Então, ele começou a estudar se a Bíblia é essa mensagem.

Até o momento, ele descobriu duas formas de descobrir se a Bíblia é uma mensagem que veio de fora do nosso universo:

1 - Os patriarcas bíblicos, de Adão até Noé, viveram centenas de anos. Deduzindo que todos os humanos dessa época, entre 4000 e 6000 a.C, tenham vivido centenas de anos e não só os descendentes diretos de Adão, podemos pegar no homem de Otzi, uma pessoa que morreu congelada nos Alpes datada dessa época, e comparar o carbono 14 do DNA de um tecido periférico com o carbono 14 do DNA do tecido encefálico, porque as células cerebrais não dividem, então se o homem tiver falecido com centenas de anos, encontraremos essa diferença.

2 - Através dos cálculos de datas de acontecimentos passados, mas sobretudo futuros. Passados, porque imensa gente não leva em conta certos pormenores que mudam as datas em que se pensa que certos acontecimentos aconteceram, porque "Deus muda tempos e épocas" e foram criados luminares "para marcar os tempos e épocas". Por exemplo, o cálculo clássico para determinar quando aconteceu o êxodo leva ao reinado de Ramsés, mas se tivermos em conta que os luminares mudaram de lugar no reinado de... Ezequiel (acho que foi Ezequiel que ficou doente e pediu um sinal para ter a certeza que ainda ia viver mais alguns anos), o êxodo vai coincidir com o real êxodo de um povo de origem do médio oriente que se tinha assentado no Egipto, os hicsos! Eu achei aquilo de uma tremenda coincidência! E de coincidências mais incríveis achei os cálculos que ele começou a fazer que supostamente mostram que os selos de Apocalipse começaram a ser abertos. O primeiro em 2020 e o segundo em 2022. Problema nestes cálculos: o terceiro selo, que pressupõe uma subida no preço do pão e da cevada, deveria ter sido aberto ali no último trimestre de 2023, máximo janeiro deste ano, e o único país que teve falta de pão foi Israel. Epá, eu confesso que quando a guerra em Israel rebentou, fiquei muito "Fds! Isto não devia acontecer agora!", mas depois noticiaram a falta de pão em Israel e fiquei um bocado "Será?". Continuo muito reticente. E a coisa devia diminuir quando as oliveiras ficassem em flor, porque o terceiro cavaleiro do Apocalipse tem ordens para não fazer dano ao azeite e ao vinho... Enfim, muitas dúvidas em volta deste terceiro selo. Parece ser de propósito, porque o senhor estava já para lançar um livro se a data do terceiro selo se confirmasse e isto alterou os seus planos. É que não podemos fiar-nos também no quarto cavaleiro, porque ele tem apenas autorização para causar dano a 1/4 da Terra e não uma ordem, mesmo. Ou seja, tanto pode não acontecer nada como pode acontecer fome, peste e guerra orquestradas através das feras da Terra e se não acontecer nada, ficamos na mesma. Teríamos de esperar bem mais para confirmar que os cálculos estavam bem feitos.

Isto tudo para explicar como comecei a saber mais sobre as religiões do mundo. Eu sempre gostei do tema, sempre gostei especialmente das profecias que cada uma delas tem, mas desde que comecei a ler os cálculos desse Ricardo, a certa altura resolvi, quando tenho uma noite livre, antes de dormir, ler a Bíblia (estou a terminar Êxodo agora) e vi também já alguns documentários também à volta disto na Netflix, GloboPlay e Disney Plus.

Mano excelente, conhecimento é poder e liberta, eu para ler a bíblia não era capaz, mas vejo um historiador bíblico, Rodrigo Silva, e ele conta essas histórias e teorias todas sobre o Apocalipse e outras mais sobre a religião, e depois tens ainda um ex satanista crente, Daniel Mastral, que também explica, na ótica do ocultismo o apocalipse. Podcast claro. 

Edited by Dinis F.
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

há 2 minutos, Dinis F. disse:

Mano excelente, conhecimento é poder e liberta, eu para ler a bíblia não era capaz, mas vejo um historiador bíblico, Rodrigo Silva, e ele conta essas histórias e teorias todas sobre o Apocalipse e outras mais sobre a religião, e depois tens ainda um ex satanista crente, Daniel Mastral, que também explica, na ótica do ocultismo o apocalipse. Podcast claro. 

Eu ainda só li 2 livros (contando com Êxodo, que estou mesmo no fim) e posso dizer que Génesis é muito fácil de ler, aquilo tem realmente muito potencial de novela. Êxodo não. Êxodo é mais massudo.

Não conhecia esses dois. Hei de ver os pontos de vista deles, mas não será no futuro próximo. :cryhappy:

Link to comment
Share on other sites

há 40 minutos, srcbica disse:

Eu ainda só li 2 livros (contando com Êxodo, que estou mesmo no fim) e posso dizer que Génesis é muito fácil de ler, aquilo tem realmente muito potencial de novela. Êxodo não. Êxodo é mais massudo.

Não conhecia esses dois. Hei de ver os pontos de vista deles, mas não será no futuro próximo. :cryhappy:

Vai ao tik tok e vê corte do Rodrigo Silva o homem é espetacular.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...
On 12/05/2017 at 21:32, Hugo disse:

É muito tímida,também não percebes nada. 

Ou então reformou-se. 

ELA hoje em dia aparece como em Jacareí, medjorgoje,...

Link to comment
Share on other sites

On 11/06/2024 at 02:52, D91 disse:

Será verdade? qual é a vossa opinião sobre este caso?

https://clube-universitario.blogs.sapo.pt/ha-duas-irmas-lucias-conclusao-poderosa-182984

Parece ser mais uma teoria da conspiração, só que bem fundamentada. É que tanto há gente que uma pessoa olha em bebé e em velho e dá para ver que são a mesma, como há gente que uma pessoa olha com 20 e com 30 e já tem umas diferenças tremendas. Mas também deve ser fácil averiguar. Basta comparar o DNA da suposta sósia com os outros pastores. Afinal, eram parentes, não eram? O problema é que os trâmites legais demorariam a autorizar a abertura das sepulturas e depois podiam falar que o Vaticano colocou o corpo da original. :clown:

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

«Papa cumprimenta Ricardo Araújo Pereira, Joana Marques e Maria Rueff e diz que é possível "rir de Deus"»

não me surpreende nada este encontro. embora goste deles, sempre fui da opinião que o humor relativamente fácil a gozar com os mais fracos praticado por estes três é essencialmente conservador, por muito que o RAP se diga de esquerda. 

  • LOL 1
Link to comment
Share on other sites

há 2 horas, bacalhaucomnatas disse:

«Papa cumprimenta Ricardo Araújo Pereira, Joana Marques e Maria Rueff e diz que é possível "rir de Deus"»

não me surpreende nada este encontro. embora goste deles, sempre fui da opinião que o humor relativamente fácil a gozar com os mais fracos praticado por estes três é essencialmente conservador, por muito que o RAP se diga de esquerda. 

Eu gosto do RAP mas não gosto nada dos comentários hereges/piadas a gozar com a Igreja. Espero que este encontro mexa com ele de alguna maneira…

  • LOL 1
Link to comment
Share on other sites

há 23 minutos, Rui Melo disse:

Eu gosto do RAP mas não gosto nada dos comentários hereges/piadas a gozar com a Igreja. Espero que este encontro mexa com ele de alguna maneira…

o Ricardo Araújo Pereira estudou e formou-se na Universidade Católica. piadas a gozar com a igreja são, para ele, o pão-nosso de cada dia... 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...