Jump to content
k3o4

Política

Recommended Posts

há 1 hora, Ruben Fonseca disse:

Quando vi isso no Facebook, apareceu-me isto nos recomendados. Ambos verdade. :haha:

30704122_349070995583900_5198053267481100190_n.jpg?_nc_cat=0&oh=b66a928cb94eef95d58293b386646b78&oe=5B6106E2
30688948_349071045583895_380532712171834
29873382_349071082250558_1694204123414508335_o.jpg?_nc_cat=0&oh=8e797e2dbe39df6c3b1895d859b8b7bd&oe=5B5CD2A3
30629133_349071122250554_395630004661283491_n.jpg?_nc_cat=0&oh=dab64928ae23b5c10efb774b6cfa4f4f&oe=5B5BAACF
30688519_349071158917217_5006179392114013761_n.jpg?_nc_cat=0&oh=d673142397aeb053c5f781e98526dfa2&oe=5B9CF43A

O mesmo raciocínio pode ser utilizado no que diz respeito ao orçamento de Estado.

 

 

 

  • Haha 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Postado: (editado)

Os neoliberais choram porque o governo de esquerda está a resultar, ao contrário do que pensavam (que se ia desfazer rapidamente). Temos pena.

Editado por Forbidden

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Postado: (editado)
há 32 minutos, Forbidden disse:

Os neoliberais choram porque o governo de esquerda está a resultar, ao contrário do que pensavam (que se ia desfazer rapidamente). Temos pena.

Eu sou liberal, por acaso. Mas antes neoliberal do que socialista. 

Grande governo de esquerda não haja dúvida... (austeridade, mínimos históricos em investimento público...). Mas também não falta a estupidez socialista, a nova lei das rendas é a prova disso. 

Editado por CatarinaC
  • Gostar 1
  • Obrigado 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, CatarinaC disse:

Eu sou liberal, por acaso. Mas antes neoliberal do que socialista. 

Grande governo de esquerda não haja dúvida... (austeridade, mínimos históricos em investimento público...). 

O governo tem pouco de esquerda até, devia ser muito mais socialista, no sentido de restaurar os direitos dos trabalhadores, mas quanto a isso nada fazem. Ainda assim, prefiro este governo ao anterior como é óbvio, que foi uma abominação.

  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 50 minutos, CatarinaC disse:

Eu sou liberal, por acaso. Mas antes neoliberal do que socialista. 

Grande governo de esquerda não haja dúvida... (austeridade, mínimos históricos em investimento público...). Mas também não falta a estupidez socialista, a nova lei das rendas é a prova disso. 

Eu espero que o Marcelo vete essa lei imunda. Por um lado tenho pena das pessoas, mas por outro não nego que adorava ver as rendas a explodir nos arredores de Lisboa. Pretendo voltar a morar nos arredores de Lisboa e adorava poder sair de casa e voltar às horas que me desse na telha sem ter medo de andar de noite. Se as rendas aumentassem parte da população mudar-se-ia e poderia viver e andar mais descansado.  Para que não me interpretem mal eu vou explicar a situação. Quando era pequeno vivia nos arredores de Lisboa e tinha por hábito ir à missa no sábado à noite na altura do verão. Nessa altura ia a pé com a minha mãe e algumas vezes depois da missa até ia a um café comer um bolo. Nessa altura saiamos de casa sem nenhum problema. Mas depois da Expo 98 tudo mudou. Os imigrantes começaram a vir morar para a zona onde morava e a partir de 2000/2001 deixamos de sair ao sábado à noite. Os filhos dos imigrantes adoravam a noite e tinham por hábito falar aos berros, discutir, andar em grupos, pedir dinheiro e "gamar" os carros (de vez em quando ouviam-se os alarmes) e isso de noite é algo que assusta qualquer um. Isto sem falar dos grupos que de vez em quando se ouvia nas escadas dentro do próprio prédio e da música alta. Cheguei a ser revistado 2 vezes (não tinha dinheiro não levaram nada) sendo 1 vez no prédio onde morava e a ser assaltado uma vez. Felizmente saí de lá em 2004. Em 2015 estive lá de férias e devo ter chegado a casa depois das 20h. Deviam haver talvez umas 30 pessoas no autocarro. Eu e o motorista éramos os únicos portugueses dentro do autocarro. É por isso que gostava que as rendas continuassem a subir pois os imigrantes teriam de se mudar para outro lado e haveria paz e sossego. 

há 56 minutos, Forbidden disse:

O governo tem pouco de esquerda até, devia ser muito mais socialista, no sentido de restaurar os direitos dos trabalhadores, mas quanto a isso nada fazem. Ainda assim, prefiro este governo ao anterior como é óbvio, que foi uma abominação.

Concordo com a primeira frase. Lembro-me de ouvir os comunas e "berloquistas" a ladrar contra os recibos verdes há uns anos e até agora não fizeram nada. Em relação ao que coloquei a negrito acho que deves estar a brincar certo? Os socialistas que se dizem amigos do povo não são nenhuns santos:

-O Carlos César que tem lá a família toda.

-Aumentos no preço dos combustíveis. (Em 2008 com o barril a 147 dólares eu pagava por 1 litro de gasóleo 1,45€. Hoje o barril só custa metade e tenho de pagar 1,37€)

-Taxas e taxinhas na CGD

-Aumentos de 20% nas reformas mais altas logo no primeiro ano e aumentos de 1€ para as reformas mais baixas

-Degradação do SNS a níveis absurdos

-Fogos florestais a matar muita gente

-Escândalos como o da Rarissímas que envolvem até ministros

-Comida intragável em certas escolas

-Imposto sobre o sol

Se fosse no tempo do Passos os comunas e os do berloque esfolavam o homem vivo na comunicação social. A palavra certa para definir a Esquerda em Portugal é hipocrisia. Criticavam tanto o outro e fazem o mesmo ou pior.

 

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 6 horas, CatarinaC disse:

Eu sou liberal, por acaso. Mas antes neoliberal do que socialista. 

Grande governo de esquerda não haja dúvida... (austeridade, mínimos históricos em investimento público...). Mas também não falta a estupidez socialista, a nova lei das rendas é a prova disso. 

Quanto à nova lei das rendas, eu não posso opinar, que não sei do que se trata, mas estupidez é dizer que este governo é socialista.

Quanto ao negrito, só escrevo que a América Latina tem muito a dizer.

E, já que estou com a mão na massa, falando em américa latina, lembrei-me que a Venezuela ia ter eleições este mês. Era para ser a 22 de abril, mas vi agora que foram adiadas para 20 de maio.

https://br.sputniknews.com/americas/2018042511070671-venezuela-eleicoes-maduro-eua/

http://sicnoticias.sapo.pt/mundo/2018-04-26-MNE-venezuelano-garante-na-ONU-eleicoes-transparentes-e-espera-participacao-elevada

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 8 horas, Manuel Silva disse:

 

Concordo com a primeira frase. Lembro-me de ouvir os comunas e "berloquistas" a ladrar contra os recibos verdes há uns anos e até agora não fizeram nada. Em relação ao que coloquei a negrito acho que deves estar a brincar certo? Os socialistas que se dizem amigos do povo não são nenhuns santos:

-O Carlos César que tem lá a família toda.

-Aumentos no preço dos combustíveis. (Em 2008 com o barril a 147 dólares eu pagava por 1 litro de gasóleo 1,45€. Hoje o barril só custa metade e tenho de pagar 1,37€)

-Taxas e taxinhas na CGD

-Aumentos de 20% nas reformas mais altas logo no primeiro ano e aumentos de 1€ para as reformas mais baixas

-Degradação do SNS a níveis absurdos

-Fogos florestais a matar muita gente

-Escândalos como o da Rarissímas que envolvem até ministros

-Comida intragável em certas escolas

-Imposto sobre o sol

Se fosse no tempo do Passos os comunas e os do berloque esfolavam o homem vivo na comunicação social. A palavra certa para definir a Esquerda em Portugal é hipocrisia. Criticavam tanto o outro e fazem o mesmo ou pior.

 

 

Eu nunca disse que são santos, aliás, acho que já escrevi aqui várias vezes (até já me custa estar sempre a repetir) que o governo ficou aquém do que devia e me desiludiu, sim, desiludiu-me. Agora, nós vínhamos de um governo horrível de direita que beneficiava apenas os ricos, ficamos com 2 milhões de pobres, o nosso país estava (e está ainda) um lodo, portanto sempre é preferível este. Não é o que eu desejava, mas entre um e outro é melhor.

De resto, o governo, apesar de ser apoiado no parlamento pelo BE e PCP, continua a ser PS, portanto é mais centro que outra coisa. As medidas mais "radicais" (eles acham radical ajudar os pobres e os trabalhadores, ao contrário de dar benesses aos ricos e patrões). Os governos alternam-se como sempre PS/PSD/PS/PSD...

E há coisas que estão os dois lados errados, lembro-me agora da lei do PAN de querer aumentar as penas para os incendiários e o parlamento chumbou!! Depois venham chorar no verão quando tiver tudo a arder, deixem esses criminosos à solta.

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 12 minutos, Forbidden disse:

 

E há coisas que estão os dois lados errados, lembro-me agora da lei do PAN de querer aumentar as penas para os incendiários e o parlamento chumbou!! Depois venham chorar no verão quando tiver tudo a arder, deixem esses criminosos à solta.

Sinceramente, fizeram bem em chumbar. A ideia de penas longas está ultrapassada. Ainda para mais, quando temos as prisões lotadas. Tem que se apostar sim na integração na sociedade das pessoas depois de saírem da prisão, para não reincidirem nos mesmos crimes. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, Televisão 10 disse:

Sinceramente, fizeram bem em chumbar. A ideia de penas longas está ultrapassada. Ainda para mais, quando temos as prisões lotadas. Tem que se apostar sim na integração na sociedade das pessoas depois de saírem da prisão, para não reincidirem nos mesmos crimes. 

Aqui em Portugal nem é penas longas, dão penas suspensas... até para crimes gravíssimos (como abusos de crianças) já fazem isso. Eu sinto que a nossa Justiça em Portugal não existe. E pode parecer radical, mas eu não sinto que possa confiar numa justiça que dá penas suspensas a pessoas que cometeram crimes muito graves. Não me faz sentir seguro.

E que penas longas temos, quando o teto máximo são 25 anos?!  Nós temos das penas mais baixos do mundo, para tudo.

Esta é outra área que devia ser um dos focos principais do governo, e não é, está tudo na mesma. O sistema judicial está tão mau, mas tão mau, que era preciso revirar aquilo tudo de cima abaixo.

Eu desafio-vos a perguntar a pessoas a vossa volta se confiam nos nossos juízes e nos nossos tribunais, e se acham que as penas são adequadas para os crimes em questão.

Há coisas que eu leio em que fico chocado, mas chocado mesmo com a falta de justiça que existe aqui no nosso país. Uma Lava Jato como aconteceu no Brasil seria impossível aqui por exemplo, temos juizes e tribunais sem poder (ou que não o querem exercer).

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Forbidden disse:

Aqui em Portugal nem é penas longas, dão penas suspensas... até para crimes gravíssimos (como abusos de crianças) já fazem isso. Eu sinto que a nossa Justiça em Portugal não existe. E pode parecer radical, mas eu não sinto que possa confiar numa justiça que dá penas suspensas a pessoas que cometeram crimes muito graves. Não me faz sentir seguro.

E que penas longas temos, quando o teto máximo são 25 anos?!  Nós temos das penas mais baixos do mundo, para tudo.

Esta é outra área que devia ser um dos focos principais do governo, e não é, está tudo na mesma. O sistema judicial está tão mau, mas tão mau, que era preciso revirar aquilo tudo de cima abaixo.

Eu desafio-vos a perguntar a pessoas a vossa volta se confiam nos nossos juízes e nos nossos tribunais, e se acham que as penas são adequadas para os crimes em questão.

Há coisas que eu leio em que fico chocado, mas chocado mesmo com a falta de justiça que existe aqui no nosso país. Uma Lava Jato como aconteceu no Brasil seria impossível aqui por exemplo, temos juizes e tribunais sem poder (ou que não o querem exercer).

Devo dizer que, a nível de justiça, o nosso país até melhorou no último governo. Está mais rápida. Sim, podem haver casos em que as penas possam parecer injustas. No entanto, para isso é que as pessoas podem recorrer.  

As pessoas podem não confiar na justiça, baseando-se em casos que veem na televisão, com sentenças polémicas. Porém, garanto-te que também há sentenças justas. Pena essas não interessarem aos jornais sensacionalistas... Melhor justiça a nossa do que a do Brasil, país onde muitos casos nem são julgados em tribunal, mas sim nas ruas.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 5 minutos, Televisão 10 disse:

Devo dizer que, a nível de justiça, o nosso país até melhorou no último governo. Está mais rápida. Sim, podem haver casos em que as penas possam parecer injustas. No entanto, para isso é que as pessoas podem recorrer.  

As pessoas podem não confiar na justiça, baseando-se em casos que veem na televisão, com sentenças polémicas. Porém, garanto-te que também há sentenças justas. Pena essas não interessarem aos jornais sensacionalistas... Melhor justiça a nossa do que a do Brasil, país onde muitos casos nem são julgados em tribunal, mas sim nas ruas.

E a maioria das pessoas tem dinheiro para andar sempre a recorrer?!

É absurso que as pessoas apresentem queixas em casos muito dificeis, como violencia domestica, violaçao, agressões, e no final o criminoso sai LIVRE com uma pena suspensa. Imagina a revolta da vítima e da sua família.

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 hora, Televisão 10 disse:

Devo dizer que, a nível de justiça, o nosso país até melhorou no último governo. Está mais rápida. Sim, podem haver casos em que as penas possam parecer injustas. No entanto, para isso é que as pessoas podem recorrer.  

As pessoas podem não confiar na justiça, baseando-se em casos que veem na televisão, com sentenças polémicas. Porém, garanto-te que também há sentenças justas. Pena essas não interessarem aos jornais sensacionalistas... Melhor justiça a nossa do que a do Brasil, país onde muitos casos nem são julgados em tribunal, mas sim nas ruas.

Sinceramente, não sei se estará mais rápida. Isso se calhar é uma ideia que se retira dos casos judiciais mediáticos, porque não me parece para o comum dos mortais a Justiça tenha melhorado assim de um dia para o outro, mas posso estar errado...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 27 minutos, D007 disse:

Sinceramente, não sei se estará mais rápida. Isso se calhar é uma ideia que se retira dos casos judiciais mediáticos, porque não me parece para o comum dos mortais a Justiça tenha melhorado assim de um dia para o outro, mas posso estar errado...

Garanto, por fontes próximas, que está mais rápida. Um advogado, por exemplo, já não pode pedir para adiar um julgamento. Quando não pode estar presente, tem que escolher outro para o representar.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 9 horas, srcbica disse:

Quanto à nova lei das rendas, eu não posso opinar, que não sei do que se trata, mas estupidez é dizer que este governo é socialista.

Quanto ao negrito, só escrevo que a América Latina tem muito a dizer.

E, já que estou com a mão na massa, falando em américa latina, lembrei-me que a Venezuela ia ter eleições este mês. Era para ser a 22 de abril, mas vi agora que foram adiadas para 20 de maio.

https://br.sputniknews.com/americas/2018042511070671-venezuela-eleicoes-maduro-eua/

http://sicnoticias.sapo.pt/mundo/2018-04-26-MNE-venezuelano-garante-na-ONU-eleicoes-transparentes-e-espera-participacao-elevada

há 15 horas, Forbidden disse:

O governo tem pouco de esquerda até, devia ser muito mais socialista, no sentido de restaurar os direitos dos trabalhadores, mas quanto a isso nada fazem. Ainda assim, prefiro este governo ao anterior como é óbvio, que foi uma abominação.

Eu considero a nova lei das rendas socialista e populista, só alguém complemente ignorante no que diz respeito ao funcionamento do mercado é que faria uma legislação destas. 

https://observador.pt/2018/04/27/ps-propoe-regime-para-proteger-de-despejos-idosos-a-viver-ha-mais-de-15-anos-na-mesma-casa/

"Está prevista a renovação automática dos contratos de arrendamento para inquilinos com mais de 65 anos ou deficiência igual ou superior a 60% que vivam na mesma casa há mais de 15 anos. O prazo proposto pelo Executivo para estas medidas de salvaguarda é de 25 anos". - Estas pessoas vão ter muito mais dificuldade em arrendar casa. Nenhum senhorio no seu perfeito juízo vai arrendar casa/apartamento a pessoas nestas condições. 

Durante o período de transição, o senhorio só poderá opor-se à renovação do contrato ou denunciá-lo se necessitar do imóvel para habitação própria ou de um descendente em primeiro grau. - Ataque ao direito de propriedade privada.

https://www.dn.pt/portugal/interior/ps-estuda-proposta-para-congelar-despejos-9288430.html  Outro ataque ao direito de propriedade privada.

http://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679595842774f6a63334e7a637664326c756157357059326c6864476c3259584d7657456c4a535339305a58683062334d76634770734f44517a4c56684a53556b755a47396a&fich=pjl843-XIII.doc&Inline=true

art. 10.º/4 "As pessoas sem abrigo têm o direito de indicar como morada postal um local de sua escolha, ainda que nele não pernoitem" Deve ser alguma piada. Alguém já sugeriu o Largo do Rato, para a sede do PS e eu subscrevo.

 

https://eco.pt/2018/04/23/lisboa-amadora-coimbra-e-viseu-querem-reduzir-imi-de-proprietarios-que-cobrem-renda-acessivel/

“Propomos que a taxa liberatória sobre os rendas recebidas, que é de 28% para a generalidade dos contratos de arrendamento, possa ser de 14% para contratos superiores a 10 anos e de 10% para contratos superiores a 20 anos”

A única medida minimamente inteligente, mas duvido que tenha grande efeito. Com a instabilidade que se vive em Portugal a nível de leis,  principalmente fiscais e com tantas ideias iluminadas dos socialistas como esta da nova lei da habitação eu não arrendaria a ninguém por tanto tempo. É muito tempo, a imprevisibilidade do que poderá acontecer não dará grande tranquilidade a um senhorio.

E o delírio socialista atinge patamares estratosféricos:

https://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/ps-propoe-requisicao-forcada-de-casas-vazias-para-habitacao

Em conclusão: esta lei só pode ter como objectivo exterminar o mercado de arrendamento. Eu se tivesse uma apartamento em Lisboa no centro histórico entre arrendá-lo a uma família/pessoa ou utilizá-lo para arrendamento local a minha escolha seria óbvia.

Quem fez isto não faz a mínima ideia de como o mercado funciona ou sabe perfeitamente a bomba que isto é fé-la por simples populismo. Esta lei não vai resolver problema nenhum, muito pelo contrário. Isto torna-se ainda mais surreal quando pensamos que esta lei é feita com base nas circunstância do mercado do arrendamento de Lisboa e também no Porto.

Infelizmente, com a quantidade de população analfabeta que temos isto é maravilhoso para angariar votos.

 

O poder que o Estado português tem perturba-me, acho incrível como a população de um país que todos os anos no 25 abril festeja a "liberdade" vive tão tranquilamente com o domínio do Estado sobre a sua vida. Eu celebro a liberdade todos os dias, o meu 25 de abril só faz sentido conjugado com o 25 de novembro. A minha luta pela liberdade é feita acima de tudo contra o próprio Estado.

  • Gostar 1
  • Obrigado 1
  • Haha 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 hora, CatarinaC disse:

Eu considero a nova lei das rendas socialista e populista, só alguém complemente ignorante no que diz respeito ao funcionamento do mercado é que faria uma legislação destas. 

https://observador.pt/2018/04/27/ps-propoe-regime-para-proteger-de-despejos-idosos-a-viver-ha-mais-de-15-anos-na-mesma-casa/

"Está prevista a renovação automática dos contratos de arrendamento para inquilinos com mais de 65 anos ou deficiência igual ou superior a 60% que vivam na mesma casa há mais de 15 anos. O prazo proposto pelo Executivo para estas medidas de salvaguarda é de 25 anos". - Estas pessoas vão ter muito mais dificuldade em arrendar casa. Nenhum senhorio no seu perfeito juízo vai arrendar casa/apartamento a pessoas nestas condições. 

Durante o período de transição, o senhorio só poderá opor-se à renovação do contrato ou denunciá-lo se necessitar do imóvel para habitação própria ou de um descendente em primeiro grau. - Ataque ao direito de propriedade privada.

https://www.dn.pt/portugal/interior/ps-estuda-proposta-para-congelar-despejos-9288430.html  Outro ataque ao direito de propriedade privada.

http://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679595842774f6a63334e7a637664326c756157357059326c6864476c3259584d7657456c4a535339305a58683062334d76634770734f44517a4c56684a53556b755a47396a&fich=pjl843-XIII.doc&Inline=true

art. 10.º/4 "As pessoas sem abrigo têm o direito de indicar como morada postal um local de sua escolha, ainda que nele não pernoitem" Deve ser alguma piada. Alguém já sugeriu o Largo do Rato, para a sede do PS e eu subscrevo.

 

https://eco.pt/2018/04/23/lisboa-amadora-coimbra-e-viseu-querem-reduzir-imi-de-proprietarios-que-cobrem-renda-acessivel/

“Propomos que a taxa liberatória sobre os rendas recebidas, que é de 28% para a generalidade dos contratos de arrendamento, possa ser de 14% para contratos superiores a 10 anos e de 10% para contratos superiores a 20 anos”

A única medida minimamente inteligente, mas duvido que tenha grande efeito. Com a instabilidade que se vive em Portugal a nível de leis,  principalmente fiscais e com tantas ideias iluminadas dos socialistas como esta da nova lei da habitação eu não arrendaria a ninguém por tanto tempo. É muito tempo, a imprevisibilidade do que poderá acontecer não dará grande tranquilidade a um senhorio.

E o delírio socialista atinge patamares estratosféricos:

https://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/ps-propoe-requisicao-forcada-de-casas-vazias-para-habitacao

Em conclusão: esta lei só pode ter como objectivo exterminar o mercado de arrendamento. Eu se tivesse uma apartamento em Lisboa no centro histórico entre arrendá-lo a uma família/pessoa ou utilizá-lo para arrendamento local a minha escolha seria óbvia.

Quem fez isto não faz a mínima ideia de como o mercado funciona ou sabe perfeitamente a bomba que isto é fé-la por simples populismo. Esta lei não vai resolver problema nenhum, muito pelo contrário. Isto torna-se ainda mais surreal quando pensamos que esta lei é feita com base nas circunstância do mercado do arrendamento de Lisboa e também no Porto.

Infelizmente, com a quantidade de população analfabeta que temos isto é maravilhoso para angariar votos.

 

O poder que o Estado português tem perturba-me, acho incrível como a população de um país que todos os anos no 25 abril festeja a "liberdade" vive tão tranquilamente com o domínio do Estado sobre a sua vida. Eu celebro a liberdade todos os dias, o meu 25 de abril só faz sentido conjugado com o 25 de novembro. A minha luta pela liberdade é feita acima de tudo contra o próprio Estado.

Esta lei serve para proteger os idosos, não percebo qual é o problema?!

O Estado são as pessoas, não é uma entidade exterior. As pessoas que lá estão são eleitas por determinado periodo de tempo pela população para representar a sua vontade.

  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 19 horas, CatarinaC disse:

Eu sou liberal, por acaso. Mas antes neoliberal do que socialista. 

Grande governo de esquerda não haja dúvida... (austeridade, mínimos históricos em investimento público...). Mas também não falta a estupidez socialista, a nova lei das rendas é a prova disso. 

O smn foi aumentado, as reformas também, acabou-se com os contratos de associação onde há escolas públicas, etc... É justo aumentar as rendas a idosos com reformas baixas?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 3 minutos, jgsantos disse:

O smn foi aumentado, as reformas também, acabou-se com os contratos de associação onde há escolas públicas, etc... É justo aumentar as rendas a idosos com reformas baixas?

Então e será justo eu ficar a perder dinheiro numa renda só porque o meu atual arrendatário é um idoso? Afinal o dono continuo a ser eu, ou passou a ser o inquilino só porque lá vive? 

 

há 14 minutos, Ruben Fonseca disse:

A esquerda fica sempre muito incomodada quando vê preços que uma parte das pessoas não quer pagar. Talvez seja o problema intríseco que têm com os ricos (mas depois temos imensos da esquerda caviar a gastar milhares de euros em compras e em viagens em classe executiva *cof cof Varoufakis cof cof*), talvez seja apenas uma medida de angariar votos. Acho piada como o PS, BE e PCP fiquem chocados com as rendas altas em Lisboa, como se tal fosse um crime. Que culpa têm os senhorios dos apartamentos em Lisboa ou até mesmo no Porto que o mercado crie condições favoráveis para serem arrendados por milhares de euros? Se há mercado para esse nível de preços, é óbvio que não vão colocar arrendar uma casa a 500€/mês quando podem arrendar a 4000€. Nem toda a gente pode morar perto de tudo e depois ficar à espera que as rendas se mantenham baixas, principalmente numa altura de crescimento económico e tendo em conta que Lisboa é cada vez mais procurada por estrangeiros. 

Mas não, é um escândalo, um horror, ver rendas tão altas. Aliás, para a esquerda é sempre preferível que tudo esteja nivelado, mas preferencialmente para baixo (já dizia a Thatcher, tornar os ricos pobres e os pobres ainda mais pobres), já que para cima não conseguem. Onde já se viu morarem no centro de Lisboa com rendas que não rondem aquilo que se paga por um apartamento bem mais longe do centro? É engraçado como, em qualquer outra grande cidade, já consentem e interiorizam o facto de que se querem viver em Londres, Bruxelas, Paris, Berlim, Roma, Nova Iorque, etc etc, precisam de arrendar fora do centro da cidade. Mas para a esquerda, todos têm o direito de alugar um apartamento numa Fifth Avenue e ainda esperar que as rendas sejam iguais àquelas que existem no Bronx. Estado Português, sempre disposto a ser a Venezuela da Europa. :toclue: 

o tem de ironia do post :rofl: sobre o negrito, é aquele ditado: somos todos de esquerda até ganharmos o euromilhões. 

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, Duarte disse:

Então e será justo eu ficar a perder dinheiro numa renda só porque o meu atual arrendatário é um idoso? Afinal o dono continuo a ser eu, ou passou a ser o inquilino só porque lá vive? 

 

o tem de ironia do post :rofl: sobre o negrito, é aquele ditado: somos todos de esquerda até ganharmos o euromilhões. 

Se ficas incomodado com isso não alugues a casa a um idoso, simples. E sim, pra mim é mais importante proteger as camadas mais vulneráveis da sociedade do que o bolso das pessoas.

  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, Forbidden disse:

Se ficas incomodado com isso não alugues a casa a um idoso, simples. E sim, pra mim é mais importante proteger as camadas mais vulneráveis da sociedade do que o bolso das pessoas.

Se tivesses uma casa para arrendar, talvez não fosse o teu discurso. Há um contrato de arrendamento. Se o contrato terminou, eu tenho direito a aumentar a renda ou a mudar os inquilinos, independentemente da sua idade. 

  • Gostar 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

nem nas periferias, as casas são baratas. há rendas que rondam os 500€. Se há idosos que ganham 300€, como as podem pagar?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 minutos, Duarte disse:

Então e será justo eu ficar a perder dinheiro numa renda só porque o meu atual arrendatário é um idoso? Afinal o dono continuo a ser eu, ou passou a ser o inquilino só porque lá vive? 

 

o tem de ironia do post :rofl: sobre o negrito, é aquele ditado: somos todos de esquerda até ganharmos o euromilhões. 

Mas também não é justo o coitado de um velho ser despejado. Iria para onde? Para o lar para morrer? É incrível como esta sociedade não quer saber dos seus velhos e seja necessário impor compaixão pelas leis. Mas também é certo que a lei só será aprovada porque partiu do PS; criminalizar o abandono dos idosos, como partiu do CDS, já é uma medida da direita populista.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Agora mesmo, Forbidden disse:

Se ficas incomodado com isso não alugues a casa a um idoso, simples. E sim, pra mim é mais importante proteger as camadas mais vulneráveis da sociedade do que o bolso das pessoas.

Por favor, analisem as coisas como elas são.

Tenho uma casa no centro de Lisboa - ou onde quer que seja - e aluguei-a a um senhor já há muito tempo etc e ele agora é idoso. No entanto, a minha casa agora está a valorizar e eu vou ter que ficar a perder dinheiro só porque o meu inquilino envelheceu? Tá tudo doido? 

Quer dizer, este governo devia, claramente, estar a tomar medidas para evitar que viver em Lisboa seja possível, porque da maneira como as coisas estão o rendimento da classe média não suporta o custo de vida na capital. 

Agora mesmo, srcbica disse:

Mas também não é justo o coitado de um velho ser despejado. Iria para onde? Para o lar para morrer? É incrível como esta sociedade não quer saber dos seus velhos e seja necessário impor compaixão pelas leis. Mas também é certo que a lei só será aprovada porque partiu do PS; criminalizar o abandono dos idosos, como partiu do CDS, já é uma medida da direita populista.

Ora aí é que entra o dito Estado Providência, no auge do seu conceito. Ninguém tem que sair prejudicado. O meu inquilino não pode ir viver para debaixo da ponte aos 70 anos da mesma maneira que eu não posso ficar a perder dinheiro. 

  • Gostar 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora

×