Jump to content
João

Voo Directo - A Vida a 900 à Hora

Recommended Posts

Soraia Chaves e Gonçalo Diniz em "Voo Directo"

Depois de o seu contrato com a estação de Carnaxide ter chegado ao fim, Soraia Chaves prepara-se para brilhar no canal do estado. A actriz será a protagonista de Voo Directo, a série sobre aviação que a SP Televisão está a preparar para a RTP. Para seu par romântico, foi escolhido Gonçalo Diniz, que está de regresso aos ecrãs, depois de ter estado a trabalhar no Brasil.

Voo Directo terá 13 episódios e é dirigida por Miguel Guerreiro, um dos realizadores de Podia Acabar o Mundo. Patrícia Bull e João Ricardo são outros dois nomes desta nova série, cujas gravações arrancam já este mês.

Fonte: TV Universo

Share this post


Link to post
Share on other sites

A RTP continua a fazer muito bem em apostar em séries, prefiro ver primeiro e só depois comentar a escolha da Soraia Chaves.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei não mas isto mais parece uma partida do João.

Soraia Chaves disse á pouco tempo a uma publicação que ia continuar com os seus estudos em Madrid, até a sua presença por cá para a estreia da Bela e do Parazzo foi fugaz.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei não mas isto mais parece uma partida do João.

Soraia Chaves disse á pouco tempo a uma publicação que ia continuar com os seus estudos em Madrid, até a sua presença por cá para a estreia da Bela e do Parazzo foi fugaz.

Não Catita, esta notícia foi avançada pela TV Guia e foi também publicada no TV Universo. Eu só fiz o copy-paste para o fórum...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Voo Directo inicia-se em Angola

É já no principio de Maio que arrancam as gravações da nova série da RTP. Tal como lhe avançámos recentemente, do seu elenco fazem parte nomes bem conhecidos do público português, como Soraia Chaves, Patrícia Bull, João Ricardo ou Gonçalo Diniz. Alguns destes actores já estão escalados para voarem até Angola, onde serão filmadas as primeiras cenas da trama.

Ao 24 Horas, o “comandante” João Ricardo falou um pouco sobre a história: “São três companhias aéreas. Depois é a relação entre pilotos e hospedeiras”, sintetizou. Também por cá, nos estúdios da SP Televisão, no Cacém, já estão a ser montados os cenários de Voo Directo. A estreia é brevemente, na estação pública.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Soraia Chaves em "Voo directo" para a RTP

Actriz protagoniza nova série da estação pública sobre companhias aéreas

O canal do Estado continua a apostar em força no produto série. Eis que na calha tem mais duas: "Voo directo" e "Maternidades". A primeira é original portuguesa, e conta com a actriz Soraia Chaves no principal papel. Já a segunda é adaptada de uma intriga italiana.

Arrancará em Angola e prevê--se que as gravações comecem em meados deste mês. Falamos de "Voo directo", uma trama da chancela SP Televisão, quer do ponto de vista da produção quer da óptica do argumento, para a RTP1. Quem a assina é Pedro Lopes, autor de "Cidade despida", em exibição na mesma antena.

A ainda embrionária série marcará o regresso de Soraia Chaves à representação por terras lusas. A actriz está desaparecida do pequeno ecrã desde "A vida privada de Salazar", da SIC, uma vez que tem estado por Espanha, onde investiu na formação como actriz. O conteúdo conta ainda com Gonçalo Dinis no elenco.

"Voo directo" versa várias companhias aéreas, sendo que o percurso entre Lisboa e Luanda é aquele que mais estará em foco. O mundo da aviação será retratado segundo o gancho de quem não tem poiso fixo. Daqueles cujo quotidiano profissional obriga a deambular de destino em destino. "É uma vida sem regras", frisa o coordenador de conteúdos.

Pedro Lopes adianta ainda que, na forja para estrear na grelha da estação pública, está também "Maternidades". Desta feita, são Patrícia Bull e José Fidalgo os responsáveis por interpretar os papéis de maior relevo. A história parte de uma adaptação da série italiana "Naciere" que, por abordar valores universais, não exigiu grandes alterações na versão lusa, à excepção do texto. "Os italianos metralham as palavras, de resto as realidades não são assim tão distintas", justifica o guionista.

Complicações nos partos, dúvidas que os futuros pais possam manifestar, problemas médicos, de cariz técnico ou emocional serão alguns dos temas abordados.

Centenário da República

"O segredo de Miguel Zuzarte" é o nome de outra produção que está a ser gizada para a RTP, no âmbito de um pacote de conteúdos encomendado em virtude das comemorações do centenário da República que este ano se celebra. Porém, e ainda que escrita por Pedro Lopes, com inspiração no livro de Mário Ventura, a série, passada no Alentejo, não estará a cargo da SP Televisão, mas da HOP.

"Trata-se da história de um radiotelegrafista que decide não divulgar a notícia do novo regime, carregando esse fardo por ter medo das consequências", avança Pedro. "O único facto que o denuncia é que o comboio não chega, e é ele que marca a hora. Entra-se, aí, num clima de ebulição e desconfiança". No fundo, "mais do que a República, a intriga traça o Portugal de 1910: um país que não quer saber de política".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dois continentes. Quatro amigas. A vida a 900 km/h.

"Voo Directo" é uma série moderna e feminina, que retrata os problemas de uma geração que vive para o sucesso, e que muitas das vezes deixa escapar o amor… Ou talvez não.

A amizade | O amor | O nosso lugar no mundo

A história de 4 amigas que, apesar da turbulência da vida, nunca deixaram de acreditar no amor…nem em si próprias. O frenesim de duas grandes cidades, as exigências prossionais que levam quatro mulheres em permanente ponte aérea entre Lisboa e Luanda, os mais íntimos e sinceros pensamentos femininos e a contínua guerra entre o coração e a razão são os principais ingredientes desta série que irá apaixonar o público dos dois países.

Uma co-produção RTP-SP Televisão, TPA-Semba.ao (Angola).

Vale a pena ver o dossier de imprensa desta produção: clica aqui.

cd0b1daf1e6d3fbe4dd93e750c6aaa92w42.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já se sabe quando estreia e para que horário vai?

No fim ainda substitui "Cidade Despida" e "Maternidades" substitui esta série, sempre no mesmo horário, inacessível para muitos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isto na rtp é tudo imprevisível... mas primeiro ainda devem dar os últimos 10 de pai à força e depois ou este ou maternidades ocupam o seu lugar nas sextas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isto deve estrear lá para Outubro... mas estão a gravar tantas séries para estrear por volta desta altura!!!

Achei piada àquelas "bonecas a puxar uma mala" que faz parte do design da série. Não sei porquê, mas acho que o estilo desta série muito semelhante às séries femininas americanas, tipo "Sexo e a Cidade".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estas séries da rtp têm quase todas uma ligação nem que seja ligeira a séries americanas e esta parece não ser excepção.

Liberdade 21 - Boston Legal

Pai à força - Nip Tuck (o cirurgião plástico genial e mulherengo)

Cidade Despida - Damages e Dexter

Maternidades - Private Practice

Voo Directo - Sexo e a Cidade

Embora possam ser discutíveis é certo que existem alguns pontos de comum, umas mais que outras.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Antes aproximarem-se às americanas que às mexicanas...

É bom sinal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, inspiram-se em séries americanas, mas têm o cuidado de criar algo novo. Só a base das duas séries é que é idêntica, mas o conteúdo acaba por ser diferente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

As séries começam a assemelhar-se cada vez mais, visto que falta de criatividade não afecta somente os filmes... Além disso, não se arriscam a criar algo novo. Se mesmo com boas séries (baseadas nos sucessos norte-americanos), as audiências são o que são...

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Voo Directo" ao mundo feminino na RTP

Estão na recta final as gravações da série "Voo Directo”, a exibir na RTP a partir de Outubro. Soraia Chaves é a protagonista de uma história feminina e glamourosa, que não foge a alguns paralelismos com a famosa série americana "O Sexo e a Cidade".

Impecavelmente fardada de assistente de bordo, a actriz Maya Booth percorre as filas de cadeiras de um avião, servindo os passageiros. Mas não se ouvem motores. Pelo contrário, o silêncio é sepulcral e apenas interrompido pelos gritos de “Acção!” e “Corta!”.

O interior do avião “estacionado” nos estúdios de Bucelas, em Loures, não parece real. É. Para filmar “Voo Directo”, a SP Televisão, que produz a série, em parceria com a produtora angolana Semba, para a RTP e para a Televisão Pública de Angola (TPA), comprou uma aeronave que estava prestes a ser abatida, em Israel, desmontou todo o interior, limpou ou pintou peças, cadeiras e estofos e voltou a montar tudo no interior dos estúdios.

No cenário criado para a gravação das cenas, quase tudo funciona: portas, computadores de bordo, televisões e até uma casa de banho.

A série, que também foi filmada nos aeroportos e nas cidades de Lisboa e Luanda, fala dos amores, aspirações e aventuras de quatro assistentes de bordo – duas portuguesas, interpretadas por Soraia Chaves e Maya Booth, e duas angolanas, assumidas por Micaela Reis e Erica Chissapa.

Segundo a directora-adjunta de programação da RTP, São José Ribeiro, “Voo Directo” pretende explorar “um lado muito urbano, muito design e muito feminino” e tem grandes preocupações estéticas. “Os espectadores vão poder ver locais lindíssimos, em Angola, quer de natureza, quer de urbanismo”, promete.

Além do óbvio – o facto de o protagonismo se dividir por quatro mulheres – São José Ribeiro assume que a famosa série americana “O Sexo e a Cidade” também serviu de modelo ao guarda-roupa. Mas, de acordo com a responsável pela ficção da RTP, “as semelhanças param aí”.

Soraia Chaves, que regressa à televisão depois de meses de ausência, considera que “não há grande paralelismo” entre as duas séries. “Aqui não há muito sexo…”, adianta a actriz, que também vai fazer a voz-off de “Voo Directo”, baseada nos pensamentos da protagonista.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ora aí está: o próprio JN refere que há paralelismos entre esta série e "Sexo e a Cidade".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Soraia Chaves usa viagens para compor personagem

Actriz será uma assistente de bordo, em 'Voo Directo', que se estreia na RTP1, no fim de Outubro, início de Novembro.

As muitas viagens que fez no último ano para Madrid, onde está a estudar representação, ajudaram Soraia Chaves a preparar a personagem que interpreta em Voo Directo, série de 26 episódios que a RTP deverá estrear no final de Outubro ou início de Novembro. "Sim, é só uma hora de viagem, mas utilizei essa experiência", admite a actriz, que faz o papel de uma assistente de bordo.

Até a viagem que fez para Luanda, onde esteve em gravações durante cerca de duas semanas, a ajudou. Foi lá, aliás, que a actriz comemorou o seu 28.º aniversário, a 22 de Junho. "Cantaram-me os parabéns três vezes, o que nunca me tinha acontecido na vida", conta Soraia Chaves, numa pausa das gravações, mas ainda na pele de Patrícia, uma mulher de 35 anos que sempre usou da sedução para brincar com os homens e que agora começa a sentir necessidade de constituir família.

"Nunca quis compromissos nem relacionamentos sérios, mas quando a acção arranca ela começa a questionar-se sobre essa opção, está com uma espécie de crise existencial", descreve a actriz, admitindo que, no futuro, também quererá ter a sua família.

Por enquanto, quer estudar - faltam três anos do curso de representação - e aproveitar algumas oportunidades para trabalhar. Voo Directo representa o seu regresso à TV, depois de A Vida Privada de Salazar para a SIC, com a qual já não tem contrato. "A ligação pode continuar. Amanhã posso estar a gravar para a SIC", afirma para realçar o estatuto de actriz independente.

Voo Directo é uma co-produção entre a RTP e a Televisão Pública de Angola (TPA) e pretende "ter um lado muito urbano e moderno", admite São José Ribeiro, directora adjunta de programas da RTP. "Ao nível do guarda-roupa tivemos como modelo O Sexo e a Cidade", diz. Daí a colaboração dos estilistas Pedro Pedro, que desenhou as fardas das assistentes de bordo, Ana Salazar e de algumas marcas de roupa. Porém, as semelhanças com a série norte-americana ficam por aqui. "Aqui não há muito sexo", garante Soraia Chaves.

Mas há mais três assistentes de bordo. Maya Booth interpreta Marta, a mais rebelde. "É divertida, extrovertida, espontânea. Por vezes, pode parecer um pouco inconveniente", conta a actriz, satisfeita com este trabalho em que conheceu Micaela Reis, Miss Angola 2007, e Erica Chissapa, que trabalha como actriz em Luanda, as intérpretes de Yara e Weza.

Produção comprou um avião

SP Televisão foi a Israel comprar um avião velho e aproveitou as laterais da cabine, as janelas, as cadeiras e os carrinhos de transporte da comida. Não há cockpit - apesar de haver um comandante - e existe uma casa de banho, onde irão decorrer algumas cenas. Esta cabine, nos estúdios Contracampo, em Bucelas, serve de cenário para três companhias aéreas, bastando mudar as cabeceiras das cadeiras.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje no Só Visto apresentaram esta serie á imprensa.

Volto a questionar a utilidade destas reportagens quando a série só irá estrear daqui a 3 ou 4 meses!!! :unsure:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Volto a questionar a utilidade destas reportagens quando a série só irá estrear daqui a 3 ou 4 meses!!! :unsure:

Não fazem qualquer sentido zapping, mesmo a apresentação da série à imprensa quando ainda falta tanto tempo para a estreia é inútil. A RTP faz uma gestão e promoção dos seus programas muito má, e depois têm os resultados que têm...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não fazem qualquer sentido zapping, mesmo a apresentação da série à imprensa quando ainda falta tanto tempo para a estreia é inútil. A RTP faz uma gestão e promoção dos seus programas muito má, e depois têm os resultados que têm...

Isto foi só para dizer que estão a gravar a série?! A produção nada tem a ver com a estreia. Poderiam gravar agora a série e só estreá-la daqui a um ano. O público não tem nada a ver com a gestão de grelha da RTP1! Nessa altura é que a série deveria ser apresentada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo, a RTP escolhe um timming errado para apresentar as suas series á imprensa.

Se o que pretende é mostrar que estão a trabalhar devia de o fazer de uma outra maneira, quando chegar aos olhos do publico já nem se lembram.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mila Ferreira em "Voo Directo"

Concentrada na sua carreira musical, a também actriz tem estado afastada dos ecrãs. No entanto, tem já um novo projecto me mãos.

É que Mila Ferreira vai fazer uma curta participação na série da RTP Voo Directo, na pela de uma transexual, tal como a própria revelou à revista TV Guia, confirmando, assim, aquilo que a TV 7 Dias anunciara na sua edição desta semana.

Com as gravações prestes a terminar, esta série que também foi rodada em Angola promete dar uma nova visão daquilo que é o mundo da aviação aos telespectadores da RTP. A estreia está prevista para Outubro.

Há séculos que não ouvia falar nesta senhora...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há séculos que não ouvia falar nesta senhora...

Verdade!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ela esteve há pouco tempo no "Você na TV!" e penso que no "Vida Nova" (ou no "Companhia das Manhãs", sei lá!).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...