Jump to content

Os Rock


Rodrigo Soares
 Share

Recommended Posts

Bem, escrevi uma história que gostava de partilhar com vocês, não sei é se será do vosso agrado, é muito imaginativa e fora do real, já está toda escrita e tem 10 episódios. Deixo aqui a sinopse: 

 

   A história gira em torno de uma rapariga chamada Rita Rock, cujos os pais são donos de um grande e importante cadeia de hotéis - Os hotéis Rock. Ao contrário da sua filha, os pais de Rita são arrogantes e gananciosos. A trabalhar com eles temos Arminda, irmã de Josefina (mãe de Rita).

   Tudo começa, quando Rita apanha o pai com outra mulher (e que mulher), a partir daqui tudo muda e a família Rock nunca mais será a mesma. Rita conhece o amor da sua vida, Pedro Raul, que é um rapaz que esconde muito segredos que irão acabar por interferir drasticamente na sua relação com a nossa protagonista. O passado dos pais de Rita vem ao de cima, pondo a humanidade em perigo. O que será que vai acontecer? Quem é Pedro Raul? Irá o mundo estar perto da extinção? Não percam as respostas a estas perguntas em "Os Rock". 

 

Imagem que fiz como capa da série xD

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

 

Adaptei uma imagem da candace e fiz a minha versão que é suposto ser a Rita Rock

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_biggrin.png">

Link to comment
Share on other sites

Os Rock 

Episódio 1: Piloto 

 

Planeta Terra, 21 de Julho de 2010 

 

         Rita é uma jovem e bonita rapariga, cobiçada por muitos e que vem de um família muito rica e influente, pois é dona de uma famosa cadeia de hotéis. Os seus pais, Arnaldo Rock e Josefina Rock, são muito arrogantes e gananciosos, ao contrário da filha que é doce e meiga.

         A gerir os hotéis Rock, estão Arnaldo, Josefina e Arminda (irmã de josefina). 

         As férias finalmente chegaram e Rita espera que este verão seja inesquecível, pois a partir de Setembro, quando entrar para a universidade, não estará tanto tempo com os seus amigos e portanto quer aproveitar estas férias ao máximo. 

       

         Depois de mais um dia de praia, chega por fim, a noite. 

         - Mãe! Vou sair com os meus amigos! 

         - Está bem, mas não venhas muito tarde.

         - Estamos de férias! Não me esperas antes da uma da manhã! 

       

         Entretanto, Rita sai e Josefina entra em desespero por não encontrar o telemóvel. 

         - Querido... Viu o meu telemóvel? 

         - Acho que o deixou no escritório. 

         - A sério? Que maçada! Bem, vou lá num instante. 

       

         Josefina sai e Arnaldo liga para alguém... 

         - Queres vir cá? 

         - Agora?! E a tua mulher? 

         - Ela tão cedo não volta, escondi-lhe o telemóvel no escritório, ainda vai demorar um bocado até o encontrar!

         - Estou aí em 5 minutos, então!

         

         Cinco minutos depois, alguém toca à campainha da mansão Rock... 

         - Ainda bem que vieste! 

         - Achas que ia recusar?

         - Claro que não! Vamos para o quarto?

         - Não...Vamos ficar aqui a conversar sobre o tempo! É claro que vamos para o quarto! 

         

         Momentos depois, Rita chega a casa, uma vez que tinha vertido uma bebida na roupa e vinha trocá-la. 

         - Que barulhos são estes? Parecem vir do quarto dos meus pais! Será que está tudo bem? É melhor ir lá ver! Pensou Rita 

         

         Chega ao quarto...

         - What the fuck?! Mas que pouca vergonha vem a ser esta?! 

         - Eu posso explicar filha, isto não é o que estás a pensar! 

         - Poupa-me às frases clichés! Como é que foste capaz de trair a mãe?! Ainda por cima com ela?!

         - Calma Rita!

         - Não me peça para ter calma sua vadia! És uma desilusão pai! 

       

          Rita sai furiosa de casa e pega no carro enervadíssima e começa a acelerar feita louca, quando de repente vê alguém ao fundo da rua. Ela começa a travar, no entanto, acaba por atropelar esse alguém. 

          Josefina chega finalmente a casa e não acredita no que vê. 

          - Arnaldo!! Arnaldo!! Acorda por favor! Grita Josefina, desfeita em lágrimas por ver o marido cheio de sangue, com uma bala no coração, já morto! 

 

Cenas do próximo episódio: 

Rita procura a principal suspeita da morte de seu pai;

Josefina quer pôr termo à vida;

Novos personagens revelam-se. 

 

Episódio 2: Segunda-feira, por volta das 22:00 horas 

Link to comment
Share on other sites

Os Rock 
 
Episódio 2: Uma mudança radical  
 
            Rita sai do carro assustada e vai ter com a pessoa que acabara de atropelar.
            - OMG! Tu estás bem? 
            - Sim estou! Isto não foi nada! 
            - Como nada?! Levaste com uma grande pancada, tens de ir ao hospital! 
            - Não é preciso! Já disse que estou bem... Nem sequer tenho arranhões.
            - Milagre... Mas ainda bem que não aconteceu nada de grave. Já agora como te chamas? 
            - Pedro Raul. E tu? 
            - Nome esquisito... Chamo-me Rita Rock. 
            - Olha que o teu não fica nada atrás hahahahahahah
            - Pois não... Queres vir tomar uma café? É o mínimo que posso fazer. 
            - Pode ser. 
 
            Entretanto, Rita recebe um telefonema da sua mãe...
            - Calma mãe! Não estou a perceber nada! 
            - O teu pai foi morto! Ele morreu filha!!! 
            - O quê?! Não pode ser! Vou já para aí! 
    
            A chamada acaba.
            - Parece que o café vai ter de ficar para outra altura Pedro... Diz Rita cheia de lágrimas
            - Porquê? 
            - O meu pai foi morto... Tenho de ir já para casa! Adeus! 
    
            Rita chega a casa e depara-se com médicos, polícias e vai ter com a sua mãe. 
            - Como é que isto foi acontecer? 
            - Não sei... Ele já estava morto quando cheguei.
            - Foi aquela vadia! Ela vai pagá-las! Já volto mãe! 
            - Filha, espera! Mas do que é que tu estás a falar? Perguntou Josefina sem obter resposta 
 
            Entretanto, Rita chega a casa da vadia e vê a porta aberta, como é óbvio ela entra e fica incrédula com o que observa. A vadia está morta, tal como o seu pai.
            Enquanto isto, na mansão rock, Josefina desespera ao ver-se sozinha no meio daquele aparato todo e corre até à varanda do seu quarto, começando a gritar:
            - Estou farta disto! Não tenho amigos, a minha filha foi-se embora no momento mais difícil da minha vida, a minha irmã não atende as chamadas, o meu marido está morto e eu quero estar também! Já não tenho razões para viver, tudo à minha volta desabou, vou-me atirar!!
         
            Neste momento, aparece um médico por de trás dela que a agarra, salvando-lhe a vida. quando ela se vira para ele, os seus olhares cruzam-se e ambos ficam a olhar um para o outro parecendo hipnotizados. Era amor à primeira vista! 
            No entanto, como nem tudo é belo, josefina, recebe um telefonema...
            - Sim?
            - Mãe, sou eu, a Rita!
            - Filha! Onde estás?! 
            - Tens de ser forte mãe!
            - Porquê? são mais desgraças?! 
            - A tia Arminda também foi morta!! 
 
Planeta Marte
       
            - Bem vindo de volta Pedro! Novidades?
            - Está tudo a correr como planeado... Já não falta  muito para dar o golpe final! 
            Pedro desliga e começa a chorar... 

 
Cenas do próximo episódio:

- Rita volta a encontrar Pedro; 

             - Josefina e o médico começam a namorar;
             - Uma tragédia acontece na família Rock.

 

Episódio 3: Quinta-feira, por volta das 22:00 horas

Link to comment
Share on other sites

Os Rock 

Episódio 3: A tragédia 

       Um mês depois...
       - Quem é que estava ao telefone mãe? Perguntou Rita
       - Era da polícia... Disseram que ainda não havia novidades sobre o homicídio do teu pai e da tua tia.
       - Acho que nunca vamos descobrir o que se passou...
       - Também não quero saber! Estavam bem um para o outro... Depois do que eles me fizeram, só tenho pena do momento em que me ia matando por causa deles!
       - Calma mãe! Eles eram a tua família.
       - Pois, Pois. Vou ter com o meu namorado médico, o Dr. Aleluia. Beijos!
       - O amor é tão bonito... Ainda bem que estás feliz!
 
       Os dias vão passando e o amor entre Josefina e Aleluia vai crescendo...
       - Filha... Temos uma coisa para falar contigo!
       - O quê? É grave?
       - Nada disso querida... Eu e a tua mãe queremos-te dizer que vamos casar daqui a 2 meses!
       - A sério?! Fico tão feliz por vocês! Parabéns!
       - Obrigado filha. Dizia Josefina radiante.

     

       Os dois meses que se seguiram a esta notícia, passaram a correr e depressa chegou o dia de Josefina e Aleluia darem o nó, sendo que Rita já havia entrado na universidade.
       Na igreja, já se ouviam os habituais burburinhos dos convidados a comentarem a demora da noiva e já se notava a ansiedade do noivo, no entanto, tudo isto acabou quando começaram a tocar a marcha nupcial.  
      - Aleluia, Aleluia! Exclamava o padre.
      - Estou aqui, estou aqui! Afirmou Aleluia. 
      - Oh meu Deus... Já estou a ver que isto vai ser um longo casamento... Disse o padre em voz baixinha. 
 
      O noivo já estava junto da noiva e a cerimónia já ia avançada...
      - Se alguém se opõe a este matrimónio, fale agora ou cala-se para sempre! Dizia o padre. 
 
      Neste momento, um dos convidados levanta-se, tira uma arma do bolso e afirma:
      - Eu oponho-me! Marte vai vencer! 
      - O quê?! Como é que... Oh não... Disse Josefina até desmaiar nos braços de Aleluia.

     Todos os convidados estavam em pânico, mas ficaram piores, quando o convidado mistério disparou sobre Aleluia e em seguida sobre ele próprio. O noivo, assim como o convidado, teve morte imediata e Josefina foi levada para o hospital. 
 
Planeta Marte...

      - Pedro tens de voltar à Terra! Os meus informadores disseram-me que a Rita precisa de companhia... É a altura ideal, para te voltares a aproximar dela!
      - Não, eu recuso-me a fazer esta missão!
      - Ai sim?! E porquê? 
      - Porque não!
      - Não me dás outra escolha, ou vais a bem ou vais a mal! 
 
Planeta Terra...
 
      Rita está no hospital, à espera de notícias da mãe, quando de repente vê Pedro numa maca...
      - Pedro?! És mesmo tu?! O que te aconteceu?! 
      - Levei um tiro!
 

Cenas do próximo episódio:

- Rita e Pedro começam a namorar;

- Rita recebe um cão;
        - Josefina vai para um hospício. 

 
Episódio 4: Segunda-feira, por volta das 22:00 horas

Edited by Rodrigo Soares
Link to comment
Share on other sites

Os Rock
 
Episódio 4: O amor anda no ar 
 
           - Pedro?! És mesmo tu?! O que te aconteceu?!
           - levei um tiro!
           - Como? Porquê? 
           - Olha lá... Como é que se leva um tiro? És burra ou quê??
           - Desculpa! Só estava preocupada...
           - Eu é que tenho de pedir desculpas, não tens culpa do que me aconteceu.
           - Mas afinal o que é que aconteceu?
           - Quando sair daqui, vamos tomar o tão prometido café e conto-te tudo.
           - Está bom! Fico à espera! 
           
           Alguns dias se passam e Pedro sai do hospital e encontra-se com Rita, para beberem o tão desejado café.
           - Então Pedro, é agora que me vais contar o que se passou?
           - Vi um rapazinho de 8 anos a ser assaltado e aproximei-me para o defender.
           - A sério?! Que corajoso! 
           - No entanto, o assaltante não ligou para o que eu disse e então parti para a violência. Estava tudo a correr tão bem, até que luxou uma arma e disparou sobre mim!
           - Coitado! E depois?
           - Depois fugiu com medo de ser apanhado!
           - Sacana!!!
           - Mas já passou... Agora está tudo bem. 
 
           O tempo passa e a relação de Pedro e Rita, passa de uma simples amizade para algo mais sério - um namoro!
           - O que fazes aqui tão cedo Pedro?
           - Vim trazer-te um presente!
           - A sério?! Mostra, mostra!! 
           - Fui buscá-lo a uma loja de animais... Agora é teu! 
           - Um cão! Tão fofo! Brigado Pedro, amo-te!! 
           - A tua mãe não se vai importar de ficares com ele? E por falar em mãe, nunca me chegaste a apresentá-la! 
           - UII! Já se passou algum tempo e nunca te contei...
           - Contar o quê?
           - No dia em que te vi no hospital, eu estava lá, porque a minha mãe estava lá internada, uma vez que tinha acabado de perder o homem que a fazia feliz. 
           - A sério?! Que mau! E ela ainda está no hospital?
           - Não, tive de a internar num hospício.
           - AHH?! Porquê?! 
           - Depois de vir do hospital, só dizia parvoíces, como "o fim do mundo está a chegar" ou "a culpa disto é toda minha" ou ainda "o passado voltou para me assombrar".
           - O quê?! A sério?
           - Sim... E como não parava, resolvi pô-la num hospício.
           - Bem, tenho de ir andando, os meus pais devem estar à minha espera. Toma bem conta do cão. Dizia Pedro muito nervoso enquanto saia apressado.
           - Mas espera! Pedro! Pedro! Gritava Rita sem sucesso.
           - Au! Au! Au! Au!
           - Que foi... Espera lá ainda não te arranjei nome...
           - Au! Au! AU!
           - Latido! É isso... Vais chamar-te latido!
     
           À noite...
           - Estou Pedro? Não me posso demorar muito que ela está na casa de banho. Era só para dizer que está tudo a correr bem e que podes pôr o plano em prática quando quiseres... Estou pronto para cumprir a minha missão! 
           - Está bem! E já agora que nome é que ela te pôs?
           - Latido...
 
Cenas do próximo episódio: 

      - Rita e Pedro fazem amor; 

      - Rita trai Pedro com...
      - Algo estranho se passa no cemitério. 

   
Episódio 5: Quinta-feira, por volta das 22:00 horas

Edited by Rodrigo Soares
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

gostei muito do episodio, ate agr o melhor de todos junto com o 1º

ja pensastes melhor na 2ª temporada?

Vais gostar muito do próximo, se gostares de cenas estranhas e fora do normal

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wink.png"> 

Neste momento ainda não, não consegui arranjar muito tempo com as férias

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wacko.png"> 

Link to comment
Share on other sites

Os Rock
 

Episódio 5: O auge das emoções
 
 

          - Então, o cão está a portar-se bem?
          - Lindamente... Só está aqui à um dia e já se sabe comportar.
          - Ainda bem!
          - Queres vir cá jantar esta noite?
          - Há algum motivo em especial?
          - Não preciso de motivos para convidar o meu namorado para jantar!
          - Pronto, pronto... Eu janto!
          
          A noite chega e Rita prepara a mesa para o jantar, que irá ser realizada na varanda da sua casa, sob o olhar das estrelas, que brilhavam mais do que nunca, e da lua, que estava completamente cheia. A mesa estava decorada com velas perfumadas e no seu centro havia uma bonita jarra enfeitada com rosas brancas e vermelhas. O ambiente já estava bom, o jantar feito, só faltava mesmo a chegada do Pedro, que já estava atrasado 5 minutos.
          - Estás atrasado!!
          - Desculpa, mas fui comprar estes bombons!
          - Típica desculpa... Não consegues arranjar melhor?!
          - É verdade docinho! Já te disse que estás um arraso hoje?
          - Pois, Pois... Frases feitas a estas horas... Eu vou fingir que acredito! Agora entra, vamos jantar!
 
          O jantar decorre ao som de uma música romântica (Estupidamente apaixonado do Toy xD) e Rita e Pedro ficam cada vez mais próximos um do outro. Passados alguns minutos, o ambiente aquece, fazendo com que ambos se entregem um ao outro de uma forma selvagem, uma vez que quase tudo ia parar ao chão, tal era a vontade deles em se "comerem". 
          Horas depois...
          - Gostaste docinho?
          - Amei!! Parecias um furacão!! Nunca vi nada igual, parecia que nem eras deste mundo!
          - Ohh... Tão fofa!
          
          No dia seguinte...
          Mais uma noite chegara e Rita não conseguia adormecer, pois não parava de pensar na escaldante noite que tinha tido no dia anterior, então resolve vir apanhar ar para a varanda (a varanda escaldante, se é que me entendem xD).
          - Mas que carro suspeito... Vai a andar com as luzes apagadas, não é muito normal. Olha, parou no cemitério!!! Tenho que ir investigar o que se passa!
 
          Rita sai de pijama e vai em direção ao cemitério, deixando o Latido a dormir. Quando chega lá, repara que está uma pessoa em frente à campa do seu pai, mas devido à escuridão, não a consegue identificar, resolvendo aproximar-se sorrateiramente, e ouvir isto:
          - Gostavas que te tirassemos daqui, não gostavas?! Mas isso será impossível... Nunca irás voltar a viver!! Vais apodrecer aí... Chegou a hora da vingança! 
 
           Ao ouvir isto, Rita, corre assustada para casa...
           - Latido! Latido! Latido! Anda pro pé da dona! Anda! 
 
           Latido vai e começa a lamber-lhe a cara e com a sua boca começa a despi-la e a lamber-lhe as zonas erógenas. Rita, que vinha assustada, começa a relaxar e como vê que aquilo é bom e a faz esquecer o que se tinha acabado de passar minutos antes, não impede o cão de continuar o que está a fazer. Esta avança e começa a penetrá-la e acabam os dois a atingir o orgasmo. 
           No fim, Latido liga a Pedro e diz: 
           - Está feito! Em breve teremos o que desejamos... 
 
Cenas do próximo episódio:


       - Rita recebe uma novidade;
       - Rita visita a mãe. 



 O episódio seis só será publicado no dia 30 de Agosto, por volta das 10 horas

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Muito bom, simplesmente fantástica esta série! A cena do cão a ter relações com a dona foi deveras esquisita, xD, mas excitante!

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_biggrin.png">

Ainda bem que gostaste

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_smile.png"> 

mas devia ter sido melhor explorada essa situação certo?

Como é uma coisa um pouco incomum, achei melhor não entrar em muitos pormenores, como disse o Pimpolho

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_smile.png"> 

Link to comment
Share on other sites

calma la, ela teve com o pedro certo? o que isso teve de incomum?

AHHH estás a falar da cena com o Pedro?? Pensava que estavas a falar da cena com o cão! Sim, podia ter sido mais detalhada, mas na altura, achei que era o suficiente

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wink.png"> 

Não, pelo que eu percebi, ela teve relações sexuais com o cão...

Sim, teve, mas ele referia-se à relação sexual que ela teve com o Pedro

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wink.png"> 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...