Jump to content

135: Trilogia de programas de vídeos da SIC


Recommended Posts

Como se diz no Brasil, "meu passado me condena". Todos já tivemos gostos bem duvidosos no passado e se olharmos para trás, a dizer que uma pessoa "gostava" de tal, ainda solta um risinho maroto. Hoje vou falar sobre três programas de vídeos que a SIC teve entre 2008 e 2016, dois dos quais gostei quando era mais novo e que dificilmente seriam feitos hoje.

No entanto, devem estar a perguntar uma coisa: e o k7pirata? Infelizmente não tenho memórias frutíferas deste programa (que tinha o Nilton), portanto não posso fazer um resumo conciso daquilo que era. Mas uma coisa é certa: nos tempos do k7pirata os vídeos tipo Isto Só Vídeo apareciam em sites que carregavam vídeos no formato WMV e tinham uma marca de água de um site que agora tem violência e pornografia, qual cidade decadente. Sem mais delongas:

original

Comecemos então pelo Tá a Gravar. Estreou em Novembro de 2008 e se não me engano, começou por dar às quintas e sextas (ou será que já dava às quartas também?) para passado algum tempo passar a dar de segunda a sexta. Sobrevive muito pouco deste programa, apresentado por Carolina Patrocínio e Pedro Miguel Ramos, mas ainda tenho memórias muito nítidas (muito vívidas) de como era.

Primeiro, o programa passava apanhados que a gente "apanhava" do estrangeiro, correndo o risco de censurar as datas das camcorders (para assim fingir que uma situação que passou em 1991 ser mais recente e para não poluir o ecrã - se bem que isto ajuda a poluir mais a meu ver), uma prática que também passava em programas de outros países. Os telespectadores também enviavam vídeos (que eles próprios kibavam da net, se não me engano ninguém teve a ousadia de gravar um vídeo de propósito para enviar para o programa), que incluía vídeos banais e anúncios, tipo aqueles que passavam no Compromissos Comerciais, CENSURADOS. Aparentemente num programa destes tinham receio de mostrar marcas, mesmo sendo estrangeiras que não operam em Portugal, e isto também passou em programas ocasionais do mesmo género na França (onde as leis são bem mais estritas, nos programas de veterinários e procura de casa censuram tudo o que for marca, mas nos programas de vídeos supostamente para rir, pelo que me lembro, as marcas são censuradas e dizem "anúncio a uma loja", "anúncio a um produto alimentar", etc. e tal). Aquele que foi provavelmente o único anúncio que o programa deu de início ao fim era este, e se bem me lembro com a embalagem aos 28 segundos censurada (mas a marca uns segundos antes, falada, não era):

Este anúncio do canal romeno Antena 1 passou sem o cartãozinho no fim:

Graças à censura e às estritas leis de presença de produto às quais estes programas são submetidos, anúncios passam a ser meros vídeos (e assim perde-se a graça?).

O programa tinha também algumas rubricas, pelo que me lembro:

  • Rúbrica de pessoas que sobreviveram a acidentes e tal: esta rúbrica não tinha nome, passavam excertos de documentários americanos sobre tais temas e sempre que aparecia o entrevistado, tinham de dar uma zoomaça na cara para esconder os oráculos da fonte, infelizmente devido à parvoíce instaurada pelo programa não sei de onde é que vinham estas preciosidades;
  • Gordura é Formosura: vídeos de pessoas gordas (hoje em dia tais vídeos não seriam para rir);
  • Mundo ao Contrário: passavam vídeos mas ao contrário, e o tema é precisamente aquele que estão a ouvir na cabeça, foi até tema de novela da TVI uns anos mais tarde;
  • Top 10: eu acho que já faziam top 10 no programa, mas estava dividido em três partes ao longo dele e em ordem, cada top 10 era alusivo a um tema (por exemplo "quedas");
  • Gargalhada da Semana: era emitido no fim do programa (de sexta?).

O formato foi um sucesso, no entanto quando veio o Salve-se Quem Puder (Cuidado com a Parede era um nome melhor), o programa sofreu um rápido hiato e mudou para a faixa das 19, de cara nova, onde na prática mudaram o tema sonoro e trocaram a cor do fundo do programa por um azul marinho, por ser a edição de verão. O programa não voltaria na nova grelha. Quando achavam que era o fim, a crise agravou e a SIC estava sem planos para o pós-Natal, quando o Peso Pesado acabou. É em meados de Dezembro que a SIC anuncia o seu substituto, e foi a prova de que muita coisa mudou de 2009 para 2011:

gostodisto-300x240.jpg

A 15 de Dezembro, a SIC anuncia a estreia de um novo programa, o Gosto Disto!, que ainda por cima já tinha o "gosto" do Facebook - muita gente em 2011 estava a usá-lo como se fosse uma praga em 2011 sem autorização do Facebook - mas ainda assim sinto com saudades de como eram as redes sociais na altura - e isto reflecte a ascensão do Facebook, que já era notada no fim de 2009. Durante toda a sua existência o programa vivia à custa de vídeos kibados da internet, com uma nova fórmula e novas rúbricas, e a apresentação de Diana Marques Andreia Rodrigues e César Mourão. O programa estreou a 26 de Dezembro de 2011 e tinha estas rubricas entre os vídeos:

  • Momento Ahhhh…: cenas de deixar o telespectador boquiaberto (ou talvez não), com imagens de pessoas em montanhas-russas e talz;
  • Homens da Luta: eles nos primeiros meses do programa tinham sketches, depois vou falar;
  • Lembra-se disto?: acho que surgiu na fase semanal do programa. Recordavam uma banda portuguesa ou algum programa da SIC - no caso dos programas da SIC eles não kibavam da net e foram aos próprios arquivos. Ainda me lembro de ver umas imagens (para mim inéditas!) do Acorrentados mas o maldito oráculo do programa estava a tapar tudo. Por outro lado lembro-me que quando recordaram a banda Salada de Frutas, passaram vídeos deles com o DOG da RTP Memória censurado;
  • Portugal Caricato: esta era a minha favorita. Erros de português quer de Portugal quer do Brasil, quer roubadas da net (e que já recorreram a net mais de mil vezes) ou enviadas pelos telespectadores;
  • Consegue fazer melhor?: o nome diz tudo;
  • O Canto do Rouxinol: o Rouxinol Faduncho (que por si só era o César Mourão) desabafava, mas não cantava, se bem me lembro o tema de início era Cães de Loiça;
  • Um minuto num país qualquer: na verdade o nome da rubrica era Um Minuto na Índia, Um Minuto na Polónia, etc; e mostrava imagens caricatas de um determinado país por 60 segundos, veio na fase semanal do programa;
  • Caras e Caretas: caras supostamente divertidas em situações supostamente divertidas;
  • Mais Directo é Impossível: gaffes que aconteceram em programas de televisão (sobretudo internacionais) e que muita gente já viu na net, mas a equipa do programa censurava tudo o que era asneirento;
  • Os Descuidos dos Famosos: o mesmo mas com celebridades;
  • Ilusão de Óptica: o nome diz tudo;
  • Ele há Cada Coisa: o nome também diz tudo;
  • Sketch: sempre com o Mourão.

Há muitos episódios caricatos relacionados com as rubricas de cima, e vou passar a falar ao de leve:

Um vídeo idêntico a este foi passado na rúbrica das gaffes (em 2014?) com todas as asneiras em espanhol censuradas (e certamente isto já passou mais do que uma vez). No entanto, vídeos em russo, com asneiras em russo, passaram sem censura (os gajos que editavam o programa sabiam lá o que era russo);

http://so-rir.net/wp-content/uploads/2015/06/nao-exista.jpg

a imagem de cima passou nos primórdios do programa e com a palavra "FIADO" censurado, como se "fiado" fosse uma marca;

o vídeo de cima passou com a marca de água do blog censurada;

eu podia citar mais exemplos mas estou a ter um derrame cerebral de memórias oprimidas do programa.

Agora vamos falar sobre os Homens da Luta no programa. Eles tinham espaço próprio, mas os seus sketches eram sempre emitidos cortados. Tipo cortados em três, e nos sketches que faziam. Agora no caso em que só faziam canções (ou seja covers), eram promovidos até à exaustão a um ponto que quando chegava perdia-se a vontade de ver. Quando a EDP foi vendida aos chineses, ainda me lembro daquele sketch em que iam pagar a conta da EDP à loja do chinês.

Quanto aos sketches do Mourão:

  • Primeiro um sketch de Agosto/Setembro de 2013 parodiando o Badoca Park, ao qual deram-lhe o nome de Badalhoca Park. Os "animais" eram mulheres (prostitutas?) e na última parte, uma delas desatou a falar, para não falar nada mais do que asneiras (110% das vezes censuradas, o que cortava o ambiente e tornava o sketch difícil de entender). A SIC deve ter bastante vergonha que nem postou aquela parte do sketch nas suas redes sociais, e ainda bem (e com justa razão);
  • Se não me engano o "bumba na Irina" começou aqui, a não ser que tenha surgido noutro lugar;
  • O Mourão em 2013/2014 interpretava uma mulher que só queria fofocas e uma voz em off respondia a notícias para ver se sabia, e a personagem do Mourão deturpava por saber pouco de um determinado tema;
  • Por causa da crise económica que na altura parecia ser infinita, chegou a haver uma versão de Ali Babá com menos ladrões;
  • Um sketch com uma família de zombies que tinha uma vida normal;
  • Aquando da estreia da Gabriela de 2012, foi feito um sketch a fazer uma versão portuguesa, a minha parte favorita foi quando tentavam imitar o genérico e desatei-me a rir quando saiu "Gabrriela" (com dois Rs) na areia.

No dia de estreia (26 de Dezembro de 2011), antes de ir ao ar, tinha quase mil likes. Passado hora e meia (já depois de acabado) tinha ultrapassado a "meta" de 1500. Apesar da estreia de um formato que mais tarde viria a ser de sucesso, não ficou entre os cinco programas mais vistos.

A 29 de Dezembro, o programa sofreu a sua primeira polémica. Alguns telespectadores que viram os seus vídeos kibados pela SIC mostraram a sua indignação e criaram a página Não Gosto Disto para criticar o programa, por outro lado as críticas negativas ao formato foram eliminados pela SIC (como uma maneira de censurar tais críticas). Os "lesados do Gosto Disto" acreditam que a SIC violou os direitos da imagem, porém a SIC fez literalmente nada. O principal lesado foi o Kiko, um dos primeiros YouTubers da altura, que lançou um vídeo com quase dez minutos de desabafo:

misterstripes desabafando e a falar sobre a violação do direito à imagem:

Paralelamente a tudo isto, e com a subida inesperada da popularidade de Ai Se Eu te Pego e a inesgotável vertigem de 3224 derivados que surgiram no fim de 2011/início de 2012, o programa kibava muito do Brasil (e não é ao calhas que uso o termo brasileiro "kibar"). Portugal foi o primeiro país fora do Brasil (eu acho) onde O Pintinho Piu virou meme, quando um cearense postou um vídeo dele a fazer playback na cozinha (tanto que foi gozado pelo Mourão com o D. Duarte no seu auge):

(o pobre do menino vendeu a casa por causa do lucro de uma carreira que acabou pessimamente e ficou sem guito, conforme uma reportagem da RecordTV uns anos mais tarde)

E não era só, pois lembro-me que nos primórdios do programa também acompanhavam outros acontecimentos brasileiros (porque nem só de músicas brasileiras vivia a banda sonora do programa):

Ainda me lembro que deram também o regresso dela ao Brasil como direito de resposta.

O programa apesar de ser contínuo, tinha 26 episódios por temporada. Tanto que a primeira parcela era de 104 episódios, quatro de 26. Uma vez em Maio de 2012, por alguma estranha razão, decidiram dar um documentário sobre Jorge Mendes no lugar do programa. Uns dias mais tarde descobri que a SIC chegou ao episódio 100 ao ter passado um episódio à frente!, e como telespectador na altura senti-me consternado. Fora isto, o programa já tinha ganho uma audiência decente graças em parte ao sucesso dos Homens da Luta. Em Junho de 2012, face ao Europeu e à posterior chegada do Dancin' Days português, o programa deixou de dar no formato habitual e passou a ser emitido só aos sábados, como sempre depois do Jornal da Noite. O programa ganhou nova roupagem e algumas rúbricas foram trocadas. Os Homens da Luta saíram do formato e tiveram uma vingança fugaz com o Sábado à Luta. Melhoraram também os oráculos, que nas primeiras quatro temporadas era oLHa eu Só esCRevO cOm aS mAIuscÚLas e MinÚSculAS TroCadAS. A quinta temporada era uma temporada de verão e a cor do programa passou a ser amarelo-alaranjado. Aparentemente gostaram mais do Gosto Disto assim e assim ficou até acabar. A concorrência diária era o fugaz Video Pop - da qual eu já falei em 2018 - e mais tarde o Altos e Baixos, que depois mudou de formato para melhor (e acabou à custa de zaragatas com detentores de direitos). Depois na sexta temporada mudaram o genérico e o tema mas continuava com o formato semanal imposto já no verão de 2012. O programa acabou em Maio de 2014, e ainda bem (?).

Durante anos teve reposições infinitas na SIC K para preencher a quota mínima de produção nacional, infelizmente com alguns cortes bem rascas (isto porque nos últimos meses promoviam os programas da recém-nascida SIC Caras). Em Junho de 2017 foi usado como tapa-buracos na faixa das 19, quando a SIC achava que a novela Novo Mundo não estava a gerar lucros e foi recambiada para a meia-noite.

Ao fim de 212 programas em sete temporadas, o Gosto Disto foi de férias e nunca mais voltou. Até que no fim do verão de 2016, tal ideia regressaria com um novo formato:

mw-200

O programa com dois nomes oficiais, ou era Smile ou era Smile SIC, venha o diabo e escolha. Inicialmente achava que era para ser tipo um novo SIC Kids, fui enganado. Anunciado em Julho de 2016, o programa contava com Diana Chaves e João Pedro Sousa a apresentar, e estreou a 28 de Agosto de 2016. Infelizmente, para mim, estava eu por uma semana em Vilamoura, e a televisão que tinha lá não funcionava (quando fui lá outra vez no ano passado já tinha TDT a funcionar), portanto a única maneira que tinha para ver era num stream rasca da SIC que consegui encontrar num site que só tinha três canais (RTP 1, SIC e TVI, acho que também tinha a SPORT TV 1). O pouco que vi correspondeu às minhas expectativas. Tal como previsto era um clone do Gosto Disto mas sem o charme das primeiras temporadas. As diferenças-chave estavam nos apresentadores (mais jovens) e também apareciam, violentamente e do nada, emojis (que na altura do Gosto Disto ainda eram emoticons). Tal como no lapso de tempo entre o fim do Tá a Gravar e o início do Gosto Disto, muita coisa mudou entre o fim do Gosto Disto e o início do Smile, e entre as principais mudanças estavam o vocabulário e o uso excessivo de vídeos gravados na vertical (sério, acabem com esta praga antes que seja tarde demais). O programa só tinha cinco ou seis episódios e não estava previsto ser permanente. Foi repetido até à exaustão na SIC K por causa disto das cotas nacionais.

No quarto dos cerca de cinco programas, mostraram umas quantas gaffes da televisão nacional e internacional, e tinha alguns DOGs censurados:

roglaska.jpg

na imagem de cima, o DOG do programa da manhã da TVP 2, mesmo sendo iniciais em polaco, foi censurado;

o DOG da Antena Stars estava censurado mas o logo no ecrã gigante que era igual não era;

um último que acho que tinha a ver com as telepromoções do VivaMelhor na TVI que correu mal, porém o que estava censurado era o DOG da TVI, acho que não era para promover directamente a concorrência, contudo nos noticiários passam imagens sem qualquer tipo de censura nos DOGs.

Uma legenda no sétimo programa (9 de Outubro) dizia "INTERVALO... o momento mais esperado!!". Quem viu isto em silêncio, em vez de julgar que estava a ver vídeos sobre falhanços na ida ao intervalo das aulas, encontrou um duplo sentido e julgava que o momento mais esperado era o intervalo do próprio programa!

Já no oitavo programa (16 de Outubro) começaram a dar um passatempo 760 (acho que o Gosto Disto chegou a fazer, a não ser que tenha trocado com o Video Pop da TVI), o prémio era um Samsung Galaxy S7. Tiveram a infeliz ideia de repetir um vídeo de alguém a incendiar uma sala de aula, no entanto grande parte das músicas já eram ouvidas no Gosto Disto. O programa acabou com 16 (ou 17?) programas gravados. A SIC percebeu de que um programa destes já não iria render, com vídeos kibados da internet.

Já agora no que diz respeito à kibação em massa, em 2019 vi que o Brasil tinha um programa idêntico, na desgastada RedeTV!, o Encrenca. O Encrenca kibava tudo e censurava tudo o que era oráculos, DOGs, marcas de água de vídeos, etc. Tinha também rubricas próprias feitas dentro do Brasil e acho que também umas "pegadinhas" sem noção e sem graça. O YouTube do programa deixou de postar no fim de 2019 salvo erro. Por falar em kibação roubaram um separador do Você Decide da Globo, censurando até o DOG da Globo, e isso é que é o cúmulo da kibação! Já não aguento mais!

Ainda bem que a TV portuguesa deixou de se alimentar de vídeos da internet, ao contrário do Brasil que continua a fazer com todos os métodos possíveis de kibar. Eu já fui nalguns casos um kibador quando tinha conta no YouTube (e espero que eles resolvam a situação), portanto já me senti na pele dos lesados do Gosto Disto no passado.

Tá batendo uma, né Vinetando? (ele meteu o separador de liderança da SIC de 2019 na sua cronologia e eu tinha a única cópia no YouTube)

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 10 months later...
On 26/08/2021 at 23:11, ATVTQsV disse:

Portugal Caricato: esta era a minha favorita. Erros de português quer de Portugal quer do Brasil, quer roubadas da net (e que já recorreram a net mais de mil vezes) ou enviadas pelos telespectadores;

Também era a minha! E não era só erros de português, acho que também havia outras coisas como sinalização errada, etc. Uma curiosidade era que no final do Nós por Cá também davam imagens assim: 

https://www.youtube.com/watch?v=Dh84ekIOoSI

Link to comment
Share on other sites

há 9 horas, TV1_22 disse:

Também era a minha! E não era só erros de português, acho que também havia outras coisas como sinalização errada, etc. Uma curiosidade era que no final do Nós por Cá também davam imagens assim: 

https://www.youtube.com/watch?v=Dh84ekIOoSI

Isto já vinha dos tempos em que o Nós Por Cá era uma rubrica no Jornal da Noite (inicialmente aos domingos mais tarde às terças)

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...