k3o4

Política

4658 posts neste tópico

On 15/03/2017 at 20:32, Ruben Fonseca disse:

VVD (centro-direita), do atual primeiro-ministro Rutte, vence as eleições na Holanda naquele que foi o 1º teste à União Europeia este ano. :D PVV (extrema-direita) ganha 4 lugares, é provável 2º lugar mas fica abaixo do resultado obtido em 2010, quando conseguiu 24 lugares no parlamento holandês.

De relembrar que o PVV era apontado como o grande favorito para ganhar as eleições há cerca de um mês atrás e nas últimas sondagens ficava relativamente atrás do VVD (menos de 5 lugares no Parlamento). Para já, o PVV tem menos 12 lugares no Parlamento que o VVD. Também a destacar o quase desaparecimento do PDVA (semelhantes ao PS), perdeu quase 30 lugares.

A sorte de Rutte foi o atentado na França acontecer depois das eleições senão o Geert Wilders teria de certeza um resultado melhor. Por muito que nos custe aceitar a extrema direita é a única que apresenta soluções para combater o terrorismo. 

On 16/03/2017 at 10:33, JoanaSantos disse:

Espero que o resultado das eleições holandesas se repita em França - Derrota de Marine le pen

Tendo em conta que houve um atentado recentemente vai ser mais difícil derrotá-la. Eu espero que ganhe o Fillon mas se ele não conseguir então que ganhe a Marine. Não podemos continuar a ignorar o problema. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 10 minutos, Manuel Silva disse:

A sorte de Rutte foi o atentado na França acontecer depois das eleições senão o Geert Wilders teria de certeza um resultado melhor. Por muito que nos custe aceitar a extrema direita é a única que apresenta soluções para combater o terrorismo. 

Tendo em conta que houve um atentado recentemente vai ser mais difícil derrotá-la. Eu espero que ganhe o Fillon mas se ele não conseguir então que ganhe a Marine. Não podemos continuar a ignorar o problema. 

 foram 3 - FMI (carta armadilhada - as autoridades desconfiam dos anarquistas gregos), escola (estudante influenciado pelos massacres nos EUA e com "ligações" à FN - isto segundo algumas notícias e o do aeroporto - suspeito referenciado pelas autoridades).

sobre o atentado na escola - 

Editado por JoanaSantos

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 23 minutos, Manuel Silva disse:

A sorte de Rutte foi o atentado na França acontecer depois das eleições senão o Geert Wilders teria de certeza um resultado melhor. Por muito que nos custe aceitar a extrema direita é a única que apresenta soluções para combater o terrorismo. 

Tendo em conta que houve um atentado recentemente vai ser mais difícil derrotá-la. Eu espero que ganhe o Fillon mas se ele não conseguir então que ganhe a Marine. Não podemos continuar a ignorar o problema. 

 

Atentado? :haha: Não morreu ninguém à exceção do atacante, o aeroporto reabriu no dia seguinte, mal se falou na notícia. De facto, era mesmo esse "atentado" que ia mudar as eleições na Holanda. Não sei se te apercebeste mas a diferença entre o Rutte e o Wilders não foi de um ou dois lugares no parlamento. Foi de 13, o que na Holanda é uma diferença bastante considerável. O PVV nem sequer teve o seu melhor resultado de sempre. Pode-se até dizer que o Erdogan e a polémica entre a Holanda e a Turquia ajudou bastante o Rutte, mas não deixa de ser evidente que o PVV de Wilders esteve muito aquém das expectativas.

A extrema direita é tão perigosa como a extrema esquerda. Felizmente, parece que a eleição de Trump nos EUA serviu para alguma coisa. Desde que Trump está na Casa Branca que todos aqueles que o apoiam têm vindo a perder o apoio que tinham. Na Áustria, o Höfer perdeu nas eleições presidenciais; na Holanda, o Rutte teve uma clara vitória e o PVV não vai sequer entrar no governo; no Reino Unido, o UKIP tem vindo a perder continuamente terreno nas sondagens; na França, Macron está empatado com Le Pen nalgumas sondagens à 1ª volta e na 2ª ganharia com cerca de 60% dos votos; na Alemanha, o AfD lá dá um tiro no pé de vez em quando e há muito que têm de baixar as expectativas para as próximas eleições.

Depois de um 2016 louco, sabe bem ver que em 2017 as pessoas lá repararam que o populismo é perigoso e que a extrema-direita não apresenta soluções milagrosas para nada. Em caso de dúvidas, podem sempre olhar para a presidência de Trump, aquela pessoa que dizia que ia "trabalhar para o povo americano" mas que passa todos os fins-de-semana em Mar-a-Lago, na Flórida, a jogar golf.

srcbica, JoanaSantos, Ambrósio e 1 outro gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 8 horas, Ruben Fonseca disse:

Atentado? :haha: Não morreu ninguém à exceção do atacante, o aeroporto reabriu no dia seguinte, mal se falou na notícia. De facto, era mesmo esse "atentado" que ia mudar as eleições na Holanda. Não sei se te apercebeste mas a diferença entre o Rutte e o Wilders não foi de um ou dois lugares no parlamento. Foi de 13, o que na Holanda é uma diferença bastante considerável. O PVV nem sequer teve o seu melhor resultado de sempre. Pode-se até dizer que o Erdogan e a polémica entre a Holanda e a Turquia ajudou bastante o Rutte, mas não deixa de ser evidente que o PVV de Wilders esteve muito aquém das expectativas.

A extrema direita é tão perigosa como a extrema esquerda. Felizmente, parece que a eleição de Trump nos EUA serviu para alguma coisa. Desde que Trump está na Casa Branca que todos aqueles que o apoiam têm vindo a perder o apoio que tinham. Na Áustria, o Höfer perdeu nas eleições presidenciais; na Holanda, o Rutte teve uma clara vitória e o PVV não vai sequer entrar no governo; no Reino Unido, o UKIP tem vindo a perder continuamente terreno nas sondagens; na França, Macron está empatado com Le Pen nalgumas sondagens à 1ª volta e na 2ª ganharia com cerca de 60% dos votos; na Alemanha, o AfD lá dá um tiro no pé de vez em quando e há muito que têm de baixar as expectativas para as próximas eleições.

Depois de um 2016 louco, sabe bem ver que em 2017 as pessoas lá repararam que o populismo é perigoso e que a extrema-direita não apresenta soluções milagrosas para nada. Em caso de dúvidas, podem sempre olhar para a presidência de Trump, aquela pessoa que dizia que ia "trabalhar para o povo americano" mas que passa todos os fins-de-semana em Mar-a-Lago, na Flórida, a jogar golf.

Não morreu nenhum inocente por sorte. Se tivesse acontecido antes e tivesse havido mortos o Geert Wilders iria ganhar mais votos de certeza. Os outros partidos tem uma politica demasiado aberta e tolerante com os islâmicos. Achas normal os turcos terem um partido próprio e terem eleito deputados para o parlamento da Holanda? 

O Trump coitado não pode governar porque não o deixam. Ele bem quer banir os árabes de entrarem nos EUA mas o poder judicial não o deixa. Discordo contigo quando dizes que a extrema-direita não apresenta soluções milagrosas. As ideias de proibir o corão, as mesquitas e a expulsão de criminosos imigrantes são excelentes. A direita dita normal e a esquerda podiam apoiar o mesmo, para as as pessoas não precisarem de votar na extrema direita.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 45 minutos, Manuel Silva disse:

Não morreu nenhum inocente por sorte. Se tivesse acontecido antes e tivesse havido mortos o Geert Wilders iria ganhar mais votos de certeza. Os outros partidos tem uma politica demasiado aberta e tolerante com os islâmicos. Achas normal os turcos terem um partido próprio e terem eleito deputados para o parlamento da Holanda? 

Sorte? Os agentes da secreta e restantes forças colocam a vida em risco e foi sorte? Se o SIS, CNI e afins dependessem da sorte para impedir um atentando, aí, sim, haveria os suficientes para a extrema-direita já estar a governar toda a Europa e, com uma Desunião Europeia, a senhora dona Rússia e terroristas islâmicos só tinham de chegar a acordo quanto à distribuição dos territórios europeus para o Grande Califado e União Soviética Parte 2: O Império Contra-Ataca (não é preciso colocar EUA ao barulho para saber o que isto significa exatamente, creio). Não é à toa que há nos dias de hoje quem defenda a criação de um Exército Europeu.

Não morreu nenhum inocente, porque mataram o terrorista, algo que, de facto, não é muito comum, porque normalmente para prosseguir uma investigação é preciso que a ponta do novelo esteja em bom estado, mas, pelo menos segundo o que veio a público, não havia muito mais a saber através dessa ponta e, mesmo que se soubesse, em primeiro lugar está o bem estar civil, portanto também poderia ter ocorrido uma situação em que o atirador (ou o seu superior) achasse que ou era ele ou era ele e mais uns tantos "infiéis".

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 16 horas, Manuel Silva disse:

Não morreu nenhum inocente por sorte. Se tivesse acontecido antes e tivesse havido mortos o Geert Wilders iria ganhar mais votos de certeza. Os outros partidos tem uma politica demasiado aberta e tolerante com os islâmicos. Achas normal os turcos terem um partido próprio e terem eleito deputados para o parlamento da Holanda? 

O Trump coitado não pode governar porque não o deixam. Ele bem quer banir os árabes de entrarem nos EUA mas o poder judicial não o deixa. Discordo contigo quando dizes que a extrema-direita não apresenta soluções milagrosas. As ideias de proibir o corão, as mesquitas e a expulsão de criminosos imigrantes são excelentes. A direita dita normal e a esquerda podiam apoiar o mesmo, para as as pessoas não precisarem de votar na extrema direita.

 

Os turcos não têm um partido próprio. O partido que te referes foi criado por dois deputados de origem turca que pertenciam ao PdvA e que saíram do partido, criando aquele. Não é nenhum partido dos turcos, nem nada que se pareça, é apenas mais um partido no meio de outros tantos na Holanda.

O Trump não pode governar porque é um incompetente, ponto. Tem uma taxa de popularidade de 37%, o orçamento que ele apresentou é para lá de desastroso (basicamente corta em tudo exceto na defesa, o que não deixa de ser irónico visto que ele queria que os EUA deixassem de ser a "polícia do mundo"), o plano de saúde dos Republicanos é um autêntico desastre que deixa mais de 20 milhões de pessoas sem seguro de saúde e no entanto ele lá continua a insistir nas fake news e a jogar golf. De facto, ninguém o deixa governar. Coitadinho do Trump... :rolleyes: 

São excelentes para quem? Para o ISIS? Eu juro que acho piada quando alguém me diz isso. Cada vez que alguém vem com essas ideias estão a dar toneladas de propaganda para futuros grupos extremistas que nos vêem como o inimigo. Não sei se sabes mas o ISIS é composto também por muitos sunitas que pertenciam ao regime de Saddam Hussein e que após a invasão dos EUA ficaram sem nada. Não há melhor forma de propaganda que esta. Juntas isso a "vamos banir uma religião só porque sim" e tens aí a combinação perfeita para atraires pessoas para as jihads.

Sempre fui defensor de imigração controlada (aquela que a direita normal defende) e acho que o multiculturalismo é aceitável até determinado ponto, agora basicamente banir uma religião e pessoas de a praticarem só porque sim é puramente racismo. Pessoas como tu são aquelas que, na década de 30, votariam no Hitler sem pensar duas vezes. Arranja-se um bode expiatório e fazem acreditar que a única solução é removê-lo totalmente porque aparentemente não há alternativa. Acho que não preciso de dizer o que se passou a seguir e como os alemães reagiram quando souberam o que realmente se fazia com eles. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 21 horas, srcbica disse:

Sorte? Os agentes da secreta e restantes forças colocam a vida em risco e foi sorte? Se o SIS, CNI e afins dependessem da sorte para impedir um atentando, aí, sim, haveria os suficientes para a extrema-direita já estar a governar toda a Europa e, com uma Desunião Europeia, a senhora dona Rússia e terroristas islâmicos só tinham de chegar a acordo quanto à distribuição dos territórios europeus para o Grande Califado e União Soviética Parte 2: O Império Contra-Ataca (não é preciso colocar EUA ao barulho para saber o que isto significa exatamente, creio). Não é à toa que há nos dias de hoje quem defenda a criação de um Exército Europeu.

Não morreu nenhum inocente, porque mataram o terrorista, algo que, de facto, não é muito comum, porque normalmente para prosseguir uma investigação é preciso que a ponta do novelo esteja em bom estado, mas, pelo menos segundo o que veio a público, não havia muito mais a saber através dessa ponta e, mesmo que se soubesse, em primeiro lugar está o bem estar civil, portanto também poderia ter ocorrido uma situação em que o atirador (ou o seu superior) achasse que ou era ele ou era ele e mais uns tantos "infiéis".

O que eu quis dizer é que foi sorte não ter morrido nenhum inocente. Eu também tenho a noção que a extrema-direita não presta mas tendo em conta que os partidos normais não fazem nada para acabar com o terrorismo acho normal que as pessoas votem neles. 

há 6 horas, Ruben Fonseca disse:

Os turcos não têm um partido próprio. O partido que te referes foi criado por dois deputados de origem turca que pertenciam ao PdvA e que saíram do partido, criando aquele. Não é nenhum partido dos turcos, nem nada que se pareça, é apenas mais um partido no meio de outros tantos na Holanda.

O Trump não pode governar porque é um incompetente, ponto. Tem uma taxa de popularidade de 37%, o orçamento que ele apresentou é para lá de desastroso (basicamente corta em tudo exceto na defesa, o que não deixa de ser irónico visto que ele queria que os EUA deixassem de ser a "polícia do mundo"), o plano de saúde dos Republicanos é um autêntico desastre que deixa mais de 20 milhões de pessoas sem seguro de saúde e no entanto ele lá continua a insistir nas fake news e a jogar golf. De facto, ninguém o deixa governar. Coitadinho do Trump... :rolleyes: 

São excelentes para quem? Para o ISIS? Eu juro que acho piada quando alguém me diz isso. Cada vez que alguém vem com essas ideias estão a dar toneladas de propaganda para futuros grupos extremistas que nos vêem como o inimigo. Não sei se sabes mas o ISIS é composto também por muitos sunitas que pertenciam ao regime de Saddam Hussein e que após a invasão dos EUA ficaram sem nada. Não há melhor forma de propaganda que esta. Juntas isso a "vamos banir uma religião só porque sim" e tens aí a combinação perfeita para atraires pessoas para as jihads.

Sempre fui defensor de imigração controlada (aquela que a direita normal defende) e acho que o multiculturalismo é aceitável até determinado ponto, agora basicamente banir uma religião e pessoas de a praticarem só porque sim é puramente racismo. Pessoas como tu são aquelas que, na década de 30, votariam no Hitler sem pensar duas vezes. Arranja-se um bode expiatório e fazem acreditar que a única solução é removê-lo totalmente porque aparentemente não há alternativa. Acho que não preciso de dizer o que se passou a seguir e como os alemães reagiram quando souberam o que realmente se fazia com eles. 

http://www.trt.net.tr/portuguese/europa/2017/03/16/partido-politico-turco-cresce-rapidamente-na-holanda-e-assegura-tres-assentos-no-parlamento-692925 aqui fala explicitamente em partido turco. Não sei como tu continuas a "ignorar o óbvio":haha: 

Que eu saiba pessoas incompetentes não são milionárias. É normal que pessoas competentes tenham uma falha ou outra afinal ninguém é perfeito. Não é preciso dizeres que o Trump já faliu algumas vezes porque isso eu já sei, mas se ele fosse realmente incompetente não se levantaria acho eu. 

Só és contra a expulsão de criminosos imigrantes até seres roubado por um. Se na Arábia Saudita não pode haver cristãos nem construir igrejas porque é que nós temos de permitir esse cancro por cá? Não podemos retribuir só porque somos europeus e brancos? Os árabes também não são racistas ao proibirem a religião cristã? Se os muçulmanos não praticassem a sua religião por cá não tinham ideias terroristas nem andavam a matar pessoas ao contrário do que tu pensas. 

Para não ofender ninguém o melhor era colocar no mercado umas edições alteradas do Corão e banir as referencias à guerra santa e à morte de infiéis e tínhamos o problema resolvido. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 33 minutos, Manuel Silva disse:

O que eu quis dizer é que foi sorte não ter morrido nenhum inocente. Eu também tenho a noção que a extrema-direita não presta mas tendo em conta que os partidos normais não fazem nada para acabar com o terrorismo acho normal que as pessoas votem neles. 

http://www.trt.net.tr/portuguese/europa/2017/03/16/partido-politico-turco-cresce-rapidamente-na-holanda-e-assegura-tres-assentos-no-parlamento-692925 aqui fala explicitamente em partido turco. Não sei como tu continuas a "ignorar o óbvio":haha: 

Que eu saiba pessoas incompetentes não são milionárias. É normal que pessoas competentes tenham uma falha ou outra afinal ninguém é perfeito. Não é preciso dizeres que o Trump já faliu algumas vezes porque isso eu já sei, mas se ele fosse realmente incompetente não se levantaria acho eu. 

Só és contra a expulsão de criminosos imigrantes até seres roubado por um. Se na Arábia Saudita não pode haver cristãos nem construir igrejas porque é que nós temos de permitir esse cancro por cá? Não podemos retribuir só porque somos europeus e brancos? Os árabes também não são racistas ao proibirem a religião cristã? Se os muçulmanos não praticassem a sua religião por cá não tinham ideias terroristas nem andavam a matar pessoas ao contrário do que tu pensas. 

Para não ofender ninguém o melhor era colocar no mercado umas edições alteradas do Corão e banir as referencias à guerra santa e à morte de infiéis e tínhamos o problema resolvido. 

 
 
 

O partido político foi fundado por pessoas de origem turca que querem contribuir para a democracia do país. O programa deles não fala em supremacia turca e, tal como referi, é um partido no meio de tantos outros, logo não sei onde está o drama, o horror e a tragédia.

Pessoas incompetentes também não têm perdas de quase mil milhões de dólares num ano. Trump herdou a fortuna que tinha do pai, tão simples quanto isso. Se fosse assim tão rico como diz que é também não teria problemas em mostrar quanto paga de impostos, algo que todos os presidentes têm feito nas últimas décadas.

Não sou contra a expulsão de criminosos imigrantes, referia-me à proibição do Corão e das mesquitas. E a expulsão de criminosos imigrantes só mesmo em casos de terrorismo doméstico. Se um roubo der lugar a expulsão do país, coitadinhos de alguns dos nossos milhões de emigrantes, há muito que já estavam de malas feitas para voltarem para Portugal.

Mas estás-te a comparar a Arábia Saudita? Estás mesmo a comparar uma democracia ocidental com a Arábia Saudita? É por essa ordem de ideias também posso fazer as seguintes perguntas: Se lá as mulheres só podem conduzir em situações extremas, porque é que as nossas podem passar tanto tempo fora da cozinha? Se lá não há separação de poderes entre a igreja/estado (tanto que a lei é a Lei Sharia), porque é que aqui há? Não podemos retribuir nesses casos também?

Existe uma diferença entre preservar a cultura de um país e ser-se hipócrita. Que países como Arábia Saudita sejam hipócritas, isso só não vê quem não quer, mas isso não te dá justificação para sermos tão hipócritas quanto eles. Proibir uma religião é discriminação, ponto. Aliás, o facto de perseguires uma religião não te garante em nada que ela deixe de ser praticada. Os cristãos foram mortos e chacinados n vezes pelos Romanos e não impediu, em nenhum momento, que a religião cristã se espalhasse. Até eu que não sou cristão praticante sei que a religião de uma pessoa não deixa de existir só porque uma entidade governamental me proibiu de a exercer em público. Tens tantos exemplos ao longo da história, de caráter religioso e não religioso, de proibições que não resultaram em nada a não ser a prática desses novos "crimes" em espaços privados que só uma pessoa que não tem a mínima noção da realidade é que pensa que por se banir algo, ainda para mais uma religião, fica tudo resolvido.

E tirares a referências de mortes de infiéis, etc, da Bíblia, já não?

Forbidden e JoanaSantos gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 12 horas, Ruben Fonseca disse:

O partido político foi fundado por pessoas de origem turca que querem contribuir para a democracia do país. O programa deles não fala em supremacia turca e, tal como referi, é um partido no meio de tantos outros, logo não sei onde está o drama, o horror e a tragédia.

Pessoas incompetentes também não têm perdas de quase mil milhões de dólares num ano. Trump herdou a fortuna que tinha do pai, tão simples quanto isso. Se fosse assim tão rico como diz que é também não teria problemas em mostrar quanto paga de impostos, algo que todos os presidentes têm feito nas últimas décadas.

Não sou contra a expulsão de criminosos imigrantes, referia-me à proibição do Corão e das mesquitas. E a expulsão de criminosos imigrantes só mesmo em casos de terrorismo doméstico. Se um roubo der lugar a expulsão do país, coitadinhos de alguns dos nossos milhões de emigrantes, há muito que já estavam de malas feitas para voltarem para Portugal.

Mas estás-te a comparar a Arábia Saudita? Estás mesmo a comparar uma democracia ocidental com a Arábia Saudita? É por essa ordem de ideias também posso fazer as seguintes perguntas: Se lá as mulheres só podem conduzir em situações extremas, porque é que as nossas podem passar tanto tempo fora da cozinha? Se lá não há separação de poderes entre a igreja/estado (tanto que a lei é a Lei Sharia), porque é que aqui há? Não podemos retribuir nesses casos também?

Existe uma diferença entre preservar a cultura de um país e ser-se hipócrita. Que países como Arábia Saudita sejam hipócritas, isso só não vê quem não quer, mas isso não te dá justificação para sermos tão hipócritas quanto eles. Proibir uma religião é discriminação, ponto. Aliás, o facto de perseguires uma religião não te garante em nada que ela deixe de ser praticada. Os cristãos foram mortos e chacinados n vezes pelos Romanos e não impediu, em nenhum momento, que a religião cristã se espalhasse. Até eu que não sou cristão praticante sei que a religião de uma pessoa não deixa de existir só porque uma entidade governamental me proibiu de a exercer em público. Tens tantos exemplos ao longo da história, de caráter religioso e não religioso, de proibições que não resultaram em nada a não ser a prática desses novos "crimes" em espaços privados que só uma pessoa que não tem a mínima noção da realidade é que pensa que por se banir algo, ainda para mais uma religião, fica tudo resolvido.

E tirares a referências de mortes de infiéis, etc, da Bíblia, já não?

E tu achas mesmo que o partido turco da Holanda ia falar em supremacia turca? Já ouviste falar na expressão lobo em pele de cordeiro? 

É normal que no mundo dos negócios de vem em quando hajam perdas. As pessoas por mais competentes que sejam não são perfeitas. Neste ano o homem deve perder mais dinheiro por causa do boicote que algumas pessoas fazem às empresas dele e da filha. Em relação à declaração de rendimentos do Trump ouvi na televisão que ele mostrou a declaração de rendimentos há uns dias.

Falas que em só em caso de terrorismo doméstico se devem expulsar as pessoas mas isso não vale a pena pois nesses casos ou o terrorista se explodiu ou foi morto pela policia. Quem vai viver para outro país devia ter a obrigação de não incomodar os nativos e de se comportar de forma civilizada. Se roubar alguém acho justo que seja expulso. 

Não é por eles tratarem as mulheres abaixo de cão que nós europeus temos de fazer o mesmo. Nós somos civilizados. Mas tu achas justo eles construírem mesquitas aqui e não se poderem construir igrejas na Arábia? Proibir uma religião não é discriminação se esta representar um perigo publico. Tu não vês os cristãos a explodirem-se feito maluquinhos e a quererem impor a sua religião na Europa. 

As referências de mortes de infiéis da Bíblia como tu dizes fazem parte do antigo testamento e nós como cristãos guiamos-nos pelo novo testamento. Onde é que tu ouviste os padres falarem em matar por exemplo mulheres adulteras ou gays ou incitar à morte dos infiéis? 

 

Editado por Manuel Silva

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 38 minutos, Manuel Silva disse:

E tu achas mesmo que o partido turco da Holanda ia falar em supremacia turca? Já ouviste falar na expressão lobo em pele de cordeiro? 

É normal que no mundo dos negócios de vem em quando hajam perdas. As pessoas por mais competentes que sejam não são perfeitas. Neste ano o homem deve perder mais dinheiro por causa do boicote que algumas pessoas fazem às empresas dele e da filha. Em relação à declaração de rendimentos do Trump ouvi na televisão que ele mostrou a declaração de rendimentos há uns dias.

Falas que em só em caso de terrorismo doméstico se devem expulsar as pessoas mas isso não vale a pena pois nesses casos ou o terrorista se explodiu ou foi morto pela policia. Quem vai viver para outro país devia ter a obrigação de não incomodar os nativos e de se comportar de forma civilizada. Se roubar alguém acho justo que seja expulso. 

Não é por eles tratarem as mulheres abaixo de cão que nós europeus temos de fazer o mesmo. Nós somos civilizados. Mas tu achas justo eles construírem mesquitas aqui e não se poderem construir igrejas na Arábia? Proibir uma religião não é discriminação se esta representar um perigo publico. Tu não vês os cristãos a explodirem-se feito maluquinhos e a quererem impor a sua religião na Europa. 

As referências de mortes de infiéis da Bíblia como tu dizes fazem parte do antigo testamento e nós como cristãos guiamos-nos pelo novo testamento. Onde é que tu ouviste os padres falarem em matar por exemplo mulheres adulteras ou gays ou incitar à morte dos infiéis? 

 

Vê o caso de Castanheira de Pera e o que fizeram ao maestro do coro.

http://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-03-08-Padre-expulsa-maestro-homossexual-do-coro

Ou para não falar do Brasil, onde os cristãos evangélicos perseguem a comunidade lgbt.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 6 minutos, JoanaSantos disse:

Vê o caso de Castanheira de Pera e o que fizeram ao maestro do coro.

http://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-03-08-Padre-expulsa-maestro-homossexual-do-coro

Ou para não falar do Brasil, onde os cristãos evangélicos perseguem a comunidade lgbt.

Que eu saiba não mataram o rapaz nem ouviste o padre a apelar à morte por ele ser gay. Segundo o que li na net houve um desentendimento entre o padre e o rapaz relativamente a dinheiros, culminando na expulsão do rapaz e este aproveitou o facto de ser gay para se vitimizar. 

É um insulto chamares cristãos a essas pessoas. Deviam ser chamadas de dizimistas porque é a única coisa que esses pastores de meia tigela sabem falar. É triste ver o que o Brasil se está a tornar por causa dessas pessoas Ainda outro dia li um caso de um pastor que pediu fundos para comprar um helicóptero para "espalhar a palavra de Deus".  

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 28 minutos, Manuel Silva disse:

E tu achas mesmo que o partido turco da Holanda ia falar em supremacia turca? Já ouviste falar na expressão lobo em pele de cordeiro? 

É normal que no mundo dos negócios de vem em quando hajam perdas. As pessoas por mais competentes que sejam não são perfeitas. Neste ano o homem deve perder mais dinheiro por causa do boicote que algumas pessoas fazem às empresas dele e da filha. Em relação à declaração de rendimentos do Trump ouvi na televisão que ele mostrou a declaração de rendimentos há uns dias.

Falas que em só em caso de terrorismo doméstico se devem expulsar as pessoas mas isso não vale a pena pois nesses casos ou o terrorista se explodiu ou foi morto pela policia. Quem vai viver para outro país devia ter a obrigação de não incomodar os nativos e de se comportar de forma civilizada. Se roubar alguém acho justo que seja expulso. 

Não é por eles tratarem as mulheres abaixo de cão que nós europeus temos de fazer o mesmo. Nós somos civilizados. Mas tu achas justo eles construírem mesquitas aqui e não se poderem construir igrejas na Arábia? Proibir uma religião não é discriminação se esta representar um perigo publico. Tu não vês os cristãos a explodirem-se feito maluquinhos e a quererem impor a sua religião na Europa. 

As referências de mortes de infiéis da Bíblia como tu dizes fazem parte do antigo testamento e nós como cristãos guiamos-nos pelo novo testamento. Onde é que tu ouviste os padres falarem em matar por exemplo mulheres adulteras ou gays ou incitar à morte dos infiéis? 

 

 

 

 

 

https://www.publico.pt/2017/03/21/economia/noticia/dijsselbloem-acusa-paises-do-sul-de-gastarem-dinheiro-em-copos-e-mulheres-1765989 o que é que acham disto? Acham que o homem devia ser demitido?

Mais uma vez, um caminho para a supremacia, seja lá do que for, requer uma maioria esmagadora. A percentagem de muçulmanos na Holanda não ronda sequer os 10% e antes que me venhas com a teoria de que toda a gente de origem muçulmana tem 5/6 filhos em 3 anos, para teres essa maioria esmagadora (75% pelo menos) demoraria pelo menos mais de meio século.

É normal que no mundo dos negócios existam perdas de mil milhões de dólares num único ano? Ainda bem que não investes na bolsa, se continuasses a investir em pessoas assim bem que ficavas sem nada. E o "boicote" não se trata nada mais que capitalismo. Se as marcas não vendem, empresas privadas têm todo o direito de retirar essas marcas dos seus estabelecimentos. O estado não tem direito nenhum de intervir naquilo que não lhe pertence. E ele não mostrou rendimentos nenhuns, a MSNBC é que divulgou os rendimentos de 2004 (salvo erro), algo que a Casa Branca (vulgo, Trump) não gostou. Se ele não tivesse nada a esconder não teria de inventar um monte de desculpas sem sentido para não mostrar aquilo que paga de impostos.

Tens uma das pessoas que esteve envolvida nos atentados de Paris e da Bélgica, e cujo nome não me lembro agora, como exemplo de que há pessoas que não acabam mortas pela polícia, nem se explodem. Quem vai para um país estrangeiro só incomoda quem tem de incomodar. Com esse tipo de argumentos só revelas que provavelmente nunca saíste do país. E, repito, se roubar dá logo direito a expulsão, terias muitos emigrantes portugueses de volta a casa há já muitos anos. Aposto que com eles já seria o drama, o horror e a tragédia.

Dizes que não é por eles tratarem as mulheres abaixo de cão que não devemos fazer o mesmo mas depois contradizes-te completamente ao dizer que por eles não permitirem outras práticas religiosas que não as deles que devemos fazer o mesmo. E desde quando é que a religião islâmica é um perigo público? Desde quando é que essas pessoas que se explodem e que têm uma visão distorcida da religião que praticam representam toda uma religião? Conheço gente proveniente do Médio Oriente e ninguém se explodiu à minha frente, nem me chamaram infiel, nem nada que se pareça. Mas é como digo, pessoas como tu votariam no Hitler nos anos 30 porque acreditam que é tudo mais fácil se assumirmos um grupo de pessoas como toda uma religião e que a única maneira de resolver o assunto é erradicando esse novo problema.

" 27 E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim." - Lucas 19, 11-28. Não sabia que Lucas era do Velho Testamento. :rolleyes:

E eles não precisam de dizer isso, já se mostram completamente opostos ao assunto, tanto que continuam e continuarão a influenciar pessoas numa discriminação contra homossexuais como se isso fosse uma opção de vida.

srcbica, Ambrósio e JoanaSantos gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
On 23/03/2017 at 12:58, Ruben Fonseca disse:

Mais uma vez, um caminho para a supremacia, seja lá do que for, requer uma maioria esmagadora. A percentagem de muçulmanos na Holanda não ronda sequer os 10% e antes que me venhas com a teoria de que toda a gente de origem muçulmana tem 5/6 filhos em 3 anos, para teres essa maioria esmagadora (75% pelo menos) demoraria pelo menos mais de meio século.

Tens uma das pessoas que esteve envolvida nos atentados de Paris e da Bélgica, e cujo nome não me lembro agora, como exemplo de que há pessoas que não acabam mortas pela polícia, nem se explodem. Quem vai para um país estrangeiro só incomoda quem tem de incomodar. Com esse tipo de argumentos só revelas que provavelmente nunca saíste do país. E, repito, se roubar dá logo direito a expulsão, terias muitos emigrantes portugueses de volta a casa há já muitos anos. Aposto que com eles já seria o drama, o horror e a tragédia.

Dizes que não é por eles tratarem as mulheres abaixo de cão que não devemos fazer o mesmo mas depois contradizes-te completamente ao dizer que por eles não permitirem outras práticas religiosas que não as deles que devemos fazer o mesmo. E desde quando é que a religião islâmica é um perigo público? Desde quando é que essas pessoas que se explodem e que têm uma visão distorcida da religião que praticam representam toda uma religião? Conheço gente proveniente do Médio Oriente e ninguém se explodiu à minha frente, nem me chamaram infiel, nem nada que se pareça. Mas é como digo, pessoas como tu votariam no Hitler nos anos 30 porque acreditam que é tudo mais fácil se assumirmos um grupo de pessoas como toda uma religião e que a única maneira de resolver o assunto é erradicando esse novo problema.

Acho muito bem que os países expulsem os imigrantes que roubam, violam e matam. Os imigrantes deviam respeitar o país que os acolheu. Se fizessem assim eles pensavam duas vezes antes de fazerem porcaria.

Relativamente ao islão vê este video e vê se continuas com a mesma opinião: 

Se não tiveres paciência para ver tudo pelo menos vê os primeiros 3/4 minutos.

 

 

http://expresso.sapo.pt/economia/2017-03-24-Defice-foi-de-21-do-PIB.-Adeus-defices-excessivos apesar de não gostar do Costa espero que estes números sejam mesmo verdade, embora ache esquisito ver os cortes que o Coelho fazia e não alcançava estes números, e de repente vem o Costa que aumenta salários, reformas, subsídios e consegue reduzir isto. Não nos podemos esquecer do fim do Iva a 23% nos restaurantes. Não percebo como é que conseguiu este verdadeiro milagre com tanto aumento da despesa e diminuição de receita. 

LFTV gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Para um presidente que se dizia ser tão competente, que os americanos se iam fartar de vencer com ele, para um partido que durante 6 anos criticou duramente o Obamacare, dizendo que ia desmantelar e colocar uma reposição desse tamanho desastre num instante, bem, o resultado foi... nada. O Obamacare continua vivo nos EUA. Mesmo com maioria republicana no Congresso, o plano de saúde dos Republicanos foi retirado da votação, marcando assim uma pesada derrota, tanto para o partido, como para Trump - isto após duas derrotas nos tribunais com a sua ordem executiva de barrar pessoas de determinados países do Médio Oriente.

O plano de saúde iria deixar mais de 20 milhões de pessoas sem seguro de saúde, mais até que um simples desmantelamento do Obamacare sem qualquer reposição, e não agradou nem aos Republicanos moderados, nem aos Republicanos do Tea Party, mostrando mais uma vez as divisões internas do partido. No final, 33 republicanos mostravam intenções de votar contra o seu próprio projeto, uns por ser demasiado parecido ao Obamacare, outros por tanta gente perder acesso ao seguro de saúde. Toda a bancada dos democratas iria votar contra o projeto.

A promessa de acabar com o Obamacare era uma das promessas mais ressonantes do Partido Republicano para as eleições do ano passado. Com esta pesada derrota, Trump já veio a culpar os democratas, dizendo que a culpa do Obamacare implodir será deles.

srcbica e Ambrósio gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 10 horas, Manuel Silva disse:

Acho muito bem que os países expulsem os imigrantes que roubam, violam e matam. Os imigrantes deviam respeitar o país que os acolheu. Se fizessem assim eles pensavam duas vezes antes de fazerem porcaria.

Relativamente ao islão vê este video e vê se continuas com a mesma opinião: 

Se não tiveres paciência para ver tudo pelo menos vê os primeiros 3/4 minutos.

 

 

http://expresso.sapo.pt/economia/2017-03-24-Defice-foi-de-21-do-PIB.-Adeus-defices-excessivos apesar de não gostar do Costa espero que estes números sejam mesmo verdade, embora ache esquisito ver os cortes que o Coelho fazia e não alcançava estes números, e de repente vem o Costa que aumenta salários, reformas, subsídios e consegue reduzir isto. Não nos podemos esquecer do fim do Iva a 23% nos restaurantes. Não percebo como é que conseguiu este verdadeiro milagre com tanto aumento da despesa e diminuição de receita. 

Eu não dava muito pelo governo do Costa mas o que é facto é que este governo de esquerda está a revelar-se uma excelente aposta. Eles estão a saber gerir muito bem as coisas e a fazer um trabalho exímio. O Costa é também um dos senão mesmo o primeiro-ministro mais carismático dos últimos tempos assim como o Marcelo. Este é para mim o melhor governo que temos desde há muito tempo. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 9 horas, Fabien Silvano disse:

Eu não dava muito pelo governo do Costa mas o que é facto é que este governo de esquerda está a revelar-se uma excelente aposta. Eles estão a saber gerir muito bem as coisas e a fazer um trabalho exímio. O Costa é também um dos senão mesmo o primeiro-ministro mais carismático dos últimos tempos assim como o Marcelo. Este é para mim o melhor governo que temos desde há muito tempo. 

Só é pena ele precisar dos comunas e dos bloquistas para se manter no poder. 

 

http://observador.pt/2017/03/24/mrpp-arnaldo-matos-defende-legitimidade-de-atentado-em-londres/ foi pena ele não estar lá no meio. Será que virou muçulmano? :dontknow:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 4 minutos, Manuel Silva disse:

Só é pena ele precisar dos comunas e dos bloquistas para se manter no poder.

Pena porque? São uns bichos papões?!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 hora, Forbidden disse:

Pena porque? São uns bichos papões?!

Sabes o que é que eles fizeram no período depois do 25 de Abril? Roubaram muita gente. Achas bonito eles terem nacionalizado bancos, empresas e propriedades das pessoas só por estas serem ricas? Para além disso fazem-se de muito amigos do povo e nos países que governam vivem no luxo basta veres como se comportam em Cuba e na Coreia do Norte. Fingem apoiar a liberdade de expressão se isso lhes interessar é claro. Nos países ocidentais são minoria e apoiam a liberdade de expressão. Em Cuba como estão em maioria não podes criticá-los senão a prisão espera-te. Na Venezuela então é o luxo com filas intermináveis nos supermercados.  Aconselho-te a tirares umas férias em Venezuela para veres a "abundância" que vive um povo governado por eles. Porque é que não há um único país comunista cujos habitantes tenham um nível de vida alto? Porque é que as pessoas querem fugir da "liberdade e abundância" do comunismo por exemplo, no caso de Cuba, para irem viver para a repressão e injustiça do capitalismo nos EUA? 

LFTV gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 9 horas, Manuel Silva disse:

Sabes o que é que eles fizeram no período depois do 25 de Abril? Roubaram muita gente. Achas bonito eles terem nacionalizado bancos, empresas e propriedades das pessoas só por estas serem ricas? Para além disso fazem-se de muito amigos do povo e nos países que governam vivem no luxo basta veres como se comportam em Cuba e na Coreia do Norte. Fingem apoiar a liberdade de expressão se isso lhes interessar é claro. Nos países ocidentais são minoria e apoiam a liberdade de expressão. Em Cuba como estão em maioria não podes criticá-los senão a prisão espera-te. Na Venezuela então é o luxo com filas intermináveis nos supermercados.  Aconselho-te a tirares umas férias em Venezuela para veres a "abundância" que vive um povo governado por eles. Porque é que não há um único país comunista cujos habitantes tenham um nível de vida alto? Porque é que as pessoas querem fugir da "liberdade e abundância" do comunismo por exemplo, no caso de Cuba, para irem viver para a repressão e injustiça do capitalismo nos EUA? 

O BE não tem nada a ver com isso, nem sequer existia nessa altura.

Ambrósio gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 3 minutos, Televisão 10 disse:

Marine Le Pen deixa claro: com ela na presidência a União Europeia "morre"

http://www.dn.pt/mundo/interior/marine-le-pen-deixa-bem-claro-se-vencer-eleicoes-e-uniao-europeia-morre-5751128.html

Isto está lindo, está! Bem a minha avó diz que vem aí uma III Guerra Mundial....

Essa mulher que se prepare pra reforma mas é.

LFTV gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Televisão 10 disse:

Segundo a RTP, ela expulsou o próprio pai do partido. Por isso veio para ficar...

Quando ela perder as eleições vai continuar no partido?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora