Jump to content

O Outro Lado do Paraíso


Recommended Posts

Agora mesmo, Pedro M. disse:

Juro que não entendo quem critica. Eu adorei a cena.

A critica surge porque as pessoas não sabem pensar fora da caixa. Tem que ser sempre tudo igual, uma seca.

quem é que se lembraria de colocar o velorio de uma personagem num bordel com o Pablo Vittar a dar um concerto? Só mesmo o Walcyr. Depois é por isso que ele faz médias historicas e outros não 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
  • Replies 2.2k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Nem é preciso dizer nada sobre o episódio de segunda. É tão raro ver um ator com quase 90 anos com este tempo de antena, com este relevo, com esta importância... Quanto mais três. Nós, público, só tem

Já começam a fartar essas histórias. Agora poluem os tópicos sempre com as mesmas discussões. Primeiro eram os gays, agora são os negros. Já toda a gente sabe a vossa opinião, não precisam de repetir

  • 3 weeks later...

@Maya, a Glória Pires esteve mesmo arrasadora neste plot à volta do alcoolismo e da possibilidade de não poder doar o rim à filha não achas? Eu fico impressionado com ela, deve ser mesmo a melhor atriz do Brasil se excluirmos os medalhões mais velhos.

  • Like 3
  • Love 1
Link to post
Share on other sites
3 hours ago, Pedro M. said:

@Maya, a Glória Pires esteve mesmo arrasadora neste plot à volta do alcoolismo e da possibilidade de não poder doar o rim à filha não achas? Eu fico impressionado com ela, deve ser mesmo a melhor atriz do Brasil se excluirmos os medalhões mais velhos.

Ela esteve para lá de extraordinária nesta novela Pedro, mesmo naquela fase pós-julgamento da personagem em que ela parecia andar ali um pouco "á deriva"! Os ajustes de contas da Beth com a Jô também renderam ótimas cenas, esta última que quando se pensava que não podia descer mais baixo fê-lo da forma mais vil e cruel quando se recusou a doar o rim á Adriana! A Beth pode ter cometido os seus deslizes no passado, mas isso não invalida o facto de ter sido e ser uma grande mãe, esposa dedicada, batalhadora, amorosa... e uma verdadeira mulher de armas!

Também acho que, se excluirmos atores veteranos como a Fernanda, Lima, Laura, Tarcísio Meira ou Glória Menezes, a Glória merece com toda a distinção o título de melhor atriz da televisão brasileira. Há outras da geração dela, como a Adriana Esteves (que considero tão boa quanto a Glória), Patrícia Pillar ou Cláudia Raia, que também são verdadeiras divas e atrizes icónicas, mas tendo em conta aquele que foi o percurso televisivo de todas estas atrizes não tenho a mais pequena dúvida de que a Glória merece ser considerada a melhor!

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Maya disse:

Ela esteve para lá de extraordinária nesta novela Pedro, mesmo naquela fase pós-julgamento da personagem em que ela parecia andar ali um pouco "á deriva"! Os ajustes de contas da Beth com a Jô também renderam ótimas cenas, esta última que quando se pensava que não podia descer mais baixo fê-lo da forma mais vil e cruel quando se recusou a doar o rim á Adriana! A Beth pode ter cometido os seus deslizes no passado, mas isso não invalida o facto de ter sido e ser uma grande mãe, esposa dedicada, batalhadora, amorosa... e uma verdadeira mulher de armas!

Também acho que, se excluirmos atores veteranos como a Fernanda, Lima, Laura, Tarcísio Meira ou Glória Menezes, a Glória merece com toda a distinção o título de melhor atriz da televisão brasileira. Há outras da geração dela, como a Adriana Esteves (que considero tão boa quanto a Glória), Patrícia Pillar ou Cláudia Raia, que também são verdadeiras divas e atrizes icónicas, mas tendo em conta aquele que foi o percurso televisivo de todas estas atrizes não tenho a mais pequena dúvida de que a Glória merece ser considerada a melhor!

Sim, atrizes como a Adriana Esteves e a Patrícia Pillar também estão no topo, claro, mas a Glória Pires tem uma naturalidade em cena que eu não vejo em mais ninguém. Ela faz tudo parecer fácil. A própria Beth teve algumas fases se calhar um bocadinho melodramáticas demais, surreais até, e ela esteve sempre incrível. É mesmo o que eu destaco nela: a naturalidade com que representa. Com as devidas proporções guardadas, eu considero a Glória Pires uma atriz do nível de uma Fernanda Montenegro. Ela é mesmo incrível.

  • Like 3
  • Love 1
Link to post
Share on other sites
On 6/8/2018 at 8:13 PM, Pedro M. said:

Sim, atrizes como a Adriana Esteves e a Patrícia Pillar também estão no topo, claro, mas a Glória Pires tem uma naturalidade em cena que eu não vejo em mais ninguém. Ela faz tudo parecer fácil. A própria Beth teve algumas fases se calhar um bocadinho melodramáticas demais, surreais até, e ela esteve sempre incrível. É mesmo o que eu destaco nela: a naturalidade com que representa. Com as devidas proporções guardadas, eu considero a Glória Pires uma atriz do nível de uma Fernanda Montenegro. Ela é mesmo incrível.

È verdade Pedro! Não achas curioso que nesta novela praticamente tudo tenha resultado menos os protagonistas?! Eu falo por mim claro, pois fiquei bastante desiludida com a performance da Bianca na novela, principalmente quando me lembro percurso ascendente que ela vinha a fazer desde a "anti-heroína" Vitória de 'Boogie Oogie', culminando depois na inesquecivel Maria de 'Etá Mundo Bom'. A Clara é uma personagem muito rica e cheia de camadas, mas a interpretação da Bianca foi muito "pãozinho sem sal", não acho que ela tenha conseguido expremer a imensa "laranja recheada de sumo" que esta personagem prometera, e não tenho dúvidas nenhumas que a Clara teria ficado em melhores mãos se tivesse sido entregue a uma Isabelle Drummond ou Letícia Collin, por exemplo.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 4 horas, Maya disse:

È verdade Pedro! Não achas curioso que nesta novela praticamente tudo tenha resultado menos os protagonistas?! Eu falo por mim claro, pois fiquei bastante desiludida com a performance da Bianca na novela, principalmente quando me lembro percurso ascendente que ela vinha a fazer desde a "anti-heroína" Vitória de 'Boogie Oogie', culminando depois na inesquecivel Maria de 'Etá Mundo Bom'. A Clara é uma personagem muito rica e cheia de camadas, mas a interpretação da Bianca foi muito "pãozinho sem sal", não acho que ela tenha conseguido expremer a imensa "laranja recheada de sumo" que esta personagem prometera, e não tenho dúvidas nenhumas que a Clara teria ficado em melhores mãos se tivesse sido entregue a uma Isabelle Drummond ou Letícia Collin, por exemplo.

Eu achei a Bianca excelente na primeira fase. Na segunda realmente deixou a desejar.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
On 6/10/2018 at 11:11 AM, Pedro M. said:

Eu achei a Bianca excelente na primeira fase. Na segunda realmente deixou a desejar.

Eu só gostei de a ver na primeira semana e posteriormente nas cenas do hospício, que também me marcaram muito sobretudo pela dobradinha Clara e Beatriz que foi muito emocionante. 

O Renato é que está transformado num autêntico pulha! :unsure: Ele e a Fabiana formam uma dupla de antagonistas repugnante, mas que ao mesmo tempo têm aquela quimíca especial que é sempre fundamental nas duplas de vilões.

Edited by Maya
Link to post
Share on other sites
há 3 horas, Pedro M. disse:

Eu achei a Bianca excelente na primeira fase. Na segunda realmente deixou a desejar.

Foi o que achei também, até ao regresso dela ela esteve excelente, depois ficou mais apagada, não sei porquê. Curiosamente, das vinganças todas dela, nenhuma me soube tão bem como quando ela gozou com a cara da Fabiana no início kkkk

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Ivo said:

A Bianca Bin esteve péssima na novela, tem uma dicção sofrível, não tem expressividade, enfim.

"Péssima" não diria, mas sou obrigada a concordar contigo Ivo que ela de facto não soube saborear o prato delicioso e bem condimentado que foi esta personagem. Tenho pena porque gosto muito dela, inclusive desde a altura em que ela interpretou a Açucena de 'Cordel Encantado', na qual também foi bastante criticada. mas eu confesso que achava imensa graça á personagem!

 

Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, Maya disse:

"Péssima" não diria, mas sou obrigada a concordar contigo Ivo que ela de facto não soube saborear o prato delicioso e bem condimentado que foi esta personagem. Tenho pena porque gosto muito dela, inclusive desde a altura em que ela interpretou a Açucena de 'Cordel Encantado', na qual também foi bastante criticada. mas eu confesso que achava imensa graça á personagem!

 

Não vi essa novela. Nesta novela, na fase em que levava porrada do Gael ainda esteve pior, até metia dó ver a sua prestação, na altura cheguei a comentar. O próprio ator que faz de Gael também esteve fraquito nessa fase, muito forçado. Nesta segunda fase o ator melhorou, já a Bianca Bin não está tão mal como no inicio, mas continua bastante fraca. Eu não sei o que vai na cabeça da GLOBO, para pôr uma pseudo atriz como protagonista :dontknow:

Edited by Ivo
Link to post
Share on other sites
On 6/10/2018 at 3:02 PM, Forbidden said:

Foi o que achei também, até ao regresso dela ela esteve excelente, depois ficou mais apagada, não sei porquê. Curiosamente, das vinganças todas dela, nenhuma me soube tão bem como quando ela gozou com a cara da Fabiana no início kkkk

As vinganças da Clara acabaram ao fim ao cabo por ser ofuscadas pelas histórias que estavam inseridas nas mesmas, que eram muito maiores que as simples motivações de uma mulher ferida. 

Não creio que a novela no futuro vá ser lembrada como "a novela das vinganças da Clara" mas sim como "a novela da Mercedes, Josafá, Caetana, Beth, Laura e Vinícius", isto na minha óptica claro!

Edited by Maya
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Maya disse:

As vinganças da Clara acabaram ao fim ao cabo por ser ofuscadas pelas histórias que estavam inseridas nas mesmas, que eram muito maiores que as simples motivações de uma mulher ferida. 

Não creio que a novela no futuro vá ser lembrada como "a novela das vinganças da Clara" mas sim como "a novela da Mercedes, Josafá, Caetana, Beth, Laura e Vinícius", isto na minha óptica claro!

Eu não acho que a novela vá ser lembrada sequer sinceramente, a única cena que acho que marcou foi a cena da Clara a descer as escadas. As vinganças da Clara foram muito fracas. Mas enfim, eu já falei aqui várias vezes sobre tudo isto, é melhor não repetir :mosking:

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Ivo said:

Não vi essa novela. Nesta novela, na fase em que levava porrada do Gael ainda esteve pior, até metia dó ver a sua prestação, na altura cheguei a comentar. O próprio ator que faz de Gael também esteve fraquito nessa fase, muito forçado. Nesta segunda fase o ator melhorou, já a Bianca Bin não está tão mal como no inicio, mas continua bastante fraca. Eu não sei o que vai na cabeça da GLOBO, para pôr uma pseudo atriz como protagonista :dontknow:

Então temos opiniões diferentes no que diz respeito ao percurso da Bianca na novela. Para mim ela esteve muito bem na fase da violência doméstica, e posteriormente quando foi internada na cliníca.

Nas cenas com o Tomaz, por exemplo, acho-a muito fraca e inexpressiva, o que não ajuda nada a que eu sinta grande compaixão pela personagem, por ter estado durante tantos anos longe do filho. A Livía, por outro lado, é e será sempre a verdadeira mãe do Tomaz, pois para além de ter sido ela a dar ao seu menino todo o amor, dedicação e carinho que este necessitou, também não dá para ficar indiferente á quimíca linda que existe entre a Grazi e o Vítor, que tiveram cenas tão bonitas e emocionantes na novela! :crying:Dois personagens que me vão ficar para sempre no coração. :giveheart:

Edited by Maya
Link to post
Share on other sites

Quanta emoção nas cenas do tribunal por conta da disputa pela guarda do Tomás! A Livía não merecia perder a guarda do menino que, independentemente das circunstâncias, criou e amou como muitas mães biológicas infelizmente são incapazes de o fazer. :crying:Gostei de ver o Tomás a defender a Livía perante a Clara, Patrick e o Gael, este menino tem uma sensibilidade e uma ternura raros de se ver nesta idade!

O confronto da Clara com a Livía no pós-julgamento também foi muito forte, uma verdadeira aula de representação dada gratuitamente pela Grazi Massafera e na qual a própria Bianca Bin também se conseguiu destacar pela positiva!

O casamento do Bruno e Raquel também foi muito bonito! Quem diria que um dia iriamos ver a Nádia com um discurso daqueles?! Ela esteve simplesmente fenomenal nas cenas do enlace do filho!

Aquela Fabiana continua a mesma víbora, fria e calculista de sempre! Ela e o Renato realmente foram mesmo feitos um para o outro.

Infelizmente não posso dizer o mesmo das cenas da Estela com o Amaro. O Pedro Carvalho infelizmente estreou com o pé esquerdo na Globo! :unsure: O personagem foi muito mal construído/conseguido pelo ator, que não passa qualquer empatia ou afininade para o público.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 2 horas, Maya disse:

 

Infelizmente não posso dizer o mesmo das cenas da Estela com o Amaro. O Pedro Carvalho infelizmente estreou com o pé esquerdo na Globo! :unsure: O personagem foi muito mal construído/conseguido pelo ator, que não passa qualquer empatia ou afininade para o público.

Os brasileiros gostam bué dele (principalmente do atributos físicos xD ) e ele já revelou que vai continuar pelo Brasil e que vai consultar um fonoaudiólogo, para perder a pronúncia portuguesa. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Eu odiei o Pedro Carvalho. Não gostei nada da atuação dele e nem achei ele gato, rs.

Tem vezes que sinto saudades de esta novela, ainda quando tenho gostado muito de Segundo Sol. Para mim o Walcyr fez um ótimo trabalho, foi um folhetim muito divertido e emocionante de acompanhar.

Edited by Khoury
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 55 minutos, Khoury disse:

Eu odiei o Pedro Carvalho. Não gostei nada da atuação dele e nem achei ele gato, rs.

Tem vezes que sinto saudades de esta novela, ainda quando tenho gostado muito de Segundo Sol. Para mim o Walcyr fez um ótimo trabalho, foi um folhetim muito divertido e emocionante de acompanhar.

Eu sou de Portugal e acho-o um péssimo ator. Por mim pode ficar no Brasil para sempre :haha:

  • LOL 1
Link to post
Share on other sites
12 hours ago, Mr. Robot said:

Os brasileiros gostam bué dele (principalmente do atributos físicos xD ) e ele já revelou que vai continuar pelo Brasil e que vai consultar um fonoaudiólogo, para perder a pronúncia portuguesa. 

Ele esteve muito fraco na novela isso é um facto. Pode ser que em futuros projetos ele volte a surpreender como já o fez na ficção nacional.

Link to post
Share on other sites

Quanta emoção nestes últimos capítulos por conta do sequestro do Tomás! :crying:A Lívia e a Clara não merecem sofrer desta maneira!

Estou quase a despedir-me da novela. Já só me faltam dois episódios e as saudades já começam a apertar forte cá dentro!

Edited by Maya
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

image.png.c4733ca3fcc45731415cf15cb822c0d6.png

Acabou! Depois de 8/9 meses de acompanhamento e aprendizagem intensos, despedi-me ontem daquela que foi a segunda incursão do grande Walcyr Carrasco no horário nobre da TV Globo: 'O Outro Lado do Paraíso'.
A palavra "final" faz obrigatoriamente parte de qualquer produto de ficção, cujo curso natural é basicamente o mesmo da vida de todo o ser humano: Tem um começo, um meio e um fim. Se tal não acontecesse, o que seria da vida dos atores, realizadores e autores, que estariam eternamente condicionados à rotina infinda de ter que lidar constantemente com os mesmos enredos e os mesmos personagens! No entanto, confesso que ainda vou tendo uma certa dificuldade em verbalizar essa mesma palavra, especialmente quando determinada novela me prende e deixa colada ao ecrã ansiosa pelo próximo passo do personagem, pela cena seguinte ou pelo episódio de "amanhã". Claro que assumo a minha "mea culpa" em não ter consumido esta novela, bem como todas as outras que fui acompanhando ao longo da vida, de forma incessante ou viciante, mas "infelizmente" ou não um dia só possui 24 horas, e sempre é melhor seguir uma novela com calma para não perder o fio à meada do que acompanhar aos "10 episódios por dia" (isto para quem, como eu, acaba por se atrasar bastante em relação à transmissão original das novelas) e depois não perceber patavina do que se passa no enredo da mesma.

'O Outro Lado do Paraíso' foi um verdadeiro "canavial de emoções", que ia muitas vezes do mais engraçado ao mais emocionante sem qualquer meio-termo! Foram principalmente as tramas mais dramáticas que me conquistaram e fizeram com que ficasse agarrada, "petrificada" mesmo em frente ao ecrã a ansiar pelos próximos passos destes personagens e saber por que rumos iriam eles trilhar, com todas as consequências que estes trariam para as suas vidas, que foram na sua maioria bastante penosas, indo de encontro à mensagem principal que o autor pretendia passar para o espectador

Vou começar desde já por elogiar o que a novela me proporcionou de melhor:

image.png.1eef200decc207decbc7259fed1aafb2.png

Sem palavras!:wub:Acho que já consegui esgotar todo o vocabulário de elogios (no que aos meus dotes de conhecimento da língua portuguesa dizem respeito) para descrever todos estes "monstros" (con)sagrados da ficção brasileira.
As senhoras donas Fernanda Montenegro e Laura Cardoso, juntamente com o excelentíssimo Sr.. Lima Duarte, deram verdadeiros cursos intensivos de representação com as suas atuações nesta novela! BRILHANTISMO é a única palavra que me ocorre neste momento para descrever os desempenhos destes três grandes atores em 'O Outro Lado do Paraíso'!
A Mercedes foi sem dúvida das personagens mais enriquecedoras que já vimos em novelas! Ela podia até nem ter cultura ou outros conhecimentos académicos, mas tinha toda uma sabedoria, poder de argumentação e sede de ensinar extraordinários! Uma verdadeira lição de vida esta personagem. E o que é que foi aquela última cena do episódio final?! Simplesmente arrepiante!
Já a Caetana era mais virada para a "safadeza", no bom sentido da palavra. Uma senhora com uma força, personalidade e carisma do outro mundo! Foi muito emocionante a cena da morte dela, sobretudo na parte em que ela se despede da Mercedes, do Josafá e da Helenita que me fez chorar as pedras da calçada. :crying:Foi muito bonito ver a Caetana cercada de todos aqueles que sempre a estimaram e lhe quiseram bem, culminando com a cena da dança que a leva até ao céu! Aquele vel
ório, onde a festa e a diversão foram as palavras de ordem, foi a melhor homenagem que lhe podiam ter feito. Uma personagem que vou guardar com muito carinho no coração!
O Josafá era aquele senhor ternurento, querido e meigo que acho que todos nós gostaríamos de ter como avô. As cenas dele com a Clara e o Tomaz eram do mais bonito e delicado que pode existir, já para não falar da história de amor com a Mercedes que foi sem dúvida a cereja no topo do bolo no percurso deste personagem tão adorado e querido pelos fãs da novela!

Agora vou falar da parte que menos gostei em toda a novela: A mudança de carácter do Renato.
Custou-me muito, como já o havia dito em posts anteriores, não só pelo facto do personagem inicialmente ter toda uma "aura boa" e aparente determinação em proteger a Clara, mas também por ter sido durante tanto tempo um "pai" tão presente na vida do Tomaz! O que mais me entristece no comportamento aberrante do Renato foi quando ele quis cortar a orelha do Tomaz quando o raptou. :crying:Nossa, esta cena doeu-me mesmo muito!:crying:De pensar que este homem criou aquele menino como se fosse seu filho, que viu o Tomaz crescer e dar os primeiros passos! Foi muito doloroso acompanhar todo este processo de "desumanização" do Renato, talvez o pior que já alguma vez cheguei a ver numa novela!
A Fabiana também foi outra que me tirava do sério, literalmente! Ela foi de uma monstruosidade e egoísmo inqualificáveis para com a Beatriz no final da primeira fase! Faz-me tanta impressão ver uma pessoa maltratar uma avó ou avô, estes que são por norma os parentes mais afetuosos e dedicados para com os netos!

Agora sobre a grande vilã de toda a trama:

image.jpeg.f78407730f70eba9ca25b58f30fb591a.jpeg

"Sophia mãos de tesoura". :haha: Uma vilã com V maiúsculo! Uma mulher fria, calculista, incapaz de sentir qualquer sentimento bom por quem quer que seja, ou de ter um gesto genuinamente positivo sem segundas intenções!
Adorei a cena do julgamento dela no último episódio, com quase todos os personagens da novela presentes na audiência! :haha: A parte do depoimento do Mariano foi a minha favorita, pois embora não seja particularmente fã do ator reconheço que ele esteve muito bem neste último frente-a-frente com a Sophia! O Walcyr é de facto imbativel a escrever julgamentos!
As cenas dela a ter o AVC, e por consequente quando ficou acamada, foram absolutamente soberbas!  Faço mais uma vénia á extraordinária prestação da Marieta durante toda a novela. Que atriz sensacional que esta mulher é! Esteve simplesmente fenomenal do início ao fim, sempre tão natural na forma como transmitia a frieza e apatia da personagem! Adorei o final dela na cliníca. A cena em que ela recebe os choques eléctricos, com os flashbacks que mostram todos os crimes que ela foi cometendo ao longo da novela intercalados, foi magistralmente realizada e interpretada! Foi sem dúvida um final coerente com a história e muito, mas mesmo muito saboroso de assistir!
A única coisa verdadeiramente boa que vimos da Sophia foi nas cenas em que a Estela cuidou dela enquanto ela estava a recuperar do AVC. Foi muito bonito ver esta última tomar conta dela, a mulher que proferira durante toda uma vida as maiores barbaridades, com comentarios do mais depreciativo que pode existir face á própria filha! Mais uma bonita lição de vida que esta novela nos ensinou!

 

image.jpeg.669b4d53b7c1a7ac361c52fc25217e3f.jpeg

Quanto aos personagens Livía e Tomaz, tenho a dizer que ambos tiveram uma das relações entre mãe e filho mais bonitas e genuínas que eu já tive oportunidade de ver em novelas!
A Livía evoluiu tanto à medida que a trama se ia desenvolvendo! Sofreu, arrependeu-se, tornou-se mais humana, adquiriu capacidade de sacrifício, mas acima de tudo conseguiu crescer e amadurecer enquanto pessoa, mulher e mãe! É óbvio que o Tomaz teve um papel decisivo nesta transformação da Livía. Os dois são a prova viva de que amor de mãe ou de pai não vem do sangue ou da bem dita biologia, mas sim do coração! A Livía foi a verdadeira mãe do Tomaz, independentemente das circunstâncias trágicas (nas quais ela também teve uma participação bastante significativa, infelizmente) que o separaram da mãe que o trouxe ao mundo.
Resta-me mais uma vez elogiar o excelente trabalho da Grazi, assim como o do Vítor Figueiredo que foi uma agradável surpresa! Ambos demonstraram sempre ter uma cumplicidade e química em cena muito especiais!

Sobre os personagens Clara e Gael: A Clara foi uma personagem cheia de nuances, com muitos altos e baixos ao longo da trama, e infelizmente não creio que a Bianca Bin tenha trabalhado todo este role de emoções com a segurança e eficácia que a personagem exigira, embora ache que ela tenha estado bem em certos momentos da novela, como na fase em que a Clara foi internada no sanatório e na recta final da novela.
O Gael ao início era um ser execrável, mas depois passou por todo um processo de redenção muito bonito, emocionante, e acima de tudo bastante credível.
Gostei dos finais de ambos os personagens. A Clara terminou feliz ao lado do seu "príncipe" Patrick e do filho Tomaz, que foi tão querido na última cena deles quando finalmente a aceitou como mãe! Enquanto isso o Gael terminou como o herói no qual, ao início, nada parecia crer que um dia se tornaria! A vida dá de facto muitas voltas e este personagem é o melhor exemplo disso.

O núcleo da Beth também foi dos mais emocionantes da novela. Incrível como esta mulher conseguiu dar a volta por cima no meio de tanta coisa má que lhe aconteceu, desde ser detestada pelo sogro a ser traída pela suposta "melhor amiga", passando também pela rejeição da própria filha, com a qual teve cenas que foram verdadeiros murros no estômago, como a da reconciliação entre ambas por exemplo!
A Gloria é de facto uma atriz gigante! Incrível a naturalidade com que chora, com que profere o texto da personagem, ou com que exterioriza toda a carga dramática da personagem e, por consequente, se transforma numa espécie de espelho no qual a alma desta Beth acaba por ficar refletida da forma mais credível possível, tudo graças ao talento e entrega viscerais desta grande atriz que dá pelo nome de Glória Pires!

Por fim, resolvi deixar para último aquele que considerei ser o melhor núcleo, com a história mais impressionante e emocionante de toda a novela, tanto na temática abordada como na forma como todo este núcleo foi desenvolvido:

 

image.jpeg.b6bdfa1a3931f195a99402d84cc88b7d.jpeg

Nem sei por onde começar. :crying:Este núcleo Laura-Vinícius-Lorena constituiu os personagens secundários que mais me marcaram até agora numa novela! As cenas em que a Laura se começa a lembrar dos abusos sexuais que sofrera por parte do Vinicius na infância, e posteriormente quando acusa o padrasto à frente da mãe, foram extremamente emocionantes e impactantes, principalmente pelo facto da Lorena se recusar a acreditar na filha mesmo vendo tanto desespero e lágrimas estampados no rosto da sua menina! E pior que tudo foi ver aquele ser repugnante negar todas as acusações que a Laurinha lhe fez, continuando a dormir ao lado da mulher que é ninguém mais ninguém menos que a mãe da menina que ele abusou no passado!
O pior, do ponto de vista emocional claro, ainda estava por vir. Refiro-me obviamente às cenas do julgamento do Vinícius, que me marcaram de uma forma tão profunda que vocês nem sequer têm noção!:crying:Desde o depoimento da ex-empregada da família ao desespero da Laurinha, passando também pelo arrependimento da Lorena e pelo "cair de máscara" do Vinícius... Foram cenas, todas elas, de uma violência psicológica emocional avassaladora! Só quem viu é que pode compreender aquilo que estou a dizer! :crying: Eu posso-vos garantir com toda a certeza deste mundo que nunca senti tanto nojo, ódio ou desprezo por um personagem de uma novela como senti por aquele asqueroso do Vinicius! A interpretação do Flávio Tolezani foi irrepreensível. O ator conseguiu dominar muito bem este personagem que já se avizinhava "indomesticável", e driblou com mestria todos os riscos que um perfil como o do Vinicius acarretava.
Fiquei mesmo feliz de ver a Laura e o Rafael "grávidos" e felizes na recta final da novela! Ambos merecem toda a felicidade do mundo, sobretudo ela! E não é que eles fazem mesmo um casal para lá de lindo?! :giveheart:  

O Walcyr foi muito corajoso ao abordar a pedófilia em pleno horário nobre, um tema tão fraturante em todos os sentidos, e que infelizmente teima em estar presente nas vidas de tantos jovens que por ai andam e que, muitos deles, ainda sentem um certo misto de "vergonha + medo + pudor" de contar aos parentes mais próximos e amigos que são ou foram abusados sexualmente, talvez com receio de que possam de certa forma parecer mais "vulneráveis", ou até mesmo ser motivo de chacota por parte de algumas pessoas. Citando uma das pessoas que mais admiro neste mundo, Angelina Jolie: Quem tem que ter vergonha ou medo é o predador, nunca a vítima!

Conclusão: Foi uma grande novela! Cheia de altos e baixos, entre outros percalços aos quais a maior parte das novelas muitas vezes não conseguem ficar imunes.
Ainda assim valeu a pena chegar ao fim desta jornada sem nunca me ter "desviado" do caminho.

 

image.jpeg.f23af3c6a6e9ae8a5c8ffad5cd0a342d.jpeg

Parabéns ao Walcyr Carrasco, por mais uma vez não nos desiludir, bem como ao Mauro Mendonça Filho pelo trabalho magnífico que fez enquanto realizador.
Aplausos também para o elenco, irrepreensível em (quase todos) os momentos: Fernanda Montenegro, Laura Cardoso, Marieta Severo, Lima Duarte, Glória Pires, Grazi Massafera, Vitor Figueiredo, Thiago Fragoso, Rafael Cardoso, Bella Piero, Flávio Tolezani, Sandra Corveloni, Eliane Giardini. Caio Paduan. Érika Januza, Ellen Rocche, Ana Lúcia Torre, Eriberto Leão, Rafael Zulu, Luís Melo, Mayana Neiva. Fernanda Rodrigues. Juca de Oliveira, Bárbara Paz, Juliana Caldas, Emílio de Mello, Igor Angelkorte, Nathália Timberg (na sua participação especial de luxo), entre outros.

A Bianca Bin, Júlia Dalávia e Sérgio Guizé regra geral estiveram bem, mas senti-os muitas vezes um pouco apáticos em cena, sem expressividade alguma, por isso não os coloquei no mesmo grupo de atores os quais referi em cima, que arrasaram praticamente do início ao fim! Acho que o Pedro Carvalho e alguns atores que integravam o núcleo da mina foram as únicas "nódoas" que a novela teve!  

E para finalizar, nunca se esqueçam desta importante mensagem: "Tudo o que você faz... um dia volta para você..."

Edited by Maya
  • Love 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...