Jump to content
k3o4

Política

Recommended Posts

há 1 minuto, Televisão 10 disse:

O pior é quando os mais velhos cuidaram mal dos mais novos...

Se estamos a falar de uma educação baseada nos maus tratos, tal como escrevi antes, dessa gente eu não tenho pena que vão parar a um lar. Se estamos a falar de gente que não soube educar, por pura e simplesmente não estarem preparados para tal, criando cidadãos mimados, volto a escrever que há uma falta de compaixão pelos velhos, que esta lei sempre vem impor.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 3 minutos, Forbidden disse:

Quando fores idosa e essa ideologia se virar contra ti pode ser que mudes de ideias. Não me vou alongar mais sobre isto.

Pode ser que um dia a tua ideologia se vire contra ti e pode ser que mudes de ideias.

Deves achar que todos os senhorios são ricos e que todos os inquilinos acima dos 65 anos são os pobres coitados. E volto a repetir: o Estado se quer assegurar habitação a estas pessoas ele pode fazê-lo, mas é com o dinheiro público e com os imóveis que tem. Não obrigue é privados assumir funções que são dele, porque fazer política social com o dinheiro dos outros também eu faço. 

  • Gostar 2
  • Obrigado 1
  • Confuso 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 minutos, srcbica disse:

Se estamos a falar de uma educação baseada nos maus tratos, tal como escrevi antes, dessa gente eu não tenho pena que vão parar a um lar. Se estamos a falar de gente que não soube educar, por pura e simplesmente não estarem preparados para tal, criando cidadãos mimados, volto a escrever que há uma falta de compaixão pelos velhos, que esta lei sempre vem impor.

Qual lei? A do arrendamento?

ai socorro :rofl:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, srcbica disse:

Se estamos a falar de uma educação baseada nos maus tratos, tal como escrevi antes, dessa gente eu não tenho pena que vão parar a um lar. Se estamos a falar de gente que não soube educar, por pura e simplesmente não estarem preparados para tal, criando cidadãos mimados, volto a escrever que há uma falta de compaixão pelos velhos, que esta lei sempre vem impor.

É como digo. Nós damos aquilo que recebemos e vice-versa. Se os pais tratam mal, não podem esperar que, no futuro, os filhos os venham a tratar bem. Já se os pais tratam bem, os filhos vão ter sempre algum cuidado com eles. Claro que isto nem sempre se aplica desta forma. Agora, ver um lar como um inferno, como uma sentença de morte é errado. No lar, têm acesso a cuidados que sozinhos podem não ter.

  • Gostar 1
  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, Duarte disse:

Qual lei? A do arrendamento?

ai socorro :rofl:

Então, mas não vem? Impedir que os idosos sejam despejados não é ter compaixão por eles? Algo deve estar a escapar-me...:dontknow:

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 49 minutos, Duarte disse:

O meu problema é que eu acho que isso é precisamente a função do Estado. Só que a Esquerda interpreta isso como "defender os pobres" e não os indivíduos. 

 

Já dizia Reagan, "As nove palavras mais terríveis no idioma em Inglês são: ‘Eu sou do governo e estou aqui para ajudar.'". O estado tem de ser limitado, o mais limitado possível. Quando se espera que a solução venha do governo, é porque, ou está à espera do subsídio, ou está à espera que seja o governo que lhe mude a situação de vida, e em ambos os casos é porque as decisões que tomou foram todas menos aquelas que devia tomar.

É tudo muito bonito quando o governo dá, mas esquecem-se que o governo pode tirar com a mesma facilidade. É por isso que uma pessoa só é verdadeiramente livre com um estado limitado. 

há 42 minutos, Forbidden disse:

Comparar democracias com ditaduras é comparar alhos com batatas. As pessoas que estão num Estado Democrático estão lá temporariamente e com a legitimidade de terem sido eleitas pelo povo, portanto a regulação do Estado tem legitimidade, ao contrário do que acontece numa ditadura.

Mas alguém falou em democracias ou ditaduras? O único que está aqui a comparar alhos e batatas és tu.

Entende uma coisa: a regulação do Estado em excesso, como forma de obstrução do mercado, é tão legítima aqui, como na China, como em Cuba, como nos EUA, como na Coreia do Norte. Quem é o estado para me dizer que eu não posso fazer uma pessoa sair de uma casa que eu estou a arrendar só porque ela tem mais de 65 anos? Quer dizer, a pessoa de 65 anos não pode sair lesada, mas eu já posso? Se o mercado me dá condições para alugar uma casa por milhares de euros porque entretanto valorizou, porque razão é que ia eu ficar a ganhar menos só porque mora lá pessoa X ou Y? O estado não tem o direito de chegar à minha propriedade privada e dizer como eu devo ou não devo fazer as coisas. A partir do momento em que isso acontece, estás num modelo semelhante àquele praticado na Venezuela, onde o Estado também vem com leis para supostamente protegerem os indivíduos disto ou aquilo.

Agora podes ficar aí a tapar os olhos e a dizer que as coisas são diferentes porque são ditaduras. O modelo económico é o mesmo e antes da Venezuela ser uma ditadura, já o PSUV do Chávez andava com leis tipo essa, também para criar condições mais favoráveis a um determinado grupo de pessoas que não podia pagar as coisas ao preço de mercado. O resultado está à vista de todos, mas podes sempre continuar a viver nessa bolha em que pensas que só porque é uma ditadura, uma coisa invalida a outra.

  • Gostar 2
  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 5 minutos, CatarinaC disse:

Pode ser que um dia a tua ideologia se vire contra ti e pode ser que mudes de ideias.

Deves achar que todos os senhorios são ricos e que todos os inquilinos acima dos 65 anos são os pobres coitados. E volto a repetir: o Estado se quer assegurar habitação a estas pessoas ele pode fazê-lo, mas é com o dinheiro público e com os imóveis que tem. Não obrigue é privados assumir funções que são dele, porque fazer política social com o dinheiro dos outros também eu faço. 

 

há 3 minutos, Ruben Fonseca disse:

Já dizia Reagan, "As nove palavras mais terríveis no idioma em Inglês são: ‘Eu sou do governo e estou aqui para ajudar.'". O estado tem de ser limitado, o mais limitado possível. Quando se espera que a solução venha do governo, é porque, ou está à espera do subsídio, ou está à espera que seja o governo que lhe mude a situação de vida, e em ambos os casos é porque as decisões que tomou foram todas menos aquelas que devia tomar.

É tudo muito bonito quando o governo dá, mas esquecem-se que o governo pode tirar com a mesma facilidade. É por isso que uma pessoa só é verdadeiramente livre com um estado limitado. 

Mas alguém falou em democracias ou ditaduras? O único que está aqui a comparar alhos e batatas és tu.

Entende uma coisa: a regulação do Estado em excesso, como forma de obstrução do mercado, é tão legítima aqui, como na China, como em Cuba, como nos EUA, como na Coreia do Norte. Quem é o estado para me dizer que eu não posso impedir uma pessoa de sair de uma casa que eu estou a arrendar só porque ela tem mais de 65 anos? Quer dizer, a pessoa de 65 anos não pode sair lesada, mas eu já posso? Se o mercado me dá condições para alugar uma casa por milhares de euros porque entretanto valorizou, porque razão é que ia eu ficar a ganhar menos só porque mora lá pessoa X ou Y? O estado não tem o direito de chegar à minha propriedade privada e dizer como eu devo ou não devo fazer as coisas. A partir do momento em que isso acontece, estás num modelo semelhante àquele praticado na Venezuela, onde o Estado também vem com leis para supostamente protegerem os indivíduos disto ou aquilo.

Agora podes ficar aí a tapar os olhos e a dizer que as coisas são diferentes porque são ditaduras. O modelo económico é o mesmo e antes da Venezuela ser uma ditadura, já o PSUV do Chávez andava com leis tipo essa, também para criar condições mais favoráveis a um determinado grupo de pessoas que não podia pagar as coisas ao preço de mercado. O resultado está à vista de todos, mas podes sempre continuar a viver nessa bolha em que pensas que só porque é uma ditadura, uma coisa invalida a outra.

Acho que já entendi o que me escapou. Em todo o caso, acho que não invalida o meu ponto de vista de ser precisa uma lei para haver mais gente a demonstrar um pouco de altruísmo cristão. A esquerda católica sempre esteve dentro do PS, mesmo.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 6 minutos, Televisão 10 disse:

É como digo. Nós damos aquilo que recebemos e vice-versa. Se os pais tratam mal, não podem esperar que, no futuro, os filhos os venham a tratar bem. Já se os pais tratam bem, os filhos vão ter sempre algum cuidado com eles. Claro que isto nem sempre se aplica desta forma. Agora, ver um lar como um inferno, como uma sentença de morte é errado. No lar, têm acesso a cuidados que sozinhos podem não ter.

Nem todos os idosos querem ir para lares, isso deve ser uma escolha e não uma imposição (quer seja direta ou indireta, por falta de outra opção). Claro que há lares bons, e outros maus, é assim em tudo, mas essa não deve ser a única opção que um idoso tem pra viver os seus últimos anos de vida.

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Forbidden disse:

Nem todos os idosos querem ir para lares, isso deve ser uma escolha e não uma imposição (quer seja direta ou indireta, por falta de outra opção). Claro que há lares bons, e outros maus, é assim em tudo, mas essa não deve ser a única opção que um idoso tem pra viver os seus últimos anos de vida.

Também não disse que tenha ser a única opção. Mas, no caso de o idoso estar sozinho, talvez seja a melhor opção. E aí, a Segurança Social ajuda com as vagas cativas.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, Televisão 10 disse:

Também não disse que tenha ser a única opção. Mas, no caso de o idoso estar sozinho, talvez seja a melhor opção. E aí, a Segurança Social ajuda com as vagas cativas.

Pode ser a melhor ou não, isso deve ser o próprio a decidir. Esta lei vem dar uma outra opção ao idoso, a de residir numa casa e não num lar. São ambientes totalmente diferentes como é óbvio. O que é melhor ou pior é subjectivo, isso vai depender das preferências de cada um.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 minutos, Forbidden disse:

Pode ser a melhor ou não, isso deve ser o próprio a decidir. Esta lei vem dar uma outra opção ao idoso, a de residir numa casa e não num lar. São ambientes totalmente diferentes como é óbvio. O que é melhor ou pior é subjectivo, isso vai depender das preferências de cada um.

Com esta nova lei, as pessoas não vão querer arrendar casas a idosos. Talvez só venham a ter duas opções: ou ir para um lar ou para casa de familiares.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Televisão 10 disse:

Com esta nova lei, as pessoas não vão querer arrendar casas a idosos. Talvez só venham a ter duas opções: ou ir para um lar ou para casa de familiares.

Se a lei der efeitos negativos pode ser anulada como é óbvio. Mas isso só saberemos depois de estar em efeito, antes disso é apenas especulação.

  • Haha 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Forbidden disse:

Se a lei der efeitos negativos pode ser anulada como é óbvio. Mas isso só saberemos depois de estar em efeito, antes disso é apenas especulação.

As leis são fundamentais. Devem ser bem pensadas. Não é andar a jogar ao rato e ao gato e brincar com a vida das pessoas.

  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Televisão 10 disse:

As leis são fundamentais. Devem ser bem pensadas. Não é andar a jogar ao rato e ao gato e brincar com a vida das pessoas.

Mas eu sou a favor da lei, simplesmente vocês estão a fazer um drama mexicano por causa dela, só quis  ressalvar que PODE ser anulada, se for tão horrível como vocês pensam. Credo, distorcem tudo.

  • Haha 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Falando na lei das rendas outro dia o presidente da associação nacional de proprietários disse algo acertado: porque é que não arrendam as casas do estado, as da câmara, as casas da Misericórdia, as dos bancos e as casas das seguradoras? Só isso já chegava para fazer descer os preços dos arrendamentos e resolvia-se o problema. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 16 minutos, Manuel Silva disse:

Falando na lei das rendas outro dia o presidente da associação nacional de proprietários disse algo acertado: porque é que não arrendam as casas do estado, as da câmara, as casas da Misericórdia, as dos bancos e as casas das seguradoras? Só isso já chegava para fazer descer os preços dos arrendamentos e resolvia-se o problema. 

É mais fácil fazer dos proprietários os maus da fita e o Estado e a CM os salvadores e defensores dos inquilinos que  vão resolver todos os problemas. Mas tenho a certeza que a Câmara Municipal de Lisboa que expropriou proprietários de prédios na zona da Mouraria para construir uma mesquita vai encontrar uma solução.

(https://www.dn.pt/portugal/interior/tribunal-decide-inicio-da-mesquita-da-mouraria-9013135.html

"Os prédios foram vendidos em 2006, estavam em ruínas e a Câmara Municipal de Lisboa (CML), que tinha o direito de preferência, não os quis comprar. Exigiu que as obras mantivessem a traça antiga porque estava numa zona histórica e com interesse arquitetónico, agora nada disso vale e quer deitá-los abaixo", protesta. Uma visita aos edifícios comprova os cuidados na reconstrução e nos materiais usados, como as escadas de madeira e a manutenção de azulejos. Acrescenta que está manietado quanto à rentabilidade dos edifícios porque oficialmente foi expropriado e nem consegue fazer novos contratos de arrendamento. "Mas não é a câmara que está a pagar todos os meses o empréstimo bancário", diz.Reverter a decisão camarária tem sido o projeto de vida dos últimos anos de António Barroso e da mulher. "Tem-me dado cabo da vida, estou doente." Contratou uma advogada para recorrer à justiça, multiplica-se em contactos para sensibilizar as entidades para a sua situação. Estivemos na Rua do Benformoso há uma semana, precisamente no dia em que António Barroso teve uma reunião com o presidente da autarquia, Fernando Medina. "Correu mal. Diz que o tribunal lhes dá razão, que foi o tribunal que decidiu o valor das indemnizações, não quer negociar. O que eu quero é uma permuta para poder manter o meu projeto, para ter um rendimento quando me reformar. Se não for possível, que me indemnizem com o dinheiro suficiente para comprar na zona edifícios como este e poder recuperá-los."

E o facto do Medina ser presidente da câmara é uma mais valia, em 2016 comprou um duplex bem abaixo do preço de mercado.

 

 

  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
On 29/04/2018 at 19:13, Manuel Silva disse:

Falando na lei das rendas outro dia o presidente da associação nacional de proprietários disse algo acertado: porque é que não arrendam as casas do estado, as da câmara, as casas da Misericórdia, as dos bancos e as casas das seguradoras? Só isso já chegava para fazer descer os preços dos arrendamentos e resolvia-se o problema. 

Para as casas das câmaras faz-se um sorteio/concurso (no concelho onde resido é esse o método), e nem todos os que concorrem cumprem os requisitos pedidos pela autarquia. Ultimamente, as famílias prioritárias têm sido as ciganas, as comunidades dos pescadores do rio e alguns idosos que vivam em casas degradadas.

https://www.dn.pt/portugal/interior/qualquer-dia-fazem-os-turistas-as-marchas-9294463.html . Segundo este artigo, alguns habitantes de Alfama consideram que por causa da lei das rendas e "desalojamento" de muitos habitantes, os turistas é que vão fazer as marchas.

 

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 hora, jgsantos disse:

Para as casas das câmaras faz-se um sorteio/concurso (no concelho onde resido é esse o método), e nem todos os que concorrem cumprem os requisitos pedidos pela autarquia. Ultimamente, as famílias prioritárias têm sido as ciganas, as comunidades dos pescadores do rio e alguns idosos que vivam em casas degradadas.

https://www.dn.pt/portugal/interior/qualquer-dia-fazem-os-turistas-as-marchas-9294463.html . Segundo este artigo, alguns habitantes de Alfama consideram que por causa da lei das rendas e "desalojamento" de muitos habitantes, os turistas é que vão fazer as marchas.

 

Lisboa tem muitas casas camarárias vazias. Podiam fazer um concurso e colocar nessas casas preferencialmente pessoas com ligações aos sítios em questão. Por exemplo: pessoas em risco de despejo, pessoas que tenham nascido e crescido no bairro ou pessoas que tenham habitado lá por alguns anos e queiram voltar.

O governo podia também impôr limites aos senhorios do género: alugas um quarto só podes cobrar 150€, T1 máximo 200€, T2 máximo 250€, T3 máximo 350€ e T4 máximo 500€. Estes valores para as casas normais claro. As casas de luxo podiam manter-se como estão. Ou então podiam dar uma aparência de liberdade de preços e estrangular por completo as margens de lucro dos senhorios, fazendo isto: rendas abaixo de  300€ pagar apenas 10% de impostos; entre 300 a 400€ 20% de imposto; entre 400 a 500€ 35% de imposto e acima de 500€ podiam cobrar 50% de imposto. Isto iria empurrar de imediato as rendas para baixo porque se cobrassem 450€ iriam receber de lucro 366€ limpos mas se os senhorios fossem exagerados e cobrassem 700€ de renda iriam lucrar menos (apenas 350€ limpos). Está aí a formula mágica para controlar o mercado: impostos progressivos. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

https://www.dn.pt/portugal/interior/be-avanca-com-proposta-de-35-horas-semanais-de-trabalho-no-privado-9311997.html

https://observador.pt/2018/05/06/pcp-reclama-proposta-das-35-horas-e-garante-440-mil-novos-empregos/

Eles até se engalfinham para assumir a autoria da lei :haha:. Cheira-lhes a eleições. Mas neste caso estou de acordo. Igualdade para todos. Eu só gostava de saber é como é que vai haver um aumento de empregos com esta proposta. Será que as fábricas que laboram 24h/ dia vão inventar um turno de 3h?

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Postado: (editado)
há 43 minutos, Manuel Silva disse:

https://www.dn.pt/portugal/interior/be-avanca-com-proposta-de-35-horas-semanais-de-trabalho-no-privado-9311997.html

https://observador.pt/2018/05/06/pcp-reclama-proposta-das-35-horas-e-garante-440-mil-novos-empregos/

Eles até se engalfinham para assumir a autoria da lei :haha:. Cheira-lhes a eleições. Mas neste caso estou de acordo. Igualdade para todos. Eu só gostava de saber é como é que vai haver um aumento de empregos com esta proposta. Será que as fábricas que laboram 24h/ dia vão inventar um turno de 3h?

 

Acho muito bem, chega de discriminarem os trabalhadores do privado! Mas tenho dúvidas que o PS tenha colhões pra passar essa lei.

Editado por Forbidden
  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Na função pública há os 2 casos - os trabalhadores antigos (que entraram até 2005) cumprem as 35 horas, os que já entraram depois dessa data, têm de cumprir as 40 h. Isto tudo, por causa do código do trabalho.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 49 minutos, jgsantos disse:

Na função pública há os 2 casos - os trabalhadores antigos (que entraram até 2005) cumprem as 35 horas, os que já entraram depois dessa data, têm de cumprir as 40 h. Isto tudo, por causa do código do trabalho.

Mas eles não tinham colocado as 35h para todos? 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

@Manuel Silva - nas autarquias são 35 horas para todos, mas no sector da saúde, já não, daí haver greves para a implementação das 35 h para os novos contratos.

 

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora

×