Jump to content
DanielLuis

Festival Eurovisão da Canção 2018

Recommended Posts

há 1 hora, Duarte com D disse:

Eu também não gostei da nossa organização, entrada sem power, momentos humuristicos medonhos, Catarina Furtado, aquela carta a Lisboa que tristeza, valeu pela Filomena Cautela :yes:

Acho que a Daniela Ruah também esteve muito bem. Naturalmente que a Filomena, pela experiência na apresentação, com outra desenvoltura.

  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Completamente desiludido com estes resultados finais. Mesmo muito. Não pedia o primeiro lugar para Portugal mas o fundo da tabela foi horrível, muito mau mesmo. Para mim O Jardim merecia muito mais o reconhecimento da Europa do que o Amar pelos Dois do ano passado. Mas são gostos, não se pode agradar gregos e troianos. 

França, Lituânia, Chipre... tudo aquém do que eu esperava. Não que desgoste da vencedora, mas nunca a colocaria sequer num top5. 

A sensação desta Eurovisao que ficou foi mesmo de desilusão. Em casa, uma grande música em nossa representação no final da tabela e nem sequer as minhas favoritas, além d'O Jardim, brilharam.  :(

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eh pah pó ano, venha quem vier... Quero la uns Amor Electro (ao estilo de A Máquina) ou Áurea (ao estilo OK Alright ou Nothing Left to say) ou uns Santamaria... 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha só tenho a dizer que adorei o final da Eurovisão Portuguesa. O ano passado tivemos os foguetes do Benfica este ano tivemos um fogo de artifício tipo Aquamatrix! Lindo termos celebrado os 20 anos da Expo 98 e com a Dana International. :D Se ainda não acham que está tudo comprado... Escrevam o que digo. Vamos todos para Jerusalém com a Eurovisão e vai dar revolução. xD
Entretanto como a Claudia não tem tido tempo para regar o jardim nestes dias eurovisivos, arranjou uma substituta! xD

 

  • LOL 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

há 7 horas, Ruben Fonseca disse:

Não vou fazer comentários elaborados agora, mas só para dizer que Israel foi a música mais celebrada entre o público. Notava-se no recap que dançavam e cantavam ainda mais que a do Chipre. Por isso, para todos aqueles que viraram fãs da Eurovisão em 2017 só porque o Salvador ganhou e que agora estão aziados pela vitória da Netta, relembro que Israel sempre foi dos favoritos e é uma música tipicamente eurovisiva. :fancy: Podem deixar de ser fake fãs agora.

Não deixo. :toclue:

Entendo o que dizes, eu também não gosto da mensagem "musica não é fireworks", isto acima de tudo é um programa de entretenimento, uma boa canção, não chega, é também preciso um bom espectáculo por trás, e Portugal não o soube fazer, quis imitar a formula do Salvador e ficou na m*rda, não tenho pena. Agora a musica da Netta era péssima, havia lá muito mas muito melhor, mesmo dentro do mesmo género Dance Pop.

Maria Helena a apresentar a Eurovisão? Ai quero. :lol:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 8 horas, Gabriel_C disse:


@Ana Maria PeresQ

Quanta azia, credo. Música há para todos os gostos. Só tem que se respeitar que há quem goste mais de x música e outros tantos que não tenham sido tocados por y música em vez de vir para tópicos na internet diminuir os feitos de músicas e atacar a credibilidade de concursos. O Jardim não foi a primeira nem será a última música a ser injustiçada na Eurovisão, é escusado tanto exagero.

Esta coisa pra mim não é música, é cacofonia, uma anedota. Ganhou, está ganho, a Eurovisão morreu de vez, perdeu toda e qualquer credibilidade. O problema é deles, não é meu. O juri passou vergonha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Duarte com D disse:

Outra vez?:banghead:

Citaram-me e eu respondi, qual é o teu problema?

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 9 horas, Televisão 10 disse:

Também achei que as semifinais tiveram melhores momentos do que a final.

Vejam os resultados das semifinais:

https://eurovision.tv/story/exclusive-semi-final-results-eurovision-2018

República Checa e Austrália com grandes quedas em relação à final!

há 8 horas, guilhermefmcar disse:

Cheguei há pouco a casa e ainda não acredito que houve uma edição do ESC em Portugal. É surreal! Quando o Salvador ganhou em Kiev, nunca pensei ir assistir à final em Lisboa.

Gostei imenso das atuações ao vivo da Noruega, Portugal, Austria, Moldávia, Irlanda e Estónia (não adoro a música, mas do balcão onde eu estava dava para ver todo o vestido). Na minha opinião houve boas atuações e palcos que pareciam muito vazios, mas muitas delas ganham muito mais vida em televisão como a da Suécia e Chipre. A quantidade de câmeras fazem toda a diferença! 

Não gostei muito da atuação da Austrália, mas gostei da música. Talvez com outro palco, sem aquela estrutura e utilizando mais as luzes de fundo se safariam melhor. 

A organização do espetáculo é incrível e acontece tudo tão rápido, sendo que a parte que mais me fascinou foram as trocas de palcos. Tenho de destacar as músicas da Alemanha e do Reino Unido, surpreenderam-me ao vivo. E por falar em Reino Unido, fiquei cheio de pena da SuRie... Foi muito desagradável e ela soube manter a postura muito bem. Mereceu cada aplauso que recebeu depois.

Em relação à vencedora, eu não tenho muito a dizer. A música fica na cabeça e as reações na Arena eram sempre de muito festivas. O mesmo acontecia com a música do Chipre e acho que até ser anunciado o segundo lugar houve muitas dúvidas.

Não percebi uma coisa durante a distribuição dos votos: porque é que houve países a serem vaiados quando anunciavam os seus votos?

Em suma, foi um espetáculo incrível - com muito do #AllAboard a acontecer e canções diferentes das outras - e acho que a RTP está de parabéns por toda a organização. Tenho de parabenizar a Netta mas gostava de ter visto a Irlanda, Alemanha, Noruega, ou até mesmo o Chipre a ganhar. Não sabia, mas quando fui ver quantas vezes Israel havia ganho notei um padrão (1978, 1979, 1998, 2018)

Sei que falta um ano, mas estou curioso com o Festival da Canção 2019 e com a música que Portugal levará a Israel. Será em inglês?

Só vem #Jerusalem2038

  • Like 1
  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amores, eu ainda não consegui recuperar. ?

No ano em que vou ver a Eurovisião ao vivo, o meu top 3 corresponde ao meu top 3 final. 

Sonhei com este momento. Parabéns, Israel. Parabéns, Netta - por seres diferente. Por mostrares ao mundo que podemos assumir a nossa autenticidade e triunfar com ela. Por mostrares a tua versatilidade. Parece que não foi Israel 0 pontos como uns ‘génios’ queriam. Foram muitos. 317 do televoto. Incrível. 

Fiquei feliz com tudo menos com Portugal. Não se pode ter tudo. Mas farei um comentário mais extenso quando chegar a minha casa. :haha: 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 40 minutos, Forbidden disse:

Esta coisa pra mim não é música, é cacofonia, uma anedota. Ganhou, está ganho, a Eurovisão morreu de vez, perdeu toda e qualquer credibilidade. O problema é deles, não é meu. O juri passou vergonha.

Que exagero. A Eurovisão não morreu. Há vencedores que gostamos mais que outros, é verdade, mas não morreu. E isto não é nenhuma entrega de prémios, não tem de ter credibilidade, é o concurso de música onde as pessoas escolhem o que gostam, e assim foi. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Passadas algumas horas sobre o Eurovisão 2018, vou tecer alguns comentários.
Apesar de eu não gostar nada da música de Israel foi justa a sua vitória porque sempre foi uma  das favoritas à vitória e não ganhar acho que seria mau. Vai ser uma música recordada pelos sons de uma galinha e, provavelmente, como uma das piores vencedoras de sempre porque a meu ver é uma música com fraco conteúdo e só se safa pelos hacks vocais que ela coloca, apesar de ser uma música que fique no ouvido.
Países como a França, Portugal, Bulgária, Estónia e Chipre mereciam mais, muito mais. A França deveria ter ficado com um 4º ou 5º lugar ou até mesmo um primeiro lugar, enquanto que poderíamos tirar bem a Itália de lá. Portugal não merecia ficar em último, mas questões políticas, azia de certos países (como a Espanha)  e más escolhas dos jurados levou-nos a um último lugar, que eu não considero vergonhoso para nós, mas sim para a Europa. A Bulgária não merecia um 14º lugar, não mesmo,  poderia ficar em sétimo e tirar bem aquela coisa horrível da Suécia que sinceramente deve comprar votos, mas o público foi espero e deu-lhes só 21 pontos. Não tive pena! Por fim, temos o Chipre que para mim poderia ter ganho facilmente, mas ganhou Israel. Foi uma pena.

Para o ano, prevejo que Portugal não participe. Acho que vai ter a ver com questões financeiras e até mesmo por causa deste resultado. Mas esperemos até ao final do ano para sabermos. Também prevejo um festival muito tenso para o ano e cheio de politiquices. Mas veremos daqui a um ano como tudo estará!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Ruben Fonseca disse:

Eu gosto imenso da música da Netta e foi de longe a melhor performance dela. O público na Altice Arena vibrava com aquilo, não só na atuação em si, mas também durante os recaps que iam passando durante a votação e depois mais tarde durante a votação do júri cada vez que Israel recebia 12 pontos. Ela sempre foi irreverente naquilo que faz, tem um vozeirão e um talento desmedido. Mereceu por completo esta vitória.

Acho bastante piada à brigada do "music is feeling". Esquecem-se que as vitórias da Jamala e do Salvador são raridades neste concurso. Eu acho engraçado quando dizem que a Eurovisão perdeu a credibilidade também. Mas vocês vêem isto desde quando? 2017? Já tivemos Lordi, Verkas, velhinhas russas, slavic girls com movimentos praticamente sexuais, gorilas, Ireland Douze Points, entre tantas outras músicas, que dizer que a Eurovisão perdeu a credibilidade porque ganhou uma canção tipicamente eurovisiva é demonstrar a completa ignorância que têm da Eurovisão. Netta não foi puxada pelo júri como o Ingrosso foi (estava a ver que ia ficar com um melão enorme à conta disso :haha: ), ganhou no televoto, nas preferências do público. Portanto o problema de quem não gosta é tudo menos um problema da Eurovisão.

O que vale é que agora que isto segue para Israel, vamos deixar de ver a ignorância eurovisiva generalizada de pessoas que começaram a ver no ano passado e que acham que agora tudo o que é feelings resulta ("O Jardim vai ficar no top10" :mosking:) e que tudo o que é fireworks é uma treta de todo o tamanho. E finalmente vou deixar de ouvir esta frase que já irrita. :toclue:

Desculpa mas não concordo nada. Music is feeling não é raridade na eurovisão... e dessas tipicamente eurovisivas que referes, quantas é que venceram?? A música do Rybak era tipicamente eurovisiva? a da Lena?? Molitva? Sim, tivemos muita coisa má, tivemos chiquiliquarque, tivemos we are the winners of eurovision, tivemos tudo e mais alguma coisa e vamos continuar a ter, mas não venceram! 

"Ignorância eurovisiva generalizada" sorry, comigo não. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Ruben Fonseca disse:

Eu gosto imenso da música da Netta e foi de longe a melhor performance dela. O público na Altice Arena vibrava com aquilo, não só na atuação em si, mas também durante os recaps que iam passando durante a votação e depois mais tarde durante a votação do júri cada vez que Israel recebia 12 pontos. Ela sempre foi irreverente naquilo que faz, tem um vozeirão e um talento desmedido. Mereceu por completo esta vitória.

Acho bastante piada à brigada do "music is feeling". Esquecem-se que as vitórias da Jamala e do Salvador são raridades neste concurso. Eu acho engraçado quando dizem que a Eurovisão perdeu a credibilidade também. Mas vocês vêem isto desde quando? 2017? Já tivemos Lordi, Verkas, velhinhas russas, slavic girls com movimentos praticamente sexuais, gorilas, Ireland Douze Points, entre tantas outras músicas, que dizer que a Eurovisão perdeu a credibilidade porque ganhou uma canção tipicamente eurovisiva é demonstrar a completa ignorância que têm da Eurovisão. Netta não foi puxada pelo júri como o Ingrosso foi (estava a ver que ia ficar com um melão enorme à conta disso :haha: ), ganhou no televoto, nas preferências do público. Portanto o problema de quem não gosta é tudo menos um problema da Eurovisão.

O que vale é que agora que isto segue para Israel, vamos deixar de ver a ignorância eurovisiva generalizada de pessoas que começaram a ver no ano passado e que acham que agora tudo o que é feelings resulta ("O Jardim vai ficar no top10" :mosking:) e que tudo o que é fireworks é uma treta de todo o tamanho. E finalmente vou deixar de ouvir esta frase que já irrita. :toclue:

Não, comecei este ano a ver Ruben. ;)

Posso não ser tão fã como tu que vais ao extremo e sabes todos os pormenores por de trás do grande espetaculo, mas sempre foi um programa que fiz questão de ver sempre todos os anos, exeto no ano que foi na Suecia (2016) porque não pude, por isso acho um bocado soberbo da tua parte estares com m*rdas de "Mas vocês vêem isto desde quando? 2017?".

Sei bem a diversidade da Eurovisão, e tenho direito ou não de gostar do vencedor, como não gostei do Lordi por exemplo.

E sou sim totalmente favor da diversidade, se fosse tudo baladas chegava À 9ª musica  mudava de canal, se já não tivesse a dormir. :lazy:

Quanto à Netta percebo porque ganhou, deu um grande show de entretenimento e acredito que tenha cativado muito o publico, mas lá está não gostei, e move on.

E sim fico contente por esta fase da "musica is feelings" passar, até porque não é esta a proposta do programa e sim ser um programa de entretenimento puro a nível europeu. E para o ano já vamos voltar a ouvir a mítica frase "Eurovisão? Mas tu vês isso, a serio?" :mosking:

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...