Jump to content

R11: TV Guia, 4 a 10 de Janeiro de 1986


Recommended Posts

tSVU57o.png

(primeira parte)

Dias antes desta revista estar à venda, Portugal tinha - junto com Espanha - finalmente entrado na CEE, aumentando o número de membros de 10 para 12. 1986 foi também um ano de sérias desgraças como a queda do Challenger e o desastre de Chernobyl. No campo desportivo, depois de uma rejeição da FIFA em sedear o Mundial na Colômbia, foi para o México pela segunda vez, marcando a estreia do Canadá, da Dinamarca e do Iraque.

Depois de visitarmos a primeira TV Top de 1985, continuei com a teoria de que a televisão em 1985 ainda parecia cheirar fortemente a 1965. Uma programação feita do jeito que dá, demasiado austera e deslocada do luxo da concorrência. Comparativamente falando, se por esta altura a BBC 1 já tinha o seu separador e relógio feitos num programa topo de gama, a sua congénere portuguesa ainda usava templates da CASCOM para os separadores dos dois canais.

IMG20210104151439-1.jpg

Em 1986 a TV Guia já tinha a sua logo clássica, adoptada no ano anterior. Nos temas desta edição, Júlio Isidro apresenta um programa da Disney aos domingos e na capa, com mais prominência, Margarida Mercês de Melo (sim, com um L), vestido de laranja e com um decote.

Tal como a TV Top que mostrei anteriormente, vai ser uma crónica de duas partes, mas como em 1986, mesmo com Portugal na CEE, tínhamos uma televisão austera (lembrem-se que o ponto de viragem foi em 1990), vou já anticipar algumas partes relevantes.

IMG20210104151445-1.jpg

Infelizmente o azar caiu às mãos do telemóvel do @Vascof2001 que cometeu a pena de tentar fotografar na horizontal quando na verdade saiu na vertical, quem não tem este problema? À "esquerda": "Com a qualidade da sua MIELE e a eficácia de SUN, você sabe que a sua loiça tem os cuidados que merece... os cuidados que você pode ver e admirar." E é um anúncio que parece mais anos 90 (se calhar sou só eu, de tantas revistas da época que já mostrámos ao vasto auditório), fora o prato e a embalagem. "Porque SUN e a sua MIELE deixam a loiça limpa, cintilante... impecável! Por isso você pode afirmar, com segurança: "SUN e a minha MIELE dão-se bem... e recomendam-se!""

No índice: Júlio Isidro, Maria Osmond, Dinastia e Lucinda Lins.

As fotos estão todas fora de ordem, cabe-me a mim, hoje, não seguir as imagens por ordem, e não seguir as primeiras edições. O que pretendo com esta edição é deixar a programação para o fim e mostrar um surtido húngaro aleatório de páginas na primeira parte.

IMG20210104151453.jpg

IMG20210104151458.jpg

O percurso de Margarida Mercês de Melo. Tudo começou como uma locutora de continuidade, com vestidos que a comparam aos tempos áureos da rainha Sirikit da Tailândia (espero que isto não seja bloqueado por IPs tailandeses), e o que é que a fascina? Quer seguir uma carreira na informação.

IMG20210104151529.jpg

Maria Alberta Menéres: "deixem as crianças ser crianças!". Ao ler na diagonal parece mais uma espécie de crítica, só não sei de que índole, às produções infantis da RTP.

IMG20210104151652.jpg

Elton John - "insistência na qualidade". E ainda Lucinha Lins.

IMG20210104151642.jpg

Olha, futebol na TV Guia! E relativo a um jogo que raramente se via na televisão!

Aliás, na altura, com o surgimento das televisões clandestinas, algumas destas televisões tinham a livre e espontânea vontade de gravar e emitir jogos de futebol que dificilmente a RTP tinha meios de passar.

Como por um vídeo a funcionar? Nesta altura era a verdadeira eclosão de maquinetas destas. Os britânicos já tinham mais uns anos antes.

IMG20210104151645.jpg

Para as crianças, uma explicação dos Reis Magos, a etimologia do mês de Janeiro, como criar uma mobília de bonecas e um jogo para encontrar imagens relacionadas às palavras. Tão teutónico que até parecia estar mais deslocado do consumismo americano que veio com atraso às nossas aldeias.

IMG20210104151649.jpg

Espera aí, isto era a TV Guia ou a revista oficial do Vasco Granja? Novas BDs do Tintim e as obras de Karel Zeman. À direita uma BD, Ramiro, o Bastardo.

IMG20210104151629.jpg

A Singer (saudades) acaba de lançar o seu HiFi & Video Clube, é o aniversário do centro comercial Imaviz, um novo Pingo Doce em Linda-a-Velha e os vencedores do Concurso 3D da Radiola - teria algo a ver com a emissão experimental no fim de Novembro passado?

IMG20210104151912.jpg

Está prestes a começar a segunda série do Vivámúsica na RTP 1.

IMG20210104151748.jpg

MODA. E portuguesa.

Gente, não consigo continuar a crónica nestes moldes, a segunda parte (que incluirá a programação) irá conter todas as imagens que não mostrei na primeira parte. Vou dar ali um recadinho e já volto.

 

Link to comment
Share on other sites

(segunda parte)

Voltámos às Gente das Revistas, porque ao contrário das edições anteriores estamos completamente fora de ordem e seria uma trabalheira do satanás em reordenar tudo, contudo nesta nova abordagem vou ver as fotos que ainda não vi da pasta do início ao fim.

IMG20210104151557.jpg

Origens estava em reposição.

IMG20210104151554.jpg

Tal como da última vez, só davam um incrível número de cinco (leu bem, cinco) filmes na televisão dadas as limitações da altura. E ainda um anúncio à Lotaria Nacional sem usar a logo, com as estatísticas precisas!

IMG20210104151550.jpg

Telediálogo, relativo a perguntas dadas pelos leitores sobre questões pertinentes relacionadas a filmes, séries e telenovelas. Aproveitando o anúncio anterior, ainda vamos a tempo da Lotaria dos Reis!

IMG20210104151546.jpg

A principal novidade da RTP era a mini-série americana Ellis Island (A Caminho da Esperança), emitida pela CBS em Novembro de 1984 em três emissões e cortada para sete na venda para o estrangeiro. Na revista anterior falámos sobre um filme italiano que virou mini-série em três partes, mas esta obra não era para cinema.

IMG20210104151543.jpg

Diane Keaton mostra falhas na sua performance. E ainda teatro, hoje nem as revistas falam disso! Só as apoiantes da Teresa Paixão e da Antena 2.

IMG20210104151540.jpg

Como é que é ser uma personagem em Dinastia?

IMG20210104151536.jpg

Anúncio à colecção conjunta TV Guia/Alfa Cultural do curso de inglês (também emitido pela RTP 1) Follow Me.

Entrevista semi-biográfica a Barry Bostwick.

IMG20210104151533.jpg

Nós éramos mesmo muito cultos. A RTP é que nos presenteia com um bailado inédito a partir de Seteais. Hoje em dia a televisão portuguesa está imerso num verdadeiro clima de apatia.

IMG20210104151523.jpg

Já havia Disney "Chanel" na Europa nos anos 80? Te zuei. Era na venda de programas (de salientar que quando já havia o Disney Channel americano, que tinha poucos anos de emissão e aguentado por dificuldades que a empresa-mãe estava a resolver, havia um Disney Channel na FR3). Júlio Isidro "ameaça" preencher as tardes de domingo como Clube Amigos Disney, a estrear em meados de Fevereiro. O programa esteve no ar até 1989.

IMG20210104151520.jpg

Cinco páginas de Guia Social. Como estou ocupado em muitas outras coisas não tenho tempo para enunciar tudo, mas aqui temos a ideia que a saga do Rocky é "(aparentemente) infindável".

IMG20210104151512.jpg

E esta parte aqui para os portugueses.

IMG20210104151516.jpg

Já estamos em 1986 e no anúncio à Biblioteca RTP, da TV Guia Editora, ainda aparece o logo anterior da revista. E depois há quem se queixe da RTP ainda usar a logo de 2004 nalguns lugares... tsk tsk tsk

IMG20210104151804.jpg

Esta era a contracapa, um anúncio para ser revendedora Avon (desde o início da civilização humana, todas as pessoas deste cargo social são mulheres).

IMG20210104151756.jpg

Num lado, a Kathleen Turner. No outro, um anúncio brilhante à antecessora da RFM, a Renascença FM Stéreo. Sim, Stéreo. Sem o primeiro E e com acento. Pelo andar da carruagem deduzo que não era mais uma fase da RFM, já que oficialmente assume 1 de Janeiro de 1987 como data de nascença.

IMG20210104151744.jpg

O artigo musical cortado pelo whisky é uma continuação. Para quê visitar Paris se pode comprar os melhores perfumes ao ser revendedora Avon?

IMG20210104151739.jpg

Como hoje não tenho a vontade de por a revista na ordem certa, este era o artigo.

IMG20210104151727.jpg

Pelo que sei, Sérgio Wonder esteve no Canadá e na Alemanha.

IMG20210104151713.jpg

Ranking de singles e LPs do programa Top Disco (vulgo topdisco), onde podemos ver uma logo rara da RTP - sem aquela gambiarra oval e dentro de uma caixa rectangular, tipo a logo da RTP 1 desta altura.

IMG20210104151658.jpg

Continuação do texto sobre Lucinha Lins que mostrei na parte anterior.

IMG20210104151639.jpg

Cupões dos dois concursos: o 1, 2, 3 (que há de merecer a sua edição - provavelmente a número 123?) e do concurso infantil Arco Íris. O primeiro tinha uma foto de uma espécie de mascote alternativa que não era a Botilde e sim um duende gordo com um chapéu com um trevo de quatro folhas desenhado.

Na altura em que escrevi isto, já é o Dia da Austrália na própria Austrália, uma data que hoje traz à tona questões relacionadas com o furto de aborígenes. O programa aqui destacado falava sobre a experiência dos emigrantes em quase dois séculos que se seguiram à colonização.

IMG20210104151635.jpg

Jorge Amado recebe 250 mil dólares pela tradução de Tocaia Grande para inglês. Revista Marketing & Publicidade, na secção dos livros? Esthetic Center, luso-inglês o nome. Nem nos anos 80 muita gente sabia escrever "aesthetic" bem.

IMG20210104151632.jpg

Marco do Correio (continuação) e horóscopo.

IMG20210104151626.jpg

Há já algum tempo, quando o Regresso ao Futuro versou sobre 1984, falaram sobre o Jornalinho, que começou precisamente naquele ano. Pois aqui a revista trazia ao pormenor aquilo que saia na edição desta semana.

"Teddy Flop-Ears" é, afinal, a série polaca de animação em stop-motion Miś Uszatek. Isto coincide com uma memória de Ana Markl (já mencionada na Caderneta de Cromos) que dizia que se lembra, mais ou menos, da fonética do tema final da série (segundo Pedro Ribeiro, polaco é como "juntar consoantes sem critério"). Ainda davam Bell e Sebastião (adaptação de 1980), Oum, uma tal de "Madame Babaloff" que resulta em zero dados na internet (com muita pena minha, deduzo que era francesa) e Vasco Granja à sexta. Para quê falar do Era Uma Vez o Espaço? A do Corpo Humano (que infelizmente veio posterior a esta revista) era bem melhor. Para quê falar sobre ficção científica infantilizada? Até à data, a série ainda não foi reposta em Portugal, mesmo com a versão dobrada.

E para fechar com chave de ouro, a programação.

IMG20210104151601.jpg

Ao sábado a RTP 1 ainda começava depois das 11 da manhã. Por contraste a BBC 1 e a ITV já começavam tipo às 8 (quase me esquecia, já havia TV-am, portanto a ITV abria às 6) e nós, na gloriosa mundividência de que somos um povo de muitos atrasos, ainda estavamos com uma certa décalage em desenvolvimento televisivo.

Um dos destaques para a RTP 1 era um documentário sobre o Louvre, tempos cults, e isto coincide com um top de Dezembro deste ano que fazia o resumo dos melhores do ano e que já foi falada na Caderneta de Cromos.

"Hoje eu digo a palavra "museu" a um jovem e ele sai disparado a correr. Ainda se manda para a estrada sem ver se vê carros a passar, nem nada."

A RTP 2 ainda tinha uma grelha reduzida aos fins-de-semana, tinha que esperar por Outubro para aumentar o número de horas.

IMG20210104151604.jpg

Aos domingos abria mais cedo, infelizmente para dar a triste combinação do 70x7 com a Eucaristia Dominical. Entre o Top Disco e o Telejornal dava o programa da PSP com João Lagarto. O Novos Horizontes, que outrora dava na RTP 1, já abria a emissão da RTP 2 aos domingos, esta semana falava sobre um dos antecessores da ACAPO.

IMG20210104151608.jpg

Segunda quer dizer que voltamos à grelha reduzida "de sempre". Ainda em 1985 o primeiro período, de cerca de hora e meia, tinha regressado. Onde agora há um Preço Certo para pessoas da classe mais baixa, havia um documentário sobre a Revolução Liberal. O Grande Livro de Petete? O que era isto? Deixo que o vídeo fale por si:

IMG20210104151612.jpg

Continuando com o facto de Portugal ser um povo culto, a RTP 1 oferecia algo que hoje encontraríamos com facilidade na RTP 3, um documentário sobre os progressos da China sob o Partido Comunista. Temos ainda um debate para as Presidenciais.

IMG20210104151616.jpg

Um filme às 21:30, hoje estariam a gozar com as nossas caras.

IMG20210104151620.jpg

Mais um debate para as presidenciais e ainda o Crime, Disse Ela a seguir.

IMG20210104151623.jpg

Sexta era dia de Duarte e Companhia, uma série com temporadas desproporcionais, e a "fechar" a emissão da RTP 1 (ainda havia o sumário) tinhamos a última parte da série documental da Granada, Television (reposta pela RTP Memória em 2007) sobre qual seria o peso do cabo e do satélite no então futuro vindouro.

E foi a crónica possível, peço desculpa pela falta de esforço para esta edição, prometo que da próxima vez voltarei a fazer uma edição mais coerente. Estou ocupado!

Não se esqueçam de apagar os vossos televisores. Dobranoc.

tvp_9a.jpg

Link to comment
Share on other sites

É engraçado que a TV Guia durante todos os anos 80 e início dos anos 90 tinha o resumo da novela principal na página de programação do próprio dia (e não numa página separada como fazia para Origens por exemplo). 

Falando em Origens, a RTP estava a transmitir uma novela que tinha sido exibida originalmente cerca de 2 anos antes. A crise devia ser grande, pois poderia ter comprado um título à Globo.

Link to comment
Share on other sites

há 5 horas, thass_hot disse:

Falando em Origens, a RTP estava a transmitir uma novela que tinha sido exibida originalmente cerca de 2 anos antes. A crise devia ser grande, pois poderia ter comprado um título à Globo.

3 meses depois é que a RTP programava uma novela da Globo no horário da tarde da RTP 1 com "Vereda tropical":

https://brincabrincando.com/vereda-tropical/

Link to comment
Share on other sites

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...