Jump to content
JDaman

Eleven Sports

Recommended Posts

O jogo da Youth League entre o Zenit e o Benfica (12h) está na programação mas não está a dar

Share this post


Link to post
Share on other sites
O jogo da Youth League entre o Zenit e o Benfica (12h) está na programação mas não está a dar

Estranho

Já na época passada fizeram o mesmo

Não passou nenhum Aviso?

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 hours ago, Corppiz said:

Estranho

Já na época passada fizeram o mesmo

Não passou nenhum Aviso?

 

 

 

Não sei o que aconteceu, mas acho que a Eleven transmitiu outros jogos da UYL. O jogo do Benfica na UYL deu na BTV?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segunda 7 Outubro 2019 - 20h00 - League One - Bolton Wanderers vs Blackpool

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eleven Sports chega às plataformas de streaming de áudio

eleven-sports.jpg

Uma série de podcasts da Eleven Sports com antevisões de competições cujos direitos são detidos pelo canal passará a ser disponibilizada através do Spotify, iTunes, Cast e Soundcloud. Champions Eleven, F1 Eleven, Planeta Eleven e NFL Eleven são os primeiros podcasts lançados pelo canal de desporto, com antevisões dos jogos da Liga dos Campeões, das ligas internacionais, das provas de Fórmula 1 e de competições como a NFL ou padel. As antevisões e análises pós-jogo disponíveis em podcast serão asseguradas pelos comentadores da Eleven Sports e por convidados.

“Tanto o Spotify como os podcasts que lançamos agora reforçam o nosso compromisso de colocar os fãs no centro dos conteúdos desportivos que mais lhes interessam”, justifica Nuno Miranda, director de marketing e comunicação do canal, sublinhando que “com esta iniciativa, os fãs podem assim aceder às melhores histórias sobre o desporto, a qualquer hora e em qualquer lugar”. “Vamos certamente continuar a apostar neste tipo de ofertas diferenciadas que nos permitam criar uma ligação afectiva com as audiências e reforçar a forma como apresentamos e comunicamos o desporto em Portugal”, antecipa o responsável.

No caso do Spotify, além dos podcasts sob o mote “Para ouvir da desportiva”, a Eleven Sports disponibiliza ainda “playlists musicais para todos os fãs de desporto que tenham interesse em treinar com a musicalidade dos conteúdos Eleven Sports (hino da Champions, hino da F1, hino do Liverpool, entre outros), assim como muitas outras curiosidades”.

Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/10/eleven-sports-chega-as-plataformas-streaming-audio/

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Excelente antevisão e pós corrida da F1 com análise em estúdio.

Próxima semana a Eleven estará presente nos EUA

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 27/10/2019 at 21:33, Corppiz disse:

Excelente antevisão e pós corrida da F1 com análise em estúdio.

Próxima semana a Eleven estará presente nos EUA

 

 

Finalmente um canal que sabe tratar o seu conteúdo bem, espero que continuem com a F1 durante muitos anos. 

  • Like 3
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foram hoje adicionados os canais que faltavam da Eleven Sports a App NOS TV...

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Já metem os canais onde vão dar os jogos no artigo, penso que nem sempre o fazem

Fizeram sempre mas desde que começou o programa Planeta Eleven que vai para o ar sextas deixaram de fazer apenas faziam com a LC está semana voltaram.

No meu ver é algo simples e muito útil

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comentadores 2.0:  Inovação e bidireccionalidade na comunicação desportiva

nuno-miranda-300x200.jpg

O fenómeno do desporto – e do futebol, em particular – cresce hoje de forma ilimitada e de mãos dadas com a tecnologia que o ajuda a impulsionar. Os clubes e as marcas percebem-no e os fãs anseiam por poder aproveitar tudo aquilo que a tecnologia lhes proporciona, em vários dispositivos, on demand e de forma interactiva. Querem, no fundo, também eles fazer parte do fenómeno e crescer com ele.

Não é de estranhar, por isso, que os players das transmissões desportivas estejam hoje (muito) mais à frente no entretenimento inovador nos media – sabem, melhor do que qualquer outro, aproveitar e trabalhar em cima das oportunidades que a tecnologia lhes dá.

O desporto sempre foi pródigo a marcar tendências disruptivas. O Campeonato do Mundo da FIFA de 1970 foi o primeiro a ter transmissão a cores. 40 anos depois, em 2010, a Sky Sports lançou o primeiro canal 3D do Reino Unido. Em Portugal, a Samsung e a Meo transmitiram o primeiro jogo do Campeonato do Mundo de Futebol 2014 em 4k e, um ano depois, a Samsung e a NOS inovaram na transmissão de uma partida de futebol ao proporcionarem aos adeptos uma experiência imersiva 360º através de uns óculos de realidade virtual. O que se seguirá?

Nesta era digital em que hoje nos movemos, os fãs não procuram mais uma comunicação unidireccional de quem comenta os jogos ou analisa as partidas. Isso é coisa do passado. O desporto é, em primeiro lugar, um fenómeno social e entendê-lo como tal é essencial para a necessária humanização na forma como este é apresentado aos telespectadores. E inovação é também isso – falar a linguagem dos fãs, perceber as suas expectativas, desafiá-los, interagir com eles.

É por isso que a transformação digital e o uso de ferramentas digitais são hoje fundamentais para, jornada após jornada, criar com os fãs uma ligação emocional e transportá-los verdadeiramente para o centro da acção, dando lhes voz e fazendo-os sentir parte dos jogos e da equipa.

Os Comentadores 2.0, como gosto de os designar, fazem parte de uma nova geração de profissionais que estão a mudar globalmente a forma de apresentar e fazer chegar o desporto em todos os ecrãs – mais próximo das pessoas, mais real e interactivo, mais apelativo e divertido, mais humano. Sem alimentar ou incentivar polémicas. Apenas a pureza e beleza do desporto. Só o comentário e o ambiente que verdadeiramente interessa.

As redes sociais ajudaram a moldar esta tendência durante os directos, democratizando o acesso ao desporto e dando protagonismo a quem, até então, apenas se sentava no sofá a assistir a uma partida de futebol. Imagine-se a força que pode ter uma hashtag associada a uma partida. O carácter mais reconhecido das tendências digitais é hoje o
elo de ligação responsável que solidifica a bidireccionalidade relacional desportiva.

Acredito que o caminho para a revolução nas transmissões desportivas não poderá nunca deixar de lado o factor humano construído na relação comentadores/ telespectadores e o que os rodeia neste ambiente tecnológico actual. Oferecer experiências únicas, aprimoradas por conteúdos personalizados e por comentadores que abrem novos caminhos à interacção com os fãs não deve ser, por isso, apenas uma decisão de charme. Deve um imperativo estratégico.

Artigo de opinião de Nuno Miranda, director de marketing e comunicação da Eleven Sports Portugal

Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/comentadores-2-0-inovacao-bidireccionalidade-na-comunicacao-desportiva/

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 12/11/2019 at 15:59, TekClub disse:

Comentadores 2.0:  Inovação e bidireccionalidade na comunicação desportiva

nuno-miranda-300x200.jpg

O fenómeno do desporto – e do futebol, em particular – cresce hoje de forma ilimitada e de mãos dadas com a tecnologia que o ajuda a impulsionar. Os clubes e as marcas percebem-no e os fãs anseiam por poder aproveitar tudo aquilo que a tecnologia lhes proporciona, em vários dispositivos, on demand e de forma interactiva. Querem, no fundo, também eles fazer parte do fenómeno e crescer com ele.

Não é de estranhar, por isso, que os players das transmissões desportivas estejam hoje (muito) mais à frente no entretenimento inovador nos media – sabem, melhor do que qualquer outro, aproveitar e trabalhar em cima das oportunidades que a tecnologia lhes dá.

O desporto sempre foi pródigo a marcar tendências disruptivas. O Campeonato do Mundo da FIFA de 1970 foi o primeiro a ter transmissão a cores. 40 anos depois, em 2010, a Sky Sports lançou o primeiro canal 3D do Reino Unido. Em Portugal, a Samsung e a Meo transmitiram o primeiro jogo do Campeonato do Mundo de Futebol 2014 em 4k e, um ano depois, a Samsung e a NOS inovaram na transmissão de uma partida de futebol ao proporcionarem aos adeptos uma experiência imersiva 360º através de uns óculos de realidade virtual. O que se seguirá?

Nesta era digital em que hoje nos movemos, os fãs não procuram mais uma comunicação unidireccional de quem comenta os jogos ou analisa as partidas. Isso é coisa do passado. O desporto é, em primeiro lugar, um fenómeno social e entendê-lo como tal é essencial para a necessária humanização na forma como este é apresentado aos telespectadores. E inovação é também isso – falar a linguagem dos fãs, perceber as suas expectativas, desafiá-los, interagir com eles.

É por isso que a transformação digital e o uso de ferramentas digitais são hoje fundamentais para, jornada após jornada, criar com os fãs uma ligação emocional e transportá-los verdadeiramente para o centro da acção, dando lhes voz e fazendo-os sentir parte dos jogos e da equipa.

Os Comentadores 2.0, como gosto de os designar, fazem parte de uma nova geração de profissionais que estão a mudar globalmente a forma de apresentar e fazer chegar o desporto em todos os ecrãs – mais próximo das pessoas, mais real e interactivo, mais apelativo e divertido, mais humano. Sem alimentar ou incentivar polémicas. Apenas a pureza e beleza do desporto. Só o comentário e o ambiente que verdadeiramente interessa.

As redes sociais ajudaram a moldar esta tendência durante os directos, democratizando o acesso ao desporto e dando protagonismo a quem, até então, apenas se sentava no sofá a assistir a uma partida de futebol. Imagine-se a força que pode ter uma hashtag associada a uma partida. O carácter mais reconhecido das tendências digitais é hoje o
elo de ligação responsável que solidifica a bidireccionalidade relacional desportiva.

Acredito que o caminho para a revolução nas transmissões desportivas não poderá nunca deixar de lado o factor humano construído na relação comentadores/ telespectadores e o que os rodeia neste ambiente tecnológico actual. Oferecer experiências únicas, aprimoradas por conteúdos personalizados e por comentadores que abrem novos caminhos à interacção com os fãs não deve ser, por isso, apenas uma decisão de charme. Deve um imperativo estratégico.

Artigo de opinião de Nuno Miranda, director de marketing e comunicação da Eleven Sports Portugal

Fonte:https://www.meiosepublicidade.pt/2019/11/comentadores-2-0-inovacao-bidireccionalidade-na-comunicacao-desportiva/

Concordo que façam espaços durante os intervalos ou pós-jogo para mostrar opiniões dos espectadores. Agora durante o jogo chega a ser irritante por vezes.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutes ago, JDaman said:

Concordo que façam espaços durante os intervalos ou pós-jogo para mostrar opiniões dos espectadores. Agora durante o jogo chega a ser irritante por vezes.

Depende, na F1 fazem isso bem, pois permite ajudar a esclarecer certas questões, mas também na F1 há mais tempos mortos, especialmente nos treinos livres.

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 6 horas, Jet1000 disse:

Depende, na F1 fazem isso bem, pois permite ajudar a esclarecer certas questões, mas também na F1 há mais tempos mortos, especialmente nos treinos livres.

Sim, em desportos com espaços mais mortos ou muitas interrupções, até se tolera bem. Agora durante futebol é escusado.

Edited by JDaman

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...