Jump to content

52: KidsCo


Recommended Posts

Temos alguns canais que guardámos nas nossas memórias e que ainda existem apesar de perderem a qualidade de outrora. Porém, existem canais que só alguns se lembram e outros (supostamente porque não tinham) não sabiam que existiam. Hoje recordamos o canal infantil low-cost de que poucos em Portugal se lembram: o KidsCo.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Ora, alguns de vós dizem "low-cost? ATVqkjlhsiodfgkidsrufghdkjxcfh, como é que sabes que o canal era low-cost?" como se fossem burros a olhar para palácios estrelas ciganas. O canal foi criado por uma única razão: os gigantes da indústria infantil já estavam a dominar o mercado. Cabia às empresas mais fracotas a árdua tarefa de criar a sua janela num mercado em crescimento.

O canal seguia uma estrutura parecida ao JimJam, que ainda existe nos nossos dias. Em 2007, para criar um canal na Europa Central e Oriental, foi criada uma joint-venture entre a Chello Media (actual AMC Networks) e a HIT Entertainment para fornecer os conteúdos. Em 2010, a HIT Entertainment saiu da estrutura do JimJam, o que abriu o canal a outros catálogos de muitas produtoras de outros países. Com o KidsCo foi assim: a Sparrowhawk Media Group (criada a fim de licenciar as marcas Hallmark) assinou contratos com duas empresas: a americana DIC (que no ano seguinte viria a ser comprada pela Cookie Jar) e a canadiana Corus, que teria uma presença muito significativa no canal. O canal foi lançado a 7 de Setembro de 2007 na Polónia. Ao todo, o canal teve três sinais, espalhados por quatro dos seis continentes (parece que estou a exagerar com os easter eggs). A Europa tinha dois sinais, divididos por uma espécie de "cortina de ferro". No mapa em baixo estão assinalados os países onde o KidsCo teve uma presença muito significativa, nomeadamente na questão de haver dobragem nas muitas línguas em que emitiu.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Apesar do canal ter sede no Reino Unido (e apesar de serem muito esperançosos em lançar o dito na SKY), o canal nunca chegou a emitir para lá e teve um plano ambicioso de emitir em todo o mundo (menos EUA e Canadá) em dois anos. Porém, muito pelo contrário, a expansão deixou um potencial canal para a América Latina de lado. Chegou ao mundo árabe em 2008 e na África subsariana (primeiro em Angola e depois na África do Sul e só depois nos restantes territórios) em 2010, se bem que era para ser lançado em 2008. A primeira operadora africana a ter o canal foi a ZAP, seguido na África do Sul pela Top TV (actual Starsat) e por último pela DSTV onde atingiu o máximo de territórios. O canal chegou à Ásia através de uma versão local para territórios como as Filipinas e Hong Kong em 2008, o mesmo sinal chegou à FOXTEL na Austrália em Novembro de 2009. Aquando da chegada do canal à FOXTEL, o gestor de marketing do canal, Paul Robinson, afirmou que:

"Quando começámos a KidsCo, decidimos deliberadamente não ser uma empresa que vive à custa de publicidade. Existem alguns mercados no mundo onde é ilegal anunciar para crianças. Existem mercados onde há fortes restrições às fast-foods. E há outros mercados onde eles (as plataformas) não querem publicidade, como a Austrália.

O que fizemos foi atacar a base de custos. Uma das coisas sobre muitos canais, incluindo a maioria dos canais infantis na Austrália, é que eles emitem por fitas. Fazer isto em todos os canais é muito caro. Enviar fitas para todo o mundo custa muito dinheiro, as coisas não deverão funcionar bem - é só estragar um serviço gravado."

O canal também foi dos primeiros canais infantis a operarem em servidores completamente digitais.

"Nós recebemos as fitas, ingerimos no nosso servidor digital e depois enviamos as fitas de volta e nunca mais as vemos. Assim, temos um arquivo digital com a qual podemos enviar para todo o mundo a custo zero ou marginal. Também podemos adicionar faixas de idiomas, porque agora emitimos em quinze idiomas diferentes.

É preciso uma enorme quantidade de custo fora do negócio e é por isso que podemos operar a um custo menor do que os outros canais e ainda assim ter um lucro saudável."

O canal chegou a Portugal a 10 de Março de 2009 através da plataforma Clix SmarTV. O canal depois chegou à Vodafone em Setembro de 2010 e à Cabovisão em Abril de 2011, com muita pena minha, a substituir o Boomerang. Viajemos pelas aesthetics do canal desde o seu lançamento até ao seu fim.

O primeiro grafismo, usado até sensivelmente 2011, era o meu favorito: uma espécie de fábrica verde e prata (das minhas combinações de cor favoritas) que combinava com o símbolo do canal à nascença. Lembro-me de tropeçar num vídeo de um intervalo do KidsCo de leste em polaco e de gostar da estética toda, até achava piada ao contador que metiam para as séries começarem.

A fábrica mudava consoante as horas do dia. Durante a zona infantil (entre os 6 e 10 anos) era verde e na zona familiar (à noite) era roxa.

Havia também uma terceira zona, a zona pré-escolar, mas desta eu não tenho vídeos de intervalos, só neste vídeo promocional. Recomendo que metam a partir do primeiro segundo para terem uma ideia de como era o canal em si.

Tal como disse, o canal tinha programas fornecidos pelos dois grandes parceiros: a DIC e a Nelvana. Que eu saiba, todos os conteúdos eram dobrados a fim de poupar e colocar legendas. Em Portugal foram emitidos muitos desenhos animados tipo Dennis, o Pimentinha (o americano), Heathcliff, Fat Dog Mendoza, Madalena, Danger Mouse, séries da DIC baseadas em jogos de vídeo (Sonic the Hedgehog (a séria, não a cómica), Sonic Underground, uma do Mário) e muitas outras. A grelha era quase idêntica em tudo o que era país: na Europa de Leste davam as temporadas mais antigas dos Padrinhos Mágicos sob licença da Nelvana, na Ásia e Austrália chegou a dar a série (ou os filmes) da Pocahontas da italiana Mondo World.

A segunda fase celebrava o facto de ser um canal sumamente internacional:

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

graças a esta ideia de um círculo de povos tipo as ilustrações de livros da primária para demonstrar a diversidade cultural, o KidsCo mostrou a sua potência em ser um canal que respeitava leis de muitos países de modo a ser um lugar mais "seguro" para a pequenada.

O canal chegou a Angola e Moçambique através da Uau! TV, da ZAP e da DSTV em 2010.

As série baseadas em jogos de vídeo tiveram o seu próprio bloco, o Video Game Heroes, que dava de manhã, combinava o dito imaginário com o dos heróis (Fat Dog Mendoza era uma das séries na versão ocidental segundo o vídeo em baixo):

Já nesta segunda fase o canal teve uma crise de identidade:

O vídeo do Video Game Heroes ainda mostra elementos do primeiro grafismo, já o separador de Natal de 2010 foi feito para a renovação. E o que dizer desta promo?

É um ano novo e a KidsCo tem novas séries - se bem que de acordo com um vídeo de Julho de 2011 ainda estavam a usar a fábrica mas só em roxo.

Sim, lembro-me do site ter esta estética.

Promo do KidsCo em 2012, em parte recidlado da fase anterior, visto numa conta de Taiwan (legendas em chinês e referências à plataforma MOD).

No início de 2013, o canal muda o seu centro de operações para o centro da Corus em Toronto, onde passaria a assegurar as emissões do canal em todos os territórios. O canal muda de grafismos mais uma vez (admito dizer que foi o pior).

Antes de falar sobre o fecho, há uma curiosidade relativa à sua emissão em Portugal:

O mistério do MyKidsCo na ZON

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Em Outubro de 2011, recebi a chegada de um canal, aqui seria uma espécie de portal para um serviço on demand tipo alguns canais na MEO (há até um canal que acede às rádios).

Portugal era para ter sido o único país a ter o MyKidsCo, onde a frase iria ser claramente um indicador de que iria ser on demand, uma pena. Cá em casa nunca fomos fiéis aos videoclubes das operadoras.

Porém, apesar de meses e meses a dizer "brevemente disponível", o serviço nunca chegou a ser lançado e o canal em si nunca chegou à ZON. Era o canal 38 nas boxes normais.

O canal passou, em 2011, filmes cujas dobragens tinham alguns renomados nomes femininos. Em Junho do dito ano, estreou Cisnes Selvagens (com a voz de Ana Zanatti, aparentemente gostou), A Rainha das Neves (Lúcia Moniz) e O Pégaso Voador (Lúcia Moniz também) e um mockbuster de A Bela e o Monstro (com a voz de Conceição Lino do Nós Por Cá e do Boa Tarde).

O fecho foi anunciado em Novembro de 2013. A NBCUniversal, um dos parceiros, decidiu encerrar o canal devido a uma mudança na estrutura da empresa. Quando comprou todo o capital do canal Sprout que era da PBS, entre as medidas estavam uma renovação do dito canal (que viria a ser denominado de Universal Kids em 2017) e um fecho do KidsCo. A razão: o mercado internacional estava a ficar cada vez mais saturado.

O canal fechou em Dezembro de 2013, antes do prazo de 31 de Dezembro, na NOS. A sua posição ficou vaga. Em Portugal o canal emitiu até ao "prazo de validade" nos dois lados da Europa. Já Ásia e Austrália despediram-se a 14 de Fevereiro de 2014, quando por esta altura já só emitia as séries do Syfy Kids (que nunca deu no "nosso" KidsCo) em loop.

Encerramento do KidsCo de leste em russo na passagem de ano de 2013 para 2014.

O KidsCo, quando fechou, deixou alguns assinantes da Vodafone consternados porque não sabiam que o canal tinha sido fechado.

Termino com um depoimento do @AGUI, famoso pelas suas participações em concursos cá do sítio:
"
Outro canal que me lembro é o Kidsco que acabou há uns anos. Houve uns tempos que vi muito as séries que davam lá. Família Twist, O Conde Patácula, uma série que acho que se passava na Austrália, outra que era com um extraterrestre e Danger Mouse."

Edited by ATVTQsV
  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

  • 2 years later...

Eu gostava muito de ver esse canal e fiquei triste quando acabou antes de eu ver o KidsCo eu via o canal panda e o Boomerang.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Mas quando o Boomerang saio de Portugal e conheci o KidsCo e continuei a ver o canal panda e comecei também a ver o Biggs e o Disney Channel.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Quando o KidsCo acabou fiquei triste porque eu gostava muito de ver o Turbo Dog, o Mário, o sonic e muitos mais, então passei só a ver o Canal Panda e o Disney Junior com o meu irmão mais novo e o Disney Channel e conheci o  , quando a minha mãe mudou da Cabovisão para a Nos eu e o meu irmão conhecemos o Nickelodeon que era exclusivo da Nos mais tarde eu estava na minha avó com o meu irmão e estava-mos a ver a Disney e eu mudo nas setas do comando para ver o que estava a dar no Cartoon quando eu descubro o que o Nickelodeon foi deixou de ser exclusivo da Nos e agora era da Nos e da Nowo e ficamos felizes porque quando estivéssemos nas nossas avós já podíamos ver o Nickelodeon uns dias mais tarde quando estava na minha avó eu descobri que o Boomerang e  tinha voltado e também começamos a ver o SIC K, um ou mais messes depois a minha mãe muda da Nos para a Vodafone e o meu irmão não queria que ela mudasse porque lá não ia ter o Nickelodeon mas o homem que estava cá em casa a instalar o aparelho disse que eles também iam ter o Nickelodeon e que mais dia menos dia esse canal estaria disponível dito e feito ou fim de duas ou três semanas de nos termos a Vodafone esse canal ficou disponível.  

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Eu vi todos os canais e gostei muito de todos eles agora tenho 19 anos de idade e já não vejo muito esse canais mas de vez em quando assisto com o meu irmão e quando estou com o meu outro irmão mais novo vemos o Disney Júnior.  

Eu tenho 2 irmão um do mesmo pai e da mesma mãe e outro só do pai.

   

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...