Jump to content

Segundo Sol


Recommended Posts

  • Replies 771
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Os brasileiros têm o país na merda, mas preocupam-se sempre mais com o que se passa nas novelas do que com a vida real. Ironia da vida...

Versátil e multifacetada: personagens distintos evidenciam talento de Letícia Colin Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content. Na TV desde os 12 anos, pode-se dizer que Letícia Colin cresceu diante das câmeras, passando por produções como "Sandy e Júnior" (2000/2001) e "Malhação" (2002) na infância, nesta última tendo destaque como Kailani. Apresentou a extinta "TV Globinho" (2003), fez

Chamada    

há 5 minutos, Forbidden disse:

Acho que o mundo da internet estraga tudo, se fosse em 1993 com a novela  ''Renascer'' iriam cair em cima da novela de Benedito Ruy Barbosa que se passava na Bahia, no seu contexto a maioria de seus interpretes eram brancos, vide os protagonistas Antônio Fagundes e Adriana Esteves, tirando Marcos Palmeira que é um negro pardo e alguns atores negros, a composição eram em maioria brancos.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 5 minutos, Maciel disse:

Os brasileiros têm o país na merda, mas preocupam-se sempre mais com o que se passa nas novelas do que com a vida real. Ironia da vida...

Eles vivem muito as novelas, muito mais que aqui... os portugueses estão literalmente lixando-se para o que se passa nas novelas, lá no Brasil fazem muito barraco pelo que passa ou não.

há 1 minuto, DanielNunes disse:

Acho que o mundo da internet estraga tudo, se fosse em 1993 com a novela  ''Renascer'' iriam cair em cima da novela de Benedito Ruy Barbosa que se passava na Bahia, no seu contexto a maioria de seus interpretes eram brancos, vide os protagonistas Antônio Fagundes e Adriana Esteves, tirando Marcos Palmeira que é um negro pardo e alguns atores negros, a composição eram em maioria brancos.

Mas não estamos mais nos anos 90, não é? Acho que a Globo devia ter noção do que está a fazer, eu acho tão óbvio que isto ia dar confusão, não era preciso ser muito inteligente...

Depois dizem "ah, mas não há atores negros na Globo", isso é mentira.

Link to post
Share on other sites

Infelizmente ainda as mídias não dão visibilidade a um ator negro. Outra o elenco da Globo está escasso, estão recorrendo aos mesmos atores. Giovanna Antonelli foi retirada do elenco assim que houve este problema, porém, vai ver que o autor e o diretor Denis Carvalho não acharam atrizes negras com este mesmo perfil da Giovanna, e realocaram. O ruim que o horário das nove tem uma visibilidade maior do que outros produtos da Globo e isso é um chamariz para debates na internet. 

O estranho que o sucesso estrondoso da minissérie ''O Canto da Sereia'' não ter incomodado nenhum baiano, vendo a lista de atores que trabalharam nesta minissérie que se passa numa Bahia contemporânea só tem quatro atores negros. Nem a mídia e nem o público atacaram esta minissérie.

Link to post
Share on other sites

E outra as mesmas pessoas deveriam também protestar contra a atual novela das nove ''O Outro Lado do Paraíso'' a maioria dos habitantes de Tocantins são de etnias pardas (mestiços de negro com branco) e vemos que também não é retratada na novela que na maioria é composta por atores brancos. Conclusão acho que o público tem que parar com este mimimi em cima da novela.

  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
E outra as mesmas pessoas deveriam também protestar contra a atual novela das nove ''O Outro Lado do Paraíso'' a maioria dos habitantes de Tocantins são de etnias pardas (mestiços de negro com branco) e vemos que também não é retratada na novela que na maioria é composta por atores brancos. Conclusão acho que o público tem que parar com este mimimi em cima da novela.
Mas o Tocantins não é o centro da cultura afro-brasileira, nem tem a cidade brasileira com mais negros, que é Salvador, então o contexto é bem diferente. Mas OOLD é racista por outros motivos sobre os quais já escrevi, deves te recordar certamente.
Link to post
Share on other sites
há 25 minutos, Forbidden disse:
há 1 hora, DanielNunes disse:
E outra as mesmas pessoas deveriam também protestar contra a atual novela das nove ''O Outro Lado do Paraíso'' a maioria dos habitantes de Tocantins são de etnias pardas (mestiços de negro com branco) e vemos que também não é retratada na novela que na maioria é composta por atores brancos. Conclusão acho que o público tem que parar com este mimimi em cima da novela.

Mas o Tocantins não é o centro da cultura afro-brasileira, nem tem a cidade brasileira com mais negros, que é Salvador, então o contexto é bem diferente. Mas OOLD é racista por outros motivos sobre os quais já escrevi, deves te recordar certamente.

Sei disso, mas, vendo o wikipédia são 13% de negros na cidade de salvador, fora do continente africano pessoas afrodescente baianas são maiores, o que predomina tanto na cidade quanto no estado da Bahia são os pardos, mestiços e segundo lugar vem da cor branca. A região norte do país o que prevalece é a mestiçagem de indiginas e mestiços. Os pardos entra no grupo de negros, socialmente dizendo. E há também preconceito com esta linhagem de raça aqui no Brasil.

Link to post
Share on other sites
Sei disso, mas, vendo o wikipédia são 13% de negros na cidade de salvador, fora do continente africano pessoas afrodescente baianas são maiores, o que predomina tanto na cidade quanto no estado da Bahia são os pardos, mestiços e segundo lugar vem da cor branca. A região norte do país o que prevalece é a mestiçagem de indiginas e mestiços. Os pardos entra no grupo de negros, socialmente dizendo. E há também preconceito com esta linhagem de raça aqui no Brasil.
O que eu acho é que as pessoas tem todo o direito de se fazerem ouvir, e sinceramente eu admiro que os negros usem a sua voz e critiquem o que acham que está mal. Se as pessoas não usarem a sua voz, o tal "mimimi" fica tudo igual, nada melhora.
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Forbidden disse:
há 4 minutos, DanielNunes disse:
Sei disso, mas, vendo o wikipédia são 13% de negros na cidade de salvador, fora do continente africano pessoas afrodescente baianas são maiores, o que predomina tanto na cidade quanto no estado da Bahia são os pardos, mestiços e segundo lugar vem da cor branca. A região norte do país o que prevalece é a mestiçagem de indiginas e mestiços. Os pardos entra no grupo de negros, socialmente dizendo. E há também preconceito com esta linhagem de raça aqui no Brasil.

O que eu acho é que as pessoas tem todo o direito de se fazerem ouvir, e sinceramente eu admiro que os negros usem a sua voz e critiquem o que acham que está mal. Se as pessoas não usarem a sua voz, o tal "mimimi" fica tudo igual, nada melhora.

Concordo, o Brasil é um país mascarado internacional dizendo. É um país que é homofóbico, racista, xenofóbico (contra países de terceiro mundo, os de primeiro mundo são bem mais recebidos do que os de  terceiro), desigual e ainda tem os maus-tratos contra a mulher, o feminicídio aqui é um dos maiores do mundo, ainda tem os idosos que não são bem tratados financeiramente e socialmente. O que se tem que abrir vozes de várias lacunas na sociedade. Esta questão do elenco pode ferir, mas existiram novelas que se passaram no nordeste e poucas pessoas protestaram contra este assunto. Revendo aqui, ''Tieta'' a maior novela da Globo, em sua composição não tiveram nenhum ator negro em destaque, e se passava numa cidade fictícia da Bahia. O que é ruim que quando o ator é negro, seu personagem é bem rebaixado do que se vê, ele não está no protagonismo e sim como empregado doméstico, motorista, escravo. Foram poucas novelas que deu a um ator negro um personagem de advogado, empresário. ''A Próxima Vítima' e ''A Favorita''' foram uma das poucas novelas que deram destaque a personagens de classe elevada.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Forbidden disse:

Será pior que o Walcyr com estes temas? :|

O estilo não é exatamente o mesmo. O Walcyr cai para o circo, principalmente quando sente que o público rejeita a parte pesada (como aconteceu com O Outro Lado do Paraíso). No caso do João Emanuel Carneiro, apesar dele também cair um pouco no circo, é mesmo incapacidade de levar a bom porto os temas secundários. Ele arrasa no núcleo principal, com todos as reviravoltas que cria, mas os secundários são péssimos e andam a novela toda sem sair do sítio, mesmo que tenham um bom plot. Ele não consegue contar mais do que uma história ao mesmo tempo (como se pode ver com A Regra do Jogo e de certa forma também com Avenida Brasil). Só o núcleo principal é bem conduzido.

Edited by Pedro M.
  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Eu gostei imenso dos núcleos secundários de 'Avenida Brasil'! Tinham um astral muito especial e divertia-me imenso com eles, mas talvez toda o meu envolvimento com estes seja mais suis generis que consensual não sei. :dontknow:

Já em 'A Favorita' não gostei assim tanto dos personagens secundários, tirando a Catarina (interpretada maravilhosamente pela grande Lilía Cabral) e o da Diva e do Shiva que rendeu cenas bem emocionantes!

Link to post
Share on other sites
há 56 minutos, Pedro M. disse:

O estilo não é exatamente o mesmo. O Walcyr cai para o circo, principalmente quando sente que o público rejeita a parte pesada (como aconteceu com O Outro Lado do Paraíso). No caso do João Emanuel Carneiro, apesar dele também cair um pouco no circo, é mesmo incapacidade de levar a bom porto os temas secundários. Ele arrasa no núcleo principal, com todos as reviravoltas que cria, mas os secundários são péssimos e andam a novela toda sem sair do sítio, mesmo que tenham um bom plot. Ele não consegue contar mais do que uma história ao mesmo tempo (como se pode ver com A Regra do Jogo e de certa forma também com Avenida Brasil). Só o núcleo principal é bem conduzido.

Ah bom, mas se não levar pra comédia/circo pra mim já está bom, isso seria muito ofensivo. Eu não sei o que esperar, porque vai ser  a primeira vez que vão abordar este tema numa novela, então pode ser bom ou mau, mas achei muito positivo o autor querer abordar este tema. E nem esperava ver um tema destes numa novela leve como esta parece ser.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 13 minutos, Maya disse:

Eu gostei imenso dos núcleos secundários de 'Avenida Brasil'! Tinham um astral muito especial e divertia-me imenso com eles, mas talvez toda o meu envolvimento com estes seja mais suis generis que consensual não sei. :dontknow:

Eu até gostei. Mas não havia história ali. Simplesmente as personagens tinham o seu carisma (coisa que em A Regra do Jogo a nível dos secundários já não aconteceu).

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
23 minutes ago, Pedro M. said:

Eu até gostei. Mas não havia história ali. Simplesmente as personagens tinham o seu carisma (coisa que em A Regra do Jogo a nível dos secundários já não aconteceu).

Carisma é mesmo a palavra certa para definir os personagens de 'Avenida Brasil'. Até o núcleo do Cadinho, que considerei um pouco excessivo por colocar a mulher, neste caso 3 mulheres, numa situação bastante embaraçosa e ultrapassada, teve a sua graça em algumas situações.

Eu de 'A Regra do Jogo' não vi quase nada Pedro. :| Nenhum personagem me deixou minimamente interessada.

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Pedro M. said:

Eu gostei bastante de A Regra do Jogo.

Tinha ideia de te ouvir dizer que só gostaste de 'Avenida Brasil', 'A Força do Querer' e das duas novelas do nosso querido e grande Walcyr Carrasco.Devo ter-me confundido desculpa lá.

Link to post
Share on other sites
há 7 horas, Pedro M. disse:

Eu gostei bastante de A Regra do Jogo.

Somos dois! Eu achei toda a premissa de A Regra do Jogo genial. Os protagonistas, que para mim eram o Romero e a Atena, eram excelentes! E as relações entre personagens, complexas e intensas. Pecou, a determinada altura, pelo destaque forçado à personagem Toia (apresentada como protagonista) e à tentativa de um romance desta com o Romero, associada à ideia de redenção do vilão. Isto quando o público torcia pelo casal de “bandidos/ vilões” Romero-Atena, cujo enredo era, sim, inédito nas novelas e cheio de química... A relação da Atena com o “Véio”... Que dupla!

Ah, e a Janaina, personagem fantástica da Cássia Kiss... Pena a sua saída precoce da novela.

Finalmente, gostei bastante do enredo da personagem da Débora Evelyn. Aquela família Stewart tinha ingredientes interessantes. E a entrada da personagem da Carolina Dieckman foi ótima. Na altura gostei bastante da sua prestação.

 

  • Like 2
  • Love 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...