Jump to content

"os Escolhidos" - 1ª Semana


David
 Share

Recommended Posts

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Boa noite. Seja bem-vindo à terceira temporada de Os Escolhidos. Se nas duas edições passadas os concorrentes eram ilustres personalidades televisivas, julgadas consoante os programas pelos quais davam a cara, agora são os leitores do Televisão-Opiniao/TV Universo que estão em jogo. Semanalmente cada participante dará a sua opinião sobre um tema previamente atribuído pela equipa deste blog e do referido site. A partir das 21:00 de sexta-feira, os comentários entram em linha, assim como as votações, a partir das quais se apurará o menos votado. O concorrente cuja opinião reunir menos votos será expulso de Os Escolhidos. No final, a pessoa que chegar mais longe neste concurso leva para casa um mp3!

Está pronto? A terceira temporada de Os Escolhidos começou!

Concorrentes:

André Costa

César Castro

Inês Moreira

João Carvalho

João Pedro

João Rodrigo

Mauro Silva

Rúben Baía

Xavier Pinto

Anunciados os concorrentes, damos início à publicação das opiniões. Até às 23:00, todas elas serão postadas. A partir dessa hora, pode começar a votar!

Rúben Baía - Em Companhia das Manhãs, Rita Ferro Rodrigues vai abandonar Francisco Menezes, aquando da sua licença de maternidade. O que esperar do futuro do talk-show? Uma nova companheira para o humorista ou uma total reformulação do programa?

Rita Ferro Rodrigues é a alma do "Companhia das Manhãs".Isso é um ponto assente.Se formos a ver, Francisco Menezes pouco fala durante o talk-show matinal, tornando-se uma espécie de acessório.Não lhe tirando qualquer mérito como humorista, Francisco Menezes não foi talhado para um programa como "Companhia das Manhãs", muito menos quando a concorrência é tão forte, com a dupla da TVI e com a Alegria da Praça da RTP. Se fosse Francisco Menezes a abandonar temporariamente o programa, talvez houvesse esperança para o mesmo, uma vez que Rita Ferro Rodrigues já provou várias vezes que é capaz de assegurar um programa sozinho do início ao fim. Assim, não me parece viável continuar com Francisco Menezes na condução do programa, mesmo com uma nova companheira.

No entanto, um novo formato também não seria algo muito bom para a imagem de Carnaxide, dado que já foram feitos demasiados formatos para o horário. A meu ver, aquando da licença de maternidade de Rita Ferro Rodrigues, dever-se-ia manter o formato de "Companhia das Manhãs", mas com uma nova dupla de apresentadores, um pouco mais dinâmicos. Um bom exemplo seria Nuno Graciano e Merche Romero.

João Pedro - O júri de Achas Que Sabes Dançar já foi muito criticado. Afinal, qual a tua opinião sobre ele?

Na verdade, o júri escolhido dá a impressão de estar incompleto. Quando a concorrente Melissa Freire foi expulsa referiu que fazia falta ao júri alguém ligado ao Hip Hop o que faz todo o sentido visto que há concorrentes e coreografias durante as galas dentro desse estilo. Um júri especializado em contemporânea e clássico não consegue de uma forma mais precisa avaliar uma actuação de Hip Hop e um jurado sem qualquer formação na dança muito menos.

Por outro lado, os jurados não conseguiram criar empatia com o público, visto não possuirem o carisma necessário para esse efeito. Outro factor para uma avaliação negativa ao trabalho dos jurados são os comentários por vezes inconvenientes, como os do jurado Miguel Quintão a apreciar de forma atrevida os corpos das concorrentes e o comentário polémico de César Augusto Moniz à arrogância da concorrente Melissa.

Concluíndo, o júri deveria ser alterado caso haja uma próxima edição. Deveria sair o jurado Miguel Quintão para a entrada de alguém especializado em Hip Hop e a saída da jurada Marina Grangioia por alguém ligado às danças de salão.

César Castro - Salve-se Quem Puder não está a repetir o sucesso da temporada do ano passado. Qual a decisão que a SIC deveria tomar com o programa, sabendo que optar pela sua não transmissão pode significar o fim da dupla Diana Chaves/Marco Horácio?

Se analisarmos em geral, Salve-se quem puder é mais um dos concursos da SIC que tem tudo para dar certo, mas se formos a ver pelo objectivo já não é lá tão bem sucedido. A começar pela ideia geral, a dos concorrentes passarem paredes de esferovite que mal servem para passar, depois falta a apelatividade de alguns concursos realizados em outros canais e tem como objectivo uma ideia já gasta e conhecida por todos. Mas a verdade é que de todo o programa há pontos positivos como a dupla de apresentadores. Ele que, talvez, seja a melhor escolha para o formato e ela que este ano mostrou mais confiança e mais segurança. Assim como as 'modas' que hoje estão na boca dos portugueses, exemplo disso o "Soltem a parede" e os momentos musicais que ditam movimento ao programa. Fora isso, há coisas que devem mudar, principalmente na decisão de manter ou não o concurso Tirá-lo da programação se calhar podia ser um boa opção, mas como preencher o horário nobre com pouco dinheiro que se tem, um horário que já mostra uma imagem de crise? SQP, é um dos exemplos de 'produtos' baratos, que infelizmente são as únicas opções para canais sem qualquer orçamento! Salve-se a Diana e o Marco!

Xavier Pinto - Mais uma vez, Merche Romero está parada. Ou melhor, à espera. Conseguirá a apresentadora voltar aos ecrãs da SIC com um programa na reentré?

Antes de começar a opinar relativamente ao tema que me foi proposto penso que é pertinente fazer uma distinção entre os apresentadores que se destacam por serem magníficos entrevistadores e os que o fazem por se mostrarem entertainers brilhantes. Contudo reconheço que está em voga considerar, de forma inadequada, apenas os bons entrevistadores profissionais televisivos de excelência.

Merche Romero é sem dúvida das melhores (senão a melhor) entertainer da Tv em Portugal. Tem uma energia impar, uma capacidade de comunicar extraordinária, naturalidade perante as câmaras e acima de tudo é simples e vai directa aos assuntos, não aposta como a maioria em floreados e discursos pomposos ensaiados.

Merche é das apresentadoras mais queridas no seio dos espectadores mais velhos devido à sua espontaneidade, simpatia e capacidade de se fazer entender com a simplicidade do seu discurso (sendo esta a grande e mais difícil premissa da apresentação televisiva).

Quanto ao regresso na reentré, penso que se houver bom senso isso acontecerá inevitavelmente. Provavelmente ao lado de Nuno Graciano, Merche fará o talk-show da manhã ou da tarde.

Inês Moreira dos Santos - 5 Para a Meia-Noite junta o humor à conversa. As audiências do programa têm sido bastante satisfatórios. Afinal o que é que o "Boinas", o Alvim, a Mena, o Nilton e o Pedro têm a mais que Camilo de Oliveira, Herman José ou Bruno Nogueira (as audiências dos formatos por quem estas três personalidades dão a cara não têm sido as melhores)?

O 5 Para a Meia-Noite apresenta um formato totalmente inovador: cinco apresentadores, um para cada dia da semana. O programa vai já na terceira série e o seu sucesso é notável. As temáticas, sempre actuais e recheadas de humor, cativam o público jovem (adolescentes e jovens adultos), mas despertam a curiosidade de todas as idades. A grande interacção com os fãs, através das redes sociais (twitter, facebook) e blogs, é um ponto a favor, que faz com que haja uma proximidade com os telespectadores nunca antes vista. Todo o sucesso do "5" é confirmado com a recente associação dos apresentadores a marcas como a Toyota e o Caipirão.

Herman 2010, que parece querer imitar os late night shows americanos, não está a ter o sucesso desejado. A meu ver, os tempos altos de Herman José já passaram. A aposta da Sic em Camilo de Oliveira não me parece ter também muito futuro. O actor tem um tipo de humor que dificilmente agrada às novas gerações e o formato do programa em si está, na minha opinião, algo esgotado. Quanto a Bruno Nogueira, para mim, o humorista é ainda muito jovem para ter um programa em nome próprio. O seu tipo de humor enquadra-se muito melhor nos saudosos Contemporâneos.

João Rodrigo - Bárbara Guimarães volta em 2011. No ano que passou participou em Verdade Sim ou Talvez Não, M/F eGlobos de Ouro. Mais uma vez não conseguio agarrar um programa contínuo no horário nobre. O que fazer com esta estrela na SIC?

Na minha opinião, Bárbara Guimarães é uma das grandes estrelas da SIC, ela é uma apresentadora de grandes formatos, semanais, de entretenimento em horário nobre, mas considero que não tem sido bem aproveitada, pois dos programas que lhe deram apenas o "Atreve-te a Cantar" (que foi uma pena não ter sido em directo) e os "Globos de Ouro" foram programas ao estilo desta apresentadora.

Bárbara volta em 2011, e o que fazer com esta estrela na SIC? Pois bem, quem não se lembra de como esta cara SIC brilhou em "Furor" e "Chuva de Estrelas"? Bárbara precisa de um programa destes, ou outro novo, mas que lhe devolva o estrelato que ela merece, e que a SIC bem lhe pode dar.

Assim, em 2011 Bárbara Guimarães poderia regressar à apresentação em grande, com um programa ao seu estilo e ao estilo da SIC e dos seus espectadores, um novo "Chuva de Estrelas".

André Costa - Projecto Moda e Face Model Of The Year estão a chegar a Portugal. Coincidindo ou não os dois no mesmo horário, qual irá vencer?

De vez em quando, as estações de televisão lembram-se de seguirem todas o mesmo caminho. Quando um canal se lembra de aposta num formato, a concorrência mexe-se logo a seguir, no mesmo sentido. Depois das cantorias, das danças, dos jogos acrobáticos, chegou a vez da moda… Não é a primeira vez que, em Portugal, vamos ver um programa dedicado à moda. Já houve programas e especiais dedicados a esta área, desde os tempos em que se escolhia a Miss Portugal!

Agora vai chegar "Projecto Moda" (adaptação) e "À Procura do Sonho" (original) à RTP1 e SIC, respectivamente. E, se para o bem das mesmas, não se deveriam confrontar, eis que, segundo as últimas notícias, vão estrear as duas no mesmo dia. E quem vencerá? Bem, o formato da SIC pode levar vantagem por ter uma fase de castings, tipo "Ídolos"; já o formato da RTP1, por ser a adaptação de "Project Runway", poderá mover uma legião de fãs. Apesar de diferentes, as pessoas vão, quanto a mim, optar pelo formato mais popular; e aquele que, possivelmente, corresponde a essa característica – o que não implica que seja o que tem mais qualidade ou o melhor produzido – é o "À Procura do Sonho – Face Modelo of the Year". Mas veremos…

João Carvalho - O primeiro episódio da temporada de Heroes estreou com 13% de share. Consideras este resultado uma consequência do hábito que a TVI tem vindo a criar nos telespectadores em acompanhar as suas novelas?

O problema nas audiências de 'Heroes' não se prende apenas a nível nacional, já que a série foi recentemente cancelada, pelo facto de nos EUA as últimas duas temporadas terem registado audiências bem mais baixas que as duas primeiras (em que alcançou excelentes audiências, agradando a críticos e espectadores). Porém, isto não justifica a baixa audiência da estreia da terceira temporada em Portugal.

À partida, vários motivos podem ser apontados para a fraca estreia. O principal foi ter combatido com o importante jogo do 'Mundial FIFA 2010 – Argentina x Alemanha', contudo, o reduzido lead-in de 'Portugal de Olhos em Bico', a diminuta promoção à série e ainda a época estival, ajudaram a que o resultado fosse ainda pior.

Também é um facto que a TVI, pela sua grelha recheada de talk-shows e novelas, está mais dirigida para determinadas classes sociais e estratos etários não condizentes com público-alvo deste tipo de séries. Todavia não considero que seja o principal factor determinante da audiência, pois já outras séries e filmes lideraram neste canal, havendo mesmo séries que movem determinados públicos específicos independentemente da estação que os exibe.

Mauro Silva - Fátima Lopes abandonou a SIC há cerca de duas semanas, inesperadamente. Será que a apresentadora conseguirá habituar os telespectadores a ser uma "cara TVI"?

Fátima Lopes era a principal cara da SIC e foram os 16 anos passados em Carnaxide que lhe deram essa importância tornando-a na principal apresentadora da estação. Por isso, a notícia da sua saída da SIC é por si só algo de muito grave e bombástico.Para já, Fátima Lopes é uma mulher com habilidades preciosas e fundamentais para exercer o seu cargo. Ela não é uma banal apresentadora de talk-show's já que não tem vergonha em expor os seus sentimentos face aos casos que lhe são relatados nos mais variados programas que conduziu até agora. Por isso, é grave a SIC perder a sua principal cara que ainda por cima tem todos estes atributos.

Tudo isto são múltiplas razões que provam o estado de desorientação da SIC em deixar sair esta cara emblemática e tão profissional.

Todavia, a aquisição de Fátima Lopes poderá não trazer nada de novo para a TVI. Esta não se enquadra nos projectos futuros, como o Big Brother e as tardes do canal. A possibilidade de Fátima Lopes se tornar uma "cara TVI" não será tão vantajosa quanto isso! Tudo irá depender da mestria de André Cerqueira!

As votações já abriram! Para votar basta aceder à pagina principal do TV Universo aqui, e depois no lado direito onde diz sondagem, tem de escolher o seu favorito.

ESCOLHA JÁ!!

Link to comment
Share on other sites

Já votei.

Comentarios muito boms. Vê-se bem que sabem ver bem TV.

Quando saem os resultados?

Já eliminei a pergunta repetida

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_smile.png">

Mas continua lá.

Link to comment
Share on other sites

Já eliminei no 1º post Helena

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_smile.png">

Os resultados, amanhã ou sexta

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_wink.png">

Link to comment
Share on other sites

 Share

×
×
  • Create New...