Jump to content

Notícias Grupo RTP


João

Recommended Posts

O Governo vai vender a licença da RTP 2. A noticia é avançada este sábado pelo semanário «Expresso».

Segundo o jornal, já poucas dúvidas existem, mesmo dentro da RTP, sobre o alvo final do processo de privatização.

A licença a alienar no concurso que o governo pretende lançar ainda este ano será a da RTP 2.

A direção da RTP garante que ainda não foi informada dessa decisão pelo Governo, mas os sinais não têm sido ignorados dentro da empresa.

Nomeadamente o facto da programação do futuro canal único de serviço público ser tendencionalmente mais próxima da atual RTP 1 do que da RTP2, com o objetivo já assumido pelo ministro Miguel Relvas de fazer com que o futuro canal não seja residual em termos de audiências.

Fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/rtp2-governo-media-tvi24/1366012-1730.html

P.S. - Se na Terça-feira ganhar o euromilhões, uma coisa é certa, quem compra a RTP2 sou eu...Se não gostava que fosse o antigo canal Telecinco...que esteve para ir ao ar.

Link to comment
Share on other sites

Nao sabia, hoje nao vi os informativos :S... Eu adorava que fosse a GLOBO a comprar a RTP2. gostava que deixa-se a SIC e monta-se o seu proprio canal, talvez ai via as novelas da globo a serem mais bem tratadas... E ai sim seria uma revolução na televisão portuguesa, como nao se via desde de 1992 (quando a SIC era algo que nao se ve atualmente).

Mas a Globo não é dona nem sócia da SIC, foi sócia, já não é. Seria um pouco parva, até porque a SIC paga para ter essas novela e a Globo sairia prejudicada.

Mas se saíndo do tema, acho que se a Band comprar, não acho que a RTP2 vá dar luta fortemente, até porque o mercado português é reinado por novelas.

Link to comment
Share on other sites

Mas a Globo não é dona nem sócia da SIC, foi sócia, já não é. Seria um pouco parva, até porque a SIC paga para ter essas novela e a Globo sairia prejudicada.

Mas se saíndo do tema, acho que se a Band comprar, não acho que a RTP2 vá dar luta fortemente, até porque o mercado português é reinado por novelas.

nao sei se sairia prejudicada. Uma coisa é vender produtos outra é ter seu proprio canal - inicialmente sairia a perder, mas seria um investimento que ia dar frutos... Eu nao conheço muito a Band como televisão. :S

Link to comment
Share on other sites

A ser privatizada a RTP2, gostaria que fosse um destes grupos a comprá-la:

-Viasat Broadcasting;

-RTL Group;

-Vivendi.

Tenho acompanhado o que eles têm feito nos seus países de origem e nos mercados onde actuam, e se eles fizerem o mesmo que fazem nesses mercados, aqui em Portugal, é extensivelmente preferível que seja um deles a obter a licença da actual RTP2 do que um operador brasileiro, cujo os pobres standards de produção já são nossos conhecidos, como a Globo ou Record. Ainda por cima, a Record é detida pelo pastor Edir Macedo da IURD. Querem ter programação 24/7 a bajular a IURD? Não sejam assim tão masoquistas...

Fiquem Bem.

Link to comment
Share on other sites

Seja quem for a ficar com RTP2 o importante é fazer dela uma televisão de qualidade...sendo a terceira televisão privada nao concordo com criação de um quinto canal generalista (livre) somos um pais pequeno, mercado nao dá para todos.

Link to comment
Share on other sites

A RTL Group seria muito bom... De frisar que a RTL Group já teve algum capital em rádios portuguesas até Fevereiro 2007. Rádio Comercial, Cidade FM, entre outros foram transferidas para a Prisa quando a RTL Group vendeu os seus 33 de share para a Media Capital. O mesmo aconteceu na TV onde a RTL Group vendeu os 33 de share que obtinha na TVI para a Prisa no mesmo mês.

A empresa possuí 39 emissoras de televisão e 32 estações de rádio em 10 países. Fundada em 2000, a RTL Group tem estações de TV na Bélgica, Croácia, França, Alemanha, Hungria, Luxemburgo, Holanda e Espanha. Na rádio, a RTL Group tem 3 estações na França, na Bélgica e na Holanda, 26 na Alemanha e 2 no Luxemburgo e na Espanha.

Os serviços técnicos da empresa são a cabo da Broadcasting Center Europe e FremantleMedia. Em Julho, a RTL Group foi mais uma vez líder na Alemanha com uma audiência de 33,8 de share no grupo dos 14-49 anos... Mais 6,1 que o seu maior rival: ProSiebenSat1.

Link to comment
Share on other sites

Tenho uma dúvida, suponhamos que a Record compra a RTP2, ela pode transformar o segundo canal num canal de cabo? ou seja, pode deixar de ser uma generalista?

Sim, a record em termos de gestão de TV é péssima mesmo, prova-se no Brasil.

Se um grupo televisivo compra uma licença para emitir na TDT, não é para depois ir para o cabo. :P

Nao sabia, hoje nao vi os informativos :S... Eu adorava que fosse a GLOBO a comprar a RTP2. gostava que deixa-se a SIC e monta-se o seu proprio canal, talvez ai via as novelas da globo a serem mais bem tratadas... E ai sim seria uma revolução na televisão portuguesa, como nao se via desde de 1992 (quando a SIC era algo que nao se ve atualmente).

Please, para novelas a SIC e a TVI chegam! 3 canais /4 a dar em horário nobre novelas é saturação.

Mal por mal, se for a privatizar o canal 2, que seja para meter um canal verdadeiramente diferente, que saiba fazer televisão de qualidade e para todos, tal como a SIC ou a TVI nos anos 90.

Em vez de brasileiros gostava que fosse um grupo europeu de jeito que tenha dinheiro e ideias para fazer televisão, como a Mediaset ou a RTL Group (que já foi dona da TVI ^^) por exemplo. ;)

Seja quem for a ficar com RTP2 o importante é fazer dela uma televisão de qualidade...sendo a terceira televisão privada nao concordo com criação de um quinto canal generalista (livre) somos um pais pequeno, mercado nao dá para todos.

Só tenho uma coisa a dizer : Andorra = 70 mil habitantes, 28 canais em sinal aberto.

Se formos a ver a grelha dos canais na TDT, em principio em Setembro em Portugal devia-se receber até 8 canais nas ilhas : http://img713.images...13/9966/tdt.png :laugh:

Falando de canais generalistas, concordo que 5 chegavam. Mas como os generalistas só sabem emitir a maior parte do tempo o mesmo tipo de programa, é como se houvesse verdadeiramente só um canal. Essa imagem é um pouco velha, mas ainda vale hoje e vê-se que perdemos o canal que tinha a programação a mais diferente, a única alternativa frente aos programas dos outros três canais. Sem a RTP2, os que têm TDT são obrigados a ver jornais às 13h e 20h, programas de conversa nos horarios 10/12 e 16/18, e ainda bem que sobra a RTP1 senão só havia novelas a noite. Não digo que esses programas tenham que desaparecer (pelo contrario se há audiências ;)) mas acho que idealmente o telespectador deveria ter a maior escolha possível no programa que queira ver.

O problema principal do mercado publicitário não é o próprio numero de canais mas sobretudo o facto que os generalistas deixaram pouco a pouco o publico jovem e as classes sociais mais elevadas para o cabo. E depois queixam-se que o cabo está a crescer e que as receitas estão a fugir para o cabo, e então reduzem despesas e lançam canais no cabo, as pessoas deixam ainda mais os generalistas, etc... :sleep:

Se tivessem apostado desde o inicio na TDT em lançado canais para todos os gostos como foi feito por exemplo em Espanha, muita gente não teria pago acesso ao cabo e ficava "cativa" do mercado do generalistas. Enfim, mas eles só têm visão a curto prazo... :(

Link to comment
Share on other sites

E pronto, voltamos a 1968. Numa altura em que a maior parte das estaçõess de serviço público aumentam a sua oferta de canais (e em sinal aberto, não é no cabo), o Governo acha que a RTP só deve ter 1 canal, quando isto vai afectar a situação já preocupante do mercado audiovisual.

Além do mais, como é que a RTP quer ter um canal próximo da actual RTP1 se esse canal único nem publicidade vai ter (porque se tivesse então aí é que era o descalabro para a SIC e a TVI)? Isto não é sustentável! Vamos ter um serviço mais reduzido, pior (não me parece que consegam fazem com 1 canal o que fazem com 2), e sem forma de se rentabilizar!

Mas pronto, o Miguel Relvas já cumpriu a sua função, foi este o principal objectivo dele no Governo. :dry:

Link to comment
Share on other sites

(...)

Só tenho uma coisa a dizer : Andorra = 70 mil habitantes, 28 canais em sinal aberto.

Se formos a ver a grelha dos canais na TDT, em principio em Setembro em Portugal devia-se receber até 8 canais nas ilhas : http://img713.images...13/9966/tdt.png :laugh:

Falando de canais generalistas, concordo que 5 chegavam. Mas como os generalistas só sabem emitir a maior parte do tempo o mesmo tipo de programa, é como se houvesse verdadeiramente só um canal(...)

Achas que mercado suporta isso tudo? Tenho quase certeza que não.

Link to comment
Share on other sites

Achas que mercado suporta isso tudo? Tenho quase certeza que não.

Neste momento, a SIC e a TVI já estão em concorrência directa com quase 100 canais a emitir em Português e com publicidade dirigida ao mercado Português. Não dêem a história de "não há mercado", quando na verdade já andam a ser ferozmente papados por AXNs, FOX, SportTVs, entre outros.

Fiquem Bem.

Link to comment
Share on other sites

Neste momento, a SIC e a TVI já estão em concorrência directa com quase 100 canais a emitir em Português e com publicidade dirigida ao mercado Português. Não dêem a história de "não há mercado", quando na verdade já andam a ser ferozmente papados por AXNs, FOX, SportTVs, entre outros.

Aí concordo. E se o cabo cresceu tanto, boa parte da culpa também é das generalistas, com a sua qualidade de programação a deixar muito a desejar, e por não terem feito para nada para evitar o que se passou com a TDT.

Link to comment
Share on other sites

Além do mais, como é que a RTP quer ter um canal próximo da actual RTP1 se esse canal único nem publicidade vai ter (porque se tivesse então aí é que era o descalabro para a SIC e a TVI)? Isto não é sustentável! Vamos ter um serviço mais reduzido, pior (não me parece que consegam fazem com 1 canal o que fazem com 2), e sem forma de se rentabilizar!

Não vai ter mesmo publicidade? Em tempos de crise o governo tem meios para sustentar um grupo audiovisual a 100%?

Este governo faz mesmo tudo ao contrario dos outros, enquanto a FranceTV e a TVE vão ter publicidade nos seus canais de novo... :sleep:

Achas que mercado suporta isso tudo? Tenho quase certeza que não.

Suporta, mas os novos canais não podem claro se contentar em fazer concorrência frontal com a SIC e a TVI. Ter o mesmo target do que ambas seria partir o bolo em fatias ainda mais finas. Isso não é sustentável para ninguém.

O sucesso ou não dum novo canal em sinal aberto passa essencialmente pelo facto de conseguir atrair novos públicos que os generalistas não atingem num horário determinado. E esse publico, se não está nos generalistas está precisamente está no cabo. Mete um canal "AXN+SportTV+SICn+SICk" em sinal aberto na TDT a ver se não há mercado para esse canal! :laugh:

Não haveria mercado se os novos canais emitissem só programas de conversa entre às 10h e às 13h. Ninguém teria interesse nisso e seria um suicídio económico para os canais. Mas se por exemplo metessem séries, novelas ou até clipes de música manhã, aí já haveria praça para toda a gente e o telespectador teria variedade. ;)

Link to comment
Share on other sites

se a rtp quer diminuir despesas, porque não fechar os canais por cabo? em vez da rtp2, o melhor canal vai sair do ar.

Todos não diria mas por exemplo: RTP Madeira, RTP Açores (que fazem parte de Portugal) e RTP África (onde nem colónias temos e as ex-colónias têm os seus próprios canais).

Link to comment
Share on other sites

(...)

Suporta, mas os novos canais não podem claro se contentar em fazer concorrência frontal com a SIC e a TVI. Ter o mesmo target do que ambas seria partir o bolo em fatias ainda mais finas. Isso não é sustentável para ninguém.

O sucesso ou não dum novo canal em sinal aberto passa essencialmente pelo facto de conseguir atrair novos públicos que os generalistas não atingem num horário determinado. E esse publico, se não está nos generalistas está precisamente está no cabo. Mete um canal "AXN+SportTV+SICn+SICk" em sinal aberto na TDT a ver se não há mercado para esse canal! :laugh:

Não haveria mercado se os novos canais emitissem só programas de conversa entre às 10h e às 13h. Ninguém teria interesse nisso e seria um suicídio económico para os canais. Mas se por exemplo metessem séries, novelas ou até clipes de música manhã, aí já haveria praça para toda a gente e o telespectador teria variedade. ;)

Era muito bom se assim fosse, mas provavelmente vão "contentar em fazer concorrência frontal com a SIC e a TVI." e vamos ver "bolo em fatias ainda mais finas. Isso não é sustentável para ninguém." Espero estar completamente enganado. Isto tambem incluindo um futuro possivel "quinto canal" (em Sinal Aberto).

Link to comment
Share on other sites

A SIC e a TVI não estão em concorrência direta com mais de 100 canais, lol e isso nunca vai ser possível.Os canais em sinal aberto vão ser sempre os mais vistos e nunca terão concorrência de 1 canal cabo. Já temos quase 80% de pessoas com TV cabo. O que pode e já está a acontecer é o conjunto crescer. Mas o canal mais visto da cabo não faz nem 1/3 da média de 1 generalista que normalmente se destribuir por 4 da TVI, 3 da SIC, 1 da RTP e da RTP2.

E quanto à comparação com a Andorra, a situação não é fácil. Somos 10 milhões e estamos apertados. Os 28 em canal apertado deles nem são nacionais, aliás a grande grande maioria é internacional e só são 28 porque ela recebe o sinal, como acontece na nossa fronteira.

Nunca um país pequeno como a andorra conseguiria sustenar 28 canais em TDT nacionais.

A contrapartida em ter esses 28 canais em sinal aberto é a promoção de produtos internacionais e esquecem-se dos nacionais.

Link to comment
Share on other sites

Que seja um novo canal realmente com programação alternativa. Sem noticiários - já temos em 3 canais, 3 vezes por dia, é um enjoo. Com novelas, poderia ser, mas no máximo duas. Já basta as 6 que TVI e SIC passam diariamente, em doses industriais. Com séries nacionais diferentes, quem sabe uma maior aposta em outros desportos sem ser futebol. Um canal que apostasse mais em programas culturais de grande interesse público. Muitas vezes não se pensa nas pessoas que, não tendo TV por cabo, são obrigadas a acompanhar a fraca programação da actual RTP2, para não levarem com o Jorge Gabriel, o Goucha, a Júlia Pinheiro, etc. e tal.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...