Jump to content

Festival Eurovisão da Canção 2015


Recommended Posts

  • Replies 1.7k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Bem vindos, Austrália. Sejam nossos concorrentes e irão ver um concurso que não há noutro lado do mundo, mesmo... Oh, parece que há! 

Independentemente de ser longe, eu creio que a Austrália tem alguma legitimidade de participar. Começando pelo simples facto de muitos australianos terem antepassados europeus (não nos esqueçamos que a Austrália foi colonizada pelos habitantes da Europa) e posto isto, eles sentem alguma ligação com o nosso belo continente. Também, a meu ver, eles vão-se empenhar e se gostam tanto, vamos lá dar-lhe um docinho.  Têm muito mais interesse nisto que nós, portugueses, que só ladramos quando a música é má, especialmente para gozarmos. De resto, pouco se vê. Enfim, continuando, creio que virá aí uma boa música! Confio em ti, país dos cangurus, para trazeres uma canção de grande porte e que te dê os tão estimados 12 points. E não dês os doze pontos ao Reino Unido ou à Irlanda, que é demasiado óbvio. Dá aqui a Portugal, que nós somos boa gente. A sério!

  • Like 4
Link to post
Share on other sites

Apenas discordo com o facto de participarem logo na final, depois ainda vêm países como a Turquia todos amuados a dizer "se a Austrália foi uma vez, nós também queremos". Mas tirando isso, não acho completamente descabido. Eles amam a Eurovisão, tomara nós amarmos tanto o festival como eles. Também é só por uma edição (a não ser que ganhem, lá imprevisível a Eurovisão é :mosking: ), acaba por servir como comemoração da 60ª edição, portanto que tragam uma boa música e que se divirtam. 

Link to post
Share on other sites

Apenas discordo com o facto de participarem logo na final, depois ainda vêm países como a Turquia todos amuados a dizer "se a Austrália foi uma vez, nós também queremos". Mas tirando isso, não acho completamente descabido. Eles amam a Eurovisão, tomara nós amarmos tanto o festival como eles. Também é só por uma edição (a não ser que ganhem, lá imprevisível a Eurovisão é :mosking: ), acaba por servir como comemoração da 60ª edição, portanto que tragam uma boa música e que se divirtam. 

 

A razão pela qual a Austrália participa diretamente na final é para os países europeus não se queixaram que foi lhes roubado um lugar na final! 

Link to post
Share on other sites

Por esta eu não esperava! :| Eu até gosto que a Austrália participe connosco, dado o amor que eles têm pelo festival, mas passar logo à final, e ainda votar nas duas semis finais? Isso é que não gosto. Já são sete, a contar com este, a passar logo diretamente à final, em que desses 7, só um é que tem mérito próprio (neste caso, a Áustria porque venceu no ano passado). É terrível. Mas anyway, bem vinda Austrália. 

 

O próximo festival ainda vai ser o Eurovision 2016 - Sydney, na casa da ópera. xD

Link to post
Share on other sites

Por esta eu não esperava! :| Eu até gosto que a Austrália participe connosco, dado o amor que eles têm pelo festival, mas passar logo à final, e ainda votar nas duas semis finais? Isso é que não gosto. Já são sete, a contar com este, a passar logo diretamente à final, em que desses 7, só um é que tem mérito próprio (neste caso, a Áustria porque venceu no ano passado). É terrível. Mas anyway, bem vinda Austrália. 

 

O próximo festival ainda vai ser o Eurovision 2016 - Sydney, na casa da ópera. xD

 

Mia suma vez digo, a Austrália compete na final porque é só por uma vez e para não roubar o lugar a um país europeu. Quanto ao facto de votarem em ambas as semi-finais é para o número total de votantes extra em cada uma delas ser igual. Mas nisto já não acordo, deviam dar esse privilégio á Áustria.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

O próximo festival ainda vai ser o Eurovision 2016 - Sydney, na casa da ópera. xD

Não pode: se a Austrália ganhar o ESC 2015, em 2016 a estação australiana SBS tem de co-organizar o Festival com outro membro da EBU numa cidade europeia. ;)

Quem sabe se não ganham e escolhem Lisboa, era a única hipótese de termos o Festival cá. :haha:

 

Sendo uma situação excepcional, acho uma excelente ideia para a comemoração dos 60 anos do ESC.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Sou eu a única a achar isto um perfeito disparate? As competições têm uma coisa chamada regras e estas devem ser respeitadas. Se forem ler as regras do ESC, verão que os países participantes têm de ser membros activos da EBU. A Austrália é apenas um membro associado (o que se explica sobretudo devido ao facto do país se situar fora da área de radiodifusão europeia e/ou de não ser um Estado membro do Conselho da Europa - e sem pelo menos um destes requisitos não é possível ser um membro activo). Caso tivessem mudado as regras ou incluído alguma alínea acerca de países convidados, até poderia "aguentar" a ideia. Mas assim parece-me uma coisa completamente sem sentido e mesmo "ilegal". 

E sinceramente também sou céptica quanto à "participação única num ano especial". Acham mesmo que se fosse uma "participação especial" se daria a possibilidade ao país de poder efectivamente ganhar? Ah, e essa do "Se ganhar, o ESC será co-organizado com um país europeu." Um país europeu? Tipo, à escolha? Isto traz toda uma arbitrariedade sem precedentes desde a criação da regra que dita que o vencedor tem o direito de organizar o evento no ano seguinte (e caso ele não possa ou não queira, o direito passa supostamente para o país que ficou em 2º lugar)! Cá para mim este ano vai ser um teste para ver se o país consegue atribuir as votações sem quaisquer problemas (já se sabe que com a transmissão da emissão eles conseguem lidar bem há anos) e, caso tal seja conseguido, esta será muito provavelmente a primeira das suas participações. Eles têm interesse, capacidade e dinheiro (aposto que a EBU gosta deste pormenor) e por isso não fará sentido deixá-los participar num ano e não noutros.

A única coisa com que concordo no meio deste disparate todo é com a participação directa na final, pois assim não se tira a qualificação a nenhum país nas semifinais.

 

Acerca da celebração dos 60 anos do ESC: para mim faria muito mais sentido tentar chamar ao evento todos os países que participaram pelo menos uma vez ao longo deste anos do que convidar a Austrália.

  • Like 4
Link to post
Share on other sites

Ah, e essa do "Se ganhar, o ESC será co-organizado com um país europeu." Um país europeu? Tipo, à escolha? Isto traz toda uma arbitrariedade sem precedentes desde a criação da regra que dita que o vencedor tem o direito de organizar o evento no ano seguinte (e caso ele não possa ou não queira, o direito passa supostamente para o país que ficou em 2º lugar)! 

Concordo contigo neste ponto. Para não haver essa arbitrariedade acho que, caso ganhasse, a Austrália deveria ser "obrigada" a co-organizar o ESC com o país classificado em 2º lugar.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Bom nome, esse.

Mas, não é isso, meus caros foristas, que hoje marcará a atualidade eurovisiva. Falo, sim, de polémicas entre... Arménia e Azerbaijão! Oh meu Deus, o que tramaram? Oh meu Deus, será que eles fizeram as pazes e darão os 12 pontos? Oh meu Deus, será que irá começar uma guerra em Viena entre estes dois territórios? 

Qualquer tratado de paz, eventualmente, é para esquecer. Ao que tudo indica, a televisão pública azeri contestou a escolha arménia! Agora é assim? Os outros países também podem contestar? Sim, e o Azerbaijan assim o fez. O país rico em petróleo e que importa, salvo seja, mais compositores suecos no mundo, num comunicado oficial afirma que a canção "Don't Deny" - Não Negues em português -, transmite uma mensagem politica e que as ambições políticas de um determinado país não podem interferir, num concurso como a Eurovisão. Relembro que Yerevan escolheu a banda Genealogy, que se trata de uma amálgama de 5 arménios que vivem em muitos lados do mundo. 

E eu não percebo o que quer o Azerbaijão. :| Será que a primeira dama pifou de vez? É o mais provável, é que eu não percebo o que de político tem a brilhante ideia arménia... Cá para mim, Baku pensa que o país vizinho está a tentar, através canção,  trazer todos os emigrantes arménios para uma suposta luta, e não pode ser, isto tem que ser pé de igualdade, entre inimigos é assim! Ou então, a Arménia está a organizar o grupo dos armihistas, que não é nada mais, nada menos, que uma seita perigosa... É isso! Eles, mediante a canção, vão transmitir uma mensagem que irá enfeitiçar todos para todos os habitantes do mundo, se juntarem ao grupo armado da Arménia que irá lutar com o país mais famoso e melhor - o Azerbaijão! Que maus, que gente ruim, fogueira com eles, é o mínimo.

Contudo, eu, uma reputada e muito culta pessoa, descobri mesmo o porquê desta recente desavença entre os dois países. Eu, cá para mim, creio que o Azerbaijão tem algo que começa por i e acaba em nveja da Arménia. Perceberam? Não, pois, não? Eu sei, este códigos que eu uso, nossa Senhora. Mais complicados que estes comunicados, é que é mesmo.

Edited by Ana Maria Peres
  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Lituânia já fez a sua escolha:

 

 https://www.youtube.com/watch?v=cph0bUu2-BA#t=156

 

Ai, gosto! Parece-me um pouco com Suiça do ano passado, mas mesmo assim é muito catchy! Surpreendeu-me, a Lituânia que não me costuma puxar muito pelo país. Vou certamente querer ver isto na final, embora seja complicado. Mesmo assim, bom trabalho! :D

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...