Jump to content
Snows

Melodifestivalen aTV

Recommended Posts

Välkommen till Melodifestivalen

 

Bem vindos ao Melodifestivalen, em português, que em sueco acho que ninguém consegue acertar.

tumblr_n59f3fvtNb1twcyp1o1_400.gif

*Sanna louca*

 

Regulamento Melodifestivalen ATV

 

Certamente - mesmo não sendo dos fãs mais acérrimos da Eurovisão - que já ouviste falar do Melodifestivalen. Define-se por ser o processo de escolha da música que irá representar a Suécia no Eurofestival. É interessante, dinâmico e mexe com toda a indústria musical do país nórdico. O seu regulamento não é difícil: 32 canções, divididas em 4 semi-finais, tentam chegar à Grande Final e ganhar um ticket para o ESC, sendo assim a música que irá representar as cores da bandeira sueca.

Contrariamente aos outros anos, a escolha da música favorita do ATelevisão não será pelo Big Brother, mas sim pelo Melodifestivalen. A minha ideia será adaptar este formato para o nosso fórum com as cantigas eurovisivas deste corrente ano, para tal como referi, escolhermos a nossa música favorita.  Mais simples não podia haver. Ora então, atentem:

 

Semi-finais

  • Existirão 4 semi-finais, tal como o Melodifestivalen 2015. 
  • Em cada uma - e como são 40 países -, constarão as músicas de 10 nações.
  • As músicas que farão parte de cada uma das semi-finais serão sorteadas pelo random.org (que será devidamente colocado).
  • Como é óbvio, o objetivo final desta escolha será apurar 2 canções para a Grande Final e 2 canções para o 2nd chance. Ambos os eventos serão devida e posteriormente explicados.

Processo de votação das semi-finais:

  • Para votar nas 40 canções que estão nas semi-finais, haverá um método que difere do habitual. Consiste em ordenaram de 1 a 10, da vossa música favorita (em que darão 1) até a que gostam menos (em que darão 10). Exemplificando: Existem três canções: A, B e C, sendo a está última a minha favorita e a primeira a que desgosto mais. Como tal, disporei desta maneira: 1 - C; 2 - B; 3 - A. Por outras palavras, revelo que a que quero ver chegar mais longe na competição é a C, enquanto que prefiro que A seja eliminada. 
  • As duas canções com uma média mais baixa (ou com uma soma mais pequena, é igual) procederão, diretamente, para a Grande Final.
  • As duas canções que ficaram com a terceira e quarta média/soma mais baixa passarão para a 2nd chance.
  • As 6 canções com as músicas com a média/soma mais alta "abandonarão" a competição - ficando eliminadas.
  • Em caso de empate, a nível de médias/somas, a vencedora será aquela que obtiver mais 1's ou por aí adiante.. Em caso de ficar "tudo igual", o segundo método será pela ordem da chegada da votações, ou seja, será a ordem do primeiro concorrente a enviar as suas pontuações a contar, à excepção dos meus votos.

2nd Chance

  • Os dois países com a 3ª e a 4ª média/soma mais baixa direcionar-se-ão para este evento, que só ocorrerá uma vez.
  • O sistema deste formato é diferente do das semi-finais. Manifesta-se por serem as ditas "batalhas" entre duas nações - haverão 4, dado que são 8 países.
  • Os 4 duelos também serão sorteados pelo random.org. 
  • A canção mais escolhida pelos foristas será a que passará à Final.
  • Em caso de empate, uma vez que isto é um processo secundário, a música que levará o ticket para a fase seguinte será eleita pela ordem da chegada da votações, isto é, o primeiro concorrente a votar será aquele que irá desempatar, procedendo a sua favorita para a Final.

Processo de votação do 2nd Chance:

  • Diferentemente às semi-finais, o processo não será a ordenação, mas sim, simplesmente, a escolha daquela que, para vocês, merece a vitória no duelo, conforme os vossos gostos.

Grande Final

  • Esta Final será composta pelas 8 canções que passaram diretamente das semi-finais e pelas 4 músicas que passarão pelo 2nd chance, totalizando, assim, 12 canções que irá concorrer pela obtenção do título de canção favorita. 

Processo de votação da Grande Final:

  • Esta parte é simples; aqui, utilizar-se-á a votação típica da Eurovisão: 1, 2, 3,4, 5, 6, 7, 8,10 e 12. 
  • A música com mais pontos sangrar-se-á a grande vencedora do concurso.
  • Em caso de empate, a canção vencedora será aquele que obtiver mais 12 ou por aí adiante. Em caso de "ficar tudo igual", que será bastante difícil, serão os votos do primeiro concorrente a votar que contarão.

Regras:

  • Qualquer pessoa pode inscrever-se, independentemente da sua participação nas outras vertentes do concurso.
  • Que fique de aviso que a organizadora, ou seja, eu, também votará. Em caso de empate, no entanto, os meus votos nunca contarão.
  • Não há máximo nem mínimo de concorrentes, como é óbvio.  :)
  • Os votos serão via MP ou via chat privado. :P
  • A alteração dos votos pode ser, em qualquer altura ser feita isto claro, dentro dos prazos previamente estabelecidos. 

tumblr_n5jvclIMC91tviakuo1_250.gif

*Ela a dar a sua opinião outra vez, chata*

 

Já a seguir, a 1ª semi-final bem como as canções em competição.

Edited by Ana Maria Peres
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estudando as músicas todas do ESC para puder participar. :read::mosking:

 

Embora não perceba muito disto, acho o conceito interessante, portanto sou capaz de participar. :P Boa sorte aos 3. :D

Edited by Miguel S.
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gostei do conceito! Está bom! Também devo participar no concurso! :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

1ª semi final

 

Canção nº1

Comecemos com uma guerreira! 2015 é um ano marcado por guerras, havendo três nações que fazem apologia a este título. A primeira canção é a da Geórgia que é representada por Nina Sublatti com Warrior. A georgiana venceu o seu processo de seleção, com a maioria dos pontos quer do júri, quer do televoto e foi a escolhida para ir a Viena, tentar melhorar o resultado deste país, que o ano passado ficou em último na sua semi-final, com aquela canção e com aquela para quedas deveras espantosos.
Será que Nina veio para ficar na competição e, assim, vencer a batalha contra os outros concorrentes e ser uma verdadeira guerreira? Terá ela capacidade para ser bem sucedida e ganhar tudo o que lhe aparecer à frente? Alude já à Canção nº1, que pode, eventualmente, simbolizar que ela também será a nº1 do Melodifestivalen?
 
I95lBEm.png
 
 
Canção nº2
Depois das guerras, vamos para o país anfitrião! Graças a Conchita Wurst, o país do Centro da Europa irá acolher o certame mias importante de música na Europa. Com uns impressionantes 290 pontos, o alter-ego de Tom Neuwirth levou a taça para casa. Este ano a Áustria, e contrariamente ao ano passado, realizou uma final nacional em que os The Makemakers, com a cantiga I’m Yours foram os grandes vencedores, com um expressivo resultado de 52%, representando o seu país natal em Viena. 
Veremos, outra vez, a terra de Mozart a vencer novamente, desta feita o Melodifestivalen ATV? Irão os The Makemakers usar o lema da sua canção (I’m Yours; Sou teu, em português) e dar aso ao significado do seu lema para vencer o concurso e cantar aquela dedicatória à taça final? Sou teu, taça, sou teu! 
 
l4O6nxX.png
 
Canção nº3

O 10º lugar de 2014, é o que se segue. SOY YO? És tu, és, Ruth Lorenzo. Dancing in The Rain foi a proposta espanhola do ano passado que acabou em 10ºlugar – uma classificação que honrou, certamente, os nossos vizinhos. Para suceder à dançarina que adora a chuva, a TVE, numa seleção interna, selecionou Edurne, a vencedora do “A Tua Cara Não Me é Estranha” espanhola, que irá interpretar Amanecer – que irá ser integralmente cantada em castelhano.

O que se avizinha para este Melodifestivalen? Terão nuestros hermanos garra para ganhar novamente um concurso no fórum atelevisão? Relembre-se que a sua antecessora foi a grande vencedora do Caminho a Copenhaga! Terá Edurne capacidade de igualar o resultado e ver o Amanecer? Ou a noite permanecerá tempo demais e as trevas impedirão que venha o nascer do sol? 

 

8jD1Izc.png

 

Canção nº4

Copenhaga foi lugar de muitos miracles, que o digam Paula Seling e Ovi. No entanto, não houve nenhum milagre na classificação. Embora muitos tenham dito que isto iria constar no TOP5, esta teoria não se concretizou na prática, dado que a Roménia ficou em 11º lugar. Para tentar melhor os resultados decerto, a TVR convocou uma final nacional para escolher quem irá suceder ao duo. E foi escolhido uma banda bastante experiente – Voltaj - que já venceram, inclusive, um prémio EMA. A música chama-se De la capăt (All over Again), sendo a sua interpretação bilingue.

Esperamos que a Roménia não se volte a desiludir, outra vez, ao menos neste Melodifestivalen. Terá Bucareste capacidade de se impor desde o início da competição? Conseguirão eles comover os votantes com a sua atuação ou irá ser usado o título da música Desde o início para referenciar que mesmo no começo, eles não terão pedalada para este formato? 

 

oNcnMsY.png

 

Canção nº5

A Eurovisão 2014 ficou na memória dos montenegrinos. Pela primeira vez, o ex-país jugoslavo conseguiu o ticket para a final, mercê da boa atuação de Sergej Ćetković com "Moj Svijet". Apesar do lugar na final não ter sido particularmente fascinante (19º), é facto que o Montenegro empenhou-se e, ao menos, passou para a outra fase. Igualmente ao ano anterior, a televisão pública montenegrina optou por uma seleção interna. Elegeu Knez, um cantor pop, que irá dar voz a Adio, composta por Željko Joksimović, o 3º classificado de 2012.

Será capaz o Montenegro de passar para a fase seguinte deste Melodifestivalen e fazer, posteriormente, uma Igranka de celebração? Conseguirão eles suster as expectativas e assegurar mais tempo no concurso? Ou dirão Adio, ou Adeus em Português, demasiado cedo da competição e as alegrias serão poucas, e ficarão eles com uma Neura? 

 

d5zCgNY.png

 

Canção nº6

Para muitos, a deceção do ano passado. A experiente Emma Marrone desiludiu até o mais ferrenho apoiante (eu, incluída) com o seu La mia città. Ninguém imaginaria um 21º lugar para a nação com forma de bota, mas o que é facto é que aconteceu. Em 2015, Itália decidiu apostar no Sanremo para selecionar a canção que deveria representar as cores italianas em Viena. Os vencedores foram os Il Volo, que apesar de não terem sido os favoritos dos júris, obtiveram o apoio do público, com uns massivos 56%. Grande Amore foi a canção que a banda apresentou.

É uma das propostas que poderá, eventualmente, vencer. Um popera em que três se conjugam na perfeição, é o que o país das pizzas nos oferece. Mas será o país integrante nos BIG5 capaz de levar a taça para a Roma? Transformarão o seu Grande Amore numa Grande Vitória no Melodifestivalen, ou então, por outro lado, será que este seu Amore se irá modificar para um Grande Flope, tal como o ano passado?

 

p62z4WZ.png

 

Canção nº7

Enquanto este ano domina as guerras e os tempos, o ano passado foram os brilhos e as tempestades. E é nesta última categoria que se enquadra a proposta norueguesa de 2014. Carl Espen cantou e encantou com a sua tempestade silenciosa (Silent Storm) na capital dinamarquesa. Consequência direta foi o seu 8º lugar. Igualmente a outros anos, a Noruega optou pelo seu Melodi Grand Prix, cujos vencedores foram Morland e Debrah Scarlett com a canção “A Monster Like Me”- que tem sido apontada como uma possível vencedora.

Intimista, requintada e calma são adjetivos que podem caracterizar a proposta do país nórdico. Serão eles um monstro, um adamastor, capaz de meter medo a todas as canções e por conseguinte, levar o título vencedor deste concurso? Ou terão eles demasiada monstruosidade para tal e regelar-se-ão para as últimas posições?

 
LtlKymm.png
 
Canção nº8
A Eurovisão do ano passado teve apenas 37 países, dadas as desistências de 4 países. A Sérvia foi um deles; o ex-país jugoslavo desistiu a competição devido a eventuais dificuldades económicas. Isto significa que o último ano em competição por Belgrado foi em 2013 cujas representantes foram as Moje 3 com Ljubav je svuda e não correu bem: ficaram em 11º na semi-final e não passaram à final. O canal público sérvio conseguiu, entretanto, dinheiro para participar em 2015. Para escolher os representantes, fez uma pequena final nacional com 3 participantes, sendo a escolhida Bojana Stamenov com Ceo svet je moj.

Porém, a canção foi mudada em Março para inglês e o título foi alterado para Beauty Never Lies. A reação dos fãs dividiu-se: para uns piorou, para outros melhorou. Será que Bojana conseguirá, depois de um ano de penitência, levantar, neste concurso, os resultados de Belgrado? Ou será que, como a Beleza Nunca Mente, a canção poderá não ter hipótese?

 

cJDDpLy.png

 

Canção nº9

Para a próxima nação, o ano passado não correu de feição. Os Can-linn e Kasey Smith com a canção Heartbeat, bem tentaram passar à final, mas em vão. Ficaram em 11º na semi-final 2 – um resultado que poucos contavam, uma vez que o feedback da música era, regra geral, positivo. Muitos acusam o grupo de uma atuação sem força e sem chama – e daí a não qualificação. Este ano, a Irlanda escolheu a novata Molly Sterling, com apenas 16 anos que foi selecionada através do típico processo escolha – o Eurosong, com a música “Playing with Numbers”.

O que acontecerá ao país que já venceu o maior número de vezes na Eurovisão - ao todo 7 -, no Melodifestivalen? Estará no “papo” para os irlandeses, em particular para Molly que brincará com a pontuação frutuosa que receber? Ou tanto divertimento ser-lhe-á prejudicial e os pontos escapar-lhe-ão pelos dedos, tendo assim o destino da sua predecessora? 

 

jWxV7qE.png
 
Canção nº10
Outro “retornado” abeira-se a este Melodifestivalen. Desta vez é o Chipre. A sua última participação foi em 2013 com Despina Olympiou com An Me Thimasai (ou I Made Tea Myself, como preferirem). A mulher que equiparou a experiência eurovisiva a um “matadouro”, não teve sorte, ficando em 15º lugar na semi-final, não passando para a final. Neste ano, a ilha teve um processo de seleção chamado Eurovision Song Project, cujo vencedor foi Giannis Karagiannis com One Thing I Should Have Done. Embora não tendo recebido nem a preferência dos jurados, nem do televoto, o que é facto é que tudo somado o levou a representar o seu país, na Áustria.

Conseguirá o país que dá sempre 12 à Grécia aguentar-se na competição? Com uma balada romântica, sentimental e calma é assim que a nação se apresenta neste concurso. Uma coisa que ele deveria ter feito, e para atuar aqui, foi ter cantado com alma. Igualar-se-á nesta posição, neste concurso, e ficará sem ressentimentos? Ou então – e como já percebemos que se ele arrepende com facilidade -, se perder, culpar-se-á e ficará amargurado para todo o sempre?

 

2NbegJV.png

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Podem ter, aqui, uma playlist em que irá passar as músicas uma após a outra, automaticamente:

 

 

 

 

 

Prazo:

Sábado, 25 de Abril, às 23:59

 

O resultado será revelado no domingo.

 

Refira-se, novamente, o processo de votação, algo que pode não ter ficado muito bem explicado.

Irão ordenar de 1 a 10 as canções. Vão dar 1 a que MAIS GOSTAM e 10 À QUE MENOS GOSTAM. Tudo o resto, será por aí adiante.

 

BOA SORTE! 

E QUE COMECE A BATALHA!

 

sofi-marinova-eurovision-2012-dance.gif

Edited by Ana Maria Peres
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Logo aqui estão duas das músicas que mais gosto este ano  :girlwah: A qual delas darei o 1?!!! :cray:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

percebi tudo...só não sei como votar! onde se vota?

A votação é via Mensagem Privada (MP) para mim com os respetivos votos. :P

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já recebi alguns votos mas, se ainda quiseres dar a tua opinião, estás a tempo e a horas. Lembra-te que tens até sábado, às 23:59.

 

Fui recolher alguns depoimentos de alguns concorrentes desta semi-final e eles querem ganhar isto der por onde der... Que o digam Nina Sublatti e os The Make Makers...

 

r0gaTxU.png

 

Eu tinha cuidado, esta rapariga não brinca!

 

f3RLjN4.png

 

Os The Makemakers apelam a uma submissão emocional... Querem ser deles? Então dêem-lhes o primeiro lugar.

Edited by Ana Maria Peres
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apressa-te se ainda quiseres votar! Podes-o fazer, até às 23:59 de hoje, o que significa que o prazo está mesmo perto do fim.

 

Amanhã saberemos quais são as 4 canções que passam para a fase seguintes (2 para o 2nd chance, 2 para a Final)! Também vamos descobrir que músicas integram a 2ª semi-final.

Edited by Ana Maria Peres
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já a seguir: 

Quem passa à final? Quem vai à 2nd chance? Quem perde - neste caso, serão apresentado os lugares, assim como as médias!

 

10º lugar dentro de instantes.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

O 10º lugar pertence a...

Ftk4Gnj.png

 

Voltaj - De La Capat (All Over Again)

 

A Roménia não teve mesmo sorte! O último lugar pertence-lhes, com uma média de 8,18:

 

Injusto ou sim, eles mereciam efetivamente este lugar?

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Quem se alapou no 9º lugar foi:

 

 

WjTQUsh.png

John Karayiannis - One Thing I Should Have Done

 

A pequena ilha não teve, de todo, um bom regresso, ficando com 7,55 de média:

 

Foi algo que ele mereceu ou deveria de ter feito melhor?

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 
Quem ficará em 7º? Não vamos já para o 8º, vamos ficar neste patamar:

 
7CUrqvl.png
 
Bojana Stamenov - Beauty Never Lies
 

O país que venceu em 2007 também não teve um bom regresso, totalizando 6,9 de média:

 
A Beleza, neste caso, mentiu mesmo! Bojana não conseguiu a passagem nem para a 2nd chance, nem para a Final.
 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 
8º lugar, não vai demorar muito:

 
XwwRSpG.png
 
Knez - Adio
 
O ano passado correu melhor ao ex-país jugoslavo, ficando com 7,36 de média...
 
Diz adeus à competição, Knez! Até um dia! Mas foi merecido?
 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Refiro que o laranja vivo assume os assumidos para a final; aquele salmão assume quem vai para a 2nd chance. Recordo ainda que os lugares para a 2nd chance e para a Grande Final serão ditos de uma maneira aleatória - para não afetar resultados posteriores.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 
O 1º CLASSIFICADO PARA A GRANDE FINAL É... 
 

 
 
YRrmGi6.png
 
Mørland & Debrah Scarlett - A Monster Like Me
 
A Noruega é o primeiro país a carimbar o ticket para a Grande Final! Vê-nos lá, até lá! Podem celebrar, apoiantes e noruegueses!
 
Merecia ou não, esta passagem?
 

Edited by Ana Maria Peres
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

6º lugar, uma grande surpresa, pertence a:

 

qXuODbz.png

 

Il Volo - Grande Amore

 

Uma das favoritas, ao início, para a grande vitória, fica na 1ªsemi-final, com uns não impressionantes 5,64!

 

Foi um caso flagrante de não passagem ou então é a música que é overrated pelos fãs eurovisivos?

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 
Qual é o país ocupará a primeira vaga da 2nd chance? 

VtdNpTv.png
 
 
The Makemakers - I'm Yours
 
A Áustria consegue passar a uma fase posterior! :D O Poder austríaco está vivo e bem vivo. A Conchita deve estar feliz.
 
Ver-nos-emos na segunda fase, rapazes!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 
Que país ficou em 5º lugar e esteve a uma unha negra de passar à final foi...

 
SonfktJ.png
 
 
Molly Sterling - Playing With Numbers
 
Com 5,27 de média, a Irlanda não consegue passar à final e não brincou, de facto, com a pontuação...
 
O quase - palavra ordem desta proposta.
 
 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 
Edurne ou Nina? Qual delas passa à final, qual delas passa à 2nd chance? O resultado aqui:
 

 
2FNAmRd.png
 
Nina Sublatti é quem passa à final! Edurne vai para a 2nd chance!
 
A guerreira georgiana conseguiu ter um grande impacto nos votantes!
 
Já Edurne, não teve um resultado tão positivo, mas ainda assim vai à 2nd chance:
 
Até à final, Nina, até à 2nd chance, Edurne!
 
 

 
Acabado todos os resultados, foi justo?
 
2FNAmRd.png
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Overall: Yei :D :D :party:

 

(menos para o lugar da Irlanda, que sono de música!!)

 

Venha a próxima semi!!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Georgia na final? :O Itália :(

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Monster like meeeeeeee :giveheart::party: 

 

Amanecer merecia mais :( mas passou à 2nd chance, continuo a torcer :P

Share this post


Link to post
Share on other sites

Áustria! :giveheart: Eu a pensar que iam ficar para trás, ao menos vão ao Second Chance. :D De resto, ainda bem que Itália ficou para trás. Geórgia a ir para a final, também é muito bom. Surpreendente como o país conseguiu evoluir em relação a anos passados! Espero que venha um novo Qele Qele! :D 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Áustria! :giveheart: Eu a pensar que iam ficar para trás, ao menos vão ao Second Chance. :D De resto, ainda bem que Itália ficou para trás. Geórgia a ir para a final, também é muito bom. Surpreendente como o país conseguiu evoluir em relação a anos passados! Espero que venha um novo Qele Qele! :D

 

Qele Qele é da Arménia :P:mosking:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qele Qele é da Arménia :P:mosking:

 

Sim, enganei-me. :mosking: Tenho tido uma confusão enorme com os dois países, vá-se lá entender. :haha:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

2ª semi-final

 

Canção nº11

Comecemos esta 2ª semi-final com brilhos - um tema que é recorrente aqui na Eurovisão. Quem não se lembra das gémeas russas ou da Sopho, da Geórgia, em 2010? O país que este ano apostou neste tema, o ano passado enveredou por uma atuação dinâmica, com violino e assobios à mistura. Sem sombra de dúvidas que falo de Sebalter, que ficou em 13º, com o seu Hunter Of Stars - um lugar que surpreendeu. Em 2015 - e igualmente aos outros anos -, a Confederação Helvética fez uma final nacional, com o nome Die Entscheidungsshow. A vencedora foi Mélanie René que representará as cores suíças com a canção Time To Shine.

 
Selvagem, forte e misteriosa são adjetivos que caem que nem uma luva na proposta da Suíça. Conseguirá a novata Mélanie ter sucesso neste Melodifestivalen e levar Bern à final ou será que vai correr mal? Será o tempo da artista brilhar, de ter os holofotes para si e destacar-se dos restantes e assim, ganhar? Ou então, será que as luzes vão se apagar cedo demais, que levará a Mélanie a retirar-se mais precocemente da competição? 
 
iIVGUK4.png
 
Canção nº12
CLEO, DONATAN! Que são eles, quem são? Os representantes de Varsóvia, no ESC2014, fizeram um show em Copenhaga. Quem não se lembra da lavadeira, dos fundos vermelhos berrantes e da voz aguda de Cleo? Quase ninguém, foi uma atuação marcante e que ficou em 14º, tendo sida o 5º no televoto. Este ano, no entanto, o registo mudou completamente. Numa seleção interna, a televisão polaca escolheu a cantora Monika Kuszyńska - uma intérprete que, infelizmente, necessita de cadeira de rodas. A cantiga que representará o vermelho e branco será In The Name Of Love - Em Nome do Amor. 
 
Num ano em que abundam baladas, esta é mais uma; porém, esta marca pelo sentimento que Monika emprega à música. Levará ela o nome do país do centro europeu mais longe nesta competição? Cantará ela em nome do Amor, e será este paixão que lhe dará ânimo para levá-la a conquistar a taça do Melodifestivalen? Por outro lado, como todos sabemos, o amor às vezes não é correspondido e dá-nos desilusões; será este o caso da Polónia? 
 
WLYf9qY.png
 
Canção nº13
Este país é um dos mais injustiçados nestes tempos recente. Para alguns, a nação merece; já outros advogam que é completamente imerecido. Mei Finegold era das favoritas, da 2ª semi-final, para passar ao evento maior da Eurovisão. Todavia, não correu bem; ficou em 14º lugar. Pior do que eles, apenas a Geórgia. Decerto para levantar estes resultados, a IBA utilizou o programa Rising Star para selecionar o representante de Israel, em 2015. O ganhador foi Nadav Guedj, que apenas tem 16 anos (apesar de parecer que tem quase o dobro). A música que levará tem o nome de Golden Boy.
 
Bastante animada e rítmica, esta proposta marca pela irreverência e pela diferença. Diferententemente a 2013 e a 2014, em que Israel apostou em baladas. Conseguirá esta mudança levar o rapaz israelita longe neste Melodifestivalen? Será ele literalmente um Golden Boy que trará sorte (e o ticket dourado) para o país que trava uma violenta guerra na Faixa de Gaza? Ou então, será que o preconceito e o azar israelita se estenderá por mais um ano, que os levará a falhar mais uma vez? 
 
t7N2Wkx.png
 
Canção nº14
Stay amazing lieeeeee, do you hear me screaming? Foi assim que Tanja (Tanga para mim e para os seus amigos mais próximos) se apresentou em Copenhaga. Não correu foi bem. Ao contrário de que muitos pensava, o país báltico não conseguiu passar da semi-final, onde não foi além de em 12ºlugar. A Estónia, que tinha conseguido passar consecutivamente desde 2011, não conseguiu figurar na Final. O conhecido Eesti Laul serviu, mais uma vez, para definir o artista que vai ao ESC. Neste caso, foram os artistas; Elina Born e Stig Rästa não deram tréguas a nenhum outro concorrente. Com uns massivos 79%, conquistando a glória da sua final nacional com Goodbye to Yesterday.

 

Num instrumental requintado e maravilhoso onde duas vozes se conjugam na perfeição, é assim a proposta estónia. São uns dos favoritos à vitória. Farão eles jus a este favoritismo, levando a taça para Tallinn? Conseguirão eles desprender-se do passado, que o ano passado correu mal, e erguer o troféu deste Melodifestivalen? Aqui será mesmo um goodbye definitivo ao passado! Ou então, será a vitória que lhes dirá adeus, sem eles darem conta e a dupla falhará redondamente na conquista do título?

 

BOcEofy.png

 

Canção nº15

Gostam de Cheesecakes? Eu não sou lá muito fã, mas há gente que adora. Teo é um deles. Por isso, fez uma cantiga com esse nome. E foi algo que correu bem; venceu a final nacional e, além disso, conquistar a passagem à final - o que causou o espanto a alguns, que não davam nada por esta proposta. Ficou em 16º lugar, com uns 43 pontos. Este ano, novamente numa final nacional, os eleitos foram Uzari & Maimuna. Não receberam o apoio do povo bielorrusso - deu-lhes só 8 pontos de 12 possíveis -, mas os júris adoraram, que lhes levará a representar a sua nação na Áustria, com Time.

 

Depois de algumas mudanças na música (Bielorrússia que é Bielorrússia tem de mudar!), a versão final de Time foi exposta em Março. Conjuga uma voz masculina poderosa, com um instrumental bastante ritmado e que é completado com o mágico som dos violinos. Poderá Minsk, desta forma, conquistar o 1º lugar neste Melodifestivalen? O tempo será seu aliado e levará os espectadores a não perderem tempo nenhum a dar-lhes 1's? Ou será que o tempo vai passar lentamente e ficarão apenas com 10's?

 

6Bmb4Bb.png

 

Canção nº16

O último classificado de 2014 irá aportar neste Melodifestivalen. Não falo de França, ainda não é altura dos galos. É hora de Chisinau! As coisas não podiam ter corrido pior a Cristina Scarlat; bem tentou ela melhorar o 11ºlugar de Aliona Moon. Passou foi completamente ao lado. O último lugar da semi-final - com uns míseros 13 pontos - foi o que se reservou para a cantora moldava. O Melodie Pentru Europa voltou-se a realizar e o grande conquistador do título foi Eduard Romanyuta com I Want Your Love. O ucraniano, que foi "emprestado" à Moldávia, ganhou, não com o apoio do juri, mas com o do televoto. 

 

Orelhuda, com um travo a anos 90 e irreverente são as palavras que nos vêem à cabeça a ouvi-la. Embora sendo um guilty pleasure assumido por muito, não é dos favoritos. Contudo, será que  Eduard surpreenderá tudo e todos com o assalto do título deste Melodifestivalen? Ele quer o nosso amor - sem dúvida - mas cabe-nos a nós dar-lhe. Levará esta paixão toda, roubando assim a vitória? Ou, por outro lado, será que ninguém o amará e será renegado por todos?

 

OZuuOFo.png

 

Canção nº17

Algo melhor foi certamente para os Softengine, que tiveram uma atuação bastante segura. Desde 2006, ano da sua vitória, Helsínquia não conseguia um tão bom resultado. Foi apenas um 11º lugar para muitos, mas é sempre que o 24º lugar da Santa Casamenteira Krista Siegfrids, com o seu Marry Me. Já este ano, o país nórdico continuou a apostar no seu processo de seleção: o UMK, que tem uma grande variedade de estilos musicais. Os vencedores foram os Pertti Kurikan Nimipäivät (PKN) com Aina mun pitää, que obteve a maioria dos votos pelo televoto. Já os jurados, não acharam tanta piada à proposta finlandesa.

 
De estilo punk e claramente diferente de todas as músicas em competição, a Finlândia apresenta-nos uma banda com pessoas normais, que apenas apresentam um certo grau de deficiência. No entanto, a banda recusa rótulos e assume-se totalmente capaz de representar o país, não que meter paninhos quentes! Será que que a canção tem o necessário para conseguir conquistar os corações dos votantes do Medolifestivalen? Ou vão torcer o nariz a esta proposta?
 
FTkk4UX.png
 
Canção nº18
2014 foi o ano de ir aos céus, com Tijana! A cantora macedónia deu o seu melhor com a sua canção de estilo EDM To The Sky. No entanto, não correu de feição; o país ficou novamente na semi-final, em 13º lugar, algo que já vem sendo típico para o ex-país jugoslavo; de 2008 a 2015, só uma vez à final - em 2012 - com Kaliopi. A participação deste ano foi tremida, mas a Antiga República Jusgolava da Macedónia lá disse sim, e organizou o Skopje Festival 2014, cujo vencedor foi Daniel Kajmakoski com Lisja esenski, que entretanto foi traduzida para inglês para Autumn Leaves.

 

Uma balada poderosa, com um instrumental muito bonito é que o que nos oferece a Macedónia. Conseguirão eles quebrar com a sua típica má sorte e atingir o topo, aqui, no Melodifestivalen, e quem sabe, no ESC? Quem sabe se este país ainda não deixa muitos incrédulos, é esperar para ver. Entrará, em Daniel, o espírito do Outono, que lhe irá ser claramente benéfico? Ou então, e como estamos na Primavera, isso não acontecerá, e Skopje continuará com o azar?

 
SuIN6Xe.png
 
Canção nº19
Vamos correr? Eu não me apetece, mas ao András Kállay-Saunders, em Copenhaga, em 2014, apeteceu, e até correu bastante bem. Com uma atuação misteriosa, o húngaro levou para casa um 5º lugar, um dos melhores lugares para Budapeste desde sempre. O Adal permaneceu como processo de seleção da cantiga do país e em Fevereiro, a eleita para ir representar o vermelho, o branco e o verde foi Boggie, uma já experiente neste ramo. A intérprete é dada a causas solidárias e por isso cantará "Wars For Nothing" - que não conseguiu obter o apoio dos jurados, mas o povo da Hungria quis vê-la em Viena.

 

Calma, com uma mensagem simpática e agradável são sinónimos desta cantiga. Terá esta cantiga poder para se afirmar neste Melodifestivalen? A primeira guerreira, a Nina, teve um desfecho positivo, será que também se aplicará a proposta húngara? O 5º lugar de András ainda está presente, mas terá Boggie a simpatia de todo, que se traduzirá na sua vitória? Ou então, os votantes querem ser verdadeiros mães/pais guerreiros e dado isso, rejeitarão esta canção?

 

yDc9eih.png
 
Canção nº20
Última canção desta 2ª semi-final - e é dado a mais um país dos Balcãs. Desta feita, é a nação que o ano passado ficou em 15º, na 1ª semi-final, com apenas 22 pontos. A intérprete foi Hersi, com a canção One Night's Anger - uma noite de raiva, que talvez o tenha sido depois da não qualificação. Relativamente a 2015, o velhinho (ainda mais que o Festival da Canção!!!) Festivali i Këngës 53 serviu para dar a conhecer a interprete albanesa. Elhaida Dani foi a cantora eleita, com a canção Diell - com a preferência total dos jurados. No entanto, o compositor da cantiga em albanês decidiu retirar a música; como tal, tiveram que fazer uma nova música - chamando-a I'm Alive.

 

Com uma forte ligação aos ouvintes, um instrumental muito bom e ainda, com uma voz de anjo é desta forma que a Albânia se apresenta no ESC e neste Melodifestivalen. Terá ela a força necessária para passar todos os obstáculos que este formato lhe propuser? Elhaida já venceu o The Voice of Italy, por isso não é nenhuma zé-ninguém! Ficará ela vivinha da silva até o final deste concurso e quem sabe celebrar a vitória? Ou será que morrerá antes e perderá tudo?  

 

3VAX5hA.png

 

------------------------------------------------------------------------------------

 

Têm até sábado, 2 de Maio, às 23:59 para realizarem a vossa votação, via MP ou chat privado. :P

 

 

Numa aceção geral, é esta 2ªsemi-final mais forte ou fraca que a 1ª?

 

uh_oh_oh_facebook_by_lk92-d4t1xaq.gif

*Opinião da Valentina (<3)*

Edited by Ana Maria Peres

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem, agora que voto na semifinal, acho que a mesma não é muito melhor que a primeira - aliás, é pior. Até porque tem duas das músicas que mais desprezo não gosto deste ano. Mas ao mesmo tempo tem uma série delas que gostava de ver qualificadas e podem não o ser. :P

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Daqui a uns momentos...

 

Quem passa à final, nesta 2ª semi-final?

E a quem pertencem a propostas da 3ªsemi?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...