Jump to content
Pedro M.

O Selvagem da Ópera [estreia em abril]

Recommended Posts

Primeiro ato

Uma equipe de “O Selvagem da Ópera”, supersérie de Maria Adelaide Amaral sobre Carlos Gomes, viajará para a Itália. Lá serão gravadas imagens que servirão de base para os efeitos de computação gráfica.

 

Praticamente a Globo não descartou as superseries.

Share this post


Link to post
Share on other sites

"O Selvagem da Ópera" estreará em abril de 2020.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

D-HfvGCWsAY34EC.jpg

Não acredito que tiraram a Marjorie Estiano da Lícia Manzo para entrar nesta treta. Porra Globo. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 28/06/2019 at 10:36, Pedro M. disse:

D-HfvGCWsAY34EC.jpg

Não acredito que tiraram a Marjorie Estiano da Lícia Manzo para entrar nesta treta. Porra Globo. 

E com a chata, agua de salsicha da Wegmann. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 28/06/2019 at 10:36, Pedro M. disse:

D-HfvGCWsAY34EC.jpg

Não acredito que tiraram a Marjorie Estiano da Lícia Manzo para entrar nesta treta. Porra Globo. 

Agora entendi o por que de Marjorie Estiano ter abdicado de ir para a novela de Lícia Manzo. Como a Globo voltou atrás no cancelamento de "Sob Pressão", que só voltará em 2021. Ela teria tempo de fazer a supersérie e depois ela já emendaria nos preparos para a série médica. E como a novela de Lícia só irá estrear no fim do ano que vem, não daria para a Marjorie estar nesta novela.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A TV Globo segue reservando atores para a minissérie que Maria Adelaide Amaral está escrevendo. A obra, com o título de “O Selvagem da Ópera”, será exibida em abril de 2020. Com previsão de 51 capítulos.

Na história, a ser dirigida por Denise Saraceni, Tony Ramos viverá Correia do Lago. Segundo informações do jornal O Globo, o ator dará vida ao pai da personagem de Alice Wegmann, o primeiro grande amor do maestro Carlos Gomes (Renan Monteiro).

Em tempo: Marjorie Estiano também está escalada para este projeto.



 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não tenho a mínima expectativa quanto a isto, sinceramente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
há 1 hora, Pedro M. disse:

Não tenho a mínima expectativa quanto a isto, sinceramente.

Vamos ver como se comportará. Pois, Maria Adelaide Amaral é boa em biografias e história do Brasil, a última minissérie dela foi bem elogiada e Adriana Esteves e Fábio Assunção foram indicados ao Emmy como melhor atriz e ator em "Dalva e Herivelto - Uma Canção de Amor". Porém, em "A Casa das Sete Mulheres" teve a coautoria com Walther Negrão e "Um Só Coração" e "JK" com a coautoria de Alcides Nogueira.

Edited by DanielNunes
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 20 minutos, DanielNunes disse:

Vamos ver como se comportará. Pois, Maria Adelaide Amaral é boa em biografias e história do Brasil, a última minissérie dela foi bem elogiada e Adriana Esteves e Fábio Assunção foram indicados ao Emmy como melhor atriz e ator em "Dalva e Herivelto - Uma Canção de Amor". Porém, em "A Casa das Sete Mulheres" teve a coautoria com Walther Negrão e "Um Só Coração" e "JK" com a coautoria de Alcides Nogueira.

E ela escreveu A Muralha que ficou mil vezes melhor que o livro com os novos personagens criados só para a minissérie.

Vou espreitar, sem dúvida. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marjorie Estiano saiu do elenco da superserie. Por motivos de agenda.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alice Wegmann não estará mais no elenco da superserie. Pediu para descansar a imagem e foi atendida.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Depois da Manu, em Verão 90, Isabelle Drummond atendeu novo chamado da Globo para fazer agora um dos principais papéis da produção de época O Selvagem da Ópera, escrita por Maria Adelaide Amaral.

Isabelle ficou com a personagem que seria vivida por Alice Wegmann, atualmente como Dalila em Órfãos da Terra.

Alice optou por não fazer a supersérie, porque vem de uma sequência de trabalhos muito forte. Precisa de um tempo.

A diretora Denise Saraceni, por sua vez, já está completamente envolvida nos preparativos de O Selvagem da Ópera. Um trabalho que até poderia ser bem mais tranquilo, não fossem os problemas para fechar o elenco.

A diretora também não poderá contar com Marjorie Estiano e Júlio Andrade.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já nem me lembrava disto. A minha novela favorita é dela, mas esta ao que parece não tem nada a ver com "Sangue Bom".

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 5 horas, DanielNunes disse:

Depois da Manu, em Verão 90, Isabelle Drummond atendeu novo chamado da Globo para fazer agora um dos principais papéis da produção de época O Selvagem da Ópera, escrita por Maria Adelaide Amaral.

Isabelle ficou com a personagem que seria vivida por Alice Wegmann, atualmente como Dalila em Órfãos da Terra.

Alice optou por não fazer a supersérie, porque vem de uma sequência de trabalhos muito forte. Precisa de um tempo.

A diretora Denise Saraceni, por sua vez, já está completamente envolvida nos preparativos de O Selvagem da Ópera. Um trabalho que até poderia ser bem mais tranquilo, não fossem os problemas para fechar o elenco.

A diretora também não poderá contar com Marjorie Estiano e Júlio Andrade.

Então e a da Lícia? Não vai fazer? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Pedro M. disse:

Então e a da Lícia? Não vai fazer? 

Pelo que eu li no texto da coluna de Flávio Ricco, os diretores estão com problemas de escalação. Muitos atores estão recusando ou porque quererem descansar a imagem , ou preferem produções menores ou/e porque estão envolvidos em outras produções que não dariam para conciliar. Vai ver que optaram para Isabele fazer esta personagem, pois não teve outra atriz para substituir a Alice Wegmann. Também ainda o martelo ainda não foi batito para a novela de Lícia Manzo. Que também comprova que Rafael Cardoso segue escalado para a próxima das sete e não de Lícia, antes noticiado que este seria escalado para a novela dela.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

A novela da Lícia vai sair. Já está em produção e inclusive em escalação de elenco. Mas se a Isabelle está nesta, então saltou fora da novela da Lícia Manzo, uma vez que com a estreia disto prevista para Abril, as gravações iriam colidir e em muito com o calendário da novela da Lícia Manzo. O Rafael saltou igualmente da da Lícia para a do Daniel Ortiz porque agora o que vale são as produções que estreiam primeiro. Tanto 'Salve-se Quem Puder' como ' O Selvagem da Ópera' vão estrear antes da novela da Lícia Manzo.

Edited by Ficção Nacional
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Certos atores são muito folgados, credo.

há 6 minutos, Ficção Nacional disse:

A novela da Lícia vai sair. Já está em produção e inclusive em escalação de elenco. Mas se a Isabelle está nesta, então saltou fora da novela da Lícia Manzo, uma vez que com a estreia disto prevista para Abril, as gravações iriam colidir e em muito com o calendário da novela da Lícia Manzo. O Rafael saltou igualmente da da Lícia para a do Daniel Ortiz porque agora o que vale são as produções que estreiam primeiro. Tanto 'Salve-se Quem Puder' como ' O Selvagem da Ópera' vão estrear antes da novela da Lícia Manzo.

Mas esta novela está prestes a estrear. "Em Seu Lugar" ainda demora. A Isabelle pode perfeitamente entrar na da Lícia. Ela ainda agora acabou V90 e já está nesta, portanto...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 24 minutos, DanielNunes disse:

Pelo que eu li no texto da coluna de Flávio Ricco, os diretores estão com problemas de escalação. Muitos atores estão recusando ou porque quererem descansar a imagem , ou preferem produções menores ou/e porque estão envolvidos em outras produções que não dariam para conciliar. Vai ver que optaram para Isabele fazer esta personagem, pois não teve outra atriz para substituir a Alice Wegmann. Também ainda o martelo ainda não foi batito para a novela de Lícia Manzo. Que também comprova que Rafael Cardoso segue escalado para a próxima das sete e não de Lícia, antes noticiado que este seria escalado para a novela dela.

 

há 17 minutos, Ficção Nacional disse:

A novela da Lícia vai sair. Já está em produção e inclusive em escalação de elenco. Mas se a Isabelle está nesta, então saltou fora da novela da Lícia Manzo, uma vez que com a estreia disto prevista para Abril, as gravações iriam colidir e em muito com o calendário da novela da Lícia Manzo. O Rafael saltou igualmente da da Lícia para a do Daniel Ortiz porque agora o que vale são as produções que estreiam primeiro. Tanto 'Salve-se Quem Puder' como ' O Selvagem da Ópera' vão estrear antes da novela da Lícia Manzo.

O caso do Rafael Cardoso é diferente, porque há muito tempo que ele aparece nas listas de elenco de ambas as novelas. Ainda não deu para perceber aquela que realmente fará.

há 11 minutos, Black & White disse:

Certos atores são muito folgados, credo.

Mas esta novela está prestes a estrear. "Em Seu Lugar" ainda demora. A Isabelle pode perfeitamente entrar na da Lícia. Ela ainda agora acabou V90 e já está nesta, portanto...

Estreiam quase ao mesmo tempo. O Selvagem da Ópera em abril e Em Seu Lugar em maio.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Pedro M. disse:

Estreiam quase ao mesmo tempo. O Selvagem da Ópera em abril e Em Seu Lugar em maio.

Ah ok. Que pena. Queria a Isabelle na da Lícia. :( 

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isabelle Drummond substitui Alice Wegmann e emplaca sexta protagonista

Com apenas 25 anos de idade, a atriz Isabelle Drummond emplacará sua sexta protagonista na Globo em menos de uma década. Ela será o principal nome feminino do elenco jovem de O Selvagem da Ópera, novela das onze que começa a ser gravada em novembro para estrear em abril do ano que vem. Com 70 capítulos, a "supersérie" de Maria Adelaide Amaral retratará a vida do maestro Carlos Gomes (1836-1896) e terá cenas captadas em Milão (Itália).

Recém-egressa de Verão 90, Isabelle interpretará o grande amor do criador da ópera O Guarani (1870). Júlio Andrade, que continua no projeto, será o homem com quem seu pai, a ser vivido por Tony Ramos, a obriga a se casar. Carlos Gomes será defendido por um ator ainda pouco conhecido, Renan Monteiro, há um ano se preparando para o papel. Luis Miranda interpretará seu pai.

Isabelle ficou com a personagem que seria de Alice Wegmann. A Globo trocou as atrizes nesta semana porque concordou que seria muito curto o tempo para a intérprete da vilã Dalila de Órfãos da Terra descansar e se preparar para o novo trabalho. A atual novela das seis fica no ar até o fim de setembro.

Quem também deixou O Selvagem da Ópera foi Marjorie Estiano, deslocada para um novo projeto, a série Fim, baseada no livro homônimo de Fernanda Torres. A personagem que seria de Marjorie ainda não tem nova intérprete. No segundo semestre do ano que vem, a atriz e Júlio Andrade se reencontram para gravar a quarta temporada de Sob Pressão.

Em O Selvagem da Ópera, Maria Adelaide Amaral voltará a repetir a parceria com a diretora Denise Saraceni, que comandou Anjo Mau (1997) e A Lei do Amor (2016).

Maria Adelaide costuma dizer que Carlos Gomes, o maior compositor de óperas do Brasil, é um músico cuja obra quase todo mundo já ouviu, mas não sabe de quem é.

Sua peça mais famosa é O Guarani, baseada no romance de José de Alencar (1829-1877) e tema de A Voz do Brasil, programa de rádio oficial dos poderes da República.

Gomes já apareceu em outra obra de ficção da Globo: em 1999, o maestro foi um dos personagens retratados na minissérie Chiquinha Gonzaga. Na ocasião, ele foi interpretado por Paulo Betti. A trama de Lauro César Muniz mostrou uma relação amorosa entre Gomes e Chiquinha (Regina Duarte), algo que estudiosos da vida dos dois compositores negaram que tivesse ocorrido.

Vida de sofredor

Nascido em Campinas, interior de São Paulo, em 11 de julho de 1836, Carlos Gomes teve uma vida repleta de sofrimentos e reviravoltas: sua mãe, Fabiana Cardoso, foi assassinada no quintal da própria casa com um tiro e quatro facadas em julho de 1844. Ela estava com apenas 28 anos, e o herdeiro tinha acabado de celebrar seu oitavo aniversário. A única testemunha também foi morta, e o crime nunca foi resolvido.

O nome do pai de Gomes, Manuel José, foi rasurado na certidão do maestro, pois ele só se casou com Fabiana depois do nascimento do filho. Apesar disso, Carlos teve uma convivência intensa com o patriarca, responsável pela parte musical nas cerimônias religiosas da região. A paixão pela música estava no sangue.

Aos 24 anos, Carlos Gomes se mudou para o Rio de Janeiro e virou protegido de dom Pedro 2º. O imperador, inclusive, ajudou o músico a ir para a Itália, onde aprofundou seus estudos e se casou com a pianista Adelina Peri, com quem teve cinco filhos. Três deles morreram ainda crianças e o quarto, Carlos Maria, não resistiu à tuberculose aos 25 anos.

A perda de mais um herdeiro fez com que fosse acometido pela depressão, e Gomes abandonou no meio o trabalho na ópera cômica Ninon de Leclos, a primeira de várias obras que deixou incompletas. Com problemas financeiros e sem vontade de trabalhar, ele teve uma crise nervosa que só era aliviada com o uso de ópio.

Sua derrocada final veio em 1889, com a proclamação da República. Na época, dom Pedro 2º havia prometido que Gomes assumiria a direção do Conservatório do Rio de Janeiro, o que resolveria suas finanças. A queda do Império, porém, mudou esses planos. Sem dinheiro, o músico morreu aos 60 anos, em 16 de setembro de 1896, vítima de um câncer de língua que se espalhou para a garganta.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Era para a Isabelle ir para as nove, não para esta coisa com cheiro de flop.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, Pedro M. disse:

Era para a Isabelle ir para as nove, não para esta coisa com cheiro de flop.

Verdade. Com tanta atriz jovem para substituir a Alice...

Será que a Isabelle não tem poder de escolha?

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Black & White disse:

Verdade. Com tanta atriz jovem para substituir a Alice...

Será que a Isabelle não tem poder de escolha?

Pois, não sei. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 6 minutos, Pedro M. disse:

Era para a Isabelle ir para as nove, não para esta coisa com cheiro de flop.

Quando você diz que uma produção não irá bem, eu fico com pé atrás, porque você acerta:haha:. Eu gosto muito das minisséries da Maria Adelaide Amaral e torço muito que seja sucesso. Ela tem requinte muito bem elaborado principalmente em suas minisséries. O público ficou com pé atrás em sua última produção com "A Lei do Amor". Mas ela escreveu obras primas memoráveis, mesmo com fracassos como "Os Maias" ou "Queridos Amigos", dá para ver que são as minisséries que a Maria Adelaide Amaral se dá bem. Como não amar "A Casa das Sete Mulheres"ou "A Muralha"? Eu tenho até hoje o DVD de "A Casa das Sete Mulheres", produção que por muitos anos será épica para a Globo.

  • Like 1
  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 9 minutos, DanielNunes disse:

Quando você diz que uma produção não irá bem, eu fico com pé atrás, porque você acerta:haha:. Eu gosto muito das minisséries da Maria Adelaide Amaral e torço muito que seja sucesso. Ela tem requinte muito bem elaborado principalmente em suas minisséries. O público ficou com pé atrás em sua última produção com "A Lei do Amor". Mas ela escreveu obras primas memoráveis, mesmo com fracassos como "Os Maias" ou "Queridos Amigos", dá para ver que são as minisséries que a Maria Adelaide Amaral se dá bem. Como não amar "A Casa das Sete Mulheres"ou "A Muralha"? Eu tenho até hoje o DVD de "A Casa das Sete Mulheres", produção que por muitos anos será épica para a Globo.

Bom, eu estou a brincar, porque até pode surpreender. Oiço falar muito bem das séries da Maria Adelaide Amaral. Mas realmente O Selvagem da Ópera não me chama nada à atenção, e ainda por cima gostei muito da personagem da Isabelle em Sete Vidas. Estava muito animado para vê-la em Em Seu Lugar. 

  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...