Jump to content
DanielNunes

Troia [Segundo Semestre de 2019 | Globo]

Recommended Posts

há 10 minutos, DanielNunes disse:

Gostei do título, tão algo que faz a autora querer mover peças do carácter das personagens, conforme um tipo de ciranda e o destino vai movendo a vida destas personagens. 

Espero que seja uma novela bem escrita, um estilo mais sofisticado e culto e não infantil como as novelas do Walcy e Aguinaldo.

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

A autora é ótima, ela escreveu magistralmente Justiça e Ligações Perigosas, acredito que possa vir a fazer um bom trabalho.

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, RRtelenovelas disse:

A autora é ótima, ela escreveu magistralmente Justiça e Ligações Perigosas, acredito que possa vir a fazer um bom trabalho.

 

Eu vi uns eps de Justiça e até gostei, mas temos que ver que escrever uma novela é muito mais exaustivo que escrever uma série, exige uma perícia maior eu acho.

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Mudança na fila das novelas das 21h da Globo. Depois de “O Sétimo Guardião”, virá uma trama de Walcyr Carrasco. Amora Mautner dirigirá. Em seguida, vai ao ar “Troia”, de Manuela Dias com direção de José Luiz Villamarim. É só um adiamento: o elenco de “Troia” segue reservado.

Segundo a Globo, a razão da mudança é o elenco de “Troia”. A novela tem três protagonistas: Regina Casé, Adriana Esteves e Taís Araújo. Taís está fazendo “Aruanas” e “PopStar” e Adriana, gravando “Segundo Sol”. Com a alteração, elas poderão descansar.

https://kogut.oglobo.globo.com/noticias-da-tv/noticia/2018/09/novela-de-walcyr-carrasco-com-direcao-de-amora-mautner-fura-fila-das-21h.html?utm_medium=Social&utm_source=Twitter

 
  • Gostar 1
  • Triste 4

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Porra, a Globo está tola ou quê? Já chega do Walcyr!!!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Estreia prevista para novembro de 2019.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 6 horas, Pedro M. disse:

Estreia prevista para novembro de 2019.

O quer dizer que estrear´dia 11 de novembro, se a próxima do Walcyr terá a mesma quantidade de capítulos de ''Segundo Sol'', 155 capítulos.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

https://m.natelinha.uol.com.br/novelas/2018/09/14/texto-muito-culto-de-manuela-dias-teria-motivado-adiamento-de-novela-das-21h-119919.php

Agora um texto culto (ou seja, um texto bom) é problema :lazy:

O povo habituou-se ao texto de quarta classe do Walcyr e a Globo não quer deixar a autora escrever com mais maturidade uma novela. Estão a tratar o povo como burro basicamente. É degradante quando uma autora quer apresentar um texto de qualidade e é boicotada por isso.

Editado por Forbidden
  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Como é óbvio, num horário de tão alto alcance como é o das 21H, que precisa de dialogar com todos os públicos, literalmente dos 8 aos 80, uma produção muito culta e pseudo-intelectual é um risco. Na notícia não diz que o problema é o texto ser muito bom e que a Globo quer textos maus. :rolleyes: Diz que o desenvolvimento não condizia com o horário. Não vejo absolutamente nada de mal.

Aliás, desde o início que eu acho um risco a Manuela Dias às nove.

  • Gostar 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 30 minutos, Pedro M. disse:

Como é óbvio, num horário de tão alto alcance como é o das 21H, que precisa de dialogar com todos os públicos, literalmente dos 8 aos 80, uma produção muito culta e pseudo-intelectual é um risco. Na notícia não diz que o problema é o texto ser muito bom e que a Globo quer textos maus. :rolleyes: Diz que o desenvolvimento não condizia com o horário. Não vejo absolutamente nada de mal.

Aliás, desde o início que eu acho um risco a Manuela Dias às nove.

A Glória Perez tem um texto mais cuidado e foi ela que ressuscitou o horário das 9, não foi o Walcyr ou o Aguinaldo com os seus textos de péssima qualidade. Custa assim tanto um texto que não trate o publico como retardado mental?! Se a faixa das 9 ficar refém disso vai ser uma pena mesmo, mas sempre existem as outras faixas.

Tão cedo não se vê uma nova "Velho Chico" no horário das 9, uma novela de enorme qualidade, porque querem subestimar a inteligência do publico.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Forbidden disse:

A Glória Perez tem um texto mais cuidado e foi ela que ressuscitou o horário das 9, não foi o Walcyr ou o Aguinaldo com os seus textos de péssima qualidade. Custa assim tanto um texto que não trate o publico como retardado mental?! Se a faixa das 9 ficar refém disso vai ser uma pena mesmo, mas sempre existem as outras faixas.

Tão cedo não se vê uma nova "Velho Chico" no horário das 9, uma novela de enorme qualidade, porque querem subestimar a inteligência do publico.

Comparar a Glória Perez à Manuela Dias é uma comédia. A Glória tem décadas de horário das nove. As novelas dela são tão populares como as do Aguinaldo e do Walcyr. Simplesmente ela trata melhor temas mais sérios do que eles, e tem um texto mais cuidado. Mas a essência popular está lá. A Manuela Dias, enquanto autora titular, escreveu duas séries para públicos mais restritos. Vou repetir outra vez: o problema não é o texto ser muito bom e a Globo querer um texto mau; o problema é acharem que o texto não está no nível de abrangência que o horário pede.

  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 4 minutos, Pedro M. disse:

Comparar a Glória Perez à Manuela Dias é uma comédia. A Glória tem décadas de horário das nove. As novelas dela são tão populares como as do Aguinaldo e do Walcyr. Simplesmente ela trata melhor temas mais sérios do que eles, e tem um texto mais cuidado. Mas a essência popular está lá. A Manuela Dias, enquanto autora titular, escreveu duas séries para públicos mais restritos. Vou repetir outra vez: o problema não é o texto ser muito bom e a Globo querer um texto mau; o problema é acharem que o texto não está no nível de abrangência que o horário pede.

Não tem a ver com ser popular ou não, mas sim com ser bem escrito. A qualidade do texto da Glória Perez é muito superior ao do Walcyr e do Aguinaldo, a diferença é abismal. Basta veres um ep do Clone ou de AFDQ e comparares com um de OOLDP, Amor a Vida ou Fina Estampa, que se repetem infinitamente e são muito infantis. Achas mesmo que o nível do texto é comparável? Se achas, temos noções de qualidade de texto muito diferentes então.

De resto, os autores novos tem que começar por algum lado. A Glória Perez e todos os outros tem a carreira que tem porque alguém lhes deu oportunidade para isso.

Editado por Forbidden

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Forbidden disse:

Não tem a ver com ser popular ou não, mas sim com ser bem escrito. A qualidade do texto da Glória Perez é muito superior ao do Walcyr e do Aguinaldo, a diferença é abismal. Basta veres um ep do Clone ou de AFDQ e comparares com um de OOLDP, Amor a Vida ou Fina Estampa, que se repetem infinitamente e são muito infantis. Achas mesmo que o nível do texto é comparável? Se achas, temos noções de qualidade de texto muito diferentes então.

Eu acho que tu precisas de ler bem. O problema não é o texto ser muito bom. O problema é que a Manuela Dias está a apresentar uma novela que está a ser considerada demasiado culta e pouco abrangente àquilo que o horário pede. O Walcyr Carrasco e o Aguinaldo Silva têm um texto simples e popular. A Glória Perez tem um texto mais cuidado, bastante superior ao texto deles, eu não disse que era igual, vai lá ver, mas as novelas dela são igualmente populares, e qualquer pessoa sabe desfrutar delas. São novelas que abrangem todo o público.

A Manuela Dias pode simplesmente não saber escrever para as nove.

  • Gostar 2
  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 3 minutos, Pedro M. disse:

Eu acho que tu precisas de ler bem. O problema não é o texto ser muito bom. O problema é que a Manuela Dias está a apresentar uma novela que está a ser considerada demasiado culta e pouco abrangente àquilo que o horário pede. O Walcyr Carrasco e o Aguinaldo Silva têm um texto simples e popular. A Glória Perez tem um texto mais cuidado, bastante superior ao texto deles, eu não disse que era igual, vai lá ver, mas as novelas dela são igualmente populares, e qualquer pessoa sabe desfrutar delas. São novelas que abrangem todo o público.

A Manuela Dias pode simplesmente não saber escrever para as nove.

Então para escrever pras nove tem que ser um texto simplório, pobre, repetitivo e incoerente?! E o texto do Walcyr em OOLDP não era "simples", era péssimo mesmo e dava vergonha alheia (idem para o Aguinaldo).

Mas enfim, temos visões diferentes sobre o assunto, não vale a pena repetir sempre o mesmo.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Forbidden disse:

Então para escrever pras nove tem que ser um texto simplório, pobre, repetitivo e incoerente?! E o texto do Walcyr em OOLDP não era "simples", era péssimo mesmo e dava vergonha alheia (idem para o Aguinaldo).

Mas enfim, temos visões diferentes sobre o assunto, não vale a pena repetir sempre o mesmo.

Às vezes torna-se impossível falar contigo. É mais fácil desistir.

  • Gostar 2
  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, Forbidden disse:

Então para escrever pras nove tem que ser um texto simplório, pobre, repetitivo e incoerente?! E o texto do Walcyr em OOLDP não era "simples", era péssimo mesmo e dava vergonha alheia (idem para o Aguinaldo).

Mas enfim, temos visões diferentes sobre o assunto, não vale a pena repetir sempre o mesmo.

Não percebeste o que ele disse? As novelas da Glória Perez sempre foram populares, por mais que o texto fosse muito cuidado e com qualidade, ela sempre escreveu com uma linguagem folhetinesca, que é entendido por todos os públicos. Ja a Manuela Dias ainda só escreveu séries, pode não ter encontrado ainda a linguagem de folhetim, pode ainda não ter um texto que dialogue com o público de novelas. Não tem nada a ver com textos "simplórios". É como a RTP2, por mais qualidade que os seus programas tenham, não comunica com o grande público, o que não quer dizer que os programas de outros canais com grande sucesso não tenham qualidade, simplesmente têm uma linguagem e temas mais abrangentes.

  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 4 minutos, AGUI disse:

Não percebeste o que ele disse? As novelas da Glória Perez sempre foram populares, por mais que o texto fosse muito cuidado e com qualidade, ela sempre escreveu com uma linguagem folhetinesca, que é entendido por todos os públicos. Ja a Manuela Dias ainda só escreveu séries, pode não ter encontrado ainda a linguagem de folhetim, pode ainda não ter um texto que dialogue com o público de novelas. Não tem nada a ver com textos "simplórios". É como a RTP2, por mais qualidade que os seus programas tenham, não comunica com o grande público, o que não quer dizer que os programas de outros canais com grande sucesso não tenham qualidade, simplesmente têm uma linguagem e temas mais abrangentes.

Eu percebi mas temos opiniões diferentes. O que posso dizer que quero mais novelas como as da Glória Perez e do Benedito Ruy Barbosa, e menos novelas do estilo do Walcyr e do Aguinaldo. É um gosto meu, tenho direito a ele. Porque é que tenho que estar sempre a justificar isso?

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
1 minute ago, Forbidden said:

Eu percebi mas temos opiniões diferentes. O que posso dizer que quero mais novelas como as da Glória Perez e do Benedito Ruy Barbosa, e menos novelas do estilo do Walcyr e do Aguinaldo. É um gosto meu, tenho direito a ele. Porque é que tenho que estar sempre a justificar isso?

 

A autora desta novela tem um estilo muito próprio, mas acho-a mais próxima do registo da Glória e do Benedito que dos outros dois.

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 31 minutos, Forbidden disse:

Eu percebi mas temos opiniões diferentes. O que posso dizer que quero mais novelas como as da Glória Perez e do Benedito Ruy Barbosa, e menos novelas do estilo do Walcyr e do Aguinaldo. É um gosto meu, tenho direito a ele. Porque é que tenho que estar sempre a justificar isso?

 

Mas a discussão não era sobre os teus gostos, mas sim dos gostos do público e a sua abrangência.

  • Obrigado 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Acho que a Globo está certa, o autor tem que dialogar com a sociedade em si. Esse horário a faixa é destinada a todas as classes A,B,C,D. Se a linguagem for culta demais aquela pessoa que não é bem instruída na vida, nem entenderá o que está a transmitir. Claro que o autor tem que ter a dimensão do que está a tratar, e as vezes usar do lírico, lirismo com uma linguagem coloquial. ''Velho Chico'' foi bem por ai, usou da linguagem do povo sertanejo (falas com uma acentuação e averbação erradas) a favor de um texto primoroso. ''Tempo de Amar'' mesmo, Alcides Nogueira optou por uma linguagem culta, se no Brasil da década de 20, 30 não se usava, optou por uma linguagem poética, pois, o contexto da novela era poética. As vezes o autor tem que usar de textos mais didáticos para aquela pessoa que tem poucos estudos para entender o que o autor quer propor, mas, sem deixar o culto de lado.

  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 22 minutos, DanielNunes disse:

Acho que a Globo está certa, o autor tem que dialogar com a sociedade em si. Esse horário a faixa é destinada a todas as classes A,B,C,D. Se a linguagem for culta demais aquela pessoa que não é bem instruída na vida, nem entenderá o que está a transmitir. Claro que o autor tem que ter a dimensão do que está a tratar, e as vezes usar do lírico, lirismo com uma linguagem coloquial. ''Velho Chico'' foi bem por ai, usou da linguagem do povo sertanejo (falas com uma acentuação e averbação erradas) a favor de um texto primoroso. ''Tempo de Amar'' mesmo, Alcides Nogueira optou por uma linguagem culta, se no Brasil da década de 20, 30 não se usava, optou por uma linguagem poética, pois, o contexto da novela era poética. As vezes o autor tem que usar de textos mais didáticos para aquela pessoa que tem poucos estudos para entender o que o autor quer propor, mas, sem deixar o culto de lado.

Curioso que referes exactamente as duas novelas melhor escritas dos últimos tempos (a par com AFDQ).

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora

×