Jump to content

92: Shin-Chan


Recommended Posts

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Uma das séries de anime há mais tempo no ar no Japão, Crayon Shin-Chan (como é chamado no seu país nativo) está no ar ininterruptamente na TV Asahi e na sua "rede" desde 1992, tendo ultrapassado a marca dos 1000 episódios e a longevidade da série antiga do Doraemon no ano passado. A personagem foi criada por Yoshito Usui em 1990 (falecido em 2009) e a BD durou até 2010, onde as últimas publicações eram póstumas. Uma nova série de BDs surgiu em 2013. As BDs nunca foram lançadas cá.

Mas o Shin-Chan conseguiu ser uma série de sucesso no estrangeiro, em duas versões: a versão "conservadora", feita para um público americano (mas que não foi emitida nos EUA) e a versão "progressista", que é a japonesa.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

A personagem principal é Shinnosuke Nohara. A sua idade varia entre os 4 e os 5 anos (depende da fase da série), frequenta a primária. Odeia pimento e era tarado, a um ponto que chega a mostrar o seu órgão genital e traseiro em público (isto causou a sua proibição na televisão portuguesa). A sua série favorita é o Ultra Herói (Action Mask na versão japonesa) sátira às séries de acção e super sentais (uma especialidade do canal que emite a série). As suas danças taradas já renderam a consternação de muitas personagens da série. Ele também interpreta algumas palavras erroneamente e, quando chega a casa, diz "adeus".

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

A mãe, Misae Nohara, é a mãe japonesa cliché que é dona de casa. Nasceu em Aso, cidade na prefeitura de Kumamoto, e mudou para Kasukabe. É ridicularizada pelos seios minúsculos e frequentemente castiga o filho.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

O pai, Hiroshi Nohara, nasceu em Akita (onde o avô do Shinnosuke mora). Ele é o pai japonês cliché, como um "salaryman" que trabalha oito horas por dia (em Portugal trabalhamos mais), consome qualquer bebida alcoólica que seja em excesso e vê programas mais "tarados" com mulheres com pouca roupa.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Mais tarde juntou-se uma quarta personagem à família, a irmã de Shinnosuke, Himawari Nohara, provavelmente em alusão à primária que o irmão frequenta (Sala dos Girassóis). À medida que a série avançava, ficaria mais inteligente.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

O Shiro (Floquito em Portugal) é o cão do Shin-Chan. Chega a ser mais inteligente do que os próprios donos.

A série inclui muitas referências à Futabasha, que publicava a BD no Japão. O jardim de infância que o Shin-Chan frequenta é a Escola Futaba. É aqui onde entram os amigos dele, o Kazama, a Nene o Masao. Eu até ia falar sobre as restantes personagens mas são muitas que não há tempo de sobra :D

Em Portugal deram duas dobragens: a da Vitello Productions que era "conservadora" e a progressista da Luk Internacional. A da Vitello dava na Europa nos canais FOX Kids. Como Portugal não tinha o canal, o catálogo deles passou pela SIC, e isto também chegou a incluir as séries "americanizadas" da 4Kids.

 

A Vitello Productions não era nenhuma Saban nem nenhuma 4Kids. Se a Saban teve, vá, o "privilégio" de usar cenas de super sentais e filmar cenas de enchimento com actores neozelandeses e a 4Kids ficava só com americanizações de anime e poucas séries próprias, a Vitello era uma empresa que trabalhava na pós-produção de séries, produziu dois pilotos sem sucesso e teve esta série como único produto que fez com algum sucesso. Como esta versão teve intenções de ser feita para um público bem conservador, onde as Standards and Practices dominam as televisões americanas (onde nunca chegou a ser emitido nos EUA), cenas como a Dança do Elefante foram cortadas.

http://videos.sapo.pt/j8GHzSTyhEzqwzwg299r

Os EUA foram mais longe e criaram a sua segunda dobragem, com os apoios da Funimation Entertainment, e que dava no [adult swim], canal que nunca vai ver a luz do dia em Portugal porque nós, europeus, não permitimos que um canal infantil tenha, na sua grelha, animações mais "adultas", nem que sejam emitidas dentro do horário das 22 horas. Esta dobragem foi mais longe e tornou-se numa série de adultos, a um ponto que uma das frases dele era "Precisas de ter honra e um pénis". Até chegaram a haver referências a celebridades e drogas. Dificilmente teríamos uma dobragem destas fora do Kesyn e Skelter ou dos Silenciadores.

Em Outubro de 2009, o Animax estreava a versão japonesa da série, por via da Luk Internacional. Não foi o primeiro anime do seu catálogo a ser emitido por lá, pois já tiveram o "privilégio" de colocar outra, Amassando Ja-Pão, na grelha, e legendado. Aqui, o Shin-Chan ganhou uma nova dobragem. Shin-Chan já esteve no ar em Espanha no início dos anos 2000, primeiro nas televisões autónomas (sobretudo na Catalunha onde ganhou algum sucesso) e depois na Antena 3 e no Cartoon Network. Também chegou a dar no FOX Kids espanhol na sua versão censurada - um dos dois animes que chegou a ter as duas versões no ar em canais diferentes. Mais tarde França faria o mesmo com Sonic X, que estreou na TF1 em 2003, na sua versão japonesa, e mais tarde foi a versão "americanizada" a estrear no Jetix deles. A TF1 foi supostamente o primeiro canal a dar os 78 episódios todos de Sonic X, pois no Japão parou no 52.

Esta dobragem, a meu ver, é melhor do que a da SIC. A Helena Mota criou um Shin-Chan português ainda mais carismático que o anterior, a qualidade da dobragem era soberba, melhor do que a do Doraemon, cuja dobragem portuguesa para mim é heresia. Esteve no Animax até ao seu fim, em 2011. Dois anos mais tarde, no verão de 2013, a série chega ao Biggs, onde esteve até 2016, quando ocorreu uma zaragata com uma cena num hospital e que a frase "mas que ânus tão bonito" gerou consternação nas redes sociais. O Biggs deixou de emitir a série e como consequência, só foi autorizada a emitir a partir das 22:30, mas até agora nada surgiu.

Mas não foi o único país a ter de proibir o Shin-Chan na televisão. A Indonésia achou a série indecente em 2013 (actualmente a televisão deles até censura clivagem) e na Índia houve uma polémica com os tons mais adultos a um ponto que tiveram de substituir bebidas alcoólicas por sumos e censurar a Dança do Elefante.

Até agora o Biggs nunca deu episódios com a Himawari. Como estou mais habituado aos episódios mais antigos, não gosto muito da personagem, mas as opiniões são de cada um.

  • Love 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...