Jump to content

Algo Inesperado


OrcLindo

Recommended Posts

ALGO INESPERADO

LANÇAMENTO DE UM CAPÍTULO, SEMANALMENTE, AOS SÁBADOS

Capítulo 1

O Mundo é uma esfera constituída por acontecimentos inesperados, que podem trocar o rumo de muitas vidas. É o caso da seguinte história, onde uma vida nunca mais voltou a ser a mesma.

Ana era uma senhora na casa dos 35 anos, formada em economia, com um emprego fixo e rentável e um marido carinhoso. Ana tinha um desejo, engravidar, mas depois de várias tentativas, nunca tinha conseguido. Um dia, Ana estava determinada em engravidar, e decidiu tentar pela última vez. Passado uns dias da última tentativa, Ana começou a ter alguns sintomas característicos de uma gravidez. Para confirmar, Ana pede ao seu marido para se deslocar a uma farmácia e lhe comprar um teste de gravidez. Com o teste na mão, e nervosa por saber o resultado, Ana tranca-se na casa de banho e espera ansiosamente pelo resultado. Após uns segundos de espera, Ana olha para o teste, e lê: "positivo". Um sorriso substitui o nervosismo e ansiedade existente no rosto.

Passado 8 meses e meio, Ana entra em trabalho de parto e dirige-se urgentemente para a maternidade mais próxima. 2 horas depois de entrar em trabalho de parto, nasce uma menina linda e saudável.

Para Ana, este foi o momento mais lindo de toda a sua vida, mas o que ela não sabia, era que algo inesperado viria a acontecer.

Passou-se 6 dias, e o seu marido viria buscar Ana e a sua filha à maternidade. À saída, Ana levava a sua filha ao colo e distraída, vinha a conversar com o seu marido. Ao atravessar a avenida para entrar no carro, um barulho ensurdecedor de uma buzina entoava nos ouvidos das pessoas que se encontravam no local. Um carro que se deslocava naquela avenida tinha perdido o controlo. Ana repara que o carro viria na sua direcção e tenta desviar-se, mas a sua felicidade iria terminar mesmo ali. O carro embate em Ana, que levava a sua filha no colo e no seu marido, que vinha mesmo atrás de Ana. Um choque violentíssimo e doloroso de ver. Gritos eram ouvidos por toda a avenida, e o desespero por salvar as vítimas do acidente era enorme.

7 minutos depois do acidente se suceder, os paramédicos chegam ao local. Limpam todos os danos e levam as vítimas para o hospital da região.

Durante umas horas, os médicos tentam fazer de tudo para salvar as vítimas, mas o resultado poderá ser aquele que ninguém esperava. Após horas de espera, o relatório foi revelado. Deste acidente resultaram 2 mortes e 1 ferido grave. Ana tinha sobrevivido ao acidente, mas o que ela não sabia era que as notícias não eram felizes. O marido de Ana tinha morrido e com ele, a sua filha acabada de nascer. Ana não se controla e lágrimas mancham o seu rosto, depois do relatório médico ter-lhe sido divulgado. Passado uns minutos de pausa, para Ana se acalmar, o médico revela ainda que Ana ficou paraplégica e não poderá voltar a andar. Neste momento, Ana vê o seu futuro tornado num verdadeiro inferno.

Ana não consegue suportar a dor de ter perdido o seu marido e sua filha. E, um dia, durante a noite, tenta suicidar-se, partindo uma garrafa de vidro, e engolindo cada caco partido.

Um vizinho, que estava a passar pela rua, vê a cena pela janela da sala, que estava aberta, e chama rapidamente os paramédicos. Ana é de novo internada. Depois de vários exames, os médicos decidem transferir Ana para um hospital psiquiátrico, onde irá passar os próximos meses.

Ana era uma mulher feliz, com uma família muito unida e um futuro bastante risonho, mas por uns miseros segundos, a sua felicidade terminou.

A vida é curta, e por vezes, nas alturas mais felizes, somos atingidos pelos acontecimentos mais injustos e inesperados. Vive um dia de cada vez, e não deixes nada por dizer, nada por fazer, nada por conhecer, pois, quando menos esperares, pode ser tarde de mais.

Continua...

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...
  • 8 months later...

Estava a ver o que andava por este sub-fórum e encontrei isto que fiz em Dezembro do ano passado!

Reparei num «continua...», que nunca mais continuou.

Estive a ler o que escrevi, e tive umas ideias para a continuação. Sou bem capaz de dar um rumo a esta história.

Link to post
Share on other sites

Estava a ver o que andava por este sub-fórum e encontrei isto que fiz em Dezembro do ano passado!

Reparei num «continua...», que nunca mais continuou.

Estive a ler o que escrevi, e tive umas ideias para a continuação. Sou bem capaz de dar um rumo a esta história.

Força João!

Link to post
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...