Jump to content

Recommended Posts

há 1 hora, Duarte disse:

Fui explorar - nessa grande fonte de conhecimento que é a Wikipédia - a história de Otelo. E não que há, de facto, paralelismos com o núcleo da PJ? A mulher do vilão chama-se Emília, tanto na novela com na história de Shakespeare; o Cássio é um jovem aprendiz na peça de teatro e na novela é o apelido do Miguel :) 

Destaco isto:

Spoiler

"Inicia-se com Iago, alferes de Otelo, tramando com Rodrigo uma forma de contar a Brabâncio, rico senador de Veneza, que sua filha, a gentil Desdêmona, tinha relações íntimas com Otelo. "

-> Na novela, o Tiago e o Rodrigo denunciaram a relação do Oscar e da Diana à família Barbosa.

Spoiler

"Iago queria vingar-se do general Otelo porque ele promoveu Cássio, jovem soldado florentino e grande intermediário nas relações entre Otelo e Desdêmona, ao posto de tenente. Esse ato deixou Iago muito ofendido, uma vez que acreditava que as promoções deveriam ser obtidas "pelos velhos meios em que herdava sempre o segundo o posto do primeiro" e não por amizades."

-> Em JD, o Tiago queria-se vingar do Óscar por ele dar mais atenção e mérito ao Miguel Cássio. :P

  • Shock 2
Link to post
Share on other sites
  • Replies 6.6k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Morto. Amigo, basta usar o Shazam. Seria "Estou Aqui" do Olavo Bilac a música que pedes? Dead. Friend, just use Shazam. Is it "Estou Aqui" by Olavo Bilac the song that you're asking for? Muerto. Amiguito, sólo tienes que usar el Shazam. Será "Estou aqui" por "Olavo Bilac" la canción que tú querías?  

@Duartee restantes, aqui está. 

@ZDK Que promão!!!

Já vou no 6º episódio, e até agora, parece-me praticamente tudo bem, excepto três cenas: a banda sonora, que detesto cada vez mais (a sério, prefiro a b.s. d'A Herdeira muito mais do que esta porcaria, e eu não sou grande fã da b.s. d'AH); a personagem da Manuela Couto, que é uma exagerada irritante e que me faz lembrar do António Barreira no seu pior; e finalmente..... os protagonistas. Quer dizer, em termos de prestações, o Catarré e a Sara Prata estão ambos bem, só que simplesmente eles não têm personagens interessantes. O João sempre lá tem o dilema de Macau e tríades vs. o amor da Margarida, mas tirando isso, não há ali nada. E a Margarida então, não podia ser mais monótona e atadinha. Não é que ela seja sonsa ou insuportável, é mesmo só... secante. Eu passo à frente quase todas as cenas em que eles aparecem, não tenho paciência para essas cenas.

Tirando isso, gosto de praticamente tudo o resto. Há ali umas coisas mais negativas que as outras - tenho de concordar, por ex., que a prestação da Ana Varela não é das melhores, apesar de não achar que ela esteja mal necessariamente; também não sou fã da personagem do Felizardo - mas no geral, é positivo. Destaque para a Nandona, que é mesmo um riso total; a família Guerra, que é facilmente a parte mais interessante até agora; a família do António Melo; e os adolescentes, que estão todos muito bem e têm boas personagens. Vou continuar a ver, sem dúvida... yo quiero Jani Zhao 8)

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Johnman disse:

Já vou no 6º episódio, e até agora, parece-me praticamente tudo bem, excepto três cenas: a banda sonora, que detesto cada vez mais (a sério, prefiro a b.s. d'A Herdeira muito mais do que esta porcaria, e eu não sou grande fã da b.s. d'AH); a personagem da Manuela Couto, que é uma exagerada irritante e que me faz lembrar do António Barreira no seu pior; e finalmente..... os protagonistas. Quer dizer, em termos de prestações, o Catarré e a Sara Prata estão ambos bem, só que simplesmente eles não têm personagens interessantes. O João sempre lá tem o dilema de Macau e tríades vs. o amor da Margarida, mas tirando isso, não há ali nada. E a Margarida então, não podia ser mais monótona e atadinha. Não é que ela seja sonsa ou insuportável, é mesmo só... secante. Eu passo à frente quase todas as cenas em que eles aparecem, não tenho paciência para essas cenas.

Tirando isso, gosto de praticamente tudo o resto. Há ali umas coisas mais negativas que as outras - tenho de concordar, por ex., que a prestação da Ana Varela não é das melhores, apesar de não achar que ela esteja mal necessariamente; também não sou fã da personagem do Felizardo - mas no geral, é positivo. Destaque para a Nandona, que é mesmo um riso total; a família Guerra, que é facilmente a parte mais interessante até agora; a família do António Melo; e os adolescentes, que estão todos muito bem e têm boas personagens. Vou continuar a ver, sem dúvida... yo quiero Jani Zhao 8)

Exato, o João tem interesse nisto de Macau e as tríades, para além do contexto familiar. Eu passo à frente cenas quando estão os dois protagonistas juntos. E a personagem da Sara Prata até agora é um tédio total. Finalmente alguém que concorda comigo relativamente à Ana Varela :D a atriz está a construir uma personalidade estranha e aborrecida na sua personagem :S

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 3 minutos, Ivo disse:

Exato, o João tem interesse nisto de Macau e as tríades, para além do contexto familiar. Eu passo à frente cenas quando estão os dois protagonistas juntos. E a personagem da Sara Prata até agora é um tédio total. Finalmente alguém que concorda comigo relativamente à Ana Varela :D a atriz está a construir uma personalidade estranha e aborrecida na sua personagem :S

Sim, eu não estou a gostar muito da Ana Varela... tipo, não acho que a prestação seja mesmo má (má prestação a sério é a dos chineses), mas é muito aquém daquilo que já vi dela (por exemplo nos Morangos). Eu até digo que isso também é da própria personagem, que ela em si não está lá a fazer nada senão "a filha com alta moral dos pais racistas que por acaso namora com um homem de cor". Tirando isso, é exatamente como a Margarida: não tem personalidade nenhuma. Tal irmã, tal irmã, suponho eu. Mas é muito estranho que elas sejam assim tão desinteressantes, quando a mãe e o pai (especialmente a mãe) sobressaiem tanto. Vá, o Nuno Homem de Sá está a fazer o mesmo papel que fez 700 vezes, mas porra, ele faz esse papel muito bem; e a Nandona para mim está excelente até agora, provavelmente a MVP do elenco até agora, à exceção óbvia do João Lagarto, claro.

Enfim, vamos ver se estes elementos melhoram com o tempo, mas não tenho esperança. Até agora, as únicas cenas que gostei mesmo com a Margarida foi quando ela viu o João a dar cabo daqueles gajos em Macau, e depois o confronto no hotel. O João sempre tem aqueles diálogos com o Infante para lhes dar mais vida, mas mais uma vez, não chega quando se é protagonista. Agora que ele volta a Portugal é que deve ficar melhorzito.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Johnman disse:

Sim, eu não estou a gostar muito da Ana Varela... tipo, não acho que a prestação seja mesmo má (má prestação a sério é a dos chineses), mas é muito aquém daquilo que já vi dela (por exemplo nos Morangos). Eu até digo que isso também é da própria personagem, que ela em si não está lá a fazer nada senão "a filha com alta moral dos pais racistas que por acaso namora com um homem de cor". Tirando isso, é exatamente como a Margarida: não tem personalidade nenhuma. Tal irmã, tal irmã, suponho eu. Mas é muito estranho que elas sejam assim tão desinteressantes, quando a mãe e o pai (especialmente a mãe) sobressaiem tanto. Vá, o Nuno Homem de Sá está a fazer o mesmo papel que fez 700 vezes, mas porra, ele faz esse papel muito bem; e a Nandona para mim está excelente até agora, provavelmente a MVP do elenco até agora, à exceção óbvia do João Lagarto, claro.

Enfim, vamos ver se estes elementos melhoram com o tempo, mas não tenho esperança. Até agora, as únicas cenas que gostei mesmo com a Margarida foi quando ela viu o João a dar cabo daqueles gajos em Macau, e depois o confronto no hotel. O João sempre tem aqueles diálogos com o Infante para lhes dar mais vida, mas mais uma vez, não chega quando se é protagonista. Agora que ele volta a Portugal é que deve ficar melhorzito.

Para além disso que falas da Ana Varela, acho que ela fala de uma forma muito altiva, em exagero, à menina rica, mas acho que exagera e eu não gosto disso, aborrece-me :P

Sim, ela nos Morangos esteve tão, mas tão bem. Então nas cenas emotivas, de choro, com o Zé Milho, brutal. E em Pai à Força, uma bitch sedutora, caiu-lhe que nem uma luva. E em "T2 para 3", que foi uma série da net que passou para a TV e foi onde ela estreou, também esteve bem.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Por acaso, também sinto que, até agora, o João é muitíssimo mais interessante do que a Margarida. Mas vamos lá ver... Agora, com esta história da joia (ou lá o que é), pode ser que mude...

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Eu sinceramente não suporto a banda sonora. Nem. Um. Bocadinho. Talvez seria mais aceitável se ela não tocasse desproporcionadamente a cada 30 segundos, mas quando uma pessoa não só não gosta das músicas propriamente ditas (vá, algumas eu não desgosto, tipo a Skin e a do João Pedro Pais, mas estou a começar a odiar do tanto que as tive de aturar, especialmente a Skin), como tem de as ouvir quase em loop constante, torna-se uma tortura. Eu vou no princípio do 11º episódio, e já tive de meter a música em mute para algumas cenas. Tantas cenas que ficariam muito, muito melhor até com silêncio, e depois arruínadas (um pouco) com a música. CALEM ESSA TRALHA DE RFM, POR FUCKING FAVOR.

Mas pronto, já tenho andado em frente e começo a estar mais positivo acerca dos protagonistas. Não é que passaram a ser muito interessantes, pelo contrário, mas o João agora tem os familiares a acompanhá-lo, e mesmo a Margarida parece ter mais personalidade agora do que antes. O resto é tão bom ou melhor do que já era. Tudo o que seja Nandona Serrano, João Lagarto, Duarte Gomes, Sara Barradas e Bárbara Branco é top of tops (esses são os MVP's do elenco), e o resto do elenco está todo bem ou muito bem. Até a Ana Varela está a começar a aquecer no papel, e até mesmo a personagem da Manuela Couto já teve ali um momento de piada. E tenho de dizer: estou também a ficar fã do núcleo da esquadra. Confesso que núcleos policiais são dos clichés que menos me dizem hoje em dia, mas este tem mais dinâmica e carisma que a maior parte deles (talvez por ter muito mais personagens que o núcleo policial habitual e parecer uma esquadra a sério, ao contrário de, por exemplo, A Herdeira, onde o Trampa é o único polícia que importa). O Sabri Lucas está excelente neste papel. Sempre o tomei como bom ator, mas esta é das melhores interpretações dele até agora.

Edited by Johnman
Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, BBFF disse:

@Johnman, também dispensava essa onda RFM nas bandas sonoras. 

Mas é que é mesmo. Claro que novelas sempre tiveram uma por outra música popular na banda sonora, isso faz sentido. Mas isto de meter o DJ da RFM (ou como se trata neste caso da TVI, o da Rádio Comercial) a fazer a edição de som de novelas acho que só começou a ser popular depois d'A Única Mulher e da kizombada. Até Santa Bárbara - a novela que seguiu AÚM imediatamente - teve uma banda sonora super antiquada (mas muito melhor que esta, facilmente). Só depois d'AÚM fazer grande sucesso é que a partir daí tem sido só RFMbada nas novelas da TVI, e um bocado nas da SIC também. Mas mesmo as da SIC ainda conseguem manter algum controlo (eu gostei das b.s. de Amor Maior e Espelho D'Água, e as duas tiveram níveis notáveis de RFMbada, mas as músicas foram bem escolhidas e tocadas com moderação; a de Paixão também é comestível), agora as da TVI abusam um bocadinho nisto. A d'A Herdeira ainda se safa por ter diversidade; mas na de Jogo Duplo, soam quase todas muito parecidas, quase iguais, e torna-se bastante enfadonho. Que nervos que me dá.

há 1 minuto, Ivo disse:

Eu por acaso não gosto muito da prestação do Sabri Lucas aqui, está um pouco canastrão :P

Tenho de discordar, acho que ele está natural e fácil de simpatizar no papel. Muito mais canastrão está o Graciano Dias, que tem um papel mais fácil de cumprir como ator (o de polícia mau), mas a prestação dele é bem mais fraca.

Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Johnman disse:

Tenho de discordar, acho que ele está natural e fácil de simpatizar no papel. Muito mais canastrão está o Graciano Dias, que tem um papel mais fácil de cumprir como ator (o de polícia mau), mas a prestação dele é bem mais fraca.

Não concordo muito, mas são opiniões :happy: Eu gosto do Graciano, acho que é um bom ator. Ele (a personagem) é um lobo em pele de cordeiro e acho que está bem :P

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, Ivo disse:

Não concordo muito, mas são opiniões :happy: Eu gosto do Graciano, acho que é um bom ator. Ele (a personagem) é um lobo em pele de cordeiro e acho que está bem :P

Eu também gosto dele como ator, e gosto da personagem dele, mas não acho a prestação dele grande coisa. Não está mal, só está.... mais ou menos. Mas lá está, opiniões :P

Tu já acompanhas isto há algum tempo, ou também não estás atualizado? (Tou a perguntar para saber se sou o único que não estou a par de tudo :P)

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Johnman disse:

Eu também gosto dele como ator, e gosto da personagem dele, mas não acho a prestação dele grande coisa. Não está mal, só está.... mais ou menos. Mas lá está, opiniões :P

Tu já acompanhas isto há algum tempo, ou também não estás atualizado? (Tou a perguntar para saber se sou o único que não estou a par de tudo :P)

Eu tenho visto, em gravação, e passo algumas coisas à frente, que acho mais desinteressantes, por isso posso perder qualquer coisa, mas o essencial estou a par. Mas estou com os episódios em dia.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Ainda não acabei de ver este 11º episódio (cenas normais da vida meteram-se na frente), mas tive de parar um momento só mesmo para comentar aqui que, depois de ter visto um diálogo entre a Alba Baptista e a Bárbara Branco sobre uma certa coisa que aconteceu à Sandra, os autores portugueses não chamados Artur Ribeiro não têm desculpa nenhuma para não escrever diálogos entre adolescentes que soam tal e qual como adolescentes a sério. Well done, Artur Ribeiro. Well done.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
há 47 minutos, ZDK disse:
  Spoiler - mostrar conteúdo oculto

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Está vivo!? :eek:

OMD! :O Mais uma bomba sem ser incoerente... perfeito! Não esperava nada. Estou a ver que a novela promete imenso daqui para a frente. 

  • Like 4
Link to post
Share on other sites

Para que conste, vou no episódio 16, e..... agora é que reparei uma coisa: os décores de cozinha das famílias Manuela Couto/Alba Baptista e Luís Esparteiro/Sofia Grillo/Bárbara Branco são exatamente iguais :lol: Damn, isso é que é ser-se barato! Eu sei que não é novidade em novelas, mas mesmo assim......

Edited by Johnman
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Johnman disse:

Para que conste, vou no episódio 16, e..... agora é que reparei uma coisa: os décores de cozinha das famílias Manuela Couto/Alba Baptista e Luís Esparteiro/Sofia Grillo/Bárbara Branco são exatamente iguais :lol: Damn, isso é que é ser-se barato! Eu sei que não é novidade em novelas, mas mesmo assim......

Eles vivem nos mesmos complexos de moradias...

  • Like 2
  • Shock 2
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...