Jump to content

"os Escolhidos" - 2ª Semana


David
 Share

Recommended Posts

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Muito boa noite! Seja bem-vindo à segunda edição da terceira temporada de Os Escolhidos. Depois de, na semana passada, os concorrentes se terem estreado a comentar os temas atribuídos pelas equipas do Televisão-Opinião/TV Universo, nesta sexta-feira, um deles irá abandonar este concurso. "Quem?", pergunta o leitor. A decisão final resulta da união dos votos do público, com os do júri. Na prática, esta avaliação assemelha-se à do Festival da Canção. Por outras palavras, serão atribuídos 9 pontos ao concorrente mais votado pelo público, e outros 9 ao concorrente que mais aplausos despertou por parte do júri (composto por Pedro Esteves, Pedro Vendeira, Sónia Caeiro e Tiago Henriques). No total, e nesta ronda, o máximo de pontos que um concorrente poderá alcançar serão 18. Entendido? Vamos dar início à primeira expulsão deste concurso:

Votação do público:

Inês Moreira – 75 votos – 9 pontos

Mauro Silva - 71 votos - 8 pontos

Xavier Pinto - 39 votos - 7 pontos

João Rodrigo - 37 votos - 6 pontos

Rúben Baía - 36 votos - 5 pontos

João Pedro - 31 votos - 4 pontos

André Costa - 31 pontos - 4 pontos

João Carvalho - 23 votos - 2 pontos

César Castro - 18 votos - 1 ponto

Votação do júri:

Inês Moreira – 33 pontos – 9 pontos

André Costa – 28 pontos – 8 pontos

Mauro Silva – 25 pontos – 7 pontos

João Carvalho – 23 pontos – 6 pontos

Ruben Baía – 22 pontos – 5 pontos

Xavier Pinto – 17 pontos – 4 pontos

João Pedro – 15 pontos – 3 pontos

João Rodrigo – 9 pontos – 2 pontos

César Castro – 8 pontos – 1 ponto

Somatório das duas votações:

Inês Moreira - 9 + 9 = 18 pontos

Mauro Silva - 7 + 8 = 15 pontos

André Costa - 8 + 4 = 12 pontos

Xavier Pinto - 4 + 7 = 11 pontos

Rúben Baía - 5 + 5 = 10 pontos

João Carvalho - 6 + 2 = 8 pontos

João Rodrigo - 2 + 6 = 8 pontos

João Pedro - 3 + 4 = 7 pontos

César Castro - 1 + 1 = 2 pontos

Neste sentido, o primeiro candidato a abandonar Os Escolhidos é..

César Castro.

Após a primeira expulsão, é necessário iniciar a segunda fase deste concurso. São oito os comentários que poderá ler e apreciar esta noite. Fique agora com três deles:

João Carvalho - "Achas Que Sabes Dançar" termina no próximo domingo. Qual o balanço que fazes do programa? Deve apostar-se numa segunda temporada do mesmo?

Sou um pouco suspeito porque já gostava do formato original "So You Think You Can Dance" que passava na Fox Life, mesmo antes de ter estreado a versão portuguesa na SIC. Não porque seja um grande fã de dança, mas porque ficava rendido àquelas coreografias quase acrobáticas. Além disso, adoro as fases de casting, pois os cromos

tornam-nas divertidas.

A versão portuguesa, não ficou atrás da original americana. O apresentador João Manzarra, apesar de alguns percalços nas primeiras galas, esteve bem. Já o júri foi um dos pontos fracos do programa, foi polémico quando não devia ser e não o foi quando deveria, na fase de casting. Contudo, teve mérito em escolher os 20 finalistas que se revelaram grandes bailarinos. Outro ponto negativo a corrigir numa futura edição prende-se com os comentários dos jurados que prediziam quem seria o par eliminado, o que diminuía o factor surpresa na revelação.

Em termos audiométricos "Achas que Sabes Dançar?" não foi um sucesso, porém alcançou resultados razoáveis, acima da média da SIC. Uma segunda temporada deverá ser equacionada num futuro não muito próximo.

Xavier Pinto - A quarta temporada de "Ídolos" está a chegar. João Manzarra vai dar, mais uma vez, a cara pelo programa. Não consideras que o apresentador possa, deste modo, desgastar a sua imagem?

"Ídolos" foi sem dúvida um formato de enorme sucesso e teve sempre audiências muito regulares.

Contudo, este regresso do programa parece-me precipitado. O sucesso da quarta edição deveu-se, em grande medida, à popularidade dos dois finalistas e não será fácil encontrar pessoas tão carismáticas e talentosas que movam multidões como estes dois concorrentes.

Como é óbvio a imagem do Manzarra está super desgastada. Sinceramente já não acho muita graça ao seu registo. É certo que no inicio os seus erros a ler o teleponto até eram engraçados e a forma como ele os encarava sempre com uma piada era divertida, mas tudo o que é demais cansa.

Os erros de pontuação são constante, aparece no teleponto um ponto de interrogação e ele lê como se lá estivesse um ponto final, engasga-se em todas as galas e não tem a segurança necessária para um formato desta qualidade. É certo que ao lado de Cláudia Vieira (quase tão má como Carla Matadinho) até parece que o Manzarra não se engana mas o "Achas que Sabes Dançar " provou que o apresentador ainda tem um longo caminho para percorrer.

Não percebo porque a SIC não entregou o programa de dança a outro profissional deixando descansar o Manzarra, para aparecer fresco neste regresso que será super competitivo. Mas opções são opções e os dirigentes da SIC tem de arcar com as suas consequências.

João Rodrigo - "Caminho da Felicidade" promete surpreender os telespectadores. Ao que parece, até os actores estão rendidos a esta produção (exemplo de Diogo Morgado). Achas que a nova novela da SIC poderá ser um sucesso?

De facto, existe uma grande expectativa em relação a esta novela, é uma co-produção SIC/TV Globo escrita por Pedro Lopes o autor de "Perfeito Coração" e pelo autor de sucessos brasileiro Aguinaldo Silva, mas também pelo suspense que foi feito ao serem divulgadas poucas noticias sobre a história. "Caminho da Felicidade" pretende retratar a realidade portuguesa e vai suceder a "Perfeito Coração" que começou timidamente mas que conseguiu agarrar os espectadores chegando ao sucesso. Penso que o mesmo vai acontecer com esta nova novela, dado que houve um corte na ficção da SIC desde a última novela até esta estrear, e porque do outro lado vai estar outra novela que promete ser forte "Malmequer".

Com as gravações quase a começar, constam do elenco: Diana Chaves, Diogo Morgado, Oceana Basilio, João Ricardo, Ana Guiomar, Ricardo Carriço, Joana Seixas, Ângelo Rodrigues, Dânia Neto, Sisley Dias, Margarida Carpinteiro, Hugo Sequeira, Gracinda Nave e a participação da grande actriz brasileira Suzana Vieira. Deste modo, penso que esta novela vai ter todos os ingredientes para ser um sucesso maior que a produção anterior, mas é preciso promover bem a novela e manter um horário fixo depois de estrear na grelha da SIC. Espera-se uma superprodução em Setembro tanto ao nível dos cenários, actores e da própria história.

Ruben Baía - "Verão Total" é, mais uma vez, aposta da RTP. Com ou sem vitórias, a verdade é que com este talk-show, Você na TV! deixou de ser competitivo nas manhãs. Mérito da RTP ou do Cabo?

Apesar de ser fã assumido tanto do "Você na TV" como de Cristina Ferreira, tenho que reconhecer que o programa perde muito durante esta época de férias. Uma das principais razões será o facto de não ser apresentado pela dinâmica dupla, mas sim por apenas um dos membros. Na minha opinião, o formato é muito bom, mas quando a dupla está reunida. Caso contrário, perde muito, apesar de tanto Cristina Ferreira como Manuel Luís Goucha terem, como é óbvio, grandes capacidades de conduzi-lo a solo. No entanto, não existe a mesma dinâmica. Juntamente a esta situação, no tempo de férias, existem muito mais crianças em casa, pelo que canais com uma programação mais direccionada para este público ganham terreno. Como também é reconhecível, os programas da manhã são, em grande parte, vistos pelos mais velhos, pelo que tudo o que tenha que ver com a "terra" e com a tradição lhes chama atenção. Daí acreditar que "Verão Total" também ganhe terreno perante "Você na TV" durante as férias. Concluindo, não retirando minimamente o mérito do programa, penso que, durante o Verão, existe uma série de condicionantes que levam a que o formato da TVI perca terreno. No entanto, não tenho qualquer dúvida de que assim que chegar a rentrée televisiva, o "Você na TV" volte a surpreender-nos!

André Costa - Gabriela Sobral é a última aquisição de Carnaxide. Que mudanças prevês com esta aquisição?

Gabriela Sobral – ou "Gabi" para os amigos! – foi a grande contratação da SIC à TVI, depois da ida de Fátima Lopes para Queluz. Para alguns, esta contratação parece ter sido irrelevante (para aqueles em que "televisão" se resume, apenas, às caras que todos os dias aparecem no ecrã), mas a verdade é que foi uma "jogada de mestre"!

Para quem apenas conhece a Gabriela Sobral da definição "braço direito de Moniz" que nos últimos dias invadiu a imprensa, fique a saber que ela é muito mais do que isso. Ela foi a responsável, para além do entretenimento no seu todo, pelos grandes sucessos da ficção da TVI (também pelos maiores fracassos, é certo), por ter ajudado a "olear" esta máquina que foi e é o maior impulsionador de audiências e receitas da estação de Queluz. Será ela que vai endireitar o "caminho" da ficção da SIC?

A imprensa diz que a Gabriela vai tirar algum poder a Nuno Santos… sinceramente, tenho pena que não lhe tire todo o poder! Ela seria, certamente, uma melhor opção para a Direcção de Programas. E, tendo em conta as provas apresentadas, ela é capaz de apresentar, na SIC, uma ficção com continuidade (e não a "conta-gotas"!), a juntar ao entretenimento popular, capaz de mover as massas.

Inês Moreira Santos - "Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão", tem vindo a obter bons resultados, contribuindo para solidificar o horário nobre da estação pública. É o Malato no seu melhor?

"Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão" é, na realidade, uma óptima aposta da RTP. Nesta versão, o concurso ganhou o dinamismo que lhe faltava, acabando por prender mais os telespectadores. Contudo, se as audiências ganhas com o programa se perdem com "Pai à Força", a RTP deveria ter pensado numa outra solução. Trata-se de uma série interessante mas que foi transmitida muito recentemente. A reposição poderia acontecer, mas nunca em pleno horário nobre.

Seria importante que a televisão pública pensasse na forte concorrência que tem neste horário, como a TVI e as suas novelas. A solução poderia passar por uma nova série ("Maternidade" seria uma óptima hipótese, mas provavelmente só será lançada mais tarde) ou mesmo por uma novela como foi "Paixões Proibidas". Na minha opinião, uma boa possibilidade seria passar a série "Regresso a Sizalinda" no lugar de "Pai à Força" e não nas tardes de fim-de-semana. O elenco e a própria história mereciam o horário nobre.

João Pedro - "Ídolos" e "Operação Triunfo" estão de regresso em Setembro e, curiosamente, trata-se da quarta temporada de ambos. Tendo em conta que no passado se haviam "defrontado", quem pensas que vencerá desta vez? Haverá talento para a música ao quadrado nos jovens portugueses?

A transmissão dos dois programas na mesma altura não é positivo para nenhum dos dois.

Em primeiro, algum do público estará cansado deste tipo de programas visto que o Ídolos 3 não acabou assim há muito tempo.

Em segundo, o público terá uma solução, o reality show que a TVI irá transmitir. Não acredito que o Ídolos consiga manter as audiências da edição anterior. E a OT irá provavelmente fracassar.

Entre os dois o público irá optar pelo Ídolos na sua maioria porque à OT falha um factor super importante: o entretenimento. No Ídolos o público ri-se na fase de castings, torce e identifica-se com alguns concorrentes na fase do teatro e continua a assistir às galas pelo espectáculo que as mesmas proporcionam. A OT ao nos apresentar directamente as galas irá perder. E isso vê-se nas edições anteriores que não alcançaram grande sucesso.

Em relação ao talento dos jovens portugueses não há que preocupar. Portugal é um país talentoso.

Pergunta o leitor, onde está a opinião do Mauro. Infelizmente, e apesar de ser o segundo concorrente mais bem sucedido nesta primeira fase de comentários, ele desistiu. Com pena nossa, claro. No entanto, o concurso continua, agora com 7 concorrentes!

As votações já começaram! Contamos consigo!

Link to comment
Share on other sites

Saiu o César e parece que o Mauro desistiu. Acho que, quando alguém desistisse, não deveria haver a eliminação, para que "Os Escolhidos" terminasse na altura prevista. Sendo assim, a desistência eliminaria a eliminação e o menos votado teria mais uma oportunidade para mostrar o que vale.

Tenho uma questão: O vencedor será decidido na última semana ou partirá do somatório de votos ao longo de todas as semanas?

Link to comment
Share on other sites

Oláa, pessoal =D

desculpem só responder agora. É assim, quem sabe disso tudo é o Diogo. Ele é que é o mentor da ideia

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wacko.png">

mas quanto às perguntas, até agora têm sido feitas pelo Diogo e eu dou uma "ajudinha" =D

Espero que estejam a gostar.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wink.png">

Link to comment
Share on other sites

Estamos a gostar sim senhor Tiago, eu já votei, e é muito difícil escolher qual a melhor opinião, pois são todas muito boas!

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Link to comment
Share on other sites

Eu pensei em não expulsar ninguém, mas penso que não faria sentido. Começar com o "pé torto" não é das situações que mais me agradem. Por outras palavras, começar a segunda fase a dizer que "afinal já ninguém saía, porque alguém desistido" era, para mim, dar um passo atrás.

O vencedor do concurso será o que chegar aos três finalistas e, dentro deles, for o que mais votos obtiver durante as votações dessa semana.

Cumprimentos

Quanto às perguntas, e tal como o Tiago diz, somos nós que as fazemos. Normalmente, eu faço a base. Depois envio ao Tiago. Se ele não gosta, altera algumas cenas. Infelizmente, pensar em sete perguntas "ao mesmo nível" é complicado

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wacko.png"> Mas temos tentado fazer isso.

Link to comment
Share on other sites

 Share

×
×
  • Create New...