Jump to content
_zapping_

Literatura

Recommended Posts

Numa história fictícia o objetivo do autor não é fazer um relato da vida real, mas sim escrever uma história que até pode passar-se num universo paralelo. Da mesma maneira que quando nas novelas existem ataques terroristas sem tal alguma vez ter acontecido no nosso pais em dado ano. São opções do autor. Eu se quiser também posso escrever uma história em que diga "Corre o ano de 2020 e Portugal é abalado pelo domínio de ratos que prometem dominar o mundo" e não é por isso que tal é verdade. Como já disse, é uma opção criativa, para dar um abanão na sociedade e também para vender. 

Existe em Portugal algum BBFF? Existe em Portugal algum Paço do Souto, no qual vive um aristocrata? Havia alguma passageira chamada Diana Martins num desastre ferroviário? As novelas tal como as restantes histórias são criadas em universos paralelos, que podem ser conjugados com a realidade como a fábrica Viúva Lamego em Amor Maior, ou o 11 de Setembro em Tempo de Viver.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não, @Ivo, mas, agora, a sério - no colégio, nunca tive um único problema com ninguém. Nem com professores nem com colegas. Aliás, os professores sempre disseram que o meu comportamento era exemplar. Fazer o quê? :sleep:

há 1 minuto, SIM disse:

Numa história fictícia o objetivo do autor não é fazer um relato da vida real, mas sim escrever uma história que até pode passar-se num universo paralelo. Da mesma maneira que quando nas novelas existem ataques terroristas sem tal alguma vez ter acontecido no nosso pais em dado ano. São opções do autor. Eu se quiser também posso escrever uma história em que diga "Corre o ano de 2020 e Portugal é abalado pelo domínio de ratos que prometem dominar o mundo" e não é por isso que tal é verdade. Como já disse, é uma opção criativa, para dar um abanão na sociedade e também para vender. 

Existe em Portugal algum BBFF? Existe em Portugal algum Paço do Souto, no qual vive um aristocrata? Havia alguma passageira chamada Diana Martins num desastre ferroviário? As novelas tal como as restantes histórias são criadas em universos paralelos, que podem ser conjugados com a realidade como a fábrica Viúva Lamego em Amor Maior, ou o 11 de Setembro em Tempo de Viver.

Se indicares que 2020 será, de facto, assim, podes, mas não deves.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, BBFF disse:

Não, @Ivo, mas, agora, a sério - no colégio, nunca tive um único problema com ninguém. Nem com professores nem com colegas. Aliás, os professores sempre disseram que o meu comportamento era exemplar. Fazer o quê? :sleep:

Se indicares que 2020 será, de facto, assim, podes, mas não deves.

Porquê? Não é suposto haver criação numa ficção? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, SIM disse:

Porquê? Não é suposto haver criação numa ficção? 

É. Mas se afirmares uma coisa que não é 100% verdadeira como se fosse... Aliás, as novelas têm, nos créditos, uma informação nesse sentido. Por isso é que podem afastar-se da realidade...

Edited by BBFF

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 16 minutos, SIM disse:

Porquê? Não é suposto haver criação numa ficção? 

Mas a questão não é essa, mas sim o autor dizer que os jovens são assim!!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 7 minutos, BBFF disse:

É. Mas se afirmares uma coisa que não é 100% verdadeira como se fosse... Aliás, as novelas têm, nos créditos, uma informação nesse sentido. Por isso é que podem afastar-se da realidade...

Lá está. Por isso mesmo, se o autor se mostra interessado em determinada história, o mesmo não deve ser impedido de prosseguir, a menos que se tratem de figuras públicas, pois para isso é preciso o reconhecimento da personalidade ou caso morta, da família. Tanto que o António Barreira já admitiu que se inspira em histórias reais. Aliás, é extremamente mau um autor ter intervenção de qualquer entidade, quando cumpre todos os requisitos. O autor, desde que refira que a obra tem apenas inspirações e que é fictícia, não tem de ser criticado por dizer que todos os adolescentes perdem a virgindade aos 12 anos. Quer dizer, pode ser criticado pois ninguém é obrigado a gostar de ideia, mas ele está longe de estar errado.

há 1 minuto, Forbidden disse:

Mas a questão não é essa, mas sim o autor dizer que os jovens são assim!!

É criação do autor. Ele até podia dizer que os alunos fazem sexo com todos os professores que não estaria errado. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, SIM disse:

 

É criação do autor. Ele até podia dizer que os alunos fazem sexo com todos os professores que não estaria errado. 

Hã? Uma coisa é criação literária, outra é a realidade, estás a confundir tudo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Forbidden disse:

Hã? Uma coisa é criação literária, outra é a realidade, estás a confundir tudo.

Mas ele está a escrever um livro histórico ou uma história fictícia?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, SIM disse:

Mas ele está a escrever um livro histórico ou uma história fictícia?

Eu não tenho culpa que não tenhas sequer percebido o motivo desta discussão, acho melhor leres de novo os comentários.

  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora mesmo, Forbidden disse:

Eu não tenho culpa que não tenhas sequer percebido o motivo desta discussão, acho melhor leres de novo os comentários.

Eu percebi sim. Estavam a falar que não conheciam tal realidade, mas que ela existe. O autor pode ter focado num caso que conheça e ter generalizado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 horas, SIM disse:

Eu percebi sim. Estavam a falar que não conheciam tal realidade, mas que ela existe. O autor pode ter focado num caso que conheça e ter generalizado.

Pois, mas não deveria ter generalizado. É isso que eu, o @Ivo e o @Forbidden estamos a defender. Ninguém o está a atacar por criar personagens com a característica x ou y, mas sim por aplicar essas características a todos os jovens. Seria o mesmo que o António Barreira dar a entender que todos os padres se apaixonam por uma mulher e têm um filho com ela. Isso pode existir, mas não se aplica a todos os padres, como é lógico.

Edited by BBFF
  • Thanks 1
  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 32 minutos, BBFF disse:

Pois, mas não deveria ter generalizado. É isso que eu, o @Ivo e o @Forbidden estamos a defender. Ninguém o está a atacar por criar personagens com a característica x ou y, mas sim por aplicar essas características a todos os jovens. Seria o mesmo que o António Barreira dar a entender que todos os padres se apaixonam por uma mulher e têm um filho com ela. Isso pode existir, mas não se aplica a todos os padres, como é lógico.

Mas lá está, é mediante o processo criativo. Ele quando proferiu aquelas palavras sabia que a maior parte dos jovens não são assim. Simplesmente ele pode:

1. Ter usado um recurso expressivo para enriquecer a leitura, algo banal.

2. Ter criado um universo paralelo, em que as personagens têm todas as mesmas caraterísticas.

Afinal não é o que um autor faz? Criar uma história baseados nas suas ideias. Se eu criar uma história em que todas as pessoas são assassinas sou pior autor que os demais? Sinceramente e tendo tu o sonho que tens (sonho ou gosto), não entendo a embirração. Se fosse uma frase proferida numa conversa ou depoimento aleatório, em que o senhor defende tal coisa ainda compreendia. Agora num ficção? Para mim é mais uma frase. Desconheço totalmente o trabalho do escritor em questão e nem sequer estou interessado no livro, mas simplesmente é esta a minha opinião. Pelo menos assim me foi foi passado por (inserir nome do professor de Literatura).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 02/10/2017 at 15:49, André Sousa disse:

Dou-me com pessoal que quer crescer rápido, passam a vida em discotecas e fumam. E ninguém tem noção mas os escuteiros são os piores, vi cada coisa no nacional.

:haha: Opá eu devo ser o único que não viu nada de mal no ACANAC :haha: Mas fiquei a saber que alguns até chegaram a trocaram a água nos garrafões por vodka (??) Eu não aguentava estar naquele inferno de 40ºC e ainda beber vodka :haha:  Mas isso sou eu. Por acaso os Pioneiros em que estou somos todos calmos e não fazemos nada de muito mau. Também somos muitos pouquinhos, 8, e ao Acanac só fomos 5 (e uma é um bocado incapacitada) mas não levamos bebidas nem nada. 

 

Edited by goncalomr
  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 horas, goncalomr disse:

:haha: Opá eu devo ser o único que não viu nada de mal no ACANAC :haha: Mas fiquei a saber que alguns até chegaram a trocaram a água nos garrafões por vodka (??) Eu não aguentava estar naquele inferno de 40ºC e ainda beber vodka :haha:  Mas isso sou eu. Por acaso os Pioneiros em que estou somos todos calmos e não fazemos nada de muito mau. Também somos muitos pouquinhos, 8, e ao Acanac só fomos 5 (e uma é um bocado incapacitada) mas não levamos bebidas nem nada. 

 

Eu tinha um caso parecido na minha familia, só estavam 6 ou 7. Nós somos 14! No privado, a gente fala o melhor! Que bom encontrar um irmão escuteiro! 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 16 minutos, goncalomr disse:

Só observando vocês :vampire:

Seu ordinário, eu tenho mencionado você no tópico da Lua Vermelha (nem de propósito - o emoticon que usou).

Share this post


Link to post
Share on other sites

| Harry Potter: A History of Magic | Trailer - BBC Two

 

 

A BBC Two, que havia anunciado um documentário para comemorar os 20 anos da publicação de Harry Potter e a Pedra Filosofal, divulgou que Harry Potter: A History of Magic será exibido no dia 28 de outubro de 2017. O canal aproveitou para também divulgar o trailer do especial, que mostrará detalhes da exposição homônima da Biblioteca Britânica, em Londres, além de uma nova entrevista de J.K. Rowling.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estimados,
encontro-me a escrever o meu primeiro romance. Sou um amador, mas gostava que se alguém tivesse curiosidade pudesse dar uma olhadela e deixar algum comentário.
Ele encontra-se disponível gratuitamente na plataforma wattpad. Aqui deixo o link e a sinopse.

https://www.wattpad.com/story/123424043-a-filha-roubada

- A FILHA ROUBADA -
Um pai com muito a esconder, uma mãe de consciência pesada e uma mulher que enfrenta o dilema da sua vida verão todas as suas crenças abaladas perante o desaparecimento duma menina de 5 anos.
Todos os segredos serão revelados, as fragilidades serão expostas e só os laços verdadeiros poderão resistir.

(Atualizado diariamente)

Muito obrigado a todos.

Edited by rseverino
adicionar detalhe

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 12 minutos, rseverino disse:

Estimados,
encontro-me a escrever o meu primeiro romance. Sou um amador, mas gostava que se alguém tivesse curiosidade pudesse dar uma olhadela e deixar algum comentário.
Ele encontra-se disponível na plataforma wattpad. Aqui deixo o link e a sinopse.

https://www.wattpad.com/story/123424043-a-filha-roubada

- A FILHA ROUBADA -
Um pai com muito a esconder, uma mãe de consciência pesada e uma mulher que enfrenta o dilema da sua vida, verão todas as suas crenças abaladas perante o desaparecimento duma menina de 5 anos.
Todos os segredos serão revelados, as fragilidades serão expostas e só os laços verdadeiros poderão resistir.

(Atualizado diariamente)

Muito obrigado a todos.

A vírgula não separa sujeito de predicado :yes:

 

  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

desculpem se não é o tópico correto

QUERO isto como um live action da Disney :O Amei a história. Isto dava para fazer uma coisa género o filme da Maléfica de 2014. Ficaria espectacular :O

e o nome "Ondine" tem muito cara de smash hit :O

 

acho que uma produtora mais pequena fez um filme chamado "Ondine" em 2009 mas sinceramente o trailer não se parece quase nada com a lenda, é muito indie :mosking: e passa-se nos dias de hoje

isto tinha que ser mais virado para os tempos antigos e uma superprodução cheia de efeitos especiais, mais comercial, como a Disney sabe fazer

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, Ana Maria Peres disse:

613573.jpg?type=Artigo

Como domesticar o seu empregado? Paula Bobone explica em novo livro

Vou tanto querer ler isto. :girlcrazy:Tenho 104 criados, preciso que se comecem a comportar como seres civilizados, educados e seres vindos do primeiro mundo, não reles pés-descalços, que utilizem calão de África. :girlcrazy:

Clube do livro, vamos ler!

Acho uma ótima fonte para ajudar-nos a tratar daqueles selvagens :nyam: Vou já mandar um criado comprar. 

  • Like 2
  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...