Jump to content
ATVTQsV

66: VIVA Forever

Recommended Posts

Antes de mais nada, muitos de vós estarão a perguntar coisas tipo "Porquê VIVA Forever?". Calma, pois eis o porquê: há um outro canal chamado Viva que é o célebre canal da Globo no Brasil (que ultimamente tem sido alvo de desrespeito com o telespectador) mas o alvo desta edição é o célebre canal alemão que muitas alegrias nos deu nos anos 90. Sem mais delongas, vamos à viagem.

O VIVA vai acabar. E não, não inventei. É a Viacom que tenciona acabar com uma marca que já deu o que tinha a dar e que deixou de emitir 24/24. O canal também divergiu imenso do seu formato na idade de ouro, os primórdios do canal, uma fase compreendente entre o lançamento e a compra pela Viacom que a tornou noutro canal de música que depois tornou numa MTV dos pobres que depois passou a ser mais uma vez um canal de música mainstream com emissão partilhada. Mas como é que este monumento alemão da televisão por cabo europeia dos anos 90 surgiu?

Muitos de vós ficarão chocados pois o nome VIVA é uma abreviatura de uma daquelas palavras aglutinadoras que chega a ter mais de vinte letras. O nome completo do canal era Videoverwertungsanstalt, que em português quer dizer "Centro de Recuperação de Vídeos". O símbolo em si dava a ilusão que dizia "VAVA", perguntem a mim quando andava na primária. Afinal, o símbolo do canal, composto por quatro triângulos, tinha uma carga simbólica, pois o triângulo amarelo simbolizava "por favor, não chamem a este canal de VAVA", apesar de, quando ser mais novo, não recair sobre o seu significado (que ao longo de sucessivas modificações passou a ficar esquecido) e ainda chamava-o de "VAVA".

O conceito surge em 1992, quando as editoras estavam frustradas com o anglocentrismo da MTV Europe na região alemã. Os executivos da TimeWarner, preocupados com o estado da música no país, começaram a planear o dito. Na altura dizia-se que "a MTV é vulnerável porque só emite em inglês, não foi licenciada na Alemanha, nem sequer pertence a alguém da Europa", como se o canal fosse um contraponto à MTV Europe.

O canal arrancou formalmente no dia 1 de Dezembro de 1993 em Colónia. Inicialmente dedicado sumamente à música alemã, aos poucos ficou famoso por outro tema que ajudou a ser muito falado para as gentes que o apanhavam por tantos países na Europa. A TV Cabo dizia que era dedicado à "música techno e música às bolinhas". Aos poucos, as pretensões do canal deixaram de ser intensivamente alemãs para passar a ser um canal dedicado a um género que toda a gente estava a começar a gostar e que fazia-se muito na Europa, o Eurodance. Falo de sucessos como este:

Ou este:

Ou este:

O sucesso do canal foi tanto que na Alemanha foi lançado um segundo canal, o Viva II (mais tarde Viva Zwei) em 1995 dedicado música alternativa que era energética demais para o principal, mas fechou a 7 de Janeiro de 2002, apesar do sucesso do canal a TimeWarner estava a ficar sem dinheiro para gerir dois canais de música. Foi substituído pelo Viva Plus que era mais low-cost e mainstream, mas fechou em 2007 para dar lugar à Comedy Central. Não tardou até ao Viva ter expandido a sua marca - aqui em Portugal recebíamos o canal alemão na TV Cabo até 2000, mas noutras operadoras como a Bragatel esteve até meados da década quando foi substituído pelo Deluxe Music. Foi aqui que soube que "telemóvel" em alemão tem o "conveniente" nome de "handy", pois passavam anúncios a toques polifónicos e afins por SMS, coisa que em Portugal passou a ser uma praga entre 2004 e 2007.

A expansão internacional começou em 2000, quando foi lançado um canal de raiz na Polónia, que era FTA por muitos anos tal como o alemão. Comprou o canal Swizz na Suíça alemã ainda no mesmo ano e também o canal húngaro Z+, que inicialmente era o Viva Z+ para depois passar a ser o Viva local. Em 2001 chegou à Áustria e por um breve tempo teve um canal na Itália e programas semanais na Lituânia e na China.

Em 1995 foram criados os prémios Comet que galardoavam a música alemã e em 1997 foi lançada uma emissão em alemão da MTV, o que piorou a concorrência entre os dois canais. O Viva era tido como "mainstream" e a MTV tida como "edgy". Em 2004, a Viacom comprou os canais da marca na Europa central o que pôs fim à rivalidade e os dois canais começaram a cooperar entre si, numa altura em que a MTV deixava aos poucos de ser um canal de música. Como na Alemanha a MTV e o Viva eram ambos FTA, o Viva absorveu a música toda do outro canal. Ainda em 2009, a Viacom decidiu expandir a marca para o Reino Unido e Irlanda através de uma versão do canal com símbolo e grafismo próprios, como substituto do extinto canal TMF, da Viacom, na Freeview.

Em 2011, a Viacom decidiu mudar a MTV para a televisão paga e o Viva entrou em declínio, sobretudo para antigos telespectadores, com a chegada de um novo símbolo mais simplificado e monocromático e a integração de conteúdos reality e afins no canal.

latest?cb=20101129220058

Durante esta fase do Viva, tentaram retirar os programas da MTV, a última vez em que foram emitidos foi em 2015. Porém já o canal era partilhado com o Comedy Central, para desgraça da marca. Mas não faz mal. O porquê está no facto da marca estar tão fora da moda que a noite passava a ser do CC e não de um canal de música que já estava a cheirar a mofo obscuro da web 2000. Em 2012, foram cancelados os prémios Comet porque "ah e tal nós já temos os EMAs".

Só em 2017 é que foi anunciado o fim: primeiro os canais na Polónia e na Hungria, ainda em 2017 - o polaco foi substituído por um canal temático da MTV e o húngaro pela Comedy Central Family. Em Janeiro, o Viva britânico (que tinha reduzido a sua cobertura na Freeview) fechou e só em Junho deste ano é que chegou o aviso do encerramento dos canais em alemão. O Viva actualmente (a escassas semanas de encerrar) emite das 6 às 17, hora da Europa Central, e em Portugal ainda está na NOS Madeira, ainda a dizer Viva Plus. Dizem os representantes da Viacom que o canal rende mas a opção é concentrar nas marcas MTV, Nickelodeon e Comedy Central.

A escassos minutos das 16 horas no último dia do ano, toda uma geração de telespectadores pela Europa irá cantar Viva Forever em coro, porque esta foi a canção que encerrou a MTV alemã em FTA há uns anos ainda nesta década como sinal de passagem dos seus conteúdos ao Viva. Felizmente vai encerrar depois do seu 25º aniversário, e ainda bem.

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Será que as Spice Girls se inspiraram neste canal para a sua música, que tem o mesmo nome?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 37 minutos, Forbidden disse:

Será que as Spice Girls se inspiraram neste canal para a sua música, que tem o mesmo nome?

Acho que sim, tal como uma canção de Rui Veloso (Ai quem me dera a mim rolar contigo num palheiro) ter sido inspirada na emissão de fitas eróticas envolvendo raparigas e palha em canais alemães no início dos anos 90.

  • Haha 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Pessoal, tenho um aviso a fazer.

Amanhã o canal vai terminar as emissões em grande estilo com uma viagem pelo passado numa emissão especial sugestivamente titulada de VIVA Forever. E, se os meus cálculos estiverem certos, a música das Spice Girls que encerrou as emissões em aberto da MTV alemã que ditaram a mudança do VIVA em 2011 vai ser a última.

No fim de Novembro o Facebook do canal mudou a sua imagem de perfil para o símbolo clássico dos anos 90. O canal também investiu em grande na sua despedida com playlists especiais e a tag #VIVAliebtdich (o VIVA ama-vos). Podem participar se quiserem, pois também Portugal chegou a ver o canal.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Os últimos minutos do VIVA:

(o video foi editado a meio devido aos habituais direitos autorais do Youtube)

Editado por LAboy 456

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora

×