Jump to content

Festival Eurovisão da Canção 2016


Recommended Posts

  • Replies 706
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

há 3 minutos, Bloody disse:

A R. Checa vai mudar o nome para Chéquia. Já é oficial. :P 

Não fazia a minima! :O Isso quer dizer que vão deixar de ser República?! :dontknow::offtopic: 

Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Maya disse:

Não fazia a minima! :O Isso quer dizer que vão deixar de ser República?! :dontknow::offtopic: 

Apenas mudança de denominação... Então Portugal tinha de se chamar República de Portugal

Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Maya disse:

Não fazia a minima! :O Isso quer dizer que vão deixar de ser República?! :dontknow::offtopic: 

Só vão tirar República do nome. Eles continuam a ser na mesma. :P Esta medida já tinha vários anos, mas só agora foi aprovada. 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Rui Gonçalves disse:

Apenas mudança de denominação... Então Portugal tinha de se chamar República de Portugal

Como vão tirar a expressão 'Republica' do nome pensei... :dontknow:

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Diogo_M disse:

Esta atuação da Estónia... :ph34r: Só os gestos que ele fazia, que medo :rofl:

 

Para mim o de San Marino foi bem pior :| O homem não canta nada e a música é simplesmente horrenda! 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 14 minutos, Maya disse:

Para mim o de San Marino foi bem pior :| O homem não canta nada e a música é simplesmente horrenda! 

Isso concordo, não gosto nada da música :haha:

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 31 minutos, Maya disse:

Como vão tirar a expressão 'Republica' do nome pensei... :dontknow:

Portugal também é Repúbica Portuguesa mas diz-se Portugal.

Logo até faz sentido República Checa passar a Chéquia, até porque a Eslováquia não é "República Eslovaca" :)

Como disseram não passa de uma mudança de denominação :)

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 31 minutos, Diogo_M disse:

Esta atuação da Estónia... :ph34r: Só os gestos que ele fazia, que medo :rofl:

 

Mesmo a sério! Até a cara dele metia medo! Parecia um psicopata mafioso. E depois aquele ambiente de casino da performance também não ajudava.

A actuação da Rússia foi um arraso! Admito que a música podia ser mais contemporânea, mas a performance vocal foi excelente e a actuação está no ponto. Penso que a Rússia só não vencerá caso a EBU não queira (ao estilo do ano passado, em que não deixaram Itália ganhar).

Croácia: a minha segunda preferida da noite. Que retorno fantástico ao ESC deste país! Admito que nem gostava muito da canção antes de a ver agora ao vivo, mas agora cativou-me. Fiquei simplesmente fascinada a olhar para a televisão. E não acho o vestido assim tão hediondo (sobretudo porque faz sentido na canção, servindo aquelas partes de metal das mangas para reflectir a luz e para a cantora funcionar como mesmo um farol).

O meu terceiro lugar: Chipre. Vocalmente no ponto e a performance de palco também esteve muito boa! Que show! É algo a que não estamos muito habituados por parte deste país.

Quanto à Islândia, compreendo a sua não passagem à final. Ainda era muito cedo para uma performance como aquela. O Mans ainda só ganhou no ano passado e a performance dele ainda estava na memória de muita gente. Isso e a música era um bocado sinistra e parecia que lhe faltava alguma coisa. E, claro, quando já só havia um lugar disponível, tive logo a impressão de que seria para Malta (*cof* Molly Petterson Hammar *cof*).

Edited by Jenny
Link to post
Share on other sites

Como estou a ver isto pela RTP, não sei quem passou ainda.

Os melhores, na minha opinião: Bósnia-Herzegovina (minha preferida de hoje; daqui em doravante não apresento ordem de preferência), Islândia, San Marino (devia ser música de musical de época da Broadway ou de um filme dos anos 40), Estónia (esta música bem que podia ser vendida à Disney; acho que esta fazia umas pequenas alterações e o arranjo ficava muito melhor e mais adequado a um desenho animado) e Azerbaijão.

A Holanda também é capaz de passar pela cara bonita que trouxe.

Para além do Azerbaijão, houve outra pernuda que é capaz de passar por isso (Arménia, acho).

A Rússia valeu mais pelos seus efeitos especiais.

A Áustria é que duvido muito que passe...

Link to post
Share on other sites

Em Portugal ainda há quem se interesse e reconheça a importância deste grande evento. :giveheart:

 

Trends

 · Change
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Maya disse:

Em Portugal ainda há quem se interesse e reconheça a importância deste grande evento. :giveheart:

 

Trends

 · Change

Mas se notares o Twitter está a contabilizar tudo... Tem tweets em n línguas...

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 minutp, Rui Gonçalves disse:

Mas se notares o Twitter está a contabilizar tudo... Tem tweets em n línguas...

Nem tinha reparado nisso. :dontknow:

Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Bloody disse:

Melhor atuação da noite! Isto arrasa com qualquer um. :D Aquele início é tão épico! 

Também foi a minha preferida! :wub: The queen of the night. :giveheart:

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Também gostei muito da primeira parte da música da Arménia (nunca tínhamos tido nenhuma música com aquele tipo de efeito de crescendo) e gostei do trabalho de câmara, mas para o fim a música parece-me ser mais um exercício vocal em que ela mostra as capacidades do que propriamente uma música. Por isso é que não adorei. Mas tenho de reconhecer que se vencesse seria uma vencedora justa (e adequada a 2016).

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Eu até gostei desta semifinal, adorei a ideia do dentes de leão (FANTÁSTICO, mesmo!).

Quanto às qualificações, só trocava a Áustria pela Islândia: é que desculpem-me mas não entendo como é que a Áustria passou... Pela fofura? Por ter cantado em francês? E daí? 

Ao menos vou ter o privilégio de ouvir no Sábado três músicas que eu adorei e que passaram para a final: República Checa ("I Stand"), Países Baixos ("Slow Down") e Arménia ("LoveWave") - merecem o passaporte para a final (assim como a Croácia, se bem que não gostei do vestido da Nina, mas a sonoridade da música era boa). 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Passaram todas as que eu queria: Hungria, Áustria, Chipre, República Checa e Croácia. Holanda e Arménia surpreenderam, Rússia e Azerbaijão passam com seja o que for pelo que não me espanta e até não me importei. Trocaria talvez Malta por Islândia ou Estónia. 

Moldávia, São Marino e Montenegro melhor do que eu esperava. Finlândia a pior. Grécia confirmou o pessimismo e Bósnia OK, mas não óptimo.

Alguns factos:
- Grécia e Bósnia Herzegovina falham a final pela primeira vez. 
- República Checa pela primeira vez na final. 
- Rússia único país não big 5 sempre na final todos os anos desde 2004. Azerbaijão também sempre na final desde a estreia em 2008. Arménia ainda só falhou em 2011.
- Estónia tem mais sorte com os anos ímpares (2009, 2011, 2013, 2015) do que com os pares (2012).
- Hungria sempre qualificada desde 2011.
- Croácia qualificada pela primeira vez desde 2009, confirmando Portugal como o país há mais tempo sem presença na final. 
- Islândia de fora pelo segundo ano consecutivo, depois de se ter qualificado sempre entre 2008 e 2014. 
- Holanda qualificada pela terceira vez em quatro anos e Malta pela quarta vez em cinco anos.
- Terceira final consecutiva para a Áustria (em 2015 como país organizador)
 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Ola a todos, eis-me de volta:

Comentários sobre mais uma bela noite Eurovisiva.

Cenário: gostei, um pouco mais modesto que o ano passado, mas com muita luz. A realização foi muito boa,a  ideia dos dentes de leão é linda, muito bem conseguida. O espectáculo em termos de efeitos visuais é que me pareceu um pouco aquém de anos anteriores, sobretudo de 2014. A apresentação por país também não foi das melhores, foi menos imaginativa que em anos anteriores (sobretudo 2014).Valeram os dentes de leão.

Apresentadores (locais e o nosso): Estiveram bem, a apresentadora conseguiu ser engraçada sem ser "palhaça" (algo que às vezes não é fácil), o Mans esteve mais sóbrio, mas bem em geral. Também gostei do nosso locutor, só faço uma crítica construtiva: da próxima use menos o estribilho "boa sorte para..." de tanto se repetir acaba por saturar. Fora isso, tudo bem.

Ora o mais importante: as canções:

FINLÂNDIA- Música muito fraquinha, limita-se a um refrão repetitivo, sem graça nenhuma. A performance visual da cantora e acompanhantes foi interessante e até muito feminina, mas só isso não chegou. Com uma música tão limitada era dificil fazer melhor. Mesmo assim melhor que o ano passado (também n era dificil):D

GRÉCIA - Um tema com algum interesse, sobretudo pela mescla tradicional/urbano, mas não gostei nada do rap. O acompanhamento musical também falhou (parecia que o violoncelista se enganava). Também muito pobre em luz e imagem. A não passagem à final não me surpreendeu.

MOLDÁVIA - Um tema absolutamente banal, sem interesse nenhum. A actuação também foi apagada. A cantora não cometeu erros mas actuou sem brilho. Sem surpresa na não-qualificação.

HUNGRIA - É uma das minhas favoritas e não desiludiu. Muito bem a voz do Freddie, embora eu ache que ele não esteve a 100%. DE qualquer modo chega à final com justiça, e pode ficar no TOP 10.

CROÁCIA- Serei o único a não gostar do vestido? :diablo:. Mas fora isso muito bem, a voz esteve magnífica. Só fiquei um pouco desiludido com a pobreza dos efeitos em palco, esperava melhor (sobretudo após ver o video). Mas é outro candidato ao TOP 10.

PAÍSES BAIXOS (incorrectamente referidos como Holanda, mas ninguém liga)- Esta música em mim causa sentimentos mistos, não gosto nem desgosto, aprecio as guitarras mas a composição parece demasiado linear. Mas gostei da apresentação, cantou bem , finalmente (ALELUIA) tivemos um belo espectáculo visual no palco. Era das que estava entre "as dez e as onze" para se qualificar, conseguiu e para mim mereceu.

ARMÉNIA-  Melhor actuação da noite, uma voz estupenda, magníficos efeitos vocais, aquele início em crescendo é muito raro de se ver e ficou excelente. A cantora  ainda por cima é sensualíssima e sabe usar isso em palco. Para mim a melhor canção arménia desde ARAM em 2014. Merece TOP 5.

SAN MARINO - Da melhor para a pior...A canção não vale absolutamente nada, o cantor não canta,sussura, e o espectáculo em palco foi pobre. Serio candidato a último.

RÚSSIA - O show de efeitos especiais foi impressionante. A Rússia este ano investiu forte e feio na vitória. Mas a música, sendo boa, não é a "última coca-cola do deserto" e a voz do Sergei também não é a melhor. Mas pode bem ganhar o Eurofestival.

REP CHECA (futura Chéquia, o nome ainda não entrou em vigor): Muito bem, exc elente exibição, mereceu passar.

CHIPRE: Gosto muito da música, até porque sou fã de rock, mas sinceramente acho que a actuação em palco nao foi das melhores. Mesmo assim, passou e ainda bem.

ÁUSTRIA: Sei que nem todos concordam, mas adoro a canção, dá um toque diferente, nostálgico, e os fundos (camadas musicais) são muito bons, além de ser hoje raro ouvir uma canção em Francês (mas n é por isso). A actuação foi ligeiramente abaixo das expectitivas, não pela voz e actuação dela, mas porque se ouviram pouco as vozes de fundo. Contudo, o cenário esteve excelente.  Estava na dúvida se iria passar, mas ainda bem que o conseguiu.

ESTÓNIA:  A úsica não era nada má, mas também nunca entendi porque tanta gente a elogiava. A actuação não foi nada boa, até gostei do décor do casino, mas houve erros do cantor e a sua postura em palco não foi das melhores. Uma meia surpresa a não-qualificação, mas não um escândalo.

AZERBAIJÃO- Uma das músicas mais sobrevalorizadas deste Festival, não a acho nada de exdtraordinário, embora também esteja longe de ser má. Cantora muito bela, muito sensual, com uma boa voz, mas com umas pequenas falhas. Já se esperava o apuramento, no dia em que o Azerbaijão não for à final, cai o Carmo e a Trindade.

MONTENEGRO- Originalidade não é tudo, a canção é uma mescla de ruídos com maus vocais e ainda por cima mal interpretada. Ficou de fora, como esperado.

ISLÂNDIA- A grande surpresa. Toda a gente esperava a sua passagem e não aconteceu. Pessoalmente não acho a música nada especial mas a performance em palco da Greta Salomé foi bem conseguida. Um certo sabor a injustiça., talvez merecesse passar mas também era difícil escolher outra para sair.

BÓSNIA - A música é igual a tantas e tantas outras de origem balcânica. Nenhuma novidade, à excepção do violoncelo, que é muito bonito, mas insuficiente.

MALTA - A música é mais ou menos, nem boa nem má. A actaução dentro das limitações da cantora (também uma das mais sensuais do festival) esteve bem. Malta é dos países que habitualemente conta com mais simpatias pelo que a passagem não surpreende, mas também não achei que tivesse sido injusto.

 

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Bem, vou ver isto (acho que só as atuações) para dar a minha opinião. Assim por alto, triste com a não passagem da estónia e Islândia, e contente com a Arménia, gostava muito da música e estava com receio que corresse mal ao vivo. 

Link to post
Share on other sites
há 1 hora, skizzo disse:

Não acompanhei esta semifinal, mas so esta promo mostra que o concurso tem de sair das mãos da RTP...

 
 

 

 

Enfim RTP. Mas a promo apela aquele público que seguia fielmente o festival, quando ainda era uma coisa bem tradicional neste país. 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...