Jump to content

Sexualidade


Rodolfo

Recommended Posts

há 1 hora, Vitória disse:

Aposto que a maioria de vocês não convive com isso de perto e só sabe debitar militância nas redes sociais. Também já fui assim, até ser confrontado com a realidade.

E isso de meterem política em tudo, já chateia. Não é porque não concordo com relações abertas (apenas um exemplo), que compactuo com uma política de direita ou extrema direita. Aliás, esse espectro nem sequer me influenciou em nada. Penso pela minha própria cabecinha e não acompanho tão fielmente a política do nosso país ou de outros. Sei o básico e o suficiente, para não votar mal. 

O meu comentário é sobre um movimento conservador que vi no twitter, não é propriamente a visar ninguém em especial. E sim, muitos gays que se identificam com Trump ou com Ventura, pretendem separar o LGB do resto, o que eu acho simplesmente ridículo, porque eles acreditam piamente que vão passar a ser aceites por esses partidos, o que não é de todo verdade. 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

há 2 horas, Vitória disse:

Aposto que a maioria de vocês não convive com isso de perto e só sabe debitar militância nas redes sociais. Também já fui assim, até ser confrontado com a realidade.

Eu não (e aposto que tu também) convivo com muitas mulheres que pensam em realizar abortos ou casais homossexuais que procuram adotar. Se fores por esse argumento, então bem que podias esquecer metade dos direitos que tens atualmente. Ser confrontado com a realidade é também perceber que há outras vidas para lá das nossas.

  • Like 3
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

há 1 hora, D23 disse:

O meu comentário é sobre um movimento conservador que vi no twitter, não é propriamente a visar ninguém em especial. E sim, muitos gays que se identificam com Trump ou com Ventura, pretendem separar o LGB do resto, o que eu acho simplesmente ridículo, porque eles acreditam piamente que vão passar a ser aceites por esses partidos, o que não é de todo verdade. 

Qual o mal em ser gay e identificar se com Trump ou Ventura, ser gay também não é nenhum privilégio que te dá o poder de ser sensato e perfeito, podes ter defeitos como os outros.

Edited by Dinis F.
  • Like 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

10 minutes ago, Dinis F. said:

Qual o mal em ser gay e identificar se com Trump ou Ventura, ser gay também não é nenhum privilégio que te dá o poder de ser sensato e perfeito, podes ter defeitos como os outros.

Mal não existe. Mas coerente não é. 

É escolheres negar a tua própria existência porque vais apoiar um partido/candidato que nada vai fazer pela tua existência e por direitos humanos. Que a questão acima de qualquer sigla são mesmo os direitos humanos: a liberdade das pessoas serem exatamente isso livres, aceites e com direitos assegurados. 

Edited by VTL
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Nem tudo o que concordo ou faço, é a pensar “será que extrema-direita” me vai aceitar se eu fizer isto ou aquilo?

Tenho as minhas próprias opiniões que são minhas, de coisas que acho que não funcionam e que não fazem sentido, e não é para agradar à extrema-direita.

Eu acho, sim, que se deva separar o TQI+ do LGB, exatamente pela desinformação que eles causam ao estarem juntos, não é por achar que a extrema-direita vai gostar mais de mim. Esses vamos deixar claro querem os gays e transexuais mortos, e as mulheres na cozinha a cozinhar para eles, e de vez enquanto a parir filhos. É isto a extrema-direita. Não tenho sonhos de a mudar.

Agora a sigla LGBTQIA+ junta, sim, demasiadas questões sociais, que deveriam ser separadas. O objetivo deste movimento, creio eu, é para informar as pessoas e reduzir o preconceito, e não está a ser bem feito quando as pessoas acham que “os gays agora não querem ter gênero, nem são homens, nem mulheres”. Para nós isto é obvio porque é errado, para os demais, para quem não é gay isto não é tão obvio assim, pois não é a vida deles, não é a vivência deles, e vivemos num mundo de egoismo onde as pessoas vivem para si, e ninguém está preocupado “Vou-me ali informar das diferentes formas de vida diferentes da minha”. Pois elas têm mais que fazer do que se preocupar conosco, têm que fazer o jantar, pagar contas, e ir buscar os filhos à escola. Não “perderem tempo” a saber qual é a diferença entre um gay, drag-queen, transexual e não-binário. A sigla LGBTQIAP+ não ajuda a separar e definir essas diferenças, até porque esta sigla ainda é a “sigla dos gays”. Perguntem às pessoas o que é Q ou o P a ver se sabem, é tudo os gays e ponto final, nem para as outras realidades é bom estar associados aos gays que ainda são a cabeça da lista que tudo ofuscam.  

  • Like 3
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

há 33 minutos, Dinis F. disse:

Qual o mal em ser gay e identificar se com Trump ou Ventura, ser gay também não é nenhum privilégio que te dá o poder de ser sensato e perfeito, podes ter defeitos como os outros.

Qual é o mal de se ser judeu e identificar-se com o partido nazi ou ser negro e identificar-se com a ideologia neonazi? :maquinadaverdade:

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 2 horas, Dinis F. disse:

Qual o mal em ser gay e identificar se com Trump ou Ventura, ser gay também não é nenhum privilégio que te dá o poder de ser sensato e perfeito, podes ter defeitos como os outros.

Eu pessoalmente não me identifico de todo, por eles serem broncos, demasiado extremistas e defenderem coisas absurdas na minha ótica, mas claro que cada um é livre de se identificar e apoiar quem quiser, aliás já vi alguns gays que são apoiantes do Chega. Eu sou mais de esquerda mas também não me considero de extrema esquerda, aliás eu nem gosto de extremos. 

Quanto a separar o TQIA+ do LGB, acho sinceramente que isso é um bocadinho irrelevante, é apenas uma questão de terminologia. Todos tiveram e têm as suas lutas, uns mais que outros e atualmente os gays são mais "aceites" que por exemplo pessoas não-binárias, mas ainda há preconceito com ambos, que são minorias.

Link to comment
Share on other sites

Não é o topico adequado. Mas publico isto tendo em conta a situação por que estou a passar.

Li isto num livro (“Os Delirantes Anos 90” de James Brooke-Smith)  e bem, o texto fala por si. Muitos de vocês sabe o que isto é e o quanto custa. O amor entre pais e filhos pode ser forte e inabalável, mas o choque geracional de valores inevitavelmente causa discordia/tensão 

7375-CFAC-259-F-4-ECC-8-A95-5-F27-CAFC86

 

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

há 17 minutos, Rui Melo disse:

Não é o topico adequado. Mas publico isto tendo em conta a situação por que estou a passar.

Li isto num livro (“Os Delirantes Anos 90” de James Brooke-Smith)  e bem, o texto fala por si. Muitos de vocês sabe o que isto é e o quanto custa. O amor entre pais e filhos pode ser forte e inabalável, mas o choque geracional de valores inevitavelmente causa discordia/tensão 

7375-CFAC-259-F-4-ECC-8-A95-5-F27-CAFC86

 

Eu concordo... e falando da minha experiencia pessoal acho sim que muitos dos meus problemas e das inseguranças e sobretudo as minhas falhas se devem à forma como fui criado. Com uma familia racista e homofobica que nunca me defendeu quando eu precisava e até me humilharam imensas vezes.

O choque geracional é muito grande porque eu sempre ouvia 'no meu tempo nao era assim... faziamos assado, não podes fazer assim porque os outros não gostam'... eles proprios eram pessoas falhadas, so que às vezes parece que este ciclo de falhas é uma herança genética que se vai tornando cada vez mais pesada de geração em geração...

às vezes olho para trás e consigo vislumbrar exatamente os pontos onde tudo falhou... e eles os meus pais estão lá sempre.

Edited by AndreRob
  • Like 1
  • Sad 4
Link to comment
Share on other sites

há 3 horas, AndreRob disse:

Eu concordo... e falando da minha experiencia pessoal acho sim que muitos dos meus problemas e das inseguranças e sobretudo as minhas falhas se devem à forma como fui criado. Com uma familia racista e homofobica que nunca me defendeu quando eu precisava e até me humilharam imensas vezes.

O choque geracional é muito grande porque eu sempre ouvia 'no meu tempo nao era assim... faziamos assado, não podes fazer assim porque os outros não gostam'... eles proprios eram pessoas falhadas, so que às vezes parece que este ciclo de falhas é uma herança genética que se vai tornando cada vez mais pesada de geração em geração...

às vezes olho para trás e consigo vislumbrar exatamente os pontos onde tudo falhou... e eles os meus pais estão lá sempre.

Tu serás e és o que veio para mudar isso. :adoro:

  • Like 2
  • Love 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

há 16 horas, Dinis F. disse:

Tu serás e és o que veio para mudar isso. :adoro:

Acho que de geração para geração há evolução. Acho que os nossos pais são quase sempre mais evoluídos e mente aberta que os nossos avós, e nós evoluímos mais que os nossos pais e os "nossos" filhos serão mais evoluídos que nós. Felizmente, noto isso para quebrar preconceitos, ter mente aberta, mais empatia, e estilos de vida mais livres. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 22 minutos, Patiño disse:

Acho que de geração para geração há evolução. Acho que os nossos pais são quase sempre mais evoluídos e mente aberta que os nossos avós, e nós evoluímos mais que os nossos pais e os "nossos" filhos serão mais evoluídos que nós. Felizmente, noto isso para quebrar preconceitos, ter mente aberta, mais empatia, e estilos de vida mais livres. 

A juventude está a virar muito à direita, também à esquerda não é? Pois está tudo muito polarizado, e tudo virou um campo minado de esquerda vs direita.

Mas o meu ponto é que muitos jovens estão a ficar muito conservadores, mais até que a geração milenial, obvio que não são todos, e quero acreditar que nem a maioria, mas muitos jovens influenciados por youtubers da treta como Andrew Tate, e no caso português Numeiros e afins, estão a ficar muito machistas (agora parece que se chamam redpill), homofobicos e intolerantes.

Ainda à pouco o bosta do Numeiro, na entrevista com o Milhão disse que a mulher dele não poderia trabalhar e tinha que ficar em casa a cozinhar e a tomar conta dos filhos pois esse é o papel da mulher. Um puto mais novo que eu, e que ainda influencia adolescentes a pensar como ele.

  • Like 5
  • Shock 2
Link to comment
Share on other sites

há 43 minutos, Patiño disse:

Acho que de geração para geração há evolução. Acho que os nossos pais são quase sempre mais evoluídos e mente aberta que os nossos avós, e nós evoluímos mais que os nossos pais e os "nossos" filhos serão mais evoluídos que nós. Felizmente, noto isso para quebrar preconceitos, ter mente aberta, mais empatia, e estilos de vida mais livres. 

Evolui mas nem sempre a forma como evoluem é digamos assim positiva... esta nova geração dos 12 aos 20 anos está toda minada de fake news e pre conceitos criados pela net vulgo redes socais, não procuram se informar corretamente consomem apenas centenas de videos a maioria deles cheios de mentiras e manipulações.

Se a pessoa não coloca em causa do que vê e ouve acaba a acreditar naquilo que meia duzia diz... o tik tok é uma coisa absurda, cheia de regra a controlar tudo mas depois não conseguem controlar todo o discurso de ódio que por lá prolifera. E há muitos 'miudos' que por terem imensos seguidos acham que isso lhes dá poder, então dizem e fazem o que dá likes... tenho algum receio de imaginar esta geração inutil daqui a 20 anos... vão saber fazer o quê?

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

As últimas semanas tem sido horríveis com os meus pais. Eu sei que eles estão a fazer um esforço enorme para digerir tudo isto, mas a verdade é que eles não tem preparação para lidar com um filho gay. A minha mae por razões religiosas, o meu pai por preconceitos puros. 
 

Eu não vou conseguir ficar em casa dos meus pais muito mais tempo, mas onde eu quero chegar e ao seguinte. Se vocês ainda não contaram, e a previsão e que a reação não seja boa, não contem. Ha pais que talvez seja melhor morrerem sem nunca saberem a verdade. Para o bem deles, e para o nosso. Nem sempre a verdade e uma virtude, uma bondade. As vezes e preciso proteger a paz com base na mentira. 
Tenho pena dos meus pais na verdade. Eu sou o filho errado para eles, eles não mereciam passar por tudo isto. Se a mentalidade deles não vier a mudar, de que valeu a honestidade…

  • Like 1
  • Sad 14
Link to comment
Share on other sites

há 5 minutos, Rui Melo disse:

As últimas semanas tem sido horríveis com os meus pais. Eu sei que eles estão a fazer um esforço enorme para digerir tudo isto, mas a verdade é que eles não tem preparação para lidar com um filho gay. A minha mae por razões religiosas, o meu pai por preconceitos puros. 
 

Eu não vou conseguir ficar em casa dos meus pais muito mais tempo, mas onde eu quero chegar e ao seguinte. Se vocês ainda não contaram, e a previsão e que a reação não seja boa, não contem. Ha pais que talvez seja melhor morrerem sem nunca saberem a verdade. Para o bem deles, e para o nosso. Nem sempre a verdade e uma virtude, uma bondade. As vezes e preciso proteger a paz com base na mentira. 
Tenho pena dos meus pais na verdade. Eu sou o filho errado para eles, eles não mereciam passar por tudo isto. Se a mentalidade deles não vier a mudar, de que valeu a honestidade…

Lamento mesmo que passes por isso... às vezes nem sabemos a sorte que temos.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

há 14 minutos, Rui Melo disse:

As últimas semanas tem sido horríveis com os meus pais. Eu sei que eles estão a fazer um esforço enorme para digerir tudo isto, mas a verdade é que eles não tem preparação para lidar com um filho gay. A minha mae por razões religiosas, o meu pai por preconceitos puros. 
 

Eu não vou conseguir ficar em casa dos meus pais muito mais tempo, mas onde eu quero chegar e ao seguinte. Se vocês ainda não contaram, e a previsão e que a reação não seja boa, não contem. Ha pais que talvez seja melhor morrerem sem nunca saberem a verdade. Para o bem deles, e para o nosso. Nem sempre a verdade e uma virtude, uma bondade. As vezes e preciso proteger a paz com base na mentira. 
Tenho pena dos meus pais na verdade. Eu sou o filho errado para eles, eles não mereciam passar por tudo isto. Se a mentalidade deles não vier a mudar, de que valeu a honestidade…

Lamento muito que passes por isso, espero honestamente que tudo se resolva e que consigas ser feliz. De certeza que o mereces! 

Da minha parte, estarei sempre ao alcance de uma mensagem se assim precisares, muita força! :giveheart:

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

há 18 minutos, Rui Melo disse:

As últimas semanas tem sido horríveis com os meus pais. Eu sei que eles estão a fazer um esforço enorme para digerir tudo isto, mas a verdade é que eles não tem preparação para lidar com um filho gay. A minha mae por razões religiosas, o meu pai por preconceitos puros. 
 

Eu não vou conseguir ficar em casa dos meus pais muito mais tempo, mas onde eu quero chegar e ao seguinte. Se vocês ainda não contaram, e a previsão e que a reação não seja boa, não contem. Ha pais que talvez seja melhor morrerem sem nunca saberem a verdade. Para o bem deles, e para o nosso. Nem sempre a verdade e uma virtude, uma bondade. As vezes e preciso proteger a paz com base na mentira. 
Tenho pena dos meus pais na verdade. Eu sou o filho errado para eles, eles não mereciam passar por tudo isto. Se a mentalidade deles não vier a mudar, de que valeu a honestidade…

Lamento pelo que estás a passar ! É mesmo terrível passar por isto. 

Mas mentaliza-te de uma coisa, tu não  és de todo o filho errado, porque não estás a agir de forma errada, aliás eles é que estão a agir de forma errada ! Mas é complicado sei, é aquela sensação que até nas pessoas que é suposto confiar mais, não ter coragem para contar por medo da reação… isso acontece com muitos ! 
Mas não foi mau de todo teres contado, há muitas pessoas que não têm a coragem… 
As pessoas precisam de aprender, mesmo não gostando, a respeitar os gostos de cada pessoa… 
Tenho pena que os teus pais ainda pensam dessa forma… mas se precisares de desabafar, nós estaremos sempre aqui disponíveis para te ouvir !! :)

  • Like 2
  • Love 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

há 14 horas, Rui Melo disse:

As últimas semanas tem sido horríveis com os meus pais. Eu sei que eles estão a fazer um esforço enorme para digerir tudo isto, mas a verdade é que eles não tem preparação para lidar com um filho gay. A minha mae por razões religiosas, o meu pai por preconceitos puros. 
 

Eu não vou conseguir ficar em casa dos meus pais muito mais tempo, mas onde eu quero chegar e ao seguinte. Se vocês ainda não contaram, e a previsão e que a reação não seja boa, não contem. Ha pais que talvez seja melhor morrerem sem nunca saberem a verdade. Para o bem deles, e para o nosso. Nem sempre a verdade e uma virtude, uma bondade. As vezes e preciso proteger a paz com base na mentira. 
Tenho pena dos meus pais na verdade. Eu sou o filho errado para eles, eles não mereciam passar por tudo isto. Se a mentalidade deles não vier a mudar, de que valeu a honestidade…

Tu não tens culpa nenhuma! Foste honesto e fizeste aquilo que achaste ser o melhor, para ti e para eles. Provavelmente se não tivesses contado, viverias assombrado com as expectativas deles sob a tua vida... Se puder sugerir ver o copo meio cheio, neste momento eles sabem com o que contar e estás um pouco mais livre para viver a tua vida como tanto desejavas quando lhes contaste. É o início do processo, as coisas podem mudar...

Edited by guilhermefmcar
  • Like 2
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

há 11 horas, Rui Melo disse:

As últimas semanas tem sido horríveis com os meus pais. Eu sei que eles estão a fazer um esforço enorme para digerir tudo isto, mas a verdade é que eles não tem preparação para lidar com um filho gay. A minha mae por razões religiosas, o meu pai por preconceitos puros. 
 

Eu não vou conseguir ficar em casa dos meus pais muito mais tempo, mas onde eu quero chegar e ao seguinte. Se vocês ainda não contaram, e a previsão e que a reação não seja boa, não contem. Ha pais que talvez seja melhor morrerem sem nunca saberem a verdade. Para o bem deles, e para o nosso. Nem sempre a verdade e uma virtude, uma bondade. As vezes e preciso proteger a paz com base na mentira. 
Tenho pena dos meus pais na verdade. Eu sou o filho errado para eles, eles não mereciam passar por tudo isto. Se a mentalidade deles não vier a mudar, de que valeu a honestidade…

Não digas isso. :triste:

 

  • Sad 3
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...